Audi Europa Híbridos Peruas Preços

Audi A6 Avant TFSI e-quattro tem consumo de 52,6 km/litro

Audi A6 Avant TFSI e-quattro tem consumo de 52,6 km/litro

A Audi apresentou a versão híbrida plug-in de sua maior perua, chamada aqui de A6 Avant TFSI e-quattro, que chega com um desempenho muito bom em eficiência energética, tendo consumo médio de até 52,6 km/l.


Tendo um conjunto híbrido com 367 cavalos e 50,8 kgfm, fornecidos de forma combinada, permitindo assim que a luxuosa perua alemã vá de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos e tenha velocidade limitada em 250 km/h.

Audi A6 Avant TFSI e-quattro tem consumo de 52,6 km/litro

Além disso, a A6 Avant TFSI e-quattro pode rodar até 135 km/h apenas com energia, que vem de um motor elétrico de um motor elétrico de 142 cavalos e 35,7 kgfm. Ele trabalha com um EA888 2.0 TFSI de 252 cavalos e 37,7 kgfm.

Equipada com um sistema de tripla embreagem e caixa automatizada S tronic de sete marchas, a Audi A6 Avant TFSI e-quattro tem ainda um sistema de acoplamento para a tração nas quatro rodas, garantindo assim melhor desempenho em qualquer condição.

Audi A6 Avant TFSI e-quattro tem consumo de 52,6 km/litro

A A6 Avant híbrida vem ainda com uma bateria de lítio de 14,1 kWh, que fica posicionada sob o porta-malas, cuja capacidade é de 405 litros, podendo ser ampliado para até 1.535 litros com o rebatimento dos encostos traseiros. O tempo de recarga total da bateria é de apenas duas horas e meia.

Bem sofisticada, a Audi A6 Avant TFSI e-quattro vem ainda com faróis Matrix LED e pacote S line com detalhes pretos e escurecidos, tais como retrovisores e vidros traseiros, respectivamente. Ela traz ainda suspensão esportiva, rodas aro 19 polegadas, freios com pinças vermelhas, ar condicionado quadri-zone, bancos esportivos e cluster digital, entre outros.

Audi A6 Avant TFSI e-quattro tem consumo de 52,6 km/litro

Na Alemanha, a Audi A6 Avant TFSI e-quattro tem preço sugerido de 71.940 euros. Com a nova proposta, a marca alemã amplia sua gama de modelos eletrificados.

O objetivo é atender assim as limitações impostas pelo novo limite de emissão da União Europeia, que entra em vigor no próximo ano, baixando a média obrigatória para 95 g/km de CO2. No caso dessa perua da Audi, a emissão fica entre 44 e 48 g/km.

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Augusto

    Vai ser linda pra lá!!!

  • leomix leo

    Rpz, quando eu era menor, sempre gostei de peruas, hoje que posso ter uma até 100k não existe opções, somente usadas se eu quiser. Estou com um Hatch e um sedã, infelizmente vou ter que ir para um SUV, cogito uma pickup, mais preciso de um pouco se conforto, aí será uma SUV médio, mais com o pé atrás, sei que vou perder estabilidade, e conforto do Hatch e médio, só que em minha cidade, é muito sofrimento em valetas e ruas esburacadas.

    • E comprar 1 Hatch alto, Não ajuda? Porque se todos seguirem esse mesmo pensamento e caminho.. adeus aos Hatch´s médio e compactos.. assim como aconteceu, com as peruas e só terá SUV, SUV Cupê, SUV geladeira kkk e se bobear, vão pegar os clássicos de corrida e transormar em SUV, como fizeram com o Eclipse.. Triste fim, desses segmentos.

    • Hiboria

      Estou no mesmo caminho, mas acho q irei para as caminhonetes. Estou pensando em uma L200 automatica seriamente no proximo ano, esperando so atualizar para at6.

    • Leo

      No seu caso eu teria uma Golf Variant 1.4 Tsi das últimas.

  • RicardoVW

    Tripla embreagem!?

    • mjprio

      Será que a terceira é pra acoplar o motor elétrico rsrsrs?

      • Edson Fernandes

        Olha, o conceito de motor elétrico na VW tem o recurso da propria transmissão ter o motor elétrico. Se isso for o caso, pode ser que essa transmissão acople de fato o motor eletrico. O Golf GTE atua dessa forma, mas é tido como uma transmissão DSG “comum” com o tal motor elétrico.

  • mjprio

    Bonito demais. Sempre gostei da linha A6, principalmente seus belos e charmosos sedãs com caída abrupta do teto que ja nos anos 90 inauguraram o estilo semelhante ao de um cupe de 4 portas

  • Tiago

    “tendo consumo médio de até 52,6 km/l.” Mais alguém se irrita com o modo como divulgam o consumo dos Plug In Hybrid?
    Deveriam dizer o consumo com a bateria vazia, de modo que não deve fazer mais que 20km/l.

    • McLovin

      De fato falta uma padronização, ou nós consumidores não estamos suficientemente familiarizados com a nova tecnologia. Entendo seu ponto de considerar apenas o consumo do motor a combustão, porém o sistema gerencia o tempo todo a recarga das baterias — nunca chega a 0% de carga, para preservá-las –, qual propulsor está dando tração ao veículo sob as mais diversas condições. de uso etc. É até difícil imaginar como seria feito o cálculo por quilômetro rodado. Afinal o combustível líquido durará muito mais tempo no tanque, mas também terá de ser considerado o custo da energia elétrica para fazer a recarga, e, de novo, parte da recarga é feita pelo próprio motor a combustão, regeneração dos freios, ainda que marginalmente.

      Os híbridos convencionais, sem ser plug-in, são mais fáceis de entender e de fazer o cálculo do custo por quilômetro rodado.

    • T1000

      Estes carros têm um consumo ótimo no ciclo urbano, onde as constantes frenagens regeneram a carga.
      Poderiam divulgar o consumo em rodovias, onde, tirando trechos com ladeiras, não tem muito onde regenerar; basicamente é o motor a combustão quem manda.

    • Martini Stripes

      Não.
      Pense em energia, você enche o tanque e roda até esse tanto, pq durante frenagens parte da energia que o combustível gerou é recuperada, por exemplo.
      Então o balanço final é válido.
      Mas se voce pegar a rodovia, não vai fazer 50 kmL. Até entendendo sua frustração, mas o ponto é balanço de energia e o que ele é capaz de fazer.
      Quando vc tem um carro, e perguntam o consumo, vc fala média cidade e estrada, mas nunca fala o pior caso ou melhor caso. Pensando na propaganda, sempre vão falar o melhor. Enfim, polemico. hahah

      • Tiago

        Cara, esse consumo é falso, olha o método da EPA, muito mais realista.
        O Kia Niro FE (hibrido) faz 50 MPG
        O Kia Niro (plugIN) faz 46 MPG
        Ou seja o plug in gasta mais que o hibrido convencional.

        Pega o Próprio Audi Q5 no site da EPA.
        A versão PLUG-IN faz 27 MPG, isso é 11,4 Km/l.
        52,4 Km/l dá 5 vezes isso, os dois têm o mesmo 2.0 TFSI.
        Desculpa, mas eu TRUCO!

  • Baetatrip

    Delicia de guiar esse carro…
    Temos A4 14/15 desde 0km….. Cambio CVT8…. E bem economica mesmo…..!
    Anda bem e bebe nada!

  • Thiago

    Muito bonita, mas, em uma conversão direta, o preço fica em mais de R$ 440.000,00 reais, ou seja, inviável para o padrão Brasil deste tipo de modelo.
    Quem gasta mais de 400 mil em um carro tem perfil diferente do consumo deste tipo de produto, exceção feita à RS6 e RS4 que são veículos de nicho.

    • th!nk.t4nk

      Por que perfil diferente? É um modelo grande, de alto luxo e muito rápido. Pode ser caro, mas entrega um conjunto muito bom e completo. E outra: nem todo mundo quer um esportivo. O RS6 é maravilhoso, mas tem suspensão extremamente dura. Que carro tão melhor assim alguém compraria por 400 mil?

      • Thiago

        No Brasil, geralmente o consumidor (jogadores de futebol, youtubers, artistas de música, influenciadores digitais…) que está disposto a gastar esse valor em um carro quer algo que chame a atenção, se destacando dos demais, por isso a RS6 vende bem, considerado o preço praticado no Brasil.
        Acredito que essa A6 seja muito mais confortável, sem dúvida, muito melhor para o dia-a-dia, um excelente veículo, teria fácil, caso tivesse condições.
        Em um outro site falaram que na Alemanha essa carro está com 50% de desconto, nesse caso fica imbatível o preço.
        Talvez até venha para o Brasil um lote com meia dúzia, que depois de 10 anos vira “colecionável”, mas com o dólar batendo a mais de R$5,50 acho difícil.

        • th!nk.t4nk

          De fato, se for pensar em mostrar pros outros, mais vale um SUV inclusive. Como disseram aqui nos comentários de outra matéria, “dá mais presença”. Aliás, fico imaginando como a bandidagem adora essa presença também…

          • Thiago

            Como disse Toretto (Vin Diesel) no Velozes e Furiosos 5 “This is Brazil” kkkkk.

  • CanalhaRS

    Peruazinha simples, para ir com a família no McDonads…kkkkkk

  • Lucas Mesquita

    Show! Tinha visto no site netcarshow

  • Martini Stripes

    Espetacular!
    Teria fácil
    #savethewagons

  • Willie Cicci

    Um absurdo de carro

  • Diego Nascimento

    Babando aqui! 😍 🤤

  • Pois é, que as demais marcas, não cometam esse ato, com Camaro,Corvete,Charger & Cia.. Poderiam fazer versões elétricas ou hibridas.. Seria melhor, do que fazer SUV e manchar o nome de cada 1 deles.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email