*Destaque *Featured Avaliações Fiat Hatches

Avaliação: Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic tem desempenho razoável com automatizado

fiat-uno-sporting-dualogic-13-avaliação-NA-27 Avaliação: Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic tem desempenho razoável com automatizado

O Uno 2017 ganhou uma atualização visual no ano passado e adotou mais equipamentos para se destacar no segmento de hatches compactos, onde vinha tendo problemas com a concorrência e as vendas, ficando em 21º em dezembro e em 15º no acumulado do ano, quando emplacou 34.626 unidades.



Nesse último caso, as coisas não melhoraram, mas o carro em si, evoluiu bastante. Além dos novos motores Firefly 1.0 e 1.3 (GSE), o Novo Uno 2017 ganhou também equipamentos mais modernos, tais como direção elétrica com modo City, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, entre outros.

Nesta versão Sporting com câmbio Dualogic, avaliada pelo NA, o Fiat Uno 2017 vem com motor 1.3 Firefly de até 109 cv. O motor é bem disposto, apesar do automatizado matar uma boa parte de seu fôlego. Será que anda melhor que o 1.4 anterior? Confira abaixo nossa avaliação da versão Sporting Dualogic, que tinha dois pacotes de opcionais, elevando seu preço de R$ 53.690 para R$ 57.550.

fiat-uno-sporting-dualogic-13-avaliação-NA-40 Avaliação: Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic tem desempenho razoável com automatizado

Por fora….

O Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic 2017 apresentou uma pegada esportiva em seu estilo que antes não correspondia ao que era apresentado em termos de performance. Faróis com máscara negra, grade bipartida com filetes vermelhos, que também adornam os faróis de neblina, para-choque alto e design um pouco mais agressivo chama atenção na nova frente.

Os para-lamas abaulados possuem proteção nas saias de rodas, como num “aventureiro”, mas as rodas de liga leve aro 15 com pneus 185/60 chamam mais a atenção. O desenho é atraente e o acabamento é vistoso. Nas laterais, mescla de tonalidades, tendo retrovisores com repetidores de direção em preto brilhante, cinza com personalização nas colunas B e faixas decorativas com cores em vermelho e cinza.

fiat-uno-sporting-dualogic-13-avaliação-NA-34 Avaliação: Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic tem desempenho razoável com automatizado

Na traseira, as lanternas de lente transparente acomodam os displays internos personalizados. Um defletor de ar em preto brilhante repousa discretamente sobre a tampa do porta-malas, enquanto o chamativo escape duplo central dá o tom da mensagem desta versão “esportiva”. Ele vem acompanhando por difusor de ar e falsas saídas de ar laterais.

fiat-uno-sporting-dualogic-13-avaliação-NA-15 Avaliação: Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic tem desempenho razoável com automatizado

Por dentro….

O interior do Uno Sporting tem volante grande e dotado de mídia e telefonia, assim como computador de bordo. Não tem couro, mas a pegada é agradável. Ele vem com os úteis paddle shifts. Na instrumentação, grafismos novos em vermelho, com direito a conta-giros. O painel apresenta revestimento central com impressão metalizada de boa aparência.

Ao centro, o Uno 2017 vem com difusores de ar e sistema de rádio com acabamento em preto brilhante, contrastando com o vermelho vivo na base da direção e nas maçanetas. Mas é abaixo que aparecem as diferenças mais importantes para o modelo anterior, sendo elas os comandos de Start&Stop, função City da direção e desativação dos controles de tração e estabilidade.

fiat-uno-sporting-dualogic-13-avaliação-NA-20 Avaliação: Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic tem desempenho razoável com automatizado

O rádio é razoável, poderia ter uma multimídia em seu lugar. Esta versão oferece o Live On, que transforma o smartphone em dispositivo de entretenimento, mas isso custa R$ 3.170 e deixa o celular exposto dentro do veículo. No console, botões do Dualogic no melhor estilo Alfa Romeo. Os bancos possuem padronagem com temática esportiva e costuras vermelhas, tendo até apoio de braço para o condutor.

O traseiro é bipartido – lembrando que este e outros itens dos kits Tech e Comfort são opcionais – com três apoios de cabeça e três cintos triplos. Teto e colunas são pretos, tendo ainda um console suspenso com espelho para visão traseira e porta-documentos. O porta-malas continua com aquele forro envolvendo o estepe e passando uma impressão pobre.

fiat-uno-sporting-dualogic-13-avaliação-NA-5 Avaliação: Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic tem desempenho razoável com automatizado

Por ruas e estradas….

O motor GSE, batizado aqui de Firefly, possui nesta versão 1.3 quatro cilindros, enquanto o 1.0 tem somente três. A Fiat apostou nas duas válvulas para obter melhor torque em baixa rotação (e ter menor custo, claro). Com 101 cv na gasolina e 109 cv no etanol, o propulsor precisa ir até 6.250 rpm para ter tudo isso.

No caso do torque, a alteração apareceu na forma de 13,7/14,2 kgfm aos 3.500 rpm, respectivamente com gasolina e etanol. A força não é maior porque o motor é pequeno e aspirado, mas a disposição é muito superior ao antigo Fire 1.4 com seus parcos 88 cv. Até o ronco é mais grave e passa a sensação de mais força.

fiat-uno-sporting-dualogic-13-avaliação-NA-25 Avaliação: Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic tem desempenho razoável com automatizado

Na versão manual, surpreendeu bastante a bordo do Uno 2017. Já com o câmbio Dualogic, sempre fica o temor de que a performance cairá drasticamente. Pois bem, como dissemos em nossas impressões ao dirigir, durante o lançamento, o sistema rouba o brilho da novidade.

A impressão inicial é que o 1.3 foi morto pelo Dualogic, mas basta um pouco mais de tempo com o carro para perceber que ele resiste um pouco à lerdeza do automatizado nas retomadas e acelerações.

fiat-uno-sporting-dualogic-13-avaliação-NA-19 Avaliação: Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic tem desempenho razoável com automatizado

Sem o uso dos paddle shifts, o Firefly dá conta do recado, mas ainda abaixo do visto no manual. As trocas ocorrem abaixo de 3.000 rpm geralmente, mas pode-se deixá-lo ir além, a fim de extrair mais. As trocas de marchas continuam bem pausadas no Uno 2017 com Dualogic.

A entrada da embreagem segura o carro por poucos milésimos de segundo, mas é o suficiente para condutor perceber. Como dissemos, com o tempo, dá até para prever as trocas e liberar suavemente o pé, matando a sensação ruim das mudanças, embora não melhorando as respostas.

As trocas manuais são satisfatórias e ajudam a conhecer mais do Firefly e saber o que ele pode fazer, mesmo mascarado pelo Dualogic. O modo Sport ajuda, mas não da mesma maneira. Rodando a 110 km/h, o Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic 2017 mantém 3.000 rpm. O nível de ruído é adequado e o consumo com o etanol fornecido pela fabricante, dentro do esperado. Fez 8,5 km/litro na cidade (muito bom) e 11,2 km/litro na estrada.

fiat-uno-sporting-dualogic-13-avaliação-NA-22 Avaliação: Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic tem desempenho razoável com automatizado

Além da boa disposição do Firefly, o Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic apresenta direção elétrica bem leve e progressiva. Ela é um dos pequenos exageros do Uno 2017. Não é necessário um modo City, que a deixa ainda mais leve, tanto que basta empurrar a direção para o volante girar livremente.

O Start&Stop tem boa resposta nas saídas, até melhor que alguns carros importados, ajudando bastante na economia de combustível no anda e para do trânsito urbano. O Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic 2017 tem estabilidade mediana, já que a suspensão é focada no conforto. Mesmo assim, TCS e ESP ajudam, especialmente em pista molhada. Já o assistente de partida em rampa garante saídas mais seguras.

O espaço interno é pequeno, especialmente atrás. A posição de dirigir é razoável, mas a visibilidade geral é boa, já que a linha de cintura é baixa.

fiat-uno-sporting-dualogic-13-avaliação-NA-45 Avaliação: Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic tem desempenho razoável com automatizado

Por você….

O Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic 2017 apresenta desempenho razoável. Nem de longe é esportivo, mas agrada mais que o modelo anterior por conta do motor mais potente. Os novos itens de segurança trouxeram mais controle para o compacto, além dos equipamentos de conforto adicionais.

O problema é que o preço é muito elevado, chegando quase a R$ 58 mil. Infelizmente ele não é o único a custar mais do que deveria, claro. Com pacote completo, supera rivais mais bem-sucedidos no mercado, especialmente em segurança.

fiat-uno-sporting-dualogic-13-avaliação-NA-3 Avaliação: Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic tem desempenho razoável com automatizado

Ar-condicionado, direção elétrica ajustável, rodas de liga leve aro 15, trio elétrico, sistema de áudio com Bluetooth, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, paddle shifts, console no teto, faróis de neblina e Start&Stop estão entre os itens oferecidos de série ou nos kits.

Mas, por exemplo, falta um piloto automático, já que as mudanças são automáticas e há até o apoio de braço… Isso daria mais conforto em viagens com essa versão topo de linha. Para quem quer a melhor performance de um Fiat Uno Sporting com motor 1.3 Firefly, sem dúvida, a melhor opção é a manual. Mas se o automatizado for necessário, então melhor pagar pela versão Way Dualogic, que custa um pouco menos.

Medidas e números….

Ficha Técnica do Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic 2017

Motor/Transmissão

Número de cilindros – 4 em linha, flex

Cilindrada – 1332 cm³

Potência – 101/109cv a 6.250 rpm (gasolina/etanol)

Torque – 13,7/14,2 kgfm a 3.500 rpm (gasolina/etanol)

Transmissão – Automatizada de cinco marchas com paddle shifts

Desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h – 10,1 segundos (etanol)

Velocidade máxima – 177,2 km/h (etanol)

Rotação a 110 km/h – 3.000 rpm

Consumo urbano – 8,5 km/litro (etanol)

Consumo rodoviário – 11,2 km/litro (etanol)

Suspensão/Direção

Dianteira – McPherson/Traseira – Barra de torção

Elétrica

Freios

Discos dianteiros e tambores traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus

Liga leve aro 15 com pneus 185/60 R15

Dimensões/Pesos/Capacidades

Comprimento – 3.820 mm

Largura – 1.673 mm (sem retrovisores)

Altura – 1.487 mm

Entre-eixos – 2.376 mm

Peso em ordem de marcha – 1.055 kg

Tanque – 48 litros

Porta-malas – 280 litros

Preço: R$ 53.690 (básico) – R$ 57.550 (versão testada)

Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic 2017 – Galeria de fotos

4.0

  • Flavio de Castro

    serio isto 53k em um uno! desse jeito o corola(inquebrável sem esp… ) fica barato com seu misero 100k! hehe.. ah a banalandia..

    • Lucas Paniago

      Por esses preços loucos não troco de carro tão cedo

    • Artur

      O duro é que o Uno tem ESP e start & stop e o Corolla não… :D

    • moncorongo

      Se você pegar um bode, enfeitar, colocar uma roupa bacana, der um banho e passar um perfume ele ficará com um aspecto melhor, mas sempre será um bode!

      R$ 35 mil tava bem pago!

    • gtry

      Estabilidade igual uma pessoa Correndo nas pontas dos pés…devorador de pneus

  • Dafomg

    Até que enfim trocaram aquelas rodas horrorosas. Agora, a FIAT deveria ligar o desconfiômetro e aposentar de vez esse Dualogic, já tem AT6 usado na Toro e Renegade, pra que ficar insistindo nessa porcaria?

    • João Cagnoni

      Pois a margem de lucro no Dualogic é muito maior.

      • leandro

        Se a questão fosse apenas financeira poderia colocar um dupla embreagem que teoricamente é mais barato que o AT convencional. A verdade é que a Fiat está muito gananciosa e nem aí pro consumidor brasileiro…

    • Matheus

      Cabe um AT6 com conversor de torque no Uno?

      • Edson Fernandes

        Opa se cabe! Se cabe um AT6 no Onix / Prisma porque não em um Uno?

        • Matheus

          Talvez pq a GM saiba remendar plataformas como ninguém? kkkkkkkkk

          • Gustavo73

            A plataforma do Onix e moderna. O problema é que não usa os mesmos materiais e técnicas da Europa.

          • Edson Fernandes

            Ainda assim…. cabe um cambio AT. E ela vendo Etios, March, Onix, HB20… deveria pensar nisso.

      • Gustavo73

        Cabe no 500 que é menor.

      • João Cagnoni

        Cara, um conversor de torque tem o tamanho de uma forma de bolo, deve caber.

    • Kadu

      Cara, eu até acho legal aquelas rodas que imitam a logo do uno! É essa que falou que é horrível, né? Eu curto essas rodas heheh

      • Eduardo Alves

        Eu tbm curtia aquelas rodas “quadradas”

    • TijucaBH

      Cambio Dualogic é da Fiat/Magnetti Marelli, o AT6 ela compra da Aisin. Dual deve ser metade do preço do AT, por isso ainda insistem, mas concordo com voce, já tinham que ter aposentado!

    • João Cagnoni

      Eu lembro que a Fiat cobrava de 1k até 1,5k no Dualogic na época do lançamento, hoje está custando 5k no caso do Uno. Olha o tamanho da margem de lucro.

  • El Gato Negro

    R$ 57.550.

    Sem mais perguntas, meritíssimo.

    • Fernando

      Hahahaha

    • BillyTheKid

      É bem caro mesmo. Mas isso era de se esperar, considerando que é um modelo esportivo com motor bruto V6 (válvulas: 6)…

      • Artur

        Errado. O Firefly 1.3 tem 8 válvulas. Quem tem 6 é o 1.0.

        • BillyTheKid

          É verdade. Então o Uno Dualogic é V8tão mesmo! Mais bruto ainda. Tá barato por R$58 mil então….

          • Artur

            Kkkkkk tem razão!

  • Filipo

    Espera ai, mais de R$ 57.000,00 num Uno? Se ao menos fosse realmente esportivo, com cerca de 130 cv e 16 kgfm, poderia-se considerar.. mas nisto? Pff!!
    Fiasco!

    • delvane sousa

      Rapaz pra que tanto cavalo em um veiculo tão fragil? quer morrer na primeira esquina?

      • fabio

        Porque fica mais interessante de dirigir. Se o carro é frágil, então é só fazer ele mais forte. Problema resolvido.

    • CharlesAle

      Olha o “esportivo” da Fiat..Não chega aos pés do UP TSI. Aliás, até o Ka 1.5 deixa na poeira esse UNo.E olha que o Ka sequer é taxado de esportivo, é só uma opção de motorização para quem não quer o 1.0…Fiat hoje é uma decepção em carros…

      • Paulo Souza

        Tudo porcaria. Não sei qual o pior

  • Paulo Reis

    Esse carro não é para pessoas maior que 1,85 M. Fui ver um 4 portas qdo lançaram esta carroceria, impossível regular o banco motorista para o meu tamanho, 1,93 m, tipo, ficava com joelho muito dobrado e, volante roçando a perna. Descartei na hora!

    • visanpai

      Por isso não entendo a existência do Mobi. O Uno já é um subcompacto.

      • Paulo Reis

        Olha que eu sou magro. Tbm, ja descartava uno antigo, celta, Ka e tal, imagina Moby. Tem que ser que nem sapato, ja mostra que o carro “É para pessoas até 1,85 m” Assim essa galera nem perde tempo experimentando. kkkkkkk

        • André

          O Mobi é no máximo um 36. rsrsrs

      • Verdades sobre o mercado

        Tanto é que o Mobi acabou substituindo as vendas do Uno e o Uno não consegue substituir as vendas do Palio.

        • CharlesAle

          Sim..Para mim, foi um erro total esse Mobi, pois o Uno tem mais vantagens..

  • rgrigio

    Achei o consumo de combustível em rodovia ruim.

    11Km/L na rodovia com etanol, só? Se for com A/C ligado, tudo bem. Caso contrário, ficou bem aquém…

    • Carlos

      110km/h = 3000rpm.

    • GPE

      Números do inmetro geralmente sao pessimistas na estrada e otimistas na cidade. Tem q ver como se anda na prática

  • Ubiratã Muniz Silva

    Eu até ia criticar o preço do uno, mas não podemos negar que dentre os concorrentes de sua faixa de preço (carros pequenos com câmbio automático/cvt/automatizado) ele é o único a oferecer TCS e ESP.

    • Felippe2010

      ele não é o unico o Ford Ka também tem

      • Thales Sobral

        Ka é só manual

    • André

      O Sandero Easytranco também oferece o ESP.

      • Gustavo73

        Sandero com ESP? Só lembro fo RS com tal item.

        • André

          Também fiquei surpreso, mas quando o Sandero ou o Logan estiverem com o EasyR, já vem com ESP, uma pena não estenderem para o manual. Da uma olhada no site, para você ver.

          • Gustavo73

            Sabe o que pode ser. A função hill holder se não me engano está atrelada ao ESP (ou seria uma função feita pelo mesmo sistema). Tendo um o outro”vem junto”.
            Agora a Renault não divulgar isso…

            • Serkot

              Mas ela divulgou…
              Eu vi no Salão Automóvel, no Youtube, no site dela..
              Alias, esses novos motores estão sendo muito elogiados… complicado o preço… de todos os zero na vdd

              • Gustavo73

                Desculpe não vi em lugar algum. Se não fosse o André continuaria a não saber. Os novos motores são bins, variações dos da Nissan. Quanto ao preço, no Brasil sem freios…

    • Gustavo73

      TC/ESP tem custo na faixa do 100 dólares.

      • Matheus_P

        Já li em reportagens aqui custar 50 dolares. É absurdo não colocarem.

        • Gustavo73

          Hoje não vejo motivos para qualquer modelo não ter o item pelo preço. Os airbags extras também custam pouco tudo não chega a 300 dólares. Isso porque se a escala aumentar em teoria os preços caem.

          • Matheus H. O. Silva

            Eles não colocam pra não desmerecer os altos preços dos carros “SUPERIORES”……. Nos “EUA” a diferença de preço de carros são de 1000 a 5000 dólares no máximo. pesquisem pra vocês verem. Absurdo nosso país. Sem contar que lá o salario minimo é 2400$ dólares, e um golf highline top de linha com tudo sai 21000$ dólares ou seja 10 salários compra um e sobra pro seguro que imagino que tbm não é alto. Um Santa fé novo top de linha que aqui no brasil custa um absurdo lá custa 24000$ dólares. Sacanagem nosso país, trabalhamos pro governo pessoal.

            • DougSampaNA

              Não trabalhamos pro Governo, somos escravos dele.

      • Guilherme Batista

        As montadoras economizam em lâmpada de ré em em fio elétrico, coisas que custam centavos pra eles, imagina algo que custa 400 reais.
        Teve uma vez que um funcionário da FIAT ganhou um prêmio só por dar uma ideia que economizaria uma quantidade minúscula de tinta por veículo

    • Verdades sobre o mercado

      Pode pintar de ouro e cravejar de diamantes que continua sendo um Uno. A Fiat está forçando a barra em colocar ele para concorrer com Onix, HB20 e Ka. Muito legal ter motor novo, direção elétrica e um bom pacote de tecnologia (só faltou mesmo o piloto automático), mas o conjunto é inferior à Etios, Onix, HB20, Gol, Fox. A Fiat pisou na bola e está provado pois as vendas do Uno não decolam. Devia era ter renovado o Palio, este sim devidamente repaginado e com todas estas novidades seria um veículo que brigaria de igual para igual com os concorrentes.

      • CharlesAle

        Muitos não pagam nem mais de 45 mil em um Uno por já achar um absurdo, imagina 58 mil nisso ai..

    • Paulo Souza

      Mesmo assim são 60k num Uno.

  • Fael

    Pelo amor de Deus, esse LIXO chegando perto dos R$ 60 mil. Parem de comprar, não justifica, é absurdo. O povo tem que reagir.

    • fabio

      Todos do nível do Uno estão custando isso. E melhor do que isso, está custando bem mais caro.

  • HugoCT

    Apesar de tudo, o desenho dele me agrada bastante e o interior também. Mas tem coisa melhor no mercado por esse preço. O Ka – por exemplo – é mais espaçoso, tem motor 1.5 mas o interior é pobre, aquele painel de instrumentos dos anos 90 não é nem um pouco cativante. Acabaria indo de Gol confortiline manual.

    • fabio

      Então, aí que está. O Ka é mais espaçoso mas o interior é pobre, isso significa que ele não é tão melhor assim, e custa mais ou menos a mesma coisa, então só é melhor dependendo do ponto de vista de cada um. Dependendo do que é importante para cada pessoa. Se espaço não é o importante para a pessoa, então ela não vai ligar pra isso. Ter motor 1.5 também não quer dizer muita coisa. Um carro com motor 1.5 pode ter desempenho inferior que um com 1.3 ou 1.4

    • CharlesAle

      Mas p Ka é versão de entrada, o Uno Sporting é o “TOP” dos Unos..Ou seja, tem de ter acabamento melhor mesmo..

      • dogmarley

        o Ka top é o SEL e é uma porcariazinha também em acabamento

  • Duh

    O carro ficou bem legal mas não pertence a essa categoria, pertence a de baixo, ficou bizarro assim como o Fox, Fit e o City.

    • Verdades sobre o mercado

      Concordo totalmente com sua colocação quanto à ser de uma categoria abaixo, só não entendi a parte da bizarrice com relação à Fox, Fit e City.

      • Duh

        Os 3 não pertencem a categoria que estão, todos deviam concorrer com Onix e companhia, Fit e City então são bizarros seus preços, visto que nem acabamento bom possuem pra tentar dar uma disfarçada, não tem o refinamento dos franceses, nem a tecnologia do Fiesta. Fox é igual o Uno, Vw tentou enfeitar e subir de nível, assim como o Uno, não deu certo.

        • Verdades sobre o mercado

          Fui gerente de css VW por 8,5 anos e o Fox é mais caro por ser ligeiramente maior que os demais(e também diferenciar do Gol) e deu muito certo até 2014, depois cansou pois o mercado quer novidades. O Fox nada é mais que um Polo empobrecido e maior internamente, ou seja, um excelente veículo dentro de sua proposta mas sem os refinamentos do Polo. Fit e City concordo que o acabamento é abaixo do que é esperado pelo que custam, mas não dá para coloca-los em pé de igualdade com Onix, HB20 e Ka (no caso do Fit) e Prisma, HB20S e Ka+ (no caso do City), eles estão realmente um degrau acima, o problema é que os preços dos Honda está uns três degraus acima.

          • igomd

            sensato

          • Renan Oliveira

            Fit aqui é considerado hatch de ”luxo” la fora é só hatch… pq nao poderia competir com outros hatches?

            • Verdades sobre o mercado

              Mas lá fora ele compete em preço com Hatches de maior qualidade(Polo, Yaris, Fiesta, etc), ate porque ele tem uma qualidade construtiva maior que nossos hatches compactos. Concordo que seu acabamento interno não tem nada de luxo, mas ele tem maior qualidade construtiva que nossos hatches compactos, por isso digo que está um degrau acima, o problema é que a Honda vende por um preço 3 degraus acima, mas infelizmente o mercado aceita.

  • Diogo Augusto

    Vou falar a verdade, melhorou muito EM RELAÇÃO AO ANTERIOR… Mas continua muito caro, e não vale a pena gastar 57 mil em um Uno mais equipado, afinal apesar de ter melhorado, continua com a velha plataforma que tem apenas 2 estrelas no CT, continua com o problemático Dualogic, e para custar tudo isso devia ter pelo menos um T-jet 1.4… Melhorou muito mas continua caro, inseguro e não valendo a pena o preço que cobram…

    • Thales Sobral

      A Fiat costuma ser tipo a VW em preços. Dá pra comprar por menos.

      • Diogo Augusto

        EXATAMENTE, por exemplo, a SpaceCross não necessariamente ruim, só a plataforma que é antiga demais… MAS OLHA O PREÇO DAQUILO!! MAIS DE 100 MIL REAIS EM UM FOX PSEUDO-AVENTUREIRO ESTICADO!!!

        • Thales Sobral

          Ela tá cara mesmo, mas o que quis dizer não foi bem isso… É que na VW, assim como na Fiat, é raro ver alguém comprar o carro com “preço cheio”. Sempre rola desconto. Esses 57 mil aí na concessionária viram 52.

          • Diogo Augusto

            Ata sei….

  • 868686

    58 mil? Tá de brincanagem, né?

  • KamatsuKyoto

    Quase 60 mil e nem central multimídia com tela touch ele tem. Lamentável.

    • Zigfrietz Tazogh

      Live on.

  • Alexandre Maciel

    O interior parece uma penteadeira de quenga. Esse carro nunca foi essas coisas todas. A Fiat melhorou um pouco com esse motor mas, até onde me lembro, numa colisão o assoalho tende a se romper, situação, salvo engano, verificada na época do crash test do LatinNCAP. Adicionarem controle de tração e estabilidade também é louvável. Mas o preço cobrado por isso é surreal. O carro não é esportivo, carrega a designação sporting, tem interior espalhafatoso como uma penteadeira de marafona, SE seguir a tradição desse modelo de Uno começa a se desmontar em pouco tempo (conheço 4 casos de perto com problemas de acabamento se soltando), tem uma plataforma que, a não ser que hajam corrigido, tende a romper em colisão, e, para finalizar, custa valor similar ao de concorrentes que são mais caprichados.

    Honestamente, tirando a ocasião pontual de test drive do Fiat 500, há mais de uma década não tenho motivos para colocar os pés numa autorizada da Fiat.

    • Artur

      O Ônix também rompeu o assoalho no Latin NCAP. Isso não é particularidade do Uno.

      • Alexandre Maciel

        Você está correto. Mas eu não disse que o Onix faz parte da lista de concorrentes mais caprichados. Aliás, quando se trata de Fiat e GM a briga por projeto ruim/datado/defasado/antiquado é grande.

    • Edivaldo Vieira

      Lembrando que o slogan era: “Fiat uno-um carro descolado”. Tive um uno vivace e sei como era…Tem um ditado que diz: A primeira impressão é a que fica.

  • Gustavo73

    Essa CMM custa 3100 reais mas só funciona atrelado à um smartphone? É isso mesmo. Fora isso quase 60 em um subcompactos (sim com as medidas do Uno essa é a sua categoria). Tem esp/tc eu sei, mas isso custa 100 dólares os airbags extras custariam o mesmo. Por 60 mil deveria ter isso e muito mais.

    • Artur

      Nope. O que custa R$ 3.225,00 é o Kit Tech Live On, que traz a central (que só funciona atrelada a um smartphone, salvo engano) e mais os seguintes itens:
      – Fiat Live On (Sistema de conectividade via Bluetooth® com rádio e aplicativo para smartphones com sistema IOS e Android – inclui volante com comandos do rádio/telefone, suporte retrátil e entrada USB para carregamento;
      – Retrovisores externos elétricos com função Tilt Down (Rebatimento automático retrovisor direito ao acionar a ré);
      – Vidros elétricos traseiros com one touch e antiesmagamento;
      – Alarme antifurto;
      – Sensor de estacionamento traseiro com visualizador gráfico.

      • Gustavo73

        3225 reais por a tela que espelha o smartphone, retrovisor e vidro elétrico traseiro, alarme e sensor traseiro?

        • Ernesto

          Ou seja, continua caro.

        • Artur

          Isso mesmo. E não tem a tela, o smartphone, utilizando o aplicativo, é que serve de tela. É só o suporte para ele e o conector para carregar o telefone (se eu entendi direito).
          De qualquer forma, se você colocar esses itens como acessórios na concessionária em qualquer veículo vai sair uns R$ 5 mil brincando. Claro que não justifica o preço, mas nesse país tudo é caro ao extremo…

    • fabio

      Será que as pessoas esperam que algum dia no Brasil as coisas (qualquer que seja) custem o que elas acham que deveria custar? rsss. Seria muito bom, mas isso nunca vai acontecer, infelizmente. Não adianta ser acomodado e aceitar tudo, eu sei. Só que sejamos realistas, reclamar dos preços também não adianta nada. É fato, os preços não vão melhorar e nunca vão colocar preços que os brasileiros concordem que é justo. Mesmo porque quando o Uno custava 40 mil, as pessoas dizem que só valia 20. Agora custa 60 e dizem que não vale mais que 30, rsss. Quando custar 80, vão dizer que vale no máximo 40, rsss, e assim vai ser, dia após dia, sempre a mesma ladainha. Os preços vão continuar aumentando, e as pessoas sempre reclamando. Não estou dizendo que está errado reclamar e que o preço é justo. Só estou dizendo que INFELIZMENTE vai ser assim pra sempre.

  • Verdades sobre o mercado

    Sou crítico da Fiat querer colocar o Uno para brigar com Onix, HB20 e Ka porque conheço bem o carro e sei que ele não tem conjunto para isso e sua imagem no mercado também dificulta isso, mas ele tem algumas lições para dar: 1) Para Toyota o ESP que seu líder de vendas Corolla absurdamente não oferece 2) Para a Chevrolet as borboletas de troca de marchas atrás do volante que absurdamente não são oferecidas nos Cruze (muito úteis para situações de uso de redução rápida de marcha ou como freio-motor)

  • Império Babaca

    Fiat e suas manias de ´´Gourmetizar“produtos inferiores para brigar com carros de categorias superiores… Se a Fiat vendesse carros com proporções dos concorrentes e esses níveis de equipamentos citados na matéria, poderia de fato ter uma fatia maior do mercado.

  • TijucaBH

    Nao tenho dúvidas que o carro evoluiu, mas será que é o suficiente para se equiparar aos concorrentes?
    Por 57 mil reais prefiro abrir mao de toda a perfumaria do “Sporting” e pegar um HB20 Confort Plus 1.6 AT6 com 128 cavalos ou até mesmo um Nissan March 1.6 CVT.

  • no configurador da fiat essa cor azul linda não tem, alguém explica?
    Eu até gostaria de comprar um Sporting (um usado no futuro, novo não tenho coragem hehehe) mas tenho um problema com a largura da minha “garagem”, o meu Clio (1.64 m) está já no limite para poder entrar e sair do carro e cada centímetro a mais faz uma enorme diferença.
    Alguém sabe dizer por que o Sporting na ficha técnica consta quase 2 cm mais largo que o Way? É por causa da moldura dos para-lamas? Olhando assim parece que o Way tem uma moldura maior.
    Vou acabar comprando um kwid so por ter uma largura muito inferior…

  • Matheus_P

    As previsões as quais fazíamos chacota tipo “daqui a pouco teremos populares a 60 mil…” Taí… Uno lata fina bate-morre (parabens ao ESP, mas ainda não é suficiente) por quase 60mil

  • Victor Hugo

    Uno –
    Preço: R$ 53.690 (básico) – R$ 57.550

    Vá de Fox Highline. Sou fã desse carro!

  • mauricio

    Meu sonho ‘e ter uma maquina dessas, andar a 240km/h na br.

    • kravmaga

      É só comprar o acessório “escada no teto” que faz 😂

  • R1 o comentário no1

    A Fiat precisa amadurecer os seus carros, um exemplo disso é a Toro, uma caminhonete de verdade, pelo menos parece. Já sobre essa linha Sporting, menos enfeites vermelhos e mais desempenho e uma central multimídia completa padrão.

  • Daniel dos Santos

    Um mendigo vestido de terno…

  • Ralf

    Economia de poucos reais por unidade, na escala em que são produzidos, gera grandes lucros! Imagina a FIAT economizando R$ 50 por unidade ano passado…R$50,00 x 34.626 = São mais de R$ 1.700.000,00!!
    A Toyota economiza no controle de tração do Corolla por “míseros” U$ 50,00? São U$50 x R$3,40 = R$170 x 64.740 Corollas vendidos em 2016 = economia de R$ 11.005.800,00!!!
    De maneira nenhuma esses valores são desprezíveis

    • Matheus H. O. Silva

      Realmente Ralf, mas não desmereço a fabrica lucrar até por que ninguém trabalha pros outros, a culpa não é das CSS e sim do nosso governo que embuti 60% de imposto, é só fazer a conta, uma vez venderam aqui no tocantins um golf sem imposto, o carro que custa 150.000 reais custava apenas 55.000$, 5.000 por causa da comissão kkkkkkk se o nosso país colocasse apenas o que é justo que no caso seria 30% e não 60% teríamos condições de comprar carros equipados e concorrência fervente e os nossos salários mais prósperos e uteis.

  • Pedro Mueller

    Lindo como todos os carros da marca! Ideal para o brasileiro!

  • expoJapãoAcelLondrina

    prefiro Etios

  • Sílvia

    Ahhhh . . . dona FIAT , manda logo esse 1.3 no Móbi , logo de uma vez . Faz a alegria da galera por completo , vai ! ! !

    • Zigfrietz Tazogh

      Mobi 1.3 Dualogic, só uma política de preço muito equivocada poderia torna-lo desinteressante.

  • Andre Henrique Melo

    CVT seria uma escolha melhor.

  • Minha impressão é : Quem paga quase 60 mil num uno tem que levar surra de pau mole na cara .

  • Andre Henrique Melo

    Um conflito entre o coração e a razão. Conhecido ia comprar esse modelo R$ 59.000 veio me perguntar que eu achava.Não vale esse cambio Dualogic e uma bomba R$ 8.500 o valor do concerto na Fiat. E quebra com uma facilidade.Quase entro nesta furada guando comprei a Palio.Me deram desconto faltando ate me levarem no colo.Mais tinha lido varias reclamações.Agora um CVT moderno ai seria outra história.Com esse valor pega FIT DX ou CIty DX (+R$ 1.000).Ando de Civic 2014 ou Corola 2014.Nem vou entrar no mérito do custo seguro da Uno e uma piada de mal gosto…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend