Avaliações Chevrolet Sedãs

Avaliação NA – Chevrolet Cruze 2 – Impressões do interior e qualidade de acabamento

chevrolet-cruze-avaliacao-detalhes-interior-2 Avaliação NA - Chevrolet Cruze 2 - Impressões do interior e qualidade de acabamento

O interior do Chevrolet Cruze impressiona. Tanto por suas linhas modernas quanto pela disposição dos botões e controles. A qualidade de acabamento poderia ser melhor em algumas áreas, como acontece em todos os carros feitos aqui no Brasil, mas ela está sim acima da qualidade encontrada em outros sedãs médios.



Digo isso pois o painel do Cruze tem algumas (pequenas) áreas que tem um toque macio. As portas continuam com o mesmo acabamento, embora ele deixe de ser macio. Temos apenas uma pequena parte da porta – onde encostamos o braço – que conta com um acabamento macio. O resto é plástico rígido.

De um modo geral, guardando as devidas proporções e diferenças entre os modelos, o interior do Chevrolet Cruze é um tanto parecido com o do Jetta TSI que avaliamos. Não que o design e os componentes internos sejam parecidos, mas sim que o visual é interessante em ambos os caros, e também que tudo parece ser muito bem montado.

chevrolet-cruze-avaliacao-detalhes-interior-8 Avaliação NA - Chevrolet Cruze 2 - Impressões do interior e qualidade de acabamento

Outra similaridade são os bancos dianteiros mais firmes e que agarram bem o corpo do motorista e de seu acompanhante. Aliás, falaremos mais adiante sobre algumas outras coisas parecidas entre Cruze e Jetta. Mas, voltando ao interior do Chevrolet, é boa a sensação de se estar em um sedã genuinamente moderno.

O volante tem uma boa empunhadora, e agradável acabamento em couro. O quadro de instrumentos é moderno e interessante, com iluminação azul/vermelha, e luzes coloridas. O console central tem um formato interessante, e detalhes em um plástico imitando alumínio que também são encontrados em parte do volante.

São poucos os itens que lembram peças de outros modelos recentes da Chevrolet. Apenas o botão que comanda lanternas e farol é que se parece com o de Agile e Cobalt. Os botões do ar-condicionado também. E as hastes atrás do volante são praticamente as mesmas do Cobalt.

chevrolet-cruze-avaliacao-detalhes-interior-34 Avaliação NA - Chevrolet Cruze 2 - Impressões do interior e qualidade de acabamento

Acima do painel temos um pequeno porta-objetos. Neste aspecto, a cabine tem uma certa deficiência, pois os porta-objetos são poucos. Apenas um ao lado da alavanca de acionamento do freio de estacionamento, que é também um porta-copos, um bem pequeno à frente da alavanca do câmbio automático e esse outro no topo do painel. Mas no total, eles juntos carregam pouca coisa.

Não gostei da posição do comando de lanternas e farol e também do botão esquerdo do ar-condicionado. É fácil bater os joelhos em ambos, e acabar mexendo em alguma coisa sem querer. Mudei a temperatura do ar-condicionado várias vezes com meu joelho direito, pois o botão fica muito no canto.

Fora isso, o console central avantajado (com largura digna de console central de sedãs grandes em sua parte superior) faz com que o espaço para as pernas do motorista e do passageiro fique um pouco apertado. Isso é claramente visto na foto inicial desta matéria. O console entra na área destinada ao motorista.

As saídas de ar do painel também poderiam ser ajustadas mais para cima. Seu movimento neste sentido é bem limitado. Sobre o espaço interno do Cruze: na frente, ele é melhor. Na traseira, levamos duas pessoas com conforto e quem vai no meio sofre com o espaço e também com o túnel central alto. O espaço na traseira é bom para quem tem até 1,80 metro de altura. Acima disso, bate-se a cabeça no teto, devido à caída acentuada do mesmo.

Mas estes pequenos pontos negativos que comentamos no final desta matéria não tiram as qualidades que o interior do Cruze tem. Ele é sem dúvida um dos melhores interiores de sedãs médios que temos hoje em nosso mercado.

  • VictorHugo

    Um carro muto bunito! Merecia até Primeio lugar em vendas!

    • Primeiro lugar custando 68mil?? Não mesmo. Como eu sempre digo, Nissan Sentra por 49mil vira caridade.

      • Pedrosa

        O Corolla tá em primeiro e vende o XLI sem ABS por 63mil. Embora Cruze e Corolla sejam vendidos com descontos.

        • Leandro1978

          Se não me engano a versão mais vendida é a XEi, que custa R$ 77.000. Pelo menos já vem com o ABS, um mimo segundo a Auto press…rs…

          • Pedrosa

            Eu pesquisei dias atrás e vi que a XEI, que além do "mimo" ABS, vem também airbags laterais, câmbio aut e couro, está sendo vendida por 72mil. Mesmo preço de tabela do Cruze LT Aut e couro. Mas pagar mais do 72mil num sedan médio eu já acho o absurdo do absurdo.Não que esse valor seja barato, mas com tantos outros caros por aí. Não digo nada contra as versões turbo como 408 e Jetta. Agora pagar 86mil no Civic EXS sem ter 6airbags… Fluence custando 26mil a menos já tem.

            • DougSampaNA

              Fluence alem de tudo é 2.0 e tenm CAMBIO CVT; GMB sempre tentando oferecer menos do que a concorrencia..com um preço superior a ela!

              • Dragoniten

                CVT da Nissan, rs. E vem com ESP.

            • _Hofmann_

              na nova geração, o civic exs passou a vir com 6 airbags e ESP.

              • Pedrosa

                Segundo o site da Honda, o EXS tem apenas 4 airbags. Deve ser MUITO caro acrescentar airbags de cortina num carro de 86mil. E o Civic LXL de 76mil só vem airbags frontais. Sem contar o ágio né. Por isso que o Cruze LT aut e couro por 72mil tá muito bem com 4 airbags e controles de estabilidade e tração. Muitos estão achando caro o Cruze, mas ele oferece mais e é mais barato do que muitos.

                • _Hofmann_

                  realmente, o novo civic está extremamente defasado em relação à concorrência nos equipamentos. o próprio corolla, o símbolo do alto preço dos carros no Brasil, já oferece 4 airbags desde a versão Xei 2.0 de 77mil…

              • granrs78

                O Civic EXS tem somente 4 airbags.

                • _Hofmann_

                  é verdade, e em mercados mais exigentes esse seria um ótimo motivo para o carro micar…

      • Guerra

        Aqui em SP tem Cruze LT mecanico sem couro a partir de 62.990. (Bag,ABS -EBD, Roda 17, Milha) etc

        Muito melhor que corolla sem ABS por 63 mil… sem ABS, Milha etc

        • Pedrosa

          O mercado prefere o sedan médio com câmbio aut. Mas pelo preço que você mostra aí, é bem melhor do que comprar esse Cruze do que qualquer hatch médio como i30, Focus, Golf etc. nessa faixa de preço.

        • selmoar

          queria saber aonde vc encontrou esse preço….

          • Guerra

            Pois é aqui vai então…
            http://www.abamotors.com.br/veiculo_novo.php?idPr

            Serve?

            • selmoar

              realmente ta um preço muito bom, pois aqui na minha cidade que é um interior ta 67000 cor solida e mecanico….
              as montadoras e concessionarias tem muita gordura para queimar.

        • DougSampaNA

          Então já abaixou 4 paus…tava 67900,00esta versão de entrada aqui na zona sul de Sampa nos 1os 2 meses do lançamento.

          • Guerra
            • DougSampaNA

              Eu conheço, ficava em frente de onde eu morei, esta ABA é uma concessionaria que me encheu o saco todo sabado com som alto das 9 as 17 hrs…fiquei tão p… que liguei lá pedi pra falar com o gerente e disse que o pessoal da familia tal que comprou uns 10 carros nos ultimos anos com eles nunca mais pisava lá, dei o nome das pessoas e tudo mais, no outro sabado o som já estava menos incomodador…incrivel que só se mancam quando estão perdendo o cliente.

        • granrs78

          Guerra vc pode me informar qual revenda ou quanto está custando o Cruze aut com couro nessa mesma revenda? Desde já agradeço.

          • Guerra

            Aba Motors
            http://www.abamotors.com.br/veiculo_novo.php?idPr

            Se não me engano, estava na faixa dos 67 com couro mais auto… Mas não tenho ctz….

            • granrs78

              Obrigado Guerra, pois foi o preço "mais em conta"até agora que encontrei do Cruze. Abs.

      • marciors01

        É um pouco de injustiça comparar com o sentra porque o cruze é bem mais equipado, podemos apenas considerar que é o sedã medio mais barato a nos oferecer esp e mais do que dois airbags, no caso quatro, nenhum outro oferece isso.
        Exceção ao som fosgate acho que em equipamentos podemos comparar o cruze LT com o sentra sl, o sentra oferece um som fosgate (excelente) com cãmera de ré o cruze esp.

        • epicentro01

          Não vamos esquecer o freio a tambor do Sentra.

    • Romulo_Max

      O layout do interior é muito bonito, mas me passa a impressão de ser muito apertado… O Jetta parece ser muito mais espaçoso.

      • simoloko

        Gente, o meu é igualzinho a este que o Eber testa – automático e couro, R7D. Eu tenho 1.88, magro e forte – para se ter uma noção de que não sou nada pequeno. Sinto-me MUITO CONFORTÁVEL no meu Cruze, inclusive, sem mexer o banco, sento sem bater a cabeça no teto.

        Acredito que tudo é relativo.

        • Pedrosa

          Já vi gente reclamar do Fiat 500 tendo 1.70m, e outros com quase 1,90m se sentiram super bem. Então questões como design, espaço, acabamento, textura de materiais, cada um tem seu nível de exigência. Agora não concordo quando alguns jornalistas falam do espaço interno e não revelam ao menos a sua altura. Quem é muito alto vai colocar defeito em praticamente todos os carros vendidos no Brasil. Então não concordo muito em falar que tal carro é apertado. Eu tenho 1,70m e nunca tive problema em nenhum carro.

          • experientdriver

            concordo, tem gente que senta com a coluna mais ereta, outros se esparramam no banco e assim acabam batendo os joelhos no cockpit, como parece ser o eber… realmente varia de pessoa a pessoa

  • daniel_rs

    se fosse mais barato seria mais BUNITO ainda!

    • Leandro1978

      Falou algo interessante. Eu penso que se houvesse uma versão nesta faixa de preço (LS), em torno dos R$ 60.000, suas vendas aumentariam ainda mais, pois atenderia a uma parcela maior de consumidores. A Toyota mantém 4 versões de acabamento e duas motorizações disponíveis no Corolla, fazendo com que seu sedan atue em uma ampla faixa do mercado. Certamente isto ajuda a vender mais. Acredito que se a GM fizesse algo parecido com o Cruze, também poderia vender mais.

  • Turbo_Car

    O Carplace comparou a qualidade do acabamento igualando a do Sonic com a do Cruze. Agora o NA diz que Cruze e Jetta são igualmente bem construídos, logo, pela matemática, o Sonic 1.8 Ecotec poderia ser uma boa pedida! Só vai depender do seu preço.

    • TecoPadaratz

      Putz, acho que o Sonic sedan vai ficar na faixa de preço do Honda City e pode esperar Sonic Hatch a preço de Fit e Fiesta.

      • Turbo_Car

        A versão de entrada do Sonic deve vir num preço um pouco acima do Cobalt LTZ. Acho que custará no máximo uns 50 mil. Afinal de contas, ele veio para substituir o Astra.

        • Leandro1978

          Olha, "analisando" os preços, quem substituiu o Astra foi o Cobalt. O Cruze substituiu a versão top do Vectra, a Elite. Pelo especulado, o Sonic substituirá as versões Expression, de entrada e a Elegance, intermediária do Vectra. Para substituir o Corsa, devemos esperar a chegada do Ônix. Isso olhando somente para os preços cobrados, claro.

    • DougSampaNA

      Do preço do carro e do preço do SEGURO, se for umseguro daqueles de 10% do valor do carro será um prejuizo animal…vamos ver qto fica a facada deste carro e sí sim , se vale a pena te-lo.

  • ernestojr

    A ergonomia e o painel são 10 ! Nota 0 para os bancos de plástico imitando couro …

    • AutoIng

      Os bancos realmente decepcionam, são bem feinhos. Não combinam nem um pouco com o restante do carro.

    • gabrielthw

      Couro de verdade só na versão LTZ. Para mim o interior mais bonito é o do TOP, com aqueles bancos claros e a tela LCD.

    • AmmmmmP

      Me desculpe mas o painel, apesar de bonito e envolvente, não é bem montado… só olhar as frestas do encaixe do portaluvas e a fresta entre o painel e a porta… muito irregulares.

  • Jr_Jr

    O interior desse carro é lindo, eu considero o mais show do segmento, transparece qualidade e os bancos são muito confortáveis.

    • DOUGLAS_DANIEL

      Para mim o melhor é o Linea.

      • Jr_Jr

        Segmento do Cruze é sedã médio! Já o Linea…

        • Pedrosa

          O Linea tem o mesmo entre-eixo do Corolla e perde 2cm na largura comparando com esse novo Civic. No comprimento o Lina leva vantagem de 2cm em relação ao Corolla e 4cm no Civic e com porta-malas maior que o de ambos. É quaaaase um médio.

          • rpasini1

            Ser quase médio é igual mulher quase grávida, ou é ou não é.

          • marciors01

            É preciso comparar a largura interna, da cabine e não externa.
            Um troque que os fabricantes fazem para disfarçar um carro compacto esticado é fazer a lateria gorda dando uma sensação de maior tamanho, é o mesmo recurso que o versa.
            Mas é apenas externo, por dentro tem a mesma largura das suas versões de origem, no caso punto e march.

      • stunt12

        Embora o Linea não seja considerado, de fato, um sedâ médio, também concordo que o painel dele é um dos melhores, pois tem um desenho sóbrio, possui materiais condizentes com sua categoria, e apesar do tempo passado, desde seu lançamento, ainda pode ser considerado atual.

      • tiards

        o interior do linea??????? cuidado com a bebida galera…

  • Marciomaster

    Fiz teste drive em praticamente todos do segmento, e digo, o Cruze é o mais bem resolvido, a melhor posição de dirigir, acertaram em cheio no carro. Os pecados vão pela falta de teto solar e cambio mecanico para versão LTZ.

    • DOUGLAS_DANIEL

      Pois é, pecaram feio em não oferecer o LTZ manual, ah, na Argentina oferecem o LTZ manual. Mas melhor que isso seria uma versão esportiva.

  • ambrosio1974

    A despeito do painel conter excesso de plásticos – o que já é normal em seus concorrentes, achei muito show o painel desse carro, moderno e estiloso.

    • Leandro1978

      Eu acho engraçado quando criticam determinados carros pelo excesso de plásticos no interior. Quando olhos os concorrentes, o mesmo acontece. Ou não conhecem carros ou criticam certos modelos por serem de determinada marca. É claro que, pelo preço cobrado, o carro no Brasil deveria ser bem melhor do que é, sem exceções.

  • maycu7

    quero ver as funcoes do computador de bordo..

  • blindzector

    Eber, so achei ( para mim ) o carro meio apertado!

    Assim, para quem vai na frente e muito bom porem qem vai atras, mesmo nao sendo muito alto, e bem apertado, e o porta malas, numa media!

    • ITALIA150

      Concordo com você, note que o banco dianteiro não está ajustado no fim do trilho, e o espaço para os joelhos já não é dos melhores ! Não vale o sacrifício dos mais de R$ 70.000,00

      • blindzector

        Sim sim, e um bom carro, porem ele nao tem TANTO conforto, como deveria pela faixa de valor. Mas poxa, ele e um otimo carro! Anda bem, Otima suspencao! Motor nem comento! Se esse motor pegasse em toda a linha… Curti o carro quando tive a oportunidade de dirigir um!
        O problema e q ele e apertadinho! E pelo nivel qe ele e oferecido poderia ter o mesmo entre eixos do Cobalt!
        No demais e um otimo carro! :)

    • MPPGP

      Esse ''lixo'' é o sedan médio mais vendido nos EUA e o segundo mais vendido no Brasil. Respeito sua opnião, mas dizer que o carro é um ''lixo'' é demais né? Abraço!

      • eduardo82

        Deixa quieto, o cara é troll. É só ver o tipo de comparação que ele fez…

        • DOUGLAS_DANIEL

          Apenas tentei mostrar que pelo preço era de se esperar bem mais espaço.

    • TecoPadaratz

      Ah, mas se você for ver até o Uno antigo é mais espaçoso que o Cruze………logo, pelas suas conclusões, o Uno é melhor que o Cruze !!!!!!!!!!!

    • MM_

      Bom mesmo é QQ. Aproveite e compre 3.

    • blindzector

      Hahaha… boa comparacao viu! BOA!

      QQ nao e carro! E um meio de locomoção… O Cruze nao e TAO lixo assim, e um bom carro! Anda bem, tem um otimo motor… so e apertado pelo qe vale! Ao menos se viesse com o mesmo Entre eixos do Cobalt, seria um bem bacana!

    • Leandro1978

      Gente, não alimentem troll… http://imageshack.us/photo/my-images/35/trollbt.j

    • Marcelo K.

      Nesse ponto, é uma boa jogada de marketing, afinal assim a GM pode anunciar o Cobalt como um carro com dimensões internas e porta-malas maior até que o do Cruze, de um segmento superior.

    • AmmmmmP

      É isso aí! só olhar a posição do banco do motorista, o apoio de cabeça invade o habitáculo traseiro. Muito ruim isso…

  • thezum

    O desenho do painel ficou muito bom, melhor q o vectra, fluence,jetta,corolla e o civic 2012 pois nao tem harmonia, parece q fizeram remendo.O melhor painel é o civic 2011.
    Um carro nesse valor merecia ter um melhor acabamentos nas portas.O acabamento do cruze pode ser um pouco melhor em alguns pontos que dos concorrentes , porem sera esse um diferencial para ser o primeiro do seguimento?dúvido!Esperava mais do cruze, principalmente de seu motor.!continua inferior aos japas….que sao bons e mais economicos.
    O carro é bom sim , na duvida ficaria entre o civic e o cruze,nao escolheria o corolla por ja esta velho, o jetta pelo motor 2.0velho e fraco ,o fluence apesar de ser o mais racional nao me chama atencao , eu pessoalmente nao gostei do carro da peugeot , fiat com linea para mim nao eh carro medio , deveria esta brigando com polo sedan.O cereto por ter motor fraco comparados aos outros.c4 pallas ta velho tbem.

    • LauroF01

      Tbem fiquei em duvida entre o Civic e Cruze, mais colocando na "ponta do lápis"…o Cruze entrega mais por menos!
      Abraço

  • DOUGLAS_DANIEL

    A boa novidade é que agora dá pra pedir o LT com banco de couro e câmbio manual, antes não podia.

    • LauroF01

      Caro Douglas, não sei o "antes" que você cita…mais desde quando estava pesquisando para comprar, vi a possibilidade de compra…R7A, R7B, R7C e R7D

  • Alec_T

    Caramba! Será que é só eu que acho muito top essa roda do estepe? :p

  • JhonFerrari

    Carro muito bom, com preço na média da concorrência, nada além disso!

  • Lord_Hds

    Foi-se o tempo em que o acabamento dos carros médios no Brasil ou era de tecido aveludado, ou era emborrachado, não querendo tirar o mérito do Cruze, que por sinal é um ótimo carro! No mais, está dentro ou pouca coisa acima da média dos seus concorrentes, visto que todos eles possuem acabamento em plástico rígido.

    • marcio233

      Hoje é o tempo da imagem – bonito ou feio, harmônico ou não, o negócio é ser visto como diferente. Até o velho Astra tinha o seu painel com um plástico agradável ao toque e com portas bem acabadas para a época, juntando plásticos de mais de uma textura e tecido, veludo ou couro. Hoje, investem mais em marketing para não investir tant no produto – tem coisas que muitos só notam depois que chegam em casa com o carro, depois da compra feita.
      Muitas economias seriam dispensáveis em carros deste porte, como dobradiças da tampa de mala invadindo o espaço da mala, concepção quase inteiriça dos painéis de porta, pneu estepe fora do padrão dos outros e de aço, estamparia lateral praticamente lisa, sem detalhes marcantes (reforçariam a identidade de um carro de porte), dentre outras. Isso só mostra que a concepção dos carros modernos parece estar sendo elaborada no caminho inverso da lógica: ao invés de partir do que os consumidores desejam, parte do mínimo que eles podem oferecer para tal categoria e depois passando ao departamento de marketing. Quando aparecem os lançamentos, o pacote está pronto. Aceite se quiser. Eu mesmo não aceitaria nem este nem a maioria desta categoria, que oferecem carros de no máximo 40K por 65-85K. Bem vendidos pelo marketing, são sucesso de vendas e é o que realmente importa.
      Antigamente as clínicas influenciavam mais nos carros, onde poderíamos ter até carros mundiais com "tropicalismos" para atender à exigências ou preferências locais. Hoje, isso é custo e o que a engenharia não resolver por causa deste detalhe, o marketing resolve… triste, mas é a realidade automotiva.

      • MM_

        2 comentários:

        1) Dobradiças do porta malas: é uma questão de segurança no mercado norte americano. Dá uma olhada em qualquer veículo proveniente daquele mercado ou projetado para ele. Idem para vidros one touch e módulo de subida.

        2) Medidas do estepe diferentes: estepe é um pneu reserva para emergências. Não é pra ficar rodando e nem para que vc tenha que comprar um só pneu, quanto quiser trocar 2 pneus do carro que já estão ruins. Dessa maneira, sendo um pneu de EMERGÊNCIA, deve ocupar o menor espaço possível e ter o mínimo peso.

        E a questão de imagem não tem nada a ver com "o hoje". Isso é simples saudosismo e o mundo sempre foi assim. Lembre os carros antigos com teto de vinil, que eram chics porém eram um criadouro de corrosão. E isso num tempo que ar condicionado e direção hidraulica era exclusividade dos milionários.

        • marcio233

          – A questão das dobradiças se revela bastante prática para o uso do porta-malas. Não sei o argumento técnico que a veta nos EUA, mas quem tem carros como o Fiesta Sedan ou outro que tenha um dispositivo diferente deste do Cruze (e de outros semelhantes) sabe que se pode otimizar o espaço da mala. Isso para quem realmente usa o porta-malas cheio;
          – Quanto ao estepe mais fino, se eu pudesse escolher, optava pelo estepe do tamanho original. Quem viaja muito sabe que se o pneu furar, vc pode guiar o carro MUITO MAIS seguramente do que com um pneu bem menor. Pense em uma viagem noturna, em péssimais pistas brasileiras… enfim, condições inóspitas imprevistas para a maioria, mas para empresários e comerciantes de cidades mais distantes são uma constante. Para quem só anda em centros urbanos e metropolitanos, tudo bem. Ainda acho que as fábricas vendem esta economia fabril como "pneu de EMERGÊNCIA"…
          – Imagem é tudo, cada uma ao seu tempo, mas saudosismo é uma coisa: projetos locais dominados pela redução de custos (acarretando em designers ordenados por esta diretriz, limitando o seu poder criativo) é outra. Saudosismo todos nós temos um pouco e nos traz referências para compararmos com as novidades. O "hoje" tem a ver com custos sim, pois então, se o estranho fosse realmente a bola da vez, os BMW, Audi, Mercedes-Benz e outras marcas Top não investiriam bastante em detalhes visuais de seus carros. Até mesmo marcas européias que tem modelos mais simples em seu portfólio possuem modelos básicos BEM MAIS agradáveis aos nossos olhos que muitos nossos vistos como "Top".
          Neste bom tempo em que eu acompanho o mercado automotivo mundial, eu nunca vi tantas queixas aos desenhos novos, principalmente em criações locais e as "para emergentes". Os brasileiros que entendem de carros sempre tiveram referências européias – principalmente italianas – em desenhos de carros. Esta mudança para algo não identificado, sem envolvimentos tipo traseira-lateral, frente-lateral, proporção entre detalhes,etc. tem tudo a ver com este "hoje" a que eu me referi do que propriamente uma "passagem dos tempos".

  • LauroF01

    Comprei um Cruze LT R7D Branco no inicio de Jan/12. Estou muito satisfeito com o carro…O acabamento me chamou muito a atenção, assim como, o proprio design do Carro…Um Sedã mais esportivo ('estilo' cupê).
    Parabens pela avaliação!

  • jcesarcbr

    O Corolla e o Focus possuem painel em plástico emborrachado, bem mais agradável que esse aí, apesar de menos bonito. O Astra e Vectra também tem e tinha painel emborrachado. Nesse ponto o Cruze retrocedeu.
    Acho ainel em plástico rígido pouco elegante e desagradável ao toque.

    • AutoIng

      Acho que o Cruze está dentro da proposta da GM, um sedã médio de baixo custo. Os Hyundai nessa faixa de preço não são muito diferentes não. O Cruze foi feito pra ser barato, simples, precisamos ter isso em mente. Ele não foi desenvolvido pra ser um modelo luxuoso ou sofisticado, e sim pra ser acessível (isso nos EUA, já aqui a idéia é fazer dinheiro mesmo, obviamente).

  • lucianofurtado

    dessa vez a chevrolet acertou em cheio no interior do cruze! esse é o motivo de sua boa venda.

  • nytrouz

    Só eu não ligo se o painel é de toque macio ou de plástico rígido? Prefiro MUITO mais um painel muito bonito, como esse do Cruze, mas com uma boa parte de plásticos rígidos, do que aquele painel da futura geração do A3, que deve ser todo de toque macio, mas muito simples para o preço do carro.

    • jersaosp

      No começo você não liga mesmo depois do primeiro ano do carro, pegando sol e andando nas vias esburacadas o plástico rígido faz inveja até para as escolas de samba! Não é só questão estética e sim de qualidade do material!!

      • MM_

        Negativo. A qualidade de montagem conta muito mais.

        Meu C4 era completamente emborrachado por dentro e fazia mais barulho que qqr escola de samba.

        Uma simples cobertura de material emborrachado é inócua se a montagem e encaixes não forem perfeitos.

        • jersaosp

          Ai já foi um problema de montagem do seu carro! Por mais montado que seja o plástico se deforma com o tempo e com as condições de clima, diferente de um material emborrachado que dura mais tempo! Isso é fato!

          • nytrouz

            Meu EcoSport é 2007 com 40 mil km rodados… O único barulho que ele já fez foi na tampa do porta-malas, que eu tive que trocar uma peça por 15 reais. Não faz mais nenhum barulho nem nada… O C4 hatch top de linha do meu primo, por outro lado, possui material emborrachado para todo canto, mas a suspensão mais dura faz bater muito mais.

            Vai muito além de qual material se utiliza…

          • MM_

            Aí que está a questão. Você já viu um painel desmontado? Ele é feito de plástico com um material emborrachado por cima ou você acha que os encaixes também são emborrachados?

    • Julio_F

      Pois é, eu acho bastante engraçado esse tipo de análise. Quantas vezes na sua vida você vai tocar no painel de um carro? Só para limpeza e olhe lá. O povo reclama que o painel de tal carro não é macio, mas painel não foi feito pra massagear não.
      Um painel precisa ser bem montado e encaixado, bonito e fácil de limpar. Pouco importa se é de plástico, madeira, pano, couro, borracha, fibra de vidro.

  • birobiro

    Sem dúvidas é um concorrente de peso na briga entre os Sedans!
    Se for líder de vendas, será merecidamente!

  • andre_poa

    O pessoal gosta de avacalhar os carro mais vendidos: Classic, Gol, Celta, Uno, Fiesta, etc (carros que custam menos de 30 mil), mas pouquíssimas pessoas no Brasil dispõem de quase 70 mil reais para comprar um Cruze por exemplo. Falar é fácil, difícil é ter grana para comprar um carro desses e manter (IPVA, seguro, manutenção, consumo, etc).

  • jersaosp

    A impressão da qualidade do acabamento, parece ser um pouco melhor doq a do jetta e na média da categoria! Nossa como nosso mercado involuiu em relação a acabamento dos carros! Antes os sedans médios de verdade era tudo emborrachado e com tecido nas portas… hoje é plástico rígido e plástico um pouco menos rígido e uma tanga de tecido nas portas! Pior que nem chega a ser uma involução e sim o hiperinflacionamento de categorias de carros simples e de entrada sendo vendidos como produtos que não são!!

  • AF1979

    Que modinha da GM é essa de deixar o conector OBD-II exposto para quem quiser vê-lo? Temos no Cruze e agora no Cobalt. Será que a nova S10 também o terá assim? Só vejo uma função possível para isso, que é a de facilitar a vida de quem quiser conectar um ScanGauge da vida, mas mesmo assim há outros modos de se fazer isso e o próprio aparelhinho permite conectar-se bem a um OBD-II que esteja escondido.

    • MM_

      Eu acho que eles fazem isso por causa da maioria dos consumidores que não tem a mínima idéia do que você esteja falando (exatamente como eu). rs.

      Digo, imagino que seja aonda conecta aquele lance de diagnósticos, mas já li sobre estar aparente mais de uma vez e ainda não achei o tal.

      • AF1979

        Sim, o OBD-II é um conector universal para se ligar um aparelho de diagnóstico (ainda que hoje existam dispositivos acessíveis ao consumidor comum, como um conector que se liga via Bluetooth a um smartphone e passa dados do motor ou um ScanGauge da vida). Normalmente esse conector fica junto à caixa de fusíveis, escondidinho e protegido como deve ser.
        Exposto desse jeito, dá medo de alguma criança querer meter uma moeda na fenda central e ferrar tudo (isso se ela própria não tomar um choque). Fora que dá uma enfeiada no acabamento.

    • rafthehay

      Pode parecer viagem da minha parte, mas será que não é alguma norma de segurança americana ou coisa assim? Ainda assim, algo que deixa tão mais feio pode ter alguma função real… sei lá, vai ver deixando aí facilitou a adaptação das peças pro modelo do WTCC ou coisa assim.

      Como disse, to viajando, mas é realmente curiosa a posição do conector, fora que numa colisão isso aí pode dar uma machucada nos joelhos se não tiver um airbag inferior!

  • lorim_ce

    o povo vai sentar no banco ou no painel? quem precisa ser confortavel ao toque é o banco….
    o q precisa ser macio ao toque é o volante….e não o painel….
    o povo gosta de inventar chifre em cabeça de cavalo….
    vou dizer viu….

    • AutoIng

      Na verdade o banco é meio duro também, se for fazer essa análise. A questão do plástico mais macio faz diferença sim, pois os plásticos mais baratos são não somente mais rígidos, mas também riscam mais fácil. Com o tempo o interior fica todo cheio de riscos, bem feio.

      • lorim_ce

        imagino q pra riscar um plastico duro deva ser um objeto cortante e assim podia ser o tão sonhado acabamento de couro, ia pro espaço do mesmo modo….

    • rafthehay

      Dou muita importância ao aspecto do interior do carro, e os materiais refletem isso. Materiais macios de boa qualidade, são mais duráveis, sofrem menos com variação de temperatura, possuem um odor diferente e tem um aspecto visual bem melhor. Assim como é legal andar num interior bonito, é legal andar num interior com materiais que o deixam mais bonito.

      Se soou muito "poético", pense da seguinte maneira: compare um carro, visto de fora, pintado em cinza sólido, cinza metálico, cinza perolado e cinza metálico de uma marca boa (as composições das tintas são diferentes). Beleza, é um carro cinza em todos os casos, mas tem cinzas que são mais bonitos que outros, simplesmente.

      Não tenho problemas com acabamentos em plástico rígido, desde que bem montados de modo que não virem fontes de ruído futuramente. E posso não sentar no painel, mas quando estou cuidando do carro no fim de semana eu limpo ele, cuido, aspiro, e o material está lá!

  • Adriano_Silva

    Agora so falo que ele é ótimo, confortavel, economico, amplo e etc.

  • stunt12

    Achei bem acertado o interior do Cruze. Os mostradores principais apresentam uma disposição clássica, o painel simulando um cockpit duplo dá um toque esportivo e com o console de desenho moderno com tons que imitam alumínio escovado formam um bom conjunto. Prefiro esse desenho ao do Civic, acho que enjoa menos.

  • vitimsl

    Show esse carro. Ele e o Fluence deveriam liderar o segmento… O Corolla fica feio ao lado desse carro, tanto por dentro quanto por fora. Vi um New New Civic ontem na rua e, na boa, acho que vai ficar em terceiro lugar em vendas. Vai vender muito no inicio, quanto muitos já clientes irão pegar um novo, mas depois sei não… Ficou muito sem sal o carro.

    • DRJMM

      corolla fica feio perto dele? devagar amigo, penso exatamente o inverso.

  • hyundaielantra

    Muito bom esse interior, só achei que as saídas de ar poderiam ser mais inspiradas, recortadas e aumentada, aí sim ficaria show. Mas em acabamento e design ainda sou mais o caríssimo Elantra.

  • victormeneses

    ele nao tem saida de ar pros passageiros de trás?
    ps, carro muito lindo!

  • PKuster

    O Cruze é um carro de marca americana, mas de DNA Coreano – seu painel mostra isto, lembra os Hyundai da vida. Outra coisa: apesar de ter um desenho legal, acho o volante um pouco grande demais. E sentí o mesmo aperto no banco do motorista quando o testei numa concessionária – certamente, com o tempo, a GM fará modificações para aproximá-lo mais do gosto dos brasileiros – só em não se parecer com Agile e Cobalt, já é uma grande vantagem.

  • Marciliosp

    O interior agrada mas nao é esta coca cola toda que a materia tenta dizer

    • BrunoMulsane

      Eu andei no carro e não trocaria meu civic 2007 por ele. O gm não tem a qualidade geral do honda. O único sedan que trocaria meu civic, seria o focus. Ele não tem o painel bonito como o do cruze, mas é melhor acabado, no geral. Alem de ter uma tocada irrepreensível. Esperarei pela nova versão que, segundo o vendedor, chegará no meio do ano como modelo 2013.

    • MM_

      Ele está na média de seus concorrentes Civic, Elantra, Jetta e Fluence.

      Corolla está antigo mas sempre vai vender que nem água.

      Vamos ver quando Ford, Citroen e Peugeot acordam e atualizam os seus médios que estão obsoletos.

    • AutoIng

      O Cruze pode até não ser tudo isso, mas a concorrência anda fraca também. A Toyota precisa de um Corolla totalmente novo, e a a Honda precisa se esforçar mais pra renovar o Civic (perderam a inspiração?). Até o Jetta que tem interior feinho e visual bem tiozão tá sendo bem considerado como compra. Num cenário desses faz sentido o Cruze estar indo bem, pois é uma novidade.

      • Marciliosp

        Fluence bate em custo beneficio em qualquer um destes

  • rattrap587

    Bacana, bonito e até moderno… Mas pagar mais de 50K nesse carro de motor 1.8 é literalmente queimar 18K, pois esse carro não vale os 68K que pedem nele nem aqui, nem na China.

  • landocar

    a forração do capô ta solta?

  • bedotRJ

    Não vejo razão para pagar nesse carro um centavo a mais do que custa o Fluence. Ao contrário até: mesmo que fosse mais caro, eu ainda preferiria o Fluence.

    • Diego Casagrande

      Realmente, e daqui algum tempo terá a versão turbo que será outra excelente opção.

    • Stark

      ESP, Revenda, Marca, Pós-Venda, Design Interior e Exterior, Atendimento Essa são as razões de ser bem vendido, e vale pro Corolla que custa 65~70k!!

      • AutoIng

        Marca? Sério que esse argumento ainda é usado em pleno 2012? Alguém realmente acha que a Daewoo é mais competente que a Renault pra fazer um sedã desse segmento? Quanto ao atendimento, onde moro a concessionária da GM tem o pior atendimento da região (minto, a Ford aqui consegue ser pior na verdade, mas a GM não fica longe). De resto acho que rola é um grande preconceito com a Renault por não ser uma das marcas queridinhas no mercado brasileiro.

        • MM_

          Na verdade não rola preconceito. Tanto que outros carros da Renault estão vendendo bem.

          Eu comprei uma Megane GT para minha esposa este ano, portanto não tenho preconceito algum com a marca. Além disso até 1 mês atrás eu tinha um C4. Antes disso tinha um Tiida. Some que eu nunca tive nenhum carro da GM. Dessa maneira, acho que está bem claro que não sou preconceituoso.

          Quase comprei um Fluence em Setembro, mas decidi esperar Cruze e Lancer para analisar melhor. No final da história fiquei entre Fluence e Cruze. Cada um tem suas qualidades, mas eu decidi a compra pelo GM pq achei que o ESP e ISOFIX seriam mais importantes para mim do que os itens que eram superiores no Fluence. Nunca liguei muito pra exterior do carro, tanto que Fluence e Cruze não são primores de design. Se essa fosse a questão, iria para o Elantra que é mais bonito, entretanto me ligo muito no interior do carro e gostei mais do interior mais moderno do Cruze do que do sóbrio Fluence.

          Resumindo: o Cruze vende mais que o Fluence pq mais pessoas gostaram dele. Simples assim.

          • bedotRJ

            Não é tão simples. O Cruze se beneficia de um espólio que foi um pouco aviltado pelo último Vectra, mas que traz consigo uma linhagem de sucesso desde os tempos de Monza e Opala. Muita gente, ainda hoje, só compra GM por causa desses carros. No caso da Renault, apesar do pouco sucesso do Mégane em números absolutos, ele conseguiu colocar os dois pés da marca no segmento. O Fluence experimenta uma trajetória ascendente e tem tudo prá continuar assim. Como é um carro de mais qualidade que o Mégane e que vem construindo apenas imagem positiva, vai reduzir o gap de desvalorização na revenda, ajudando a enterrar esse mito e o preconceito do mercado desse segmento com a marca.

      • bedotRJ

        Fora o ESP, vc só gastou o teclado do seu computador com coisas subjetivas ou altamente duvidosas (essa de "pós-venda" e "atendimento", tenho que admitir, foi bem criativa).

  • Salazar1966

    Engraçado, este carro tem muita semelhança com o Cerato. tanto no formato externo salvo alguns detalhes de desenho de farol e lanternas, quanto internamente, digo espaço e soluções de acabamento.
    Muito bonito, mas prefiro o meu Ceratinho que consome igual a carro popular.

  • Diego Casagrande

    Vi algum tempo atrás um parado na rua sem insul-film versão LT e realmente gostei do carro internamente e externamente, e realmente dá a impressão que o grande painel central tira o espaço do motorista e passageiro mas ao mesmo tempo achei que vai 1 pessoa grande tranquilo. só não tinha gostado do acabamento em cinza, realmente acho feio combinação de plástico preto com cinza se imitasse um aço escovado o plástico cinza iria dar mais elegância ao carro.

  • ManuMessi

    Parem de falar de Fluence e Sentra, são carros que não tem comercio de revenda, peças caras e são feios pra caramba! Quem compra carro, quer saber: beleza, equipamentos, preço, manutenção e lógico revenda, ninguém quer perder dinheiro mais do que deve, duvido que tenha alguém que queira. Então esses dois quando vc não casa com eles, perde $ demais. Minha sócia tinha um Sentra prata completo e pouco rodado e não conseguiu vendê-lo e teve que entrega-lo na concessionaria por valor absurdamente barato.

    • CharlesAle

      lembrando que nem as CSS que os vende,aceita compra-los de volta,renault e peugeot são profissionais nisso,e quando aceitam,pagam uma mixaria,pelo menos civic e corolla são bem aceitos,seja na própria CSS,seja em lojas e particulares,carros da ford,tipo fusion e focus também não dão dor de cabeça para vende-los,já o resto das marcas é uma decepção a revenda………

    • Stark

      Também cansei esse papinho de Sentra e Fluence… Carro não é investimento (todos sabem) mas também não podemos gastar 59k num carro que daqui 2 anos perderemos 30mil (exemplo) sendo que o de 70k perdermos menos e ainda teremos menos dor de cabeça. Todos pensam que carro é só o valor de compra e pronto! Esquecem da manutenção!

      Por 45k Já vi gente "recomendando" comprar um Fusion usado do que um Punto, como se os 45k fosse o único gasto!
      Mas enfim, tem muita baboseira nos comentários mesmos… Já acostumei!
      ;)

    • MPPGP

      Falou tudo cara! E sinceramente, não conheço um sedan com interior mais feio do que o do Fluence. (Atenção fãs do Fluence! Não estou falando que o carro é ruim! Só acho o interior dele feio comparado aos dos seus concorrentes.) Abraço.

    • bedotRJ

      Pagar mais na compra, antecipando a saída de receita, não é perder dinheiro. Mas ganhar menos na revenda, com direito a auferir os juros do que se economizou, é.

      Eis a síntese do raciocínio mercadológico de quem não tem como justificar a compra de carros tecnicamente inferiores por preços mais altos.

      • kikofar

        Pois é…. Civic 65 mil. Daqui há 2 anos, 50 mil. Sentra 55 mil. Daqui há 2 anos, 40 mil. Na minha matemática, o que custa mais, perdeu em números absolutos, os mesmos 15 mil do que custa mais barato. Agora, se o Civic vende mais rapidamente e para particular, que na prática paga valor maior que qualquer concessionária, aí eu não discuto.

      • epicentro01

        A coisa não é bem assim. Dá uma olhada no meu caso:

        1- Comprei um Megane em 2008 por 65K com desconto. Preço de tabela na época 75K
        Em 2010 troquei ele e me pagaram 30K. Ou seja, perdi "só" 35K porquê comprei com desconto de empresa, senão seriam 45k
        2- Comprei um Vectra Elegance em 2010 por 55K com desconto, preço de tabela na época 63K
        Hoje estão me oferecendo 33K no carro nas CSS. Perdi 22K com o desconto, senão seriam 33K

        Conclusão. Comprei um carro mais barato e na hora de trocar ainda ganho mais nele. Por isso Renault não vende tanto. A causa dessa desvalorização? Preço das peças e prazo de entrega das peças. Um rolamento do Megane custava, em 2009 R$ 600,00, do Vectra? Não sei, nunca precisei trocar, pois não deu problema ainda.

        • bedotRJ

          Vc comprou o Mégane fora de preço. Isso faz parte da conta. Se a minha mãe, na mesma época, comprou uma Grand Tour sem desconto de PJ por 60k (que já era um preço absurdo), lamento dizer que vc foi engambelado.

          Eu não seria louco de dizer que um Fluence (novato no mercado) e um Corolla (consolidado), vendidos 0km ao mesmo preço, teriam perdas iguais na revenda. Mas o fato do Fluence custar menos (e do Sentra custar BEM menos) dão boa margem de segurança prá afirmar que a perda nominal será equivalente (isso porque ñ falei dos equipamentos e da qualidade mecânica do Fluence, que o tornam um carro superior).

          Em suma, um bom preço de compra é fator de avaliação da revenda. Minha mãe perdeu muito dinheiro com a Grand Tour, mas quem está comprando as atuais por R$ 49.900,00 não perderá tanto. É preciso verificar as condições do mercado no ato da compra. Isso é mais correto do que encasquetar com raciocínio cartesiano de que marca X revende bem e marca Y revende mal.

          • epicentro01

            Emgambelado? Por um acaso eu citei qual a versão do Megane que eu comprei?

            Que marca X vende mais do que marca Y não é "encasquetar", é fato, basta olhar os números. Sinceramente, eu gostaria muito que a Renault vendesse melhor, isso seria bom para todos, mas infelizmente a realidade é outra, e em parte por culpa da própria Renault. Dá uma olhada na lista de problemas que tive com o Megane:

            Pára brisas trincou do nada, com o carro estacionado na garagem
            Portas desalinhadas, chegando a raspar na carroceria
            Motor falhando sem ninguém conseguir dar jeito.
            Freios com problemas aos 30.000Km, sendo necessário trocar discos, pastilhas e pinças. E eles falarem que se trata de desgaste natural.
            Estalo na direção e a CSS não conseguir eliminar
            Pára brisas de péssima qualidade, arranha muito fácil, pode trocar palhetas que não resolve.

            São coisas que provavelmente não irão aparecer para uma pessoa que roda 500Km por mês, fica com o carro 2 anos e troca por outro, porém eu rodo 6.000Km por mês e para tal uso um Renault simplesmente não serve. Sem falar o preço das peças, um absurdo.

            E tem ainda o caso de um conhecido meu que tinha um Megane, estava abastecendo-o, o filho dentro do carro e de repente o tanque de combustível simplesmente se abriu ao meio, derramando toda a gasolina no pátio do posto. Resultado, vendeu o carro e está com um processo contra a Renault.

            Meu pai comprou uma Grand Tour que apresentou problemas na embreagem e a CSS não conseguia (ou não queria) resolver. Resultado, despachou o carro também.

            Esse tipo de acontecimento compõe a desvalorização de um veículo. Infelizmente a Renault deixa a desejar em alguns pontos. Ruim pra nós que poderíamos ter um competidor de maior peso no mercado, forçando quem sabe o preço dos concorrentes pra baixo.

            • bedotRJ

              Antes de mais nada, sobre a sua primeira frase, eu não falei sobre encasquetar que marca X VENDE mais do que marca Y, dado passado. Falei sobre encasquetar que marca X REVENDE MELHOR do que marca Y, um dado futuro, desconhecido, que pode ser alterado por diversas circunstâncias. Porque vc distorceu o que eu disse, acho que vou ficar sem saber.

              Sobre o resto de sua mensagem, tomando-a como um depoimento verdadeiro, fica claro que vc não teve uma boa experiência com um carro da Renault. Isso é lamentável e ocorre com todas as marcas. Acontece que não era o assunto em questão. Discutia-se sobre REVENDA e a mania que muitas pessoas têm de desconsiderar o preço pago na compra quando avalia a questão. Aí o cara paga "15 dinheiros" a mais por um Corolla na hora da compra e acha que saiu ganhando porque se comprasse um Sentra ele não valeria "nada" na revenda (sendo que esse "nada" usualmente corresponde exatamente a esses 15 dinheiros a mais pagos na compra, o que zera a conta).

              Me parece que vc quis pegar um gancho no assunto, não para discutí-lo, mas para malhar um carro de que não gostou. E a prova aparece quando vc, tentando mostrar que não foi engambelado no preço pago pelo Mégane 0km, pergunta se sei qual é a versão. Prá não ter sido engambelado no preço, tem que ter comprado a versão top Privilége 2.0 AT, mas aí a sua comparação sobre perda na revenda se mostra totalmente inadequada já que não usou o Vectra também top, o Elite 2.4, mas o Vectra intermediário, Elegance, o que naturalmente já reduz o montante da perda. Fica demonstrado o descabimento deste argumento.

              Ninguém precisa inventar coisas porque não gosta de determinada marca. Basta dizer que teve problemas com um carro dela. Já é suficiente. Ir além disso apenas enfraquece o ponto-de-vista.

              • epicentro01

                Pois é colega. Mas que marca X REVENDE menos ou VALE menos na hora da revenda também é fato. Referente ao preço que paguei no Megane na época, o preço era esse mesmo, preço que estava, na época e em várias CSS da região. Sei que o preço varia em cada região do país em relação as vendas do carro. Bom para a sua mãe que conseguiu um bom negócio, parabéns pra ela. Agora que tem gente que faz exatamente a conta que você citou, isso é verdade, pagam X a mais em um carro e na hora de vender nem chegam a ganhar este X na diferença, mas não podemos esquecer que no custo do carro tem que entrar também seguro, revisões, peças, etc. Conta que muitos não fazem.
                Aproveitando só para corrigir uma citação sua: Em 2010 não existia mais o Vectra Elite com motor 2.4. Todos os Vectras passaram a usar o motor 2.0 8V, faltou um pouco de informação de sua parte, o que também já demonstra o descabimento dos seus argumentos através da falta de conhecimento sobre o mercado automobilístico.

                Para encerrar, o meu post foi para mostrar que nem sempre a pessoa "perde" tanto dinheiro comprando um carro, às vezes é possível fazer um negócio "menos pior" com as opções que temos no mercado. Mas cada um gasta o seu dinheiro onde quiser. Postei o meu relato para mostrar uma possível causa da maior desvalorização de determinada marca em relação a outra, se lhe ofendi, me desculpe, mas acontece. Sucesso com o seu Renault.
                Abraço.

    • geoshina

      ManuMEssi, eu acho que cada um compra um carro de acordo com as "características" que cada um tem como importante e prioritário. Sim, fui dono de um Sentra top prata. Vendi ele 6 meses depois com 8% de depreciação. E em 2 dias.
      Primeiro que se for para não perder dinheiro, não comprem carros. E o que dizer dos importados que desvalorizam em torno de 20%?
      Na época o Sentra me oferecia algo que os outros não: o câmbio CVT. Esse foi um dos fatores. O outro foi o rádio da R. Fosgate com integração específica para iPod, além da chave inteligente.
      Então acho que cada um escolhe o que melhor apetecer, sem entrar em "competições" de X ser melhor que Y ou Z.

    • marciors01

      O fluence está vendendo muito bem e dificilmente será um carro ruim de revenda, com quase duas mil unidades mensais está longe de ser um mico.
      Não gosto do interior deste fluence privilege, a combinação de cores não me agrada, já o painel preto do dinamique eu gosto muito mesmo, acho muito bonito.

  • Marcelo_Machado

    Eu gostei bastante do interior, formato do painel e do quadro de instrumentos, logicamente tirando a cor azul que não me agrada. No geral gostei do interior do Cruze e achei visualmente superior ao do Jetta ao qual foi comparado e de longe melhor que do Fluence e Corolla.

    Só fiquei com uma dúvida. Como faz para ver a temperatura do ar condicionado e a velocidade do ventilador do ar? Pois não vi mostrador digital e não vi como marcar a posição dos botões.

    • MPPGP

      As informações do ar condicionado (temperatura, velocidades, direção) aparecem naquela tela central que fica entre as saídas de ar.

    • mandabala

      DEve ficar na telinha logo acima que está desligada nas fotos.

      • MM_

        Exatamente. Esse display reúne todas as funções do carro, ou seja, se vc tá ouvindo rádio e mexe no comando do ar, ele muda para temperatura, velocidade, etc

  • Stark

    Primeiramente palmas pelo ESP/TCS/ABS/EBD de série na versão de "entrada" que com certeza é muito importante e fica acima de qualquer detalhe estético como Rodas ou central multimídia. Uma coisa que vem acontecendo é o corte de custos, que é visível nas dobradiças pescoços-de-ganso, varetinha pro capô e falta de um acabamento emborrachado em mais partes (presente em Focus e Corolla que são de 2008~2009, por ex) e pena ter perdido em espaço interno.
    Mas essa imensa lista de equipamentos é de chamar atenção!

  • LS7

    Alguns reclamam do espaço do Cruze. Bom, tenho 1,80m e verifiquei espaço na frente, no banco traseiro, espaço para cabeça, e tudo tá de bom tamanho, com muitas sobras. Ainda não entendi essa falta de espaço entre a cabeça e o teto, mesmo no banco de trás.
    Será que já fizeram o mesmo teste de espaço no Corolla?!? O Corolla tem 2,60 m de entre-eixos (são 8 cm a menos que o Cruze). Na largura, tanto o Corolla, quanto o Civic 2012 perdem. O banco traseiro do Corolla é bem mais apertado.
    O Jetta também perde no espaço do entre-eixos.
    E para quem prefere o painel do LTZ, algumas concessionárias já estão colocando a tela multimídia com GPS e tudo o mais. Um pouco caro (cerca de R$4 mil, segundo um colega), mas a versão LT ainda sairia mais em conta que a LTZ.

    • AndreFerrazBR

      Então, os espaço para a cabeça é caso a pessoa esteja 100% reta, eu tenho 2,10m, não consigo ficar 100% reto em nenhuma posição no carro, o espaço do banco de trás é bem maior que o Corolla mesmo, na frente também (para efeito de comparação, eu não consigo entrar no Corolla em NENHUMA posição, nem como motorista, nem como passageiro em nenhum dos lugares), mas se o banco do motorista estiver 100% para trás e para baixo (regulagem para mim) atrás do motorista só pode sentar alguém sem pernas ou um cachorro, porque não tem nem 5cm entre o encosto do banco dianteiro e o assento traseiro.
      Mesmo assim é muito bom.
      As concessionárias estão oferecendo descontos agradáveis se você optar por desovar as cores diferentes do preto e prata que eles tem em estoque, por sinal, o Verde Lotus é muito bonito, pessoalmente achei mais bonito que o preto.

    • MM_

      O problema é que muita gente aqui quer um carro que caibam 11 pessoas deitadas, faça 0-100km em 5 segundos, tenha 27 air bags, custo de manutenção zero, seja revendido por preço maior do que o pago e ainda custe 20.000,00.

      Essas avaliações são interessantíssimas e muitos que estão pensando em trocar de carro usam as informações como base de apoio e dando sua interpretação, até pq a opinião do Eber leva em consideração o que ele julga importante, entretanto cada pessoa tem uma necessidade diferente e vai analisar de acordo com a sua.

      Por outro lado, muita gente acha que isso aqui é jogo de Super Trunfo. O cara fica procurando algo melhor no seu "carro do coração", como 1 cm a mais de entreeixos ou 0,5 segundo mais rápido que o outro para dizer que "x", "y", ou "z" é melhor.

      • epicentro01

        Disse tudo. Parabéns!!!

    • Felix_S

      Acho que a questão da falta de espaço é relativa. É apenas que tem concorrentes mais espaçosos, como o 408. O Jetta também parece que atrás tem mais espaço para as pernas e embora o túnel seja bem alto, para 4 passageiros me pareceu melhor. Faz diferença para quem tem filhos adolescentes como eu, mas o espaço do Cruze acho que dá pro gasto. Pra 5 pessoas, não tem sedã médio que sirva de fato…

  • nightwishjp

    Sinceramente, esse plástico que arranha com facilidade as portas estão horríveis. O acabamento do vovô corolla é melhor…

  • ManuMessi

    Essa avaliação só serve se tiver opinião que tem o Cruze. De resto é especulação. Eu comprei um LTZ branco em outubro e estou muito satisfeito com o carro, como foi dito, o painle é diferenciado e a noite então nem se fala, confortável, bonito e o consumo esta dentro da média, como eu já registrei aqui o NA, está um pouquíssimo abaixo dos Corollas que tive, então já tem outros comentários aqui de quem tem e esta aprovando o carro, fim de papo.

    • bedotRJ

      Cruze LTZ? Pagou quanto nele? Quase R$ 80mil, certo?

      Beleza, o carro é bom e a grana é tua. Mas não argumente, como faz mensagens acima, sobre valor de revenda, "exigindo" que se parasse de falar no Fluence e no Sentra. Pois basta lembrar quanto perderam as pessoas que compraram Vectra Elite 2.4 no lançamento prá vc ter uma idéia aproximada do quanto vai perder.

      • Stark

        Sim, sempre a versão Top-de-linha vai desvalorizar mais, porém considero a Versão LT Auto+Couro como a melhor. Por 80k no LTZ só pra ter os 6 AirBags (contra 4 da LT) e a Central Multimídia, não acho compensante não.

        LTZ vai compensar muito daqui 4~6 meses (ou mais) quando tiver custando o mesmo da LT no mercado de Semi-Novos.

        E acho o seguinte: Todo mundo tem que comprar o LT ou LTZ e completar de acessórios e gastar o máximo de dinheiro possível pois na revenda você não ganha de volta o dinheiro que gastou em acessórios mas pra gente (eu) que adoro o Mercado de Semi-Novos, vai ser melhor pois pagarei menos num carro mais completo e perderei menos dinheiro.

        Simples!

  • mandabala

    Gosto do conjunto, mas acho uma imensa bobagem esse lance de duplo cockpit, e como bem ressaltado na matéria acabam sim diminuindo o espaço e conforto dos ocupantes. Gosto muito do painel de instrumentos, agora no console central a telinha de lcd colorida da outra versão deixa tudo mais bonito. Frente aos concorrentes não deixar nada a desejar, para os fãs da GM é um grande produto frente o Astra Opel 2004 vendido como Vectra.

  • ottomno

    A roda original com pneu cabe na cavidade do Estepe?

  • Absinthe666

    ainda sou mais um sentra top de linha por 60 e poucos mil reais

  • Felix_S

    Meu Focus também não tem muito espaço para a perna direita. Acho que dá pra fazer um console mais estreito e que seja bonito. Também tive a impressão que o Cruze é meio apertado, mas ninguém é alto na minha família mesmo… Só não entendo por que o Cruze é tão pesado para seu tamanho!?! Alguém sabe explicar o motivo disso?

  • rafaelrgarcia

    Só não gostei desse pino na porta, nem o Vectra e nem o Cobalt tem isso.
    Alguém sabe me dizer se ele pelo menos entra totalmente quando está travado?
    Tirando isso (e o preço) gostei bastante do Cruze… ansioso para ver o Hatch aqui definitivamente

    • MM_

      Tbm achei ridículo os pinos nas portas, mas obviamente não deixaria de comprar por causa disso. No final achei uma função pra eles. Sou meio compulsivo e depois que tranco o carro, sempre volto pra ver se tranquei mesmo. Agora só olho que o pino está abaixado e tenho certeza q tá fechado. rs.

  • rattrap587

    O que eu fico pasmo é do conformismo de certos usuários diante do preço dos carros desse segmento… "Ah… O preço do Cruze é esse mesmo… Não está diferente da concorrência…" Os preços estão nesse patamar única e exclusivamente porque tem gente que compra. Compram porque é novidade, compram porque podem, pois a grana tá sobrando, compram para massagear seus egos inchados, compram para se exibirem… Não tem o bom-senso e a cidadania de parar de alimentar esse ciclo vicioso de ganância, lucro fácil e exploração do governo e das montadoras… As montadoras deviam mais é aumentar o preço dos carros em 100% em relação ao que custam hoje… Vai ter gente que ainda assim vai comprar… E ainda vão achar bom. Um carro tem custo de produção de 10K? Comprem por 40K. Outro tem custo de produção de 20K? Comprem por 80K… Porque simplesmente são trouxas.

  • Stark

    Tô curioso pra saber o Consumo do Cruze em rodovia e cidade lá no teste pois de acordo com meus testes, esse motor adora beber e gritar! Achei meio ruidoso, em comparação aos outros 1.8 (Corolla, Civic).

    • MM_

      Quanto tem feito o seu?

  • kikofar

    Como qualquer carro zero, um bom negócio, daqui há uns 2 anos!!! Se é 68 ou 72 mil, os preços são pornográficos da mesma forma. Deculpem-me o desabafo, mas os preços de carros no Brasil tiram o tesão de qualquer boa novidade, como é o caso do Cruze.

  • Carlos_58

    O visual do velocímetro e outros medidores lembra o do Chery Face. Só que os do Cruze são horrorosos. Fosse um chinês e estariam falando mal dele. E sobre o aperto nos bancos da frente, é normal nos carros da Chevrolet. Num Celta ou Corsa se aceita, mas num carro médio?!

  • moura1976

    nova meriva e zafira ja tem a projeção http://autossegredos.com.br/?p=21789

  • gustavopaganini

    Eber, teria como nos responder qual a transparência destes insulfilmes ?

    Pois achei bem forte e como você mesmo disse que não dava pra andar a noite.

    Ps: Muito boa a reportagem (:

  • MARCELOEVOQUE

    Na opinião de vocês, qual o sedã médio, na atualidade, possui o melhor acabamento e espaço interno??? Eu tô afim de comprar um há quase 1 ano, sem brincadeira, e não consegui me definir por nenhum, devido ao meu grau de exigência ser muito alto. Pode ser que eu seja chato demais, não sei. Meu cunhado comprou o Corolla XEi 2012, cinza, completo e… por mais que se fale que é carro de tiozão, que tá ultrapassado, que o espaço interno é pequeno, etc… na minha humilde opinião, contudo, contudo… é o carro de melhor acabamento e espaço interno que observei até o momento. Fiz test drive 3 carros nos últimos meses: no cruze (não gostei), no 408 (não gostei) e no cerato (não gostei). Só que não quero comprar o mesmo carro do meu cunhado, né? rsrs. Tô perdido!!!!! rsrs

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend