*Destaque Audi Lançamentos Linha 2018 Sedãs Test Drive

Audi A3 Sedan 2018: versões, fotos, equipamentos, preços, motor

Audi-A3-Sedan-Ambition-2017-4 Audi A3 Sedan 2018: versões, fotos, equipamentos, preços, motor

O Audi A3 Sedan 2018 está no mercado nacional com a última alteração de visual e conteúdo, sendo equipado com motores EA211 1.4 TSI de 150 cv e 25,5 kgfm, nos dois combustíveis. Já o EA888 é um 2.0 TFSI de dupla injeção (direta e indireta), que fornece 220 cv e 35,5 kgfm entre 1.500 e 4.400 rpm.



O sedã de acesso da marca alemã tem ainda transmissão automática Tiptronic de seis velocidades ou de dupla embreagem banha a óleo S tronic de seis marchas, nesse caso apenas no 2.0 TFSI. Preço básico? R$ 118.990. “Básico” porque os opcionais encarecem bastante o modelo. Com tudo isso, o Audi A3 Sedan 2018 vai de 0 a 100 km/h em 8,8 ou 6,9 segundos e atinge máximas de 215 km/h ou 250 km/h.

Lançado originalmente em 1996, o Audi A3 surgiu como um hatchback de luxo, que compartilhava a plataforma PQ34, a mesma do Volkswagen Golf. Foi a primeira vez em muitos anos que as duas marcas desenvolveram um produto para o segmento premium, já que anteriormente apenas o Audi 50 havia surgido a partir da VW e só foi sucedido com a chegada do A1, décadas depois de sair de linha.

Não demorou muito e a dupla começou a ser produzido pela Volkswagen em São José dos Pinhais-PR, que surgiu como uma nova planta da montadora alemã, que aqui utilizou a similaridade de arquitetura para produzi-los. Assim como no Golf, o A3 ganhou motorização EA111 1.6 8V de 101 cv.

Além dessa, o hatch alemão também veio com motor EA113 1.8 com cabeçote de cinco válvulas por cilindro, totalizando vinte válvulas. Havia duas versões, uma aspirada de 125 cv e 17,3 kgfm, bem como versões turbinadas de 150 cv ou 180 cv, que entregavam 21,5 kgfm e 24,0 kgfm, respectivamente.

Na Alemanha, o Audi A3 teve versões de 210 cv e 225 cv. Produzido tanto em versão duas portas, quanto quatro portas, diferente do Golf, que só tinha versão quatro portas. O hatch ganhou uma segunda geração em 2003, junto com o Golf alemão. Aqui, a dupla permaneceu na geração anterior. Com a base PQ35, o modelo ficou mais sofisticado e, após o fim da produção brasileira em 2006, passou a ser importado.

Essa segunda geração do Audi A3 tem como curiosidade o fato de terem sido feitos em torno de 400 unidades no Brasil, após o fim da geração anterior, mas pouco se sabe sobre os detalhes dessa operação. Comenta-se que a marca desistiu por conta dos custos. De qualquer forma, a partir de 2013, a terceira geração chegou com a plataforma modular MQB. Pela primeira vez, o A3 ganhou uma variante sedã. Esta, derivou um conversível, que substituiu o anterior, derivado do hatch.

O projeto logo chamou a atenção para a produção brasileira e o Audi A3 Sedan passou a ser feito na mesma fábrica da primeira geração. Da mesma forma, o modelo veio junto com o Golf, este já na sétima geração. Antes de virar nacional, o modelo de três volumes veio na versão Sport (duas portas) e Sportback (quatro portas), sendo posteriormente vendido o Cabrio.

O Audi A3 Sedan chegou com motor 1.4 TFSI de 122 cv e 20,4 kgfm, além do 1.8 TFSI de 180 cv. O modelo vinha com câmbio de dupla embreagem S tronic e sete marchas, sendo seis no 1.8 TFSI. A versão S3 não foi vendida com o sedã. O novo motor EA211 se mostrou ideal para o três volumes, que tem 4,45 m de comprimento e 2,63 m de entre-eixos.

Com a produção nacional, o Audi A3 Sedan sofreu diversas mudanças, algumas controversas. O sedã perdeu a suspensão multilink e passou a oferecer um eixo de torção, indo em um movimento contrário ao do Volkswagen Jetta, por exemplo, que importado do México, ganhou multilink no lugar do eixo de torção. A inversão de papéis não passou despercebida pela imprensa e consumidores, que criticaram.

O motor 1.4 TFSI de 122 cv passou a ter 150 cv, mas virou flex e perdeu parte da economia com o uso de etanol. Outra mudança que não foi bem aceita é a perda do câmbio S tronic de dupla embreagem e sete velocidades, que foi trocado pelo automático com conversor de torque, conhecido como Tiptronic com seis marchas. A versão 1.8 TFSI deu lugar ao 2.0 TFSI de 220 cv e 35,5 kgfm. Esse manteve o S tronic de seis marchas e a suspensão multilink.

Com preços agressivos no começo, quando chegou a ser vendido por pouco mais de R$ 85 mil – na época, um Corolla Altis custava R$ 80 mil. Hoje o Audi A3 Sedan já custa o mesmo que o Toyota em sua versão topo de linha. Um facelift recente reforçou a proposta do sedã, mas não ajudou nas vendas, que estão em baixa. O Audi S3 Sedan pode chegar junto com o Sportback ainda em 2017.

Audi A3 Sedan 2018 – detalhes

Audi A3 Sedan 2018 tem um visual alterado na frente, completado pela grade com contornos mais retilíneos e apliques laterais no para-choque. As rodas de liga leve aro 17 polegadas apresentam um aspecto mais aerodinâmico e sofisticado. Na versão Ambition, frisos cromados em torno das janelas realçam a presença do topo de linha, que ainda vem com os pequenos retrovisores dotados de repetidores de direção em LED e basculamento.

No teto, o dispositivo Open Sky permite abertura panorâmica. Na traseira, outra novidade é o para-choque com novo difusor de ar, que traz também escape duplo cromado. Há câmera de ré e lanternas em LED, incluindo os indicadores de direção. Mas, as mudanças também foram realizadas no interior.

O três volumes alemão, feito em São José dos Pinhais/PR, adota alterações mais significativas no estilo, ganhando novos faróis com cortes na parte inferior e projetores bi-xênon com LEDs para luzes diurnas e repetidores de direção.

O Audi A3 Sedan 2018 tem um excelente aspecto visual após as mudanças, que o deixou menos discreto e mais esportivo. O novo conjunto ótico também realça a boa impressão do modelo, especialmente a atuação dos LEDs indicadores de direção. Por dentro, o ambiente ficou mais refinado, que também tem um aspecto mais esportivo com o volante de fundo chato. O pacote da versão testada era o completo, porém, sabemos que parte dos itens são opcionais.

O principal destaque do Audi A3 Sedan 2018 é sem dúvidas o quadro de instrumentos Audi Virtual Cockpit com tela de 12,3 polegadas com instrumentação personalizável, incluindo mapa de navegação, computador de bordo, mídias, etc, ampliadas no display. Tudo é controlado pelo volante que, aliás, foi atualizado e agora tem fundo chato e aspecto mais esportivo. A iluminação interna passou a ser feita por LEDs. O cluster digital e configurável é semelhante ao de TT, A4 e outros, dando um status maior ao Audi A3 Sedan Ambition 2.0 TFSI 2018.

As demais mudanças, especialmente a integração com smartphones e a introdução do USB garantem ao Audi A3 Sedan estar em dia com a conectividade. Falando nisso, o MMI atualizado ficou mais intuitivo e traz o bom navegador GPS com mapas em 3D, além da visão traseira em manobras.

Audi A3 Sedan 2018 – novidades

A Audi também atualizou os difusores de ar do A3 Sedan 2018, assim como os comandos do MMI entre os bancos. Outra novidade é a conexão USB que tem duas entradas e finalmente (e felizmente) dispensam o adaptador. O MMI foi modificado e agora apresenta um visual semelhante ao empregado por smartphones. Falando neles, agora há integração com aparelhos Android e iOS através do Audi smartphone interface, que permite que alguns apps funcionem na tela do veículo, que é retrátil eletricamente.

Por fim, o interior do Audi A3 Sedan 2018 apresenta bancos em couro sintético com ajustes elétricos no assento do condutor. Os bancos dianteiros também vêm com extensores dos assentos, garantindo assim mais conforto. Atrás, difusores de ar também favorecem os demais passageiros, embora o espaço continue tão limitado quanto antes. Lembrando desse ponto, o porta-malas do sedã continua com seus 425 litros.

Audi A3 Sedan 2018 – versões

  • Audi A3 Sedan Attraction 1.4 TFSI Tiptronic 2018
  • Audi A3 Sedan Ambiente 1.4 TFSI Tiptronic 2018
  • Audi A3 Sedan Ambition 2.0 TFSI S tronic 2018

Audi A3 Sedan 2018 – equipamentos

Audi A3 Sedan 2018 – preços

  • Audi A3 Sedan Attraction 1.4 TFSI Tiptronic – R$ 118.990
  • Audi A3 Sedan Ambiente 1.4 TFSI Tiptronic – R$ 127.990
  • Audi A3 Sedan Ambition 2.0 TFSI S tronic – R$ 160.990

Audi A3 Sedan 2018 – desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima final 

  • Audi A3 Sedan 1.4 TFSI Tiptronic – 8,8 segundos e 215 km/h
  • Audi A3 Sedan 2.0 TFSI S tronic – 6,9 segundos e 250 km/h

O Audi A3 Sedan 2018 vem com motores 1.4 TFSI de 150 cv e 25,5 kgfm, ambos obtidos com gasolina ou etanol, sendo equipado apenas com caixa automática Tiptronic de seis marchas com conversor de torque. Já o motor EA888 2.0 TFSI sem dúvida é um dos melhores do mundo, entregando uma performance que pode ir do mais frugal possível (ou não, dependendo de um detalhe, que segue mais abaixo) até uma condução extremamente esportiva. Para aproveitar todos os 220 cv e 35,5 kgfm, o sedã adota uma caixa automatizada de dupla embreagem banhada a óleo S tronic com sete marchas.

Esse câmbio permite explorar totalmente o EA888, entregando opções Drive, Sport e manual. Mesmo em Drive, o propulsor responde imediatamente, despejando grande força sobre as rodas dianteiras, imprimindo assim um desempenho excelente. No Sport, a rotação se eleva com mais rapidez e o ponteiro fica sempre lá em cima, deixando o motor cheio e as respostas bem nervosas, mas sem ser estupidas.

O modo manual, tanto na alavanca – de excelente aspecto esportivo, diga-se de passagem – como nos paddle shifts, interfere bastante no funcionamento do câmbio e do motor, mantendo a marcha desejada por muito mais tempo, dando assim mais liberdade de condução ao motorista. Rodando a 110 km/h, o ponteiro marca 2.000 rpm. Mas, em condução esportiva, ele facilmente entra na zona vermelha. Mudanças rápidas de marcha, imperceptíveis e no momento certo, dão ao carro uma condução ainda mais prazerosa.

Mas o Audi A3 Sedan Ambition 2.0 TFSI 2018 não oferece apenas isso. Existe o Drive Select exatamente para explorar ainda mais a performance do sedã, oferecendo os modos Efficiency, Comfort, Auto, Dynamic e Individual. De um extremo ao outro, o “compacto” oferece muita economia e uma performance “pessoal” ao condutor. No Efficiency, por exemplo, como mencionados mais acima, traz um recurso interessante, a opção de roda livre, a famosa “banguela”, para os mais antigos.

Em declives longos, o S tronic desengata a marcha e permite ao Audi A3 Sedan Ambition 2.0 TFSI 2017 se deslocar utilizando a inércia, reduzindo bastante o consumo de combustível. O recurso também existe em modelos mais recentes da marca. Na outra ponta, o condutor pode optar por ajustes presentes nos demais modos, mas mesclados individualmente, buscando assim uma condução dentro de seu estilo de dirigir.

A dirigibilidade é muito boa, tendo uma direção elétrica leve, progressiva e bem direta, dependendo do modo de condução, além de freios mais do que suficientes para uma condução esportiva. O Audi A3 Sedan Ambition 2.0 TFSI 2018 também apresenta um ajuste de suspensão que mescla bem conforto e estabilidade. Com bancos esportivos que moldam bem o corpo e uma pegada do volante que instiga acelerar mais e mais, o sedã alemão cativa pelo bom conjunto oferecido.

Audi A3 Sedan 2018 – consumo

Cidade

  • Audi A3 Sedan 1.4 TFSI Tiptronic – 7,8 km/litro no etanol e 11,7 km/litro na gasolina
  • Audi A3 Sedan 2.0 TFSI S tronic – 10,3 km/litro na gasolina

Estrada

  • Audi A3 Sedan 1.4 TFSI Tiptronic – 9,9 km/litro no etanol e 14,2 km/litro na gasolina
  • Audi A3 Sedan 2.0 TFSI S tronic – 12,8 km/litro na gasolina

Audi A3 Sedan 2018 – motor

O motor principal do Audi A3 Sedan 2018 é o 1.4 TFSI Flex de 150 cv a 5.000 rpm e 25,5 kgfm a 1.500 rpm, ambos conseguidos através de gasolina ou etanol, permitindo assim que o SUV nacional vá de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos e alcance 204 km/h de velocidade máxima. O sedã é equipado com a transmissão automática de seis marchas Tiptronic, diferentemente de outros modelos nacionais ou mexicanos da Volkswagen.

Trata-se de um motor moderno, com quatro cilindros e bloco de alumínio, assim como cabeçote e cárter, tendo quatro válvulas por cilindros, injeção direta de combustível, tecnologia Flex, turbocompressor com intercooler, bomba de combustível de alta pressão, entre outros. É um propulsor da família EA211, mas nessa configuração ainda está na segunda geração, sendo que há versão na Europa com desligamento automático de cilindro. E, mais recentemente, surgiu o 1.5 TSI, seu sucessor que, no entanto, mantém potência e torque iguais.

O outro propulsor é o moderno EA888, um 2.0 TFSI com 180 cv a 4.000 rpm e 32,6 kgfm a 1.400 rpm. Da mesma forma, o propulsor tem todo o conjunto de bloco, cabeçote e cárter em alumínio, duplo comando de válvulas variável, dezesseis válvulas, injeção dupla indireta e direta, além de turbocompressor com intercooler e injeção de combustível de alta pressão.

Esse motor garante ao Audi Q3 2018 uma boa performance, fazendo com que vá de 0 a 100 km/h em 6,4 segundos e tenha velocidade máxima de 233 km/h. Este motor funciona com transmissão de dupla embreagem S tronic, que tem sete marchas. A tração nesse caso é integral Quattro. Apesar de moderno, já existe a versão Gen3 com ciclo Miller, que garante mais eficiência, embora com menor torque. Este novo motor deve chegar ao Brasil no irmão Volkswagen Tiguan Allspace 2018, que terá 184 cv e 30,6 kgfm.

Por fim, o suprassumo é do cinco cilindros em linha 2.5 TFSI, que faz parte de uma família clássica de motores do grupo Volkswagen, mas que já está perto do fim da vida comercial. O grande propulsor herdou as mesmas características do motores mais recentes da Audi, incluindo injeção dupla de combustível – direta e indireta – turbocompressor de alta carga com intercooler e uma programação da ECU voltada para a performance mas, que não deixa de lado a eficiência no consumo, necessária para reduzir as emissões de CO2.

Montado em transversal no Audi RS Q3 2018, seu portador, o 2.5 TFSI entrega 340 cv a 5.300 rpm e 45,9 kgfm a 1.600 rpm, sempre com gasolina. Essa carga de cavalaria é enorme para um SUV que pesa 1.655 kg e assim garante que o bólido vá da imobilidade até os 100 km/h em 6,4 segundos e tenha velocidade máxima final de 250 km/h, devidamente limitada eletronicamente. Com uma caixa S tronic de dupla embreagem com sete marchas e modos de performance, além da tração integral Quattro, o utilitário de luxo se converte em um legítimo esportivo.

Audi A3 Sedan 2018 – manutenção e revisão

Revisão

Custo

Custo

Quilometragem

Preços 1.4

Preços 2.0

10.000 km

R$ 460

R$ 500

20.000 km

R$ 1.300

R$ 1.230

30.000 km

R$ 1.270

R$ 1.240

40.000 km

R$ 1.600

R$ 1.450

50.000 km

R$ 1.070

R$ 980

Audi A3 Sedan 2018 – ficha técnica

Motor

1.4 TFSI

2.0 TFSI

Tipo

Dianteiro transversal, Turbo Etanol e Gasolina

Dianteiro transversal, Turbo e Gasolina

Número de cilindros

4 em linha

4 em linha

Cilindrada em cm3

1395

1984

Válvulas

16

16

Taxa de compressão

10,5:1

9,6:1

Injeção eletrônica de combustível

Direta

Direta

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484)

Gasolina: 150 cv @ 4500 rpm / Etanol: 150 cv @ 4500

Gasolina: 220 cv @ 4500 rpm

Torque Máximo Líquido (ABNT NBR 5484) 

Gasolina: 25,5 kgfm @ 1.500 rpm / Etanol: 25,5 kgfm @ 1.500 rpm

Gasolina: 35,7 kgfm @ 1.500 rpm

Transmissão

Tipo

Manual 6 marchas /Automática 6 marchas

Dupla embreagem 6 marchas

Freios

Tipo

Disco ventilado / Disco

Disco ventilado / Disco

Direção

Tipo

Elétrica

Elétrica

Suspensão

Dianteira

McPherson, independente com barra estabilizadora

McPherson, independente com barra estabilizadora

Traseira

Eixo de torção

Multilink

Rodas e Pneus

Rodas

Liga Leve aro 17 polegadas

Liga Leve aro 17 polegadas

Pneus

225/45 R17

225/45 R17

Dimensões

Comprimento total (mm)

4456

4456

Largura sem retrovisores (mm)

1796

1796

Altura (mm)

1416

1416

Distância entre os eixos (mm)

2637

2637

Capacidades

Porta-malas (litros)

425

425

Tanque (litros)

50

50

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

570

550

Peso em ordem de marcha (kg)

1240

1320

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

ND

ND

Audi A3 Sedan 2018 – fotos

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

5.0

  • Debraido

    Meio salgado.

    • Dudu Pimentel

      É um modelo de uma marca de luxo kra…nunca será barato

      • Debraido

        Sei disso, mas este está fora dá realidade

      • Diego Sampaio

        Audi luxo? Só aqui na banânia mesmo!

      • Seahawk

        Antes fosse só salgado. O meu está parado desde 4 de fevereiro por causa de um problema de cambio que poderia ter me matado e eles ainda não conseguiram consertar. 75 dias sem carro.

  • felipe

    kkkj muito boa

  • th!nk.t4nk

    O Brasil é muito na contra-mão pra carros premium. Na Alemanha nem sequer existe essa versão, pois seria tão cara que entraria na faixa de preço de um segmento acima (e olha a prova aí). Os europeus compram muito a versão 1.0 TFSI manual. Vai de 0 a 100 em 9,9 s, é super econômico e fazendo as contas custaria uns 40 mil a menos no Brasil (mantendo os demais equipamentos!). Mas não, o povo meteu na cabeça que premium tem que ser caro e sofisticado, mesmo que sejam carros de entrada (como são A3 e Série 1). Motor pequeno nem pensar. E aí dá-lhe reclamar que tá caro, mas ao mesmo tempo não aceitam nada abaixo do padrão caviar. Aí me pergunto se brasileiro é realmente mais pobre, ou pelo contrário, se é muito mais rico.

    • duhehe

      “premium tem que ser caro e sofisticado” e não ? Se não for mais caro e for comum ai não é premium e Audi é premium ( aqui é ao menos), quem quiser um 1.0 Pode comprar um Golf, tão bom quanto, porem barato e nada sofisticado.
      2% da população é padrão suíça e 98% padrão Bangladesh

    • mjprio

      Seu comentário me lembrou o Joãozinho 30 quando foi criticado pelos seus desfiles suntuosos de carnaval, tida como uma festa popular. Ele retrucou dizendo “Pobre gosta de luxo, quem gosta de miséria é intelectual” Ele estava certo: hoje os desfiles são uma apologia ao luxo e a ostentação.
      E como você disse, por conta da nossa configuração econômica, diferente dos EUA e da Europa, ter simplesmente um Corolla ou Civic já te deixa numa situação social diferenciada. Assim sendo, quem compra esses carros ou modelos superiores, os ditos “premium” não aceitaria certas faltas de equipamentos. Talvez se mostrar pro brasileiro que na Europa se anda com A3 com motor 1.0 ou MB C180 de calotas, sem farol de neblina, banco de couro ou com um simples rádio no lugar da CMM; o que se vende um Sandero sem calotas ou um mísero vidro elétrico, ele não entenderá, pouco importando se nestes mercados equipamentos relevantes como ESP, TCS AB6 entre outros são considerados itens obrigatórios.

  • Sergio

    tem multilink?

    • João Martini

      Sim, o 2.0 tem.

      • Licergico

        iiiiiii
        multlink na traseira e cambio dupla embreagem …. vai ter site especializado em vw que vai dizer que ele não esta adaptado para rodar no Brasil …

        • Wallace Goldman Oliveira

          KKKKKK! E vai comparar com o Golf, nem que seja o GTI.

  • Supernescau

    “Em declives longos, o S tronic desengata a marcha e permite ao Audi A3 Sedan Ambition 2.0 TFSI 2017 se deslocar utilizando a inércia, reduzindo bastante o consumo de combustível”.
    E eu imaginava que em logos declives a marcha engatada gastava menos combustível que desengatada em “banguela”. Ou eu estava errado ou a explicação está simplificada e não funciona exatamente dessa forma.

    • João Martini

      De fato engrenado vc gasta menos, porém o motor acaba segurando o carro e vc perde velocidade, tendo que acelerar novamente. Caso o declive seja mais acentuado, basta dar uma encostada no freio e soltar que o câmbio entende, engata uma marcha e utiliza freio motor.

  • 208k por um A3, hahahah! Tá certo!

    • oloko

      Pois é né, por esse preço ai pegar um A3 o cara tem que gostar muito mesmo, da pra levar tanto carro nessa faixa que a pessoa até esquece do A3, era pra ele custar 160k sem opcionais nenhum

    • Alexandre

      Nem fu… Nem 156k, muito “menas” 208k. SELOKO!!!

  • Jeep Compass

    Já dirigi e é muito bom. Na verdade, é basicamente um Golf GTI com uma “bunda”.

  • JP_SP

    208 mil ? Se você não ligar para Status é muito mais vantajoso levar um Passat que tem o mesmo motor e o virtual cockpit, além de ser maior e mais cofortável.

    • kravmaga

      O próprio A4, apesar de andar um pouco menos, está com um preço próximo desse A3 2.0.

      • JP_SP

        Pois é, pior que já fui ver os dois carros e o Passat vem bem mais completo que o A4.

    • Paulo C

      O Passat ainda tem os amortecedores magnéticos.

  • Duh

    Além do preço absurdo que alcança com os opcionais, este painel não desce de jeito nenhum.

  • Lucas

    Com esse valor dá pra comprar um A4 que já oferece bem mais status e conforto… E bom, um A3 top de linha continua sendo um A3.

  • Cesar Oliveira

    O Ford Fusion 2.0 tá compensando bem mais. Se não quiser sair da Audi e estiver disposto a gastar mais é melhor ficar com o A4.

    • Debraido

      O Fusion Sel 2.0T, dá para encontrar por 120k.

    • leomix leo

      Aqui em Feira de Santana – Bahia, rolou uma promoção, de Fusion sem facelift, por R$ 129mil, acho que tinha 3 unidades. Muito mais vantajoso que esse Audi aí. Para quem quer mostrar que tem um A3, gasta seus R$ 26.000,00 a mais.

  • Zeca Piroto 🤘🔥

    159,990 com IPVA grátis, já estaria de bom tamanho, aí. Ainda assim, mesmo andando menos, ainda iria por na balança se ficaria com ele ou com o conforto do mercedes.

    • kravmaga

      O problema é que o valor desse A3 só deve dar para pegar a C180, que é linda e confortável, mas manca perto desse Audi. E as C200 e C250 são ainda mais caras.

      • Alexandre

        Curiosidade é (não sou a favor desse preço do A3, é apenas curiosidade): esse A3 anda junto com a C-250 e 328i…

        • rafael morozini

          Pode até andar mas é um carro de categoria inferior ! O que é dessa categoria e a4 2.0 de 244 mil ! O a3 seria pra cla 250 …

          • Alexandre

            Por isso é só uma curiosidade…

            • rafael morozini

              Amigo uma pergunta : o que acha do a3 ? Meu irmão está pensando em pegar um 1.8 13/14 por 82 mil ! Eai é um b carro ?

              • Alexandre

                Eu gosto muito desse carro, tem tudo (e ate mais um pouco) para carros desse valor (a época custava 118k), apesar de eu não ter comprado 0km. Por esse valor ha 4 anos não se encontrava um carro de 7s, com dupla embreagem, teto solar, bancos elétricos, central, computador de bordo (bem completo), paddle shifts, ar dual-zone com saída para bancos traseiros, ABS, EBD, 7 ABs, chassis com aços de alta resistência e por ai vai. O meu ainda peguei um usado (1 ano de uso) com MMi+, que vem com GPS, som premium B&O, DVD e HD de 20GB.

                So que vai uma dica, pesquise bem, porque se pegar uma bucha seu irmão estará ferrado, porque afinal, se quebrar alguma peca terá que pagar o valor cheio, ou seja, de carro 0km. Que seria similar ao de um A3 2.0T 17;17.

        • Dudu Pimentel

          Claro, o A3 é bem mais leve que a C250 e ainda por cima é mais potente, assim como o 328i…o Audi tem uma relação peso-potência que favorece essa maior agilidade. Agora, se vc pega o A4, Série 5 e Classe E, as coisas mudam bastante.

          • Alexandre

            A4 não compete com Serie 5 e nem Classe E, esse é o papel do A6. Quanto a relação peso x potencia ser mais favorável ao Audi, paciência, mérito para Audi e demérito para MB e BMW.

            • Dudu Pimentel

              Ok…de qualquer forma, eles não concorrentes, portanto não podem ser comparados…se vc puder o A3 2.0, com o A250 e o BMW 125i, ai sim.

        • Thiago

          VW jetta TSI – 7,1s 0-100 km/h e os 1.000m em 27,6s (211cv e 1.375kg)
          MB C250 (sedan) – 7s 0-100 km/h e os 1.000m em 27,1s (211cv e 1.480kg)
          BMW 125i – 6,7s 0-100km/h e os 1.000m em 27s (218cv e 1.440kg)
          VW golf GTI – 6,7s 0-100 km/h e os 1.000m em 26,5s (220cv e 1.317kg)
          BMW 328i (mono) – 6,3s 0 -100 km/h e os 1.000m em 26,1s (245cv e 1.530kg)
          BMW 328i flex – ???????
          MINI Cooper John Cooper Works – 6,2s 0-100km/h e os 1.000m em 25,9s (231cv e 1.200kg)
          Fonte: quatro r…

      • Zeca Piroto 🤘🔥

        Exatamente, mas ainda assim, ficaria na duvida, c180 é muuito mais confortável e o “manca” que a galera fala, não é isso tudo não, se você colocar o carro numa pista de corrida aí sim, mas, para uso normal e até viagens, supre bem e depois de pouco mais de 1h de viagem, o conforto vai fazer a diferença… é isso, vai do que o consumidor está procurando, ao meu ver se quer uma condução mais esportiva vai de BMW, Conforto é Mercedes e a Audi fica ali no meio termo, tem um pouco dos dois.

  • kravmaga

    Carrão. Seria um upgrade possível para mim mas o preço está ficando salgado demais.

    Apesar de ter um desempenho um pouco pior, por esse valor eu acho que optaria pelo A4, que é maior e está lindo, além de ter acabamento interno ainda melhor.

    • Edson Fernandes

      E mais espaço interno. (mais porta malas tbm)

  • Alexandre

    Belo powertrain, mas 160k (para começar a brincadeira)…. Hummm, vai encalhar!

    • Dudu Pimentel

      Não, não vai…o brasileiro vai dar conta…e além do mais essas marcas entram no jogo prá ganhar, até pq o prejuízo é grande mesmo em se tratando de A3, imagine se isso acontecer com A4, A5, A6, A7 ou A8…os carros dessas marcas são muito bem projetados e gasta-se muito dinheiro com o uso de alumínio no bloco (ou nele todo), nas portas, no capô e outros materiais e equipamentos nobres (fibra de carbono, tecido alcântara, couro de vdd, enfim e fora as tecnologias que eles carregam, por isso que são caros…as marcas mais humildes, como Fiat, Ford, Chevrolet e VW colocam o preço alto pq sabem que tem gente suficiente que paga, mas que não necessariamente são caros de serem fabricados, que na maioria das vezes não é (é uma estratégia cara-de-pau? Claro! Mas enquanto tiver demanda, tem que ter oferta…assim que eles pensam).

      • Pedro Sampaio Carvalho

        A reportagem doz que o couro desse aí é sintético, não é de verdade portanto.

  • J. Carlos

    “explicando p mulherada” foi bizarro

  • BrPb

    O melhor comentário que já li nos últimos tempos! Kkkkkk.. Alguém avisa a audi que ela esqueceu alguma coisa prata no para-choque dianteiro.

  • dudupruvinelli

    Bem versátil. Desempenho de esportivo e altura de off-road.

    • Guedes

      Viaja por demais. Quantos mm os A3 Brasileiros são mais altos que os gringos?

      • Sobrinho

        Olá, Guedes! Não sei os mm dos A3 brazucas, mas tenho um húngaro A3 sedan Ambition 2015 e, sem falar na questão preço, tenho dúvida em trocar pelo MY2017 por conta dessa milimétrica diferença. Felizmente, rodo pouco, sempre em zona urbana e posso ter um carro mais baixo, pois para mim é mais questão estética que técnica.

  • Ricardo

    Massa esse GPS com imagem de satélite.

  • Vítor Vilela

    Muito caro !!! Com este Preço de R$ 208k, muito mais Jaguar XE e 328i

  • Leonel

    Se eu estivesse procurando por carro com desempenho, então eu compraria um Golf GTI, que vai andar mais e é bem mais em conta (ambos totalmente equipados). Enfim, esse valor é ridículo…

    • Dudu Pimentel

      O motor desse é o mesmo do Golf GTI…eles pesam quase o mesmo, então andar mais, pode andar, mas a diferença vai ser pequena…agora é claro que se vc pegar um GTI, vc gastar bem menos para manter o carro…mas o status de carro de luxo, isso vc perde (e se vc se importa de ter um carro que faz parecer que vc tem status na sociedade…)

  • Fhiasco

    Um Jaguar XE 0km sai por 180k. Quase 30k a mais.

    • GABRIELCSFLORIPA

      Acho que ele estava de referindo a versão R-Sport.

      • Fhiasco

        R-Sport é ainda mais cara… mas acho que entendi. Ele quis comparar com o preço com todos os opcionais que chega a 200k. Eu estava me referindo ao “básico” de 156k. A3 por 200k é totalmente fora da realidade. Cobram 15k por um GPS… inacreditável é alguém pagar isso.

  • Wagner Lopes

    Tô procurando 156K nesse carro mas não tô conseguindo encontrar de jeito nenhum…..

    • Dudu Pimentel

      Deve ser o modelo com motor 1.4 TFSI, com 150 cv e rodas aro 16 ou 17 (versão de entrada).

  • Dudu Pimentel

    Ele nem da mesma categoria são…a Jaguar não tem um sedan compacto premium…a gama chama dela já começa no XE, que é um sedan médio. Para comparar com o Audi, só se fosse o XF e o A4.

  • Danilo Flaminio

    achei beem salgado o preço basico, e mais ainda com os opcionais.
    Prefirivel comprar um A4 Launch Edition

  • Compro uma 328i pros 208 mil…

  • Wallace Goldman Oliveira

    Um carro que chega a 200 mil e não tem apoio de braço central no banco traseiro.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend