Finanças Governamental/Legal Mercado Montadoras/Fábricas

Anfavea: Temer garante que Rota 2030 sairá do papel

Volkswagen-Virtus-fábrica-São-Bernardo-do-Campo-2 Anfavea: Temer garante que Rota 2030 sairá do papel

“Não há motivo para pânico”. A afirmação veio do presidente da Anfavea Antônio Megale, após se reunir com 14 chefes de montadoras do país e mais o presidente da República Michel Temer, bem como com ministros e representantes do governo. O motivo é a preocupação do mercado em relação à aprovação do Rota 2030, novo programa automotivo que é considerado essencial para que a indústria volte a investir com garantias e que o país possa assim se converter em um player forte no cenário internacional.



Megale disse: “Tenho convicção que um novo março regulatório para o setor sairá. O próprio presidente nos garantiu isso”. O encontro ocorreu durante a entrega do Prêmio AutoData 2017, no dia 22. Para o presidente da entidade que reúne os fabricantes de veículos, Temer não fez comentários sobre o condicionamento da aprovação do Rota 2030 ao fechamento do acordo de livre comércio com a Europa.

Antônio Megale diz que não há relação entre o setor automotivo e o acordo com os europeus, pois este envolveria mais o setor de agronegócio, não tendo assim impedimento para ser aprovado posteriormente à assinatura do tratado com a União Europeia. O presidente da Anfavea também disse que em nenhum momento o setor mencionou essa condição em suas tratativas com o governo federal.

Megale menciona o fato por conta de informação publicada pelo jornal O Estado de São Paulo, onde o presidente teria dito que só aprovaria o Rota 2030 após a assinatura do tratado de livre comércio com a Europa. Segundo os argentinos, esse anúncio será feito em 10 de dezembro. De qualquer forma, a aprovação anterior ou posterior ao fechamento do acordo comercial, que demorou 18 anos para ser concretizado, não muda uma situação mais importante, a questão tributária.

Ela é o motivo pelo qual o Ministério da Fazenda segura o Rota 2030. Para a Anfavea, a questão está em discussão no governo. De acordo com Megale, a estrutura do programa ainda não foi definida e se comenta que haverá um IPI majorado entre 10% e 15%, condicionado às empresas que não cumprirem obrigações relacionadas com eficiência energética, segurança veicular, engenharia, etiquetagem veicular e pesquisa. O presidente da entidade diz que as montadoras não querem incentivos fiscais, mas previsibilidade para poder investir.

Em relação ao IPI, as alíquotas vigentes por lei deverão continuar, variando de 7% a 25%. No entanto, o problema não é esse, mas sim definir os rumores da política nacional para o setor visando os próximos anos. A década seguinte terá um impacto enorme no mercado automotivo internacional e na indústria do setor por conta da mudança de rumo em direção aos carros elétricos, autônomos e compartilhamento. Se o país não acompanhar a mudança, ficará pelo caminho. No dia 31 de dezembro, acaba o Inovar-Auto e novas regras têm de entrar, sejam elas boas ou ruins.

[Fonte: AutoData]

  • FearWRX

    Duvido que o ano que vem volte a ser como o começo dos anos 90 ou 2011/2012.
    Eu realmente espero estar errado e que com isso e que de alguma forma, Mazda, Alfa Romeo, Seat e tantas outras voltem ao mercado e não só isso, mas que as que já estão, consigam trazer produtos diferentes pra nós.

    • oscar.fr

      Desemprego, crescimento baixo, Brasil no mapa da fome e Grêmio campeão da América. Não falta muito para voltarmos ao começo dos anos 1990, de fato.

      • oloko

        kkkkkkkk só falta o dolar 1 para 1 com o real, dai fechou!!

      • D136O

        hahshhas Mesmo sendo colorado tenho que concordar com você. Acrescentaria na lista calças flare (boca de sino) e camisas tao apertadas que quase estouram os botoes, vou parar pq o blog é sobre carros.

      • Default

        E pior é que pode piorar.
        Está feia a coisa.

  • No_Name

    Sobre o IPI, o Ministério da Fazenda quer colocar 25% para todos os automóveis e conceder descontos de 10 a 15% para os carros que obedecerem certas regras. Na prática isso significa que os 1,0 que hoje recolhem 7%, passariam a recolher no mínimo 10% e que na verdade todos os 1,0 acabariam por recolher uma taxa de uns 15%, uma vez que não terá uma fábrica sequer que conseguirá cumprir todas as exigências do governo. Ou seja, se isso virar realidade, vem mais ferro aí no povo brasileiro.

    • Leonardo Carneiro

      Carro não poderia ser taxado pela cilindrada do motor, e sim pelo seu tamanho ou peso. Observem que os carros exportados dificilmente são de 1.000cc. No meu entendimento o carro deve ser um produto que equilibra peso e potencia de motor, influenciando diretamente no desempenho e economia.

  • Alexandre Maciel

    Se vai sair do papel é porque não vai mais constar do papel que contém o projeto? Se for isso, eu concordo.

  • Filipe

    É óbvio que sairá. Depois da condenação da OMC para o Inovar Auto, os europeus condicionarão o acordo de comércio à um acordo automotivo.

  • MIN💀S

    Eles acreditam no que o Temer fala!!!!!

  • Será muito difícil fechar um acordo para perder em impostos, e para prejudicar a indústria local.

  • SK15

    Falo, falo, falo e não falo nada na minha opinião … o único ponto que interessa é os consumidores e eles tão nem ai … se não querem “incentivos fiscais” sinais que estão satisfeito com a carga tributaria e sabem que pessoal compra mesmo assim pelo que da a entender.

    • yurieu

      O dia em que eu e você formos multimilionários, o presidente talvez até venha a nos escutar.

  • Leonel

    Uma velha frase “Só acredito vendo!”.

  • Silvio Vasques

    “Nada será como antes”… já cantava a finada Elis Regina.

  • Schack Bauer

    Espero que esse protecionismo todo morra

  • yurieu

    Na hora de recriar o ministério da cultura, este sem vergonha não pensou duas vezes.

  • yurieu

    Os chefes das montadoras mandam no país, você acha que o presidente vai se reunir com pobre? O dia que o brasileiro deixar de dizer que o “Onix é lindo e perfeito”, talvez esses chefes se mexam ou vão perder o posto.

  • Default

    Temer deve ser internado.
    #forçabactéria

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • awatenor

    Ele também garantiu que viveremos 140 anos…que não seja o caso dele, por favor!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend