*Featured Audi Avaliações Lançamentos Preços Sedãs

Audi A3 Sedan 1.4 TFSI – Confira nossas impressões

audi-a3-sedan-14-tfsi-impressao-NA-12-700x459 Audi A3 Sedan 1.4 TFSI - Confira nossas impressões

Com 770 unidades vendidas desde o lançamento em até março, o Audi A3 Sedan está se mostrando um grande sucesso para a marca alemã no Brasil. O sedã de dimensões mais compactas que o A4, é definido pela empresa como “o único sedã compacto premium do mundo”.



Construído sobre a plataforma modular MQB, o Audi A3 Sedan apresenta visual com linhas dinâmicas e fluídas, além de bom espaço interno e porta-malas condizente com a proposta (425 litros). Ele mede 4,45 m de comprimento, 1,79 de largura, 1,41 de altura e 2,63 de entre-eixos. A Audi menciona que apenas os faróis, a grade, as maçanetas e os retrovisores são iguais aos do A3 Sportback no visual externo.

Agora disponível com motor 1.4 TFSI de 122 cv e 20,3 kgfm, obtidos entre 1.400 e 4.000 rpm, o Audi A3 Sedan passa a custar R$ 94.700 e ainda dispõe da versão Attraction, que custa R$ 99.900. Há opção também do motor 1.8 TFSI de 180 cv e 25,5 kgfm. Neste caso, os preços começam em R$ 118.200 na opção de acesso e R$ 133.200 na Ambition.

audi-a3-sedan-14-tfsi-impressao-NA-1-700x466 Audi A3 Sedan 1.4 TFSI - Confira nossas impressões

Com transmissão de dupla embreagem S tronic de sete marchas, o Audi A3 Sedan 1.4 TFSI pode ir de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos e atingir máxima de 212 km/h. Para melhorar o consumo e reduzir a emissão de CO2, o modelo dispõe de sistema Start&Stop para desligamento automático do motor.

Além disso, construído com uma estrutura que emprega 64% de aços de alta e ultra resistência, o Audi A3 Sedan 1.4 TFSI também oferece sete airbags, controles de estabilidade e tração, controle de torque vetorial, freios ABS com EDB e frenagem de emergência, entre outros. O sedã ainda conta com direção eletromecânica Servotronic.

audi-a3-sedan-14-tfsi-impressao-NA-2-700x466 Audi A3 Sedan 1.4 TFSI - Confira nossas impressões

Em termos de equipamento, o Audi A3 Sedan 1.4 TFSI oferece de série ar condicionado, trio elétrico, rodas de liga leve aro 16 com pneus 205/55 R16, faróis bi-xênon, bancos com acabamento em tecido, freio de estacionamento elétrico, computador de bordo, bluetooth, rádio MMI, Audi Sound System (8 alto-falantes), Audi Media Interface, volante de quatro raios, Isofix, entre outros. O único opcional na versão de entrada é a pintura metálica/perolizada (R$ 1.000).

Na versão Attraction, o Audi A3 Sedan 1.4 TFSI acrescenta volante multifuncional em couro com paddle shifts. Como opcional, além de pintura metálica ou perolizada, o modelo pode ser equipado com multimídia MMI Plus com navegador 3D e identificação de velocidade permitida na via, sensor de estacionamento traseiro, bancos em couro sintético e controle de cruzeiro.

audi-a3-sedan-14-tfsi-impressao-NA-9-700x466 Audi A3 Sedan 1.4 TFSI - Confira nossas impressões

Assim, o preço do Audi A3 Sedan 1.4 TFSI Attraction se eleva em mais R$ 9.900. Com teto solar panorâmico Open Sky, R$ 10.000 são somados ao preço. Com tudo isso, o Audi A3 Sedan 1.4 TFSI na versão Attraction alcança os R$ 120.800. Valor distante dos R$ 94.700 iniciais. Há 12 opções de cores externas – Branco Amalfi, Preto Brilhante, Vermelho Brilhante, Marrom Beluga, Cinza Dakota, Prata Gelo, Branco Geleira, Cinza Monção, Azul Scuba, Vermelho Shiraz, Vermelho Misano e Preto Fantasma – e duas internas: preto ou cinza.

audi-a3-sedan-14-tfsi-impressao-NA-3-700x466 Audi A3 Sedan 1.4 TFSI - Confira nossas impressões

Impressões

O Audi A3 Sedan 1.4 TFSI é uma boa surpresa para quem espera um sedã de porte quase médio – embora de fato o seja – com motor 1.4 turbo e injeção direta. Não sendo o mesmo do Audi A1 (o compacto tem corrente e o sedã correia dentada), o propulsor internamente chamado CXSA faz seus 122 cv valerem a pena.

Graças ao bom torque em baixas rotações, o motor 1.4 TFSI pode ser exigido muito pouco no dia a dia. A transmissão de dupla embreagem S tronic com sete velocidades, garante trocas de marchas de forma muito suave e precisa, além de ser bastante rápida, mantendo giro baixo na maior parte do tempo na cidade.

Na estrada, o giro do 1.4 TFSI chegou a 2.500 rpm em velocidade de 110 km/h. O comportamento do Audi A3 Sedan 1.4 TFSI é bem neutro e o condutor sente o carro na mão rapidamente. A direção Servotronic garante reações mais imediatas em alta velocidade, transmitindo sensação de controle e segurança. Em manobras ela é extremamente leve.

audi-a3-sedan-14-tfsi-impressao-NA-11-700x383 Audi A3 Sedan 1.4 TFSI - Confira nossas impressões

Ainda assim, pisando fundo no acelerador, o giro do 1.4 TFSI sobe rapidamente e o torque de 20,3 kgfm se faz presente praticamente o tempo todo, unindo força e agilidade em qualquer situação. Se não fosse por esta oferta extra de torque em baixa, o desempenho do Audi A3 Sedan 1.4 TFSI seria semelhante à bons propulsores 1.8 ou 2.0 a gasolina ou flex.

O Audi A3 Sedan 1.4 TFSI também tem rodar macio, embora seja bem mais firme nas curvas. O nível de isolamento acústico no interior é muito bom e mesmo pisando fundo, o motor não ruge tão alto quanto nos sedãs médios que conhecemos. A caixa de câmbio S tronic providencia rápida redução de marcha e proporciona retomadas muito além do que seria possível obter com 122 cv.

audi-a3-sedan-14-tfsi-impressao-NA-10-700x466 Audi A3 Sedan 1.4 TFSI - Confira nossas impressões

Essa eficiente energética se traduz também em consumo de combustível muito baixo, que nós poderemos apurar em uma futura avaliação NA. Os freios atuam de forma eficaz, mas sem surpreender. As trocas de marcha no volante ajudam em uma condução mais esportiva, da mesma forma que a alavanca.

A suspensão filtrou boa parte das imperfeições do solo e o conforto a bordo é garantido pela boa posição de dirigir, comandos ergonômicos e layout interno funcional e prático. O acabamento interno é condizente com a proposta do segmento premium, destacando-se os difusores de ar circulares e iluminação dos instrumentos e equipamentos em vermelho.

Bem comportado, o Audi A3 Sedan 1.4 TFSI oferece um bom nível de conforto, sofisticação (dependendo da versão e pacote), segurança e desempenho, especialmente por ter um propulsor 1.4 puxando um carro de 1.215 kg e aparentemente sem ser beberrão. O Start&Stop ainda soma para um custo-benefício melhor. Sem dúvida, muitos consumidores de sedãs médios poderão mirar neste alemão fabricado em Györ, Hungria.

Galeria de fotos do Audi A3 Sedan 1.4 TFSI:

Evento a convite da Audi.

5.0

  • Gustavo73

    Já disse algumas vezes que sedan não é minha praia. Mas se a versão de entrada tivesse ar-concionado dual zone. Eu levaria ele ao invés do Corolla.

    • Leandro1978

      Ou do Fusion…

      • Gustavo73

        O Fusion parece ser um bom carro. Com muitas qualidades, e para o nosso mercado um excelente cxb . Mas não me vejo dirigindo um carro daquele tamanho. O A3 sedan 1.8 seria a escolha. Agora quase 800 carros em 3 meses. O pessoal realmente está com dinheiro.

        • WagnerSCS

          Aí eu já acho que é questão de gosto mesmo. Porque o A3 1.8, como mencionado na notícia, começa em R$118200,00, podendo chegar até R$133200,00.
          Nesse caso, eu optaria tranquilamente pela versão Titanium AWD do Fusion, que custa R$121900,00.
          Mas esse A3 com o 1.4 também ficou bem interessante, mesmo na versão de entrada.

          • Gustavo73

            Como eu disse sedan não é minha praia. Prefiro um hatch, e enquanto o espaço no porta-malas servir será assim. O próximo passo seria uma perua. Mas eleas estão sumido. O A3 sedan atual me parece ter o mesmo espaço do A4 da primeira geração. Acho que até ai vai. O próprio 408 já acho grande. Mas minha comparação foi mais com o Corolla pelos preços parecidos. O Focus sedan Titanium já serviria bem, só sentiria falta do xênon. Park-assist é legal, mas me parece o tipo de coisa que usaria no início por curiosidade e depois ficaria de lado.

        • GPE

          Pior é saber que a 320i tá vendendo entre 550 e 650 por mês

          • Gustavo73

            Só da 320i?! É não tem como reclamar dos preços, se tá vendendo bem. O preço deve estar bom. SQN…

      • Rodrigo

        O Fusion se vende como um ótimo carro. A diretoria da empresa em que trabalho está “recebendo” para uso. Já andei em um deles e o carro é excelente, só achei alguns plásticos das portas muito simples (equivalentes aos do meu Sonic), mas o conjunto da obra em si é bastante positivo.
        Outro ponto é que o carro é muito grande e dá trabalho para estaciona-lo nas apertadas vagas do prédio onde está localizado a empresa. As mulheres estão penando pra conseguir estacioná-lo.

        • Resendemaster

          Rodrigo, Porque essas mulheres não usem Park Assist para estacionar o carro?

          • Gustavo73

            Provavelmente porque deve ser o Fusion 2.5 ele não tem park-assist.

          • Rodrigo

            Porque é a versão de entrada 2.5 que não vem com esse item (pelo menos no que eu andei não tinha).

      • lheu

        O Fusion é muito grande. Eu teria dificuldade em estacioná-lo na minha garagem. Não o considero como opção.

    • Marcos Vinicius Bittencourt

      Tenho um 208 com ar dual zone, e vou lhe dizer, é chato ter que regular a temperatura 2 vezes. Agora, o ar condicionado automático e digital sim, fazem a diferença, funcionalmente e esteticamente, respectivamente.

      • Gustavo73

        Achei que todos os dual zone fossem automáticos.

        • Cristiano_RJ

          Todos dual zone são automáticos. Acho que ele se refere a uma falha de projeto desse ar do 208. Porque no caso do Jetta, tem que apertar o botão “dual” para a regulagem ficar separada. Quando essa opção não está marcada, o botão do motorista ajusta as duas temperaturas de uma vez só. Mas se o carona fuçar o botão dele, automaticamente ele reativa a função dual e não deixa a temperatura do motorista ser alterada.

          • Gustavo73

            Era mais ou menos assim que eu imaginava. Valeu Cristiano.

          • Romualdo Vieira

            Ou ainda o passageiro torcer o botão do lado dele que, o seletor muda pra “dual”.

        • Marcos Vinicius Bittencourt

          Provavelmente todos dual zone são automáticos sim. É que tem carros que são automáticos, digitais, mas uma só zona, neste caso seria uma preferência.

          • Cristiano_RJ

            Mas por quê? Se o dual zone oferece algo mais? No mínimo era para ser indiferente se você anda quase sempre sozinho ou se sua namorada / esposa não for friorenta. Mas “preferir” o digital de uma única zona?

            • Marcos Vinicius Bittencourt

              Eu tenho um carro, minha esposa tem outro, então andamos muito pouco tempo juntos, apenas em viagens mesmo, e a nossa sensação de temperatura é muito parecida. Como eu falei é uma preferência, e não deixaria de comprar um carro por ter ar dual zone ao invés de zona única, apenas é uma preferência, entende?
              E outra, moro numa cidade onde dia é quente, dia é frio e no outro é ameno, quando não mudam as temperaturas no mesmo dia, então quase toda vez que entro no carro regulo a temperatura do ar, e isso é incômodo de se fazer “toda” toda vez, duas vezes que vou dirigir o carro.

              • Cristiano_RJ

                Entendo suas necessidades, mas também entenda: essa coisa de ter que regular 2 vezes NÃO é uma características de ar dual zone. É uma característica do 208. Ter ar dual zone não significa que tem que ajustar duas vezes. Só se aplica ao 208.

      • Cristiano_RJ

        Isso que você está reclamando não é uma característica generalizada dos ar condicionados dual zone. É uma característica do 208 (ou dos modelos PSA, não sei ao certo). Tenho um Jetta e não funciona desse jeito. Gosto muito dessa função porque minha esposa é muito friorenta e eu, calorento. Veja o funcionamento na explicação que dei para o Gustavo.

        • Marcos Vinicius Bittencourt

          Pode ser, minha mãe tem um C4 picasso com um Quadri-zone, e novamente motorista e passageiro fazem regulagens um a um, já os de trás podem ser individuais ou controlados pelo motorista.
          Nesse caso do C4 é ainda pior porque as regulagens ficam nas extremidades laterais do carro, dificultando no caso de você estar sozinho no carro. Imagina que você goste de 19C e sua esposa goste de 23C, e caso você vá dirigir sozinho o carro, tenha que fazer uma manobra para deixar próximo as duas temperaturas para aumentar a eficiência do ar condicionado, ainda mais num carro bem grande.

          • Cristiano_RJ

            Isso é uma falha de concepção dos ar condicionados do grupo PSA. Na Volkswagen não é assim. É bem prático.

            • Túlio Leal

              Psa nao. No 3008 tem botao dual tambem.

            • Edson Fernandes

              Cristiano, acho que nesse caso é do Kinho o problema do ajuste. Pois o da PSA é assim mesmo. Pelo menos no C4 Pallas, 408, C4 Picasso é assim mesmo.

              No caso do C4 em especifico, toda vez em que vc desativa (e aí sim é caracteristica DO CARRO) e volta a fazer do zero a ativação, ele deixa todas as zonas na mesma temperatura (lembrando que são 4). É tudo uma questão de pesquisar. Eu não mexi no do 208, pois conheci o modelo Allure em epoca.

  • _William

    Das marcas alemãs ditas Premium, a Audi é a que menos me agrada. Prefiro na seguinte ordem: BMW – MB – Audi. Obviamente que são ótimos carros, mas acho que a proximidade de qualidade entre os produtos TOP da VW e dos de entrada da Audi joga contra, porque eu levaria um Audi de entrada ao invés de um VW TOP que é basicamente o mesmo carro? (Tem vezes que o VW é melhor até) e quem gasta uma grana toda dessa não se preocupa muito com a desvalorização entre um e outro.

    Acho pouco uma marca como a Audi se segurar somente no nome em casos como esse, lógico que tiro da equação os compradores que procuram somente o status das argolas na hora da compra, sem considerar o carro como um todo.
    Por essas e outras que vejo a Audi abaixo de BMW e Mercedez.

    • Túlio Leal

      Esse eh um ponto realmente valido. Eh o caso do golf e do a3. Pelo mesmo preco vc leva a mesma plataforma, mas mais motor e equipamentos, com apenas um pouco menos de acabamento. Com certeza eu ficaria com o golf.

      • Romualdo Vieira

        Eu não consegui identificar o “pouco menos de acabamento” que você cita do Golf, amigo. Pra mim, encaixes e materiais estão no mesmo nível de ambos e por isso mesmo acho que o Golf é mais racional e também ficaria com ele.

  • shdn2010

    Esse conjunto mecânico, é o mesmo presente no golf correto?? Vi alguns relatos do sistema star stop estar dando defeitos, e lógico, o clássico barulho do cambio DSG, será que estes problemas ocorrem no Audi tbm?

    • Gabriel H. Monteiro

      O conjunto é diferente. Apesar de alguns poucos relatos de barulhos no A3, o DSG do A3 é banhado a óleo, enquanto no Golf é seco!

      • shdn2010

        Pois é…. eu tive um passat variant 2012 com dsg banhado a óleo, e o barulho ocorre do mesmo jeito. Algumas pessoas não se incomodam, mas para mim, o barulho era irritante, parecia carro velho. Sinistro esse lance, e com certeza não deve d ser bicho de 7 cabeças para a VW resolver. Agora o star stop que vi relatos na internet do pessoal reclamando que da pane no sistema.

      • João Martini

        Não, todos os A3 tem DSG a seco. Tanto o 1.4 quanto o 1.8 usam o mesmo câmbio do Golf.
        Esse câmbio tem uma limitação de torque de 25,5 kgfm, que é o torque do 1.8 TFSI. Mas pode ver que quando esse motor foi anunciado ele tinha 28,5. Reduziram pra usar o câmbio a seco.

        • Gabriel H. Monteiro

          Opa, foi mal…João vc está certo! O modelo antigo vinha com o DSG-6 que é banhado a óleo

  • GPE

    Achei essa versão 1.4 bastante “pelada” de mimos e itens tecnológicos (eu sei que tem 7 airbags e ESP, antes que me crucifiquem, mas isso é obrigatório num carro nesse valor). Eu não compraria. Se fosse pra limitar o valor em 100mil reais e tivesse que levar um sedan, eu iria de Fusion 2.5.
    O Sonata tbm é uma boa opção (pena que não chegou aqui a nova geração). Não levaria o Jetta Turbo pq mudará em breve

    • João Martini

      Eu levaria um Golf exclusive. Por 90 mil oferece mais que esse A3. Ou então trocaria um A3 de 110 mil por um Passat de entrada.

      • Lucas de Lucca

        Nesse valor eu iria de Jetta TSi

        • João Martini

          Problema do Jetta é o acabamento. Ainda mais no completão, por 110 mil aquele acabamento das portas é sofrível. Pelo menos devolve em desempenho.

          • Cristiano_RJ

            O acabamento do Jetta é simples para um automóvel do seu preço, reconheço; mas não chega a ser um problema. Não pode ser classificado como “sofrível”. Com certeza não abriria mão do desempenho, nível de equipamentos, espaço e porta malas do Jetta por esse sedan extremamente espartano só por status e design. Bem, pelo menos esse é o meu ponto de vista.

            • João Martini

              Jetta sobre A3, sem dúvidas. Minha dúvida fica sobre Jetta vs Golf.

    • ObservadorCWB

      Pois então. Também achei simples. E como um sedã estimula o uso com família em viagens e com bagagem, acho insuficientes a cavalaria e o torque. É um carro que mostra desempenho fantástico quando as revistas colocam apenas o piloto. Mas em condições normais, fazendo a equivalência peso/potência quando carregado, veremos que o caro vai sofrer nas estradas brasileiras. O trânsito e o relevo europeus são muito diferentes daqui. Para um “sedã compacto premium” segundo a fábrica, ficou faltando muito premium aí. Sobrou ser um SEDÃ COMPACTO. Nem a história de aço especial, coisa e tals justifica. Até a eliminação de corrente no motor mostra que simplificaram o projeto. Os pacotes de opcionais beiram o absurdo em termos de custo para brasileiros, ainda mais tendo em vista que já vem prontos de fora, compondo o preço final do carro. Bela máquina, mas só para quem gosta.

      • GPE

        Faço apenas a ressalva que ele anda mais que qualquer sedan médio aspirado que tem no nosso mercado. 0 a 100km/h na casa dos 9,3s (acho que só o Focus acompanha ele)

        • Marcelo Dias

          O C4 Lounge 1.6 THP é mais rápido que o Focus!

          • GPE

            Eu falei de aspirado justamente pra saber que ele anda mais que Corolla, Civic e Sentra 2.0

          • Lucas de Lucca

            Tive a oportunidade de fazer um TD no C4 THP e achei o carro meio fraco. Não sei se é o peso, ou o câmbio automático, mas não achei grande coisa… Pode ser aquela unidade da CSS também que podia estar bixada.

        • Edson Fernandes

          Além de reforçar que, ao contrário do que ele disse, esse Audi não deixa a desejar devido a forma que o motor turbo entrega torque desde baixas rotações.

          Sério, na boa, não entendo alguns. O cara espera desempenho de 300cv em um carro que em teoria é para apenas trnasportar a familia com segurança.

          Qualquer modelo no Brasil que seja 1.8 aspirado e sedan já dá conta do recado com folga, 2.0 então ? (caso só mal comparando entre Civic 1.8 e 2.0 ou do Corolla) sobra.

          Agora, pensa um 1.4 TSI como esse que anda ainda mais? Sobra potencia para tal. As vezes o pessoal olha a potencia isoladamente e acha pouco. Assim como os “parcos” 180cv do Audi A3 que faz 0-100 em 7,2 segundos tempo de quem? Do Jetta 2.0 TSI de 211cv.

      • Lucas de Lucca

        Desde quando 20 kgfm de torque é pouco? Ainda mais em baixo giro como é o A3. Nessas condições que você falou, vai ser tão bom ou melhor que a maioria dos sedans aspirados do nosso mercado.
        Agora quanto ao resto, concordo… Depenado demais para ser “premium”.

  • Marcos Vinicius Bittencourt

    Tem que querer muito um Audi para levar um carro tão espartano como esse. Bancos de tecido e painel simplório não me descem por um carro de R$ 94mil.

    • Rastael 7

      Carro lindão!!! mas esse painel de gol é phod…para um carro d 100k

    • Edson Fernandes

      O erro HOJE é na minha opinião, é que não há tanta justificativa para os modelos dito premium ofertarem menos que os carros não ditos como premium.

      Hoje não ter um ar bizone, faltar um som superior se comparado aos modelos ditos simples é inaceitavel.

      Anteriormente, a justificativa desses modleos eram ser mais completos que os pares mais simples.

  • Rodrigo

    O que seria controle de torque vetorial?

    Gosto desse carro, só não gosto do desenho minimalista do painel, lembra muito os carros da SEAT (que é marca de baixo custo na Europa).

    • WagnerSCS

      Rodrigo, se eu não me engano, torque vetorial consiste na aplicação da pinça de freio em uma das rodas opostas ao lado da curva que se está fazendo naquele momento. Serve para evitar o subesterso ou saída de frente, que pode fazer com que o motorista perca o controle.

      • Rodrigo

        Então, isso que vc descreveu eu conheço como EBD (que atua em conjunto com o ABS). Pelo menos o princípio de funcionamento é o mesmo.

        A princípio achei que fosse controle eletrônico do diferencial.

        • Lucas de Lucca

          Só que EBD funciona quando você está freando só não é? Esse controle vetorial pelo que entendi não.

          • Rodrigo

            Exato. Fiz uma rápida pesquisa no Dr. Google e descobri que é uma funcionalidade extra do ASR, onde o gerenciamento eletrônico atua distribuindo de forma diferente o torque em cada roda em uma curva a fim de minimizar a força G, ou seja, melhora a estabilidade em curvas.

            • Zetros1833

              O EBD trabalha em conjunto com o ABS. Todo carro com EBD tem ABS, mas, nem todo carro com ABS tem EBD.

        • Zetros1833

          O EBD é a distribuição eletrônica de frenagem, esse sistema que atua em conjunto com o ABS, gerencia a pressão nos freios em cada roda individualmente, evitando a perda de controle numa frenagem.

          • Rodrigo

            Desculpe, posso estar muito enganado, mas pra mim o EBD já faz isso (atuar em cada roda individualmente a fim de promover a melhor força de frenagem que evite o travamento).

            • Zetros1833

              O ABS evita o travamento e o EBD faz o gerenciamento da pressão nos freios em cada roda, para evitar perda de controle do veículo.

        • ObservadorCWB

          Neste caso creio que seria o ESP – Electronic Stability program e não o EBD, que atua procurando a roda com maior poder de frenagem devido a aderência.

          • Zetros1833

            Exatamente, o ESP usa o sistema de frenagem do veículo para estabilizá-lo. Além disso, ele diminui o torque do motor para diminuir a velocidade.

            O ESP, através de sensores, monitora 25 vezes por segundo se houve algum desvio na trajetória do veículo comparando com a posição de esterçamento do volante.

  • johnnyburanelo

    top, mas não entendo pq raios a Audi configura ele em 122cv e não os 140 do golf tsi :-/

    se bem que se colocar piggyback dá p deixar com 170cv sem peder a garantia, pq o piggyback pode ser desligado antes da revisao e religado depois ;)

    • Elton Campos Galindo

      A geração do 1.4T do Golf é mais moderna (G-II), por isso rende muito mais.

      • João Martini

        Na verdade ambos são da família EA211. Essa família tem a versão de 122 e 140 cavalos;mas o que muda não é só a central eletrônica, a turbina é diferente também.
        Embora também tenha 122 cavalos, o motor é totalmente diferente do motor usado no A1. Do A1 usa bloco de ferro fundido, corrente de comando e ainda faz parte da família EA111.

    • Cristiano_RJ

      “não entendo pq raios a Audi configura ele em 122cv e não os 140 do golf tsi”
      .
      Simples. Para castigar quem não tem $$$$ para comprar a versão 1.8.

      • Edson Fernandes

        Eu já digo que é a questão do torque.

        Como explicar para o comprador do Audi que tanto o motor de 140cv 1.4 tem o mesmo torque o motor 1.8 ?

        Acho que é esse o problema.

  • WagnerSCS

    O conteúdo de série é interessante. Mas com os opcionais, melhor mesmo é partir direto para o Fusion Titanium. Vale muito mais a pena.

    • Cristiano_RJ

      Interessante só o pacote de segurança. Porque o pacote de conforto e comodidade é incompatível com um carro de mais de R$ 90 mil. Aliás, é uma vergonha mesmo! Faltam a esse carro: volante multifuncional, piloto automático, ar digital, retrovisor eletrocrômico, sensor de estacionamento, bancos de couro, USB, GPS, bluetooh, faróis de neblina… só para citar alguns.

      • WagnerSCS

        Cristiano, concordo totalmente.
        E digo mais: pra Audi posicionar bem essa versão do A3 no seguimento premium de entrada, que tivesse colocado ao menos alguns dos itens que você citou, como bancos de couro, sensor de estacionamento, volante multifuncional, bluetooth e GPS. Enfim…

  • marco

    No Aplicativo do IOS o Sinesp, Fiz uma consulta nas placas dos carros conforme fotos…
    quando chequei a situação do veiculo, o programa da como carro com 180 cv, mas a sigla atrás do carro está como 1.4 T.
    KKKKKKKKKKK..

    teste um 1.4T mas na real é 1.8T

    • Gabriel H. Monteiro

      será que os caras fariam isso? acredito que pessoas especializadas no setor automotivo perceberiam a diferença entre dirigir o de 180cv! e o interior definitivamente é a versão 1.4, bem como as rodas

      • marco

        Segue a imagem..

        • GPE

          Eber, tem como você questionar a Audi sobre isso?

        • Edson Fernandes

          Cara…. se a fabricante fez isso será um absurdo! Mas não faria sentido puxar a documentação e não ser o 1.8. Mas se foi, será sacanagem das grandes!!!!

    • msouza91

      Acho difícil isso acontecer, ainda mais com uma empresa como a Audi, e outra, o fato de o A3 Sedan 1.4 só ter entrado na FIPE desse mês, pode dizer que talvez a Audi tenha trago os carros antes da homologação final, para os carros estarem prontos antes do lançamento oficial, acredito mais nesse tipo de mutreta que ter colocado o povo pra rodar com o 1.8

    • Zetros1833

      Eu acredito que seja um erro no cadastro no Sinesp. Ou como dito pelo msouza, como o 1.4 é recente, não tem o cadastro dele ainda e usaram o do 1.8 T mesmo.

  • Diggo

    Custava a Audi disponibilizar a partir do 1.4 TSI de 140cv??? não né.

    • Cristiano_RJ

      Custar não custa nada. Mas aí, como justificar o preço do 1.8?

      • Zetros1833

        Era só manter os mesmos 100 mil cobrados por esse de 122 cv, usando o 1.4 TSi de 140 cv, rs.

  • MrBacon

    Fui na concessionária ver o carro há alguns dias, fiquei decepcionado. A versão de entrada é vergonhosa, com um volante com cara de Gol 1.0, feio, de material simples e sem nenhum atrativo, e ainda sim paddle shifters. A textura e a cor do material dos bancos lembra também carros populares, um tecido cinza sem graça. De positivo apenas o acabamento do painel, a impressão de “painel de gol” se desfaz completamente ao vivo. Engraçado como nenhum site mostra fotos desta versão de entrada.

    Passando para a versão que parece interessante (Attraction, R$ 99k), o volante é multifuncional, tem paddle shifters e é em couro, mas… não tem cruise control, disponível apenas no “pacote conforto”.

    Concordo que ar automático bi-zone, bancos em couro e automatismos de faróis e limpadores de para-brisas são “nice to have”, mesmo considerando que é um sedan “premium”, mas a ausência do cruise control de série é um deal breaker. Incomoda também o porta-malas pequeno, a ausência de USB (só tem SD Card) e o preço abusivo do navegador – cada vez menos útil em tempos de Waze.

    Em resumo: fui na concessionária pensando em comprar o carro, mas estes pontos fracos do carro, somados com o baixo interesse do vendedor e a avaliação picareta que fizeram no meu carro (25% abaixo da tabela FIPE) inviabilizaram o negócio. Como só há 1 concessionária Audi no RJ, já era…

    • GPE

      Vai de Fusion 2.5 ou Ecoboost FWD a depender do bolso e seja feliz.

      Há tbm a opção da A200, caso goste de hatch

      • Cristiano_RJ

        Se ele gostar de hatch e estiver disposto a pagar o preço de um A200, acho o Golf GTI melhor opção. Não consigo enxergar tanto valor assim nesses carros de entrada dessas marcas premium. Acho que eles exploram ao extremo a aura de “produto de luxo” que possuem no Brasil. A ponto de não valerem a pena.

        • GPE

          É outra boa opção.

        • MrBacon

          Fui na VW interessado no Jetta TSI, achei bacana mas o interior não me agradou muito… daí fui ver o Golf, que diferença! Se o Jetta tivesse o interior e o motor 1.4 TSI do Golf, seria minha escolha.

          • Zetros1833

            Já eu não consigo gostar do interior do Golf. Aquele painel caído não me enche os olhos.

            Gosto muito mais do painel do Jetta que o do Golf. Se o painel fosse o do Golf Sportvan, aí sim, porque é muito mais bonito que o do Golf Hatch.

            • MrBacon

              Em fotos eu não tinha achado nada demais, mas ao vivo dá para perceber a diferença de qualidade entre o painel do Golf e o do Jetta.

      • MrBacon

        Não curto muito o Fusion, sei que é um baita carro mas muito grande. Para ficar na Ford, o Focus Sedan SE entraria como uma opção interessante.

        • GPE

          E ainda economiza um bom dinheiro

        • Edson Fernandes

          Sendo a versão com ar bizone sim. Pena não ter nessa versão a central multimidia nem como opcional (que é da Sony e tem qualidade, pois eu já tive a oportunidade de mexer nela).

          • GPE

            Vi no configurador da Ford que o sedan SE agora já vem com ar digital e roda 17. Antes eram 3 versões SE (sem ar digital, outra com ar digital e a outra com 6 airbags e alguns mimos), agora só tem 1. Achei bem melhor. Facilita na hora de procurar um usado e nao desvaloriza quem compra a mais recheada

            • Edson Fernandes

              E tbm não faz cmo era a versão GLX do Focus de geração 2 onde é bem dificil de encontrar um usado GLX com ar digital.

              Agora, quem comprou, na minha opinião pode chorar porque será desvalorizado.

    • zeuslinux

      Pois é. Sou do Rio também e acho um tremendo absurdo haver só UMA concessionária Audi na segunda maior cidade do país e a ÚNICA também do estado do RJ !

      Só esse motivo já me deixa com um pé atrás em comprar qualquer carro da marca, ainda mais um modelo de entrada e quando esses modelos compartilham uma grande parte de peças e tecnologia com modelos VW.

      • MrBacon

        Concordo, em qualquer marca que exista apenas uma concessionária ou um grupo local, você sabe que terá problemas. Tive um Xsara em 2001, 2002, sofri muito com isso pq naquela época a maior parte das css do RJ era do Sergio Habib.

        • Edson Fernandes

          Eu imagino que para os modelos 0km, ter tido um Xsara foi dureza. Depender de todas as peças pela Citroen na epoca foi complicado. Hoje como dono de um, te digo que é tranquilo de manter.

          • MrBacon

            Eu comprei este Xsara em 2001, ele era usado (era 99/00, com uns 25.000km), tentei utilizar concessionárias e desisti. O amigo que me vendou o carro deu a dica de uma oficina especializada em Citroen aqui no RJ, fica bem longe e do lado de uma favela barra-pesada, mas o cara mandava bem.

            Ainda hoje considero um dos melhores carros que tive, só o vendi depois de ter o estepe roubado 2x em menos de 2 meses.

            • Edson Fernandes

              Nossa, no meu caso, eu coloquei uma corrente reforçada.

              Mas sinceramente, ele é uma delicia de dirigir! É um carro que me faz não querer sair dele mesmo pegando transito. O meu é automatico inclusive que acho que para ele “na versão civil” perfeito.

              • MrBacon

                O meu era um GLX 5p 1.8 16v manual, 112 cv, basicão, tinha calotas… e ainda assim era um carrão! O antigo dono trocou os pneus originais por um Michelin 195/60-14, era muito bom de curva! A combinação de uma suspensão excelente com minha idade na época (menos juízo) e as curvas da via Dutra sem radares… Nunca mais terei esta sensação!

                • Edson Fernandes

                  hehehehe]

                  No meu caso é um GLX 2.0 16v, automatico, 126cv (a potencia real seria de 135cv com 19,2kgmf de torque aos 4000rpm), no meu carro já de série veio rodas aro 15″ e atualmente usam pneus Michelin.

                  Bem…fui conhecer a suspensão de verdade depois de 6 meses com o carro. Mas percebi qdo peguei um trecho na Fernao Dias e aí sim, achava que era bem menos estavel e tomei um susto pelo tanto que sobrou de estabilidade.

                  No meu caso, ainda gosto por algumas oportunidades, esticar uma segunda marcha (com kick down) na entrada em rodovia. O ronco do motor junto do impulso que o carro faz é uma delicia! Confesso que o C3 tem ficado enciumado por conta d eeu ter tido preferencia ao Xsara…rs

                  • MrBacon

                    Muito bom, parabéns pelo carro! Se eu tivesse espaço para um 2o carro, certamente colocaria um Xsara VTS ou um 306 rallye nela :-)

                    • Edson Fernandes

                      O problema de ambos para mim, seria minha mulher me pentelhando porque minha escolha seria da versão esportiva. Ela sempre achou o Xsara muito bonito, mas certamente uma versão esportiva, seria motivo de encheção de saco para mim.

                      Alias, o VTS é caro de manter, mas mesmo assim é mega divertido. Já andei em um desses de um cara do clube do Xsara e o desempenho assusta por ser um motor aspirado, pois puxa muito bem.

                      No meu caso, eu queria um carro confortavel, acredite, eu quase comprei um Marea em que o dono tinha um “livro” de todas as manutenções feitas, desde 0km. Foi quando então conheci o Xsara e por ironia do destino, era automatico também.

                      E pesquisando a fundo, racionalmente o Xsara levou a melhor. Primeiro porque era masi completo que o Marea, tem motor menor e inferiro em desempenho é verdade, mas o custo de manutenção é infinitamente mais baixo.

    • Cristiano_RJ

      Cara, fez bem em não comprar. Tudo bem que o carro é belíssimo, possui comportamento dinâmico exemplar e confere status a quem o dirige. Mas sinceramente? Essa pobreza da cabine e a ausência de itens comuns até em carros abaixo dos R$ 40 mil são injustificáveis. Há opções melhores no mercado, sem dúvida. E se você soubesse quanto eles cobram por um sensor de ré, ficaria ainda mais feliz por não ter embarcado nessa.

      • MrBacon

        Por via das dúvidas não aceitei fazer o test drive :-)
        Este foi o problema, sei que é um carro com um comportamento dinâmico exemplar, seguro, elegante, mas essas mancadas, realmente… há uns 2 anos pensei em comprar um Mini, quando lançaram o One, desisti quando vi o carro: simples, menos de 100 cv, volante ridículo.

        Quando as fabricantes vão aprender com a Apple? Um iPad de 16 gb wifi custa menos da metade do 64 gb 4G, mas o visual e as funcionalidades são rigorosamente as mesmas. Não me incomodo em andar num 1.4 com 120 pocotós, sei que o refinamento mecânico, o baixo peso e o bom torque fazem um carro ser eficiente e ágil, mas economizar em acabamento é demais.

        • Que carro você tem?

          • MrBacon

            Sempre gostei de hatches e sedans médios, mas neste momento cedi ao desejo da esposa e tenho um crossover (Outlander). É um bom carro, só não tem nada a ver comigo.

        • Edson Fernandes

          Eu concordo com vc!!! É justamente como eu penso para ter um carro “de marca”.

          Para mim, a justificativa “premium” principalmente no Brasil é sensivelmente mais caro, que se comparado a outros mercados em que os modleos Premium não são tão abusivos nos preços, deveria ter mais recheio. Para mim, por mais exemplar que o carro seja, se ele estão dando margem de eu chegar a comparar com modelos inferiores (em teoria), isso quer dizer que tem algo errado.

          A ponto de termos a visão que falta coisas que um carro de R$40000 oferece? Piorou. Então por tudo isso eu nunca compraria um carro assim. E digo mais: Prefiro um Golf se for para ficar em um hatch, dentre os sedans, vc está bem servido devido a ter vários interessantes.

  • Gran RS 78

    Muito interessante esse modelo, mas acho que ele merecia ter uma camera de re’ e bancos em couro pelo menos, para justificar esse preco de 95 mil reais.

    • Cristiano_RJ

      Câmera de ré? Isso é o de menos. Ele não tem sequer sensor de estacionamento. E não tem piloto automático também. Nem faróis de neblina e nem… ihh, a lista é looonga.

      • MrBacon

        Lançaram nesta semana o “pacote conforto”, que vem com bancos em couro, sensor de estacionamento e controle de cruzeiro, está lá no configurador da Audi. Só não consegui achar o preço.

        • Edson Fernandes

          Ainda assim…. vamos ser justos… um carro que custa R$95000 não ter isso de série? É bizarro.

  • Antônio Pereira

    Por curiosidade, alguém sabe quanto seria essa central MMI Plus (opcional)?

    • GPE

      10mil

  • bedotRJ

    É um sedan relativamente simples, mas com grife e aparente qualidade construtiva de marca top. Gosto muito desse carro.

    • Edson Fernandes

      A pergunta interessante é… vc compraria a “grife” em detrimento a carros melhor equipado e talvez até mais potentes?

  • Joildo Dias

    O carro é bonito, mas convenhamos muito dindin para pouco conteudo o jeito é esperar um ou dois anos para pegar um bem conservado…………………..

  • Magnus Cordeiro

    Vi um A3 Sedã na rua esses dias , achei que nunca falaria isso , mas dá de 10 no MB CLA . . . . (Opinião pessoal claro) , inclusive por dentro!

  • Ficou legal essa carro hein, mas esse interior de Gol ai é tenso, muito sem graça, mas isso deve ser por que sou louco pelo A7 e A5.

  • mdscom

    Caramba, a versão de entrada não tem ar digital?? É isso mesmo? Pelo menos é o que parece olhando a foto do painel. Fiquei boquiaberto agora.

    Outra coisa que eu acho muito brega é essa tela de LCD sobre o painel, fica horrível. Integrada ao console central fica muito melhor e mais funcional.

    Há opções bem melhores no mercado nessa faixa de preço.

  • CarLoverRS

    Melhor carro que já tive. Mas o meu é a versão 1.8 S-line, importação direta.

    • Max

      Cristiano, na importação direta tem muita diferença dos preços praticados no País? Estou fazendo estudos do processo para importar um, quando eu for trocar novamene de carro.

      • CarLoverRS

        Olá Max. Da um pouco mais de trabalho, mas se você encontrar um importador de confiança as coisas ficam mais fáceis. O ideal é importar dos EUA, os preços lá são melhores que nos países de origem. Por exemplo, BMW, Audi e Mercedes são mais baratos nos EUA que na Alemanha. O ganho financeiro não é alto, em torno de 5-10% (depende do modelo). Mas a vantagem é que você pode comprar modelos que não estão disponíveis aqui, como o A3 Sedan 2.0 por exemplo.

        • Max

          Obrigado, Cristiano!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend