Governamental/Legal Mercado

Apesar da negativa, o governo deverá prolongar a redução do IPI por mais três meses

apesar-da-negativa-o-governo-devera-estender-a-reducao-do-ipi-por-mais-tres-meses Apesar da negativa, o governo deverá prolongar a redução do IPI por mais três meses

O governo federal deverá prolongar por mais três meses, a redução de IPI para veículos novos, embora negue que tal medida venha à ser feita.

Os ministros já tem confiança na recuperação economica do país somente na segunda metade de 2009, por isso seu apoio ao prolongamento da redução é certo.

A negativa do governo em reconhecer que precisará manter a redução por mais três meses, vem à favor da manutenção das vendas atuais neste fim de Março.

Este fim de semana, todas as marcas deverão promover grandes feirões para queimar seus estoques diante do fatídico dia 31, após o qual a alíquota do IPI voltará aos índices normais.

Um eventual anuncio antecipado de tal medida, faria com que as vendas caíssem e consequentemente, o desempenho da economia.

Não há ainda certa se o governo deverá contemplar outros setores com a ampliação da redução do IPI, pelo menos as montadoras serão contempladas imediatamente pela nova decisão.

Mesmo com a desoneração fiscal criada pelo menor recolhimento do IPI, o governo viu que tal medida acelerou a recuperação econômica do mercado automotivo e evidentemente da economia do país.

Daqui à três meses, o governo espera que o país volte ao rumo da estabilidade e que tais medidas não sejam mais necessárias para defender o país da crise no setor automotivo.

Fonte: Valor Econômico.

  • danix

    “e que tais medidas não sejam mais necessárias para defender o país da crise no setor automotivo” resumindo.. que os impostos sobre carros volte a correr solto já que brasileiro compra assim mesmo..

  • danix

    voltem*

  • Luis.J.R.

    Sabia que isso iria acontecer!Agora as vendas vai aumentar mais. :assob:

  • kokokil

    O IPI deveria ser reduzido permanentemente.

  • pablorocha

    Acho que não…os prefeitos já estão na berlinda com a redução dos recursos oriundos do IPI… :down:

  • Fafner

    Será que mesmo depois desde tímido ensaio (redução pífia do IPI), os jericos gananciosos que orquestram a nossa economia ainda não se convenceram que a baixa permanente de taxas e impostos acaba revertendo não só em aumento do emprego e desenvolvimento econômico, mas tambem, a médio prazo, em aumento da arrecadação, pelo aumento do volume.
    Estas reduções deveriam estender-se a outros setores da economia, possibilitando junto com uma melhor distribuição de tenda, o estabelecimento de um grande mercado interno consumidor, que seria um excelente amortecedor das pressões negativas decorrentes da queda das exportações, motivada pela crise internacional.
    Senhores! Tentem, ensaiem ainda que timidamente… e terão boas surpresas.

  • Rodolfo

    [Comentario #154168 sera citado aqui]

    [Comentario #154202 sera citado aqui]

    Todos os impostos deveriam diminuir e muitos deveriam ser cortados!!!
    Reforma tributaria é muito necessaria, pelo menos pra organizar a zona e para o povo ver o quanto paga de imposto, e ai sim iria começar a revolução tributaria brasileira!!!
    Afinal, ta na moda fazer revolução né??? Vide Mr. Chávez.

  • PR

    Realmente o nosso governo é uma lástima…mais cedo ou mais tarde tudo volta ao normal.
    E pra nossa infelicidade o normal quer dizer a volta de mais um imposto abusivo.

    Engraçado que em meio a essa crise toda, nossos queridos governadores, especiamente o Sr. Serra, nem cogitaou baixar o vergonhoso ICMS do Estado de São Paulo…

    Bom, melhor nem comentar do roubo IPVA e dos pedágios abusivos. Houve uma proposta de Lei para abater o dinheiro gasto com pedágio do IPVA, nosso querido Governador vetou a proposta antes de ela ser votada…é mole?

    Estamos perdidos amigos…a esquerda abusando dos impostos no governo federal e a direita fingindo que não existe crise e cobrando mais ainda no estadual…

  • Joao

    Olha, ultimamente não ando vendo muita redução não…. um palio fire que ano passado custava 24.500 hoje está por 23.990…. as montadoras estão aproveitando é pra encher um pouco mais o bolso, isso sim…. agora não duvido nada que depois da redução eu não encontre o mesmo carro por uns 25 mil…
    pelo menos o meu usado não perde tanto valor em relação ao novo….

  • mulicam

    Eu acredito que parte da redução dos pressos será incorporada no valor do automovel… mesmo o IPI retornando a alicota “normal”(aumentando)…
    Prova disso é a corrida que as montadoras fizeram entre si, dando descontos maiores que a redução ex: Peugeot 307 a R$45.900….
    Outro exempro bom, mesmo não sendo contemplado pela redução do IPI foi a DODGE, CHRYSLER e JEEP (motorização acima de 2.0) que baixaram seus preços para dar uma mordidinha a mais na fatia do mercado que não tem como “sonho de consumo” os carros com IPI reduzinho mas está sendo influenciado pela euforia do mercado automotivo… hehe (obs: Porque DODGE, CHRYSLER e JEEP e PEUGEOT por ex. não tinham baixado antes… olha a margem que eles trabalhavam…)
    Por esse motivo acho que mesmo o IPI retornando o publico consumidor ainda vai sair ganhando em relação ao ano passado!!!

  • Marcio Andre

    [Comentario #154284 sera citado aqui]

    Minha nossa “Pressos” nem deu vontade de continuar lendo isso …como q alguem q nem sabe escrever “preço” quer dar a sua opnião … vpqp :censor:

  • Bruno

    Povo aqui escreve errado pa caraio e ainda acha que saca de economia .
    Fato, IPI é uma bosta.

  • Emmanuel

    A verdade é a seguinte:

    Redução do IPI = Aumento da margem de lucro das montadoras e concessionárias

  • plyndagos

    Não acho que seja aumento da margem de lucro. Todas as montadoras reduziram o valor dos seus produtos. Só a Honda que explora e aumentou os preços. Não sei as outras montadoras, mas a Fiat baixou o preço dos carros em valor integral a redução do IPI…
    Só sei que subindo ou não o IPI, garanti meu Siena 0km hoje uhauhauha.

  • Marcelo

    Por que razão será que as vendas no mundo inteiro estão caindo, e no Brasil elas aumentaram no 1o trimestre? Será que por causa da redução do IPI? Fala sério…
    E tem mais: o pessoal aqui só fala de impostos altos… vou perguntar e quero ver quem sabe a resposta: qual é a montadora brasileira que não possiu isenção de ICMS? A GM aqui do RS, por exemplo, NUNCA pagou um centavo de ICMS para o estado ou oara o município de Gravataí. E a mesma GM já negocia investimento de 1 bilhão de reais para expansão da planta, e pretende aumentar a carência do ICMS para 20 anos, hahahaha. Então meus amigos, não venham defender as pobres montadoras instaladas no Brasil (que remetem todo o lucro para as matrizes) que, por venderem carros para índios (sim, pois só índio para aquecer esse mercado da maneira que está) por valores completamente fora de parâmetro. Será mesmo justo um Celta custar 23 mil reais quando a montadoras e suas empresas satélites são isentas de ICMS? Acordem!

  • mulicam

    [Comentario #154309 sera citado aqui]

    Marcio André, concordo contigo esse erro de português foi terrivel… como qualquer outro que eu tenha feito nos meus comentários (OBS: logo abaixo escrevi certo)…. mas isso não desmerece o meu comentário… e quanto mercado economia… Bruno, isso é muito volátil, mesmo pq so eu, tu e todo mundo que compõe a mesma… por isso para de compra pra ve se não vai baixa mais ainda…

  • mulicam

    O Marcelo disse tudo… a margem é boa e o olho é gordo…

Send this to a friend