Manutenção Matérias NA Mercado Montadoras/Fábricas Tecnologia

Atualização injeção eletrônica. Devia ser divulgado por montadoras

Atualização injeção eletrônica. Devia ser divulgado por montadoras

Alguns consumidores reclamam do desempenho e consumo de seus veículos, mas muitos não se dão ao trabalho de procurar uma concessionária para atualização do software da injeção. Bom, isso é quando tal atualização está disponível.


O leitor Mauricio não estava gostando do desempenho de seu Fiat Punto 1.6. Então, decidiu ir a uma concessionária Fiat para fazer a atualização de software da injeção eletrônica. Pronto, seus problemas terminaram, de acordo com ele.

Ele relata que o desempenho melhorou muito, especialmente em baixas rotações, ficando mais esperto em solicitações do motorista. O consumo se manteve o mesmo, segundo Mauricio.

Apesar da alteração em seu Fiat Punto 1.6, o leitor questiona o motivo pelo qual as montadoras não divulgam a atualização de software de seus produtos. Alguns anos atrás publicamos uma matéria falando de um aviso de recall branco da Ford.


No comunicado aos concessionários, a montadora avisava sobre uma atualização no software do Ford Focus atual, recém lançado. Na época, quem fez disse que o carro melhorou bastante. E não é somente motor, a transmissão automática também pode ser reprogramada, mesmo caixas tipo CVT ou automatizadas.

Geralmente são feitas quando há defeito no sistema, como ocorreram com alguns relatos de transmissões automatizadas que deram defeito. Infelizmente tais atualizações são conhecidas apenas pelo fabricante e revendedores, e acabam sendo liberadas a pedido do cliente. Isso dependendo da marca, como neste caso a Fiat.

Seria interessante que as montadoras aplicassem e divulgassem atualizações de software para seus produtos, tal como ocorre com produtos eletrônicos. No mercado existem programas e até mesmo aplicativo de smartphone que faz a leitura da ECU de automóveis via conexão Bluetooth.

Neste caso, o proprietário de determinado produto (veículo) baixa o aplicativo de graça e compra um conector (OBD2, por exemplo) que se comunica diretamente com o smartphone. Prático, não é mesmo? Poderia ser assim também com atualizações de software? Quem sabe no futuro. Uma das questões que impedem tal ação é o direito das patentes de software de veículos.

Sabemos que alguns fabricantes substituem praticamente ano após ano programas de atualização e reparação de ECU utilizados em suas concessionárias. Tais programas ativam e desativam todo tipo de sistema, até mesmo funções do sistema de áudio, por exemplo.

Tais programas são guardados a sete chaves e depois substituídos para que não caiam nas mãos de oficinas terceirizadas, que assim poderiam concorrer diretamente com os concessionários autorizados. Imagina então você com um programa desses em casa? Concessionária, nunca mais! Ou quase…

Agradecimentos ao Mauricio pelo depoimento.

Atualização injeção eletrônica. Devia ser divulgado por montadoras
Este texto lhe foi útil??

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email