Avaliações JAC Motors Sedãs

Avaliação NA – JAC J5 (4) – Comportamento e consumo na estrada

jac-j5-estrada Avaliação NA - JAC J5 (4) - Comportamento e consumo na estrada

Motor 16 válvulas e câmbio de relações longas. Apenas 1,5 litro de deslocamento e um peso total acima dos 1.300 quilos. Qual é o resultado quando juntamos todos esses ingredientes? Não, não é exatamente aquilo que você pensou. O J5 anda bem na estrada quando explorado em toda a sua faixa de rotações, e nessas condições, chega até a entregar prazer ao dirigir e também uma condução interessante.



Notamos esta característica também no J3, com seu motor 1.4, os carros da JAC passam a ter um bom desempenho quando você não tem dó de pisar fundo. Fazendo isso com o J5 na estrada, vimos que em certos momentos ele tem até mesmo um desempenho superior ao que se esperaria de um sedã 1.5.

Andando a 100 km/h, temos um nível de ruído razoável, e surpreendentemente não temos aquele ruído aerodinâmico vindo da porta do motorista, que quase sempre reclamamos em nossas avaliações na estrada. O motor é ruidoso, e o ruído dos pneus é um pouco alto, mas isso seria mesmo de se esperar de pneus largos de 17 polegadas.

Se você costuma andar na estrada a 100 km/h, saiba que em quinta marcha o J5 não está em uma faixa de rotação ideal nesta velocidade, e com isso ele perde velocidade em subidas nem mesmo muito íngremes. Quem andar a 110 ou 120 km/h terá respostas melhores neste sentido.

Ao fazermos ultrapassagens ou retomadas com o JAC J5, vemos como ele se torna gostoso de guiar em situações assim. Seu conjunto motor/câmbio parece ter sido calibrado especialmente para isso. Motor girador, câmbio agradável de se usar, etc.

E a estabilidade do J5 nas estradas? Bem, jornalistas automotivos comentaram a respeito da falta de estabilidade do modelo a partir de 120 km/h, e neste ponto temos de concordar 100%. É uma pena que isso aconteça, pois o J5 vai bem na estrada em quase todos os outros quesitos.

Chegando a 120 km/h, a dianteira fica bem leve. Quando fiz isso pela primeira vez, confesso que fiquei até com medo. Parece que o carro está em cima de uma gelatina, a ligação do comando dado no volante e as rodas parece que não existe, ou que é retardada em alguns décimos de segundo. Você vira o volante levemente de um lado para o outro e a frente demora a responder.

O que parece que acontece é que a frente é muito alta, e os pneus tem um perfil muito baixo, e que a suspensão não é firme o suficiente para controlar aquela parte do carro. Com isso, aqueles que gostam de andar mais rápido devem fazer um test-drive na estrada antes de comprar um J5. Se você anda em estradas com frequência, não compre o sedã da JAC sem antes levar ele até a estrada.

Pode ser que com os pneus mais altos das rodas de 16 polegadas, que vem de série no modelo, este problema seja menor. Mas com as rodas de 17 polegadas, o J5 ficou bem instável. O consumo: nossa avaliação revelou um consumo de 11,9 km/l na estrada.

Não se trata do consumo que esperávamos na estrada, já que conseguimos 10 km/l na cidade. E este consumo não foi alcançado fazendo retomadas fortes como fazemos na estrada de nossos vídeos, aqui perto. Foi o consumo aferido vindo de São Paulo para cá.

Neste percurso temos várias curvas e subidas e isso prejudica o consumo, no entanto, pelo menos a estrada não é de pista simples, exigindo ultrapassagens constantes. Mas é claro que pode ser que em estradas planas o consumo alcançado seja melhor.

4.0

  • silvio_Brito

    Então ele não é diferente do meu palio 1.3 2005 – A 120/130 (no ponteiro) o consumo e vc se sente tão seguro quanto numa montanha russa. rss. A estabilidade tende a melhorar se o carro estiver mais pesado..
    O J5 é bonito, mas ainda ta muito longe do esperado. Acredito que se o preço fosse mais convidativo … eu mesmo até arriscaria.
    Se custasse R$48.000,00 – Então seria muito interessante, visto que seu motor seria mais condizente com esta faixa de preço – e ainda por se tratar de uma marca nova.

    • FellipeZ

      48k seria um preço justo no Brasil, sim

    • Pedro_Rocha

      Esses sintomas de perda de estabilidade do J5 aparecem a 170Km/h no Corolla. Experiência própria que não recomendo aos que lerem tentarem. Além disso, marquei com este na estrada 14,3 Km/l a 100 km/h na minha última viagem.

      Ou seja, o J5 é inferior até mesmo ao senil (mas honesto no que oferece) Corolla.

      • rogeriulima

        Com a versão de entrada do Corolla custando mais de 10k de diferença ele tem a obrigação de ser melhor mesmo.
        Por sorte não precisa chegar a mais de 10k pra se achar coisa melhor que o J5 (e ao Corolla???), Sentra, Fluence e 408 mandam lembraças.

      • Edson Roberto

        Maldade sem necessidade. Ele disse de algo que ele mesmo sabe que é perigoso mas também acredito eu, deve ter feito isso sem causar perigo aos demais motoristas. Ele mesmo disse cheio de receios para não tentarem para ter segurança.

    • marciors01

      Nem assim, novamente temos sentra que é bem superior por 49.900, precisaria custar significativamente menos do que o sentra.

  • willyaugusto

    Se ta ruim com as 17 e pneu de perfil baixo só pioraria com as 16…

    • exmarujo

      Se a suspensão foi calibrada para 16" e se colocar 17 fica instável

      • willyaugusto

        Se o diâmetro total de roda + pneu não é alterado, nada é afetado na geometria da suspensão. Portanto com o pneu maior e de perfil mais baixo, devido a maior resistência lateral destes pneus, a tendência é que a resposta do volante seja mais direta, o que colabora para a estabilidade do carro. Esta é a informação que obtive através de pesquisas antes de realizar esta troca em um carro meu e comprovar a informação na prática.

        • Edson Roberto

          Depende do ajuste. Ao que parece, o J5 foi concebido desde a engenharia a rodar com rodas e pneus de menor arrasto. Nesse caso é possível que o diametro tenha passado além do ideal e tenha contribuido para a perda de tração.

          Exemplo fora de fabrica que mais acontece, é ver o pessoal pegando Gol, Celta, entre outros e colocando rodas fugindo do diametro correto. E ao inves de ficar "acentado" no chão, o mesmo fica instavel. (o cara dirige na rua e sente estavel, mas ao pegar um chuva por exemplo, ele fica bem instavel).

          Acho que nisso, é onde o J5 peca, pois acredito piamente que do lado da engenharia ele não foi previsto para calçar rodas e pneus largos.

  • wrlopes

    Carro para quem tem família e para tem que condução familiar, 11km/l é decepcionante.
    Outro detalhe é um carro que sai de frente a 120km/h é erro de projeto, talvez devessem trabalhar mais a suspensão no Brasil para que futuramente resolva isto.

  • Castle_Bravo

    12 km/l na estrada! o.O

    Os "jurássicos" motores nacionais com tecnologias de duas décadas atrás e flexíveis humilham o moderno 16v VVT monocombustível da JAC.

    • sergiopsy

      Humilha mesmo, meu polo sedan faz 14,5/15 na estrada! Deveria ser mais economico.

    • Stark

      Putz pior que é verdade (infelizmente)! Tem muitos Simples 8V por aí fazendo 14.5 km/l @ 100 km/h e 12 km/l @ 120 km/h.

      Um exemplo é o Jetta Comfortline que é um carro economico, em duas avaliações que eu vi as duas elogiaram o Consumo que foi excelente, em uma avaliação de uma revista famosa o Jetta Comfortline TipTronic fez 10.9 km/l na Estrada com ETANOL porém com o Piloto Automático ligado em 120km/h o tempo todo por todo o percurso da rodovia.

      E eu vejo muito Cruze LT AT fazendo 9 km/l no Etanol e na Gasolina fazer 11~12 ! Um negócio que eu queria entender, porquê alguns Modernos 16V com Comando Duplo e Variável acabam bebendo o mesmo ou até mais que os simples de 20 anos atrás. (não vale pra todos)

      Que bagunça!

      • O problema é que o Ecotec da GM deveria se chamar Bebetec, ele consome demais para o que oferece.

      • mho

        Vectra C a 120Km/h faz 12km/l na gasolina.
        Dizem que o Vectra B 2.2 16v é o mais econômico desta família, alguns falam de 13km/l ou alguns décimos a mais nesta faixa de velocidade. As vezes eu fico imaginando como seria se este motor tivesse evoluído por aqui.

        • jaderf

          realmente é isso mesmo no 2.2 , o meu é um 8v e fiz recentemente uma viagem de quase 3 mil km com ele. alem de se comportar perfeitamente pra um carro de 13 anos (ano 99), fiz 13,8 km/l de media.
          Fomos em 2 carros, o outro um corolla SEG 08/09, que fez media de 13,9 km/l…engraçado que todos falam mal do consumo do vectra e muito bem do consumo do corolla, e deu empate tecnico no consumo dessa viagem, ambos abastecidos com gasolina, claro.

          • Stark

            Sim sim mas sabe o que está acontecendo? O Consumo dos GM 8V sempre foi esse, e antes os Japoneses eram infinitamente mais econômicos que os GM. Porém hoje aconteceu que os Japoneses e outros modernos estão piorando no Consumo mas os GM 8V e alguns outros antigos 8V ainda estão bebendo a mesma coisa, aí em alguns casos tá até se invertendo (Ecotec e Monzatech bebendo o mesmo e em alguns casos o Ecotec 1.8 bebendo mais que os Monzatech (Percebido claramente na avaliação do Cruze aqui do NA) ).

    • 3ic

      pior que é verdade…a zafira 2.0 flex indica 13,5 km/l no comp de bordo na estrada carregando 3 pessoas o monza ( tb tem um comp de bordo) indicava 14. alguma coisa nas mesmas condições. Agora esse jac carregando uma pessoa e bebendo td isso na estrada?

      • marcosldesouza

        O carro é muito grande pro motor…
        O motor faz muita força para acelerar o carro, gasta mais combustivel que um carro com motor grande. Parece que o carro tá sempre carregado.
        è tipo a diferença do vectra 2.2 quase vazio e dele com 5 passageiros, e bagageiro cheio…vc nota a diferença no consumo.

        • 3ic

          Obrigado, faz sentido o que vc disse.. abração

        • Castle_Bravo

          Na estrada este subdimensionamento seria pouco relevante ao consumo, já que para manter um carro em velocidade constante, é necessário muito menos energia.

    • PauloPGomes

      Acho que o Eber judiou um pouquinho da aceleração viu! ahuah
      O Bicho deve girar bem solto, ai o consumo vai pro limbo mesmo! ahah

  • epicentro01

    Resumindo: Não é negócio gastar grana em um J5!

    • exmarujo

      Nada como você fazer o teste drive e tirar as suas conclusões, eu pelo menos em carro e mulher não vou na conversa dos outros, tenho que testar primeiro:D

      • giodoesitbetter

        Bem, eu digo que no caso de mulher, as referências sobre o histórico de antigos donos são importantes para mim.

  • Stark

    Gostei da avaliação, realmente o J5 tem esse problema de ficar flutuando a mais de 120 km/h, porém ainda continuo achando que um Câmbio Automático seria melhor.

  • marciors01

    Interessante que o j5 é quase elogiado com as afirmações de que esticando as marchas anda bem, etc, etc enquanto o cobalt foi muito criticado, mesmo tendo desempenho até melhor.
    Quem criticou e chamou o cobalt de lento em hipótese alguma pode pensar em elogiar este j5 que é mais lento e MUITO MAIS RUIDOSO, o cobalt parece ser um carro bem melhor em todos os sentidos, menos aparência obviamente.

  • thiagolamim

    o rapaz tem um certo apetite para nossa gasolina eim!

  • MecanicoDigital

    O consumo baixo na estrada pode ser explicado pelo mal casamento do motor 16v com o câmbio longo.

  • Salazar1966

    Não sei, não.
    Um carro que faz 10 na cidade, deveria fazer mais na estrada. esta é a lógica. Pelo menos uns 13 ou 14.
    Teve um amigo que falou que o seu Polo faz isso. Duvido, se no mesmo percurso que este JAC, já que estamos falando de um jurássico.
    Este fim de semana fui ver o J3 Turim que meu vizinho comprou. Até andei no carro. Filé. Não perde em nada dos nossos dinossauros da categoria, pelo contrário, tem muito mais acessórios pelo mesmo preço. E o acabamento, detalhes da lata dentro do porta malas, enquadramento das portas, materiais das forrações e etc, nada que o deprecie. Muito superior aos carros da Cherry, e da maioria dos ditos, nacionais.
    Fico imaginando o J5. Que é superior em categoria e acabamento. Deve ser muito bom.
    Antes de ficar julgando, pelos números apresentados e parecer de um motorista e teste relativamente pequeno. Vou conhecer o carro melhor, de perto e aí sim, concordar ou discordar do parecer aqui feito.
    A questão da suspensão, esta sim eu acredito que seja preocupante, apesar de ser uma situação, acima de 120 Km, velocidade permitida.
    Também acho o Sentra melhor que ele, é um melhor em tudo pelo preço parecido, apesar do designe já antiquado.
    Mas continuo achando melhor opção que um Grand Siena completo, New Fiesta, Polo ou até mesmo o Linea.

    • 3ic

      pq não? meu monza faz 14,3 e a minha zafira faz 13,5 carregando 3 pessoas? pq o polo não poderia?

      • Salazar1966

        Aaaaa, não! Não brinca, cara.
        Monza e Zafira 13/14???? Somente se for em 5ª marcha, a 60 ou 80km/h, no plano e sem vento (e com farol e ar desligado).

    • MM_

      Minha irmã teve um Fiesta Supercharger que se vc pisasse bem, gastava + na estrada do que na cidade. Muito carro 1.0 tem essa característica.

  • marciors01

    Não acho que seja superior ao new fiesta porque este oferece muito em equipamentos, new fiesta é para quem quer um carro compacto muito completo, o nosso médio mais barato a oferecer tantos equipamentos de segurança custa 76k, então veja que na prática o new fiesta não é tão carro assim se considerarmos o conteúdo.
    O sentra top tem seis airbags e abs contra sete airbags, abs e esp do new fiesta.

  • Acelerando

    De que adianta um motor fraco se não é econômico?

  • Teixeiracar

    Este carro não combina comigo pois gosto de pisar fundo… questao de estilo…prefiro um Focus 2.0 duratec, chega a 200 km/h e continua grudado no chão.

    • marcosldesouza

      Mas não existe no Brasil ainda uma Autobahn para vc andar a 200km/h grudado no chão…
      E andar numa velocidade dessas é no minimo uma tentativa de homicídio contra os outros motoristas que estão viajando.

      • Teixeiracar

        Apesar de ter curso de pilotagem, e de ter muitos anos de experiencia dirijindo principalmente em estradas, nunca me envolvi em nenhum acidente ; Logicamente que não dirijo sempre assim , procuro sempre respeitar os limites da via,mas…sabe como é né… em alguns momentos temos que atender aos nossos impulsos. Mas de garanto! faço isso com muita responsabilidade.

  • JosemarFloripa

    Aonde está o prazer de dirigir (segundo reportagem) num carro desses???… "O motor é ruidoso, e o ruído dos pneus é um pouco alto, mas isso seria mesmo de se esperar de pneus largos de 17 polegadas", BMW e Audis são ruidosos com pneus largos e de 17"???…falta estabilidade a 120km/h…"Chegando a 120 km/h, a dianteira fica bem leve. Quando fiz isso pela primeira vez, confesso que fiquei até com medo. Parece que o carro está em cima de uma gelatina"…faz de 0 a 100km/h em 14,9s e é lento em retomadas???…olha deixar de comprar um megane Gran Tour, por se não me engano 49mil, pra comprar isso ai tem que ser muito b… mesmo

  • Felix_S

    Pelo visto o carro é ruim de estrada mesmo. Acho que vou até parar de ler os testes do JAC 5…

  • marcio233

    Se ainda fabricasse, ia de velho Astra bem feliz. Mais barato em compra e manutenção. A JAC subestima os entendedores de carros nessa sua política de preços, pensando que nos venderão carros com marketing, apenas.
    Além do mais, para mim, tecnologia nova tem que dar resultado. Os avanços mecânicos em alguns carros não mostram melhoras que justificam o alto preço que o consumidor paga – um exemplo disso é o Ecotec do Cruze. Muita pompa para beber mais. Enquanto não tivesse algo realmente melhor para mostrar, mantivesse o que estava dando certo. E nem esta opção nos foi concedida…
    Ah, sim: opção: Cobalt… nem precisa dizer mais nada…

  • marcelo_ricardo

    Não entendi como pode ser prazeroso andar com esse carro…

    Motor subdimensionado, sai de frente, muito ruido de rodagem, cambio longo d+.

    Pelo mesmo preço de um Nissan Sentra CVT.

    Pessoal falando do Cruze beberrão, não achei tanto, conheço dono de um com 20kkm e marcamos as seguintes médias:

    Alcool/cidade = 6km/l (ar ligado 100% a 22 no auto)
    Alcool/Estrada = 11km/l (ar ligado 100% a 22 no auto e andando a 100km/h)

    Segundo ele, ta fazendo um pouquinho mais que o vectra 2009 (5,5 e 10)

  • Corvo

    Como pode um carro supostamente ''médio'' não ter opção de cambio automático ??? acho um absurdo isso

  • CharlesAle

    resumindo lendo todos os comentários,o carro é ruim de estrada,e caro só para rodar na cidade(pois um carro inseguro a mais de 120 na estrada não dá né)que ficamos com seus concorrentes então,e habib,sinceramente,oferecer um carro com esses defeitos graves,ainda mais para um povo já tão fraudado,é sacanagem…………

  • Marinelook

    é simples… motor japones 1.5 defasado(é o que a china ofereçe na maioria das vezes e podem dar graças a deus porque esta muito a frente do que as 4 queridas nossas ofereçem) + excesso de peso + E22 obrigatoria por lei…. igual a esse consumo ridiculo aí.

  • E_du_ba

    Resumindo, o carro é pra conduzir na cidade, não tem lá muita potencia, mas da um bom conforto. É bonito por dentro e por fora e é grande. É pra quem queria comprar um sedã do nivel do Civic, corolla, mas não tem verba pra isso. Não achei de todo ruim, mas pode melhorar.

  • Cesar

    tudo merda se comparados aos 408 1.6 thp, isso sim q é carro, estabilidade igual não existe no Brasil

    • Vinicius Hoffman Ribeiro

      Rapaz nunca vi tanta besteira na minha vida, tenho 1 J5 branco 2012 2013 22mil KM rodados, e sinceramente, Falta de estabilidade a 120KM? aonde? eu sempre que pego a 040 em minas para pompeu, faço 160 km brincando, e seguramente, e curvas faço a 120, a 100 km hora, consumo 11km/l na cidade? então eu to ficando LOUCO, pois de belo horizonte a cidade de pompeu, na localização que eu vou exatamente 194,5km de distancia, enchi meu tanque, fui e voltei rodando no marcador exatos 388,km rodados, e nisto tudo gastei 22 litros de gasolina, e a média que eu fiz foi de 26litros ( jogando 24litros amais) ficando na média de 14,92 km/L ou seja joguei 4 litros não gastos amais, pois quando cheguei em belo horizonte pedi para completar o tanque e gastei exatamente 60 reais para recompletar o tanque, ou seja 60 reais para rodar quase 400km se eu fosse jogar a média exata do que gastei daria seus absurdos 16,2 km/l.

      E vou falar mais, antes de julgar a revista pela capa, faça um teste driver, e pergunte a quem possui o carro, o meu dentro da cidade com ar ligado da uma média de 10,9 km/L sem ar ligado 11,3 a 11,6 ou seja o caboclo ai que postou estes testes estava rodando com 5mil giros sem parar para dar apenas 11.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend