Anchieta: Volkswagen vai parar por falta de barras de direção

Anchieta: Volkswagen vai parar por falta de barras de direção

A Volkswagen vai parar novamente em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, segundo o sindicato dos metalúrgicos da região. O motivo da paralisação da produção na fábrica da Anchieta, contudo, não será a escassez de chips.

Como se sabe, a cadeia global de fornecimento de semicondutores entrou em colapso e muitas fábricas pararam. Quando não ocorreu isso, mudanças nos produtos, como no caso do Corolla sem multimídia de fábrica.

A própria VW teve que tirar o item do Fox e o converteu em opcional quando este era de série nas versões mais baratas de Nivus, Polo e Virtus. Mas, voltando à Anchieta, o problema é a falta de barras de direção.

Segundo o site Automotive Business, uma fonte interna revelou que alguns veículos estão sendo produzidos sem esta peça para posterior instalação, evitando assim que a linha de montagem pare por completo.

Ainda assim, a montadora dará férias coletivas a partir de 27 de setembro para 3.000 funcionários da planta por 10 dias. A empresa ressaltou, porém, que se a entrega do componente for regularizada, as férias serão canceladas.

Em duas ocasiões recentes, a montadora informou que paralisaria as operações com antecedência e isso de fato ocorreu. Se a suspensão da produção acontecer, será a terceira na unidade este ano.

Atualmente a fábrica da VW em Taubaté está parada e deveria retornar às atividades de produção na segunda (13), mas a volta dos trabalhadores foi prorrogada para quinta (16). Nesta fábrica são feitos os modelos Gol e Voyage.

Na Anchieta, saem Nivus, Polo, Virtus e Saveiro. Já as fábricas de São José dos Pinhais e São Carlos, que fazem o T-Cross e motores das séries EA111 e EA211, continuam operando normalmente.

A suspensão por um terço do período mensal de produção, deve afetar novamente as vendas da Volkswagen, especialmente no caso do Virtus, que vem tendo destaque nos emplacamentos da marca ultimamente.

[Fonte: Automotive Business]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.