Audi Avaliações Cupês Esportivos

Audi S5: começando com o pé direito (bem apertado)

audi-s5-2014-fotos-1-620x412 Audi S5: começando com o pé direito (bem apertado)

Primeiro, as apresentações. Moro numa região serrana, e minha casa está a mais ou menos 600 metros acima da altitude média de São Paulo. E o que os leitores do Notícias Automotivas têm a ver com isso? Calma que eu chego lá. Para subir esses 600 metros, encaro um estradinha sinuosa de mais ou menos 4 quilômetros. Entenderam? É uma subida bem íngreme, que exige motor.



Ela tem sido minha companheira de testes há mais de uma década. Entrega tudo sobre qualquer carro. Na subida, testo a força do motor e o câmbio. Minha pista particular é uma fiel delatora de transmissões com relação de marchas muito longa. Na descida, confiro o trabalho da suspensão e dos freios. E não preciso forçar muito o carro nem transgredir normas de trânsito. Com critério e segurança, os carros contam tudo. É só saber perguntar que a “fonte” responde – seja um entrevistado, seja um automóvel. Coisa de jornalista.

Feita a apresentação, vamos ao Audi S5 Coupé. Quer saber como o alemão escalou a serra? Assim que cheguei ao pé da subida, encontrei um carro à frente. Hora de mostrar as ferramentas. Com um toque na alavanca do câmbio S-tronic (dupla embreagem, sete marchas), mudei para o modo Sport. A caixa reduziu duas marchas de uma vez, o motor soltou um latido de rottweiler e o carro disparou como se não houvesse subida à frente. Retomada é com ele mesmo, não havia mais dúvida.

audi-s5-2014-fotos-3-620x412 Audi S5: começando com o pé direito (bem apertado)

O S5 Coupé é um esportivo vigoroso. Por isso, vamos começar pela máquina, que é o que interessa nesse tipo de automóvel. Tá vendo o “T” depois do V6, no para-lama? Significa que ele tem… compressor mecânico. A Audi normalmente opta pelo turbo, mas nesse 3.0 TFSI V6 ela resolveu utilizar o mesmo sistema da conterrânea Mercedes, e não é que o negócio ficou bom? Com o compressor, a engenharia conseguiu extrair 333 cavalos do V6, e um torque brutal de 44,9 kgfm, a apenas 2.900 rpm, e que permanece assim até 5.300 rpm. Isso explica a facilidade com que o cupê responde, ao menor toque no acelerador. Esse V6 tem injeção direta de gasolina, bloco de alumínio e comando de admissão variável.

Você pode usar o câmbio de várias formas. Está calmo? Então, deixe a alavanca em D. As respostas são boas, e o motor vai ronronando em baixo giro. Se você pressiona pouco o acelerador, o sistema entende que você quer sossego e vai passando as marchas para cima. Em pouco tempo, o carro está em sétima marcha, e o giro, lá embaixo. Na estrada, a 120 km/h, o ponteiro estaciona um pouco abaixo de 2.000 rpm. Analisando a relação de marchas, a gente encontra a razão: em sétima, ela é bem longa, de 0,519:1. Nessa condição, o consumo fica na casa dos 10 km/l.

audi-s5-2014-fotos-4-620x412 Audi S5: começando com o pé direito (bem apertado)

Com a alavanca em “S”, o S5 entende que você está mais animado, e as repostas ficam bem mais ágeis. A transmissão segura as marchas por mais tempo. Com isso, o motor começa a explorar rotações mais altas, e até o ronco fica mais forte. É o tal do rottweiler se manifestando novamente. No modo nervoso, o cupê é mesmo um animal. Segundo a Audi, o S5 Coupé faz 0 a 100 km/h em 4,9 segundos, com a máxima limitada a 250 km/h. As médias de consumo divulgadas são de 9,3 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada. Dá para confiar no número de aceleração. Quanto aos valores de consumo, se fosse você, não daria muito crédito a eles. Durante nossa avaliação, num misto entre cidade e estrada, o computador de bordo denunciou média de 7,6 km/l – e na maior parte do tempo rodando de forma civilizada. A Audi informa que esse motor é cerca de 20% mais econômico que o 4.2 V8. De qualquer forma, quem compra um esportivo como esse não está muito preocupado com economia de combustível. Falando nisso…

… Vamos ao preço: o cupê custa R$ 344.600, preço que pode chegar a R$ 389.100 com opcionais como bancos esportivos da linha S, partida sem chave (keyless go), controle de cruzeiro adaptativo e faróis de led, entre outros itens. Num carro tão caro, senti falta da câmera de ré, um item que pode ser encontrado em veículos bem mais baratos. Como a maioria dos cupês, o S5 tem visibilidade um pouco limitada para trás. Os sensores de estacionamento (na frente e atrás) remediam, e além do alerta sonoro há um gráfico na tela, mostrando onde estão os obstáculos. Resumindo, o S5 tem luzes e ação. Mas falta a câmera!

audi-s5-2014-fotos-19-620x412 Audi S5: começando com o pé direito (bem apertado)

Se quiser, o motorista pode trocar as marchas manualmente, pelas borboletas atrás do volante. E aqui vai outra crítica: as borboletas são pequenas, tipo as do Honda Civic. Só que não estamos no Civic, e sim num esportivo muito mais caro. Portanto, pessoal da Audi, vocês poderiam ter ousado um pouco mais. Que tal borboletas maiores, como as do Mercedes AMG, ou – se acharem que fica feio copiar conterrâneo – Mitsubishi ASX?

Já que resolvi pegar no pé da Audi no quesito tamanho de borboleta, vou aproveitar e pedir também volante de base achatada. O S5 transpira esportividade, mas o volante circular fica até meio “quadrado” nele – e não estou me referindo à geometria.

audi-s5-2014-fotos-21-620x412 Audi S5: começando com o pé direito (bem apertado)

Ainda no aspecto direção, o sistema, eletromecânico, é bem direto. Basta um pequeno movimento para as rodas responderem, uma reação muito bem-vinda em um esportivo. O peso também é adequado para o carro. E pode ser regulado, por meio da tecla Drive Select, no painel. Ela permite ajuste de vários sistemas do veículo (direção, suspensão, câmbio e motor entre eles). Pode-se optar pelos modos comfort, dynamic, auto e individual. Nesse, o motorista “customiza” o ajuste para seu gosto pessoal. No modo dynamic, por exemplo, o carro fica bem firme, e a direção, bem pesada. Porém, mesmo no modo conforto, o S5 é firme nas curvas, sem ser muito duro. A inclinação da carroceria é bem controlada, e se quiser abusar um pouco o cupê responde com alta estabilidade.

A suspensão, que emprega diversos componentes de alumínio, é independente nas quatro rodas, five-link na frente, trapezoidal-link atrás. Mantém as rodas no chão com precisão, mesmo nas curvas rápidas. Mas ela não faz tudo sozinha. A tração integral quattro está ali para ajudar na distribuição de força. Já sei que os adeptos da tração traseira neste momento acabam de erguer pelo menos uma sobrancelha. Aconteceu com você? Então, vamos falar mais sobre isso. Também gosto de carro com tração traseira e me divirto com o Camaro, mas pense não apenas no track day, naquele dia que você tirou para queimar pneus numa pista fechada e com área de escape. Estou me referindo a uma subida de serra com asfalto molhado, e com carros na faixa do lado. Carros com família dentro, não com amigos disputando curvas. Quanto menos você sair do trilho, melhor. Nesse caso, você vai agradecer à tração quattro. Garanto.

audi-s5-2014-fotos-25-620x930 Audi S5: começando com o pé direito (bem apertado)

Além disso, a boa notícia é que a Audi não quer perder os puristas. Em situações normais, o S5 recebe mais tração na traseira. Só em condições especiais (iminência de uma rodada de traseira, por exemplo) o sistema quattro intervém e transfere torque para a frente, para “puxar” a dianteira e impedir que você estrague a bela carroceria. A força pode variar entre 70% na dianteira e 85% na traseira. Portanto, a sensação de carro “traseiro” está garantida, mas com segurança.

Vamos falar um pouco de estilo? Não preciso dizer que o S5 é quase sempre o centro das atenções, a menos que você entre por engano num comboio de Ferraris, R8 ou Lamborghinis, mas a gente sabe que essa situação é remota. Então, no trânsito normal, só dá S5. Mesmo que você se aproxime por trás de outro veículo, à noite, o contorno de leds nos faróis vão denunciar o Audi refletido nos retrovisores. Pouca gente deixa de abrir caminho nessa condição. Então, não se preocupe, nada de colar, ou de dar sinais de farol. Não é preciso. Em pouco tempo, sãos os leds das lanternas do S5 que o motorista estará admirando. A noite revela também os faróis altos automáticos. Em estradas escuras, o facho alto é acionado sozinho, mas baixa assim que algum veículo aparece na frente, indo ou vindo. Muito educado, esse alemão!

audi-s5-2014-fotos-16-620x412 Audi S5: começando com o pé direito (bem apertado)

audi-s5-2014-fotos-18-620x412 Audi S5: começando com o pé direito (bem apertado)

Mas é claro que de dia o carro agrada bem mais. Só na claridade você vai perceber o acabamento de alumínio na capa dos retrovisores externos, e o belo desenho das rodas aro 18 (os pneus são 245/40). As duas saídas duplas de escape deixam a traseira bem agressiva, e o perfil também é tão elegante quanto a frente, mas poderia ser melhor: os vidros traseiros são fixos. Se fosse possível baixar todas as janelas laterais, o efeito visual seria melhor.

Além de não ter as portas traseiras, o S5 Coupé é também um pouco mais curto que o modelo Sportback: ele mede 4,64 m de comprimento, 7,8 cm a menos que o modelo de cinco portas. O entre-eixos também é 6 cm menor (2,75 m). A largura é a mesma (1,85 m), mas o Coupé é 1 cm mais baixinho (1,37 m). O curioso é que o S5 aparenta ser mais largo na frente do que atrás, por conta dos para-lamas dianteiros abaulados, mas é apenas impressão.

audi-s5-2014-fotos-41-620x930 Audi S5: começando com o pé direito (bem apertado)

Agora, vamos falar um pouquinho de aperto. O S5 Coupé é o que se convencionou chamar de “2+2”. Tem boa acomodação para quem vai na frente, mas espaço restrito para os dois ocupantes de trás. O console central praticamente encosta na parte central do banco, que tem espaço para deixar celulares, por exemplo. As bagagens vão mais confortáveis do que os ocupantes da traseira. O porta-malas é razoavelmente amplo, e acomoda 455 litros, o que é mais ou menos o equivalente ao espaço oferecido por um sedã médio.

Audi S5 Coupe – Ficha Técnica

Motorização 3.0 TFSI
6 cilindros
Cilindrada 2.995
Potência 333 @ 5.500 rpm
Torque 440 Nm @ 2.900 rpm

Transmissão

Tração Quattro
Câmbio S Tronic de 7 velocidades

Pesos / capacidades

Peso 1.675 kg
Comprimento 4,64
Largura 1,85
Altura 1,36
Entre-eixos 2,75
Tanque de combustível 61 litros
Capacidade do porta-malas 455 litros

Performance

Aceleração de 0-100 km/h 4,9 segundos
Velocidade máxima 250 km/h
Consumo cidade 9,3 km/l
Consumo estrada 15,1 km/l
Consumo combinado 12,3 km/l

Fotos Fábio Aro

Locação: Complexo Quinta da Cantareira – Estrada das Roseiras, 7960 – Contato Sra Neia, Tel (11) 2236-1215

5.0

  • braZuca

    Ta aí um excelente texto, com palavras claras e objetivas… Texto comprido, mas de fácil leitura e sem cansar a mente dos leitores. Parabéns ao NA pela contratação do Hairton Ponciano Voz, e parabéns ao Hairton pelo seu trabalho. Veio para mostrar aos que o julgaram que ele tem qualidade e grande potencial =) .

    Agora só falta os vídeos! hahaha

    • Muitos estão se perguntando nos comentários a respeito dos vídeos das avaliações do NA. A resposta é que eles não serão mais feitos, e temos vários motivos para isso, mas o principal é que os vídeos não eram viáveis economicamente.

      Os carros de avaliação tinham de percorrer no total em torno de 500 quilômetros para serem levados até a cidade onde os vídeos eram feitos. E não estamos falando apenas dos custos com combustível, mas também do amplo tempo gasto por um colaborador do site para fazer estas viagens.

      Também existe o fato de que os vídeos tomavam muitas e muitas horas de gravação, edição e produção semanalmente, de uma pessoa que tem que cuidar de vários outros aspectos do site, seja a área administrativa, de recursos humanos, área técnica do site, venda de publicidade, etc.

      E bem sabemos que passar os vídeos para outra pessoa fazer também seria inviável. Produtores que filmam, editam e produzem vídeos automotivos cotaram em cerca de 2.000 reais a feitura de cada vídeo. E ainda teríamos de pagar alguém para apresentar os vídeos. Impossível.

      Além disso, analisando os dados de acesso das páginas de nosso site verificamos que nem mesmo todos que liam as avaliações viam os vídeos. Se, por exemplo, 20.000 pessoas acessavam a página de uma avaliação naquela semana, apenas 10.000 viam os vídeos, ou até mesmo menos que isso.

      Os números de acesso em nosso canal do Youtube eram igualmente desanimadores. Temos mais de 24.000 inscritos, mas na maioria dos vídeos menos de um terço dessas pessoas assistiam os vídeos divulgados. Temos mais de 3 milhões de visitantes por mês, mas menos de 100.000 pessoas vêem nossos vídeos mensalmente. O que gera visualização no Youtube é besteirol, mulher pelada e outras porcarias… já um trabalho bem feito e de qualidade passa despercebido.

      Além disso, o período em que as avaliações foram feitas pelo Eber foi um período de transição, até que tivessemos um profissional cuidando das avaliações e indo mais além, oferecendo aos nossos leitores também comparativos, algo muito pedido por eles já por um bom tempo.

    • dtgenerico

      Concordo plenamente! Texto super bem escrito, com toque certo de entusiasmo e "diversão". Muito bom! Bem-vindo ao novo jornalista!

    • ToniMontanha

      Obrigado pela explicação.
      Mas tenho certeza que muitos, assim como eu, sentirão muita falta.
      Mas muita mesmo! Eu era um que assistia a todos os vídeos, TODOS!
      Agora o que me resta são os vídeos do canal Top Speed.
      Sim, os meninos são novos e ainda precisam melhorar, mas ao menos fazem vídeos ainda.
      Concordo com o fator complicador da distância de 500kms.
      Quanto a edição….elas ja eram bem modestas vamos combinar né?
      A câmera você ja tinha, os vídeos sempre foram quase que contínuos com um outro corte no vídeo de
      detalhes….mas enfim…UMA PENA.
      Prevejo avaliações de carros acima de 300 mil vindo aos montes e sinceramente prefiro a abordagem
      de testes de carros de 150 pra baixo.

  • Gabriel_Nint

    Excelente estréia. Muito bom mesmo! E que fotos, estão incríveis.

    Só senti falta dos vídeos. =/

  • LenonSlater

    Falta Brasil pra tanto Carro ! … Matéria Excelente ! parabéns =)

  • marcos b

    Parabéns pela reportagem! Me espantei com o preço, enconta no audi A7, e passa bastante do audi A6, que são verdadeiras naves com um motor V6 também! Por esse preço, dentro da Audi eu ficaria com o grandalhão A7, mas certamente, o série 6 gran coupé seria a melhor opção nessa faixa de preço!

    • pablobmw

      Também achei isto, acho que é mais negoco ir de a7, vc vai ser um pouco mais lento, mas só vai notar isto nos autódromos, para viajar e no trânsito nem faz diferença. Vc leva um carro de categoria superior na audi por este preço.

  • Lucas Brandão Caiado

    Grande contratação, grande avaliação.
    E aliás, Sr. Hairton, bela casa!

    Parabéns pelo trabalho e Bem Vindo ao NA!

    • radiobrasilcombr

      Queremos fotos do paraíso… mostra ae rsss

  • Gabriel

    Parabéns pela avaliação.. Dá para perceber que é um apaixonado por carros, e melhor, pelo seu carro, como muitos de nós!!!!

  • Andrex2501

    Ótimo texto, há tempos não lia algo tão bem formulado ainda que dinâmico e que belo carro esse Audi S5 hein?! Deve ser o bixo andando!

    Mas o NA nunca mais vai postar vídeos de Avaliações no canal do youtube, aposto que todos os leitores aqui do blog adoravam ver os vídeos!

    Espero que ainda tenham, mas foi mto mancada não fazerem o vídeo do DS4!

    • Andrex2501

      Agora que o Éber fez o pronunciamento oficial qnto a descontinuidade dos vídeos, diria que foi um banho de água fria, os vídeos eram mto bons e foi perceptível a melhora de 200% da qualidade dos vídeos do primeiro até o último. Mas se isso faz necessário, infelizmente, que assim seja!

      Mas inegavelmente farão mta falta, adorava assisti-los! Pena mesmo.

  • coresplendor

    Perae, não vai ter mais vídeos, é isso mesmo produção?

  • carlos

    O diferencial do na era justamente os videos com o eber.

  • João Vitor Couto

    Tá beleza…e os vídeos?

  • Brasileiro

    O texto está maravilhoso e o carro também. Mas, de fato, a ficha técnica e os vídeos fazem bastante falta. Acredito que essas matérias mais sofisticadas devem conviver com as matérias tradicionais do N.A., com os vídeos. Afinal, essa é a essência do N.A. e, perdê-la, o igualaria a qualquer outro site famoso de carros.

  • Murilo

    Muito boa matéria Hairton parabéns.
    Agora quanto ao carro nao tiro o mérito, é um ¨!@& carro… mas na boa… 300 e la vai fumaça … ta de brincadeira né ? kkkkk chega a ser engraçado cara… o carro não ta caro. ta MUITO caro. isso é um tapa na cara. pelo menos na minha. _)_ pra audi !

  • pessimista2011

    Sem os vídeos, a casa caiu. Espero que voltem em breve.

  • marcos

    So faltou o video…:(

  • Motorista1979

    A materia é boa e bem escrita e se percebe que o jornalista sabe escrever um texto. O problema é que o que deixava as materias produzidas pelo NA (AKA Eber) diferentes era exatamente o "amadorismo". Amadorismo entre aspas pois nao que o Eber e cia sejam amadores, certamente não são, mas as materias tinham uma simplicidade, um quê de "olhar do consumidor", como qualquer mortal que trabalha e quer ter e conhecer sobre carros. Achei a materia muito profissional, talvez obvia, igual a qualquer reportagem que pode ser lida em qualquer revista ou site sobre carros. E realmente os videos fazem falta. Fica a dica. Menos profissionalismo, mais simplicidade. Sr Voz estarei esperando ancioso sua proxima materia. Abs.

    • v_vinicius_v

      Concordo plenamente. Fotos 'Capa de revista', também prefiro fotos menos profissionais e mais reais.
      Talvez esse buraco seja coberto pelo: "Opinião Dono". Talvez o pessoal também pudesse enviar vídeo … Ficaria ruim pois seriam 2 variáveis o condutor e o carro.
      O interessante do NA é que era o mesmo avaliador, então era possível seguir uma linha de opinião.

  • isaacfederal

    Mas e o vídeo do teste? Não vai ter?

  • suguii

    Belíssima matéria, parece que o Hairton estava falando na minha frente e para mim, as ideias explicitadas nessa matéria foram muito bem colocadas. Parabéns ao NA pela grande aquisição e que o Hairton já provou que veio para somar!!

    Em tempos, engrosso o coro dos demais leitores quanto às postagens com vídeos, acredito que muitos leitores "possam ver com os próprios olhos" as características dos carros em um formato não estático….

  • JanssenJ

    O texto está muito bem escrito gostoso de ler, as fotos ótimas também. Mas os vídeos(principalmente o de detalhes, que me sentia imerso no ambiente) fazem falta pra caramba. Repensem isso por favor.

  • isaacfederal

    Achei que poderia ter finalizado melhor a reportagem. Por exemplo com uma CONCLUSÃO GERAL…

  • William_R

    Parabéns pela metéria.. Muito boa… Devemos respeitar muito o novo integrante… Informação com qualidade que nós admiradores do NA queremos… Mas fiquei triste pelos vídeos… Nao sei o que vcs do NA pensaram quando resolveram tirar os vídeos…se acharam melhor sem…ou estão programando outra coisa.. Seja qual for… Tomara que continuem fazendo o sucesso q estão…

  • mmcinza

    Região Serrana de SP, 600m acima de SP.

    Acho que estamos falando de Aldeia da Serra, correto?

    • riccorreasp

      Creio que seja a Serra da Cantareira.

  • jrsahlberg

    Vídeos?

  • Thiagusss

    texto bem elaborado (chover no molhado)…rss
    Ah já ia me esquecendo, Fabio Aro, sobre a iluminação das fotos, parabéns! ótimo resultado!

    agora, e os vídeos?! por favor?! diga-me que virão!
    "COMANDANTE HAMILTON, EU QUERO IBÁGENS, ME DÁ IBÁGENS!"

  • Neanderthal_Man

    Sr. Hairton, Eber ou qualquer um responsável pelo Notícias Automotivas: queremos uma posição. Ninguém daí se pronunciou a respeito dos vídeos, apesar do imenso questionamento dos leitores. Se não farão mais por favor anunciem isso definitivamente. Se voltarão a fazê-los, idem. Acho uma falta de respeito deixar tantos leitores sem resposta.

  • braZuca

    Agora que ficou bem explicado, eu entendo, mas não posso negar que os vídeos irão fazer falta para muita gente =/

    • William_R

      Isso que queríamos… Um pronunciamento do NA… Pronto!! Valew

    • Neanderthal_Man

      Valeu pela explicação Eber. Que pena que não teremos mais os vídeos. Tenho saudade até do latido do cachorro em todo vídeo de dentro da sua garagem.
      Como já citaram antes, eu também considero os vídeos um diferencial do NA, não só porque os outros sites não o fazem, mas pela forma com que você comentava sobre o carro filmado.
      Enfim, será como o Flamengo de Zico: a excelência em campo mas que sabemos que não volta mais. Abs.

  • mendanha

    Desalinhadasso o logo V6T , não?

  • Winri

    Na boa, eu nem assistia os vídeos e nem dava tanta atenção. To me ligando no assunto só agora que o povo tá criticando. A reportagem tá boa, e, pra mim, os vídeos não fazem falta =)

    • braZuca

      Eu assistia todos os vídeos =/

      A informação é muito mais clara e gravada na sua mente quando você ouve e vê. Por isso que nós vamos para a escola e não estudamos somente em casa. Não estou te criticando, por favor, não entenda assim, mas os vídeos realmente farão falta!

  • Clauluis

    Não acredito que acabou! O principal das avaliações são os videos!
    Mas como disse, o custo esta alto!
    Dessejo que tenham o mesmo sucesso que tiveram até agora!

  • billysandey

    Estou sentindo Falta dos Vídeos :'(

  • coresplendor

    Uma pena os vídeos acabarem, pra mim, era o principal diferencial do NA. Não tenho a menor idéia da logística envolvida que é fazer esses vídeos, mas não posso deixar de pensar que talvez se vocês mudassem a localidade dos videos para a cidade onde vocês ficam, talvez isso fizesse alguma diferença, afinal, se são 500Km até a cidade onde faziam os videos, faz na cidade onde fica o escritório, escolhe um roteiro na cidade, e pronto, mas enfim, não tenho noção nenhuma do custo real, mas essa foi só minha idéia quando li o comentário. No mais, realmente uma pena.

    • Mas já fazíamos na cidade onde eu moro. Os carros são liberados pelas montadoras em SP capital, e para vir até aqui e voltar são quase 500 km.

      • Thiagusss

        já pensou em se mudar pra SP?rsss…

        espero que num futuro breve se consiga uma forma viável de fazer os vídeos!!!
        boa sorte ao NA!

        • Leandro1978

          Não desejo tal mudança para ninguém… rs…

          • Thiagusss

            não precisa ir para a capital…
            eu msmo moro a 50 km da capital e a cidade é bem tranquila…
            mas entendo que se mudar de cidade não é tão simples assim…

            • QUe cidade voce mora?

              • Thiagusss

                Atibaia

                • Já foi mais tranquilo hein. Hoje está perigoso.

                  • Thiagusss

                    fala com conhecimento de causa?!!?
                    claro que varia de acordo com o bairro e comparado a São Paulo, é tranquilo, eu garanto…trabalho lá!

                    • Segundo os noticiarios……. cheguei a ir umas vezes pra ver preços de casa. Queria uma cidade BEMMMMM tranquila. Segundo o indice de homicidios de SP, o Morungaba é bem tranquilo. Bem, o indice engloba apenas homicidio, assalto e roubo nao sei.

      • Carlos Alberto

        Entendo a questão econômica das avaliações em vídeo, mas em minha opinião é lamentável o encerramento destas avaliações… Era um excelente diferencial do Site, assistia todos os dias as novas avaliações, tanto é que possuo o aplicativo do Noticias Automotivas instalado em meu celular para não perder nenhuma avaliação. Ao meu ver o NA perdeu um de seus diferenciais, mas ainda sim continuarei acessando o site devido ao seu ótimo conteúdo. Ficarei na esperança das avaliações em vídeo retornarem, E novamente parabéns pela contratação do Hairton, o mesmo fez uma ótima avaliação, de modo criterioso. Espero que continue assim.

      • coresplendor

        Então meu plano foi por água abaixo… hehehe Uma pena mesmo.

  • dudupruvinelli

    Ahhh… Vou ter que rever todos os vídeos agora para me contentar. =/ espero que mais adiante consigam trazer os vídeos de volta.

    • Dudu, vamos eu e tu fazer um video chat? Seria legal um video chat (tipo no justin.tv), e ficar comentando os artigos. heheheh

      • dudupruvinelli

        Pode ser, cara…a página aquela do facebook é tua, né?

        • Que pagina? Sei de nada.

          • dudupruvinelli

            kk Tem uma página no facebook "Abaixo ao lucro brasil"

            • Não é meu não.

              Só publicar a conversa do skype no justin.tv, e quem quiser participar comenta no chat. Se for publicar com video, ai precisa de uma net boazinha de minimo 600kbits de upload, mas se for tipo radiochat, ai uma net podrao já serve. A pauta seria uma vez por semana, e sobre os artigos publicados no NA. No estilo do podcast da autoesporte, mas em tempo real e com chat.

              • dudupruvinelli

                Eu tenho que fazer um skype..não tenho. Não entendi direito ainda como que funcionaria kk

                • Ué, só cadastrar no justin.tv, clicar em iniciar, e pronto. Só nao sei s e a minha voz vai sair a contento no justin, kkkkkkk.

                  • dudupruvinelli

                    Me cadastrei, mesmo username daqui.

  • Realmente ficava complicado para fazer os vídeos. É uma pena pois eu só via os vídeos, principalmente o de detalhes dos carros, agora terei que me acostumar a ler os textos (aqui, fazia isso apenas nas notícias e nas outras avaliações do site)

    • É dois. Tambem fazia o mesmo que voce. Lendo o texto não dá pra ter noção NENHUMA do interior, do espaço interno, som da cabine, suspenção, etc. Eu lia os textos, mas olhava mais os videos. E tambem os videos eu baixava com o programa Movier, e não sei se nesse caso o youtube faz contagem.

      "Os carros de avaliação tinham de percorrer no total em torno de 500 quilômetros para serem levados até a cidade onde os vídeos eram feitos. E não estamos falando apenas dos custos com combustível, mas também do amplo tempo gasto por um colaborador do site para fazer estas viagens. "

      R. O Hairton podia fazer os testes apenas dos carros acima dos 70mil reais, e abaixo disso o Eber como sempre.

      "Também existe o fato de que os vídeos tomavam muitas e muitas horas de gravação, edição e produção semanalmente, de uma pessoa que tem que cuidar de vários outros aspectos do site, seja a área administrativa, de recursos humanos, área técnica do site, venda de publicidade, etc. "

      R. Edição de video consome tempo mesmo. Alias só pra fazer uma matéria já é um tempo estrondoso, tendo que pesquisar diversas fontes, e jogando muitas vezes no google, indo em opiniões dos donos, sites do exterior, anotando tudo, editando fotos, etc. Os haters nem tem noção disso, mas na hora de comentar já vem preparado com pedras. kkkkkk.

      "E bem sabemos que passar os vídeos para outra pessoa fazer também seria inviável. Produtores que filmam, editam e produzem vídeos automotivos cotaram em cerca de 2.000 reais a feitura de cada vídeo. E ainda teríamos de pagar alguém para apresentar os vídeos. Impossível. "

      R. Quem está começando no ramo de jornalista automobilistico tem de sobra no mercado. Sempre tem alguem pra fazer isso de graça, ou mediante um cachezinho, e assim vender o seu nome. Quem é perfeccionista sofre, mas se levar no estilo light, converte em AVI com Xilisoft, depois edita com o virtualdub, e pronto. hehehe. Ou um Sony Vega pra ficar voltando e avançando e recortando.

      "Além disso, analisando os dados de acesso das páginas de nosso site verificamos que nem mesmo todos que liam as avaliações viam os vídeos. Se, por exemplo, 20.000 pessoas acessavam a página de uma avaliação naquela semana, apenas 10.000 viam os vídeos, ou até mesmo menos que isso. "

      R. Isso não tem lógica. Se 20mil pessoas acessaram o artigo, e 10mil viu o video, logo se somar o video dá 30mil de acesso. O video representa 50% a mais de acesso, não necessariamente nessa proporção, mas nem todos que viu o video leu a materia. Essa sua frase faz parecer que todos que viu o video, leram a materia. O que não é verdade.

      "Temos mais de 3 milhões de visitantes por mês, mas menos de 100.000 pessoas vêem nossos vídeos mensalmente."

      R.100mil e achando pouco? Eu acho é mais que suficiente. 100mil tiragens num jornal do bairro, e o anunciante rezando pra um especifico publico alvo ver a publicidade dele. Desses 100mil pessoas lendo o jornal, quantas tem interesse em ver o anuncio do carro? Se chegar nos 5% é muito. kkkkkkk. Já quem ve as avaliações do NA no video, representa 100% de publico com esse interesse. Onde eu quero chegar, é que dando uma volta no canal do NA do youtube, não tem NENHUMA propaganda. NADICA DE NADA. Nem banner, nem anunciante, nem logomarca, nada. Sendo que se voce entrar em foruns de clube de carros, ou motos, estão lotados de banners. Podia colocar banners no canal do youtube, e/ou dentro do video.

    • É dois. Tambem fazia o mesmo que voce. Lendo o texto não dá pra ter noção NENHUMA do interior, do espaço interno, som da cabine, suspenção, etc. Eu lia os textos, mas olhava mais os videos. E tambem os videos eu baixava com o programa Movier, e não sei se nesse caso o youtube faz contagem.

      "Os carros de avaliação tinham de percorrer no total em torno de 500 quilômetros para serem levados até a cidade onde os vídeos eram feitos. E não estamos falando apenas dos custos com combustível, mas também do amplo tempo gasto por um colaborador do site para fazer estas viagens. "

      R. O Hairton podia fazer os testes apenas dos carros acima dos 70mil reais, e abaixo disso o Eber como sempre.

      "Também existe o fato de que os vídeos tomavam muitas e muitas horas de gravação, edição e produção semanalmente, de uma pessoa que tem que cuidar de vários outros aspectos do site, seja a área administrativa, de recursos humanos, área técnica do site, venda de publicidade, etc. "

      R. Edição de video consome tempo mesmo. Alias só pra fazer uma matéria já é um tempo estrondoso, tendo que pesquisar diversas fontes, e jogando muitas vezes no google, indo em opiniões dos donos, sites do exterior, anotando tudo, editando fotos, etc. Os haters nem tem noção disso, mas na hora de comentar já vem preparado com pedras. kkkkkk.

      "E bem sabemos que passar os vídeos para outra pessoa fazer também seria inviável. Produtores que filmam, editam e produzem vídeos automotivos cotaram em cerca de 2.000 reais a feitura de cada vídeo. E ainda teríamos de pagar alguém para apresentar os vídeos. Impossível. "

      R. Quem está começando no ramo de jornalista automobilistico tem de sobra no mercado. Sempre tem alguem pra fazer isso de graça, ou mediante um cachezinho, e assim vender o seu nome. Quem é perfeccionista sofre, mas se levar no estilo light, converte em AVI com Xilisoft, depois edita com o virtualdub, e pronto. hehehe. Ou um Sony Vega pra ficar voltando e avançando e recortando.

      "Além disso, analisando os dados de acesso das páginas de nosso site verificamos que nem mesmo todos que liam as avaliações viam os vídeos. Se, por exemplo, 20.000 pessoas acessavam a página de uma avaliação naquela semana, apenas 10.000 viam os vídeos, ou até mesmo menos que isso. "

      R. Isso não tem lógica. Se 20mil pessoas acessaram o artigo, e 10mil viu o video, logo se somar o video dá 30mil de acesso. O video representa 50% a mais de acesso, não necessariamente nessa proporção, mas nem todos que viu o video leu a materia. Essa sua frase faz parecer que todos que viu o video, leram a materia. O que não é verdade.

      "Temos mais de 3 milhões de visitantes por mês, mas menos de 100.000 pessoas vêem nossos vídeos mensalmente."

      R.100mil e achando pouco? Eu acho é mais que suficiente. 100mil tiragens num jornal do bairro, e o anunciante rezando pra um especifico publico alvo ver a publicidade dele. Desses 100mil pessoas lendo o jornal, quantas tem interesse em ver o anuncio do carro? Se chegar nos 5% é muito. kkkkkkk. Já quem ve as avaliações do NA no video, representa 100% de publico com esse interesse. Onde eu quero chegar, é que dando uma volta no canal do NA do youtube, não tem NENHUMA propaganda. NADICA DE NADA. Nem banner, nem anunciante, nem logomarca, nada. Sendo que se voce entrar em foruns de clube de carros, ou motos, estão lotados de banners. Podia colocar banners no canal do youtube, e/ou dentro do video.

      Já em relação aos videos em 3 tipos (detalhes, cidade, estrada), eu só via o detalhe e cidade. kkkkkkkk. Pois se na cidade for satisfatório, não vejo necessidade em ver como foi na estrada. Alias o video da estrada me servia mais pra ter noção do silencio da cabine, e comportamento nas curvas, mas isso eu fico satisfeito lendo um pequeno texto, ou um leve comentario no video em cidade. Eu acho que podia fazer apenas um video de 15min, com detalhes rapidos, e andando na cidade.

  • Mario Henrique

    em qual cidade vocês fazem esses testes ?

  • shdn2010

    Caramba.. que tesão de carro… sonho bem distante…..

  • Mario

    Ótimo texto, certamente as avaliações serão bem qualificadas.

    Gostava dos vídeos como fonte para avaliação para compra de modelos. Quando a matéria é sobre esportivos ou carros muito caros até não faz falta o vídeo..basta procurar no YouTube que acha muita coisa sobre carros importados. O que vai fazer falta é justamente um vídeo qualificado comentando sobre aspectos dos nossos carros…material que não existe em lugar algum!

  • fabio_augusto

    Eu gostava dos vídeos pela "movimentação". Não tem como fazer um vídeo único mostrando todos os aspectos do carro Eber? No estilo do SaabKyle do youtube (se bem que vc já fazia isso)…

  • Soares

    Prefiro o Jeta!!!

    • mgbalbo

      HAHAHAHAHHAHAAHAHHAHA

  • dudupruvinelli

    Gostei muito da avaliação! Parabéns pela nova "contratação"!

  • pumagtb

    Parabéns pela matéria esse carro é show mesmo mas não vale isso tudo não, sobre o fim dos vídeos é uma pena mas se for para o bem do site e sua manutenção que assim seja, creio que os leitores NA (pelo menos a maioria) não querem vídeos e fotos no estilo Hollywood e sim que seja simples e realistas que venha transmitir uma veracidade do que realmente é.

  • CanalhaRS

    S5 é meu sonho de consumo!!!!!!

  • Eber, peço pra que no futuro pense novamente nos vídeos, talvez pensando em soluções mais econômicas para eles e talvez quando o N.A for ainda maior. Digo isso porque eu mesmo conheci esse site por um vídeo e é por causa dele que todos os dias entro aqui muitas vezes. Nas próprias avaliações eu praticamente descartava os textos e apenas assistia os vídeos, levando em consideração o que eu via e ouvia de você e do carro. Mas é totalmente compreensível os motivos de não fazerem mais. Mas como disse, se no futuro os vídeos se tornarem mais viáveis, não descarte a ideia ;) Abraço e boa sorte!

  • Cassianoccm

    Hairton, que texto sensacional. Se depender dos leitores, você não sai mais do NA.

  • radiobrasilcombr

    Eber, se pensar num Podcast , conta comigo… tenho uma produtora de áudio e sou locutor publicitário….

  • JPaulo10

    Acredito que os vídeos eram o diferencial do NA.

    Primeiro, porque mostrava detalhes do carro que muitas vezes não conseguimos numa ccs, se ela ao menos permitir que se entre dentro do carro desejado.
    Segundo, NENHUMA marca permite um "Zé Ralé J. Paulo" fazer um test-drive num Evoque, ou num Touareg, muitíssimo menos na estrada, a 110 km/h.
    Terceiro, porque o NA possibilitava ao leitor um contato mais pessoal e direto com o carro avaliado.

    Diretíssimo:
    É muito mais crível e esclarecedor ver o motor do J3 quase morrer numa arracanda, do que ler que o modelo chinês tem marchas muito longas;
    Se tem muito mais noção de uma retomada ao ver o video, do que ler que o carro faz de "60 a 120 km/h em 10 segundos", porque não existe referência concreta, esse dado, quando escrito, é abstrato.

    A pouca visualização no Youtube estava sendo resolvida com a colocação do teste em pauta única, i.é, os três videos junto. Nem todos tem conta no Google, ou acesso direto ao Youtube. Dados de visualização dentro do canal devem ser relativizados.

    O problema de custos poderia ser resolvido de forma criativa.
    Por exemplo, test-drive no local de entrega do carro (não em Minas, como antes), vídeo na apresentação do carro (como o Éber fez com o Volvo S-60 T4, perto de Campinas), ou mesmo durante a própria avaliação do Hairton. Quero dizer: pensando no assunto, usando de criatividade, aparecem as soluções.

    Fica a sugestão: pensar numa alternativa que possibilite o ressurgimento do quadro de videos.
    Porque eu não desejo que o NA caia na vala da mesmice dos sites automotivos, que tem a mesma forma e o mesmo conteudo, onde você lê a mesma notícia, do mesmo jeito.

  • JPaulo10

    Acredito que os vídeos eram o diferencial do NA.

    Primeiro, porque mostrava detalhes do carro que muitas vezes não conseguimos numa ccs, se ela ao menos permitir que se entre dentro do carro desejado.
    Segundo, NENHUMA marca permite um "Zé Ralé J. Paulo" fazer um test-drive num Evoque, ou num Touareg, muitíssimo menos na estrada, a 110 km/h.
    Terceiro, porque o NA possibilitava ao leitor um contato mais pessoal e direto com o carro avaliado.

    Diretíssimo:
    É muito mais crível e esclarecedor ver o motor do J3 quase morrer numa arracanda, do que ler que o modelo chinês tem marchas muito longas;
    Se tem muito mais noção de uma retomada ao ver o video, do que ler que o carro faz de "60 a 120 km/h em 10 segundos", porque não existe referência concreta, esse dado, quando escrito, é abstrato.

    A pouca visualização no Youtube estava sendo resolvida com a colocação do teste em pauta única, i.é, os três videos junto. Nem todos tem conta no Google, ou acesso direto ao Youtube, mas bassta um clique no post para se ver o video. Assim, creio que dados de visualização dentro do canal devem ser relativizados.

    O problema de custos poderia ser resolvido de forma criativa.
    Por exemplo, test-drive no local de entrega do carro (não em Minas, como antes), vídeo na apresentação do carro (como o Éber fez com o Volvo S-60 T4, perto de Campinas), ou mesmo durante a própria avaliação do Hairton. Quero dizer: pensando no assunto, usando de criatividade, aparecem as soluções.

    Fica a sugestão: pensar numa alternativa que possibilite o ressurgimento do quadro de videos.
    Porque eu não desejo que o NA caia na vala da mesmice dos sites automotivos, que tem a mesma forma e o mesmo conteudo, onde você lê a mesma notícia, do mesmo jeito.

  • Davidcomentador

    Não acredito que as avaliações vão acabar :/ …Bom mesmo assim o conteúdo em texto é ótimo!
    No caso de baixa visibilidade no youtube, acho que deve-se ao fato do NA não permitir comentários ou a opção curtir nos videos isso ajuda bastante na divulgação de um vídeo, as pessoas gostam de tirar dúvidas, debater, sobre o carro na própria página do vídeo..meu ponto de vista!
    Realmente a distância e os custos são fatores decisivos é uma pena! boa sorte e continuem com o ótimo trabalho! :)

  • Lucas

    Compreensível, Eber, obrigado pelos esclarecimentos. As avaliações de Hairton começaram com excelente qualidade, e já espero ansiosamente as próximas.

    No entanto, a saída dos vídeos deixa um vácuo: eles comunicavam aquela experiência mais pessoal e tátil de entrar na cabine, tocar nos materiais, apertar os botões, ouvir os sons que o carro faz, ver como ele acelera, o barulho que a porta faz ao fechar. Normalmente eu pulava direto para os vídeos pois essas são qualidades que mais me interessava observar. Estava louco pra ver os vídeos de avaliação do Golf 7 quando ele chegasse por aqui.

    Espero que no futuro vocês descubram uma forma mais econômica de comunicar essas informações sobre os veículos testados. Talvez vídeos mais curtos, só com a parte de "detalhes", sem teste de cidade nem estrada, padronizando um "roteiro" que poderia ser seguido por alguém em SP.

    De qualquer forma, parabéns pelo site, continuarei sendo um frequentador assíduo. :)

  • fernandofbx

    É uma pena Eber por que os vídeos eram muito bem feitos e auxiliavam em muitas dúvidas sobre alguns carros mas a explicação e justificativa para o término dos vídeos foi muito bem colocada e se é para o melhor do NA, estamos juntos.

  • Rafaelndsilva

    Pena mesmo acabar com os vídeos! era engraçado colocar o video para passar na sala e lá do quarto minha esposa falava: "Ah lá vem esse moço com voz chata de novo" kkkkkkkkk espero que a decisão seja repensada pois sempre comprei meus carros baseados nos videos que vc fazia tão bem! Parabéns ao Hairton uma das poucas peças criativas da revista global que, para a nossa alegria, faz parte do "elenco" do NA! Bela matéria!!!

  • ocduarte

    Hairton, "Voz" sois muito bem vindo. Parabéns a você e ao NA pela primeira e excelente matéria.
    E que fotos são essas? Excelentes, dá vontade de saltar dentro!

  • fse

    Ficou legal a matéria. E sobre os videos que foram comentados acima; eu era uma que assistia as apresentações e teste em estrada. Os da cidades só lia a matéria aqui. Os motivos ja foram explicados, mas vou sentir falta dos videos.

  • Nao acredito , o que eu mais gostava era ver as suas avaliações pelo video eber, eu achava desnecessario os videos que voce fazia mostrando o carro na cidade e na estrada,mas a avaliação na garagem .. vai fazer falta.

  • apmneto

    Excelente texto. Bem-vindo Hairton.

  • andre

    Realmente vai fazer falta os vídeos, poderiam pelo menos deixar os vídeos na garagem, esse era o diferencial do site.

  • Wellington Myph13

    Texto muito bom, gostoso de ler, mas ainda sinto falta ao menos de um videozinho de apresentação do carro sabe…
    Uma coisa simples, sem fala, algo como: Dar a volta no carro, entrar do lado do motorista, mostrar o volante, a central multimídia, passar a mão no painel pra mostrar se é emborrachado/couro/plastico, mostrar detalhes que possam ser interessantes, depois ir para as portas traseiras, mostrar o espaço, se tem o cinto de 3 ponto pra todos e apoios de cabeça e por ultimo o porta-malas…
    Fotos não são a mesma coisa quando se vê no video… nele você tem uma perspectiva melhor do tamanho das coisas, do espaço, e até em alguns casos da qualidade dos produtos (Alguns casos, pois a foto bem feita, demonstra melhor esse quesito).

    Veja a possibilidade de algo assim, e vamos ver quantos respondem se aprovam algo do tipo e quantos votos, e quem sabe pode valer a pena ter ao menos algo assim…

    Com certeza vou sentir falta dos videos da cidade, nem tanto os da estrada, mas na cidade dava pra tentar notar se o carro ia ser barulhento demais, ver como se comportava nas subidas, em curvas e em algumas acelerações… Mas podemos viver sem isso se tivermos um texto bom pra cobrir. :)

  • Tiago_Beneditto

    Agora, ficou bem explicado, eu olhei praticamente todos os videos e o que mais gostei, e olhei por mais de uma vez foi o da Trail Blazer, olhei só para
    escutar o sensacional ronco do motor V 6, infelizmente as avaliações com videos vão ficar na saudade, mas sucesso para o NA.

  • Rossano Varela

    Entrando no coro, também sentirei muita falta dos vídeos, afinal eles foram decisivos para que eu deixasse as revistas impressas e elegesse o NA como minha fonte oficial de notícias automotivas. É bem verdade que eles não eram a base, mas deixavam as matérias muito envolventes.

    Quanto à matéria, excelente! Padrão Hairton Voz de qualidade.

  • Renan21

    Eu mesmo só assistia os vídeos dos carros que eu gostava, muita gente deve ser assim.

  • Stark

    Seria bem interessante os comentarios liberados no Youtube para interagirmos mais.

  • Jamerson

    S5 cupe é lindo demais, mas o S5 sportback é meu sonho, o sedan mais bonito do mundo.

  • Denis Y.

    Eber,

    Aqueles vídeos que você mostra detalhes dos carros são sensacionais! São os carros na "vida real", diferente daqueles vídeos e fotos de comerciais e sites de montadoras cheios de ângulos, posições cuidadosamente escolhidas, efeitos, retoques de photoshop… e diferente daqueles vídeos amadores que ficamos reféns no youtube….

    Através dos seus vídeos, eu conhecia o carro como ele é, sem precisar ir à concessionária (muitas vezes com um vendedor chato do lado). Acho que, pelo menos, o vídeo de detalhes poderia ser mantido (sendo somente para mostrar o carro não deve tomar tanto tempo assim)

    Como disseram, é um diferencial do N.A e não tenho dúvidas que haveria uma quantidade muito maior de visualizações se houvesse um link fácil, direto da página principal, listando todos os seus vídeos.

    Considere também que o N.A acumularia uma biblioteca ao longo do tempo. Tem um usuário (saabkyle04) do EUA no youtube que mostra detalhes de carros: ele acumulou uma razoável "biblioteca" e possui mais de 158 milhões de visualizações(!!). Agora veja que curioso… os vídeos do N.A seguem exatamente os mesmos "moldes" (uma pessoa, uma câmera na mão, mostra aqui, aperta dalí, comenta detalhes…) e, na minha opinião, ainda o N.A. é melhor tecnicamente, tanto é que assistia os vídeos dele e passei a ver os do N.A.

    Portanto, acho que seria muito interessante o esforço para manter, pelo menos, o vídeo de detalhe. Fica a minha sugestão!

    Sucesso e forte abraço!
    Denis

  • Rafael

    Parabéns pela matéria. Foi muito divertido essa leitura.

  • CharlesAle

    Pois é,falam tanto que a TV aberta é uma porcaria,o que concordo em parte,mas também a audiência maior do YT é besterol,funk,quadradinho de oito e outras porcarias é bem verdade,ou seja,o maior público não valoriza trabalho sério,seja na TV aberta,seja na internet!!!!

  • Neanderthal_Man

    Outra vantagem dos vídeos feitos pelo Eber era que o carro apresentado seria exatamente igual ao que encontraríamos nas ccs.
    Pois se olharmos os vídeos do canal saabkyle do youtube, ele faz uma apresentação no mesmo estilo do Eber, mas dá tristeza ver o que os carros nos EUA possuem e quando chegam ao Brasil são capados sem piedade. Por exemplo, o Fiesta nacional é uma lástima se for comparado ao Fiesta que os americanos têm.

  • P500<<

    Deveriam ter investido no you tube. Nem comentar e positivar os vídeos nós conseguíamos. Vejam e aprendam com o exemplo do Alexandre da High Torque onde já fez vídeos para o NA. No caso dele, que tem um canal mais específico e voltado para mecânica e reparação automotiva, o canal só cresce.

    Aqui com o NA, seria um canal mais abrangente, assim atraindo um público ainda maior. Parcerias com outros canais (como o já citado e outros) e mais propaganda voltada ao canal de vídeos como sendo um segundo site, ou parte integrante do primeiro tanto faz o ponto de vista.

    O fato é que nós expectadores estamos perdendo e o NA apenas se mantém. Não desejo mal, porém se for pra ser igual a qualquer blog não fará diferença. Entendo os motivos citados sobre os custos e despesas "desnecessárias", mas para manter a identidade do NA, algo poderia ser pensando e mudado. Não conheço em detalhes quem mora onde, essa é apenas a opinião de um expectador assíduo pelo diferencial que vinha sendo esse site.

    P500<<

  • Rafaelndsilva

    Logo no início do teste da cidade, em primeira marcha, tinha um buraco na pista que sempre que o Eber passava por ele eu analisava se iria fazer muito barulho ou nao… assim como quando ele passava sobre os paralelepipedos se tinha muito barulho ou não… é esses vídeos vão fazer falta mesmo!

  • dudupruvinelli

    Eu também acompanho os vídeos do Saabkyle04! O NA não deveria parar com os vídeos :\

  • Anderson

    Sou um grande admirador dos carros da Audi, no texto acima foi comentado sobre o consumo de 15 km/l talvez ate que faça só que com gasolina americana, não é essa gasolina nossa batizada, você paga por gasolina e recebe alcolina, uma vergonha nosso país se dizer auto suficiente em petroleo sendo que nossos vizinhos paraguaios recebe da petrobras gasolina de boa qualidade, o Brasil é assim pagamos pela carne de primeira mais recebemos a de segunda……

  • JoaoMartini

    Nada contra as matérias do NA, mas se for pra ler matéria com textos enxutos e profissionais, eu vou na caranddriver/4rodas/carplace.. Lá pelo menos tem aparelhos para medire aceleração e retomada com mais precisão.
    O diferencial do NA eram as avaliações feitas por um usuário comum, assim como nós – sem contar os vídeos..
    Toda Terça feira criava-se uma expectativa ao entrar no canal do YouTube e ver qual carro seria avaliado. Agora, nao cria nenhuma.. Pois a avaliação que agora é feita aqui tem em muitos outros sites, sem contar nas avaliações da Carpress.
    Enfim, pelo visto teremos que nos contentar com vídeos do Autoentusiastas e "CanalTopSpeed", pois de diferencial, o NA nao terá mais nada!

    • Na verdade o NA tem mais de 20 diferenciais perante os sites concorrentes, como nossa página de diferenciais mostra: https://www.noticiasautomotivas.com.br/diferenciai

      Agora, se você preferir ler avaliações em outros sites, é um direito seu. Aparelho pra medir aceleração e retomada não agrega nada para uma pessoa comum lendo uma avaliação.

      • JoaoMartini

        Item 1) Igual a todos, 3,4,6 e 7 idem .. 8 pelo visto vcs esqueceram de retirar ..rs
        Enfim, são diferenciais ínfimos que a maioria dos concorrentes fazem.. Continuarei visitando o NA, mas eu e muitas outras pessoas descobrimos o NA pelo canal do Youtube.
        Sinto muito pela perda dos vídeos.. O NA perde imensamente com isso.
        Ah, e já que é pra se profissionalizar de vez, virem um site.. Pelo menos a Fiat cederá carros pra vcs.. ( Vcs msm, pq não teremos mais a experiência :/)

        "8) Vídeos completos dos carros avaliados

        Quando fazemos as avaliações detalhadas citadas acima, somos o único site (não apenas dentre os blogs) que faz vídeos completos do carro em questão, mostrando todos os seus detalhes e depois filmando trajetos em cidade e estrada. Confira nossos vídeos em nosso canal do Youtube."

  • David

    Onde esta o video ?? avaliação muito boa mas cansativa, preferia com video, tudo que é bom acaba mesmo :(

  • Fernando Rodrigues

    Ótima matéria e seja bem vindo ao N.A. Hairton…e quanto ao carro de sua matéria de estréia,eu digo o seguinte: Como sempre os alemães fazem "brinquedos" excelentes.Aliás;eu sou um maluco por carros alemães,e tenho certeza que eles sabem fazer carros como poucos.Se você tiver mais destes "brinquedos" para nos mostrar,melhor.

  • Pedro

    Sou de Minas tbm, cidade pequena, bem perto da sua, e não tenho muitas opções de mercado por aqui né, portanto seus vídeos eram meus principais colaborativos para avaliações de minhas paixões: carros, principalmente os nacionais! Não posso lamentar o passado, agradeço por tudo o que você fez por nós, obrigado pelo carinho e principalmente a verdade com nós leitores, que nunca faltou, principalmente em seus vídeos!

  • Rafael Silva

    Nossa, eu via todos os videos mesmo depois de ter comprado um carro novo e continuo ainda vendo alguns… Acho eles sensacionais, seu senso crítico e opiniões imparciais para mim foram um diferencial, me ajudaram inclusive na compra de meu novo veículo. Bom, entendo suas ponderações, acho de muito bom senso e entendo todas. Continuarei acessando o NA mesmo sem os vídeos, é um site de extrema qualidade!!!

    É engraçado que quando fazia os test drives nos mesmos veículos tinha exatamente a mesma impressão aos detalhes sitados por você nas avaliações dos mesmos.

    De qualquer forma, obrigado por ter criado o NA e mesmo assim estar o mantendo.

    Abraços e sucesso!!!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend