Governamental/Legal Trânsito

Austrália: radar para flagrar motorista com celular vira polêmica

Austrália: radar para flagrar motorista com celular vira polêmica

O estado de Nova Gales do Sul, na Austrália, está gerando polêmica no país por conta da introdução de um novo tipo de radar de fiscalização eletrônica de tráfego, que teria tecnologia militar. O objetivo é flagrar motoristas que estejam dirigindo e também falando ou usando o celular.


Após seis meses de testes em Sidney, o governo de Nova Gales do Sul aprovou uma lei que autoriza o uso desse tipo de equipamento, que possui uma câmera de altíssima resolução, capaz de fazer fotos de todos os motoristas numa via e em questão de segundos, identificar aqueles que estejam manipulando o celular a bordo.

A questão que está gerando debates no país todo é relativo às leis que garantem o direito de privacidade do cidadão. A nova lei, chamada Lei de Segurança Rodoviária, autoriza a filmagem de condutores sem o consentimento dos mesmos, quando estes estão em vias públicas.

Além de Nova Gales do Sul, as regiões de Austrália Ocidental, Queensland e Victoria também deverão aprovar leis semelhantes. O país possui algumas leis nacionais e estaduais que protegem os direitos de privacidade e trabalho dos cidadãos.


Austrália: radar para flagrar motorista com celular vira polêmica

Uma delas é a Lei de Vigilância do Local de Trabalho, promulgada em 2005, na própria NSW (sigla em inglês do estado citado). Neste caso, o questionamento sobre violação de direitos se baseia no fato que motoristas profissionais e condutores do correio, por exemplo, estão em seu local de trabalho ao estarem dirigindo.

Nesse caso, a nova lei violaria a anterior, segundo questionamentos de parte da opinião pública australiana. O radar, cuja super câmera é operada pelo Transport for NSW e Roads and Maritime Services, pode flagrar todos os condutores da via de dia e de noite, sob quaisquer condições atmosféricas e em velocidades de até 300 km/h.

O departamento de trânsito da região diz que as imagens de alta resolução são analisadas por um programa de computador que identifica as fotos em que o celular aparece. Estas são selecionadas e analisadas por pessoal autorizado.

O governo de Nova Gales do Sul defende o uso da super câmera, pois em sua visão, a segurança viária vem acima da privacidade do cidadão. A multa para motoristas flagrados com celular ao volante é de 337 dólares australianos ou cerca de R$ 899. A infração gera ainda cinco pontos na licença de direção. Em Queensland, a multa chega a R$ 2.668 e se repetida, o condutor tem a carteira suspensa.

[Fonte: Carsales]

 

 

Austrália: radar para flagrar motorista com celular vira polêmica
Nota média 5 de 3 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • 4lex5andro

    De resto, esse é o tipo de ”novidade” do mundo civilizado que não demora em chegar no Brasil.

  • Rodrigo

    Não é só no Brasil que existe a indústria da multa (embora, neste caso eu concorde com a medida).
    Só acho que, além da questão de privacidade apontada no texto, é uma medida que ja tem prazo de validade, uma vez que a direção autônoma (em especial para países desenvolvidos como Austrália) já é uma realidade bem próxima. Especialistas apontam que em 10 / 15 anos a tecnologia estara disponivel pra comercialização em larga escala. Será que ainda assim os viciados não poderão mexer no celular quando no assento do condutor?

    • Edson Fernandes

      Quando essa tecnologia estiver difundida e também for a maioria …. e não minoria, eu concordo. Pois os sistemas entre os carros irão com certeza se comunicar.

      E aí vc poderá evitar de dirigir o carro. Nesse momento? Eu já não concordo porque a pessoa poderia se colocar em risco por conta de outros condutores. Dando um exemplo pratico disso:

      Vc está em um transito em SP. Qtas vezes o cara da sua esquerda “naquela brechinha” joga o carro dele sem seta e com tudo? Creio que os sistemas por mais preciso que sejam, por uma questão de segurança, criam uma distancia ao carro da frente onde esses adoram as tais “brechinhas” e ainda entrnado na tua frente freando e te fechando. Isso é só um dos casos onde podem acontecer acidentes.

      Isso porque o comportamento do motorista será mais abrupto que de um sistema.

      • Rodrigo Monteiro

        O tempo de reação de um robo é 1000x mais rapido que de um humano… muito facil vivenciar isso em qualquer jogo com BOT.

        Então se em uma fechada o humano tem tempo de freiar e evitar o acidente, o carro autonomo faria muito melhor… sem contar na direção defensiva que o carro autonomo fará coisa que nenhum motorista stressado faz.

        • rrodrigo ROOH

          mas tudo pode falhar, até os robos podem ter algum defeito de software,ou algum sensor nao funcionar

  • Dante Moore

    Mas as pessoas usam o celular no colo e não a cima da porta. Será que irão usar a câmera dos thandercats? 😂😂😂

    • Unknown

      Thunder* – Trovão

  • Julio Alvarez

    A rua que moro não tem muito movimento. Ontem tinha um Palio vindo em sentido contrário, quando começou a atravessar a pista e vir na contra mão em minha direção. Só voltou para o lado dele quando buzinei e dei farol. Adivinha o que o “motorista ao volante” estava fazendo…

  • zekinha71

    Deve ser pra pegar quem está em carro autônomo e fica brincando que está dirigindo.

  • zekinha71

    SE aqui instalarem um radar desse, ele vai ter que um HD gigante pra tantas fotos e imagens que vai pegar diariamente dos cabeças caídas.

  • Zé Mundico

    Eu entendo que esse assunto é bastante controverso, mas vamos combinar que dirigir e falar ao celular são ações totalmente incompatíveis e excludentes entre si.
    Eu também sei que existem malabaristas que até conseguem dirigir e falar ao celular e que nunca provocaram acidentes com isso, graças a deus.
    Também sei que tem gente que vive num estado mental incapaz de desgrudar da tela do celular, sob pena de apresentar sintomas de nervosismo e irritação. É a tal obsessão por estar conectado e online.
    Mas eu ainda acho que dirigir e falar ao celular continua sendo uma coisa muito, muito perigosa.

    • Thiago

      Na escola do meu filho o pessoal fica em fila, com o carro ligado, esperando para passar na porta e pegar os rebentos. Eu paro no estacionamento, desço e vou até a porta; mas a grande maioria, por preguiça ou sei lá o quê, faz assim. Outro dia eu contei quinze carros na fila. Nesses quinze havia dezessete pessoas mexendo no celular (em dois dos carros havia duas pessoas). Ninguém fazia outra coisa, seja o que for. Sei que é uma ferramenta útil, que hoje não vivemos sem ela, pois facilita uma série de coisas. Mas que tem hora que parece comportamento de gado indo para o abate, parece. E a gente tem que ter clareza para perceber isso, e tentar, como tudo na vida, buscar o meio termo.

  • Luciano

    Não existe privacidade em via pública.

    • Rodrigo Monteiro

      Depende cara, o mundo todo não é o Brasil… Na Australia há vide a materia

      • Zé Mundico

        Não sou advogado mas conheço gente da área que confirma que não existe privacidade na via pública, mesmo que você esteja dentro do seu carro. Assim, quem transita em via pública (ou mesmo que esteja dentro de um carro parado), está sujeito a legislação civil e penal de conduta pública. Isso é um conceito universal, pode acreditar. Tanto faz aqui no Brasil, EUA, Japão, Nova Zelandia ou em qualquer país civilizado.
        O que pode haver são diferenças locais em relação ao grau (possuir, portar ou utilizar) ou restrições ao objeto considerado, que pode variar de um celular até uma arma. Mas de forma geral, via pública é considerado espaço público, claro.

        • BuffyDawnSum

          A Cicarelle que o diga 🤣🤣🤣

    • Zé Mundico

      isso mesmo.

  • Fabio Marquez

    Aqui estão precisando de algumas dessas… Esses dias uma moça passou por mim no cruzamento mandando mensagem no wspp, ela não viu o cruzamento, um quebra molas a frente, muito menos duas moças que atravessavam a rua e quase foram atropeladas pela louca… Certa vez estava reparando que só o ato de abaixar e olhar quem está te ligando pode causar um acidente grave, já que dependendo da velocidade o carro anda muitos metros sem controle.

  • Daqui a pouco a gente não vai poder nem dirigir pelado! 😬

  • Ricardo

    Mais útil que radar de velocidade.

    • Thiago

      Bem colocado!

    • Gabriel Medeiros

      Muito bem colocado!

  • Mauricio Ferrari

    O direito à privacidade do (mal) motorista infrator termina no direito das demais pessoas de terem a máxima segurança possível ao transitarem. Por mim, os carros poderiam ter câmeras internas gravando o trajeto e o volante, e caixas-pretas gravando tudo o que os condutores estão fazendo, inclusive sua trajetória, velocidade, etc.
    Em caso de acidentes, deveriam ser usadas para apontar o que aconteceu de verdade.
    A verdadeira maior causa de tantas tragédias envolve negligência, abusos, velocidade excessiva, incompetência. As vias com defeitos, mal sinalização, e até veículos com problemas são minoria nas estatísticas da violência no transito, apesar de também precisarem ser combatidas

  • e para aqueles que acham que “parado não tem problema”… eu já fui abalroado em um sinal (estava de moto) por um motorista teclante… o cara tava com o carro parado e mexendo na porcaria do whatsapp…(eu tinha visto pelo retrovisor).

    na hora em que desviei o olhar do retrovisor para olhar para a frente, cara soltou a embreagem (ou o freio, não sei se o Sandero era automático/automatizado) do carro e me derrubou. Por pouco não me prensou em outro veículo que estava na minha frente (depois reclamam de moto no corredor – eu NÃO ESTAVA no corredor, estava na faixa de rolamento). Tão sem noção da cagada que fez que desceu do carro pra me ajudar a sair debaixo da moto ainda com o aparelho na mão, destravado e na tela do Whatsapp.

    isso aconteceu 3 semanas depois que um conhecido meu morreu no Setor Sudoeste (aqui em Brasília) atropelado por uma senhorita que não tirava a cara da telinha do telefone enquando andava com seu SUV em uma área cheia de movimento e carregada de lombadas.

    Já estou acostumado a ver motoristas entrando em via expressa sem nem olhar pra pista, só teclando enquanto dirigem…

    um perigo para outros motoristas, para ciclistas, pedestres e motociclistas.

    hoje não existe desculpa para isso: a totalidade dos carros atuais que tem som de fábrica já vem com bluetooth que serve para ligações… e carros não tão caros já vem com sistemas com Android Auto e Apple Car Play, que permitem usar comandos de voz para uso do Waze, Spotify, e até aplicativos de mensagem como Whatsapp e Messenger. Repito: NÃO TEM DESCULPA pra tirar a atenção do trânsito pra ficar futucando celular.

    Mesmo se o carro tiver um bluetooth simples, sem muitos recursos, dá pra usar Android Auto por meio da instalação do aplicativo no celular, permitindo o uso de comandos de voz pra tudo, basta deixar o aparelho espetado no painel e não tirar de lá.

    a meu ver manuseio de celular ao volante é uma infração que deveria ser equiparada à direção sob influência de álcool. multa pesadíssima e suspensão do direito de dirigir.

  • IPZ.4

    Excelente. Vai pegar muita madame e “rainha” de SUV. Uma das pragas de carro AT é essa: não sei pq alguns se sentem capazes de usar o celular já que não precisa trocar marchas e pisar na embreagem, e só fazem c4g4da.
    Mas falham miseravelmente, são primatas, ainda não há ser vivo com essa habilidade.

  • Ronaldo Prado

    Concordo que dirigir e mandar mensagens é um ato realmente perigoso. Mas qual é a diferença entre falar ao celular e falar com a pessoa do seu lado? O fato de estar sem uma das mãos ao volante? Não conheço ninguém que dirija com as duas mãos na direção do tempo todo. Aliás, nem sei como se usa a mão direita ao volante de tanto que me acostumei a dirigir com a esquerda apoiada na perna. Essas supercâmeras vão multar também quem estiver coçando o saco? Afinal é infração não usar ambas as mãos, certo?

    • rodrod

      tem q ao menos segurar firme o volante… nao acho legal segurar o volante so na parte de baixo

    • Otavio Marcondes

      Vamos por assim: você recebe R$2000,00 por mês aproximadamente e tem um celular que custou R$1000,00 (comprou parcelado). Você está dirigindo, falando e segurando o celular e tem uma situação de risco e tem que realizar um desvio ou frenagem de emergência, você largaria o celular sob o risco dele quebrar? Será que se tivesse sem ele estaria mais atento ao que acontece ao redor?
      Segundo varias pesquisas, o simples ato de desviar o olhar para procurar o botão do rádio já causa desatenção (acho exagerado também), mas o que é extremo aqui no Brasil é o tal do WhatsApp. Chega a ser suicídio ou tentativa de homicídio mesmo.

  • Alvarenga

    Falar no viva voz dirigindo ja é um problema quando a conversa exige algum raciocino ou decisão pois isso automaticamente desvia parte de sua atenção. Teclar então é muito pior.
    Por outro lado so maluco estaciona o carro quando o telefone toca. Primeiro porque não tem onde parar em muitas vias das cidades e segundo porque é quase certo que algum bandido pode se aproveitar e te abordar.
    Então qual a solução ? A maioria das pessoas liga ou tecla por mania ou irresponsabilidade mesmo, ja que a comunicação poderia ser feita depois de chegar ao destino ou parar em algum lugar seguro. Mas e quando a ligação ou comunicação é algo realmente urgente que voce esta esperando ou precisando ??? O que fazer ?

    • BuffyDawnSum

      Ou esperar chegar no trabalho, em casa, no shopping e responder a ligação. Que diabos que tem que responder na hora. Nessas horas o telefone da telebras era bom! Vc só falava na linha fixa em casa (se fosse rico) ou tinha que ir o orelhão! 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣

  • David Diniz

    Ok, mas como o radar vai saber que o motorista está ao celular se o mesmo estiver conectado via Bluetooth no som do carro?

  • BuffyDawnSum

    Quem dirige e usa celular tem que se lascar mesmo. Vinte e cinco anos atrás ninguém tinha celular e se quisesse falar com alguém tinha que esperar chegar em casa ou trabalho para falar ou usar o computador para checar a internet. Que maluquice é essa que não pode ficar 10 segundos longe do celular ou parar para falar ao mesmo no lugar de ficar atrapalhando o trânsito.

    Já estive num carro onde motorista insistia em usar o celular e por pouco não atropela 3 crianças de uma família ao fazer uma conversão sem olhar. A sorte é que o carona conseguiu puxar o volante a tempo de evitar algo pior.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email