Avaliação 365 Hatches Populares Volkswagen

Avaliação 365 – Proprietário de um Corolla 2007 faz viagem de 800 km com nosso up!

volkswagen-up-viagem-bh-1-700x525 Avaliação 365 - Proprietário de um Corolla 2007 faz viagem de 800 km com nosso up!

Abastecimento feito às 5:30 da manhã



Neste mês um amigo fez uma viagem a trabalho com o nosso Volkswagen up! da avaliação de um ano. Ele foi até Belo Horizonte e voltou no mesmo dia, em uma viagem que totalizou um pouco mais de 800 quilômetros. Pedimos a ele que fizesse alguns comentários a respeito do carrinho, sendo bem sincero e sem necessidade de elogiar o carro além do necessário.

Ele tem um Toyota Corolla 2007, na versão XEi com câmbio manual. Seu carro já está com mais de 190.000 km, e segundo ele, não é feito muito no veículo além de trocas de óleo. Jogo de velas mesmo trocou apenas uma vez.

volkswagen-up-viagem-bh-3-700x525 Avaliação 365 - Proprietário de um Corolla 2007 faz viagem de 800 km com nosso up!

Em frente ao Mineirão um dia antes de jogo da fase inicial da Copa do Mundo

Comentários da viagem

1) Desempenho – Achei que iria estranhar muito pois já faz alguns anos que não viajo em carros 1.0, mas foi tranquilo, eu só percebia que estava num 1.0 nas arrancadas, na estrada achei o carro muito esperto nas retomadas de velocidade, logo me acostumei a ter de cambiar as marchas mais vezes para poder manter um ritmo na viagem.

2) Consumo – O primeiro abastecimento fiz em São Gonçalo do Sapucai, então calculando a quantidade de litros colocada e a quilometragem rodada cheguei a uma média de 12,5 km/l de álcool, rodando em velocidades entre 110 e 120 km/h, inclusive acelerando forte em subidas para manter a mesma velocidade. Este consumo se deu com o ar-condicionado desligado. Não entendo muito mas acho satisfatório pelo desempenho na estrada e contando que foi no álcool.

3) Suspensão – Uma característica da Volks é a suspensão mais firme, na estrada acho isto uma vantagem pois achei o carro muito seguro nas curvas, mas dentro da cidade em baixa velocidade sofri um pouco pois eu percebia a trepidação de cada remendinho do asfalto.

4) Freios – Muito seguro.

5) Posição de dirigir – Achei muito fácil me ajustar na posição mais confortável para dirigir.

6) Ar-condicionado – Não usei, estava frio.

7) Direção – Um carro muito firme de direção.

8) Espaço interno – A impressão é exatamente a que o comercial passava, um carro compacto por fora mas grande por dentro.

9) Câmbio – Muito bom o cambio, não tive problemas em me acostumar com o cambio tanto na sequencia das marchas como nas reduções, não oferece dificuldade.

Consumo na cidade

Neste mês utilizamos apenas álcool na rodagem com o up!, pois este combustível está com preço vantajoso aqui na região. Além do consumo acima citado que foi alcançado na estrada, marcamos uma média de 9,2 km/l na cidade, também sem ar-condicionado devido ao clima mais frio.

Revisão de 10.000 km

Estamos nos aproximando da primeira revisão do nosso up!, no próximo mês falaremos a respeito desta revisão e se o serviço foi feito a contento pela concessionária.

Atenção dispensada pela montadora

volkswagen-up-carta-chaveiro-700x525 Avaliação 365 - Proprietário de um Corolla 2007 faz viagem de 800 km com nosso up!

Recebemos este mês uma correspondência da Volkswagen celebrando o início do relacionamento do comprador do up! com a marca. Dentro, além de um folheto falando sobre o Grupo Volkswagen, que engloba várias marcas ao redor do mundo, falando do portal do cliente Volkswagen, também da assistência 24 horas que é oferecida e mostrando alguns acessórios originais feitos para o up!, serviços financeiros, cartão de crédito, etc. recebemos um chaveiro com o formato do emblema da empresa, que você pode ver no centro do folheto azul escuro da foto.

Não se trata de um brinde fenomenal, é claro, mas para o segmento de populares é melhor do que vemos outras marcas fazerem. Quando recebemos a correspondência pensamos imediatamente que a Volkswagen está oferecendo um relacionamento bem melhor do que experimentamos com a Chevrolet na Avaliação 365 do Onix. Além da marca americana não mandar uma cartinha sequer agradecendo a compra, os problemas relatados nas visitas às concessionárias nunca foram resolvidos. Já com o up!, pelo menos até agora tudo que reclamamos foi solucionado, incluindo uma troca de forro interno e lavador do vidro traseiro.

5.0

  • Pelas notícias, se não fosse um preço absurdo, teria tudo para revolucionar o padrão dos compactos…

    • João Belloni

      O que o faz excepcional, é a segurança, consumo, desempenho, agilidade e qualidade da marca coma produção. Isso tudo vem de série, por 26990, ou seja, um dos veículos mais baratos à venda no Brasil. Acho que está entre os 5

      • CorsarioViajante

        Exato. E você pode ter uma versão com a/c, direção elétrica e travas por algo em torno de 34.000.

        • Martini Stripes

          Por 37 um hb20 1.0 tbm “completinho”, como é mais bonito, e a parcela sobe só 30 reais. Bingo.

          • CorsarioViajante

            De fato, para quem vai parcelar em várias vezes pode ser tentador.
            Mas para quem tem uns 30.000 e já esticou até os 34.000, talvez complique.
            Ou seja, cada caso é um caso, e cada um sabe onde o calo aperta! rs

            • Marcio

              Para manter cinco anos de garantia do hb20, ou 50.000km, gasta-se 1400 reais, para manter três anos de garantia no up gasta-se 2400 reais, para manter 3 anos de garantia no hb20 gasta-se 700 reais.
              Estes valores devem ser considerados no momento de avaliar o custo benefício dos carros, as revisões do up custam o triplo.

              • CorsarioViajante

                Aliás, para mim, este é o ponto em que a VW devia trabalhar forte: ainda não tem custo tabelado de maõ-de-obra, e um carro com o Up ou Golf acho que deve ser bem complicado fazer manutençaõ fora da concessionária.
                Eu mesmo que sempre tive VW e gosto muito do Up ficaria com um pé bem para trás por causa deste quesito, e daí quem aparece forte é o Etios e suas revisões com preço justo.

        • Lofin

          take up! com A/C, direção com assistência eletromecânica, vidros elétricos dianteiros e trava elétrica: R$ 31.680,00

          Versão 4 portas: R$ 33.680,00

          Preço de tabela, que todos sabemos não ser condizente com o que se paga na concessionária.

          Fonte: http://www.vw.com.br/pt/carros/up/monte-o-seu.html

          • CorsarioViajante

            EU já dou o preço do MoveUp, pq o Take Up é dose. Mas vale a observação, quem quer o menor preço possível pode mesmo optar por esta versão.
            Até pq a calota do take up, para mim, é mais bonita que a calota do Move Up.

        • Alessandro Lagoeiro

          Só existe up! de 42 mil reais. O Hater up! Onde já se viu, andar de carro sem uma telinha no painel? É impossível! E eu mesmo não consigo andar sem ESP. Uso ele até para estacionar!

          • CorsarioViajante

            hahaha verdade, mas veja, depende… Se a VW tiver ESP é obrigação e não vale nada. Mas se não tiver, é uma caixa da morte!

        • V.mario

          Este seria o único carro 0km que compraria por até R$34.000 porém na versão move up! com 4 portas, Ar, DE, trio elét. e rádio.

      • COMENTARISTA MEDÍOCRE.

        Credo. É só um carro. Menos jovem, menos.

      • afonso200

        26mil pé de boi, o que interessa parte de 35mil, e cambio automatizao que mais interessa completinha por 37mil

        • Alessandro Lagoeiro

          E quem dispensa a embreagem por esse valor hoje?

        • CorsarioViajante

          O que interessa para quem?
          Quando eu era mais jovem e um pouco menos duro, tive um gol city peladão sem NADA. Hoje, ao invés de um gol empobrecido e depenado, poderia ter um Up. Então a versão que “interessa” depende de cada um.

  • Fabrizzio Cedraz

    Gostaria de saber através do site se todos os compradores do up! recebem o mesmo cuidado, o modelo da Quatro Rodas teve tudo para ser escolhido a dedo e tudo caminha para que tenha um desempenho “fenomenal”, bem parecido com o que aconteceu com a lendária avaliação do Jac J3.

    • Gustavo73

      Não seria então o mesmo caso do Cruze ou do Etios.

      • Fabrizzio Cedraz

        Não, a entrega do up! demorou absurdos 81 dias com carros de todas as cores e versões encalhados nas concessionárias. O carro pode ter sido “preparado” para a QR, todos sabemos que a primeira fornada do up! saiu com falhas grotescas de acabamento.

        • Gustavo73

          Sim a VWB preparou o carro assim como fez com a Latin Nacap. A 4R se vende. Mas quando enaltece Honda e Toyota aí é verdade. Torcedores sendo torcedores. Normal…

          • Fabrizzio Cedraz

            Para o Latin não sei, mas o caso do CESVI permanece em aberto. Honda e Toyota tem um padrão mundial estabelecido, diferente da VW, principalmente com os produtos brasileiros. É claro que a VW tem bons produtos, como o Golf, mas lembre-se do Fox, que chegou a ser vendido na Alemanha e que por lá virou motivo de piada.

            • Gustavo73

              Honda e Toyota tem padrão mundial estabelecido? Então manda o nosso Etios para a Europa ou o nosso Fit e vamos ver o que eles acham lá.

              • Fabrizzio Cedraz

                Nosso Etios é um bom carro, mas algumas pessoas o acham feio e confundem beleza do qualidade… O Fit também é bom, a melhor geração foi a primeira (tive dois) mas tem preço absurdo.

                • Gustavo73

                  O Etios não tem nem de longe acabamento e qualidade construtiva do Yaris. Ou será que nele acharemos isopor aparecendo dentro da cabine como acontece no Etios. O Fit europeu também terá acabamento melhor, mais equipamentos e motor mais moderno. Na verdade não precisa ir longe, o mexicano que não é mais importado do Brasil já é bem melhor. Então todos sofreriam críticas se fossem apresentados na Europa. Assim como o Fox. Carro que também tem qualidades. E mesmo sendo antigo tem uma plataforma tão boa quanto o indiano Etios.

                  • Alessandro Lagoeiro

                    Sinceramente Gustavo, andei em duas gerações do Yaris no Peru, e não vi essa grande diferença que o pessoal vê para o Etios não, viu. Mais bonito? Aí seria difícil não ser! Painel melhor? Uma geração sim, a outra não… Mas fiquei com a impressão de como produto estar muito abaixo do Fit por exemplo.

          • Leandro1978

            “Normal”, mas enche a paciência, né?

            • Zoran Borut

              O que enche a paciência é que alguns comentaristas aqui não podem ver uma suspeita sobre um carro específico que já vão colocando estereótipos como “se fosse Honda e Toyota” no meio, desvirtuando a crítica que neste caso teve fundamentos. Não estou a par do que causou a demora na entrega do carro da 4 Patas, mas no histórico do teste de longa duração deles (e me refiro a um histórico que acompanhei por cerca de 20 anos) não foram tão poucos os casos de carros identificados pelas fabricantes que receberam tratamento “especial”. Lembro-me bem de quando a revista fez um comparativo nos anos 90 entre Logus a álcool e Logus a gasolina no qual o repórter denunciou uma forração de feltro no painel de ambos que não existia nos carros expostos em concessionária. Ou casos de provável troca não-autorizada de motor, como no Monza. Para não citar outras peças e outros tratamentos, nas mais diferentes marcas. E para quem não sabe, algumas marcas retaliam sites e revistas que façam críticas abertas contra seus produtos – aconteceu com pelo menos duas marcas em um site concorrente. Com a 4 Patas também já aconteceu isso.

              • Gustavo73

                Oque enche a paciência são comentários parciais. Se alguém vendeu ou comprou alguma matéria na minha opinião. Então nada deste veículo deveria ser levado em consideração. Volta e meia a 4R é acusada de algum ilícito. Mas nunca vi ninguém falar dos “Eleitos” feito pela revista. Então de a VW ou qualquer outra pode comprar um teste ou reportagem. Honda e Toyota também poderiam comprar. Ou não? E como você lembrou muito bem sempre que houve dúvidas sobre algo ela relatou e até abortou o teste. Então não se pode acusar só algumas. Ou se invalida tudo. Ou se aceita. Não dá para usar dois pesos e duas medidas.

                • Netovski

                  Aí o cara manda aquela réplica bem inteligente

                  “Honda e Toyota não precisam disso.”

                • Zoran Borut

                  Meu objetivo foi mostrar que tentativas de fraudar os testes por parte de fabricantes não é algo utópico nem tão incomum. E também mencionei retaliações feitas por fabricantes. Empresas não são deuses mágicos, são um amontoado de pessoas cujo objetivo é conseguir cada vez mais lucro, nem sempre de forma ética.

                  • Gustavo73

                    Sem dúvida, sempre haverá tentativas de burlar as regras. Seja aqui, na Alemanha, nos Estados Unidos ou Japão. Por isso a única coisa que peço é igualdade em alguns comentários. Como você mesmo lembrou a GMB já aprontou das suas. Mas não vemos o pessoal duvidando dos elogios ao Cruze. O que acontece na minha opinião, é que muita gente bateu no up antes mesmo de ser lançado. O melhor “elogio” era gambiarra. Mas os fatos mostraram o contrário. E mesmo assim ficam procurando cabelo em ovo. Até a Latin Ncap e o Inmetro foram contestados. Mas só nos resultados do up. Ninguém criticou por exemplo os resultados de consumo do Ka e do Corolla aparecerem antes de serem lançados. A coisa chegou a tal ponto do Eber ter que chamar os comentários sobre o consumo na xinxa. Porque já estava passando dos limites comentários sobre a lisura. Novamente só quando se refere ao up. Por isso fiz o comentário.

              • Leandro1978

                No caso dos Logus era comparativo, isto é, a editora não os comprou. Neste caso, quem tem a perder é a fabricante, que fez um carro “especial” para tal comparativo. Vai saber se outras também não fazem? No caso daquele Monza, eles repetiram o teste de longa duração, comprando outro modelo semelhante. Agora, o que o Gustavo fala, é o que ocorre em relação a certas marcas, se algum teste fala “bem” de determinado modelo, começam a questionar, com outras, não.

                • Gustavo73

                  Bravo Leandro.

                • Alessandro Lagoeiro

                  Chegando ao absurdo de falar que Toyota tem um padrão de qualidade mundial e VW não. É brincadeira..
                  O pessoal acha que VW e Toyota são Gol e Corolla apenas.

                  • Gustavo73

                    Bem por aí. Vamos comparar carros nos mesmos valores. O Etios não é superior ao Fox e i Corolla ao Golf. Queria ver a Honda e Toyota fazerem carros na faixa dis 30/40 mil e ver o padrão de acabamento e equipamentos. Vendo o acabamento e equipamentos do Fit de 50 mil e o mesmo ni Etios de 37. Já dá pra ter uma idéia que não será nada tão diferente do que achamos hoje em outras marcas.

              • Márcio Sousa Rocha

                Posto isto, deveriam colocar um terceiro para comprar os carros, para que seja o mais próximo possível do que ocorre no mercado.

            • Gustavo73

              O que enche a paciência é a parcialidade. Fulano falou bem de A. Foi comprado, Falou mal de B é porque não deu dinheiro. Mas qualquer comentário sobre C e D é a mais pura verdade. Não entendo como isso funciona.

              • Bussunda

                Gustavo, acho que a sua dúvida é a de muitos, mas eu lhe digo que o grupo Abril de santo não tem nada.
                Temos que ser coerentes e usar a nossa realidade, com os respectivos carros, para ver até onde vai a verdade e a mentira. Lembro que anos atrás deixei de comprar um carro zero, porque a 4 Rodas disse que ele bebia muito. Pois bem, o que a 4 Rodas disse que ele fazia na estrada, ele fazia na cidade! E como sei disso? Porque anos mais tarde comprei um desses usado, e atestei na prática que ele era extremamente econômico. Nem com toda má vontade do mundo o consumo informado pela 4 Rodas era verdadeiro. A diferença era de 30%!!

                • Gustavo73

                  Nenhuma empresa ou mídia é dona da verdade. Ou livre de vícios ou falhas. Até porque é feito de pessoas que tem seus conceitos e preferências. O que me incomoda e muito. É o fato de algumas coisas não valem de jeito nenhum. E outras são quase escritas na pedra.
                  Quanto a números de consumo, prefiro is dados como era antigamente Correvit e auditoria. Não é o que acontece no dia a dia mas dá uma base. Como o Inmetro hoje. No dia a dia varia tanto. Principalmente dependendo do motorista. Canso de falar aqui eu e minha namorada dirigindo o mesmo carro temos diferenças de uns 20‰. Acho quanto mais fintes tivermos melhor para tirarmos as próprias conclusões.
                  Veja bem não tenho nada contra Honda e Toyota, fora o fato de cobrarem uns 8/10 mil a mais que a concorrência e não raro oferecer menos. Sei que você gosta da Ford e wu teria um New Fiesta fácil. E se o nosso Focus tivesse Ecoboost não teria dúvidas em considerá-lo. Mas como não tem ainda acho o Golf melhor. E digo que gostei do que vi do facelifth do Focus em fotos, e creio que os Ecoboost chegam aqui junto com ele.. Mas não pagaria nenhuma versão do Golf acima do Elegance. Fora o Gti seja fosse para chutar o pau da barraca. Todos teremos preferências, afinal é um assunto que nos move a ler e comentar. Mas não dá para agir como alguns agem. Já vi gente bater em recall da marca a, b, c e achar respeito ao consumidor quando é da marca D. Aí não dá.

                  • Márcio Sousa Rocha

                    Pessoas são diferente e têm necessidades específicas. Para comparar carros devemos estabelecer parâmetros.

                    No caso do Up!, que é um city car (subcompacto) devemos observer o que é inerente a esta categoria de carros.

              • Bussunda

                Gustavo, inverta o que eu escrevi abaixo, o certo é: “o que a 4 Rodas disse que ele fazia na estrada ele fazia na cidade”. Desculpe pela minha inversão.

                • Gustavo73

                  Tranquilo.

              • Edson Fernandes

                Mas é que Honda e Toyota viraram marcas blindadas. O cara as vezes nem sequer teve carro da mesma, mas o que importa é que ela “não faz”.

                • Netovski

                  Realmente a Toyota mesmo já passou do ponto de precisar zelar pela reputação

                  Podem vender qualquer sub-carro indiano ou carro de 94 mil com painel de Del Rey que será sucesso de crítica e considerado “inquebrável” já no primeiro mês de mercado.

                  • Edson Fernandes

                    E isso que é engraçado!
                    O Etios quando lançado já foi considerado inquebravel por ser um Toyota! E qualquer outro compacto…. problematico.

                  • Alessandro Lagoeiro

                    Opa, o painel de Del Rey era o melhor painel da época! E ainda bate muito carro novo! heheh

              • Bussunda

                Já editei o primeiro comentário, e arrumei o texto.

        • O problema do lavador traseiro já apareceu no da 4R também. Se tivesse sido preparado não teria.

          • Kyfkd

            Posso dizer que meu irmão não recebeu essa carta, ao menos até o momento, talvez por que o carro não foi comprado logo no lançamento, e tivemos o mesmo problema do lavador de vidro que baba, mas isso acho que uma troca não deve resolver, acho q é por falta de pressão ou uma válvula que feche após a passagem da água, mas se o problema só for esse então tá bom rs.

            • afonso200

              se o problema for só esse, entao ta bom ????? amigo carro novo nao é pra dar problema

          • Leandro1978

            Mas isso ninguém “vê”, né? Só reparam no que é “interessante”…

          • João Belloni

            Chega a irritar esse pessoal que faz de marcas times de futebol. Já li tanta besteira sobre o up!, que duvido muito da tão falada inteligência do Brasil ao exigir qualidade. É o que eu disse acima: as principais qualidades elogiadas no up!, vem de série por 26990, e como vimos, é possível comprar a versão topo com desconto bem abaixo da tabela.

            • cabra macho do renegade

              no leilão mesmo dá para comprar up completo por 30 mil

            • Gustavo73

              Exatamente a segurança é o grande do up. Não que seja o máximo como múltiplos Airbags e etc. Mas é muito mais do que era oferecido na categoria.

        • Alessandro Lagoeiro

          Todos sabemos? Todos quem, cara-pálida?

          • Fabrizzio Cedraz

            Todos os que acompanham as notícias sobre o carro, você inclusive.

    • GPE

      A 4 rodas vacila demais. Creio que seja proposital. Compram um UP amarelo, dizem o mês, o nome da oficina que levaram, o nome do técnico que atendeu e os mínimos detalhes da revisão/serviço. Impossível não descobrir.

      • Fabrizzio Cedraz

        Decidi não renovar a assinatura da QR depois da avaliação do J3, o marketing ficou claro. O caso do up! segue o mesmo caminho… A Ford bem sabe o que acontece com quem não colabora, o Ecosport foi reprovado por um problema isolado. Lembremos o problemático motor VHT passou com louvor pela avaliação no auge da sua crise…

        • Marcelo Nascimento

          Foi um problema isolado? Sim (foi mesmo?). Mas o problema aconteceu, certo? Se aconteceu, não pode ser ignorado. AQUELE carro foi reprovado. Acho que nada demais. Daqui a pouco fazem outro teste com o mesmo motor e pode dar tudo certo…

        • Netovski

          O ecosport foi reprovado por uma série de probleminhas pequenos que foram aporrinhando a revista.

          O J3 parece que nem foi comprado, mas de que alguém da JAC acompanhava a revista e conseguiu identificar o carro sem que a 4R soubesse.

          Até as remarcações eles achavam e faziam igual.

          Devem ter trocado peça pra montar 3 carros ao longo dos 60 mil.

          • Thiagusss

            verdade que eles acharam as remarcações e fizeram igual? não sou fã da jaQue! só curiosidade mesmo…rsss

        • Alessandro Lagoeiro

          Que eu saiba, eles avaliam UM carro! Então, se eles abrirem um motor VHT, e ele estiver perfeito, como aquele que tenho em casa, eles são obrigados a reprovar o carro porque outros motores que eles não avaliaram passaram por recall? Isso vale para casos positivos (VHT) e negativos (Sigma). Eles não poderiam aprovar o motor da Ecosport porque outros carros que eles NÃO avaliaram não tiveram problemas.

      • Oba

        Pensei exatamente o mesmo mas pelo jeito poucas pessoas tem a mesma percepção principalmente os editores da revista que deveriam se preocupar ao máximo para que não fossem identificados.

      • Gustavo73

        Exatamente por isso as peças são marcadas. E qualquer peça trocada deve ser devolvida ao dono do carro como diz a lei. E quando as informações saem já se passaram alguns meses. E apesar de parecer fácil identificar como já aconteceu ni passado. Inclusive anulando um teste no meio do caminho. Vemos várias falhas como no caso do Classe A, um carro com vendas mais restritas e em teoria fácil de identificar.

        • GPE

          A questão da marcação das peças não impede da CCS oferecer um preço abaixo da tabela pro serviço ou providenciar a troca de alguma peça na garantia alegando que observou um desgaste excessivo

          • Gustavo73

            As peças trocadas são exigidas pela revista. E são analisadas para ver se tem a marcação. Claro que se alguém se esforçar conseguirá em algum momento burlar o teste. Mas a verdade é que o que mais acontece é ao contrário. Falhas no atendimento e problemas.

            • GPE

              Concordo que o tratamento diferenciado é a exceção. Apenas quis levantar a bola de que há formas de descobrir qual é o carro e, consequentemente, de “melhorar” o serviço nas CCS

              • Gustavo73

                Sim inclusive me surpreende que não aconteça. Não digo nem um tratamento plus, mas no mínimo padrão. E o que acontece e muito é o contrário.

      • Netovski

        Eles falam até o nome do repórter que levou o carro na concessionária.

        É muita ingenuidade.

        Imagina se o NA fizesse isso?

        “Olá meu nome é Eber e esse aqui é meu white up!”.

      • Uber

        Só o fato do carro ser amarelo já entrega fácil.
        Até agora, os poucos que vi na rua são de cores “digrátis”.
        Tem que gostar muito de amarelo para querer pagar por essa cor.

    • O nosso foi comprado como consumidor comum, e os carros da 4R também são comprados em nomes de terceiros, ou seja, essa sua teoria da conspiração não cola.

      • Edson Fernandes

        Depende Eber, só faço uma ressalva que a QR vive a demonstrar e falar muito sobre os carros além de nas fotos não tratar a numeração de placa o que pode dar margem de tratamentos.

        Entretanto, temos que considerar que se fazem isso em um up!, fazem em todos ou vice-versa.

      • Fabrizzio Cedraz

        Você deve ter entendido que te questionei, mas na verdade esperava saber a opinião dos leitores do site e proprietários do up!, como alguns já se manifestaram. Fique tranquilo. Agora que fui informado que as montadoras não tem como rastrear e identificar os veículos usados nos testes de longa duração dos principais meios de comunicação do país passarei a obsevar melhor tais avaliações. Conheço alguns donos de up! que não receberam tal cuidado, um deles, inclusive, comprou o carro seguindo minha orientação e é meu vizinho. Lembro que na Bahia, até o final do mês passado, o veículo em questão não figurava nem entre os 20 mais vendidos. No mercado, este carro vem se comportando exatamente como te antecipei em março, e encerrará mais um mês fora da lista dos 10+, mas também era teoria da conspiração…

        • É como o Edson falou, se o carro da 4R foi escolhido a dedo, ela também faria isso em compras de modelos de outras marcas, não só da VW, afinal não é só ela que anuncia na revista.

          Sobre posição de ranking, que não é nem o assunto mas que vc sempre faz cair nele, o que você dizia era que o carro seria um desastre de vendas, não que ele estaria ou não entre os 10+.

          Ele vender 6.000 por mês, dado o tamanho compacto dele e o preço salgado demais, até que está razoável.

          • Fabrizzio Cedraz

            Interpreto que as montadoras teriam interesse em fornecer carros com uma revisão de entrega mais rígida se o espaço for dado, seja ela a VW ou qualquer outra. 81 dias seriam muito úteis.

            Eu acredito que a estabilização do modelo nos últimos dois últimos meses na 12ª posição do ranking um problema sério para a VW, mas você pode achar razoável e eu tenho o dever de respeitar a sua opinião, funciona normalmente assim. Eu interpreto como o maior fracasso de marketing e vendas do mercado nacional dos últimos tempos, mas o Gol também começou titubeando com o BX, e nada impede que o quadro amanhã se reverta.

            A VW venderá em 2014 pouco mais de 40% do que ela mesmo estimou para o período, não acho que estejam satisfeitos… Uma coisa é certa: ele é o líder da sua categoria, como um belo SUBcompacto.

            Ano que vem tem painel com difusores centrais!!!

        • Pimentel

          O Up! tem vendido muito bem para consumidores finais, inclusive, roubou muitas vendas do próprio Gol e, se continuar assim, logo o deixará para trás. O problema para o Up! tem sido as vendas para os frotistas, que tem sido fraquíssimas. A previsão da VW era que ele passasse a ser o novo veículo de frota da marca e isso realmente ele ainda não conseguiu. A previsão de vendas mensais já levava isso em conta, porém, o Up! realmente está mal nas vendas para frotistas.

          • Fabrizzio Cedraz

            Errado! O up! é apenas o 9º nas vendas a varejo, o fato de Gol e Fox ostentarem respectivamente a 7ª e 8ª posição, e que provavelmente serão ultrapassados no mes de julho pelo subcompacto, demonstra apenas a degradante realidade da VW no país, que depende da entrega de veículos para frotistas para reduzir a queda eminente no mercado. O que os números mostram é que os consumidores estão mudando de MARCA, é a dura realidade meu caro. Frotistas são racionais e precisam faturar, o que fica mais difícil com um carro que tem uma cesta básica de peças mais cara do que a do 208 ou do New Fiesta, conforme cotação nas concessionárias da marca, isso quando a peça esta disponível, o que até bem pouco tempo atrás também era um problema. O marketing baseado no teste da CESVI é uma agressão ao consumidor e por si só, seria motivo de suspensão das vendas do modelo em países sérios. Se a VW um dia considerou que o carro poderia se transformar num veículo de frota, mais uma vez errou feio e talvez esteja aí o problema, mas é uma estratégia que poucos conhecem, a não ser que você seja funcionário da fábrica.

            • Alessandro Lagoeiro

              “.. O marketing baseado no teste da CESVI é uma agressão ao consumidor e por si só, seria motivo de suspensão das vendas do modelo em países sérios…”

              Desculpa amigo, tem exemplos?

              • Fabrizzio Cedraz

                Tenho a relação de peças e preços do up! considerando um choque frontal que não afete o motor. Tem um e-mail para que te envie?

                Segue orçamento enviado para mim no dia 13 de fevereiro pela concessionária SANAVE de Salvador, quando NENHUMA peça constava em estoque, o que afeta diretamente o tempo de reparação:

                FAROL ESQ R$ 1.001,56
                FAROL DIR R$ 1.001,56
                CAPU R$ 1.173,20
                PARACHOQUE DIANT R$ 926,80
                CONDENSADOR R$ 377,86
                RADIADOR R$ 252,70
                FECHADURA INF.R$ 414,71
                GANCHO SUPERIOR R$ 281,19
                GUIA PARACHOQUE R$ 14,25 CADA
                EMBLEMA VW R$ 171,01
                PARALAMA ESQ. R$ 319,48
                PARALAMA DIR R$ 319,48

                Esta cesta de peças era mais cara na época do que a do PUG 208, CTR C3 e New Fiesta!!!!!
                Havendo honestidade, um carro recém lançado dificilmente levaria o título no formato proposto.

                • Alessandro Lagoeiro

                  Fabrizzio, eu pedi um link de vendas suspensas por propaganda enganosa. Que eu saiba, Hyundai já foi multada no EUA e Reino Unido (Esse último não tenho certeza) por publicidade enganosa. Em nenhum dos dois casos as vendas foram suspensas. E não são países sérios? Mas vamos ao seu exemplo: Além do valor das peças, o CESVI leva em conta quais peças necessitariam ser trocado, em uma colisão com velocidade padrão. Mesmo as peças do up! sendo mais caras, pode ser que na velocidade padrão, New Fiesta e C3 precisam ter mais peças trocadas.

                  • ObservadorCWB

                    Imagine se o cara souber que a VW não dispõe de NENHUM párabrisa para o Golf VII no Brasil hoje.

                    • Fabrizzio Cedraz

                      Mentiroso!!! Rs.

                    • Alessandro Lagoeiro

                      Desculpa, mas não se trata de uma discussão sobre VW ou Golf, mas sobre up! e a seriedade de um instituto que foi contestada por uma batida que ele viu. Se alguém acha que os dados do CESVI estão errados em relação a qualquer carro da VW, Toyota, Corolla… que prove! E eu vi como argumentos um caso isolado.

                    • Fabrizzio Cedraz

                      Negativo, o que me chamou a atenção foi a diferença dos preços das peças, você é que está me interpretando mal. O farol do up! custa 5 vezes mais do que o do Celta ou Palio, só para que tenha idéia…

                  • Fabrizzio Cedraz

                    Se você tiver paciência te passo os casos, tenho um compromisso agora, mas te antecipo que não são poucos. Meu caro, não sei se você conhece o up!, mas em caso de choque relativamente leve na dianteira direita o carro terá PERDA TOTAL, pois o número do chassi fica muito próximo da “quina” do carro, o que será um grande problema. A área de deformação é evidentemente menor no up!, e, ao contrário do que pode estar imaginando, a dianteira do carro precisa se deformar em caso de acidente deixando a célula de sobrevivência, onde os materiais de alta resistencia são utilizados, intacta ou com menores danos. Já ví um up! batido de frente e a imagem não é nada agradável, muitas mangueiras, acabamentos plásticos e penduricalhos são afetados e o bloco do motor, de alumínio, tende a se perder com facilidade, pois os suportes do compressor do ar-condicionado e alternador estão ancorados nele. Esta avaliação da CESVI não pode ser levada a sério, o teste foi feito antes do lançamento e o preço das peças nem existia na ocasião, foi passado pela VW. Mas o debate por vezes tende à magia e a forças superiores que nos distanciam da realidade dos fatos, espero que não seja o seu caso…

                    • Alessandro Lagoeiro

                      Eu considero o CESVI sério, e isso não é magia ou força superior (E mais do que eu, as seguradoras acham. Isso é importante). Curiosamente, os dados de Polo, Ecosport e Fox, pelo lado bom, e Fluence (ou 408, não lembro), pelo lado ruim, nunca foram contestados. E com certeza a batida que você viu, não seguia o padrão do CESVI. Como ficaria o custo de uma batida similar de um Sandero, Uno, Corolla? Aí temos um teste padronizado, quanto à uma batida que você viu… Meio complicado isso, não?

                      P.S: O Ford do exemplo também teve o índice CESVI revelado antes do lanaçamento.

                    • Fabrizzio Cedraz

                      Toda unanimidade é burra! Eu diria que é muito complicado, mas é o que eu vejo TODOS os dias, faz parte da minha rotina de trabalho, mas com certeza isso não faz diferença.

                    • Alessandro Lagoeiro

                      Só complementando a questão do up! O carro já foi testado em uma batida até razoavelmente forte por outro órgão (NCap). Acredito que em uma batida na velocidade padrão, daria sim PT no carro, como aliás, todos da sua categoria. A questão é que ele foi o melhor em não dar PT no motorista!

                    • Fabrizzio Cedraz

                      Você já avaliou o up!? Sabe do que estou falando? Não estou falando em velocidade padrão, estou falando em velocidades mais baixas e localizadas na lateral dianteira direita, o que é bem comum. Ele realmente foi o melhor em não dar PT no motorista, eu não posso contestar isso, eu até teria algumas questões relacionadas, mas que estão distantes da realidade nacional… Quando entro num debate sobre o pequenino VW em determinados locais sou quase levado a pensar que se trata do melhor produto do mundo (eu sei que não é o pior), por incrível que pareça, fans da marca e funcionários reconhecem mais as falhas…

                    • Alessandro Lagoeiro

                      Para fazer a avaliação que você me fala eu teria que bater o up!, certo? Não, de fato não fiz. Mas NCap e CESVI fizeram… desculpa, fico com eles! Questão de prioridade ;)

                      Abraços.

                    • Fabrizzio Cedraz

                      Abraço…

                    • Lofin

                      http://correiobraziliense.vrum.com.br/app/301,18/2014/05/12/interna_teste,49516/economia-e-seguranca-sao-pontos-fortes-no-volkswagen-up-e-nos-testamo.shtml

                      Outro veículo sério apresentando fatos completamente divergentes do seu relato, meu caro. Tá difícil te levar a sério dessa maneira.

                      @garcomsentimental:disqus, para seu conhecimento.

                  • Fabrizzio Cedraz

                    Você não vai fazer nenhum comentário sobre o preço das peças? O farol do up! é facilmente afetado em caso de choque, só aí você terá um grande prejuízo.

                    • Alessandro Lagoeiro

                      Precisaria saber o preço da concorrência, não? Sei que do Palio Fire é mais barato.. Experiência própria! heheh

                    • Pimentel

                      Esqueça esses valores das peças que o Fabrizzio colocou, não procedem. A Auto Esporte fez um levantamento e os valores são os que postei.

                      Esse Fabrizzio é um torcedor da Fiat que frequentava um blog da VW e passava o dia discutindo e criticando Up!, Golf e a VW como um todo. Por outro lado, elogiava bastante Palio Fire e Fiat Strada. Para ter uma noção, ele chegou a dizer que o Palio Fire Way é uma maravilha, na notícia de lançamento desse veículo.

                    • Alessandro Lagoeiro

                      Na verdade, ele não colocou a fonte de informações. Mas já cotei em duas concessionárias. Ele está mentindo.

                    • Fabrizzio Cedraz

                      Estou mentindo? Quais são os valores? Você não pode cotar as peças simplesmente ligando para a concessionária, tem que informar dados de um carro que você não tem… Você está mentindo.

                    • Alessandro Lagoeiro

                      Sim, você precisa informar o número do chassi, conseguido facilmente com quem tem o carro.

                    • Pimentel

                      Um farol do Up! está custando R$ 213,10. O do Gol, por exemplo, custa 420 reais.

                      retrovisor (R$ 272,40), um farol (R$ 213,10), um para-choque dianteiro (R$ 662), uma lanterna traseira (R$ 133,80), filtro de ar (R$ 22,65), jogo de quatro amortecedores (R$ 1.544), pastilhas de freio dianteiras (R$ 466,30), filtro de óleo do motor (R$ 39,29) e filtro de combustível (R$ 14,60).)

                    • Pimentel

                      Um farol do Up! está custando R$ 213,10. O do Gol, por exemplo, custa 420 reais. Levantamento feito pela Auto Esporte, recentemente.

                      Retrovisor (R$ 272,40), um farol (R$ 213,10), um para-choque dianteiro (R$ 662), uma lanterna traseira (R$ 133,80), filtro de ar (R$ 22,65), jogo de quatro amortecedores (R$ 1.544), pastilhas de freio dianteiras (R$ 466,30), filtro de óleo do motor (R$ 39,29) e filtro de combustível (R$ 14,60).)

                      O única peça que está “fora da curva” é o amortecedor(o jogo de amortecedores). E logo o preço cairá, como ocorre com todos os veículos.

                • Pimentel

                  Pra começar, essa lista de preços é TOTALMENTE FALSA, a Auto Esporte fez um levantamento da cesta de peças e o preço total foi de R$3.368,00( retrovisor (R$ 272,40), um farol (R$ 213,10), um para-choque dianteiro (R$ 662), uma lanterna traseira (R$ 133,80), filtro de ar (R$ 22,65), jogo de quatro amortecedores (R$ 1.544), pastilhas de freio dianteiras (R$ 466,30), filtro de óleo do motor (R$ 39,29) e filtro de combustível (R$ 14,60).)

                  Além disso, o Cesvi leva em conta a facilidade do reparo, tempo de reparo(mão de obra também influencia muito) e o prejuízo, de acordo com as peças afetadas. O cálculo é MUITO mais complexo que pegar o valor da cesta de peças e fazer um ranking.

                  Por fim, a cesta de peças ficará bem mais barata daqui a poucos meses, pois todo novo veículo tem uma cesta de peças mais cara assim que é lançado e depois suas peças vão barateando. Um exemplo disso é o Novo Fit, que sempre teve peças relativamente baratas, mas está com uma cesta de peças no valor de R$ 3.780, que com o tempo ficará bem mais barata.

                  • Fabrizzio Cedraz

                    Kkkk. Tenho uma surpresa para você, os preços que eu enviei foram ajustados, para cima!!! Mesmo no link que você enviou, de uma matéria que diz que a cesta de peças do up! é 50% mais cara do que a do Gol e tem quase o mesmo preço do Honda Fit, com a dificuldade de não ser encontrada NENHUMA peça no mercado paralelo. Completa furada para PJ ou para quem preserva o seus recursos.

                    • Pimentel

                      Não houve qualquer ajuste nos preços que eu coloquei, estão idênticos aí, 3,3mil a cesta de peças, assim como o FIt tem uma cesta de peças de 3,7mil, mas ambas as cestas baixarão bastante seus preços. Além disso, a única “peça” cara da cesta é o jogo de quatro amortecedores, que é uma “peça” que só será trocada com bastante tempo de uso e daqui pra lá o preço já estará bem mais em conta. Todas as outras peças estão no mesmo patamar ou até mais baratas que o próprio Gol.

                      Tudo o que você fala é abobrinha de quem tem raivinha da VW e ama a Fiat. Você e o Carlos estão no mesmo patamar.

                      Lembre-se ainda de que é necessário colocar a fonte de cada informação “jogada” para tentar ter, ao menos, um pouquinho de credibilidade.

                      “Os preços que enviei” Você não enviou nada, cara. O farol do Up! custa 200 reais, com os 1000 reais que você indicou se compra 5 faróis. Credibilidade 0.

                      Qualquer pessoa com o mínimo de conhecimento sabe que um veículo lançado há poucos meses tem peças mais caras e com o tempo os preços vão baixando. No caso do Up!, as peças são baratas desde o primeiro momento, com exceção do jogo de amortecedores, o que indica que daqui a pouco tempo será um dos veículos com as peças mais baratas do mercado.

                    • Fabrizzio Cedraz

                      Você é o Carlos? Eu não odeio a VW, já passei por vários modelos da marca, mas a história do up! é uma aberração, um dos maiores golpes aplicados nos consumidores do setor automotivo. Qual é a sua função mesmo?

                      “A cesta de peças do Gol é mais barata, totalizando R$ 2.381,81,
                      divididos da seguinte maneira: um retrovisor (R$ 181,80), um farol (R$ 420,83), um para-choque dianteiro (R$ 569,29), uma lanterna traseira (R$167,43), filtro de ar (R$ 17,55), jogo de quatro amortecedores (R$ 781), pastilhas de freio dianteiras (R$ 209,75), filtro de óleo do motor (R$ 19,30) e filtro de combustível (R$ 14,60).”

                      “A cesta de peças custa R$ 3.368, sendo um retrovisor (R$ 272,40), um farol (R$ 213,10), um para-choque dianteiro (R$ 662), uma lanterna traseira (R$ 133,80), filtro de ar (R$ 22,65), jogo de quatro
                      amortecedores (R$ 1.544), pastilhas de freio dianteiras (R$ 466,30),
                      filtro de óleo do motor (R$ 39,29) e filtro de combustível (R$ 14,60).”

                      Mesmo com todo o esforço da matéria, que inclusive deu vitória injusta para o up!, o valor da cesta é quase 50% maior do que a do Gol, que pertence a categoria superior.

                    • Pimentel

                      Cara, não adianta ficar igual a um gravador repetindo a mesma coisa, o Gol está há vários anos no mercado, o Up! está há meses, a única peça que está realmente cara na cesta de peças do Up! é o jogo de amortecedores, o resto está mais ou menos na faixa do Gol, inclusive o farol custa 200 reais, (metade do preço do Gol). Não finja ser um completo ignorante. Além disso, as peças do Up! ainda ficarão muito mais baratas, como ocorre com todos os veículos novos recém lançados, que em um primeiro momento tem um valor mais alto, mas em 1 ano as peças caem absurdamente de valor.

                      Você é, de fato, um fanboy da Fiat que odeia a VW, assim como o doidinho do Carblog. Não há diferença entre vocês dois.

                      O Gol é bem inferior ao Up! em quase todos os aspectos, só ganhando no espaço do banco traseiro. De resto, o Up! é superior consumo, segurança, desempenho, acabamento, valor do seguro, etc. Só a diferença de consumo do Up! para o Gol já compensa o custo das peças que eventualmente venham a ser trocadas. E ainda por cima, quando tais peças forem trocadas o valor já será menor.

                      Logo o Up! passará o Gol nas vendas para pessoas físicas, pois é um produto superior, que com certeza está canibalizando o Gol. Até a nova geração, o Gol será inferior ao Up! e perderá muito espaço nas vendas para pessoas físicas. Aliás, ambos já estão praticamente empatados nas vendas para pessoas físicas.

                • Eddie

                  Na sua lista, farol a 1k, deve haver um erro. Fechadura e gancho muito caros, o símbolo está caro, mas não duvido nada. O resto da lista tem preços coerentes com o Mercado.
                  Em outubro passado troquei a frente inteira dum Fox (via seguro), custou 6,4 k reais (capo, faróis, para-choque, para-lamas, grade, símbolo e faróis de neblina, reservatório de agua e tubulação do arcon) inclusive mão-de-obra c/ desempeno duma longarina.

            • Pimentel

              O Up! vendeu 5mil unidades para pessoas físicas, caso tivesse sido adotado como carro de frota da VW, como a marca pretendia, venderia cerca de 5mil também para frotistas, totalizando 10mil unidades, que é a meta da VW para o veículo(10~~12mil).

              Então, o problema com o Up! hoje é não vender bem para frotistas, mas para o consumidor final suas vendas estão boas e dentro da expectativa.

    • Uber

      Só pela cor, já seria muito fácil rastrear esse da 4 Rodas.
      Acho que dá para contar com os dedos de uma mão quantos Up amarelos andam nas ruas, pois tem coisas melhores para se pagar R$ 1.574,00 em vez de uma pintura amarela que nem é metálica.

    • Gustavo

      Comprei um move up! 4 portas com ar, direção, rádio original e trio elétrico por 34k (sim, descontos..). Tive quase as mesmas impressões relatadas na matéria. O ÚNICO problema apresentado até agora (está com mais de 6 mil km) foi o do lavador traseiro como o do NA, mas que na semana seguinte já havia sido trocada a peça. Não vejo um carro melhor que ele 0km por 34mil. Qualquer dúvida, estou a disposição! Abraços

    • Tcgs

      Olha, eu comprei um high up! em fevereiro e não tenho absolutamente nada a reclamar do carro nem do atendimento da VW. O carro pode até custar mais do que você gostaria de pagar em um popular, mas é MUITO econômico (chegamos a fazer 22km/l na estrada com gasolina e fazemos cerca de 15km/l na cidade, que é SP- e olha que andamos distâncias curtas, que aumentam o consumo) e uma delícia de dirigir.
      Uma das peças que apoia a divisória do porta malas veio com defeito e a concessionária pediu à fábrica, que enviou sem questionamentos; instalamos um rádio que estava com problemas elétricos e fez o ar condicionado parar de funcionar e a concessionária tb resolveu nosso caso. Acho, que sendo eu um consumidor “normal” e tratado dessa forma, é padrão da marca.

      • Fabrizzio Cedraz

        Tenho séria desconfiança que os carros que vem para a Bahia são diferentes, aqui estes carrinhos não fazem mais que 16 Km/l na estrada nem a pau, e na cidade fazem 12 Km/l, o dono do carro, meu vizinho que encontro todos os dias e comprou o bendito seguindo minha orientação. O carro já vai com mais de 20.000 km e a média global do consumo é de 13 km/l com cerca de 40% de estrada, o que não é excepcional, ele guarda todas as notas ficais de abastecimento, e não se trata de achologia. Por outro lado, o carro dele não teve nenhum problema de acabamento ou elétrico, o que observamos com relativa frequência. Você é de SP, se for entendo a sua felicidade com a velocidade e qualidade das repostas, no nordeste a VW trata os clientes de maneira diferente (pior).

        • Eddie

          O Up é um carro muito econômico sim, conduzido na ponta dos dedos, pode fazer até 15-16 km/l na cidade com gasolina, poucos aclives e tráfego moderado. Em condições normais de trânsito, congestionado, faz 13,5 km/l o que é muito bom se comparado a maioria dos compactos que fazem 11 km/l na cidade.

      • Fabrizzio Cedraz

        A senhora recebeu a tal carta?

        • Tcgs

          Recebi, sim, há uns dois meses.
          Realmente não sei se há diferença no tratamento dos clientes de outras regiões (o que realmente não é bom), mas, como já disse, estou satisfeita até o momento.

  • Jonas Augusto

    Pelo preço cobrado por mim eu deixo empacado no pátio, que se f#da a politica de preços da VW, é o consumidor que dita as regras.

    • Preetinho

      Por isso que está essa merd*.
      é o consumidor está ditando as regras..

    • Osni Duarte

      Se o consumidor ditasse mesmo as regras nosso mercado não seria esse amontoado de carros caros, defasados tecnologicamente e sem opções diferenciadas em motores e versões.

      • Dragoniten

        É sim o consumidor que tem a última palavra, que é quando se fecha o negócio, mas se 90% dos consumidores aceita a última palavra da montadora, os outros 10% é que se lascam.

  • Preetinho

    espero que a vw tenha mesmo a intenção de voltar a se tornar diferenciada com carros confiáveis, e um bom pós vendas

  • BlueGopher

    Eu só aconselharia o proprietário do Toyota a trocar as velas do seu carro de acordo com a quilometragem recomendada pela fábrica.
    Apenas uma troca em 190.000 km prejudica o consumo, o desempenho e eventualmente o próprio motor do carro.

    • Thiago Sz

      Velas de irídium duram geralmente mais de 100.000km amigo.

      • BlueGopher

        O Corolla é 2007, e o manual deste carro indica “Trocar as velas a cada 40.000 km”.

        • Thiago Sz

          Como não tenho o manual do corolla 2007 não posso afirmar, porém no manual do meu carro (Accord) a troca é recomendada a cada 105k, juntamente com a troca das correias. Se o proprietário do corola usar as velas d irídium com especificação correta para o veículo podem durar facilmente os 100k, mas se ele estava usando as originais concordo com você.

          • BlueGopher

            Para ter certeza das recomendações da fábrica, antes de comentar, eu baixei pelo site da Toyota o manual do Corolla 2007.
            Mas eu também não sei se velas de irídum são recomendadas para este motor.
            É um ponto polêmico.
            Já li comentários de especialistas que consideram que os motores devem ser projetados para o uso de velas de longa duração, como o do seu Accord.
            Em outros motores não há grandes vantagens em só substituir as velas originais, as de irídium custam mais e acabam não durando tanto quanto deviam.

            • Thiago Sz

              É um assunto interessante, ví um vídeo do ADG no youtube em que ele está com o carro de um taxista (Grand Siena) que rodou mais de 100k com velas irídium (não originais) e elas ainda estavam com as medidas aceitáveis.

    • m_Ferrari

      A reportagem não diz que ele rodou 190.000 com o corolla, disse que está com esse km. Pode ter adquirido usado.

    • Bussunda

      Blue, concordo com você.
      No mercado há um mito que Corolla não quebra, e aí os proprietários abusam.

    • CorsarioViajante

      Também achei meio exagerado… rs

    • Rodrigo

      Nos motores Ecotec de Cruze e Sonic (Captiva não sei informar) também se troca velas aos 100 mil km.
      A correia dentada é trocada aos 90 mil km.

  • Vagnerclp

    NA, o UP! de vocês foi adquirido como pessoa física ou PJ? Por acaso na ocasião da compra, foi passado alguma informação que o carro seria para o blog para avaliação ou se passaram como um consumidor comum? A dúvida foi gerada justamente pelo “brinde” que vocês receberam, quero saber se é padrão da marca ou foi algum mimo somente pra impressionar (já que alguém da vw pode acompanhar a avaliação pelo blog).

    • Jack B

      Sou proprietário de um up!, e recebi a mesma carta.

    • GPE

      Com certeza o blog omitiu essa informação

    • Brenno Fernandes

      aqui em casa temos um up! e também recebemos exatamente o mesmo brinde

    • Leandro1978

      Se eles dessem esta informação, tal teste perderia o sentido, não acha? Afinal, certamente estes dados seriam repassados à rede e o tratamento seria diferenciado.

    • Pimentel

      Os donos de Up! estão recebendo essa correspondência.

    • De jeito nenhum… comprado em nome de uma pessoa física terceira sem relação de parentesco com o dono do NA ou com funcionários do NA.

  • Basket13

    Essa suspensão padrão voksvaje eu em particular acho muito desconfortavel.

    • Bussunda

      O up não é excessivamente duro, eu testei na cidade em asfaltos danificados e ele passa um bom conforto.

      • É que se vc tá acostumado a andar no conforto de um Corolla, quando anda no up! realmente acha ele duro. E em comparação com outros populares ele tem a suspensão bem firme mesmo.

  • Rodrigo

    Da GM recebi duas cartas: uma chamando meu carro para o recall e outra me oferecendo um Cruze sedã LT automático + couro por R$64.500,00.
    Triste…

    • Rafael

      Da Ford recebi apenas uma p/ que eu me registrar no site e preencher uma pesquisa de satisfação, como tive problemas com a concessionária, classifiquei como péssimo, e até hoje 2 anos depois, nunca mais recebi mais nada. Acho que não gostam quando reclamam rsrsrs

    • Edson Fernandes

      Vai trocar seu Sonic?

      • Rodrigo

        Ainda não. Talvez no começo do ano que vem, dependendo de como estará o mercado até lá.

  • MrBacon

    Com o volume de informações disponível hoje em dia na internet, é muito difícil passar por estes testes das grandes revistas ou sites de forma sigilosa.

  • Guilherme Borella

    Já chamaram vocês para reprogramar o Maps&More? Após o serviço da VW, o meu não apresentou mais problemas. Abraços

  • Guilherme P.

    Quanto à “demora excessiva do UP da 4R” ter sido sinal de preparo para a revista, gostaria de comentar que a demora não tem nada de estranho. Estou aguardando um UP 2 portas preto completo + som de fábrica que precisou ser encomendado na produção, e tudo indica que vai levar em torno de 60 dias (a vendedora me informou o agendamento de produção da fábrica, para a semana do dia 27 agora). Portanto não me espanta uma versão mais top com cor exclusiva levar 70d.

    • FPC

      Comprei um High Up ontem, deram 7 dias de prazo.

      • Edson Fernandes

        Na minha opinião, considerando o conjunto, é a melhor versão, principalmente que as rodas são as mais bonitas.

        • GustavoHenkel

          Concordo!
          As rodas de liga São Paulo, são as mais bonitas

        • Gustavo73

          Concordo. Mas a versão com rodas aro 13 terão os melhores números de consumo.

          • Edson Fernandes

            Sem duvida. Racionalmente falando, não vejo motivos para ter um up acima da move up.

      • Gustavo73

        Se não for incomodo. Quanto pagou e a lista de opcionais se tiver.

        • FPC

          Incômodo nenhum, paguei R$ 37.000,00 de opcional pintura metálica (prata sirius) e o ar condicionado, o som eu não quis, vou colocar um Pioneer mesmo

          • Gustavo73

            Obrigado.

    • Não dá pra entender porque uma revista (que normalmente quer pegar o carro o mais rapido possível, para poder testar ele quando ainda é novidade) escolhe um carro todo específico e fica esperando esse tempo todo.

      Se fosse eu escolhia qualquer um de estoque de concessionária e começava o teste bem antes. O NA começou o teste em fevereiro e a 4R foi começar apenas na revista de junho, quatro meses de diferença.

  • CorsarioViajante

    Avaliação direta, clara e objetiva. Gostei!

  • Bussunda

    Não sei como dirigi o testador, mas achei o consumo na estrada muito comum. Esperava pelo menos 14 km/l com álcool nessas condições. Um colega que tem um Fox Bluemotion com o mesmo motor faz 14,5 km/l com álcool.

    • CorsarioViajante

      Depende da estrada, do dia, do pé, do trânsito…

    • Fernão Dias não é muito favorável a consumo bom, se seu colega dirige em estradas mais planas, isso é um fator a se considerar.

    • GustavoHenkel

      O meu moveup faz 16 km/l na cidade e 23 km/l na estrada, sem ar e na gasosa!
      E tbm recebi esse brinde!

      • ObservadorCWB

        Acho que está mostrando litros/100Km como é padrão europeu…rsrsrsrs

  • Guest

    Carro pé frio.

  • Rafael Schettino

    Pelo preço do Up! eu compraria o Corolla kkkkkk

  • Cleidson

    A mae de uma moça que trabalha comigo recebeu essa carta e o presente. Ela gostou de se sentir valorizada.

  • Gabriel

    Bacana, não recebi essa correspondência nem pelo Golf…

  • Joildo Dias

    12,5 km/l está razoável, mas para 1.0 q se diz econômico seria o ideal q fizesse pelo menos 15km/l……………….

    • Eddie

      12,5 km/l com álcool! 15 km/l na estrada, com etanol, eu nunca vi.

      • JPaulo10

        Rodovia Fernão Dias. Curva, ladeira, curva …
        (Desculpe, Eddie, a resposta foi para o Joildo).

  • CharlesAle

    Dá linha nacional,o UP é um dos melhores VW já vendidos.O carro promete excelente consumo e ótima segurança,e isso ele entrega!!é pena que,completo,o consumidor já não o ache tão”bom negócio”e prefere partir para outros carros!!!

    • Alessandro Lagoeiro

      Não é pena, são as regras do jogo!

    • CorsarioViajante

      Me lembra o Polo, tbm um dos melhores VW já feitos por aqui. Espero que o Up ache seu caminho, coisa que o Polo não conseguiu.

      • cabra macho do renegade

        ué, é só colocar o preço que o carro vale, não adianta por 50 mil nesse carro que não vende, mesma coisa do polo, defasado a partir de 50 mil o 0km

        • CorsarioViajante

          Polo defasado hoje, não? Mas está aí desde 2002…

          • cabra macho do renegade

            mas se colocar a partir de 35 mil o polo 0km vai vender igual água

            • CorsarioViajante

              E se colocar o Golf 7 a 50.000 tbm… E assim por diante.
              O fato é que a VW dá descontos e tudo o mais mas não costuma mexer muito no preço do produto depois de ter lançado. Por um lado isso é ruim, hoje o Polo já morreu, só falta mesmo sair de linha no final do ano. Por outro lado isso garante um patamar de preços estável, o que influencia bastante a revenda. É uma política da marca.

              • cabra macho do renegade

                a diferença é que aquele polo era ultrapassado e o golf é mais recente

    • cabra macho do renegade

      é um dos melhores, eu concordo com vc, mas só não é bom negócio pois o preço não condiz com o carro

  • Jeferson Araujo

    Acho que é característica da Volks dar atenção para o cliente. No meu caso comprei um Fox Rock In Rio zero e vira e mexe eles me ligam para saber se o carro é bom, se o atendimento das concessionárias é satisfatório e etc. Só não me deram Brinde :( Mesmo assim gosto do pós vendas da Volks.

  • Sandro

    Se alguém me der um treco desse eu vendo.

  • Julia Peres Kitzberger

    Eu também recebi esse chaveiro, isso porque comprei o carro em março, por ai.
    Até agora não cheguei nem nos 1000km, porque uso pouco o carro, mas estou amando ele, adoro até pegar trânsito com o meu up!

    Me arrependo de não ter pego o cambio automatizado, mesmo tanta gente reclamando, eu ia adorar não trocar mais tanto as marchas…

  • Jussie LS

    Boa tarde, alguém aí tem um Up! Teka? No meu, o marcador do combustível não está baixando regressivamente quando está ligado. Mas quando desligo e ligo ele atualiza.

  • Fabiano Louzeiro

    É uma boa opção se não fosse esse preço absurdo! A VW ultimamente tem passado dos limites nesse quesito.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend