Carros Conceito Elétricos EUA Pickups Vídeos

Atlis XT é mais uma picape elétrica americana com 800 km de autonomia

Atlis XT é mais uma picape elétrica americana com 800 km de autonomia

Após a revelação da Rivian, que mostrou uma nova abordagem elétrica para as tradicionais picapes grandes americanas, incluindo também um SUV para sete pessoas, agora é a vez da Atlis Motor Vehicles. Fundada em 2016, a startup também aposta no desenvolvimento de veículos elétricos de segmentos que hoje são pouco eficientes em termos de consumo, como as picapes.


O Atlis XT é um conceito de picape que a nova marca quer emplacar no mercado americano a partir do ano que vem. Com desenho agressivo, a picape elétrica mais parece aqueles modelos dedicados ao off road extremo, tendo suspensão bem elevada, pneus todo-terreno e frente com para-choque elevado, que se funde visualmente com a estrutura do chassi.

Atlis XT é mais uma picape elétrica americana com 800 km de autonomia

No entanto, o estilo será suavizado na versão final, conforme pode ser visto no vídeo mais abaixo. Os faróis triplos de LED são estreitos e obviamente não há grade, apenas um friso abaixo do capô.


Grandes molduras laterais em baixo relevo terão luzes de LED auxiliares na versão de produção. A cabine não é grande e nem tão alta, enquanto a caçamba parece ter um excelente espaço. A Atlis XT chama atenção por ter outro compartimento de carga, exatamente sob o capô.

Atlis XT é mais uma picape elétrica americana com 800 km de autonomia

Este, porém, além de abrir, permite que cargas mais pesadas possam ser adicionados ao compartimento pela frente do veículo, que no lugar da grade, tem uma tampa com prancha de carga. Isso ocorre porque o chassi de longarinas tem um pacote enorme de baterias de lítio, que ficam integradas ao conjunto, assim como os dois motores elétricos, que conectam as rodas por suspensões independentes.

Ainda falando dos detalhes, o interior da Atlis XT chama atenção pelo cluster digital acompanhado de duas telas para as câmeras externas, que funcionam como retrovisores. A multimídia tela uma tela enorme, como a de um notebook. Os quatro assentos são servidos por dois consoles bem largos, que se convertem em assentos, somando assim seis lugares a bordo.

Atlis XT é mais uma picape elétrica americana com 800 km de autonomia

Na parte elétrica, a Atlis XT chegará ao mercado americano em três versões com autonomias de 482, 643 e 804 km. A capacidade de reboque chega a 9.070 kg e o tempo de recarga, em estações de alta potência, é de 15 minutos. De acordo com a empresa, a picape terá ainda uma opção com suspensão mais baixa, sendo que nas duas opções, o conjunto é pneumático e ajustável.

A Atlis XT chegará ao mercado dos EUA com preços a partir de US$ 45.000, mas poderá ser utilizada por meio de assinatura no serviço Atlis Subscriber Club, que prevê mensalidade de US$ 700.

Atlis XT 2020 – Galeria de fotos

Atlis XT é mais uma picape elétrica americana com 800 km de autonomia
Nota média 4 de 1 votos

  • CanalhaRS

    Sei não. Essa bateria “misturada” com chassi, em caso de uma torção maior da estrutura, vai dar ruim.

    • Felippe2010

      provavelmente os módulos de baterias ficarão entre as longarinas, assim evita esse problema que você citou

  • Edgar

    É… Se a Ford, FCA e GM não se mexerem bem rápido em algum momento podem perder seus reinados para as Novas PickUps elétricas….

  • RicLuthor

    Em termos de design e porte, parece uma picape americana dos anos 80.

  • T1000

    Eu não suavizaria o estilo, está muito bom.
    O que eu faria era remover este monte de tela LCD na cabine. Faria uma cabine mais tradicional. Reduziria um pouco o custo e ficaria com mais cara de algo voltado ao trabalho.
    Até porque equipamentos de trabalho devem ser o mais simples possíveis; apenas os comandos essenciais.
    Dar um negócio desses cheio de telas para um peão dirigir ele vai bater na primeira curva.

    • Natán Barreto

      Isso porque você está levando em consideração a realidade triste do Brasil. Nos EUA qualquer picape de trabalho e até mesmo caminhões tem câmbio automático, diversos equipamentos de segurança e infotenimento e telas de LCD. Isso faz parte do necessário.
      Coisas desnecessárias são bancos de couro, rodas de liga, detalhes meramente estéticos dentre outros.

      • Sem dúvidas nenhumas, porque é um absurdo as montadoras enfiarem goela abaixo ao consumidor um carro de luxo com as rodas de liga leve, ao invés de dar a opção de virem com as lindas rodas de aço, como eram na saudosíssima e delciosíssima década de 70.

        • Natán Barreto

          Acho que você não sabe interpretar texto. To dizendo que na nossa realidade as pessoas valorizam determinados itens puramente estéticos. Nos outros lugares como EUA se valoriza o conteúdo e tecnologia.
          Mesmo em veículos destinados ao trabalho.
          Varios carros europeus e americanos têm bancos de tecido, calota, pintura não metálica, mas também tem todos os equipamentos de segurança. Além de câmbio automático etc

          • Não , meu filho, VOCÊ NÃO SOUBE DEIXAR CLARO a tal triste realidade brasileira em que valorizam futilidades de perfumaria, leia-se rodas de liga leve, pintura metálica, estofamento em couro, para choques pintados.

            EU CONCORDO PLENAMENTE COM VOCÊ QUE DEVERIA SER VALORIZADOS EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA , TECNOLOGIA E CONFORTO. SEM MAIS!!!

  • Paulino Lino

    Me faz um favor: coloca um par de retrovisores de tamanho normal (mesmo que for com câmeras) que o resto ta ótimo. Gostei dessa PREDADORA !!

  • Vitor

    l200 elétrica?

  • Carro de PowerPoint. Achei o desenho meio estranho, a Rivian ficou bem mais harmônica. Essa parece com algumas picapes chinesas que tentam copiar as americanas.
    No mais, se sair do PowerPoint pra vida real, pode ser um produto interessante.
    Estou curioso pra ver como será esse processo de “celularização” dos carros elétricos. Muitas start ups, como vão fazer pra dar assistência técnica, ou mesmo pra vender? Será que no futuro teremos essas lojas que dão serviço técnico autorizado pra diversas marcas, tal qual as de eletrodomésticos e celulares hoje?

    • Mr. Pereba

      Não entendi a analogia com o PowerPoint. Poderia explicar melhor?

  • Murilo Soares de O. Filho

    Não gosto nada de carros elétricos.

  • Bandit

    Esse tempo de recarga de 15 minutos deve ser da versão de 480 km de autonomia, a de 800 deve ser de no minimo 1 hora ou mais. Ainda prefiro a silverado 3500 hd com seu bom v8 diesel duramax.

  • Eskarmory .

    Hm, parece aquela picape do GTA V.

  • Eduardo Campos

    Da maçaneta pra cima parece uma picape Mahindra.

  • Vinícius

    Tirando a impressão de que bateram e caiu o para-choque, ficou linda.

  • Martini Stripes

    Achei a Rivian mais interessante

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email