_Destaque Audi Elétricos Mercado

Audi e-tron é a denominação definitiva dos elétricos da marca alemã

Audi e-tron quattro Concept

A Audi confirmou que seus futuros carros elétricos serão denominados e-tron, nomenclatura já utilizada desde 2015 no R8 com propulsão elétrica, que já foi cancelado recentemente. A marca de luxo de Ingolstadt quer três modelos elétricos até 2020.

O primeiro será um SUV de alta performance, que será acompanhado por um hatchback e por um sedã médio-grande. A gama de elétricos não terá uma submarca, pois a Audi decidiu dar ao novo segmento a posição que o sistema Quattro tem dentro da marca.

No início, o Quattro era uma submarca e hoje faz parte das opções dos modelos. Por isso, futuramente veremos modelos chamados, por exemplo, de Audi A6 e-tron, Audi A7 e-tron e assim por diante. Mas estes terão sistemas de tração elétrica apenas, enquanto os três novos carros serão igualmente e-tron, mas 100% elétricos.

a3-sportback-e-tron

Além disso, a Audi indica que trabalha em um sedã topo de linha para brigar com o Tesla Model S. Tal modelo 100% elétrico não deverá substituir o projeto do A9, mas acredita-se que no final venha a ser chamado de A8 e-tron.

Rupert Stadler, presidente da Audi, diz: “Estamos atualmente experimentando um balanço para cima na demanda por tais conceitos elétricos, principalmente em grandes metrópoles. Eles seriam bem adaptados e com intervalos de entre 350 a 450 km.

O tema do espaço é um passo importante. Isso significa que vamos ver carros elétricos compactos, mas com um muito melhorado design de interiores. Os clientes querem facilidade de entrada, uma posição de assento elevado e a sensação de segurança.”

volkswagen-budd-e-concept-9

MEB

Por conta disso, o SUV elétrico pretendido até 2020 é o que mais anima Stadler. O conceito interno de espaço será o destaque do modelo e provavelmente dos demais. O chefe da Audi também disse que a empresa se envolverá com a proposta do conceito ID da VW, indicando que o ambiente interno mais amplo será oferecido por essa plataforma do tipo skate.

Mas, quando questionado sobre a concepção do ID, Stadler fala que a Audi tem longa tradição em carros com motor dianteiro e tração nas quatro rodas, mas que a tração traseira do conceito não será um obstáculo para a marca. O executivo finaliza que o “BEV – veículo elétrico com a bateria embutida no assoalho – exige soluções diferentes para modelos convencionais.

volkswagen-id-concept-5

Fica claro, portanto, que a Audi vai se beneficiar completamente da plataforma modular MEB. E não poderia ser diferente. O chassi do tipo skate permite a concepção de carros compactos com espaço interno de modelos médios ou até maiores.

Toda a bateria fica embutida em um sanduíche de alumínio e aço de alta resistência sob os pés dos ocupantes, sem prejudicar seu espaço e ampliando o volume interno. Com motor e semieixos no eixo traseiro, a MEB permite também que haja opção de tração nas quatro rodas com a adição de um segundo motor na frente.

Com plataforma única, o que muda para a Audi é forma e função. Dado a característica modular, é possível assim criar um hatch, um sedã grande e mesmo um SUV sobre a mesma arquitetura e com custo bem inferior ao desenvolvimento atual. Basta decidir o que se quer colocar sobre a base.

[Fonte: Autocar]







Send this to friend