Avaliações Chevrolet Sedãs

Avaliação NA – Chevrolet Sonic 4 – Comportamento e consumo na estrada

chevrolet-sonic-estrada-620x348 Avaliação NA - Chevrolet Sonic 4 - Comportamento e consumo na estrada

Aceleração de 0-100 com o Sonic na estrada. Seu câmbio automático de seis marchas dá show e nos faz esquecer que o motor tem apenas 120 cavalos de potência. Aceleração rápida, uniforme, e trocas de marcha sem demoras.



O Sonic teve uma certa demora ao ganhar velocidade em rotações mais baixas, como você deve ter notado na matéria e também no vídeo da cidade, mas como ao fazermos uma aceleração daquela que executamos no começo dos vídeos a rotação não chega a cair muito, não temos problema algum na performance específica desta parte do teste.

Ao pisar fundo, o motor do Sonic berra bastante, e o ruído lá da frente entra na cabine, mas o desempenho na estrada foi satisfatório. Onde você poderá encontrar falta de respostas rápidas é na hora de ultrapassar outros veículos, dependendo da velocidade. O câmbio às vezes fica indeciso.

Andando a 100 km/h, as rotações ficam em um nível baixo, e apesar disso ser bom para o consumo, existe aquele problema da indecisão do câmbio para manter a velocidade programada no piloto automático. Como já falamos desse tipo de problema nas matérias de Civic 2012 e Cruze, então não vamos entrar em detalhes.

A suspensão do Sonic é firme, um pouco mais que a do Cruze, detalhe que já comentamos anteriormente. E apesar disso retirar um pouco do conforto na cidade, na estrada temos uma ótima estabilidade em curvas, o que é interessante para quem gosta de uma pilotagem mais esportiva.

Curvas um pouco mais fechadas são deixadas para trás sem ser necessário reduzir a velocidade para menos de 100 km/h. O consumo avaliado, andando a 110 km/h e com ar-condicionado ligado, tivemos 10,7 km/l com álcool e variando entre 13,5 e 14,0 km/l com gasolina. Médias adequadas para o modelo, seu motor e seu peso.

  • Comentarista666

    14km/l na estrada, com ar-condicionado ligado e a 110km/h. Ótimo consumo, um dos melhores da categoria nessas condições. Suspensão firme, acelerações rápidas e muita estabilidade em curvas tornam o Sonic uma boa opção no segmento para os que gostam de dirigir.

    Importante lembrar que a medição feita no New Fiesta foi feita entre 100 e 110km/h. Alguém vai falar: "Ah, mas são só 10km/h de diferença!", PORÉM, nessa história entra uma outra questão: O velocímetro do Sonic é digital e indica a velocidade real, já o do New Fiesta é analógico e indica a velocidade a menor. Os carros fabricados no brasil, com velocímetro analógico, são obrigados por lei a indicar a velocidade a menor. Outro detalhe importante é que quanto mais alta a velocidade, maior o erro(para menos) do velocímetro analógico. Resumindo… Enquanto o Sonic rodou a 110km/h de velocidade real, o New Fiesta estava rodando a aproximadamente 95 e 102km/h de velocidade real, que seriam 100 a 110km/h no velocímetro analógico. Se o New Fiesta rodasse a 110km/h de velocidade real, é certo de que consumiria um pouco mais. Por fim, é importante frisar que o New Fiesta é manual e o Sonic automático, carros automáticos NATURALMENTE consomem um pouco mais que manuais. Apenas para exemplificar, O Cruze mecânico que usa o mesmo câmbio que o Sonic, consome menos em sua versão manual, segundo dados de revistas e levantamento feito pelo clube do Cruze.

    • Tripa-Seca

      Desculpa, sempre vi essa confusão, e nunca encontrei nada que falasse que a velocidade de velocímetros digitais é real. Claro, se você está a 58 km/h, é mais fácil de saber sua velocidade em um digital que analógico. Mas essa de velocidade real, para mim é lenda. Quem garante que aqueles 60 km/h não são 55, 53?

      • Bruno Zerbinatti

        Para quem não tem como auferir a velocidade real (há instrumentos para isso), o melhor jeito é "confiar" nos sensores das lombadas eletrônicas, ao menos aqui em São Paulo (onde há várias dessas "coletoras de multas"…).

        Sempre que passo por uma lombada eletrônica a velocidade marcada no meu Sonic é a velocidade que o sensor da lombada diz. Nem 1 km/h a mais, nem 1 km/h a menos. Exatamente a mesma.

        O que é vantajosos por dois pontos: se estou a 37 km/h, sei que estou a 37 km/h e não "a quase 40 km/h", já que o ponteiro estaria próximo dessa marca. Você tem um controle maior da velocidade. A outra vantagem é saber que a velocidade mostrada no mostrador digital é, de fato, a velocidade real do carro.

        • Tripa-Seca

          Desculpa, sabe como é calculada a velocidade de um carro? Não existe velocidade real em um veículo cujo medidor fique nele mesmo! A não ser que você tenha o controle de todas as variáveis, como em um carro de F1..

          Edit: Cujo medidor fique no carro E não seja baseado no vento. A velocidade do velocímetro é um cálculo que leva em conta diâmetro do pneu, altura da roda…

          • Bruno Zerbinatti

            Eu não disse que a velocidade é real. Medidores (mesmo com aparelhos externos) nunca serão 100% precisos. Eu disse que a velocidade é exatamente igual à que os radares mostram…

            • Tripa-Seca

              Não falava de precisão de leitura. Falava dessa lenda de que é a velocidade real.

              • Edson Roberto

                Vixi que doidera…rs

                Bem, eu não consegui entender o que vc quis dizer Tripa, mas no meu C3 que também é digital é como o Bruno disse, a velocidade "real" é aquela. Além disso, geralmente vejo no meu GPS (na verdade meu celular) a mesma velocidade do velocimetro igual a do GPS. (marcando em movimento).

          • Stark

            Perfeito! Existe varios aplicativos para ANdroid e Symbian que medem a velocidade real via GPS e ainda tem alguns utilitarios pra medir o 0-100 tbm.

        • coisarada71

          auferir – Conjugar (latim aufero, auferre, tirar, levar, remover, roubar) v. tr.
          Obter, colher, lucrar.

          aferir – Conjugar v. tr.
          1. Cotejar medidas e pesos com o padrão oficial e carimbá-los, quando legais.
          2. [Figurado] Comparar; apreciar.

          http://www.priberam.pt/dlpo/

          • Bruno Zerbinatti

            Isso :)

      • Comentarista666

        Você está errado. Procure ler mais sobre o assunto para entender a situação. Velocímetros digitais não possuem o erro na indicação da velocidade, já os analógicos sim. Os analógicos são natutalmente imprecisos, mas por lei indicam a velocidade a maior. A discussão que existe é sobre qual usar, já que uns defendem o analógico por ser mais bonito, apesar de indicar erroneamente a velocidade, outros defendem o digital, por ser mais preciso e funcional.

    • Engano amigo. Ambos precisam de calibração. e variam em média de 2 a 9%. Não procede que seja velocidade real.
      Tem um modelo digital mais sofisticado que é mais preciso que os digitais convencionais, mas também não é garantia de velocidade real.
      Uma forma de chegar mais próximo da velocidade real é com um bom GPS, alguns já foram aferidos até com radar da polícia.
      Outro ponto que esqueci, a legislação brasileira meio que força TOLERANCIA PARA MAIS, como forma de aumentar a segurança, que pode chegar a 15 km/h em altas velocidades.

      • Tripa-Seca

        Exato, eu não sabia que era lei… Preciso ler mais… heheh

        • Archimedes

          Acho que é aí que entra a coisa toda da lenda do velocimetro digital ser "real"… afinal, ele é mais preciso, em termos tecnicos, na leitura. Isso é… a fonte de erro na leitura é menor, afinal, 70 é 70 e acabou. No analogico, a leitura pode conter uma fonte mais grosseira de erros, 70 pode ser, digamso 69, e –parece– 70. E daí acho que surgiu esse fato, que o digital é mais preciso, e que evoluiu para o mito que ele é "real", e isso são coisas bem distantes uma da outra.

          Sem falar que velociemtro analogico, durante acelerações e frenagens, apresentam uma taxa de atualização da velocidade quase instantanea, e os digitais, não tanto.

      • Leandro_SP

        Isso mesmo, até 100km/h a tolerancia é 7km/h… >100km/k tolerancia é de 7%, procura RESOLUCAO_CONTRAN_396_11.pdf no google que explica.

        • Archimedes

          Isso serve pra recorrer em multas também? porque minha tia tomou uma de 108, eu acho, limite era 100, e veio dizendo que a velocidade aferida foi 102… Você saberia se é mais ou menos a mesma coisa?

          • Leandro_SP

            A multa ja considera os 7km/h ou os 7%, pode ver que ja vem escrito velocidade aferida e registrada (acho que é isso)

    • Pedrosa

      Tenho notado 2 coisas nos vários testes que vi de Cruze, Spin e Sonic (todos usam esse mesmo câmbio automático – e ainda vem o Cobalt):

      A primeira é que o desempenho desses carros com o manual é bem inferior do que usando o automático.
      E a segunda, em nenhum desses testes vi os seus autores comentarem isso.

      A dica que dou é: nesses carros, se tiver uma graninha sobrando, vale a pena pegar os automáticos pelo desempenho superior e pela comodidade. Imagine se a Spin e o Cobalt já fossem equipados com o motor 1.6 ecotec… teriam desempenho bem animadores do que o velho 1.8. Em alguns testes, o Sonic sedan 1.6 automático andou tanto quanto o Cruze 1.8 automático. Provavelmente com o carro com 5 pessoas e bagagens, o Cruze seja superior.

    • Pedrosa

      Sobre o consumo, de Corolla SE-G 2003 Automático com 4 marchas com 5 adultos e bagagem ao extremo (ao ponto de o carro parecer rebaixado – algo que é erradíssimo) em 500km de viagem, consegui fazer 12 com gasolina. Mas diante de tanto carro beberrão, qualquer carro que faça mais de 10 na cidade e mais de 14 na estrada já é um milagre. Claro, sem contar carros 1.0 populares, como os Fiat, que muitos dizem beirar os 18~20 na estrada.

      • Euzi0

        Em relação aos 1.0 da Fiat eu posso dizer, pois temos 2 na empresa.

        Em media, eles fazem de 16-17 km/l, lembrando que são vendedores diferentes, e rodam quase sempre no para-anda-para-anda para visitar os seus clientes.

        Acredito que seja até satisfatório, mas acredito que se o vendedor fosse menos pé chumbo e pegasse mais BR, talvez fizesse os 20 como disse

        Abraços

      • TEMOJR

        Realmente o "UNO FIRE" faz essas médias de 15 pra cima, tinhamos um que fazia média de 16 km/l. Mas o "NOVO UNO" nem com reza braba, melhor média na cidade, ar ligado 8,5 km/l alcool, mas olha, só no rela rela no acelarador…e na estrada média 10,5 km/l com alcool tambem, e não é no fundo, média de 110 km/h, só que é muito peso e lata pro motorzinho 1.0.

        • andre_0102

          Não por ser FIAT, mas o "UNO FIRE" é um caso a parte, aquele carro é tão simples que chega a dar medo…

          • Edson Roberto

            Se ele era tão simples, fico querendo imaginar os Uno 1050, Brio, Electronic….rsrsrs

            • Tripa-Seca

              Ah, o Elx era mais completo…

              • Edson Roberto

                Na verdade, o ELX veio com nova padronagem de bancos. E o carburador tinha um sensor eletrônico para a ignição não avançar na partida. (regulava a partida). Era tido como um "carburador eletrônico", mas cuidava para que a ignição não fizesse de forma desregulada podendo danificar o motor, mas principalmente evita desgaste de peças.

                Isso era comum em outros Unos que tinham reclamação de alguns donos.

                Quando eu falei de "careca", é poque talvez o André não tenha conhecido o Uno "Mille". (a primeira geração desse). Pois o banco era em um corvim que além de péssima qualidade, vc escorregava, ele atrapalhava e muito em curvas por não segurar o corpo em curvas (era um banco reto e uma curva mais forte vc saia do lugar), além disso, ele tinha como opcional o retrovisor direito e por fim, algo não muito comentado, houveram versões que foram produzidas sem as saidas de ar laterais!

                Claro que é reliquia e eu já vi um Branco com apenas 19000km rodados e o dono todo orgulhoso.

      • Acelerando

        Pois é, com o Sentra CVT, 120 km/h, ar 100%, 4 pessoas + bagagens fiz 13,5 km/l.
        Para um motor 1.6, carro "moderno" esse consumo não é nada de mais.

        • andre_0102

          Moderno acho que seria o 1.4 Turbo que colocaram no mercado americano, mas esse nunca teremos…

    • marcelo_ricardo

      Errado amigo, no velocímetro digital também existe diferença na velocidade real.

      É uma margem de segurança.

    • ctnmartins

      Não dá pra comparar o consumo do New Fiesta com o do Sonic sem sejam submetidos a situações idênticas. No caso em questão, não sabemos qual a velocidade do vento, se o trajeto foi idêntico, se o tráfego foi o mesmo (isso é praticamente impossível de testar nas ruas), nem mesmo se a qualidade do combustível era compatível.
      Por essas e outras que pra comparar o consumo entre dois carros, nada melhor que seguir método científico e lançar mão de ambientes controlados.
      Do mais é comparar abacaxi com banana…

  • Pedro_Rocha

    No que tange ao powertrain, nada mal.

    • TecoPadaratz

      Para muitos (estou dentro deste conjunto), isso basta.

      Agora pra quem valoriza um carro bonitinho, cheio de luzinha e botãozinho no painel, isso pouco importa…rsssss…….

  • PauloPGomes

    Tem o consumo inferior ao 1.6 do New Fiesta, o acabamento é bem pior, e só tem 2 airbags.
    Não vejo sentido algum, em deixar de ir no New Fiesta (com seus 7 airbags) nessa categoria.

    E olha que eu gosto da Chevrolet.

    • Leandro1978

      E se o consumidor quiser um modelo com cambio automático? Me parece que a Ford ainda não o disponibilizou. Além disso, Fiesta com 7 airbags, só o top. O intermediário possui dois e o de entrada nenhum. Pessoalmente, pensando nos sedans compactos premium automáticos, ficaria com o City.

      • Edson Roberto

        Só considere que ainda o Fiesta tem ESC no modelo intermediario.

        Mas te digo que, vc gostou do City pois para uma pessoa abaixo de 1,80m o motorista dirige bem. Pois o tanque abaixo, deixa a posição de dirigir alta e atrapalha quem é alto. Eu tive dificuldade de acessar os comandos (acelerador e brake). Ao botar o banco para frente, meus joelhos ficam encostando nas abas laterais. Confesso que minha experiencia foi ruim. Curiosamente, o Fit tem um espaço enorme. Agora, vão me criticar em 100% do tempo, mas considerando esses modelos, eu pensaria talvez também em um compacto médio.

        Claro que eu sou mais racional e abriria mão em parte do design, mas acho que eles são mais interessantes que os modelos de entrada desses sedans compactos premium.

        • Leandro1978

          Bem, eu tenho 1,73m, assim geralmente não tenho problemas de bater a cabeça no teto, inclusive nos que possuem teto solar. No caso do Fit, se não me engano, ele possui teto mais alto que o City. Em altura, o sedan tem 1,48 m, e o hatch 1,53m. Em relação aos compactos médios, os acho bastante interessantes, pois aliam espaço interno com preço, muitas vezes, menor que os "premium". Só poderiam ser mais "simpáticos", não? Um Cobalt com a frente do novo Impala ou mesmo a do novo Malibu, me parece que ficaria melhor (embora não o ache o monstrengo que muitos pintam).

          • Edson Roberto

            Eu concordo contigo. Ser mais bonito poderia ser interessante. Acredito inclusive que esse será um fator de sucesso ao "novo Santana". Pois se ele aliar o desenho proximo do Jetta, ele tem tudo para ficar bonito. Como esses sedans são conservadores de natureza, o Santana cairá como uma luva.

            Em relação ao City, me parece ser um bom carro, só achei incrivel aquela posição onde ou escolho andar com meus joelhos encostados (um mal que faria eu em menos de 1 hora me cansar) ou então andar com o banco para trás, esbarrando meu pé entre o plastico de acabamento acima dos pedais) ou me esbarrando. Achei um erro meio besta… já que o produto é justamente destinado a ter como atributo o espaço interno (que é bem interessante de fato).

            Curiosa solução de manter "poltrona" onde evitou atravessar o espaço traseiro.

            Uma duvida para vc que é um pouco mais baixo, impressão minha, ou o City tem uma limitação maior no trilho do que outros sedans compactos?

            • Leandro1978

              Olha, em relação ao trilho, não cheguei a notar isso. Tentarei prestar mais atenção a este fato.

              Você me parece ser alto, estes novos painéis, no estilo cockpit, chegam a ser incômodos? Pois eu, que sou baixo, quando fui conhecer o Sonic e o Cruze, notei que eles ocupam um espaço considerável das pernas (mais no Sonic). Inclusive com o meu joelho encostando na lateral do painel. Me parece que em viagens longas, pode gerar certo desconforto. No Cobalt e no City, que possem painéis "normais" isto não ocorre.

              • Edson Roberto

                Peço que preste, pois só foi impressão minha. Talvez pelo fato de ter me incomodado, mas que considerando com quem ele disputa, só ter um preço mais baixo e eu diria que é uma opção muito boa. Pois o carro tem montagem boa, boa ergonomia e apesar de ser 1.5, ele anda muito bem!

                Quanto aos paineis citados, é bem verdade. Eu possuo 1,87m e tanto no Cruze como no Sonic, minha perna direita fica encostada no painel. Pior ainda no Fiesta onde minhas duas pernas ficam encostadas (esquerda na porta e direita no painel). No City eu bati minha canela e raspei os pés no plastico acima do acelerador. Não seria de todo mal, mas estranhei tal comportamento.

      • marcelo_ricardo

        Ano que vem chega o New FIesta com Powershift (at de dupla embreagem).
        Vai dar um banho no sonic.

        • Leandro1978

          Lenda…rs…

    • Comentarista666

      Para começar, o consumo não é inferior, já que não se pode comparar carro mecânico com manual e, além disso, o New Fiesta rodou em velocidade inferior ao Sonic, 95~102km/h, enquanto o Sonic rodou sempre a 110km/h. Quer comparar o consumo dos dois? Compare manual com manual. Espere os dados do Inmetro.

      O acabamento do Sonic não é bem pior que o do New Fiesta, é ligeiramente inferior. A versão do New Fiesta que tem 7 airbags quase não é vendida, é apenas uma versão de imagem, a de entrada, que é pé-de-boi, não possui nem mesmo airbags. Sonic e New Fiesta só competem nas versões intermediárias, onde ambos possuem câmbio manual, preço e equipamentos semelhantes. Quem quer carro automático não pode contar com New Fiesta. A versão top do Sonic concorre diretamente com City.

      Tem muito sentido em deixar de escolher o New Fiesta. O Sonic tem notadamente mais espaço interno, anda mais, tem o melhor e mais moderno motor da categoria e equipamentos semelhantes(comparando a versão de entrada do Sonic com a versão intermediária do New Fiesta).

      • lucasranyel

        O acabamento do New Fiesta não é só pouca coisa superior ao Sonic é MUITO superior, estofado nas portas e painel todo emborrachado não é pouca coisa. Então vamos ao comparativo a versão top do New Fiesta hatch custa R$50.900,00 enquanto a do Sonic (manual) custa R$53.600 ou seja, R$2.700 a menos e ainda oferece 7AB, Direção elétrica com ajuste de altura de profundidade (no Sonic é hidráulica só com ajuste de altura), sistema Sync, controle de estabilidade e HLA (auxílio de partida em rampa), equipamentos que o Sonic não tem nem como opcional e ainda é R$2700,00 mais barato fora o acabamento interno melhor então qual devo levar? Óbvio que se quero um carro automático não devo optar pelo NF, mas no manual não há razão para escolher o Sonic. Na versão intermediária o NF também tem vantagem, custa R$46.400,00 enquanto o Sonic LT custa R$46.200 mas não chega nem perto do que oferece o NF, não tem sistema de som nem comandos no volante, etc.

        • Comentarista666

          A porta tem uma pequena área em tecido, por cima do plástico rígido. No Sonic é um plástico macio tão confortável quanto. A diferença fica por conta da parte emborrachada do painel. Sobre a versão hatch de R$53600, ela é automática e não compete com New Fiesta. As versões que competem com o New Fiesta são as de R$46.200 e R$48.700, ambas já são equipadas com AB2 e ABS, coisa que não acontece no New Fiesta. A versão top do NF praticamente não vende, é apenas para imagem e marketing. Com relação a versão LT do Sonic, ela só pode competir com o Fiesta de R$47.080, pois o de entrada é pé-de-boi demais sem ABS e airbag. O único aspecto objetivo que o New Fiesta vence do Sonic é em acabamento, e por muito pouco. Sonic é superior ao New Fiesta em conjunto mecânico e espaço interno. O sonic foi muito bem colocado no mercado, o automático foi feito para enfrentar City em equipamentos, o mecânico foi feito para enfrentar as versões que vendem do New Fiesta, a top é marketing, e não foi por acaso que jogaram quase todos os airbags e as rodas de liga leve "16".

          • lucasranyel

            Plástico, por melhor qualidade que tenha nunca vai ser mais confortável que tecido que é macio, entrei e fiz test drive no Sonic, o acabamento perde é feio pro do New Fiesta. Da onde você tirou estes dados que a versão top do NF não vende? me mostre e eu fico calado. Na CSS daqui da minha cidade a top ta vendendo que nem água, pesquise em fóruns da FORD e New Fiesta, 80% tem a versão top que em termos de segurança supera até mesmo carros bem mais caros que só oferecem 2 AB. Superior em conjunto mecânico!? você só pode ta de brincadeira. A mecânica da FORD é excelente em quase todos os seus veículos, pergunte a quem conhece de carro e você vai ver que a FORD está anos luz a frente da Chevrolet neste quesito, o motor Sigma é super elogiado em todos os testes de revistas e sites (veja o vídeo deste próprio blog onde o mesmo é super elogiado, já o Ecotec nem tanto) além do que o motor do Sonic ronca bastante como pode ser visto no teste, já o NF tem um isolamento acústico muito superior. Os pontos fortes do Sonic são o câmbio automático (lembrando que ano que vem a FORD vai trazer o moderno Powershift pro NF) e só. Espaço interno do Sonic é pouca coisa superior ao do NF, quem procura espaço interno não deve optar por nenhum dos dois.

            • Comentarista666

              Olha, recentemente conheci o Sonic(infelizmente não tive a oportunidade de dirigí-lo ainda), o NF já conhecia a bastante tempo. Se você apoiou os braços na porta dos dois, percebeu que a sensação de conforto é idêntica, e ao contrário do que você disse, esse plástico macio é muito mais confortável que alguns tecidos vagabundos e/ou ásperos utilizados em outros carros. Com relação as versões, o que estou frisando é que o Sonic top não compete com New Fiesta top, eles só se enfrentam nas versões intermediárias, pois o Sonic top compete com carros automáticos, quem quer um carro automático não vai deixar de comprar um para comprar um manual, independentemente desse manual ter 30 airbags. Sonic top enfrenta o City. O motor do Sonic é mais morderno por possuir cabeçote com duplo comando de válvulas continuamente variável(Dual CVVT), com variação do tempo de abertura das válvulas de admissão e de escape e coletor de admissão variável, o que torna mais rápidas as respostas do motor, melhora o consumo, o desempenho e polui menos. Graças a tecnologia do motor do Sonic ele tem disponível 90% do torque a 2200rpm, ao passo que o New Fiesta só atinge 90% do torque em 2500rpm. Em se falando de espaço interno, eu já entrei nos dois bancos traseiros. No NF minha cabeça ficou encostando no teto e meus joelhos ficaram totalmente afundados no banco dianteiro. No Sonic, pude me sentar normalmente e minha cabeça não ficou encostando no teto. Conclusão: A diferença de espaço interno é grande. O Sonic tem espaço interno traseiro semelhante ao Honda Civic, com a diferença de ter um teto mais alto e ser um pouco menos largo. No NF não cabem nem mesmo 2 adultos de boa estatura com conforto, 2 adultos e 1 criança é algo fora de cogitação. No Sonic é possível levar 2 adultos e 1 criança. Entre nos dois carros e depois me diga que não tem diferença no espaço interno.

          • BflavioSa

            moçada, deixa o comentarista666 em paz, ele trabalha na GM!!! esse carro é podre e ponto final!!!! assim como quase todos os outros carros da GM, tudo lixo!!!

      • silvio_Brito

        Nao sei de onde é o melhor motor da categoria. Eu sempre leio isto a respeito do NF. Não tirando os mertitos do Sonic (apesar de minha escolha ser o NF), o NF tem o desing muito melhor, e o interior da de 10 até neste velocimetro digital (e olha que eu acho isso legal).
        Agora quando chegar o NF com dupla embreagem a coisa vai complicar para os outros "premium".

        • andre_0102

          Se a Ford não tivesse capado os comandos que o motor tem lá fora, seria campeão de consumo, mas a Ford como outras não acha que brasileiro valorize isso, afinal ele flex, quer mais o que?

        • Edson Roberto

          Silvio, o motor por caracteristicas tecnicas é superior sim no GM.

          Pois ele possui comando variavel na admissão e saida. Nesse caso, o item justamente capado no motor sigma foi tirar esse comando variavel (que é só na admissão). Isso quer dizer que na teoria, o motor da GM consegue aliar mais potencia e torque em baixa rotação.

          • Tejolo

            O grande problema é que estes ítens à mais em tecnologia (dual VVT, etc) aplicados no corsaatech (ops, ecotec), não dão vantagem comparado com o Ford, sabidamente menos tecnológico, mas com praticamente mesma potencia e torque, e menor consumo. No caso da GM, ela fez muito bem em trazer o 1.8 antigo de volta na Spin e Cobalt, pois gastar uma grana aplicando tecnologia mas sem ter retorno não teria sentido.

            • Stark

              Perfeito! A GM investiu dinheiro no FAmilia I Ecotec pra equipar o Cruze mas resultou no que?? Consumo alto, aspero e barulhento..
              A unica preocupacao mesmo deve ter sido pra ganhar cavalos mesmo..

              • Edson Roberto

                Legal…. entretanto, para vc, melhor seria colocar o Familia I de 106cv no Cruze?

                • Stark

                  Não pois o Cruze é um carro que querendo ou não tem pretensões esportivas e precisa mesmo de no mínimo uns 140cv.

                  Só não tem precisão nenhuma um motor de 144cv na Spin. Isso que eu quis dizer. Sou a favor de Motores baratos de se manter em carros assim como a Spin. Já a faixa-de-preço do Cruze é outra conversa.

            • lucasranyel

              Excelente comentário. Sou um feliz proprietário de um New Fiesta Hatch. No papel o Ecotec é superior ao Sigma, mas na teoria apresenta desempenho inferior. Analisei os dois veículos antes de adquirir meu New Fiesta (não tem nem 1 mês de uso) e fiquei realmente decepcionado com o Sonic, acabamento interno, tecnologia, preço e motor o NF ganha. Também axo uma falha da FORD a ausência do duplo comando de válvulas variáveis no Sigma, tecnologia presente no NF americano, mas torço para que a FORD acrescente o mesmo quando o NF for produzido aqui, assim não teria motor 1.6 que chegasse nem perto do Sigma.

              • Edson Roberto

                Imagino que com a adoção desse item, deve ser bem interessante o desempenho do motor sigma… vamos aguardar.

            • Edson Roberto

              Dando ou não vantagem, deveríamos ter o modelo atual. Já usamos por muito tempo motores onde dizem ser de manutenção confiavel, mas que vira e mexe, é necessário troca da borboleta do acelerador, problemas com ligar na parte da manhã, funcionamento aspero e na grande maioria das situações beberrão.

              O brasileiro já percebeu e está mudando seu comportamento e apelando para modelos que consigam extrair potencia em alta quando necessário mas aproveitando a potencia de condução em baixa mesmo sendo motores 16v. Quando ele possui esses itens tecnologicos, é possível aliar consumo com baixa rotação. Não a toa, o Sonic anda muito bem para o porte. Não acho que foi acertado ficarmos com motores antigos, por mais que do ponto de vista empresarial seja uma forma de ganhar mais dinheiro em cima da gente.

              Todo mundo usa um motor otimizado com soluções para evitar aspereza enquanto provamos disso até hoje.

          • Tripa-Seca

            Edson, nem quero entrar no mérito do que é melhor ou não (E como você bem frisou, é superior em CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS), mas para mim o que vale é o motor no dia a dia. Consumiu menos? Andou mais? Vai ter manutenção mais em conta? Vai durar mais? Polui menos? Não quero saber se o bloco é de papel ou titânio, se tem comando variável, estático, de plástico, de adamantino…
            Outra coisa que precisa ser considerado, é onde o motor está sendo avaliado. Olhe o exemplo do PSA 1.6. Para mim, esse motor na Escapade era brilhante. Mas o mesmo motor na C3 Picasso não é tão bom.. E já li aqui gente falando que a Citroên deveria trocar o "gastão" 1.6 16V, por conta do consumo na C3…

            • Edson Roberto

              Tripa, por isso me referi em caracteristicas técnica. Se pegar a ficha técnica de cada motor, verá que a entrega de potencia é muito semelhante conseguindo ainda, melhor desempenho no Sigma. Além disso, o consumo é ligeiramente menor, mas devo dizer que nesse caso acho o Sonic economico por ser automatico.

              Para mim, também não interessa a concepção do motor, mas acho que dizer também aos ventos que é um motor ruim é exagero. O pessoal aqui adora também colocar que todo motor aqui é ruim. Como por exemplo…. a atualização do modelo 1.0 do Gol (TEC). Para mim, é uma adoção bem vinda até a chegada do motor 3 cilindros. Se garantiu melhor consumo, mais qualidade de rodar e ainda menos aspereza, otimo! O problema é só avaliar falando "Ai o motor porcaria de 1970 1.0!". Não dá para ficar nessa de falar para fora sem qualquer argumento.

              Sobre modelos, eu concordo contigo. Mas já lhe adianto que uma coisa a PSA pisou na bola: Quando esse mesmo motor fica com o AL4, esse fica beberrão. Mas obviamente é culpa do câmbio, pois infelizmente a PSA até hoje não alterou os parametros de marcha para que ele travbalhe extraindo mais rotação de motores 1.6, ficando o diferencial para o modelo 2.0.

              Além disso, nem na propria C3 Picasso/Aircross foi feito alteração na programação.

      • Tejolo

        Vamos comparar manual com manual: http://caranddriverbrasil.uol.com.br/carros/compa….
        Acho melhor usar o Sonic automático mesmo para comparar consumo, pois apanha menos……

        • Comentarista666

          kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
          Comparativo ridículo e extremamente parcial, dá até vergonha de ler… O New Fiesta levou nota máxima em todos os quesitos, quer avaliação mais parcial e falsa do que essa??? Pelo amor de Deus!! Alguma notas engraçadas:
          Conforto banco traseiro:
          New Fiesta: 5 Sonic: 2

          Porta-malas
          New Fiesta: 5 Sonic: 2

          Diversão ao volante

          New Fiesta: 25 Sonic: 21

          Entre outras coisas…

          Contradições:

          0-400m dos dois carros é feito em 17,8s, mas o 0-120 do Sonic é feito em 16,2s contra 15,5s do New Fiesta. Então como seria possível o Sonic bater os 400m em tempo igual? Só se ele andasse MUITO mais que o New Fiesta nesses 1,6s finais a ponto de tirar a vantagem de 0,7s em apenas 1,6s. Isso é impossível. Esse comparativo chega a ser engraçado… Nota máxima em todos os quesitos avaliados? Poxa, realmente o New Fiesta é perfeito, tenho que concordar.

          Outra coisa engraçada e ilógica é que o Sonic ganha nas retomadas de 80-120 e de 100-120 com folga, mas possui um desempenho(segundo essa avaliação comprada) muito inferior a partir de 100km/h, na verdade, esses dados(falsos) nem parecem de um motor de 16v. Ridículo. Todos nós sabemos o quanto a Ford investe em publicidade e propaganda, com a chegada do Sonic a Ford deve ter achado necessário comprar algumas avaliações para segurar as vendas do New Fiesta em um patamar aceitável.

          • Edson Roberto

            Bem… eu não li essa reportagem… mas…. "Conforto banco traseiro" foi de rir que o Fiesta é superior ao Sonic. Nisso o Sonic que apesar de não ser dos maiores, mata a pau trnaquilamente o Fiesta.

            • Tripa-Seca

              Acho que a questão não é só espaço… Eu por exemplo, fico bem mais acomodado em um Linea Táxi ou Meriva do que em um Logan ou Cobalt.

              • Comentarista666

                O fato é que a avaliação apresenta dados falsos e contraditórios no desempenho e, além disso, jamais o New Fiesta poderia levar nota máxima nesse aspecto, até pelo fato de não caber com conforto nem uma pessoa de estatura mediana. O Línea não é nem de longe apertado como o New Fiesta no banco traseiro. Com relação ao meriva, este tem um ótimo espaço para as pernas. A avaliação acabou se entregando em detalhes, até para fazer uma avaliação falsa e tendenciosa é preciso ter um mínimo de bom senso e competência. A incompatibilidade acontece porque dados foram modoficados em favor do New Fiesta, mas não todos, e, em razão disso, tornaram-se ficaram incompatíveis entre si.

                5- Excelente

                4- Bom

                3- Regular

                2- Ruim

                1- Péssimo

                Uma avaliação que classifica o conforto no banco traseiro do New Fiesta como "Excelente" entrega de cara a falta de credibilidade. Sonic recebeu um "Ruim". Não tem como levar a sério essa avaliação. Até pela comparação do 0-400m em que ambos fazem em 17,8s, que é incompatível com o 0-120, onde um faz em 16,2 e o outro em 15,5s. Como uma vatagem de 0,7s é retirada em 1,6s? Esses dados entregam sua falsidade pela própria física.

              • Edson Roberto

                Bem… vamos comparar os modelos:
                – Fiesta:
                Comprimento: 4410mm
                Largura: 1697mm
                Altura: 1446mm
                Entreeixos: 2489mm

                – Sonic
                Comprimento: 4399mm
                Largura: 1730mm
                Altura: 1517mm
                Entreeixos: 2525mm

                Colocado aqui as dimensões falo da minha impressão: O pessoal reclama do C3, mas para o Fiesta essa sensação é piorada. Pois ele tem um curto espaço interno traseiro, o teto é baixo (devido ao desenho do produto) batendo minha cabeça no fim do teto, é apertado e o banco traseiro apesar de ser inclinado para tentar ter um ganho de espaço, tem o assento curto. Para que eu conseguisse andar na traseira, só se fosse uma pessoa de 1,75m a frente. E só cabem dois adultos sem uma criança no meio. No Sonic, ele é mais alto, as pernas ficam melhor acomodadas e o assento é maior. O que confere mais apoio as pernas. Comparando os dois diretamente te digo que o Sonic com certeza é superior. Não só em conforto como em espaço. Além disso, a altura me permite não bater a cabeça e é possível uma pessoa de 1,80m ajustar seu banco para que eu consiga ir atrás. Sem contar que caberia uma criança entre dois adultos.

              • Edson Roberto

                Continua… No C3 novo, o design do modelo também fez ele perder a altura que o C3 anterior tinha. Eu com meus 1,87m tenho que andar de cabeça curvada se estiver atrás.

                Em relação ao que vc disse dos taxis, só por curiosidade, os melhores nesse quesito para mim são:
                – Meriva
                – Cobalt

                O Linea ele é um pouco maior que o Siena, mas incomoda para mim em acomodar os pés. Pois como quase sempre fico com o pé com parte abaixo do banco, no do Linea, a barra de proteção já fica proximo dos meus pés não me dando mais espaço. Já no Meriva o espaço é bem maior e realmente confortavel. O Cobalt é macio e eu gostei da distancia que ele possui. Ao menos para uma pessoa que dirigiu que tinha 1,80m sobrava espaço e eu me posicionei bem na traseira.

                Já o Logan, apesar de espaçoso, ele é bem desconfortavel atrás. O banco parece ser muito reto e cansa depois de um tempo rodando. Curiosamente, desses modelos, achei o Logan relativamente estreito o que conferiu quando eu estiver no banco do passageiro a frente, mais aperto para posicionar minhas pernas. Na traseira como disse ser reto, ele ganha lateralmente, mas perde no posicionamento de conforto do corpo.

    • Bruno Zerbinatti

      Simples: câmbio automático moderno de 6 velocidades.

      O New Fiesta nem câmbio automático tem, quanto mais um de 6 velocidades.

      Gosto do estilo do New Fiesta hatch, mas o ótimo câmbio automático do Sonic me fez optar por ele.

      • Edson Roberto

        Dureza. Nesse mercado, temos que optar por um ou outro modelo, porque não podemos conciliar tudo em um modelo. Então ou vc fica na beleza e itens que o Fiesta pode lhe fornecer, ou fica no mais espaçoso, com cambio automatico e outros detalhes Sonic.

        Me incomoda essa maneira que nosso mercado é. Absurdo a Ford não ter adquirido um cambio automatico para o Fiesta.

        • PIL

          O Powershift estará no mercado no salão do automóvel, mais dois meses, dá para esperar, certo?

          • Leandro1978

            Como disse anteriormente, até que realmente chegue, seja disponibilizado para configuração no site e esteja disponível nas revendas, para mim, não passa de lenda. Já cansei de ler sobre modelos que chegariam até determinada data, passar tempos e não chegarem. O Optima é o melhor exemplo disso. Estava no Salão de 2010, mas só chegou neste ano.

            • PIL

              Estará lá no salão, mas você não precisa esperar, compre o Sonic automático, mas não reclame do alto consumo, mostrado em todos os testes até o momento.

              • Comentarista666

                Alto? Carro automático fazendo 14km/l a 110km/h com ar-condicionado ligado não é um consumo alto. Na cidade 9,7km/l e 7,5km/l com gasolina e etanol, respectivamente, também não é alto. New Fiesta, que é manual, teve consumo semelhante na cidade, fez 6,7km/l e 10,5km/l com álcool e gasolina.

  • BlueGopher

    Hummmm… Impressões bem interessantes.
    O que gostei também no Sonic é a posição do motorista, a gente se sente num posto de pilotagem, com tudo à mão.
    Bem interessante este dual cockpit.

  • LuccasVillela

    Bacana esse consumo, hein? Curti. Motor interessante esse da GM.

  • PauloPGomes

    Mérito do CVT, que mantem o giro a 2100 rpm, e por conta do motor que não necessita de um giro maior pra manter essa velocidade, mesmo carregado.

  • Felix_S

    "…nos faz esquecer que o motor tem apenas 120 cavalos de potência". Acho um pouco de exagero na frase, afinal a potência é bem razoável para a CATEGORIA. Nem preciso dizer no que pensei quando li "120cavalos"… hehe

    • Edson Roberto

      Além disso, comparando sedans compactos, ele tem o peso similar. Ou seja, é um motor que tem uma sobra de potencia.

  • marcelo_ricardo

    Esperem o New Fiesta com cambio powershift.

    Sera o melhor.

    • Comentarista666

      Esperar até quando? Até lá, muitas águas já rolaram… Não vale a pena esperar por algo que nem tem uma previsão certa… Lançamentos da ford viram lenda e, quando isso não acontece, demoram anos. Porém, caso isso acontecesse, seria muito bom para o mercado.

  • LS7

    O interessante é que o Sonic mal chegou ao mercado e já ultrapassou o new Fiesta nas vendas.
    Isso talvez se deva ao design do new Fiesta sedan, com aquela traseira estranha (a coluna C está muito puxada para trás). A traseira do hatch também não é tão agradável.
    Alguns comentaram sobre o peso do Sonic, próximo ao do new Fiesta, mas a ficha técnica do mesmo carro em outros países diz que o Sonic pesa bem mais. O Fiesta fica nos 1.150 kg, enquanto que na ficha técnica do Sonic sedan o peso é de 1.252 Kg. Basta entrar no site da Chevrolet no Chile. E é o mesmo modelo 1.6 automático.
    Também desconfio do peso informado para o Cobalt, que deve ser um tanto maior que o informado.

    • PIL

      Isso nunca ocorreu, o New Fiesta sempre vendeu mais, em junho vendeu 2983 unidades (1999 do hatch e 984 do sedan).

      • Comentarista666

        A versão sedã do Sonic já está vendendo mais que a versão sedã do New Fiesta, isso sem levar em conta que está com uma fila de espera enorme em boa parte das revendas e praticamente só tem LTZ para entregar. O hatch só não está vendendo mais porque a GM não está dando conta da demanda.

  • Stark

    Consumo hoje em dia dos 1.6, 1.8, 2.0 ta tudo na mesma né?? Na estrada tudo girando entre 12 e 14 mesmo. (no geral, nao vale pra todos)

    • PIL

      Na verdade, o New Fiesta consegue índices bem superiores, na estrada Ayrton Senna/Carvalho Pinto a 110 km/h, faz 18 km/l com gasolina, sem ar ligado. De longe é o carro mais econômico do Brasil na estrada, e na cidade só perde para o Mille e o Gol Ecomotion.

      • Comentarista666

        O inmetro divulgou consumo do New Fiesta e de vários outros carros e ele NÃO é de longe o carro mais econônimo do Brasil, nem na estrada e nem na cidade. Procure olhar a tabela do Inmetro. E não me venha falar de revistas, porque quem acredita em avaliação feita por revista comprada também deve acreditar em papai noel. Quer comparar consumo? Vá para a tabela do Inmetro, somente ali existem dados confiáveis de consumo. Nas revistas quem vence é quem investe mais em "publicidade e propaganda", a Ford é ótima nisso.

  • fsennaneto

    Porque comprei um Sonic Sedan e não um New Fiesta Sedan:

    1- Gosto é pessoal, e particularmente, acho o Sonic Sedan bem mais bonito que o Fiesta. No interior, acho o NF sem graça e por fora sem novidades. Não acho a traseira do Sonic Hatch bonita, nesse caso, o NF pra mim é mais bonito.

    2- Acabamento: Como eu disse acima, prefiro em tudo o Sonic ao NF. O lance dos tecidos nas portas, eu entendo que muita gente gosta, mas eu não. Couro, ok, mas tecido não. Eu tenho a impressão de que todos os carros com tecido nas portas depois de um tempo ficam desgastados e alguns até com mau cheiro. Minha opinião.

    3- Câmbio automático. Não preciso nem escrever muito. Tive um Sentra CVT que pra mim é o melhor câmbio do mercado, não tem como comparar. Mas o AT6 do Sonic me agradou bastante. Bem mais que o da Honda, por exemplo.

    4- Air Bags: Realmente o NF ganha nisso disparado, mas eu ando 90% do tempo sozinho, 400 airbags não me enchem os olhos. Side airbags seriam legais, mas não penso muito nisso.

    5- Acústica: Não me incomodo com o barulho do motor que invade a cabine. Mesmo. Trabalho com áudio técnico e se isso realmente me incomodasse, nenhum dos 2 passaria no "teste de tranquilidade". Ah sim, e o som de fábrica do Sonic é bem legal, como qualquer outro, basta saber equalizar.

    6- Novidade: Sim, isso é importante pra mim. Quero um carro que não mude por pelo menos 3 anos pra não perder muito na revenda.

    Enfim, estou bem satisfeito e escrevo apenas pra responder quem não entende como alguém compra um "carro desse". Como qualquer outro veículo, tem quem goste ou não, concorda ou discorda. E quem simplesmente ouve a opinião dos outros, filtra e faz uma boa compra, que atenda suas necessidades e gostos pessoais.

    Abraço,
    Flavio.

    Abraço,
    Flavio.

    • PIL

      Flávio, legal o seu depoimento, é isso aí, cada um tem as suas razões, embora eu prefira o New Fiesta.

    • lucasranyel

      Ótimo depoimento, expôs seu ponto de vista de forma imparcial, elencando gosto pessoal (que não se discute) e os aspectos positivos e negativos dos dois veículos sem puxar para nenhum dos dois lados, parabéns pela aquisição! O Sonic, apesar dos seus defeitos, é um produto acima da média da GM (que ultimamente vem trazendo grandes aberrações para o Brasil).

  • Long_life_tobigcars

    Pelo visto a minivan aparenta ser boa.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend