Audi Cupês Europa Montadoras/Fábricas Sedãs

Audi licenciará 10 mil por falta de chips na linha de produção

Audi licenciará 10 mil por falta de chips na linha de produção

A indústria automotiva mundial está parando… O motivo? Falta de chips para os processadores e semicondutores está reduzindo a produção de automóveis, especialmente na Europa.


A Audi, por exemplo, vai colocar em licença 10.000 funcionários da linha de produção, visto que não há como fazer os carros sem os semicondutores.

Nas plantas de Ingolstadt e Neckarsulm, a Audi vai reduzir o ritmo até 29 de janeiro devido à falta de componentes. Nessas duas fábricas, são feitos os modelos Audi A4 e A5.

Markus Duesmann, presidente-executivo da Audi, disse que não haverá impacto na produção global da marca, mas terá de reduzir o volume. A empresa tentará manter o corte em 10.000 carros e recuperar o volume no segundo semestre.

Volkswagen, Nissan, Ford, Honda e Daimler estão tendo problemas na Europa com a falta de semicondutores e a Honda parou a fábrica de Swindon, no Reino Unido. A VW reduziu o ritmo em algumas plantas e a Daimler seguiu o curso.

Na Alemanha, apenas a BMW disse não ter problemas com a falta de insumo. Já nos EUA, a coisa atinge principalmente Ford, Stellantis, Toyota, Subaru e Volkswagen.

O problema atual começou no primeiro semestre de 2020. Com a forte queda nas vendas de automóveis, decorrente da quarentena em virtude da Covid-19, as montadoras cortaram a compra de chips e semicondutores.

Ao passo que a indústria automotiva reduzia as compras, com a quarentena, as vendas de dispositivos eletrônicos, como smartphones, tablets e consoles de videogame, como o PlayStation5, dispararam.

Com mais pessoas em casa e aumento no serviço de entregas, os chips dos fornecedores globais acabaram indo para a indústria de eletrônicos, que manteve a alta após a reabertura dos mercados.

Nisso, as montadoras voltaram a pedir chips, mas os fornecedores dão preferência agora aos eletrônicos, visto que compram bem mais e pagam melhor. Assim, os fabricantes de carros ficaram em segundo plano. A expectativa é que a situação se normalize apenas no segundo semestre de 2021.

[Fonte: Carscoops]

Avatar

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

        Quem somos

        O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

        Notícias por email