Ford Mercado Pickups

Argentina: Ford comemora 900 mil unidades produzidas da Ranger

Argentina: Ford comemora 900 mil unidades produzidas da Ranger

A Ford está comemorando 900 mil unidades produzidas da Ranger em General Pacheco, região metropolitana de Buenos Aires. A picape média fabricada na Argentina, alcança uma marca bem importante no Mercosul.


Tendo liderado recentemente as vendas de picapes médias durante a quarentena, a Ford Ranger é um produto bem aceito no Brasil, mas o grosso da produção argentina não veio para cá, como muita gente pode presumir.

Desse total, 340 mil foram vendidas no Brasil desde 1996, quando passou a ser produzida na instalação que anteriormente estava sob a Autolatina.

Argentina: Ford comemora 900 mil unidades produzidas da Ranger

A maior parte da produção foi exportada para os demais mercados da América Latina, tendo Chile, Peru, México, Equador, Colômbia, Bolívia, Uruguai, Paraguai e Venezuela como alguns dos destinos mais importantes.

Recentemente, a Ford reabriu o segundo turno na planta argentina, aumentando a produção da Ranger para 234 unidades por dia, um acréscimo de 6% em relação ao que era feito antes da pandemia.

A medida também é uma resposta às vendas da Ranger nesse período, quando superou as rivais Chevrolet S10 e Toyota Hilux no mês de junho.

Argentina: Ford comemora 900 mil unidades produzidas da Ranger

Em 1996, a Ford Ranger só tinha cabine simples e tração 4×2, tendo posteriormente versões com motor V6 4.0 a gasolina e diesel 2.5, a picape média da marca americana foi evoluindo até chegar na atual geração. Ela chegou a ter motor 2.5 Flex, o mesmo usado pelo Fusion.

Contudo, a força das vendas do diesel forçaram a retirada dessa opção, especialmente diante das duas opções de propulsores com o óleo combustível, como o 2.2 de 160 cavalos e o cinco cilindros em linha 3.2 de 200 cavalos.

Junto com o Duramax 2.8 da GM, o Duratorq da Ford é o quatro cilindros de ciclo diesel mais potente, apesar de perder em torque para a S10: 47 kgfm contra 51 kgfm da GM.

A Toyota Hilux 2021 deve batê-las em potência, quando chegar em novembro com 204 cavalos. A próxima geração da Ranger deve chegar com o EcoBlue 2.0 de 213 cavalos.

 

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

        Quem somos

        O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

        Notícias por email