Mercado Montadoras/Fábricas

Anfavea: Atividades no setor automotivo caíram 90% em março

Anfavea: Atividades no setor automotivo caíram 90% em março

A Anfavea – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores – anunciou que a crise do Covid-19 atingiu em cheio o setor automotivo, reduzindo em quase 90% sua atividade na segunda quinzena do mês.


Com o fechamento de fábricas de veículos e autopeças, o ritmo da indústria praticamente parou na segunda metade de março. Luiz Carlos Moraes, presidente da Anfavea, disse:

“Tivemos dois momentos bem distintos em março. Até o começo da segunda quinzena, as vendas estavam em alta, com crescimento de 9% no acumulado do ano, em relação ao ano passado. Mas o avanço da pandemia em nosso país foi provocando a interrupção das atividades nas fábricas e nas concessionárias, fazendo com que fechássemos o mês com queda de 8% no acumulado do ano”.

Anfavea: Atividades no setor automotivo caíram 90% em março

De acordo com a Anfavea, a queda no ritmo de março gerou uma redução de 21%, coincidentemente tanto em produção, quando em licenciamentos e exportação. Em relação a fevereiro, a queda foi de 18% em emplacamentos e exportação, enquanto a produção caiu 7%.

Em todos os segmentos de mercado, a queda foi inevitável, exceto em máquinas agrícolas e implementos rodoviários, que ficaram positivos em março. Segundo a Anfavea, nesses dois setores, o resultado só foi possível porque as fábricas ficaram operando até o começo de abril.

O aumento nesses dois segmentos foi de 46% nas vendas, 19% mais em exportação e elevação de 15% na produção. Ainda assim, Moraes alerta:

“O momento é de priorizar a saúde da população, e todas as nossas associadas estão dando sua contribuição no combate ao coronavírus, seja reparando respiradores, seja produzindo e doando máscaras, ou mesmo cedendo suas frotas vários para as mais diversas finalidades. Mas também é hora de uma conscientização de todas as esferas do governo, bancos e sociedade para criar mecanismos que permitam à cadeia automotiva atravessar esse período de retração com a preservação das empresas e dos empregos”.

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • radiobrasil

    Não foi a Pandemia que avançou e infestou o país, e sim a HISTERIA, causada por boa parte da imprensa. Notícia triste, tragédia, catastróficas? DÁ-LHE DESTAQUE. Notícias BOAS, esconde, não fala não… O desemprego vai chegar, num efeito bola de neve, poucos estarão bem, alguns sobreviverão e muitos fecharam as portas. Obrigado amigo do Lula de SP! Obrigado Bombeiro de SC! Obrigado roedor do PR! Obrigado Sr. ex-juiz do RJ que manda prender surfista sozinho na praia.. ESSE É O BRASIL QUE EU NÃO QUERO.

  • F30FLORIPA

    Este vírus é estranho, podemos ir na lotérica, no banco, no posto de combustível, no supermercado, na farmácia, etc.. que não pega. Só pega se for trabalhar.

    • radiobrasil

      E no sistema prisional brasileiro tem de TUDO, menos Covid19… NENHUM CASO ATÉ HOJE. Se ALI não explodir, pode ter certeza que tem algo a ser esclarecido.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email