Brasil FCA Fiat Jeep

Após 48 dias sem operação, FCA retoma produção no Brasil

Após 48 dias sem operação, FCA retoma produção no Brasil

Após 48 dias sem atividades devido ao novo coronavírus, a FCA (Fiat Chrysler Automobiles) voltou a produzir no Brasil. Para isso, a empresa explica realizou planejamentos com profissionais de diversas áreas, como Manufatura, Meio Ambiente, Saúde e Segurança.


A empresa dona da Fiat e da Jeep diz que o retorno acontece gradualmente. Em Betim (MG), 4.300 trabalhadores estão voltando ao trabalho; em Goiana (PE), 1.500 retornaram à unidade fabril. Seguindo as mesmas medidas de proteção, a planta de Largo, no Paraná, onde a FCA produz motores, voltou a fabricar no dia 4 de maio com 600 trabalhadores.

Para evitar a contaminação de COVID-19 dentro de suas unidades, a FCA está utilizando câmeras termográficas e termômetros extras para monitorar a temperatura dos colaboradores e terceirizados dentro das plantas. Além disso, máscaras estão sendo entregues para todos os funcionários, que devem utilizá-las dentro da fábrica e durante o trajeto de casa para o trabalho (e vice-versa).

Após 48 dias sem operação, FCA retoma produção no Brasil

VEJA TAMBÉM:

A FCA passou a limpar com mais frequência as áreas de trabalho com protocolo de higienização semelhante à de hospitais, com hipoclorito de sódio e álcool 70%. Os próprios funcionários estão sendo treinados para esse processo de limpeza.

Além dos locais de trabalho, outras áreas como banheiros e refeitórios receberam sinalização visual para evitar aglomeração de pessoas em um só local.

Por fim, os ônibus coletivos estão disponíveis nas três unidades para o deslocamento dos funcionários. Entretanto, a FCA ampliou o número de veículos e cada conjunto duplo de assentos será usado por um passageiro para evitar aglomeração. Além disso, dentro do coletivo, todos devem usar máscaras.

Após 48 dias sem operação, FCA retoma produção no Brasil

“Na semana passada, eu acompanhei pessoalmente todos os passos da nova jornada dos nossos empregados, desde a viagem no ônibus até o momento da volta para casa”, disse Antonio Filosa, presidente da FCA para a América Latina.

“Não poupamos esforços e recursos para proporcionar um ambiente seguro para os colegas que estão liderando este momento fundamental da retomada”, finalizou.

Darlan Helder

Darlan Helder

Natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011

  • VR6icardoW

    O principal item de série será o Corona!

    • El Gato!

      Também acho precipitado o retorno, mas… menos, né?

      • Cesar

        Será mesmo?
        Ontem saiu uma notícia que a Fiocruz diz que o vírus já circulava desde janeiro (inclusive acharam 39 casos confirmados) é, no começo de fevereiro a transmissão já era sustentada.
        As medidas de quarentena somente foram tomadas dois meses depois em meados de fevereiro.
        Quantas pessoas se contaminaram neste período sem ninguém sequer saber? Convivendo com Carnaval, jogos, shows, etc.

  • Henrique12

    Esperando as futuras matérias de pátio lotado e falta de comprador, e agora sem Argentina pra desovar, o mercado lá implodiu.

  • Rick Wakeman

    Já deveriam ter feito isso há muito tempo. Vão esperar o que? Não ter mais casos de COVID no país? Esperar ter UTI para todos? Em 2018 morriam 16 por dia só no RJ por falta de UTI. Estamos há quase 2 meses parados e os governadores ao invés de ampliar os leitos estão desviando recursos. Esse país não tem jeito.

    • kirig

      Mandou um belo de um vocal Rick Wakeman

      • Rick Wakeman

        kkk..jornada para o centro da terra..todo mundo vai morrer de fome!

        • Henrique12

          Acontece que o mundo não vai se recuperar tão cedo e nem o Brasil, tão logo os estoques completem, vão começar as demissões, estão expondo pessoas para produzir algo que não é essencial e cabeças vão rolar por falta de vendas.

  • Senna ever

    Vejo esta medida como o meio termo. Eles precisam produzir e o empregado precisa trabalhar, porém, a segurança dos mesmos deve ser redobrada. Ao que parece é o que estão fazendo… Está certíssima… Porém como consumidor não vejo nada de bom pra nós.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email