*Destaque *Featured Audi Lançamentos Sedãs

Audi A3 Sedan 2017 traz novo visual e parte de R$ 115.190

Audi-A3-Sedan-2017-br-3 Audi A3 Sedan 2017 traz novo visual e parte de R$ 115.190

Apresentado em abril do ano passado no mercado europeu, o novo Audi A3 Sedan acaba de ser anunciado no Brasil. A linha 2017 do sedã médio chega com novo visual, o que inclui faróis com novo formato, lanternas traseiras com novo layout interno, grade frontal reestilizada e para-choques renovados, além de novas rodas de liga-leve. O carro traz ainda aprimoramentos no interior.



Por dentro, o A3 Sedan 2017 oferece um novo volante e alavanca de seta semelhantes aos do irmão maior A4. Há ainda novos difusores de ar, console central com novos botões de acesso ao sistema MMI (Media Music Interface) e duas entradas USB, que dispensam o uso do cabo adaptador. A iluminação interna agora é feita por luzes de LED.

Audi-A3-Sedan-2017-br-3 Audi A3 Sedan 2017 traz novo visual e parte de R$ 115.190

O sistema multimídia MMI também passou por aprimoramentos, seguindo a mesma linha dos modelos A4, TT e Q7. A tela rebatível de sete polegadas tem operação baseada em smartphones, com comandos feito por um botão redondo giratório, este com anel iluminado na cor branca na versão topo de linha. Acima e ao lado do controle rotativo há os alternadores e botões, que podem ser usados para navegar na nova estrutura de menu.

A lista de novidades do sistema inclui também controle de voz aprimorado para rádio, mídia e telefone, que passa a entender muitas frases da linguagem cotidiana. Com o uso da entrada USB, smartphones Android e iOS podem se conectar ao carro através do Audi smartphone interface, possibilitando que alguns aplicativos funcionem diretamente na tela do veículo.

Audi-A3-Sedan-2017-br-3 Audi A3 Sedan 2017 traz novo visual e parte de R$ 115.190

Entre os equipamentos, o modelo de entrada Attraction oferece de série ar-condicionado, direção eletromecânica, faróis bi-xenônio com ajuste automático de altura e lavadores, rádio MMI com alto-falantes com conexão via Bluetooth, computador de bordo, sensor de estacionamento traseiro, bancos dianteiros com ajuste de altura, volante multifuncional e alavanca de câmbio revestidos de couro e vidros laterais e traseiro com isolamento térmico.

Há também sistema start/stop (que desliga o motor em semáforos e congestionamentos, podendo reduzir o consumo de combustível em até 10 por cento), freio de estacionamento eletromecânico e rodas de alumínio de 16 polegadas.

Audi-A3-Sedan-2017-br-3 Audi A3 Sedan 2017 traz novo visual e parte de R$ 115.190

Já o A3 Sedan Ambiente inclui sensores de luz e chuva, para-brisa com faixa colorida cinza e rodas de alumínio aro 17. Como opcional, há dois pacotes: o Design, constituído por bancos de couro sintético, diversos porta-objetos e teto solar panorâmico “Open Sky”, e o pacote Ambiente Plus, que traz controle de velocidade de cruzeiro, espelho retrovisor com função antiofuscante automática, computador de bordo com display colorido, Audi Sound System e pacote de luzes.

Em ambos os casos, há o motor 1.4 TFSI Flex, que desenvolve 150 cavalos de potência e 25,5 kgfm de torque, a 1.500 rpm, associado ao câmbio automático Tiptronic de seis marchas (com paddle shifts atrás do volante para trocas manuais de marcha). Este conjunto leva o sedã aos 100 km/h em 8,8 segundos e atinge máxima de 215 km/h.

Confira abaixo os preços da nova linha do A3 Sedan:

Audi A3 Sedan 1.4 TFSI Attraction: R$ 115.190
Audi A3 Sedan 1.4 TFSI Ambiente: R$ 124.190

COMPARTILHAR:
  • Dii Nascimento

    R$ 99 mil na versão completa tava de bom tamanho !

    • João Cagnoni

      Aqui no BR as montadoras cobram o preço que querem. Logo logo este carro custará 200k

    • Rodrigo

      Em 2014 o 1.8 turbo estava 118.000

  • thewes

    Resta saber se a versão 2.0 será igual a la de fora (DSG7+230cv) ou uma versão huehuebr (DSG6+220cv).

    • Alexandre

      DCT-DSG6 + 220cv

    • Tango

      Lá de fora o 2.0 TSFI começa com 190 cv e normalmente Assoc a tração integral como na Alemanha. Lembrando que todos são variações do mesmo motor inclusive com sistema de dupla injeção. E o modelo nacional um um dos primeiros a abandonar o 1.8 TSFI.

    • Fhiasco

      Amigo, normalmente a caixa de 7 marchas é usada para motores menores, até 1.8, pois aguenta torques menores. A partir de 2.0, é mais comum usar o caixa de 6 marchas que aguenta torques maiores, mesmo lá fora.

      • Marcio Santos

        Lá fora eles já tem uma dsg7 com embragens banhadas a óleo como o dsg6, não tem nada a ver com o dsg7 com embragens funcionando a seco, este sim é um dct utilizado em modelos mais baratos.

      • MMM

        Meu irmão tem um S6 e o câmbio é de 7 marchas.

  • Supernescau

    Continua com “interior de gol”. Não tenho a menor vontade de comprar esse carro.

    • Saddam

      essas bolotas de saída de ar no centro… não dá.

      • Rbs

        Parece um celta!!

        • th!nk.t4nk

          Pessoal, vocês já entraram no carro pra ver? O visual do interior é minimalista sim, mas a qualidade do acabamento ao vivo dá uma impressão totalmente oposta às fotos. E desde quando saída de ar redonda é coisa de carro popular? Tá cheio de carrão com saídas redondas. Lembre-se de que na Alemanha ninguém sabe o que é um Celta e não existe essa impressão de “coisa pobre” que o brasileiro tem. Repito, avaliem pessoalmente. Por exemplo o A3 dá um banho no BMW Série 1, que por fotos tem o painel rebuscado, mas ao vivo parece bem mais “barato” que o acabamento do A3. Não confundam minimalismo com simplicidade.

          • Rbs

            Relaxa parceiro . . É Só para descontrair!!

          • Victor

            Tenho um A3 sedan e confesso que achava o mesmo. Fui na epoca comprar um corolla fiz o test drive e nao me empolgou,… e “aparentemente”o interior do corolla seria superior…. Mas, ao fazer o test drive no A3 nao tive duvidas, o interior é muito melhor construído, sem rebarbas, acapamento de primeira e já esta com 2 anos e parece que comprei ontem. Nao tem grilos, nem mesmo o couro do volante descascou…
            Já o Corolla… nem lembrei que fui la…

          • Impala_67

            Já entrei, já andei, já acelerei em autódromo e digo: Parece um GOL.

            • Supernescau

              Já entrei, já andei, já acelerei (não em autódromo) e digo: parece um GOL, só que um GOL muito caro.

            • Daniel P.

              HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA, vc nao tem noção de o que eh um carro entao.

          • Guedes

            Concordo em gênero número e grau. nunca entraram no A3 e saem arrotando com base em fotos.
            Foto engana muito

            • Supernescau

              Isso se chama “pré-conceito”. Lembre que existe quem fala sem saber e quem já testou o carro. A opinião é minha e eu tenho direito de achar o que eu quiser do carro.

            • Wagner Oliveira

              Olha a foto de perfil, você acha que ele vai falar bem de Volkswagen ou Audi?

              Eu já entrei em um e está longe de paracer um gol…
              E outra Audi não é carro bomba kkkk

          • Samuel Ezidio

            Resumindo é um gol fresco heheheh mas eu dirigi o 1.8 gostei muito realmente sobriedade alemã

    • J. Carlos

      Eu achei o interior lindo, sem extravagância.

      • Supernescau

        Correto, é uma questão de gosto pessoal.

    • Peter Bishop

      Nem o Gol tem mais interior de Gol…

    • Guedes

      Fica com seu Marea aí então. Já entrou num A3? a impressão ao vivo é outra.

      • Supernescau

        Só vou comprar um Marea quando ficar rico, que não é o caso. Sim, já entrei e já testei. Não gostei do carro, do acabamento, do preço e nem do motor.

  • Ricardo

    Sempre um A3 à um Corolla ou Civic!

    • João Cagnoni

      Nivelando por baixo… Sim!

      • duhehe

        Nessa de por + 10 eu compro X…. mas X + 10 eu compro o Y ….. rapido rapido chega em carros de 200..300k
        Se a pessoa pode pagar, otimo, senão pelo menos fica indignada com o preço que um carro mais ou menos tem por aqui.
        Eu to nessa …. queria algo decente por 80k… mas não existe !

        • João Cagnoni

          0km realmente não tem.

        • Alligator

          Tens os 80 na mão … talvez com essa grana vc entre em uma concessionária Chevrolet e sai com um Cruze LT

        • Filipe Augustus

          Compra semi novo com até 3 anos de uso e km baixa, muito melhor e desvaloriza menos!

    • Louis

      Sou mais o Civic Touring.

      • th!nk.t4nk

        Rebuscado demais. É um carro que em 3-5 anos vai parecer jurássico, de tão rápido que o desenho vai enjoar.

        • Louis

          Nem falo do desenho, mas sim de ser mais equipado, ser bem mais barato de manter, e ainda andar mais. O Civic é superior em praticamente tudo.

          • Guilherme Batista

            Se for pra comparar equipamento eu fico com o Fusion

        • pablorj

          Que exagero, cara. O carro ficou lindo e deu uma inovada. Não como em 2007, mas inovou.

          • th!nk.t4nk

            Inovar ele inovou mesmo. O problema é que parece que poucos gostaram. Achei que passaram do ponto na ousadia, mas enfim, posso estar errado e talvez daqui a algum tempo o desenho continue agradando. Vamos ver.

      • Ric53

        Jamé!

  • Alexandre

    Mudou pouco, o que de fato é previsível nas alemãs (BM, MB e Audi). Face-lift a cada 3 anos e reformulação completa (ou boa parte) em 6 anos. O que matou o 1.4T sem dúvida foram três itens: substituição do DSG pelo Tip, substituição do multlink pelo eixo de torção e por último, aumento na suspensão.

    • Charlis

      Pra mim a maior perda foi a suspensão…
      Inadmissível pensar um A3 sedan, custando 115 mil com eixo de torção.
      Para ficar ainda mais legal, podiam ter colocado tambor nas traseiras.

      • Alexandre

        Pois é… E o pior. Estive em uma css da Audi há algumas semanas e vi a ficha técnica que fica na frente dos veículos. Analisando bem, constatei que a diferença de peso entre 1.4T e o 1.8T eram de 140kg (1.435kg contra 1.295kg), boa parte disso foi proveniente da suspensão e cambio mais pesados. Fora que o 1.8T (atual 2.0T) possui mais opcionais…

        • Sergio Lima

          em outras palavras esse 1.4 é uma carroça de quase uma tonelada e meia
          e ruim de curva ainda por cima…

          • Tango

            Ruim de curva por ter eixo de torção na traseira? É isso? Vamos conversar sobre o Type R e o Megane RS…

            • Sergio Lima

              Mas aí são outros 500…vc tá falando de carros de competição praticamente!

              No mais por 126k eu compro um Volvo S60 T5 zero (basta pesquisar lá no Webmotors).

              • Tango

                Não são carros de competição. São esportivos adotam a suspensão por eixo de torção e fazem curva muito bem. Fazer a afirmação que um carro com eixo de torção não é capaz de fazer curvas bem é um exagero e dos grandes. Uma suspensão independente, de braços múltiplos permite mais ajustes e se “adapta” permitindo um maior contato do pneu com um solo. Isso é percebido em curva de alta velocidade estando em alta velocidade. Isso é ninguém em uso cotidiano irá perceber essas diferenças. Não estou dizendo que a suspensão não foi simplificada visando a redução de custose em um carro como o A3 nacional isso não deveria ter acontecido. Lembrando que ao contrário do que muitos falam existe sim A3 com eixo de torção na Europa, o 1.0 Tsi e as versões a diesel.
                Agora temos um bom comparativo, o Acelerados testou o A3 1.4 nacional, Civic 1.5T e Jetta 1.4T., apesar de ter 23cv a menos e ter uma suspensão mais simples ele virou só oito décimos mais lento que o Civic e virou 8 décimo em cima do Jetta 1.4 T com multlink. Isso porque ao que parece o Rubinho não colocou o Tiptronic na opção sport. Logo reclamar da simplificação é mais do que normal. Mas falar que o carro não faz curva é forçar bem a barra.

                • Guedes

                  Muita gente que defende multilink não faz ideia de que pra maioria dos usuários não faz a menor diferença ser eixo de torção.

                  • Tango

                    Poderíamos usar como referência a pesquisa da BMW sobre a tração traseira e que grande parte dos consumidores não fazia noção disso. Claro que a troca das multlink aqui no Golf e A3 está relacionado a redução de custos. E que isso não foi repassado ao consumidor, principalmente no cado do Golf. No A3 ao menos no lançamento do nacional houve sim uma redução nos preços. Lembrando que o 1.4 ganhou potencia de 122 para 150cv e de 22 para 25 kgfm, no 1.8 de 170cv para 220cv fora o torque ( o cabeçote é diferente com duplo comando variável na admissão e escape, antes só em uma das fases). Mas isso de perdeu com os aumentos posteriores. Agora que a VW e principalmente a Aufi deveriam ter mantido a multlink fica claro pelos preços e categoria dos carros no caso do Golf o 1.6 e 1.0 poderser eixo de torção como lá fora. Mas o exagero é dizer que houve uma.piora e considerável no desempenho dinâmico fos modelos principalmente percebida pelo motorista comuns(nos qme incluo.

            • Alexandre

              Acho que ele quis dizer mais pela altura da suspensão…

              • Tango

                1,5 cm não faz um estrago na estabilidade de um carro. Claro que o ideal seria a altura padrão, mas isso no Brasil é difícil, e mais por quebra-molas e rampas de acesso, entradas e saídas de garagens do que nossos famosos
                os buracos. Sem dúvida a simplificação da suspensão é uma pena, essa sem dúvida uma redução de custos desnecessáriaem um carro dessa categoria.

          • Anderson Lemos

            Dei umas voltas em um este fds e digo: Você não tem a mínima ideia do que esta falando!! A não ser que vc dirija um rs4

        • Matheus Costa

          Até que ano o A3 ainda vinha com a suspensão multlink, na versão de entrada?

          • Alexandre

            O 1.8T e o (atual) 2.0T sempre tiveram multlink, já o 1.4T você encontra com multlink até out/15 (mais ou menos). É simples, basta ver se acompanha DCT-DSG 7, ai você certifica que vem com multlink.

            • Davidsandro18

              Por incrível que pareça as primeiras unidades nacionais do 1.4 saíram com a DSG 7, e a suspensão independente, e outra curiosidade, em novembro passado fui levar meu carro pra fazer revisão numa ccs da VW e lá tinha um Golf Higline já nacional 0KM pra entregar pra um cliente, e provavelmente era da primeira leva de produção dos modelos nacionais (SOP) e o mesmo tinha eixo de torção mas o câmbio era o de dupla embreagem, a unidade em questão era 15/16. Acho que a galera até perdoaria a perda da multilink, mas a retirada do DSG é quase que imperdoável rs.

              • Guedes

                É sério isso mesmo? como saber se é DSG ou automático convencional!?

                • Davidsandro18

                  Na alavanca do câmbio tem a escrita DSG, nos tiptronic não tem.

            • Matheus Costa

              Esse esquema da suspensão – câmbio, é o mesmo do volante então?! Volante de 4 raios = A3 1.4; volante de 3 raios = A3 1.8?

              • Alexandre

                Pior que não cara. Eu já vi 1.4T com volante de 4 raios e já vi com de 3 também. Esses volantes surgiram em 2015 (nos A3), mas até hoje não sei qual foi a estratégia da VW-Audi com isso.

        • Gustavo73

          Estranho a suspensão multlink é mais.pesada que a por eixo de torção e dúvido que a Aisin pese tanto mais que a DSG7.

          • Alexandre

            Quanto a suspensão foi suposição minha dela ser mais pesada, agora quanto ao cambio, não tenho dúvidas de que o dupla embreagem é bem mais leve. Uma vez estava vendo artigos da gringa que davam os seguintes pareceres sobre o cambio:

            CVT = leve, custo de manutenção baixo, consumo de combustível baixo, mas não aguenta muito torque;
            AT = pesado, custo de manutenção alto, consumo de combustível alto, aguenta muito torque;
            DCT = peso médio, custo de manutenção médio, consumo de combustível médio, aguenta torque no meio termo.
            MT = peso médio, custo de manutenção baixo, consumo de combustível baixo, aguenta muito torque

            Em resumo, isso explica o porque de quase todas as montadoras investirem em dupla embreagem hoje em dia. Tá certo que MT, se for ver pela analise, seria a melhor opção, mas hoje em dia poucas pessoas preferem um MT… Eu por exemplo, enquanto puder, não voltarei ao MT.

            • Gustavo73

              O câmbio de dupla embreagem são dois câmbios manuais em um com o sistema robotizado de acionamento das embreagens ( a grosso modo) um at epicilico tem. Conjunto de marchas, mais o conversor de torque o sistema eletrônico e óleo. O Dsg7 a seco tem bem menos óleo que o wet como o do GTI. Duvido muito que o peso seja muito diferente. A suspensão é mais leve. O dsh justamente ppr não ter o conversor de torque que rouba potencia do motor consegue ser mais econômico, claro que no geral. O a seco é ainda mais econômico por isso a VAG usa nos motores menores.

            • Alexandre

              Esse é o problema de fazer comentários aqui no NA, entendem ao pé da letra. O que disse é que NA MÉDIA (tive que explicita desta vez) o custo de manutenção é maior… Tudo ali mencionado era referente à média. É como você pegar o PIB do Brasil e dividir pela quantidade de habitantes, na média vai dar algo em torno de US$ 15k per capita, mas não é verdade, porque tem gente vivendo com US$ 1.000 na região norte e nordeste.

              • Alexandre

                Não é achismo meu (em relação ao cambio), como disse, li artigos especializados sobre o assunto. Quanto a suspensão sim, foi uma suposição minha em relação ao peso.

                Se for ler o meu comentário novamente, vai identificar a afirmação.

                • Alexandre

                  Que bom que incluiu você nesse achismo… Assim todos ficamos felizes e bola pra frente.

        • Tango

          O 1.4 pesa 1240 kg.

          • Alexandre

            Não foi o que vi no review da Audi do Itaim Bibi (SP)…

            • Tango

              No site da Audi ao menos até pouco tempo constava que o A3 tinha de série 5 airbags e não 7.

              • Alexandre

                Não entendi sua afirmação.

                • Tango

                  Você falou que o dado sobre o peso do A3 1.4 seria a informação vista em um Css. Estou te mostrando um dado errado do próprio site da Audi.

      • Danilo Figueira

        kkkkk vidro manual nas portas traseiras, supercalota, capa do retrovisor e maçaneta sem pintura….

        Da pra entender, A3 e Golf saem da mesma fabrica, usam mesmo sistema de freio e Golf sai com freio de mao manual e o A3 com eletrico. Acho uma piada isso. Alguem pode vir e falar de custo, mas so pode ser pra montadora ganhar mais, porque pro consumidor continua a mesma porcaria.
        Alias, piorou desde que Golf e A3 vindo importado da Alemanha viraram nacional.
        Ainda por cima, ganharam a doença tupiniquim que se chama FLEX.

      • Davidsandro18

        A suspensão até passa, mas a falta do DSG me faria descartar a compra da versão 1.4, eu colocaria um pouco mais de grana e levaria o 2.0, mas numa comparação direta com Civic, Cruze e Corolla eu iria de A3 sem duvidas!

    • Danilo Figueira

      A mudança da suspensao foi definitivamente a pior decisao. Em julho meu cunhado pegou um dos ultimos 1.8T zero na Css e tinha o 1.4 nacional ao lado…. cara parecia que o 1.8T dele estava com molas H&R, de tao grande que é a diferença.
      Nem se compara, carro é muito mais bonito original baixo e na nossa cidade de interior chao de pedra, muitas valetas o carro nem pega embaixo. Claro que ele anda com cuidado, mas acho que ergueram d+ o carro. Ficou feio. o 2.0T tambem ficou levemente mais alto. Assim como o Golf GTi…. tive a oportunidade de colocar mexicano e um nacional, e tambem no GTi, deram uma elevada na suspensao.

      Brasil so estraga os carros. Tiram itens, deixam mais caros e ainda temos que nos contentar com os opcionais que eles querem.
      A Audi nem oferece camera de ré nos A3… acho isso nada a ver, e na versao Sportback nao oferecem bancos de couro na Ambition… umas viajadas que é de querer da um tapa na orelha do cidadão que fecha esses pacotes.

    • Guedes

      Eu dirigi o nacional e gostaria de dirigir o gringo pra ter parâmetro, mas essa história de Multi link, reza a lenda que só faz diferença pra fazer curvas em alta velocidades, não?
      Vc diz esteticamente pior sem multiink?

      • Alexandre

        Eu tenho o gringo e nunca dirigi o nacional, mas é fato que a suspensão multi braço é melhor que a eixo de torção. Melhora principalmente o contato da roda com o solo, fora o conforto.

  • Lucas086

    Quanto tá na tabela de hoje? Só sei que o de entrada era vendido por 106 com teto. Apesar de mudanças simples, o desenho do A3 é acertado, tem o tamanho certo, tanto que matou o hatch.

    • Alexandre

      Eu não sei onde você viu, mas nas minhas buscas o de entrada era 106k sem teto.

    • Davi Millan

      2016 com teto é só o 2.0 que era vendido a 138mil. O de 106 era o sem volante em couro e sem botões no volante.

  • Joaquim Grillo

    Painel feio esse ai affff broxante

    • João Cagnoni

      Parece uma Brasília

      • Joaquim Grillo

        da brasilia é mais bonito e original

        • João Cagnoni

          É verdade… Desculpe se eu ofendi a Brasília rsrsrs

    • Alexandre

      Eles caracterizam como “saídas que remetem à turbina de avião”..kkkk..

      • Joaquim Grillo

        turbina de avião tá bom se fosse outro carro seria roda de tonguinha kkkkk

    • Guedes

      Já viu ao vivo? eu gosto, o interior dele de fato é inspirado num cockpit de avião tbm

  • Gustavo73

    Se o Attraction tivesse os equipamentos do Ambiente os preços estariam bons.

  • Esse painel não me desce. É horrível essas saídas de ar.

    • Guedes

      Já viu ao vivo? a sensação é outra.

  • TijucaBH

    9 mil reais para aumentar 1 polegada no tamanho da roda, pra ter sensor de chuva e crepuscular além da faixa degradê é MUITO caro

    • Gustavo73

      Ar-condicionado digital dualzone, a central não aumenta só no tamanho mas sim nas funcionalidades, além de claro outras miudezas. E mesmo assim é muito sim.

      • TijucaBH

        Se tiver a central multimidia e o ar dualzone, aí vale sim os 9 mil, mas no texto nao fala desses itens:
        “Já o A3 Sedan Ambiente inclui sensores de luz e chuva, para-brisa com faixa colorida cinza e rodas de alumínio aro 17. “

        • Gustavo73

          Essa era a diferença antes do facelift não deve ter mudado muita coisa.

      • Fillipe Saad

        Não sei se mudou, mas até fevereiro de 2016 o a3 só tinha dual zone na versão ambition.

        • Gustavo73

          Ambition não era só o 2.0 TSi?

          • Fillipe Saad

            Sim… Não sei se lançaram mais pacotes para a ambiente depois, mas quando eu fui fazer td eles vinham apenas com ar analógico manual, inclusive foi um dos pontos que não gostei.

    • Danilo Figueira

      por isso digo que nem deveria existir a primeira versao. A versao de 124mil deveria custar 115 mil, por exemplo, e ja oferecer piloto automatico, couro, e o trivial que todo mundo oferece.
      Deixa outras coisas como opcional. So acho uma P*** sacanagem em pleno 2017 os caras cobrarem 10mil a mais por GPS… Audi, BMW, etc, nem deviam oferecer seus carros sem GPS, poque se intitulam como “PREMIUM” , entao que ofereça um pacote digno de ser premium.
      Que adianta comprar um Audi A3, pagar 115mil e nao ter o minimo que os “nacionais” Cruze, Focus e Civic(execto touring) oferecem e por um preço menor, e diga-se de passagem, carros mais baratos possuem tais itens.
      Acho que a Audi ta viajando nesses versoes de entrada, isso é minha opiniao.

      Mas como consumidor brasileiro ja demonstrou que eh trouxa, eles compram e pagam so pra falar que estao de Audi zero.
      Do contrário a Audi nao iria vender nada desse carro… como ja anda acontecendo e as vendas de A3 deram uma despencada em relação a anos anteriores.
      Cada um faz o que bem entende com seu dinheiro, mas eu dou valor no meu e o A3 2017 de 115mil nao esta nem um pouco viavel e muito menos longe de ser uma compra boa.

      Pelo mesmo preço, prefiro pegar um 2015/2016 usado/semi novo 1.8T Ambition que é mais negocio.

      A verdade é uma só: A Audi Brasil não sabe montar os carros e escolher os opcionais aqui pro Brasil. Sempre deixam coisas de fora, isso inclui as versoes mais tops como RS6 e RS7 que voce so escolhe cor, se quiser algum interior diferente tem que pedir e esperar 3 meses.

      Nesse ponto Mercedes-Benz e BMW ja sao mais positivas. As M e AMG voce consegue comprar com mais facilidade tons diferentes de interior e eles trazem os carros Full.
      A Audi traz quase Full, e ainda sempre trazem com aquele kit de aluminio externo, sendo que existe o que eh todo preto que na minha opiniao eh mais top.

      Eu moro na Alemanha e sempre vou na css da Audi e vejo cada configuração show que poderia ter ai e eles nao levam. Tipos de roda, pacote S-line pro A3. Alguns modelos no Brasil eles escolhem as rodas mais zuadas do catalogo. Exemplo é o novo A4 Attration…. oo rodinha sem vergonha.

  • Zeca Piroto 🤘🔥

    É um belo carro, quem tem, sabe o quanto é bom de guiar, mas a realidade é que o preço está salgado, se levarmos em conta o que se gasta pra mantê-lo… 10k a menos nas 2 versões e aí sim, eu digo que ele ficaria bastante competitivo. Derrubaria fácil, qualquer versão top de corolla/civic e adjacentes, roubaria vendas do fusion e seus respectivos… Seria a porta de entrada para as marcas premium… mas isso não acontece porque, aos olhos dos brazucas, banalizaria a marca… esse país é doido mesmo.
    (olhando por um certo ponto, talvez, inicialmente, fosse até ruim para a marca mesmo, porque com a pouca quantidade de concessionárias talvez fosse difícil lidar com a demanda inicial de revisões/reparo/assistência no geral…)

  • Mauro Moraes

    Achei o design do novo farol muito feio. Apelativo em cima da mesmice. Já passou da hora do grupo VW lançar um novo conceito de estilo.

    • Louis

      Farol eu até gosto, não suporto esta grade de bueiro.

  • Gustavo_1992

    Carro mais pelado que esse não existe

  • Eduardo FP

    Único audi que eu jamais compraria.. Esse interior é MUITO feio, meu deus..

  • Danilo Figueira

    A versao de 115mil nem deveria existir, apenas a de 124mil e ela deveria custar no maximo 110 mil ja com piloto automatico, pacote de luzes, bancos em couro e ar digital. Acho que oferecer um carro por 115mil sem couro, sem piloto, roda 16, etc nos dias atuais é chamar consumidor de trouxa.
    A Audi ta perdendo a oportunidade de tirar uma fatia maior nas vendas do Cruze e Civic.

    Se a versao Ambiente custasse 115mil (vai la, eh um Audi e “tem” que ser mais caro que a concorrencia, discordo mas…) ja incluindo ar digital(inexistente na versao 1.4) e os dois pacotes oferecidos como opcional fossem de serie deixando apenas o teto-solar como opcional, estaria de bom tamanho e ainda ficaria devendo algumas coisas que Cruze, Focus e Civic possui a mais.

    Por 124mil sem essas coisas esta extremamente caro e fora de base. So pra falar que tem um Audi, compra um semi-novo e não um desses pelados.

    9mil reais por sensor de chuva, roda 17 e para-brisa com faixa cinza? Faça-me o favor

  • J. Carlos

    Esse carro só tem um defeito, muito alto, o importado era lindo.

    • Lucas

      Rapaz, infelizmente é preciso ajustar a suspensão dos carros que vêm pro Brasil. Tive um A4 2015 e ele raspava o fundo e o para choque TODAS as vezes que eu saia de casa, seja nas lombadas mal projetadas, seja nos buracos mais fundos das ruas ou nas rampas por aí.

    • Tem coisa que é linda, mas não é feita para nós, brasileiros. Carro com suspensão baixa é uma dessas coisas. Tive uma C200 do modelo anterior e ela raspava a frente em tudo, mesmo passando de lado e quase parando em qualquer desnível.
      Não que eu defenda depenarem o carro na versão brasileira, mas isso é uma das coisas que eu considero mais como ajuste.

  • Roger Rosato

    Só consideraria se meu uso fosse majoritariamente urbano. Acho inacreditável um carro de 115 mil reais não ter controle de cruzeiro, coisa que até meu Ford Fiesta tem.

  • ASTM

    Olha, os preços praticados não são esses de tabela. O A3 anterior Ambiente era `vendido` a 129 (Preço de tabela) mas na CSS saía fácil por 110 a 108.000.

    Essa história de que não tem banco de couro… Óbvio que o cara não vai tirar o carro da CSS sem couro uai; eles oferecem por 1.500 em qualquer CSS, inclusive couro claro, caramelo ou qualquer outra cor mais refinada (ao gosto do freguês, pra vc personalizar o carro)

    Ah mas não tem controle de cruzeiro.. Todas as CSS Audi instalam o CC por 2.400,00

    Ah mas não tem câmera de ré? O kit de espelhamento custa 3.000,00 e poe GPS, camera de ré e espelhamento de celular.

    No final a brincadeira pro carro sair completo vc gasta 6-7.000 a mais (e venhamos e convenhamos, vc tá comprando um Audi cara, óbvio que não vai levar um troço meio boca pra casa). Sai por 115.000 com essas firulas todas.

    E digo mais, quem compra Audi não tá comprando custo-benefício. Todo mundo sabe disso. Compra porque curte, porque gosta, porque tem tesão no negócio. Compra pela emoção e não pela razão. Se quiser comprar razão compra um Jetta TSI que faz de 0-100 em não sei quanto e seja feliz.

    Em relação ao Tiptronic, foi sim uma perda; mas 80% dos donos do 1.4 húngaro têm problema com o DSG-7 que custa 15-20.000 pra consertar e VAI quebrar mais cedo ou mais tarde. Só serve pra gerar processo, reclame aqui e dor de cabeça pra Audi. Tip é pior? É. Mas o carro continua uma delícia.

    Perde Multilink? Perdeu. Corte de custos? Provável. Mas o carro continua ótimo

    E perdeu mais coisa que vcs não sabem: perdeu Subwoofer traseiro, perdeu entradas MMI da Audi, perdeu Kit de Primeiros socorros, Rede de porta-malas e rede de banco traseiro.

    Mas ainda assim eu garanto: vale cada centavo e é uma delícia estar dentro dele.

    • Lucas086

      A questão é: vc comprar um carro e já fica na mão das concessionárias para instalar equipamentos que pelo preço devia ser de série. Prefiro pagar um equipamento de fábrica do quê ficar na mão de concessionárias, que as vezes fazem o serviço pior que lojas renomadas, e sem falar que é mais caro.

  • Fabiano Monteiro Alves

    Na boa, é muito piloto de teclado junto.
    Primeiro – a Audi/VW tirou o DSG 7 marchas em virtude das reclamações dos usuários. Tem muito camarada “brabo racing” colocando 35 kg de torque numa caixa que é projetada para 25 kg. Fora isso, as reclamações dos usuários com o nível de ruído das trocas.
    Segundo – a suspensão independente na traseira é show de bola, mais inviabiliza os custos de produção, aliados ao aumento da manutenção, que consequentemente faria o cliente chorar mais ainda. As peças são importadas, e com o câmbio do USD do jeito que está iria tornar inviável a fabricação desses carros no Brasil.
    Devemos lembrar que o A3 1.4 é um carro de entrada. Muito mais econômico que Corolla, Civic, entre outros com o mesmo valor. E nem falo de Civic Touring, porque a brincadeira vai pra 125 mil.
    Sinceramente, eu tomaria como alternativa o Jetta TSI 1.4. Com 10 a 15 mil a menos, dependendo dos acessórios, teria um carro mais em conta, que não chamaria tanto a atenção de bandidos, um consumo excelente, suspensão independente na traseira e um porta malas de 600 litros.
    Passo batido em um bocado de lugares, tenho um carro excelente com custo de manutenção mais em conta, pagaria o seguro da média e mandaria às favas o trio Civic/Corolla/Sentra.

    • ASTM

      Concordo com tudo em gênero, número e grau.
      O Jetta é basicamente um A3 sem argola; não sei em relação à dirigibilidade, mas dizem que é excelente. Na verdade tem até mais itens que o A3.

      Na minha opinião os melhores custo-benefício hoje são o Jetta 1.4; o Golf 1.4 (na verdade na época do importado por 60.000 era uma super oportunidade) e eu gosto do Civic Sport. Mas essa escolha é uma coisa muito pessoal.

  • Leandro

    Estive na Audi center de Curitiba e percebi que as lanternas traseiras não possuem mais a iluminação em LED. O vendedor disse que somente na versão Ambition 2.0 teriam elementos em LED. Vocês do site sabem algo a respeito?

    Outra situação que observei, na versão Attraction, a iluminação interna não era em LED, mas sim aquela iluminação amarelada comum em todos os carros.

  • Carlos Camacho

    Carro é muito gostoso de guiar, tem boas respostas, porém a imagem que tenho da Audi é que o grupo VW está aproximando muito as suas marcas compartilhando motor, câmbio, suspensão…e por aí vai, se vc for perceber, vc leva um carro tão bom o quanto comprando um Jetta (sem seu glamour das argolas). Acho que deveriam respeitar a marca e mante-la no segmento premium que visa equipar seus carros com o que o grupo planeja para o futuro, não retornar a tecnologias mais antigas com o famoso Pacote Brasil de capagem.

  • ASTM

    Ele é muito gostoso. Na estrada vc puxa o câmbio pro Sport e pisa fundo no kick-down, ele desce pra terceira e leva o carro até 140-150 em terceira marcha. Chega a 180-190 brincando. É um fôlego impressionante para um carro 1.4.
    Curva com ele a 150km é colada no chão, fico abismado. O freio também é excepcional, muito forte.

    Na cidade é extremamente confortável, muito muito macio (acho que porque subiram a suspensão e trocaram os amortecedores). O câmbio novo não faz barulho e as trocas são difíceis de perceber.
    Ele dá uma reduzidas forçadas quando freia pra parar o carro, então nesses casos vc sente uns trancos leves.

    Dá pra trocar manual nos paddle-shifts ou na manopla do câmbio mesmo.
    O farol de xênon tem uns limpadores e ajusta a altura do foco toda vez que liga o carro. É bem eficiente a iluminação, fora que os LEDs são um charme; muito bonita a assinatura na minha opinião.

    As lâmpadas de dentro do carro não são de LED mesmo não; mas têm iluminação progressiva; ela acende bem devagarzinho quando abre a porta e aumenta a intensidade gradualmente, é bem refinado.
    O som é fenomenal, tem uma acústica muito boa e agudos excepcionais. O grave é muito bom, mas acho que era melhor quando vinha com sub.

    Enfim, é um carro muito legal pelo preço. Pra quem gosta de dirigir mesmo, de sentir a máquina, nessa faixa de preço, é uma boa opção (ou era né; com esse preço novo tá ficando complicado)

    • Guedes

      o negócio é um usado!

  • EuMeSmObYmYsElF

    esse painel até hoje não me desceu… até o Gol agora tem um painel mais elaborado (atenção: não digo mais bem acabado ou de melhor qualidade. disse mais elaborado)… custava fazer algo parecido com o A4?

  • Diego Germán de Paco

    Mudou o que mesmo? O preço né? Porque design, como todo bom Audi, sai ano entra ano é a mesma coisa…

    • kravmaga

      Só por isso que você não compra, né ?! 😂

      Carros alemães Premium não mudam toda hora o design porque não precisam. Se faz questão disso, compre um Fiat ou um japa.

      • Guedes

        Falou e disse!

      • Diego Germán de Paco

        Não compro porque não vejo sentido em dar mais de 70k num carro, bem de consumo que desvaloriza absurdamente a cada ano. Eu prefiro ter sempre dois carros, porque máquinas quebram, e assim nunca fico na mão. Tenho um Sentra e um Novo Palio. Mas, se fosse o caso de não possuir barreira racional com meu bolso, acredito que apelaria pra importação de um Lexus, um Infiniti ou um Acura, que nessa categoria premium são muito mais bonitos e modernos que o triumvirato alemão…

  • fsjal

    Duro é chegar na css pra ver o carro e saber que a versão Attraction não tem nem comando no volante e a Ambiente não ter entrada USB, cruise control e banco de couro.

    Tá muito caro pagar por essas argolinhas…

  • Marco

    E vem sem o farol de neblina, item que pode ser colocado na concessionária por uma bagatela… Pelo alto preço, era obrigatório vir de série, mesmo que venha com o daylight, uma vez que o farol de neblima tem uma função diferente. Sem ele, o visual fica muito “simprão” e passa a nítida impressão de que está faltando alguma coisa. Uma pena.

  • Marco

    Esse carro sem o farol de neblina fica muito “simprão”. Pela bagatela que custa, tinha que vir de série, mesmo que equipado com daylight, uma vez que a função do farol de neblina é diferente.

  • Giuliano Luchetti

    O tapa exterior caiu bem…internamente, me desculpe, ao contrário do q é dito, não é um painel minimalista…a palavra é simplório, aquém d seus concorrentes d categoria…não brilha aos olhos, independente do acabamento ou material empregado…é simplório…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email