Audi Linha 2018 SUVs

Audi Q3 2018: fotos, equipamentos, versões, motor, preços

Audi-Q3-1.4-TFSI-Flex-2017-19 Audi Q3 2018: fotos, equipamentos, versões, motor, preços

Nascido tardiamente em 2011, já que um ano depois, surgiria a plataforma modular MQB, o Audi Q3 surgiu como opção de acesso aos mais caros Audi Q5 e Audi Q7. Sua plataforma é, portanto, a PQ35 do grupo VW. Ele começou a ser feito junto com o Volkswagen Tiguan em Martorell, Espanha. Ele também é contemporâneo do Skoda Yeti, compartilhando a mesma base.



Ainda com estilo anterior da Audi enraizado, o Q3 quando surgiu era uma boa novidade da marca, que limitou a potência a 150 cv no mínimo, pois abaixo disso, o velho EA111 1.4 TFSI de 122 cv não daria conta do peso do veículo, alto por não ser modular. Com as vendas crescentes, o SUV começou a tomar mercados do exterior, utilizando inclusive motor 2.0 TFSI de 170 ou 211 cv. O câmbio de dupla embreagem S tronic é um companheiro de vida.

Em 2013, a Audi resolveu cruzar a fronteira dos SUVs com os esportivos puros e lançou o RS Q3, que recebeu um pacote visual atraente, suspensão 10 mm mais baixa, rodas enormes, freios redimensionados, acabamento esportivo e um enorme cinco cilindros 2.5 TFSI com 310 cv na época. Mais recentemente, este recebeu atualização e subiu para 340 cv. O câmbio S tronic de sete marchas garante boa parte da performance, assim como a tração integral Quattro. Globalmente, o Audi Q3 é feito na Espanha, Brasil,  China e Índia.

Audi-Q3-1.4-TFSI-Flex-2017-4 Audi Q3 2018: fotos, equipamentos, versões, motor, preços

Audi Q3 2018 – detalhes

O Audi Q3 na linha 2018 mantém o visual da última atualização, que trouxe uma nova grade frontal, cujos prolongamentos na parte superior se unem aos faróis. Projetores bi-xênon redesenhados com LEDs diurnos revistos e luz de neblina incorporada. Mais agressivo e similar ao do RS Q3, o para-choque dianteiro dá um ar de esportividade extra ao SUV.

As alterações feitas em 2016 foram bem felizes e o Audi Q3 2018 mantém as lanternas com iluminação total por LED, dando um ar mais sofisticado ao SUV. O para-choque traseiro tem aspecto moderno e sustenta o escape duplo cromado. No interior, comandos de áudio e ar-condicionado apresentam apliques prateados, assim painel e portas com detalhes em alumínio. A tampa do porta-malas preserva a cobertura de bagagem retrátil. As rodas de liga leve aro 18 polegadas têm desenho renovado, assim como as de aro 20 polegadas do RS Q3.

Audi Q3 2018 – novidades

O Audi Q3 vai, enfim, estrear sua segunda geração. O novo crossover já está praticamente pronto e deverá ser introduzido no mercado em meados de 2018, para enfrentar os também alemães BMW X1 e Mercedes-Benz GLA. Entre os destaques, o utilitário-esportivo vai oferecer um visual mais agressivo, novas tecnologias de entretenimento e segurança e motores mais eficientes.

A nova geração do Q3, a exemplo dos últimos lançamentos do grupo Volkswagen, será construída a partir da plataforma modular MQB. Com isso, o modelo deve apresentar aumento no comprimento, largura e distância entre-eixos, beneficiando o espaço para os ocupantes, além de peso menor devido ainda ao uso de materiais mais leves.

Entre os itens de série, também seguindo a linha dos carros mais recentes da empresa alemã, o novo Audi Q3 vai oferecer recursos como controle de cruzeiro adaptativo, frenagem automática de emergência com detecção de pedestres, tecnologias de condução semiautônoma, entre outros. Haverá ainda um sistema de entretenimento mais aprimorado, além de painel de instrumentos totalmente digital.

Quanto aos motores, o Audi Q3 2019 trará como destaque um 2.5 TFSI de cinco cilindros, com até 340 cv de potência, no modelo esportivo SQ3, podendo atingir os 400 cv no topo de linha RS Q3. O atual 2.0 TFSI vai passar a desenvolver cerca de 254 cv, enquanto a linha turbodiesel terá unidades com potência entre 186 cv e 206 cv. Além disso, espera-se que o carro ofereça uma versão híbrida plug-in com 225 cv.

Audi-Q3-1.4-TFSI-Flex-2017-1 Audi Q3 2018: fotos, equipamentos, versões, motor, preços

Audi Q3 2018 – versões

  • Audi Q3 Attraction 1.4 TFSI 2018
  • Audi Q3 Ambiente 1.4 TFSI 2018
  • Audi Q3 Ambition 2.0 TFSI 2018
  • Audi RS Q3 2.5 TFSI 2018

Audi Q3 2018 – equipamentos

Audi Q3 Attraction 1.4 TFSI – Ar-condicionado, direção eletromecânica, seis airbags, rodas de liga leve aro 17, faróis de bi-xênon com ajuste automático de altura, rodas de liga leve aro 18, bancos de couro sintético, computador de bordo, sensores de luz e chuva e volante esportivo com shift paddles, assistente de partida em rampa, controle eletrônico de estabilidade, freio de estacionamento eletromecânico e sensor de estacionamento traseiro, lanternas traseiras de LEDs, banco elétrico do motorista e pacote de iluminação.

Audi Q3 Ambiente 1.4 TFSI – Itens da Attraction mais ar-condicionado dual zone, teto solar panorâmico, sensor de estacionamento dianteiro, porta-malas com acionamento elétrico, controle de cruzeiro e rebatimento elétricos dos retrovisores, Audi Drive Select, retrovisor eletrocrômico, barras no teto na cor prata e soleira das portas de alumínio.

Audi Q3 Ambition 2.0 TFSI – Itens acima, mais bancos dianteiros com ajuste elétrico, rodas de liga leve aro 18, computador de bordo, rádio MMI com sistema de navegação. Opcionalmente traz som da Bose com 14 alto-falantes e 465 watts, Audi Side Assist (alerta de mudança de faixa), Keyless-go (sistema de partida sem chave), sistema de navegação e pintura metálica e perolizada.

Audi RS Q3 2.5 TFSI – Itens acima, mais detalhes em alumínio fosco, pacote aerodinâmico, faróis bi-xênon, escape traseiro cromado, rodas esportivas aro 20 polegadas, pneus 255/35 R20, difusor de ar traseiro, suspensão rebaixada, volante esportivo em couro, bancos e revestimentos diversos em Alcantara, assentos esportivos envolventes, cluster personalizado, guarnição em alumínio, pedais em aço inox, soleiras exclusivas, sistema de som da Bose com 14 alto-falantes e 465 watts, Audi Side Assist (alerta de mudança de faixa) e Keyless-go (sistema de partida sem chave).

Audi-Q3-1.4-TFSI-Flex-2017-8 Audi Q3 2018: fotos, equipamentos, versões, motor, preços

Audi Q3 2018 – preços

  • Audi Q3 Attraction 1.4 TFSI 2018 – R$ 150.990
  • Audi Q3 Ambiente 1.4 TFSI 2018 – R$ 164.990
  • Audi Q3 Ambition 2.0 TFSI 2018 – R$ 189.990
  • Audi RS Q3 2.5 TFSI 2018 – R$ 332.990

Audi Q3 2018 – motor

O motor principal do Audi Q3 2018 é o 1.4 TFSI Flex de 150 cv a 5.000 rpm e 25,5 kgfm a 1.500 rpm, ambos conseguidos através de gasolina ou etanol, permitindo assim que o SUV nacional vá de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos e alcance 204 km/h de velocidade máxima. O utilitário esportivo é equipado com a transmissão de dupla embreagem de seis marchas S tronic, diferentemente do Audi A3 Sedan 2018 e de outros modelos nacionais ou mexicanos da Volkswagen.

Trata-se de um motor moderno, com quatro cilindros e bloco de alumínio, assim como cabeçote e cárter, tendo quatro válvulas por cilindros, injeção direta de combustível, tecnologia Flex, turbocompressor com intercooler, bomba de combustível de alta pressão, entre outros. É um propulsor da família EA211, mas nessa configuração ainda está na segunda geração, sendo que há versão na Europa com desligamento automático de cilindro. E, mais recentemente, surgiu o 1.5 TSI, seu sucessor que, no entanto, mantém potência e torque iguais.

O outro propulsor é o moderno EA888, um 2.0 TFSI com 180 cv a 4.000 rpm e 32,6 kgfm a 1.400 rpm. Da mesma forma, o propulsor tem todo o conjunto de bloco, cabeçote e cárter em alumínio, duplo comando de válvulas variável, dezesseis válvulas, injeção dupla indireta e direta, além de turbocompressor com intercooler e injeção de combustível de alta pressão.

Esse motor garante ao Audi Q3 2018 uma boa performance, fazendo com que vá de 0 a 100 km/h em 6,4 segundos e tenha velocidade máxima de 233 km/h. Este motor funciona com transmissão de dupla embreagem S tronic, que tem sete marchas. A tração nesse caso é integral Quattro. Apesar de moderno, já existe a versão Gen3 com ciclo Miller, que garante mais eficiência, embora com menor torque. Este novo motor deve chegar ao Brasil no irmão Volkswagen Tiguan Allspace 2018, que terá 184 cv e 30,6 kgfm.

Por fim, o suprassumo é do cinco cilindros em linha 2.5 TFSI, que faz parte de uma família clássica de motores do grupo Volkswagen, mas que já está perto do fim da vida comercial. O grande propulsor herdou as mesmas características do motores mais recentes da Audi, incluindo injeção dupla de combustível – direta e indireta – turbocompressor de alta carga com intercooler e uma programação da ECU voltada para a performance mas, que não deixa de lado a eficiência no consumo, necessária para reduzir as emissões de CO2.

Montado em transversal no Audi RS Q3 2018, seu portador, o 2.5 TFSI entrega 340 cv a 5.300 rpm e 45,9 kgfm a 1.600 rpm, sempre com gasolina. Essa carga de cavalaria é enorme para um SUV que pesa 1.655 kg e assim garante que o bólido vá da imobilidade até os 100 km/h em 6,4 segundos e tenha velocidade máxima final de 250 km/h, devidamente limitada eletronicamente. Com uma caixa S tronic de dupla embreagem com sete marchas e modos de performance, além da tração integral Quattro, o utilitário de luxo se converte em um legítimo esportivo.

audi-rs-q3-performance-8 Audi Q3 2018: fotos, equipamentos, versões, motor, preços

Audi Q3 2018 – desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima final

  • Audi Q3 1.4 TFSI 2018 – 8,9 segundos e 204 km/h
  • Audi Q3 2.0 TFSI 2018 – 6,4 segundos e 233 km/h
  • Audi RS Q3 2.5 TFSI 2018 – 4,8 segundos e 250 km/h

O Audi Q3 2018 tem três opções de motores no Brasil, embora todas sejam importadas. No entanto, apenas o 1.4 TFSI é flex e montado no país, em São José dos Pinhais-PR. Pesando 1.405 kg nessa configuração, o SUV entrega 150 cv entre 5.000 e 6.000 rpm, garantindo uma boa performance.

Com 25,5 kgfm entre 1.500 e 5.000 rpm, o motor 1.4 TFSI Flex garante uma curva de torque bem plana, permitindo assim que o motor apresente até mais disposição que o 2.0 TFSI de 180 cv. Além disso, o peso menor contribui para a boa resposta das versões equipadas com esse propulsor, pois possuem apenas tração dianteira. A transmissão S tronic oferece seis marchas ao invés de sete, o que eleva o giro em cruzeiro de 110 km/h para 2.400 rpm.

O Audi Q3 1.4 TFSI acaba sendo uma opção desejável para quem não tem pretensões no fora de estrada. Menor peso e disposição, bem como eficiência energética são destaques. O Audi Drive Select oferece quatro modos de condução: Efficiency, Comfort, Auto e Dynamic, enquanto a caixa automatizada de dupla embreagem S tronic dispõe de modo Sport, o que torna o SUV ainda mais esperto, oferecendo boas retomadas.

O Audi Q3 2018 com motor 2.0 TFSI agora tem apenas 180 cv, a versão de 220 cv não é mais vendida. Equipada com S tronic de sete marchas e 10 cv a mais que o antigo 2.0 TFSI de 170 cv, bem como 32,5 kgfm entre 1.400 e 3.900 rpm, o SUV de luxo se mostra bem esperto. A rotação fica em 2.100 rpm, quando em sétima marcha e rodando a 110 km/h. Apesar da força extra em relação ao 1.4 TFSI, o modelo passa a impressão (real) é de um veículo mais pesado e com ronco maior.

Ainda assim, a performance é muito boa para a proposta do 2.0 TFSI, que também gera conforto ao dirigir e economia de combustível. No geral, o 1.4 TFSI tem pacote melhor e motor menor, porém, bem esperto no trânsito. No caso do 2.0 TFSI, o SUV é mais potente e tem desempenho geral melhor, mas com eficiência energética e equipamento inferiores, apesar de ainda ter uma marcha a mais e tração nas quatro rodas. O Audi Q3 2016 melhorou bastante e ficou mais interessante para o consumidor.

O Audi Q3 2018 tem boa pegada com o 2.0 TFSI, trabalhando de forma harmônica com a transmissão de dupla embreagem S tronic de sete marchas e com a tração nas quatro rodas Quattro. Nas curvas mais fechadas, o controle de tração e estabilidade, bem como a distribuição de força entre os eixos, fazem com que o crossover de luxo “ande nos trilhos”e deixam o condutor totalmente à vontade no controle.

Em condução no modo “S” ou explorando-se as trocas manuais, o Audi Q3 2.0 TFSI apresenta retomadas satisfatórias. No entanto, ele responde de forma mais comedida se a opção for por uma condução mais amena. Rodando a 110 km/h, o giro do motor baixo, garantindo conforto e silêncio na estrada.

No consumo, o Audi Q3 2018 1.4 TFSI faz na cidade 6,9 km/litro no etanol e 10,2 km/litro na gasolina, enquanto na estrada entrega 9,1 km/litro no etanol e 11,9 km/litro na gasolina. No do 2.0 TFSI, a diferença é maior, exceto na gasolina: 8,4 km/litro na gasolina, em cidade e 10,1 km/litro na gasolina, rodando na estrada.

A suspensão do Audi Q3 2018 é firme e garante boa estabilidade. O conjunto absorve de forma razoavelmente boa alguns buracos, paralelepípedos e bloquetes, bem como asfalto com defeitos. Os pneus largos e as rodas grandes auxiliam bastante nesse aspecto, e não são desagradáveis quando o assunto é conforto em pisos ruins. A posição de condução é confortável e os principais comandos estão ao alcance. O nível de ruído interno é muito bom no Audi Q3 2018. A direção elétrica é firme e direta, enquanto os freios são eficientes.

No Audi RS Q3, a pegada é totalmente esportiva. O SUV de alta performance da marca alemã tem um comportamento de verdadeiro esportivo. Equipado com o poderoso motor de cinco cilindros 2.5 TFSI de 340 cv e 45,9 kgfm, estes partindo de 1.600 rpm, o utilitário esportivo tem uma arrancada muito forte, mesmo no modo Drive, sendo ainda mais agressivo no modo Sport e no modo Dynamic, que assenta o carro no chão graças ao equilíbrio da tração Quattro, que modula a força correta nos dois eixos e em cada roda, fazendo com que o modelo grude nas curvas.

O controle dinâmico é assegurado por uma suspensão mais rígida, neutra e adaptativa, tudo gerenciado de forma eletrônica. Assim, o Audi RS Q3 2018 permite rápidas entradas de curva e tangenciamento perfeito, além de retomadas fortes, assim como as frenagens, asseguradas por discos de freio e pinças bem maiores que as vistas no Q3 1.4 ou 2.0, por exemplo. Os pneus 255/35 R20 também garantem maior aderência e estabilidade na pista. O SUV esportivo voa de 0 a 100 km/h em 6,4 segundos e tem máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente. O consumo é de 6,8 km/litro na gasolina na cidade. Em estrada faz os mesmos 10,1 km/litro na gasolina do 2.0 TFSI.

audi-rs-q3-performance-7 Audi Q3 2018: fotos, equipamentos, versões, motor, preços

Audi Q3 2018 – consumo

Cidade

  • Audi Q3 1.4 TFSI 2018 – 6,9 km/litro no etanol e 10,2 km/litro na gasolina
  • Audi Q3 2.0 TFSI 2018 – 8,4 km/litro na gasolina
  • Audi RS Q3 2.5 TFSI 2018 – 6,8 km/litro na gasolina

Estrada 

  • Audi Q3 1.4 TFSI 2018 – 9,1 km/litro no etanol e 11,9 km/litro na gasolina
  • Audi Q3 2.0 TFSI 2018 – 10,1 km/litro na gasolina
  • Audi RS Q3 2.5 TFSI 2018 – 10,1 km/litro na gasolina

Audi Q3 2018 – manutenção e revisão

Revisão

Custo

Custo

Custo

Quilometragem

Preços 1.4

Preços 2.0

Preços 2.5

10.000 km

R$ 450

R$ 555

Sem preço fixo

20.000 km

R$ 1.180

R$ 1.190

Sem preço fixo

30.000 km

R$ 1.150

R$ 1.300

Sem preço fixo

40.000 km

R$ 1.720

R$ 1.790

Sem preço fixo

50.000 km

R$ 920

R$ 1.030

Sem preço fixo

Audi Q3 2018 – ficha técnica

Motor

1.4 TFSI

2.0 TFSI

2.5 TFSI

Tipo

Dianteiro transversal, Turbo e Gasolina

Dianteiro transversal, Turbo e Gasolina

Dianteiro transversal, Turbo e Gasolina

Número de cilindros

4 em linha

4 em linha

5 em linha

Cilindrada em cm3

1395

1984

2480

Válvulas

16

16

20

Taxa de compressão

10,5:1

9,6:1

10:1

Injeção eletrônica de combustível

Direta

Direta e indireta

Direta e indireta

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484)

Gasolina: 150 cv @ 5000 rpm / Etanol: 150 cv @ 5000

Gasolina: 180 cv @ 4000 rpm

Gasolina: 340 cv @ 5300 rpm

Torque Máximo Líquido (ABNT NBR 5484) 

Gasolina: 25,5 kgfm @ 1.500 rpm / Etanol: 25,5 kgfm @ 1.500 rpm

Gasolina: 32,6 kgfm @ 1.400 rpm

Gasolina: 45,9 kgfm @ 1.600 rpm

Transmissão

Tipo

Dupla embreagem 6 marchas

Dupla embreagem 7 marchas

Dupla embreagem 7 marchas

Tração

Tipo

Dianteira

Integral

Integral

Freios

Tipo

Disco ventilado / Disco

Disco ventilado / Disco

Disco ventilado / Disco ventilado

Direção

Tipo

Elétrica

Elétrica

Elétrica

Suspensão

Dianteira

McPherson, independente com barra estabilizadora

McPherson, independente com barra estabilizadora

McPherson, independente com barra estabilizadora

Traseira

Multilink

Multilink

Multilink

Rodas e Pneus

Rodas

Liga Leve aro 18 polegadas

Liga Leve aro 18 polegadas

Liga Leve aro 20 polegadas

Pneus

235/50 R18

235/50 R18

255/35 R20

Dimensões

Comprimento total (mm)

4388

4388

4411

Largura sem retrovisores (mm)

1831

1831

1841

Altura (mm)

1590

1590

1580

Distância entre os eixos (mm)

2603

2603

2603

Capacidades

Porta-malas (litros)

460

460

356

Tanque (litros)

64

64

64

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

600

600

560

Peso em ordem de marcha (kg)

1405

1565

1655

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

0,32

0,32

0,32

Audi Q3 2018 – fotos

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

5.0

  • Handlay P.B.

    A dianteira dessa projeção assim como a do Q8 Concept está muito poluída, para que tanta grade?! Agora com a plataforma MQB a Audi só precisa fazer uma nova casca de lata e socar em cima dela, fazer umas calibragens de SUV, e chamar de Q3, afinal, o que muda entre os carros da VW é só a carcaça mesmo…

    • Luis Burro

      Se for comparar,parece ter diminuido pra atual geração!

    • Mauro Moraes

      Parece que até a Audi está “evoluindo” para o conceito de design já seguido pelos nipônicos e os coreanos. Linha de cintura alta e ascendente com curva, menos traços retos e mais vincos. Para desespero dos fãboys da VW que tanto defendiam a “sobriedade” da marca.

  • Bruno Silva

    Tá aí um carro premium “Justo”. Quem já dirigiu sabe que está bem acima dos rivais da faixa de preços (leia-se CR-V, Sportage etc), tirando o novo Tucson (que melhorou muito com 1.6T + DCT. Vem bem equipado e é bonito. Teria um Q3 fácil pela faixa de preços se quisesse um SUV, pois ainda prefiro sedãs.

    • Lucas

      Concordo. O problema é o valor dos opcionais básicos como GPS, por exemplo, que custa mais de 10 mil reais e o preço das revisões na Audi que são um assalto: Duas por ano e custam cerca de 2 mil cada. Eu tive um A4 Ambiente 2015 e fiquei extremamente chateado com forma com que essa montadora lida com a clientela. Fora o valor básico das manutenções, empurram todo tipo de item desnecessário nas idas à concessionária. Pra você ter ideia, o valor sugerido pela terceira revisão foi de mais de 3 mil reais. Reclamei de itens supérfluos e paguei 2 mil e uma fração.
      Além disso, a desvalorização desses carros é absurda: Paguei 124 mil nele 0km e não consegui vender, mesmo com apenas 12 mil km rodados. Nem a própria concessionária alemã queria o carro, já que ofereceram 82 mil nele (FIPE era 103 mil).
      Resultado: Depois de muito rolo, comprei uma SUV a diesel da Toyota que é um carro bem ruinzinho, mole, barulhento e não anda nada, mas me custa só 800 reais por ano e não desvaloriza quase nada.

      Jamais teria outro veículo Audi enquanto o preço de manutenção continuasse o de 5 mil reais por ano, e enquanto o gerente me olhar como um estuprador olha pra vítima.

      • Seahawk

        De fato. O serviço, atendimento e qualidade da Audi no Brasil está longe do que se espera. Veja o exemplo do câmbio do A3, o S-tronic 7 speed, diversos usuários com problemas com 20.000, 40.000 km. Eu mesmo recebi uma conta de 50.000!!! Num carro com 2 anos e meses de uso que teve que trocar mecatrônica e câmbio…se tivesse sido só poderia ter sido azar, mas já são 532 pessoas pedindo a extensão de garantia, pois o produto é muito ruim, além dos riscos de acidentes como quase foi o meu caso! Bizarro!

        • Luis Burro

          É q isto representa um número muito pequeno do total vendido,pra eles deve ser um gasto desnecessário.O problema é q toda fabricante faz isto!

        • cepereira2006

          Caraca, nada justifica uma manutenção de 50.000 reais em um carro com 2 anos.

        • Seahawk

          Entre as marcas premium, a AUDI oferece de longe o pior produto no Brasil. Na prática é VW rebadged. O meu foi só decepção, um carro com 40.000 km, com defeitos graves e estruturais nos primeiros dois anos é surreal, é inaceitável numa marca que se propõe a competir com BMW. O cambio S-tronic/DSG-7 velocidades é um atentado a boa engenharia, tanto é que a marca silenciosamente o retirou na linha nova! Olhe as comunidades nas redes sociais em Singapura, Portugal, Alemanha, Austrália, Brasil e veja o desastre, veja realmente se compete com o X1!

  • Flight_Falcon

    Se é um dos mais vendidos no pais esse novo modelo vai fazer a cabeça da classe média-alta.

  • VaeVictis

    Será o Audi de costume. Preço elevado, mecânica low cost.

    https://www.youtube.com/watch?v=1OHM3QGA_6o

    • th!nk.t4nk

      Bem o contrário na verdade: na Europa o Q3 tem o melhor custo x benefício da categoria, e de low-cost não tem nada. O interior do atual, mesmo antiguinho, ainda supera o BMW X1.

      • Seahawk

        Entre as marcas premium, a AUDI oferece de longe o pior produto no Brasil. Na prática é VW rebadged. O meu foi só decepção, um carro com 40.000 km, com defeitos graves e estruturais nos primeiros dois anos é surreal, é inaceitável numa marca que se propõe a competir com BMW. O cambio S-tronic/DSG-7 velocidades é um atentado a boa engenharia, tanto é que a marca silenciosamente o retirou na linha nova! Olhe as comunidades nas redes sociais em Singapura, Portugal, Alemanha, Austrália, Brasil e veja o desastre, veja realmente se compete com o X1!

      • Seahawk

        Entre as marcas premium, a AUDI oferece de longe o pior produto no Brasil. Na prática é VW rebadged. O meu foi só decepção, um carro com 40.000 km, com defeitos graves e estruturais nos primeiros dois anos é surreal, é inaceitável numa marca que se propõe a competir com BMW. O cambio S-tronic/DSG-7 velocidades é um atentado a boa engenharia, tanto é que a marca silenciosamente o retirou na linha nova! Olhe as comunidades nas redes sociais em Singapura, Portugal, Alemanha, Austrália, Brasil e veja o desastre, veja realmente se compete com o X1!

  • Melhorou muito o visual, que já está bem cansado!
    O problema é que provavelmente vai chegar mais caro até que a X1 (vide “novo” Audi A3).

  • Luis Burro

    Se os farois ficarem neste formato ficará melhor q o Q7 e Q5.Esta grade só cai bem com este desenho afilado,pq com o retangular do Q7 fica estranho.

  • Luis Burro

    Esta tendencia de deixar o paralama traseiro “sobressalente” não me agrada.Ficou com jeito de trakker e é bem isto q deixa o novo fiesta estranho.

  • Gambixx

    por 220k

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend