Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

A Chevrolet Trailblazer 2021 chegou no final do ano passado com mudanças no layout frontal, mas também recebeu mudanças mecânicas.

O SUV de sete lugares da GM também ganhou itens de conectividade e segurança. Com internet a bordo e frenagem automática, ela adicionou alterações no motor e câmbio.

O propulsor diesel 2.8 de 200 cavalos e 51 kgfm é um dos mais fortes do mercado, aliado a uma caixa automática de seis marchas e tração 4×4.

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Com visual mais moderno, a Trailblazer 2021 mantém o conforto para sete pessoas, sendo apta para viagens, dentro ou fora de estrada.

Preço? R$ 293.500. Caro? Muito, mas infelizmente SW4 e Pajero Sport são ainda mais… Com as mudanças, vamos ver se a Chevrolet Trailblazer 2021 ficou melhor.

Por fora…

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Visualmente, a Chevrolet Trailblazer 2021 adiciona uma nova grade superior com barra dupla cromada, mas sem o logo da Chevrolet. Este assumiu a posição esquerda na parte debaixo.

Nesta grade maior, a gravata dourada fica deslocada, num estilo bem conhecido nos EUA. Molduras laterais pronunciadas envolvem os faróis de neblina circulares.

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Na parte inferior, o para-choque ganhou um protetor metálico mais robusto. O SUV mantém os demais detalhes externos, como rodas de liga leve aro 18 com pneus 265/60 R18.

A Trailblazer 2021 vem com barras longitudinais no teto, lanternas em LED, maçanetas cromadas, estribos e retrovisores cromados com repetidores de direção.

Por dentro…

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

No interior, a Chevrolet Trailblazer 2021 não tem mudanças no acabamento, que continua com bancos em couro, ar condicionado com extensão para as demais fileiras e muito espaço.

Com bancos largos e confortáveis, a Trailblazer tem ajustes elétricos no assento do motorista, bem como volante em couro ajustável.

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Nessa direção, que é elétrica, o volante tem comandos do assistente de frenagem automática de emergência, alerta de faixa e piloto automático. O computador fica na haste do limpador.

Agora, ela vem com internet 4G e Wi-Fi, que conecta 7 aparelhos móveis em até 15 metros. Além disso, a multimídia MyLink traz câmera de ré com visor de engate e reboque.

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Além disso, a projeção para Google Android Auto e Apple CarPlay é feita sem fio, o que permite maior mobilidade e conforto durante o uso. Há um modo de câmera que permite visualizar o reboque brevemente durante a condução.

Com ar condicionado automático, cujos difusores e ajustes de ventilação são individuais atrás, se deixa o ambiente bem agradável. O cluster é de fácil visualização e o acesso a bordo é bom.

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

A segunda fileira tem ajustes de distância do assento e inclinação do encosto. O espaço é bom aí, assim como na terceira fileira, onde dois adultos podem ir sem muitos problemas.

O SUV tem ainda retrovisores com basculamento elétrico e o porta-malas tem 544 litros de espaço, cabendo muitas malas. Com os 7 lugares posicionados, o espaço cai para 204 litros.

Por ruas e estradas…

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Modificada como a S10, a Chevrolet Trailblazer 2021 ganhou uma nova turbina, a mesma usada pela picape Colorado nos EUA, assim como gerenciamento do motor atualizado.

As alterações foram feitas para que o SUV tenha uma aceleração melhor, assim como resposta mais ágil ao pedal. Antes dela, já andamos na S10 2021, porém, o comportamento difere entre as duas.

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Enquanto a picape ficou bem mais nervosa ao se pisar forte no pedal, o SUV suavizou essa resposta imediata. Isso não significa que ela ficou mais fraca, apenas ganhou uma calibração diferenciada.

O motor enche mais rápido graças à nova turbina e permite saídas melhores, mas não com a mesma rispidez da picape, progredindo suavemente, com força adicional.

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Assim, a Trailblazer 2021 ficou realmente mais ágil com o propulsor Duramax 2.8 de 200 cavalos e 51 kgfm, que atinge torque máximo em 2.000 rpm.

Com transmissão automática de seis marchas e tração nas quatro rodas com reduzida, o SUV da Chevrolet garante um bom desempenho ao ir de 0 a 100 km/h em 10,3 segundos.

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

A velocidade máxima é limitada a 180 km/h e rodando a 110 km/h, o ponteiro descansa em 1.600 rpm, garantindo economia na estrada.

Na rodovia, o utilitário esportivo alcançou nas nossas medições uma média de 12,5 km/l, o que não é ruim, dado o peso do carro de mais de 2,1 toneladas. Contudo, na cidade, percebemos que ficou gastona.

A média foi de 6,7 km/l, bem abaixo do que esperávamos, algo entre 8 e 9 km/l. Com a subida de giro rápido e o vai-e-vem do trânsito urbano, o número acabou desapontando.

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Ainda que o consumo urbano tenha decepcionado, a Chevrolet Trailblazer 2021, vendida apenas na versão Premier, ainda é um veículo apreciável.

O conforto da suspensão ajuda muito a deixar a condução mais prazerosa. Com traseira mais firme, o SUV não conhece defeitos de vias e asfalto ruim, passando por tudo sem problemas.

Também não tem lombada surpresa para ela, assim como andar no fora de estrada é quase como estar rodando na rua de casa. Para locais com pisos ruins, a Trailblazer é um sonho de consumo.

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

A direção elétrica progressiva também ajuda muito no bom comportamento do SUV grande, que também apresenta freios eficientes sem dar sustos. Bom, isso se você estiver distraído.

O sistema de detecção de pedestres, ciclistas e veículos é bem sensível e se ativa imediatamente quando o motorista esquece de apertar o pedal de freio.

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Atuando entre 8 km/h e 80 km/h, o sistema rapidamente entra em ação e freia bruscamente, evitando a colisão. Pode-se ajustar o alcance em três níveis e é um dispositivo imprescindível nos dias atuais.

Com “8 ou 80” na frenagem automática, o detector de invasão de faixa não trabalha no sistema ou vai, ou racha, visto que apenas faz alerta sonoro e visual, sem correção da direção.

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Tendo essa dupla de ataque na segurança, a Chevrolet Trailblazer 2021 fica bem mais segura de dirigir, mas bem que poderia ter um controle de cruzeiro adaptativo, principalmente pelo preço pedido.

Apesar do tamanho, o SUV é fácil de estacionar e ainda facilita a vida de quem pretende engatar um reboque, com a câmera tendo boa visualização.

Com boa posição de dirigir e visibilidade ampla, o SUV passa a sensação de maior conforto e segurança ao volante.

Por você…

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Na versão Premier, a Chevrolet Trailblazer 2021 vem bem completa, trazendo tudo dentro, incluindo seis airbags, controles de tração e estabilidade, assistente de rampa, etc.

Além dos itens já mencionados, o SUV tem ainda controle eletrônico de descida, bloqueio eletrônico do diferencial e mais os modos de tração.

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Trata-se de um bom pacote, ainda mais quando inclui OnStar, Android Auto, CarPlay e sistema de navegação interna nativo, bem como projeção sem fio e internet 4G com Wi-Fi.

Assim, mesmo em lugares remotos, os ocupantes podem desfrutar de conexão com internet e evitar o isolamento completo.

Avaliação: Chevrolet Trailblazer 2021 fica melhor, mas bebe mais

Preço? Alto, realmente, mas a Toyota SW4 2021 parte de R$ 320.690, uma diferença considerável, tendo a rival agora 204 cavalos e praticamente o mesmo torque.

A Pajero Sport está custando a partir de R$ 308.990 (veja aqui Pajero Sport 2010: motor, consumo, etc), o que faz da Chevrolet Trailblazer 2021 a opção mais interessante nesse caso. De qualquer forma, trata-se de um carro para comprar e casar.

Medidas e números…

Ficha Técnica da Chevrolet Trailblazer Premier 2.8 CDTI 2021

Motor/Transmissão

Número de cilindros – 4 em linha, turbo

Cilindrada – 2.776 cm³

Potência – 200 cv a 3.600 rpm (diesel)

Torque – 51 kgfm a 2.000 rpm (gasolina/etanol)

Transmissão – Automática de 6 marchas e mudanças manuais

Tração – 4×4 com reduzida

Desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h – 10,3 segundos

Velocidade máxima – 180 km/h

Rotação a 110 km/h – 1.600 rpm

Consumo urbano – 6,7 km/litro

Consumo rodoviário – 12,5 km/litro

Suspensão/Direção

Dianteira – Duplo braço/Traseira – Eixo rígido

Elétrica

Freios

Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus

Liga leve aro 18 com pneus 265/60 R18

Dimensões/Pesos/Capacidades

Comprimento – 4.887 mm

Largura – 1.902 mm (sem retrovisores)

Altura – 1.844 mm

Entre eixos – 2.845 mm

Peso em ordem de marcha – 2.161 kg

Tanque – 76 litros

Capacidade de carga – 589 kg

Porta-malas – 554 litros (5L) 205 litros (7L)

Preço: R$ 293.500

Chevrolet Trailblazer 2021 – Galeria de fotos

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.