Avaliações Chevrolet Conversíveis Esportivos

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Há algum tempo no mercado nacional, o Chevrolet Camaro SS Conversível 2019 ainda é encarado como uma novidade nas ruas.


Em cor Laranja Imperial e com rodas pretas, o conversível da GM não é para pessoas discretas.

Mesmo tendo sido revelado no final do ano passado e com preços disponíveis desde janeiro, ver um Camaro conversível nas ruas não é assim tão comum.

Com visual chamativo, o Camaro conversível não é apenas visual, ele também decola sem sair do chão.


O bólido americano é a versão mais cara da gama, custando R$ 365.990, enquanto o cupê sai por R$ 328.990.

Dotado de um potente V8 6.2 de 461 cavalos e agora com 10 marchas, ele usa o câmbio do Mustang e não se envergonha disso. Afinal, a caixa também é da GM.

Por fora…

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Por onde passa, o Camaro conversível parece ter acabado de chegar ao Brasil, atraindo a atenção geral.

Também não é para menos: a carroceria larga e longa ficou mais agressiva na última atualização visual.

Os faróis de LED com olhar ameaçador, assim como grades pretas com barra central e logo da Chevrolet (vazado) escurecidos dão o tom do SS, que á a opção mais agressiva antes do Camaro ZL1.

O estilo é tão bem resolvido que até o Chevrolet Blazer 2020 o incorporou na versão RS. O capô alto com entrada de ar preta também atrai os olhos, mas não mais que as rodas aro 20.

Estas possuem acabamento em preto brilhante e seus cinco raios realmente são bonitos de se ver.

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Musculoso, o Camaro SS Conversível tem arco do para-brisa baixo e capota preta em tecido.

Na traseira, aerofólio obrigatório e uma antena barbatana que desce do salto, ou melhor, do teto.

A capota fica escondida em uma cobertura retrátil, como deveria ser na primeira geração, mas não foi.

Seu acionamento é fácil e o processo dura poucos segundos, podendo ser feito em até 50 km/h.

As lanternas traseiras são duplas e em LED, tendo lentes de efeito, 3D, alteração boa do facelift.

O para-choque com duas bocas de escape nem impressiona dada a cavalaria que ele possui.

Por dentro…

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Nesta sexta geração, o Chevrolet Camaro SS melhorou muito e na atualização, algumas coisas mudaram também.

O ambiente é bem-acabado e até certo ponto luxuoso.

Focado no desempenho, o cockpit traz um volante de fundo chato e paddle shifts que ainda não agradam visualmente, mas tem pegada boa.

Ele tem aquecimento e controles de mídia, telefonia, cluster e controle de cruzeiro.

A instrumentação é análogo-digital com display central com duas opções de visualização, sendo uma delas com quatro mostradores no alto.

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Podem-se observar os modos de atuação do carro, como controle de largada, aceleração de 0 a 100 km/h ou força g nas curvas, entre outros.

Ele configura diversos itens no carro, mas não sabemos por qual motivo, o HUD não estava ativando.

Da mesma forma que as luzes de leitura internas, que não se apagavam com o carro em movimento e tudo fechado.

O Camaro SS tem ainda multimídia MyLink 3 semelhante à do Cruze, mas sem OnStar.

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Ela dispõe de Google Android Auto e Apple Car Play, além de navegador integrado em um ambiente bem intuitivo e agradável.

Tem câmera de ré também, mas se preferir pode usar o retrovisor interno que é uma tela digital com imagem traseira.

Existe uma alavanca pequena como se fosse um retrovisor simples dia e noite, só que liga ou desliga o display, que tem ajustes, como zoom e brilho, por exemplo.

O Camaro SS sem teto também tem botão de partida e partida remota na chave, que não é para chamar atenção…

Aliás, dá para baixar a capota do lado de fora também.

Os bancos em couro personalizado possuem aquecimento e ventilação, enquanto o ar condicionado é dual zone.

Entre os assentos, o túnel até que é discreto, com alavanca de câmbio curta e o necessário: modos de condução, desligamento do controle de estabilidade e freio de estacionamento eletrônico.

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Parte do painel e das portas possui iluminação em LED com nada menos que 24 cores e combinações, podendo estas variar conforme o modo de condução.

O banco do motorista tem duas memórias e modo de acesso, enquanto os vidros dianteiros e traseiros possuem controles múltiplos nas portas.

Detalhes em alumínio, soleira personalizada, porta-copos aparente e entradas USB sob o apoio de braço central estão no pacote.

Atrás, o espaço é bom para quem não tem pernas, já que é preciso empurrar bem os bancos dianteiros para caber dois adultos.

Serve mais para aqueles dois caronas eventuais, que não vão reclamar de nada…

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Para agradar quem está dentro (e também fora), o sistema de som é da Bose, potente e de qualidade.

Já o porta-malas é pequeno e enjoado… Com a capota levantada, são 208 litros, mas para ter acesso é preciso soltar um tapete vertical para ocupar todo o espaço.

Se o sol sair e você quiser baixar a capota, não vai. É preciso ir ao bagageiro e levantar o tal tapete que, na verdade, é uma barreira de segurança para evitar que objetos estejam no espaço ocupado pelo teto retraído.

Por ruas e estradas…

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Se o Mustang GT tem uns 10 modos de condução, o Chevrolet Camaro SS Conversível é bem mais simples, reduzindo bem as opções.

Equipado com o poderoso LT1 V8 6.2 com injeção direta de combustível, o esportivo empolga.

Apesar de sua arquitetura remontar aos anos 60 e até além, o propulsor está devidamente em dia com as prestações tecnológicas.

De ronco forte e grave logo na partida, o monstro da General Motors acorda querendo cuspir fogo.

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Tendo 461 cavalos a 6.000 rpm e 62,9 kgfm a 4.400 rpm, ele é um aspirado com fome de estrada e de combustível.

Seja no modo “Passeio” ou no “Esporte”, o V8 6.2 responde prontamente a qualquer pisada.

Por ser aspirado, dá até para dar aquelas afundadas de pé em movimento, apenas para sentir o motor, se é que você me entende…

Isso dura poucos segundos, pois, diferente da antiga e famosa quinta geração, o LT1 está muito mais esperto na sexta.

Com os dois modos citados, o Camaro SS rapidamente alcança giros elevados e velocidades altíssimas sem muito esforço.

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Tudo feito em completa harmonia com a caixa de transmissão 10L9, que tem mudanças suaves e nos momentos certos, mantendo o motor cheio sempre que se pisa um pouco.

Sempre em alerta, a programação do câmbio de 10 marchas não deixa o V8 entrar em “estol” se o motorista baixar muito o giro.

Na estrada, pode-se rodar em 1.500 rpm com décima engatada e 110 km/h.

O ponteiro chega perto de 1.000 rpm, mas também passa fácil dos 6.000 rpm, indo de um extremo ao outro em segundos.

Basta escolher a marcha certa no volante ou na alavanca e pisar fundo.

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Com arrancadas brutais, o barulho vai para o alto e o vento sopra com força dentro do carro.

Para reduzir a turbulência, basta levantar os vidros e curtir ao céu aberto.

Esse é o momento em que se sabe bem que os olhos estão grudados em você e o Camaro SS Conversível se torna um risco alaranjado passando pela via, virando a estrela do momento.

Nos modos Passeio e Esporte, a programação mantém o Camaro SS bem na mão, mas se for ao modo Circuito, é bom ter atenção, pois, partes dos controles são atenuadas o suficiente para se iniciar num track day. O desligamento do ESC está ali para fechar o pacote.

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

O Chevrolet Camaro SS tem controle de largada e pode arrancar de 0 a 100 km/h em 4,2 segundos com contador no centro do painel.

Também tem aquele famoso modo de pré-aquecimento de pneus, que conhecemos por outro nome…

Aliás, pneu é o que não falta no Camaro SS Conversível, que tem jogo de 245/40 R20 na frente e 275/35 R20 atrás.

Com eles e suas belas rodas escuras, o cabriolet de alto desempenho segura bem nas curvas fechadas e garante até certa diversão com as saídas de traseira devidamente controladas.

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

O Camaro SS de sexta geração não deve ser comparado com o de quinta, aquele do Bumblebee.

São carros completamente diferentes e o atual realmente é muito mais esportivo, em todos os sentidos.

Na atualização recente, ganhou reforço na calibração da suspensão, assim como materiais mais leves e estrutura enrijecida, de modo a ficar ainda mais agressivo.

Ou seja, não mudou apenas visual e câmbio, o Camaro 2019 ficou mais “no chão”.

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

A direção elétrica é bem direta, respondendo rapidamente, tornando assim a condução esportiva muito prazerosa.

Só não dá para contornar em pouco espaço, pois, o raio de giro é de enormes 11,7 metros.

Os freios são da Brembo e possuem força suficiente para segurar esse médio-grande de 4,78 m e 1,8 tonelada.

O poder de frenagem é muito alto, parando em poucos metros, vindo de uma velocidade realmente alta.

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Já a suspensão tem um bom ajuste para um carro esportivo americano e fica ainda mais rígida nos modos de melhor desempenho.

Ainda dá para andar em pavimentos irregulares, mas com algum desconforto.

Feito para andar rápido, o Camaro SS Conversível só vira o copo se estiver cheio.

Na cidade, ainda conseguimos fazer 6,5 km/l de gasolina e bons 11,2 km/l na estrada, navegando no modo “V4” nas desacelerações e em terreno plano por algum tempo.

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

O V8 6.2 tem sistema de desligamento automático de cilindros, tornando-se um estranho 3.1 de quatro cilindros nessas situações.

No controle de largada, o display avisa o momento em que se deve soltar o freio e deixa o giro subir rapidamente sem destracionar.

Já o pré-aquecimento trava os freios dianteiros e faz as rodas traseiras deslizarem, levantando fumaça, mas queimando pneu.

Por você…

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

Este Camaro SS Conversível Laranja Imperial é um carro que atrai mais atenção que um Porsche Boxster azul, por exemplo (e isso sabemos por experiência própria).

Quem quer ser alvo dos olhares alheios saiba que esse é o carro ideal.

Talvez este também seja seu lado mais negativo, já que a exposição exagerada nem sempre é bem-vinda.

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance

É um carro de ótima performance e com recursos importantes, sendo também um produto ainda com algum custo-benefício se comparado aos esportivos de marcas alemãs, por exemplo.

Bebe bastante e seu tanque de 72 litros nunca dura o suficiente, já sendo hora de abastecer quando a diversão mal começou…

Para quem quer um carro de alto desempenho e também ter o privilégio de acelerar ao ar livre, ainda que com expressões de elogio e espanto de uma plateia momentânea, o Camaro SS Conversível é o carro.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Chevrolet Camaro SS Conversível 2019

Motor/Transmissão

Número de cilindros – 8 em V

Cilindrada – 6162 cm³

Potência – 461 cv a 6.000 rpm (gasolina)

Torque – 62,9 kgfm a 4.400 rpm (gasolina)

Transmissão – Automática com 10 marchas com mudanças na alavanca e volante

Tração – Traseira

Desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h – 4,2 segundos

Velocidade máxima – 290 km/h

Rotação a 110 km/h – 1.500 rpm

Consumo urbano – 6,5 km/litro

Consumo rodoviário – 11,2 km/litro

Suspensão/Direção

Dianteira – McPherson/Traseira – Multibraço

Elétrica

Freios

Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus

Liga leve aro 20 com pneus 245/40 R20 na frente e 275/35 R20 atrás

Dimensões/Pesos/Capacidades

Comprimento – 4.784 mm

Largura – 1.897 mm (sem retrovisores)

Altura – 1.340 mm

Entre eixos – 2.812 mm

Peso em ordem de marcha – 1.798 kg

Tanque – 72 litros

Porta-malas – 208 litros (com capota erguida)

Preço: R$ 365.990

Chevrolet Camaro SS Conversível 2019 – Galeria de fotos

Avaliação: Chevrolet Camaro Conversível impacta visual e performance
Nota média 5 de 1 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Guilhe

    Não é o principal e nem uns dos principais critérios de quem compra um esportivo conversível, mas vale uma critíca, o porta-malas dessa geração do camaro é rídiculo de pequeno(com a capota aberta), fiz uma viagem para o EUA e escolhi a categoria de conversíveis, estava certo de pegar o camaro, mas quando abri o porta-malas veio a decepção, mal cabe uma mochila normal, muito pequeno, o mustang nesse quesito é muito maior. Havia alugado o mustang da geração anterior no ano de 2016 e tinha um porta-malas suficiente, agora na nova geração o espaço é muito maior e útil, não sei qual mágica a FORD fez mas é surpreendente. Acabei indo de mustang novamente.

    • Augusto

      Fez mto bem! Pq pra mim, Mustang dá um show no camaro!

    • Mr. Pereba

      Com certeza o Mustang é muito melhor, não sendo a toa que vende muito mais. Até o Challenger, que é um carro da década passada, vende mais que o Camaro nos USA.

  • 1945_DE

    O carro é um show, mas ainda faltam alguns detalhes. Apoio de cabeça embutido e retrátil no banco traseiro, saída dupla em cada lado para dar um ar mas mostro, e para justificar o escapamento, mas 200Cv no motor. Afinal é uma versão SS.

    • MarcosGojira

      nem a Ferrari 458 italia tem 4 saídas de escapamento, perfumaria desnecessária.

  • Alvarenga

    Olha, tendo um V8 de 6.2L pra distrair e curtir, o resto é o resto !

  • MarcosGojira

    Lá fora essa frente já foi atualizada, não?

  • mpol

    Mais de R$ 12.000/ano só de IPVA, é muito dinheiro para não receber nada em troca.

  • Toyo_Highlander fan

    O peso é assustador. 1800 kilos, aproximadamente o peso de uma Hilux SW4. Uma pena que o Camaro irá morrer pela segunda vez em 2023 já que a GM não estuda mais um sucessor para ele deixando os muscle cars apenas o Mustang e Challenger.

  • TVGLOBONÃOTEMJAPAA

    Sera que novo Supra Toyota vem pro BR?

  • Raul Cotrim de Mattos

    Estrada Mogi-Bertioga. Como conseguiram tirar foto parados no meio das duas faixas?

  • Giuseppe

    O visual do Camaro melhora muito sem essa seção preta na dianteira e a gravatinha nela.

  • Luconces

    Alguém reparou se a redução de 4a para 3a marcha existe algum tranco?

    Estou com um Mustang GT alugado para o fds e PQP que coisa chata da peste. O carro chega a afundar a frente dada a redução brusca.

  • MarcioMaster

    Otimo texto e parabens a GM, otimo carro.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email