Avaliações Híbridos Hyundai Populares

Avaliação NA – Hyundai HB20 (4) – Comportamento e consumo na estrada

hyundai-hb20-estrada-620x343 Avaliação NA - Hyundai HB20 (4) - Comportamento e consumo na estrada

É claro que na estrada o Hyundai HB20 1.6 Premium mostrou muita disposição para acelerar. Em seu segmento, se não for o modelo mais rápido, fica bem perto. Mas esta disposição citada sempre acontece acima de 2.000 rotações, pois abaixo disso parece outro carro.



Mas andando normalmente, mesmo sem acelerar muito, o HB20 1.6 entrega muito prazer ao dirigir na estrada. Andando a 100 km/h, ele se mantém um pouco abaixo de 3.000 rotações, o que é um ponto bem interessante para não termos muito ruído interno e ao mesmo tempo não ser necessário reduzir marchas nas subidas que temos nas estradas brasileiras.

Nas curvas, o HB20 surpreendeu mais uma vez: ele se mantém estável mesmo não tendo uma suspensão muito dura e não tendo rodas grandes com pneus de perfil muito baixo. Não deixamos de ter conforto ao mesmo tempo que vemos uma boa estabilidade. Desde que não se abuse muito, é claro.

Falando um pouco sobre a experiência que o motorista tem a bordo do modelo, podemos resumir que o volante forrado em couro é um adicionar interessante. A posição de dirigir é boa, e os bancos são confortáveis. Temos apenas ruído do motor e também das portas que invade um pouco a cabine, fazendo do modelo um compacto não tão agradável quanto o Chevrolet Onix neste quesito.

E o consumo, mais uma vez, se mostrou alto. Como o desempenho é muito bom, não dá para fazer com que ele beba pouco. Conseguimos 9,8 km/l na estrada com álcool e 13,8 km/l com gasolina, sempre rodando com ar-condicionado ligado e mantendo 110 km/h.

Pontos positivos:

– desempenho muito bom;
– estabilidade nas curvas mesmo sem pneus muito largos ou de perfil muito baixo.

Pontos negativos:

– limpador do vidro traseiro é muito barulhento e não tem funcionamento intermitente;
– forração acústica razoável, mas poderia ser melhor e filtrar um pouco mais o ruído do motor;
– consumo alto.

4.0

  • paranaiba

    Achei as rotações dele um pouco altas pra 100 km/h (como diz o autor do texto: um pouco abaixo de 3 mil giros), tenho um Fox 1.6 2012 e a 100 km/h ele fica em 2600 giros, e lha que é um carro com 22 cvs a menos e 8 válvulas. O que mais gosto no Fox é que o torque máximo dele já é em 2500 giros, o que faz que a condução se torne prazerosa por não precisar de acelerar demais.

    • fschulz84

      Já meu caso é o contrário…

      Meu Mégane 1.6 16V, a 100km/h já está com mais de 3200RPM… :(

      • Ughadoo

        Está correto do ponto de vista da engenharia. O Megane é mais pesado, então precisa compensar aumentando as rotações.

    • GuilyQ

      Já que o seu câmbio é um pouco mais longo, mas seu motor é 8V, os dois conjuntos se casam bem, ao contrário do HB20 em certas situações e momentos.

    • RomuloMadruga

      Como você disse, o Fox é 8v e seu torque máximo está disponível à 2500rpm, o que permite uma relação de marcha mais longa.
      Em um motor 16v o torque máximo aparece em giro mais alto, portanto, opta-se por um câmbio com relações mais curtas. Caso contrário, o carro ficaria fraco em determinada velocidade, obrigando o condutor à reduzir marcha para obter força do motor.

      • MauroRF

        É o meu caso, um Focus 2.0 Duratec Flex. Até 2500 giros, é fraco, e no Focus, tem que reduzir para quarta se estiver a menos de 120 km/h e estiver em quinta e vier uma subida. É um motor que acima dos 3000 rpm tem uma força incrível, mas abaixo de 2500 é meio fraco, e o câmbio do Focus é muito longo, 3000 rpm a 115 km/l, claro, o nível de ruído é baixo a 120 km/lh, mas chega a subida e tem que colocar quarta. Por exemplo, a 80 km/h e para fazer uma ultrapassagem, é obrigatório colocar terceira, a qual, por sinal, vai até 150 km/h tranquilamente de tão longa.

        • mauricar20

          Queria que meu Punto 1.6 tivesse relações longas como do seu Focus. A 120 km/h pelo painel marca 3.250 rpms, mas acho que poderia ser no maximo uns 2800. Não me importaria de trocar marchas ganhar mais força nas subidas e ultrapassagens, mas em chao plano o ganho em consumo e silencio compensariam. Brasileiro tem preguiça de trocar marcha… por isso temos cambios curtos e aquela velha historia de passar lombada em 3° marcha.

          • MauroRF

            Claro, concordo plenamente com você, é uma preguiça de trocar marchas. Prefiro mil vezes ter de trocar mais de marcha do que ter um câmbio curto que faça gastar mais em retas e seja mais barulhento devido à alta rotação. No caso do Focus, o ideal seria que ele tivesse seis marchas, sendo cada uma um pouco mais curta. Mas uma coisa te falo, tem hora que estou de quarta, digamos, a uns 90, 100 por hora e, sem brincadeira, às vezes nem percebo, mesmo estando num plano, que dá para colocar a quinta. O carro não "berra", a transmissão é longa mesmo. E costumo viajar muito na Castello Branco, uma rodovia que liga a capital de SP ao oeste do Estado, ela é considerada um tapete, poucas subidas íngremes, muitas reta. Nela, dá para ficar nos 120 sem precisar reduzir (em poucas subidas apenas que preciso colocar a quarta para manter os 120). Aliás, já dirigi um Punto 1.6 de um colega meu na estrada e o achei bem espertinho.

            • mauricar20

              Conheço bem a Castello, povo de casa é da regiao de Prudente. Tapete mesmo, sendo ate dificil manter 120 km/h de tao boa.
              Por vezes tenho essa mesma sensação: podia ter uma sexta marcha, mas no Punto mantendo as atuais no mesmo escalonamento, ou seja, um 5+E.
              Fiquei com saudade da Belina 1.6 ano 82 com cambio 4+E na Castello Branco na época que o limite era 80km/h quase dava pra chegar em Prudente com um tanque, isso nos anos 80. Gastava pouco e andava muito.

        • blindzector

          Ohhh amiigo… me lembro quando tive um Focus, 1.8 16v! O carro gostoso, economico de se dirigir! Rotações bacanas qe o motor trabalha, e sem contar isso com o conforto qe ele tem… Nao reclamo do Corolla ( atual ) mas a caixa de 4Marchas e triste… a 120 3Mil rotaçções porem o carro responde legal e anda bem, mas bebe equivalente!

          Falando sobre HB20… Este e um carrinho qe to doido para dar uma andadinha! Essa semana qero dar uns role com ele! Ahhh se nao vo! hahahaha

          • mauricar20

            Temos um XEi desse automático 2010. Assino embaixo, um carro pacato, mas se provocado tem bom desempenho.
            Aproveitando, nosso Corolla tem os sensores de estacionamento traseiro, mas nao funciona. Nao sei se veio de fabrica(compramos com um ano de uso) ou foi instalado depois. Tem alguma coisa pra habilitar pra funcionar? Nao achei nada, os sensores estao la, mas quando engato a ré, nao funciona.

            • blindzector

              Mauricar20, muitos destes foram colocados a parte, solução e simples, ir a um bom eletro pra conhecer o problema! Muitas vzs e um fio solto, ou ateh mesmo a ligação nao ta passando e ou dando curto! Afinal, isso nao vem de fabrica do carro e sim vem da css… Ao menos aki em Brasilia, as css sao legais ( menos no bolso ) . O meu corolla ta com um problema cronico no freio… nao pode ver buraquinhos qe ele começa a trepidar e fazer um barulho chato… ja trokei as pastilhas… e ateh o disco, nada… mas nao atrapalha em nada na frenagem do carro! Entao, nao me preocupo, so e chato quando a pista e ruim!

              • mauricar20

                Vou fazer isso! Pensei que pudesse estar desabilitado…Obrigado.

                • blindzector

                  Desabilitarem algo tao util ainda mais com akela " bunda alta " do corolla? Certos lugares com o carro e ruim ir de ré justamente pela altura do Porta Malas…. E sempre bem vindo o sensor de ré!

                  • mauricar20

                    Concordo. Dureza estacionar de ré. Pensei que podia ser desabilitado, como o airbag. No meu Punto da pra desabilitar/habilitar algumas funcoes, como o radio ligar sozinho na partida ou o auto volume. Como o carro tem 70 mil km e nunca deu uma vírgula de defeito, nao pensei que poderia ser algum problema rsrs.

                    • blindzector

                      Por experiencia… Como parar um Corolla… Parte eletrica! kkkkkkkkkkk… So fui a oficina resolver eletrico! Nada alem disso, o resto e so oleo freios, pneus! O mais engraçado, contar um " testemunho " kkkkk…

                      – Fui a um eletro qe eu conhecia, e vi q o cara q conhecia nao estava mais la! O ar do carro do nada desligou… nao funcionava nada do painel… entao peguei o manual LI ANTES e fui ao Eletro… chegando la, argumentei… " Troca por favor o fusivel tal… de tal amperagem! " Ai o cara qe abordou foi verificar o problema, como bom entendedor de carro ja veio falando a velha frase.. " Vish, isso nao e fusivel nao… isso e coisa seria! O carro vai ter qe ficar aki para vermos o qe e … sabe como e neh… carro importado… corolla… " ai eu argumentei novamente, " So troca o fusivel, se persistir deixo o tempo necessario para resolver.. " Apos 2 minutos.. o carro sai da loja kkkkkkk… apenas com 5 reais pagos para comprar o Fusivel qe ainda achei caro!

                      Ou seja as pessoas nao tem o conhecimento e muitos tentam se dar bem com a falta de conhecimento! Fica esperto… Procurar alguem de confiança… pq em muitas das vzs, e algo tao simples, como foi no meu, apenas um Fusivel!

                      :)

                    • mauricar20

                      Boa ideia! Tb nao pensei nisso! Verificar os fusiveis! Kkkkkkk no custa nada.
                      Tive um Palio que nao funcionava mais o limpador traseiro e fusível. Andava ate com uns no porta luvas.

                      Amanhã vou olhar! Valeu!!

                    • blindzector

                      UHEuheuheueh… uma simples conversa e varias experiencias! Por isso e bom saber conversar em foruns!

                      Mas da uma olhadinha msm… afinal, e algo tao simples… e acredite e a unica forma de parar um corolla e com a parte eletrica ( sem oleo ja e comprovado… kkkkkkk demora um tikim pra parar, mas nao para nao! hahaha e combustivel ruim! )

                      Boa sorte… e Sucesso com o Corollão! :)

                    • Edson Roberto

                      Po… só falando do Corolla… o meu também de 4 marchas (mas é um Xsara) ficara em 3500rpm a 120km/h!!! Meu C3 1.4 que também tem cambio longo (voltado ao jeito do Focus) fica nos mesmos 3500rpm a 120km/h!

                    • blindzector

                      heuheuheuehe… Corolla aki neste ponto dominiou um pouco o assunto!

                      Mas oh… o Corolla, ele a 120km a 3200 de giro! Nao acho ruim, afinal, e dificil eu andar nessa faixa de velocidade… gosto mesmo e dos 100km… curtindo a paisagem! :) ( Tbm, mantendo o conta giro ali por volta dos 2600 )

                    • Eugenio C.

                      Se já começou chamando o Corolla de importado, esquece. Vai querer trocar a rebimboca da parafuseta também.

                    • blindzector

                      Heuheuheuhe… muitas oficinas de fundo de quintal dao preferencia aos velhos nacionais, e aos tradicionais como Gol, Uno Celta, Palio… pois tudo ser quase a mesma coisa e os problemas, quando aparecem, … pode preparar o bolso qe eles podem inventar muito mais qe o carro realmente tem! Como e de costume com os mexanicos!
                      Tanto qe quando conversei com ele, ele qeria qe simplesmente DESMONTAR o painel inteiro, deixar o carro la durante um dia! Sendo qe 5 minutos e o tempo maximo para se procurar o fusivel certo! E ainda chamam o carro de importado! kkkkkkk… Isso pq nao e akele quadradinho…

          • MauroRF

            Hehehehe, tive um desse 1.8 16v 2003, era econômico mesmo. Eu ainda morava em SP capital quando eu tinha e fazia 11 km por litro andando nem na manha nem rápido e com ar 50% do tempo. Era um motor muito econômico e com potência de sobra, que saudade também. O HB 20 deve ser melhor ainda que um Ka 1.6 do modelo atual que tive depois desse Focus 1.8. Deve ser nervioso o bicho, kkkk. Depois você conta do rolê.

  • anderson_sp

    Se o consumo dele é alto, imagina o i30 bem mais pesado usando este mesmo motor.

    • rvieria

      Isso é algo pra se pensar mesmo.
      Mas considerando que o i30 antigo tinha uma sede grande (todos os conhecidos que tem i30 alegam fazer entre 7~8 km/l), então, se mantiver o consumo de 7~8 com esse motor novo, eu diria que não seria uma paulada tão ruim.

      • Rafael4lves

        O problema é que se consumir o mesmo, vai consumir o mesmo andando menos!

        • rvieria

          dai são outros 500… heheh
          Que o i30 novo vai andar menos, todos sabemos. Na prática, o motorista só vai receber 115 cv líquidos, lembrando que os 128cv anunciados são brutos (e os 140cv são mentira). Pelo menos o consumo pra quem tinha um i30 antigo não vai mudar…

          • RomuloMadruga

            Quando você diz cv líquidos, refere-se à potência na roda?

            • rvieria

              Exatamente

              • thales_sr

                A potência líquida é a mais importante, mas para comparação temos que usar a potência do motor mesmo… Nenhum fabricante informa a potência nas rodas, aqui no Brasil pelo menos.

                • 3ic

                  Se não me engano, as 4 grandes divulgam sua potencia pela norma ABNT (liquida) fiat e gm com certeza.

                  Tem uma historia ( muitos aqui ja devem estar saturados de me ouvir falar) em que na época do monza e santana, o monza divulgava pela abnt 115 cv e o santana 127 cv pela SAE . Em todos os comparativos da época, o monza sempre se saia melhor que o santana em desempenho.

                  Exemplo de um astra
                  Chevrolet Astra 2.0 Flexpower (ABNT NBR 5484 – ISO 1585): Gasolina: 133 cv a 5.600 rpm Álcool: 140 cv

                  Agora do astra do astra antes de ganhar um upgrade do motor

                  Potência máxima líquida (ABNT NBR 5484/ISO 1585)121 cv (89,5 KW) / 5.200 rpm (gasolina)
                  127,6 cv (93,8 KW) / 5.200 rpm (álcool)

                  reparou no ABNT?

                  Abraço

                  • Stark

                    O Astra tem 140 no motor e uns 127 na roda

                  • Eugenio C.

                    A norma – que regulamenta a potência máxima efetiva líquida como medida padrão – está em vigor desde julho de 1996, pelo que sei. Como a Chevrolet ou outra montadora iria descumpri-la mais de 20 anos depois? Não entendi…

                    • 3ic

                      como a hyundai fez com seus modelos vendido spor aqui. 0 Pessoal so encherga cv sem saber se é efetivo ou bruto
                      Eles somente omitem dados, não mentem

                      Na epoca da estreia das vedetes com Injeção eletronica, eu Estranhava que o santana ex de 125 cv alegados, não conseguia um desempenho melhor que o Monza 500 E.F de 116 cv líquidos por exemplo.

                      O Gol GTi não tinha muita vantagem dos 99 (106 estimados) do GTS apesar de contar – teoricamente – com mais de vinte cavalos a mais.

                      Logo depois foram declarados 112 cavalos com equipamento de emissão ou cerca de 114 cvs sem o equipamento, os motores alcoolizados também eram declarados com 125 cavalos (Santana GLS) na época, e isso era muito explorado nas campanhas publicitárias.

                      O gol 1.000 cm3 Mi – sucessor do CHT – também acho que foi apresentado com potência bruta.

                    • Eugenio C.

                      Todos os casos que você citou são de antes de 1996, ou seja, antes da norma ABNT ISO 1585. Assim como os famosos 199cv do Maverick GT, que também eram brutos… (líquidos dariam cerca de 145cv – e o motor era V8 5.0…)

                      Eu me lembro do caso do Gol Mi, foi ainda em 1996 (modelo 1997), quando a Volks divulgou 61cv de potência bruta aos jornalistas no lançamento – mas por força dessa norma foi obrigada logo depois a divulgar a potência líquida, 54cv.

                  • thales_sr

                    A medida de potência na ABNT é líquida pois exige os equipamentos montados (bomba dagua, motor de arranque, etc), mas é com o motor fora do carro. Não é a potência na roda.

                    • 3ic

                      esqueci das rodas…

                      bom, em todo caso, vou deixar algo para uma melhor explicação:

                      Pelas normas da ABNT, o motor deveria ter sua potência medida com todos os periféricos conectados (bomba d'água, alternador, escapamento completo, direção hidráulica, etc) de maneira a trazer ao consumidor, um valor de potência mais real e condizente com o carro de linha de produção, que vai ser vendido de verdade.

                      A potência SAE permitia que o motor tivesse a potência aferida sem escapamento, sem alternador, bomba d'água e demais parafernálias, por isso o valor sobe bastante né hyundai? ( vide veloster)

                      Desculpe essa minha pequena falha.

                • Stark

                  Os unicos carros que conheço que tem a potencia divulgada sendo da roda é os Audi e o Jetta (TSi e 8V) sendo 200 e 120cv na roda!

                  • 3ic

                    Sim realmente confundi um pouco as coisas ( as rodas não entram nesse jogo).

                    deixei um resumo melhor explicado com o thales logo acima.

          • Miguel Martos

            Isso é sério mesmo? Dei uma pesquisada e não achei nada relacionado a ser liquido ou bruto a potencia.

            • 3ic

              Pelas normas da ABNT, o motor deveria ter sua potência medida com todos os periféricos conectados (bomba d'água, alternador, escapamento completo, direção hidráulica, etc) de maneira a trazer ao consumidor, um valor de potência mais real e condizente com o carro de linha de produção, que vai ser vendido de verdade.

              A potência SAE permitia que o motor tivesse a potência aferida sem escapamento, sem alternador, bomba d'água e demais parafernálias, por isso o valor sobe bastante né hyundai? ( vide veloster)

              So esqueci de tirar as "rodas" do carro…

              • Miguel Martos

                Entendi, mas e a fonte? Dei uma pesquisada e não encontro nada ser liquido ou bruta a potencia que a Hyundai alega.
                Mas e o torque? Ele tem diferenças nas medições de liquido e bruto?

        • apneto

          nao achei tão alto assim o consumo, mas, no i30, creio que aumenta e piora o desempenho.

      • anderson_sp

        O certo era ter mantido o 2.0 antigo mesmo ou ter partido pro mesmo motor do ix35 que é flex, se esse fosse o caso ou a desculpa dele ter um motor flexível, e este motor que casou bem com o HB20 que pesa pouco mais de 1ton contra mais de 1ton e 300kg do i30 antigo (se manter peso parecido como referência), fora o peso extra dos passageiros e alguma bagagem.

        • rvieria

          Sim.
          Creio que o motor 1.8 16V do Elantra seria a melhor pedida pro i30. O consumo dele não é um absurdo, ele tem uma boa cavalaria, 148cv e não deixaria o carro "manco".
          Esse 1.6 Gamma que a Hyundai colocou no HB20, sem algum tapa ou turbo, vai deixar o i30 manco igual ao Veloster.
          Considerando que esse mesmo motor já sofria críticas quanto à capacidade de levar o Cerato/Soul pra frente.

          • anderson_sp

            Não lembrava dele, poderia usá-lo também, seria uma boa opção.

      • futchos

        Lá vem ((todos os conhecidos que tem i30 alegam fazer entre 7~8 km/l), sempre a mesma balela.
        Por favor, estou cansado desta ladainha de um amigo, um conhecido, minha vizinha, meu primo, agora todos os conhecidos. ahahahahaah
        Já perdi muito tempo aqui.

        • rvieria

          Desculpa, mas eu não tenho um i30, então não posso te dizer em 1º mão: "Meu i30 faz XX km/l". Eu até cogitei adquirir um em dezembro, mas o preço final do carro e o atendimento podre que a Hyundai deu não foram o bastante. Todavia, eu tenho alguns amigos (conhecidos, se preferir) que tem o carro e sim, perguntei aos mesmos um pouco sobre o veículo antes mesmo de ir até uma Css. Então, camarada, não que seja belela. Consumo varia conforme o motorista, mas da pra tirar uma média do que o carro deve fazer. Dos 4 que perguntei, 3 me deram números entre 7 e 8, o que já ajuda a montar uma ideia.

          E sim, acho que você já perdeu muito do seu tempo, seu comentário não adicionou nada a discussão e só mostrou que você é bem mal-educado.

          • 3ic

            concordo, mas além de variar de motorista, varia de posto tb…

            tem posto que minha zafira faz media na cidade de 7,5 outro 6,9 e outro de 8,3 na gasolina

    • entoni94

      mas i30 tem cambio de 6 marchas, o que podera compensar isso…. ou não.

      • anderson_sp

        Se tivesse sobra de motor sim, mas como não tem, a relação de marchas deve ser mais curtas.

  • Dragoniten

    Se está a 3000rpm em 100km/h, a 120km/h vai estar em 3600rpm, que deve ser um bom ruído de motor durante a viagem, achei meio alto pra um motor desses.

    Infelizmente é como alguns já falaram, parece que quanto mais moderno o motor aqui no Brasil, mais ele bebe. Vá entender…

    • Ubaldir

      O câmbio é escalonado para se adequar ao motor, que só entrega potência e torque melhores acima de 3000 rotações. Por isso acaba ficando beberrão. O I30 2.0 não teve o câmbio escalonado assim e acaba gerando certo "desconforto" quando desce dos 120 km/h, pedindo reduções.

      • Dragoniten

        Mas o que é pior, reduzir de vez em quando pra quarta, ou ter um carro com um consumo "piorado" em uns 10~15%? É complicado achar o meio termo, ou o que agrada cada consumidor. Pra quem viaja muito, seria confortável deixar sempre na quinta/sexta, mas também vai gastar bem mais com combustível.

        • MauroRF

          Melhor ter câmbio longo e reduzir quando necessário, sem dúvida, é o caso do meu Focos 2.0 Duratec Flex, em quinta a 120, se vier subida, tem que reduzir para quarta, mas tem conforto de estar 3000 giros a 115 por hora.

          • Dragoniten

            Então, eu também sou do time do manual, rs. Se a alavanca tá lá, foi feita pra ser usada. Prefiro mil vezes ter que reduzir do que ter um carro beberrão.
            Meu Kazin 1.6 2009 faz cerca de 11km/l na estrada andando 110~120km/h. A quinta dele é exatamente como você descreveu a do Focus. Se vier subida a 120 não tem problema, mas se cair pra menos de 105, começa a ficar fraco. A 120km/h na quinta ele responde super bem, mesmo estando a 3100rpm.

            • MauroRF

              Pois é, tive um Kazinho desses já, que saudade, andava muito bem, hehehehe, depois casei e precisei pegar um maior, aí peguei um Focus 1.6 GLX do modelo antigo, 2009, muito bom, e agora o Focus 2.0 (também GLX, peguei em agosto de 2012). Uma coisa te falo: tanto o KA quanto o Focus 1.6 tinham mais força em baixa, bom para a cidade. Claro, tanto o Ka, quanto o Focus 1.6 também têm o mesmo câmbio longo, então, caiu para menos de 100 por hora, tem que reduzir, mas é uma delícia guiá-los a 120 "sem ouvir o motor". Mas esse câmbio longo no 2.0, que é 16v, faz ele ficar mais manco até uns 2000, 2500 giros. Mesmo assim, basta reduzir e esta resolvido o problema! Uma coisa é certa: o Focus 2.0 começa a pular depois dos 3 mil rpm, é uma potência de sobra. Na estrada, o ponteiro "desce" e tem que tomar cuidado.

              • Dragoniten

                Eu tava pensando ainda esses dias qual carro compraria quando casasse, e sem brincadeira, um dos primeiros que me veio à cabeça foi o Focus 2.0, hahahaha. O Duratec no teu Focus 2012 é econômico? Como estão as médias? Abs.

                • MauroRF

                  Hehehehe, pois é. Então, aqui onde moro, Itapetininga – SP, 150 mil habitantes, cidade com trânsito um pouco mais pesado apenas no Centro e com relevo menos acidentado que a Pouso Alegre do Éber faz uns 7 a 7,5 no etanol, com ar ligado 50 a 70% do tempo. Na estrada, com ar ligado e 120, faz cerca de 9 a 10, também no etanol. Claro, só pego estradas duplicadas, tapetes, tipo uma Castello Branco, e muitas vezes é difícil ficar só nos 120, rsrs. E pus gasolina apenas 1 vez nele, aqui em Itapetininga, o litro do Etanol está 1,65 e compensa. Grande abraço!

                  • blindzector

                    UHeuheueheuh… Nao venha para Brasilia não!!! R$2,25 o Alcool e a "mijolina" R$2,87…

                    Sonhava com o Focus 2.0 Duratec… Ou entao o Focus 1.6 Sigma, mas ele é mais pesado q o Fiesta e por isso… acho qe vou para o Fiesta com o 1.5 16v; ou qem sabe se a condição e o valor qe o novo vier; levo o 1.6!!!

                    • MauroRF

                      Caramba, meu, 2,25. Adorei o mijolina, kkkkkkkk. Olha, já dirigi o Fiesta em test drive, anda bem, mas você notará que o Focus anda bem menos, pois é mais pesado. Foi a mesma diferença entre KA 1.6 flex que tive e o Focus 1.6 do modelo antigo que tive na sequência, os dois com o Zetec 1.6, mas o Focus, apensar de andar bem, andava menos que o KA. Claro que vou falar o óbvio: compre o 1.6. Potência de sobra em ultrapassagens ou para entrar rapidamente em uma avenida de trânsito rápido são essenciais. Eu sofria quando tive um Fiesta 1.0 nas arrancadas. Como o Focus vai ser substituído pelo modelo novo em breve, você já consegue achar (pelo menos aqui no estado de SP) alguns GLX 2.0 por 51 k, 52, mas tem que fuçar. O meu eu comprei por 53k em agosto do ano passado e estou adorando. Grande abraço!

                    • blindzector

                      uheuheuheuehueh… E dificil a vida dos combustiveis aqui em Brasilia! Sao astronomicamente altos, mas ja vi 2,70 no alcool e 3,20 na gasolina!

                      Mijolina – kkkkkkkkkkkkkkkk… infelizmente e o qe pagamos, mais enxofre, mais alcool agora… ( putz… gasolina ja vai ficar mais cara e ainda mais vou ter qe parar mais vezes para abastecer pq o carro vai beber mais???? ¬¬ )

                      Focus x Fiesta… estou ancioso e esperançoso pelo New Fiesta… Alem de lindo, deve ser sensivelmente economico! Mas fico balançado pela emoção do Focus! E lindo… e sem contar qe nova versao vem ai! Ou seja esta versao atual vai baratear horrendamente! Vou esperar mais um pouco para tomar a decisao e enfim, escolher um carro agradavel e ainda mais no posto! Para mim, quanto menos parar no posto,… meu bolso agradecerá eternamente! Mas como disse… minha emoção e pelo Focus! Nossa… qe carro excelente! Se eu tiver com a carteira melhor… qem sabe compro o novisiimo! Nossa… vou ficar muuuito feliz e tbm, ja ouvi dizeres qe o carro e um T de dirigir! Como sempre, Ford fazendo carro para MOTORISTAS e nao para pessoas qe gostam de desfilar com seus Lentoster 1,6…

                    • Edson Roberto

                      Mauro, por curiosidade… vc que pesquisou… se o GLX 2.0 manual foi por esse valor, vc acha que por R$55000 se encontra o 2.0 automatico?

  • otavioamartins

    Como eu havia dito em outro comentário o HB20 1.6 está o olho da cara. E agora está sendo evidenciado pelo NA que seu consumo é alto, nem pensar em comprar um. Não tiro o mérito do carro não; é muito bonito, típico do design dos carros da Hyundai, mas o HB20 não é tudo isso por esse preço aí. Até agradeço o NA pelo esclarecimento de muitos quesitos dos carros. De acordo com os testes realizados tive a certeza de escolher o Onix 1.4. Vou fazer a compra tranquilamente e sabendo que terei um carro super econômico. Vlw NA!

    • Rafael_rec

      Outro ponto positivo na compra do Onix é que você ainda vai receber o carro no primeiro semestre.

      • Mr. Potato

        O problema do Onix é ser feinho. Mas nessa categoria realmente não se olha beleza, e sim o conjunto.

        • brnmilk

          Falar que o onix é feio é não ter mais argumentos para xingar… tudo bem falar que o Etios é feio, o agile é feio, o march é feio… mas o onix está longe disso.
          O conjunto do onix está muito bem acertado. assim como o do HB20. Ambos estão de parabéns no quesito "design".

          • Hellvins

            Acho que temos algumas pessoas que compraram o Onix que se sentiram ofendidos, olha eu não defendo nenhuma marca tem um fiat, e não defendo a fiat, meu carro é um porcaria para os padrões internacionais e locais, e não ganho nada da Fiat para defender ela, então eu vou chamar meu carro de lixo por que é um lixo e não vou defender a marca pois eu não ganho para isso !

            • Edson Roberto

              Ue… e qual o problema de discordar de um comentário?

              Eu também acho o Onix bonito. E nem por isso desconsiderei o HB20 que também acho bonito. Mas considerando preços e oque agrega em cada um, eu mesmo ficaria depois da opinião do Eber e eu mesmo ter conhecido com o Onix. Gosto de carro espaçoso e confortavel e isso é um ponto caracteristico do Onix e ainda que seja menos estavel, não é um carro nem de longe inseguro. Eu gostei mais dele do que o HB20 por exemplo.

              O unico HB20 que consideraria pela versão é a Premium mesmo. Entretanto o preço dela nem preciso dizer que até pegaria outros modelos como o Fiesta por exemplo.

          • thales_sr

            Achei o Onix feiosinho também… Mas só do lado de fora. O interior tá legal.

        • otavioamartins

          Bom, creio que gosto é um fator subjetivo. O que é bonito pra uns pode ser feio pra outros. Essa é uma questão que nem dá margem pra discussão mesmo. Entretanto,não há de se negar que grande maioria das pessoas acharam o Onix um carro bonito e o HB20 também. Já outra grande maioria achou o Etios muito feio (eu inclusive), tanto é que não emplacou nas vendas. Comenta-se que o Etios foi um tiro no pé e, que o correto, seria ter trazido o Yaris.

      • otavioamartins

        Rafael_rec, dei sorte cara. Teve uma desistência de um cliente na concessionária na minha cidade e o meu vai chegar já na segunda semana de fevereiro. E ainda exatamente na configuração que eu queria: 1.4, prata, sem o Mylink.

        • Edson Roberto

          Eu confesso que… só achei ruim por parte da GM não ter disponibilizado mais cores do Onix. Mas se fosse ter um, ficaria com o Laranja.

  • Filipe_GTS

    O consumo na estrada andando a 110 está ligeiramente alto, mesmo.
    Achei estranho atribuir boa estabilidade "mesmo sem pneus muito largos". São pneus 185 R15, certo? Está mais do que bom para um carro 1.6L. A mania dos rodões está cada vez pior.

    • Dragoniten

      Pelo o que eu encontrei na internet, os pneus que ele usa são 175. Finíssimos pra tanta potência, rs. O 185 daria mais conta do recado na hora de uma arrancadinha mais rápida, o 195 faria o bicho colar no chão. Mais que isso é puro exagero.

      • thales_sr

        O 1.6 mais simples é 175R14, o Premium é 185R15. Achei a escolha bem acertada. Se o cara socar o pé na primeira marcha acho que ele vai ciscar sim, mas a proposta do carro é ser um hatch para competir com o Gol, não tem pretensões esportivas. No mais, nada impede o dono trocar as rodas (e, a depender da escolha, cagar o comportamento dinâmico do carro).

        • Hellvins

          Qual será a marca do pneu dizem que até isso tem desempenho diferente!

          • thales_sr

            A depender do modelo, você tem uma resistência à rodagem maior ou menor, e isso influencia no atrito ao solo, e portanto em desempenho e consumo. Mas a diferença é pouca, no tocante a desempenho. A diferença maior é na aderência em curvas, ruído e durabilidade dos pneus.

  • MateusPicapeiro

    Mesmo com esse consumo razoável, continuo achando ele o melhor hatch pequeno da categoria.

    • gcarlos

      É verdade, disparado em o mais bonito, mas pra compra um popular o consumo vai influir bastante na escolha. Por esse preço dar pra comprar um corolaa usado com o mesmo consumo.

      • thales_sr

        Pois é, dá até pra comprar um BMW M5 usado! Quem sabe até um Porsche?

      • Hellvins

        Corolla bem usado, né, pois o preço do usado subiu, os usados com menos de 3 anos deram uma subida bonita, não fica nem próximo desse carro que é zero!

        • gcarlos

          Depende do lugar q vc mora, aqui na minha cidade dar pra conseguir Corolla 08/09/10 com até 20.000km rodados, impecável. Agora o cara tem q ter um pouco de paciencia pra conseguir ´´pescar´algumas jóias. Só como exemplo comprei uma L200 02 em estado impecável, dar pra contar os pequenos riscos nos dedos da mão.

    • marciors01

      É o mais bonito, o melhor não sei, é muito caro, o acabamento não é tudo isso, naõ é muito silencioso e bebe demais, tem suas qualidades mas classificá-lo de O melhor não dá.

  • jonathan1985

    Consumo era o ponto que mais me deixava em "dúvida" sobre o HB20, alguns lugares falavam em ser economicos, outros não, como pra mim o NA tem MUITA credibilidade, está comprovado, é um BEBERRÃO mesmo.

    Agora pergunto, de que adianta berrar por aí que tem motor moderno isso e aquilo se isso nao é convertido em economia de combustível (palavra "chave" nos tempos atuais)?

    • blindzector

      Jonathan… o maiores problemas são… como foram feitos os testes temperatura, pressao atmosférica, combustivel… tudo isso influencia nos testes! Por isso e bom sempre pesquisar MUUUUITO antes de pisar na jaca!

      Um problema particular do nosso Brasilsilsil, é o combustivel… PODRE… horrendo… fazendo com qe nossos carros bebam mais… muito enxofre, a gasolina agora tem mistura do alcool… isso tudo e a falta do Brasil investir em REFINARIAS! temos poucas para a demanda interna do pais, com isso, exportamos Petroleo, para importarmos gasolina… Da mesma forma com tantos outros produtos qe temos no Brasil, Ferro, Bauxita, e outros minerios qe infelizmente o Brasil e apenas um pais de exploração como dsd seus primordios quando pisou o Europeu… somos apenas vistos como Exploração… nao somos um pais qe investe na industria, fazendo-a crescer, na realidade a coisa e bem diferente!

  • gcarlos

    Com essa, está confirmado, como diziam outros aqui, motor é moderno, econômico,blá, blá….. Moderno pode até ser, mas não quer dizer q modernidade não é sinônimo de economia, não para o motor da Hyundai. Por enquanto ainda não vejo razão de trocar um bom carro usado, mesmo q tenha motor ´´jurássico´´ por um HB20 voltando uma pilha de dinheiro. No meu modesto entender.

    • rvieria

      Vide o caso da GM com o Cruze.
      O Cruze tem um motor mais "moderno" (considere que essa versão do ECOTECH que temos aqui já é ultrapassada no exterior) e consome bastante. Todavia, considerando que o Cruze é monstruosamente pesado e tem rodas ginormes, eu diria que o consumo dele não é muito fora da realidade do segmento (Relatos de todos os lados dizem que o consumo dele, aqui em Porto Alegre, com gasolina, fica na casa dos 9km/l).
      Já o HB20 meio que decepcionou com o consumo.
      Fico curioso com as médias do motor 1.0.

    • mauricar20

      Verdade… gastao esse carro!!! e o NA confirmou que senti quando dirigi esse carro: ele é fraco em baixas rotações, mesmo com comando de válvulas variável. O carro anda bem pq é leve, e esse motor nao e a oitava maravilha do mundo.

  • Ughadoo

    É curioso… As médias de consumo do HB20 testado pelo NA são muito próximas às que registro com o meu Astra 2.0 8V 2010: 6,5 km/l na cidade e 10 km/l na estrada com etanol (contra 6,6 km/l e 9,8 km/l do HB20). A média na estrada até dá para comparar, uma vez que ambas foram com ar condicionado e a aprox. 110 km/h, mas a na cidade é apenas uma coincidência – duvido que o circuito de teste usado pelo NA seja parecido com o que uso no dia a dia.

    Os dois carros andam bem, mas com perfil diferente: o motor do Astra prefere rodar em rotações médias enquanto que o do HB20 parece ser mais alegre com rotações altas. As relações de marcha também são diferentes; a 100 km/h o Astra fica em aprox. 2500 rpm.

    • LS7

      Também tive um Astra 2010 (140 cv) e o consumo dele é bom, principalmente na estrada. Viajando a 110 Km/h com o ar ligado faz 14 Km/l de gasolina.
      O Astra tem relações de marcha longas, principalmente a 5ª (consumo apurado no trecho Brasília-Uberaba).
      Hoje tenho um Cruze AT, que faz 13,5 km/l rodando na mesma velocidade e com o ar ligado.
      Então achei o consumo desse HB20 um tanto exagerado mesmo, por conta de seu porte e peso.

  • Romul0

    Nossa senhora, eu faço 12km/l no 307 com 30cv a mais na rodovia.
    Bem beberrão hein!?

  • onages

    Gostaria de saber da equipe noticias automotivas se em relação a estabilidade, o hb20 gera perda de aderência acima dos 120 km/h, pois todos dizem que a direção fica super leve. Outra coisa, gostaria de saber se em comparação ao gol 1.6 o desempenho do hyundai é muito maior que o carro da vw e se em termos de estabilidade o gol ganha ou perde do mesmo..

    Obrigado pela atenção!

  • Emanuel87BM

    Que carro barulhento!

    Barulho na estrada parece com o do meu antigo Celta… Tinha que por o som alto para tentar anular esse ruido.

  • lfmorandini

    13,8 km/l com gasolina, sempre rodando com ar-condicionado ligado e mantendo 110 km/h.

    Nao achei ruim nao.Alias acho estranho quem quer um carro 1.6 de 128 cv e busca consumo de 1.0.É no minimo uma contradiçao.

    O carro ,aparentemente, pelo que o Eber escreveu é exelente.Bom de curva,bom de aceleraçao e consumo na casa dos 14km/l.
    Sempre lembrando que o carro parte de 39 mil reais no motor 1.6…entao acho que esse consumo é bem dentro do padrao financeiro de quem paga 40 mil reais em um carro.

    Pra mim é sem duvidas o melhor do mercado para quem busca potencia num compacto.Nao so pelo motor,mas pelo conjunto todo(nao nessa versao que o Eber testou,mas sim nas mais basicas do 1.6).

    Agora amigos,nos resta esperar pelo New Fiesta brasileiro…se partir da casa dos 38 mil(ou ate mais abaixo na versao 1.5) pode ser exelente.
    Tem um blogueiro cravando que esse 1.5 tem 113 cv no alcool.Se chegar por preços acessiveis acaba com o HB20 1.6 e com o Onix 1.4 ja que é melhor,mais bonito e maior.

    • W_Costa

      Com certeza a intenção da Ford é lucrar mais com o New Fiesta nacionalizado, deva ficar ainda beirando os 50 mil o 1.5 (ainda mais com o fim da redução do IPI que justifica manter os preços nessa faixa), também vão alegar que ele é de segmento superior ("Premium") onde estão: C3, Punto, Polo, Sonic e 208, e que não é um popular.

  • W_Costa

    HB20 vai pra cidade e pra estrada também……beber, beber, beber, beber…
    Pelo menos na estrada não foi tão ruím.

    • Hellvins

      ainda bem que carro não faz teste de bafómetro, se não o HB20 tava perdido!

  • LuccasVillela

    Não achei tão ruim na estrada, até decente. Pior foi na cidade…

  • thales_sr

    "Nas curvas, o HB20 surpreendeu mais uma vez: ele se mantém estável mesmo não tendo uma suspensão muito dura e não tendo rodas grandes com pneus de perfil muito baixo." Surpreendeu os "modistas" que acham que precisa de roda aro 200 pra ter boa dirigibilidade… Vectra GSi com 150 cv e 20 kgfm de torque usava 195R15.
    Roda grande serve pra acomodar discos de freio maiores. Crescer além disso é só jogar contra desempenho e consumo, além de aumentar a massa não-suspensa.

  • strikeness

    1.6 fazendo 13.8 km/L com o ar ligado e tá achando que bebe?

    • Eugenio C.

      Pensei a mesma coisa.

    • Ughadoo

      Não é um consumo terrível, mas lembre-se que é o valor com gasolina, enquanto que a maior parte dos testes feitos por revistas é com alcool.

      13,8 km/l com gasolina equivalem a aprox. 9,7 km/l com etanol (valor bem próximo do medido pelo NA, que foi de 9,8 km/l). Tenho um Astra 2.0 8V 2010 que faz 10 km/l com etanol e ar condicionado ligado na estrada e o Astra não tem fama de ser econômico.

  • fermf

    1° O Consumo é assustador para um carro que tem menos de 1000kg e teóricamente não gira tanto para mover o carro.
    2° É perigoso a potencia desse carro para esses pneus, mesmo que pareça ter tanta estabilidade.
    3° Desconfio da qualidade de construção, e que seja igual o segmento que ele pertence mas finge que não é: compactos populares. É de conhecimento geral que os populares são contruídos com chapas de aço e soldas de menor qualidade e pode parecer conhecidencia mas carros compactos mais seguros geralmente são mais pesados. TAlvez o pouco peso signifique menor qualidade e não maior tecnologia de construção. Para efeito de comparação, FIAT500 é menor e pesa 1060KG, new fiesta é quase do mesmo tamanho e pesa mais de 1100, punto pesa quase 1200kg e por mais que pessoas não gostem do nome compactos premium, é inegável que esses carros denominados premium são construidos com mais cuidados e melhores materiais.

    Comparem os crash-testes de uno, sandero, gol, palio antigo e march que são carros com o mesmo porte desse HB20 com polo e new fiesta que tbm são compactos…

    • W_Costa

      Parabéns amigo, vejo que tem mais pessoas inteligentes postando por aqui e menos fanboys cegos por marcas/modelos, não é coincidência não, é fato a questão do peso/qualidade, apesar de não vermos crash-tests de carros populares (como Gol, Celta, Uno, etc), pode-se perceber em vídeos de acidentes desses carros como eles ficam após as batidas, é nítida a falta de qualidade de construção.

  • Stark

    Excelente carro, porém eu não teria um por conta de consumo, nos populares prefiro continuar com 8V pois tem mais torque em todas as rotações, o câmbio é mais longo, e o consumo é melhor por ser um motor mais simples.

    • Eugenio C.

      O 1.6 da Volks não consegue essa marca de consumo… note que é com ar ligado e a 110km/h.

      • thales_sr

        Olha que consegue… rs Eu tenho um.
        Mas os 8V não tem mais torque em todas as rotações: Se o tivesse, também teria maior potência máxima. O 1.6 da VW tem mais torque em baixas rotações, depois dos 4000 rpm ele fica meio choco.

  • Acport

    Me lembrei do teste do New Fiesta, que conseguiu consumo de 11,7 km/l de álcool na estrada, e 15,5 km/l de gasolina, com ar ligado.

    • Hellvins

      Mas o motor do new fiesta, é o sigma, assim e bem longe de ser o melhor motor do mundo, mas em mateira de consumo é o melhor do brasil!

  • Hellvins

    Sim o Onix e feio sim, a traseira parece de mulher que não tem bunda ou a bunda é para dentro!

  • safas44

    Tenho um corsa 2001 wind 1.0 e faz 10km na cidade, isso eu pisando leve, sempre a 60km, 70km e nao mais q isso. O hb faz a mesma coisa praticamente com motor 1.6 e ar ligado. Pra mim o consumo dele esta bom, pode nao ser o melhor, mas comparando com meu carro ta ótimo.

  • capereiraapf

    Possivelmente o cara que fez o teste não sabe dirigir de forma econômica. Deve ser aqueles caras que vivem reduzindo a marcha no menor sinal de perda de velocidade, e ficam naquele acelera freia frenético que todo mundo conhece. Meu HB20 tirado em 15/12/11, hj com 2400 KM, faz 10,5 km por litro com 5 passageiros, ar condicionado ligado e a 110 km/h em 80% do tempo, só diminuindo qdo pega transito. Nessas mesmas condições, mas só com o motorista, ele faz 11,2 km/l. Sem o motorista e sem o ar ligado, ele fez 11,8 km/l. Sem o motorista e sem o ar ligado e a 110 km/h, ele chegou a fazer 12,5 km/l. Todas essas medidas foram feitas só com alcool, não abasteci com gasolina nem uma vezinha ainda. A questão é saber dirigir, coisa que aprendi muito bem com mais de 23 anos de carteira,

    • Não, não dirijo da maneira que você falou. Trabalho com avaliação de carro já por um bom tempo, avaliamos cerca de 50 carros já aqui no NA, acho que sei atuar como um avaliador correto de carros.

      Se eu dirigisse da maneira que falou, todos os carros avaliados em nosso site teriam consumo alto, certo? Pelo contrário, o Onix 1.4 conseguiu 16,8 km/l na estrada por aqui. Mas o ponto é aquele que eu sempre falo.. quando mexe com o carro que as pessoas tem, elas levam para o lado pessoal.

      Não precisa dizer que quem fala mal do consumo do seu HB20 não sabe dirigir. Nenhum carro é perfeito. E o HB20 que a Hyundai nos cedeu estava com um consumo alto mesmo com nós dirigindo ele corretamente.

    • Acport

      Queria saber como se faz para medir o consumo do carro na estrada SEM o motorista. Fiquei curioso…

      ps: essa foi só para descontrair um pouco…kkkkk

  • raimundo

    Tenho um hb20 1.0 com alcool ele faz em media 8 km na cidade e na estrada 11,8 sempre com ar ligado, ainda nao abastecir com gasolina, mas provavelmente deverar fazer 16km na estrada, ja que o teste do imetro dava 9.8 na estrada com alcool e fez 2km a mais. E agora que rodei 350km, depois dos 1.000km melhora o consumo e o desempenho.

  • Rodrigo

    capereiraapf
    "Sem o motorista e sem o ar ligado e a 110 km/h, ele chegou a fazer 12,5 km/l."

    Sem o motorista??

  • nico

    discordo.
    tenho um hb20 1.6 automático e o meu faz no circuito misto(entenda-se estrada e cidade) 11,5km/l
    o carro é recente, nao tem 1 mês que estou rodando ainda.
    a tendência é melhorar o consumo.

    outro ponto a destacar é que o consumo 'vai do peso do pé' de quem esta dirigindo. explico melhor, é claro q se pisar fundo em todos os momentos o consumo será alto, independente do carro que se testa. e qual tipo de motor ele tenha.

    quanto ao isolamento do carro, também discordo do que foi escrito, mostrou-se até agora bem silencioso, e o barulho do motor quase não se ouve. o carro ligado parado, parece que o motor está desligado.

    cada um tire suas próprias conclusões. repeito esse site. frequentemente leio as matérias aqui escritas. mas nesses 2 pontos que citei, tive que discordar.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend