Argentina Mercado

Argentina acentua crise com queda expressiva em janeiro

Argentina acentua crise com queda expressiva em janeiro

A Argentina mergulhou fundo em sua crise no mês de janeiro. O país vizinho contabilizou uma queda de 32,3% na produção de veículos em comparação com o mesmo período de 2018, fazendo 14.803 unidades. As exportações também caíram muito, tendo 7.403 veículos que saíram do país e isso significa queda de 28,9% numa comparação com o ano passado.


Mas, o pior foram as vendas de veículos, que despencaram 50,9% em comparação com o início de 2018. Foram apenas 59.844 unidades. Numa comparação com dezembro, os números negativos foram de 27,7%, 67,7% e 111,2%, respectivamente produção, exportação e vendas.

Argentina acentua crise com queda expressiva em janeiro

A situação está tão ruim que a Honda paralisou a produção de veículos em Campana por 30 dias. A Volkswagen, por exemplo, não enviou nenhum carro nos últimos três meses ao país vizinho. Com a crise hermana, as exportações brasileiras também são afetadas, já que o vizinho é o maior destino para os carros feitos aqui.


A Volkswagen foi a líder de vendas em janeiro, seguida por Toyota e Renault. Já entre os automóveis, a surpresa ficou por conta da perua Suran (Spacefox), que está saindo de cena e isso significa que os descontos para os consumidores argentinos devem ter sido bem vantajosos. Ka e Etios seguiram o modelo.

O SUV mais vendido foi o EcoSport, seguido de longe por HR-V e Renegade. Nos comerciais, Hilux, Amarok e Ranger foram os mais vendidos.

Confira as vendas de veículos na Argentina em janeiro de 2019:

Marcas

  1. Volkswagen 9.508 unidades
  2. Toyota 8.601
  3. Renault 7.797
  4. Ford 7.793
  5. Chevrolet 5.798
  6. Fiat 5.559
  7. Peugeot 3.823
  8. Citroen 2.072
  9. Nissan 1.957
  10. Honda 1.604

Automóveis

  1. Volkswagen Suran 2.550 unidades
  2. Ford Ka 2.334
  3. Toyota Etios 2.184
  4. Ford Ecosport 1.873
  5. Chevrolet Onix 1.728
  6. Fiat Cronos 1.680
  7. Peugeot 208 1.568
  8. Volkswagen Gol 1.481
  9. Renault Sandero 1.467
  10. Renault Kwid 1.464
  11. Toyota Corolla 1.359
  12. Toyota Yaris 1.318
  13. Fiat Argo 1.223
  14. Honda HR-V 1.091
  15. Chevrolet Prisma 1.017
  16. Volkswagen Polo 1.011
  17. Jeep Renegade 859
  18. Renault Duster 856
  19. Chevrolet Tracker 809
  20. Renault Logan 807
  21. Fiat Mobi 794
  22. Ford Fiesta 780
  23. Volkswagen Up 755
  24. Peugeot 2008 745
  25. Ford Focus 738
  26. Nissan Kicks 646
  27. Toyota SW4 576
  28. Renault Captur 565
  29. Chevrolet Cruze 554
  30. Citroen C3 489

Comerciais leves

  1. Toyota Hilux 3.001 unidades
  2. Volkswagen Amarok 1.666
  3. Ford Ranger 1.556
  4. Renault Duster Oroch 1.365
  5. Renault Kangoo 880
  6. Chevrolet S-10 669
  7. Fiat Fiorino 504
  8. Fiat Toro 497
  9. Peugeot Partner 434
  10. Fiat Strada 410
  11. Citroen Berlingo 330
  12. Mercedes-Benz Sprinter 270
  13. Nissan Frontier 256
  14. Iveco Daily 240
  15. Volkswagen Saveiro 240
  16. Renault Master 111
  17. Ford Transit 71
  18. Ram 1500 60
  19. Mercedes Benz Vito 56
  20. Kia K2500 48

[Fonte: Argentina Autoblog]

Argentina acentua crise com queda expressiva em janeiro
Nota média 3 de 2 votos

  • Chap

    Inflação galopante, juros na estratosfera.
    Só pessoas muito bem de vida ($$) estão a comprar carros por lá.

    O já falecido Spacefox deve ter tido um desconto muito bom para conseguir chegar a liderança. Rapa estoque.

    • Hodney Fortuna

      A Argentina é um caso quase que insolucionável! Aquele país consegue ser mais complicado que o Brasil em termos econômicos quanto políticos. Desde que o país foi assolado pela maldição carismática aos Peróns que o mesmo nunca mais saiu do atoleiro. Ali nem um projeto de Bolsonaro ou Trump consegue por aquele lugar nos trilhos.

      • Carimbo

        Bolsonaro não iria conseguir mesmo né. Ele cansa de admitir que não entende nada de economia…

      • Antonio

        Brasil está indo pelo mesmo caminho. Achava que seria em dois anos, mas será bem antes.

        • Airplane

          Já foi faz tempo. O PT nos colocou na maior crise política e econômica de nossa história: 13 milhões de desempregados !

      • Fernando Dias

        Qual projeto de Bolsonaro?! Porque até hoje não se viu nenhum por aqui, a não ser o fim da fiscalização ambiental que, segundo ele, trava o crescimento e mudança no regime previdenciário! Já na Argentina, o governo do liberal e multimilionário Macri conseguiu promover grande parte da classe média à pobreza, inflação de quase 50% em 2018, desemprego e peso super desvalorizado, alta de preços de 30% nos alimentos e 40% no custo do transporte. Sem falar no aumento de 1000% (MIL) na conta de luz, água e gás. Realmente quem pode comprar carro, se não tem como manter luz e água em dia. A classe média idolatra o rico e o tem como modelo, mas mal sabe que o rico quer a classe média longe, uma verdadeira repulsa.

        • Antonio

          O sujeito está parecendo um lagarto assustado.
          kkkkkkkk

        • Joãozinho

          O Bolsonaro (conservador dos costumes) não tem um projeto de Estado. Só tem a retórica do Olavo de Carvalho.

          O que se tem de concreto é o projeto do Guedes (ultraliberal econômico) – que nem o próprio Bolsonaro não é inteiramente a favor.

          Correndo por fora se tem a promessa do Moro de combater o crime, mas infelizmente muito difícil de colocar em prática.

          O projeto do Guedes até tende a desafogar o caixa do dinheiro público, o que pode levar a uma eventual redução de impostos se houver boa vontade (talvez aqui esteja a única vantagem para nós).
          Além de enriquecer diretamente o setor financeiro.

        • Evandro

          Eleitor do Haddad eh foda….

        • Henrique12

          Macri está corretíssimo! A Argentina é um país todo subsidiado. 2 exemplos: Luz e Gás. Quase doados a população, os Argentinos tem ar condicionado até no banheiro, uma distorção de oferta e demanda de níveis assustadores. Algumas províncias como “corrientes”, mais de 70% dos moradores são funcionários públicos! Agora reclamam do país falindo e pegando empréstimos ao FMI. Não existe almoço grátis.

      • Minha preocupação é que o “Lulismo” acabe gerando algo parecido com o que o “Peronismo” significou para os hermanos. As condenações em profusão do Lula podem e devem afastar esse perigo de sua “mitificação” devido a supostos feitos que nunca foram advindos diretamente de sua administração, e sim foram possíveis por conta de anos de ajustes anteriores. Rezemos por isso.

        • Jefferson A.

          um bom governo do Bolsonaro seria o remédio para acabar com “lulismo”, mas infelizmente parece que esse governo esta tão atolado em bandidagem como o antigo, é esperar para ver ou viramos uma argentina quebrada e vendida ao estrangeiro ou viramos uma Venezuela quebrada e ditatorial.

          • Muito complexo um veredicto com relação ao atual governo com um mês. Que o filho do presidente era praticante da mesadinha (tão comum entre parlamentares de tudo que é estado), cobrando pedágio de seus funcionários comissionados, acho não haver dúvidas. Se isso é o suficiente para comparar com os bilhões de desvios petistas, aí já são outros 500.
            Mas eu concordo que a tolerância tem que ser zero no trato com o dinheiro público. Vamos observando. Tomara que os rumos mudem de verdade. A torcida é pelo Brasil, e não por um grupo de poder.

  • R. Rover

    Macri acabou com a Argentina e empobreceu o povo junto.
    A outrora orgulhosa Argentina se tornou isso.

    • Louis

      Culpar o Macri é o mesmo que o endividado culpar o cartão de crédito por estar cheio de dívidas.

      • É o cara que pega a mulher com outro no sofá, e vende o sofá.

        • Antonio

          Se o cara pega a mulher com o outro no sofá é porque não está dando conta do recado, né?

      • Matafuego

        Ele tem uma parcela da culpa (pequena, mas tem). Pegue o plano de governo dele e compare com o que foi executado. Foi medroso em fazer as reformas necessárias de forma radical e cedeu às chantagens dos pelegos de sindicatos.

        • SDS SP

          Não fez as reformas que foram prometidas e aumentou a base monetária (imprimiu dinheiro). Não tem milagres.
          Por essas e por outras, é bom ser bem cético com esses supostos salvadores da pátria.

      • Fernando Dias

        Operadoras de cartão de crédito são agiotas com CNPJ.

        • SDS SP

          O spread bancário no Brasil é um assalto.
          Os bancos se aproveitam muito bem pelo fato do brasileiro ser imediatista para empurrar goela baixo taxas altíssimas.

          • Flight_Falcon

            E o pior SDS SP é que mesmo assim, passa o tempo e o povo não aprende.

            • SDS SP

              Pois é, historicamente somos um povo que não tem costume de poupar. Nossa taxa de poupança é baixa. Aí você coloca isso + moeda fraca, mercado fechado, instabilidade econômica e política, então está a receita pronta para tudo ser caro.

      • Fernando Dias

        Muito apropriada sua coloção, porém não se esqueça que no Brasil as operadoras de crédito são agiotas com CNPJ. Nós temos a maior taxa de juros rotativo do mundo, em torno de 400% ano. Argentina, vejam só, 50%/ano, EUA 24,99/ano. A culpa realmente é do cara que teve um imprevisto, de saúde por exemplo, e pagou metade da fatura e depois se viu enrolado em uma bola de neve…

        • Unknown

          Se este mesmo cara tivesse uma poupança mínima, de pelo menos uns 2 ou 3 mil reais, não precisaria entrar no rotativo, num imprevisto deste, que realmente pode acontecer com qualquer um. Mas não, prefere andar de “carro do ano” do que ter uma reserva financeira!

      • Nicolas

        Macri seguiu a cartilha, fez como manda o figurino. Porém sifu na tempestade perfeita: maior seca dos últimos 40 anos que reduziu principal receita exportação , principal comprador Brasil foi para o buraco devido a pior recessão da sua existencia responsável por 25% da economia dos hermanos e viu a sua dívida toda em dólar explodir devido a fuga de capital pelo aumento dos juros dos EUA.,

        • Unknown

          E o Bolsonaro vai pelo mesmo caminho, pela falta de competência que apresenta!

      • Henrique12

        Eles se esquecem que a Argentina tem um passado de calotes e esquerdismo. Quase virou uma Venezuela. Não se recupera tão rápido a confiança dos investidores.

    • Andre Pestana

      Macri pegou um País com dividas com muitas pedaladas fiscais como ocorreu com certa semelhança do governo irresponsável passado no Brasil.

      • Carimbo

        Se a gente pensar assim, nenhum país sairá de nenhuma crise. Se o país tava quebrado, ele já assumiu sabendo da bronca, se não conseguiu fazer nada, é óbvio que tem culpa.

        • Andre Pestana

          Não devemos colocar somente a culpa no governo passado, mas quando o governo foi irresponsável no passado o presente e futuro se complicam em tudo, um crescimento de um País leva muitos anos para ser sempre contínuo e duradouro como é na Austrália e Nova Zelândia que em várias décadas sempre teve crescimento do Pib e não foram atingidos por crises econômicas mundiais, para isso o governo tem responsabilidade e compromisso com seu povo e não ficarem fazendo irresponsabilidade econômicas(pedaladas fiscais) e essa corrupção escancarada aqui no Brasil e também na Argentina, se o Bolsonaro for um governo correto(não corrupto no mínimo) e dispostos a melhorar principalmente a educação e os serviços básicos de saúde e segurança que estão péssimos atualmente no Brasil e ter a coragem de combater a escancada corrupção e os privilégios dos políticos, juízes e etc e as reformas, pelo menos vai ter os ingredientes para ter um crescimento próspero econômico aos longos dos anos.

    • Zé Mundico

      Olha, o Macri é uma gota dágua no atraso da Argentina, que já vem de décadas. Só o distinto casal Kirchner demoliu a economia com o populismo peronista acalentando a ilusão de um povo que idolatra o Estado como o “dono” da nação.
      Não vai ser em 5, 8 ou 10 anos que a Argentina sairá da sarjeta peronista, talvez nunca saia.

      • Henrique12

        É por isso que vibrei quando Temer passou o “Teto de Gastos”, a Argentina nunca sairá do buraco. Gasta mais do que tem.

    • Marcelo Ecosta

      Nem adianta, esse povo dos comentários culpa os Kirchner e esquece a situação em que a Argentina estava quando Kirchner assumiu. É a mesma coisa no Brasil…

      • GreatU2

        Chora Mortadela. 24 anos de prisão.

        • Antonio

          Os que prendem hoje serão os presos de amanhã.
          E não adianta se enconder com a milícia de Rio das Pedras e nem em Curitiba.

          • Louis

            Só lembrando que os Bolsonaro nada têm a ver com a prisão do Larápio 9-dedos. hihihihihihihh

            • Antonio

              Ah! Mas o ‘Ministro’ dele tem. Aí, vão os dois juntos.

              • Louis

                Ele recorreu e teve a pena ampliada por 3 juízes do TRF4. E agora a Gabriela Hardt, nova condenação. hihihihhihi Então a culpa é da lei que é má, deveria anistiar todos os petistas, porque petista pode roubar e declarar perseguição política hihihihihihih

            • Joãozinho

              Pra mim o Lula é asqueroso.
              Mas o Bolsonaro Jr. n.º 01 terá o mesmo destino.
              (se houver um pingo de moralidade neste País)

              • Será que nessa hora vale aquele ditado de que bandido bom é bandido morto kkkk. Vamos ter um crime em família no poder kkkkk.

                • SDS SP

                  Tem que pagar, caso seja confirmado. Eu vejo um monte de gente abanando o rabinho para político.

              • Louis

                Eu também acho que tem irregularidade com o Flavio, e deveria ser punido. MAS sabemos que antes do Flavio, deve ter 80% dos políticos com movimentações irregulares bem maiores. Portanto, vão abafar este caso, peixe pequeno.

                • Joãozinho

                  Mesma defesa do Lula/pt: “É só um apartamento, é só um sítio, os outros roubam bem mais”

                  • Louis

                    Lula causou BILHÕES de prejuízo ao país. Roubou e deixou saquear, todo mundo metia a mão. Quebrou uma nação.

                    • Joãozinho

                      – Notícia de jornal:
                      “Flavio Bolsonaro é investigado por corrupção, etc, etc, etc” […]

                      – Reação do Bolsonarista fanático:
                      “Ah , mas o Lula!!! …”

                    • Louis

                      Que se investigue! Se for culpado, que cassem ele no senado. Agora, que a investigação pegue todos, principalmente os do topo da lista, que coincidentemente é um petista cujos assessores movimentaram 50 milhões.

                    • Joãozinho

                      – “Lula recebe segunda condenação […]”
                      – “Pobre Lula! Perseguido pela imprensa e judiciário golpista… Quero ver investigar os tucanos”

                      – “Bolsonaro Filho é investigado por corrupção […]”
                      – “Pobre Jr. 01! Perseguido pela imprensa golpista… Quero ver investigar o Pt e zás!”

                    • Louis

                      Parei.
                      Se você não consegue ver diferença entre os Bilhões desviados pelo PT, e de uma suspeita de movimentação irregular não declarada de um assessor, é porque quer igualar os tipos de crimes. Típica mentalidade de bandido que pensa “ninguém pode me condenar por assaltar e matar, já que todos já cometeram irregularidades como andar acima da velocidade ou comprar CD pirata”…Mais uma vez, não defendo Flavio, se tiver culpa que seja punido.

                    • Joãozinho

                      Não tenho ladrão de estimação

                    • Airplane

                      Um famoso Ministro do Supremo denominou o governo do PT de “clePTocracia” (governo de ladrões) !

    • Hodney Fortuna

      Não meu caro comuna! Quem destruiu a Argentina foi a praga Kichner. É mais ou menos o Lula e Dilma daqui. O problema é a ideologia política que arrasa com qualquer país. A destruição foi tanta que Macri não deu conta do recado.

      • Antonio

        Então não se metesse a fazer.

    • GreatU2

      hahahaha, mortadela usando bandeira Europeia e nome de Range Rover, hahahahah.

      Sempre os mesmos.

      • Antonio

        A situação está feia.
        O pessoal já está até treinando: ‘Fora Macri!’ ‘Fora Mourão’!
        kkkkkk

    • Evandro

      Eu acho q tudo na vdd esta sendo reflexo da cristina….

  • Cardoso (não aquele)

    O governo da Argentina tem gastos fixos enormes, e eles não tiveram coragem de mexer nesses gastos por causa do corporativismo. Como nunca se recuperaram realmente da crise nos anos 2000, nunca construíram uma reserva de dólares, e a escalada do dólar um tempo atrás foi o estopim para afundar os argentinos em crise denovo.

    E mesmo estando no fundo do buraco, não querem mexer em seus gastos fixos…

    • Louis

      São décadas de mentalidade assistencialista, gastos maiores que arrecadação, todo mundo querendo mamar no governo. E pelo que assisto no noticiário de lá, o povão ainda não mudou a mentalidade. E os meios de comunicação são do nível da rede Globolixo.

      • SDS SP

        Fui viajar pra Ásia faz uns dois anos e lá encontrei um grupo de argentinos (funcionários públicos) que já estavam há mais de dois meses em férias e simplesmente não apareceram para trabalhar.
        O negócio é tão bagunçado que cerca de 10% da população é funcionário público e se parte dessa gente ter o mesmo comportamento dos caras que eu encontrei, não estão nessa pindaíba à toa.

        • Henrique12

          Voltarão das férias direto para praça bater panelas quado o país falir e não pagar ninguém kk.

    • Andre Pestana

      Aqui no Brasil não é muito diferente onde políticos, juízes, assessores e etc ganham salários acima de 39 mil e acumulam varias aposentadorias ao mesmo tempo onde chegam ganhar mais de 200 mil mais benefícios acima de 100 mil e quem na realidade sustentam a vida dos REIS são a maioria da população que ganham salário médio de 2100 reais. A unica diferença que o Brasil não tem divida com FMI e acumulou uma reserva de 400 bilhões de dólares a partir da década de 2000 quando saiu do FMI, mas muitos políticos como o LULA cogitaram queimar essa reserva para injetar na economia e manter as condições para manter boa vidas do REIS.

      • thewes

        E eu sou um dos que sonha em entrar para a casta. A iniciativa privada é desmotivante. Ofereceram-me R$ 100 para palestrar sobre o Novo Regulamento do Imposto de Renda para um grupo de 20 pessoas. Tomas naquele lugar…

    • Fernando Dias

      Por falar em reserva de dólares…Se não fosse o banco central com lastro, hoje o dólar valeria trinta reais, mas isso é papo de comuna.

  • Claudio Fiorini

    Redução de 111,2 % ? O que seria isso? Nova matemática ou vários compradores resolveram devolver o carro?

    • GreatU2

      Pois é, fiz a mesma pergunta. Talvez eles tenham querido dizer que Dezembro vendeu 112% a mais que Janeiro… só se for isso.

  • Fanjos

    Macri pegou o país depois de muitos anos de Lacre, agora é só sentar e chorar

    • Marcelo Ecosta

      Não tem essa desculpa, olha como estava o país antes dos Kirchner. Nem presidente tinha, lembra?

      • Matafuego

        Verdade, a desculpa é muito anterior. A Argentina é o único caso no mundo de um país rico que ficou pobre. No início do século passado, Buenos Aires era considerada a Paris sul-americana. O peronismo (esquerda) destruiu o país. É injustiça jogar a culpa da desgraça dos argentinos em um único governo peronista.

      • Hodney Fortuna

        Aí os Kichners vireram e detonaram a bomba. Governo socialista é pior que bomba atômica!

        • Joao Victor

          Sim, os governos esquerdistas de Portugal e do Uruguai são piores que bomba atômica…

          • Henrique12

            Governar Portugal e Uruguai é o mesmo que governar meu condomínio. E ainda assim, Portugal faliu e foi resgatado pela Alemanha, com um pacote de maldades que os argentinos nunca aceitariam.

          • Hodney Fortuna

            A melhor definição é a Venezuela! O verdadeiro socialismo onde toda, toda a população foi nivelada a uma linha, a da miséria!
            O que acontece em Portugal é um Welfare State falido e o Uruguai um novo projeto venezuelano juntamente com o México.

        • Antonio

          Vai pra Argentina!

          • Hodney Fortuna

            Você já está lá!

    • Fernando Dias

      Os 20 anos de militares e falsos liberais no poder vc se esquece né? E pela sua lógica um trabalhador privado fazendo cagado por 03 anos já estaria demitido, mas o competente Macri ganha habeas corpus preventivo.

    • Antonio

      Macri pegou o País porque quis.
      Se não sabe governar, não se meta onde não deve.
      E estamos vendo a mesma coisa aqui.

      • Fanjos

        Sim sim Macri não sabe governar quem sabia era a Esacadora de vento esquizofrenica, o cachaceiro analfabeto bandido e “A Louca” da Argentina

        Cara deixa de ser doente e vai morar logo no paraíso socialista Venezuelano .. Ahhh é verdade agora que já deu o que deu, pq socialismo leva a falência total do país… Não era o verdadeiro socialismo não é mesmo? Kkkkkkkk

        • Antonio

          Sim. Éramos felizes e não sabíamos.
          E os argentinos também.

          • Fanjos

            Sim sim…. Muito feliz, enquanto a conta não chegava né, quando chegou o Brasil quebrou, mas vc deve ser daqueles que acreditam em almoço grátis… Continua pensando assim fis, tem futuro

            • MauroRF

              Discutir com esses mortadelas não leva a lugar nenhum, não adianta, são limítrofes mesmo. Estou esperando o Antonio ir morar na Venezuela.

            • Rafael

              Todo mundo feliz na casa dele até a conta do cartão de crédito chegar.

          • Maior problema dos argentinos é que eles não tiveram um ciclo de ajustes como o que tivemos com FHC. Enquanto Fernando Henrique e sua equipe econômica de viés fortemente liberal conseguia a um alto custo político fazer um profundo saneamento das contas públicas e da confiança no governo brasileiro, a Argentina se aprofundava na crise que a levou à moratória no final dos anos 90.

        • Unknown

          O FHC é criticado por ter pensamentos “esquerdistas”, mas deixou o País “nos trilhos”, após os seus 8 anos de governo.
          A questão não é só a ideologia, mas principalmente a capacidade do sujeito. Compare a formação do FHC com a do “Mito” e verás que as chances de melhora neste atual governo, são pequenas.

          • Fanjos

            Vc sabe que quem manda na economia é o Guedes que tem uma formação infinitamente melhor que a do FHC (aliás o FHC não fez o plano real sozinho, muito pelo contrário), só para te avisar.
            Graças a Deus diferente do Lula e da Dilma (principalmente a Dilma e olha no que deu) que eram arrogantes e achavam que sabiam de tudo o Bolsonaro pelo menos tem a dignidade de deixar a parte que não lhe diz respeito para os respectivos especialistas.

            • Unknown

              Um bom governo não se resume à área econômica. Vcs endeusam o Paulo Guedes, como se ele fosse o Guru espiritual do Bolsonaro, salvador da pátria. Tá aí o atual governo da Argentina, como exemplo maior.

              • Russel Riehle

                Tem gente aqui que quebra uns dentes se o Bolsonaro levar um chute no saco!

                Eu achava que petista era fanático até conhecer a turma do Bolsonaro.

                • Fanjos

                  Se o Bolsonaro nao fiz um bom governo ou se fizer merd@ como os petralhas que joguem ele na cadeia ou esqueçam que ele existiu, quem votou no Bolsonaro deu voto de esperança, não cumpriu o que deveria, na próxima eleição esta fora.
                  Agora pergunta para os esquerdistas caso o governo deles fizer merd@ (sempre) se eles deixaram de votar nas mesmas figurinhas…

              • Fanjos

                Não se resume, mas é um excelente começo.

          • Vale lembrar que FHC vem da escola Fabianista da esquerda, e sempre pregou programas de distribuição de renda. Mas sua doutrina econômica liberal foi o verdadeiro legado de seu governo, feitos no qual foi amplamente amparado por economistas de formação firmemente liberal, como Pedro Malan, Armínio Fraga e Gustavo Franco.
            O filme sobre o plano Real é bem instrutivo para que se conheça os meandros de sua implementação. Fica bem claro que o maior mérito de FHC foi confiar plenamente em seus comandados, mesmo que por muitas vezes a política tenha quase o levado a sucumbir.

            • Unknown

              Aí está o segredo! “Distribuição de renda”. A palavrinha mágica que faz toda economia girar. Mas os “direitistas” gananciosos acham que podem destravar a economia apenas tirando “benefícios” da população mais pobre. Note que os dois governos que mais deram certo nos últimos 50 anos, foram os que mais proporcionaram, ainda que incipientemente, a tal distribuição de renda.

              • Discordo. Aí que está a grande utopia esquerdista: para dar migalhas à população há uma acumulação de recursos absurda nas mãos de alguns poucos apaniguados. Todas as experiências mais sólidas de doutrinas esquerdistas mais puras terminam nisso, concentração ainda maior de renda e piora das condições dos desvalidos.
                Estado depende da arrecadação de recursos da atividade econômica privada, não há como fugir disso. O grande erro está em acreditar que o Estado pode fomentar a economia indefinidamente, como se este gerasse riqueza. Não gera, este é um fato inarredável. Ele simplesmente se apropria de parte do que é gerado com a atividade econômica privada. Quando a economia é pujante, aí sim, a distribuição de renda pode se tornar viável e efetiva. Caso contrário é somente cortina de fumaça para encobrir a apropriação da maior parte do bolo por quem está no poder. E neste cenário, quanto mais “Estado” pior.
                Eu acredito muito em uma gestão que tenda ao centro do matiz ideológico, com liberalismo econômico moderado somado a políticas assistenciais provisórias, que visem tirar os mais esquálidos da miséria em médio prazo. Assistencialismo que sirva apenas como “cabresto” é uma mazela a ser combatida veementemente, em minha opinião.

                • Unknown

                  Misturar assistencialismo com distribuição de renda é, no mínimo, um equívoco. Como eu disse, a distribuição de renda dos governos FHC e LULA foram muito incipientes, mas deu uma pequena amostra de como a economia brasileira poderia deslanchar, se isso fosse levado a sério.

                  • Relativo. Há muito mais coisa envolvida no processo de crescimento econômico vivido durante alguns anos da década passada do que os “programas sociais” praticados. E eles possuem até alguma eficácia no curtíssimo prazo, mas como se viu, não têm qualquer viabilidade em propiciar um crescimento sustentável de longo prazo.
                    O mais efetivo programa de distribuição de renda que se pode ter acesso é uma economia pujante com postos de trabalho em fartura para todas as categorias de trabalhadores. Conjuntamente, o investimento maciço em educação de qualidade traz ganhos expressivos em produtividade e qualificação de mão-de-obra, o que garante a vigência do crescimento em prazos mais longos. É nisso que o governo precisa investir. Se aventurar em ser provedor maior do sistema econômico é utópico, inviável e bem pouco inteligente, uma vez que se baseia em repetir um erro testado à exaustão nos mais diversos cantos do mundo, sempre com resultados catastróficos.

                    • Unknown

                      Concordo, em partes. Claro que uma economia “pujante” é mais vantajosa, porém não é sinônimo de desenvolvimento, principalmente em um país com os maiores índices de corrupção do mundo! Alguns países do Oriente Médio tem a economia pujante, graças ao petróleo, mas a maioria da população vive na miséria. Investimento em educação de qualidade e combate à corrupção, ao meu ver, é o único caminho…

                    • Mais ou menos isso. Só não concordo muito com a dita “pujança” das economias árabes. É um arranjo econômico que gera muita fluxo monetário, mas é bem claro que não há a dinamicidade de uma economia realmente sólida.
                      Economias baseadas em riquezas únicas, em especial advindas do subsolo, tendem sempre a possuir uma classe dominante restrita que concentra praticamente toda a renda da nação em detrimento de um percentual altíssimo da população que vive em condições precárias e com baixíssima renda.

                    • Unknown

                      Exato. Concordo que o Brasil possui uma economia mais dinâmica, ao menos potencialmente, porém, na situação atual, pode-se dizer que boa parte da economia Brasileira é baseada em riquezas que vem do meio natural, podendo-se citar o agronegócio, a mineração e até mesmo a indústria petrolífera, como exemplos.

                    • Sim, somos um país com a indústria ainda longe de compor uma presença ideal na nossa economia, com atividades preponderantes ainda situadas no setor primário. Ainda assim, seja pela diversificação das atividades extrativistas ou do agronegócio, seja pela existência de um parque industrial que ainda é modesto mas significativo, temos um dinamismo na economia que suplanta de longe os grandes produtores de petróleo árabes.

                    • Unknown

                      O NA vai analisar meu comentário, devido ao link, mas já adiantando, Emirados Árabes está na posição 34ª, Catar 37ª, Kuwait 56ª e Irã 60ª, para citar os principais.

        • Hodney Fortuna

          Boa! KKKKKKKKKKKK

  • GreatU2

    O q significa vender menos 112% de unidades?

  • Rogério R.

    [CURIOSIDADE] Ranking dos carros mais vendidos na Colômbia – jan./19

    1 – Renault Stepway – 767
    2 – Chevrolet Spark – 737
    3 – Renault Sandero – 683
    4 – Renault Logan – 673
    5 – Kia Picanto – 659
    6 – Renault Duster – 597
    7 – Chevrolet Onix – 529
    8 – Nissan March – 473
    9 – Chevrolet Beat – 399
    10 – Chevrolet Tracker – 355
    11 – Mazda 2 sedan – 316
    12 – Nissan NP300 Frontier – 313
    13 – Mazda 3 – 291
    14 – Mazda 2 hatch – 270
    15 – VW Gol – 263
    16 – Mazda CX-5 – 246
    17 – Toyota Hilux – 238
    18 – Chevrolet Sail – 237
    19 – Nissan Kicks – 222
    20 – Ford Ecosport – 214
    21 – Toyota Fortuner – 211
    22 – Nissan Versa – 205
    23 – Toyota Prado – 183
    24 – Ford Fiesta – 183
    25 – Hyundai Grand i10 4DR – 180
    26 – Kia Sportage – 176
    27 – Mazda CX-3 – 167
    28 – Renault Captur – 157
    29 – Kia Rio – 154
    30 – Renault Duster Oroch – 150

    Ranking de Marcas – jan./19

    1 – Chevrolet – 3168
    2 – Renault – 3.160
    3 – Nissan – 1.529
    4 – Mazda – 1.374
    5 – Kia – 1.116
    6 – Toyota – 877
    7 – VW – 799
    8 – Ford – 734
    9 – Suzuki – 490
    10 – Hyundai – 374

    Origem dos veículos – jan./19.

    1 – Colômbia – 4.765
    2 – México – 3.108
    3 – Brasil – 1.935
    4 – Coréia – 1.544
    5 – Europa – 987
    6 – Japão – 923
    7 – Tailândia – 769
    8 – China – 626
    9 – USA – 551
    10 – Argentina – 421

    Fonte: Andemos Colombia.

    • Enzoando

      obrigado amigo

  • Rogério R.

    Impressionante ver que a Hilux é o carro preferido dos argentinos.

  • MauroRF

    Este post está bom para ver que tem vários esquerdalhas por aqui, todos devidamente bloqueados. Debater com essa gente é perder tempo.

  • SDS SP

    É questão de escolha, parecido com a nossa atual situação. Era uma esperança ou a quase certeza do desastre, venceu o primeiro, felizmente.
    Mas de novo, só começo a dar credibilidade quando as promessas virarem realidade. Ceticismo tem sempre que existir. Por isso, eu não vou investir um real por aqui enquanto às reformas tão necessárias não saírem.

    • Matafuego

      Você tem razão. Ceticismo é importante para evitar cair em ciladas.

  • Flight_Falcon

    Alguém sabe me dizer o motivo da demanda tão grande de Hilux na Argentina, sendo o veículo mais vendido em muitos meses? Não conheço o mercado de lá.

  • Ricardo Blume

    Achar um culpado pela crise na Argentina é tarefa difícil pois o país sai de uma e acaba caindo em outra e isso vem ocorrendo a décadas. A Argentina e sua eterna crise. Aqui no RS já estamos vendo um número cada vez menor de argentinos atravessando a fronteira para ir as praias catarinenses.

    • tjbuenf

      Mas isso já é um ‘meio’ graças a deus…

  • tjbuenf

    Argentina no buraco: o Macri vai salvar a Argentina do comunismo/kirchnismo/peronismo. (sic)
    Argentina mais fundo no buraco: os esquerdistas acabaram com a Argentina, talvez nunca se recupere por causa disso (sic)
    haha

  • Andrei Vieira

    eles são tão ridículos, que mesmo que o Brasil chegasse ao nível da venezuela, continuariam lambendo as bolas do Lula. Só ver a situação da venezuela, e como eles ainda defendem aquele ditador.

    Na real, esse era o plano deles.

    • Fernando Dias

      Esse governo e seus seguidores (parece seita) vão ficar falando de Lula e Venezuela até o fim do mandato? Acabou a eleição, Lula tá preso, economia não vai se recuperar com teoria conspiratória de astrólogo nem com mamadeira de piroca,

      • Vai se recuperar com ajuste severos das contas públicas, reforma profunda da previdência (um dos maiores programas de concentração de renda do qual se tem notícia no mundo), com caça a privilégios de parte do setor público, com o país passando a gastar ao menos aproximadamente o que recolhe através de impostos.
        As medidas iniciais são nesse sentido, e não atoa estão provocando bons sinais vindos do “Mercado”. Não vai se mudar nada da noite para o dia, serão necessários alguns bons anos para que medidas efetivas possam ser implementadas e que venham a surtir efeito.
        Agora, é necessário que tenhamos aprendido a lição. A cada vez que uma sequência de governos parte para a gastança populista e desenfreada, será necessário um ciclo doloroso de ajustes como o implementado por FHC. Anos como os de FHC abrem janelas de oportunidade como a que tivemos ao longo da primeira década deste milênio. Anos como os do PT provocam irremediavelmente novo ciclo de ajustes. Sem nenhuma reforma estrutural ao menos digna de nota gestada ou implementada ao longo dos “anos PT”, era de extrema inocência imaginar que o Brasil daria um salto em termos de produtividade ou competitividade, o que traria a abertura da possibilidade de um ciclo perene de crescimento econômico e melhoria das condições de vida da população em geral. Como a tônica foi somente surfar sobre os ganhos de confiança proporcionados pelos anos de ajuste e se aproveitar de um ciclo mundial de bonança, por óbvio que o ciclo de crescimento seria curto, como foi.
        O resultado é que teremos (se Deus quiser) novo ciclo de ajustes que possa abrir nova janela de oportunidades, que desta vez espero seja aproveitada. Caso contrário continuaremos a patinar em nossas próprias mazelas indefinidamente, sempre querendo viver às custas do Estado.
        Infeliz do povo onde o filho do pobre sonha com uma “bolsa família”, o filho da classe média sonha com um bom emprego público e o filho do rico sonha com uma “bolsa BNDES”. Enquanto não aprendermos que a iniciativa privada pujante é que sustenta o Estado e a nação, não iremos a lugar nenhum. Sacrificar a iniciativa privada acreditando que o Estado irá fomentar a economia indefinidamente é uma das piores idiotices em que uma nação pode apostar.

      • Airplane

        Lula está preso mas não devolveu ainda o que desviou, não é ?
        A crise deixada por ele vai demorar muitos anos para ser superada e até lá continuará sendo assunto atual.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email