Avaliações Matérias NA Minivans Nissan

Avaliação NA – Nissan Livina 4 – Comportamento na cidade

nissan-livina-avaliacao-na-exterior-2 Avaliação NA - Nissan Livina 4 - Comportamento na cidade







Rodamos em torno de 60 quilômetros com a Livina na cidade. Para que o consumo médio deste percurso não fosse irreal, refletindo apenas um tipo de situação, fizemos a mesma coisa que fizemos com o Cerato.

Rodamos em ruas estreitas, mas também em avenidas e em uma via perimetral da cidade, com velocidade entre 60 e 80 quilômetros por hora, além de pegarmos um trecho pequeno de estrada.

nissan-livina-avaliacao-viagem-estrada-5 Avaliação NA - Nissan Livina 4 - Comportamento na cidade

Ao término deste percurso, foi feito o abastecimento tendo em vista a avaliação do consumo urbano, abastecendo exatamente no mesmo posto e na mesma bomba, com o mesmo combustível, álcool.

Infelizmente, depois desses 60 quilômetros rodados, quando pedimos para o frentista completar o tanque de 50 litros da Livina e abastecer até o primeiro clique da bomba (como tinha sido feito no último abastecimento) entrou apenas 2,5 litros no tanque.

nissan-livina-avaliacao-interior-2 Avaliação NA - Nissan Livina 4 - Comportamento na cidade

Como essa quantidade geraria uma média irreal (60/2,5 = 24 km/l), não temos como informar qual foi o consumo urbano da Livina. As impressões que tivemos com ela na cidade: o fôlego do motor é razoável, tendo um pouco de dificuldade até os 3.000 rpm.

O câmbio tem boas relações, é agradável no uso dentro da cidade, e a segunda marcha é bem longa. Com ela é possível chegar até 100 km/h tranquilamente, calculando as rotações que sobram.

nissan-livina-chave Avaliação NA - Nissan Livina 4 - Comportamento na cidade

O nível de ruído da Livina dentro da cidade é bom, diferente do que acontece na estrada. Sua suspensão filtra bem as imperfeições do piso, coisa bem comum em uma cidade mineira. Seria de se esperar que seus pneus 185/65 R15 não entregassem uma boa estabilidade, mas a minivan se dá bem nas curvas.

Mesmo carregada com quatro pessoas, a Livina não se intimidou nos morros e subidas bem inclinadas da cidade.

Nossa próxima matéria será um comparativo, feito pelo proprietário de uma minivan de outra marca, entre a Livina e seu carro.



  • DanieL_S.

    tem gente que nao sabe ler

  • opalaoucamaro

    apenas 2,5 l tem o tanque eu hein??

    • Pancous

      Você entendeu errado, o tanque tem 50 litros de capacidade. Provavelmente, houve erro durante o abastecimento.

      • FANBOY_CHERY_JAC_KIA

        Que carro será que tem essa outra pessoa que vai fazer o comparativo??? heheheh

        Idea, Meriva, ou Fit.

        Se for Fit, a Livina nem tem chance. Mas se for as outras duas, aí a Livina já ganhou, hehehe

  • Leandro

    Deve ser complicado ter que usar esse sistema de reabastecimento pra aferir o consumo de um carro sem computador de bordo. Torço pra que esse produto funcione.

    Na estrada parece que não teve consumo bom, esse pneu pode não ser de pista, mas contribui para gastar mais combustível.

    Bem que a concessionária podia ter entregue um chaveiro legal.

  • BlueGopher

    Como o teste de carros está tomando vulto no NA, o que é ótimo, talvez seja interessante pensar em adquirir algum equipamento simples mas confiável para medida de consumo de combustível.
    Quem sabe conversar com o departamento de mecânica de alguma universidade do setor, ou mesmo alguma montadora? Eles podem sugerir algo interessante.
    Controlar consumo só repondo o combustível gasto diretamente no tanque causa grandes erros de leitura, pois cada frentista enche o tanque com velocidade diferente, o que pode causar falsos clicks na bomba, espuma, etc, ou então força mais ou menos combustível para dentro do tanque, vide o que aconteceu neste teste.

    • mas nem mesmo o bestcars (que é tão aclamado como o site que tem as super hiper mega melhores avaliações) tem este tipo de equipamento para medir consumo. eles são caríssimos, e quem tem são apenas as revistas……. que cobram 20.000 reais por anúncios de uma página…. acabamos de comprar um decibelimetro – não temos verbas ilimitadas para compra de equipamentos.

      • BlueGopher

        Eber,
        Com toda a eletrônica que os carros já têm de fábrica, hoje, para um engenheiro, é fácil (e barato) bolar algum sisteminha razoavelmente preciso para medir o consumo, só comprando alguns componentes.
        Como curiosidade, achei este site que mostra mais ou menos como funcionaria o tal sistema: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-156192316-
        Aliás, com toda sua dedicação, logo estará fazendo avaliações como as site que você mencionou. Pense grande…
        Abraços!

        • achei um igual ao que vc postou, mas que sai por 230 reais. vou ver qual é a diferença desse pro outro…. se der certo usar o de 230 reais pode ser que seja viável para o NA….

          • Romulo_Max

            Bem interessantes esses equipamentos.
            Eber, acho q com a visibilidade e as avaliações q o NA está tendo é algo à se pensar investir num kit de equipamentos pra dinamizar o trabalho, como o decibelimetro q vc comprou, esse equipamento q mede o consumo tbm seria uma boa, mas o q eu realmente ia te recomendar era a aquisição de uma boa maquina filmadora (ou fotografica com uma boa capacidade) para a realização de videos com a assinatura do NA, para cobrir os eventos q vcs paticipam, pequenas reportagens e avaliações com videos. Acho q o investimento (essa é a palavra correta) seria compensado com a repercussão positiva.

        • Paulo_Ricardo

          é iinacreditável o que se encontra na internet hoje em dia, vc imagina uma coisa, é só procurar q acha hehehe

      • Eriesou

        Eber, enfrento situações como esta todos os dias pois, trabalho no setor de controladoria de uma transportadora. Geralmente estes "pequenos abastecimentos" desvirtuam as médias reais. Porém são compensadas no abastecimento posterior! Geralmente algum desvio interrompe o abastecimento e como o certo é parar assim quando o bico da bomba desarma acabamos por crer que o tanque está cheio. Isso se deve quando os tanques não são dotados de "quebra-ondas" o sacolejar do combustível chega a desarmar o bico da bomba. Mas creio que voce não deva desconsiderar esta, pois, no próximo abastecimento haverá uma compensação das médias, ou seja, chegará a ser uma média muito baixa para compensar a alta. Isto se voce abastecer nas mesmas condições. E lhe afirmo que será uma média real. Abraços.

        • DCald

          Uma vez eu estava com o tanque na reserva (cabem cerca de 50litros) e pedi pra completar… a bomba desarmou com 25litros… achei estranho, pedi pra colocar mais… entrou mais 3 litros e a bomba travou denovo… achei muito estranho (pois, pelo marcador e pela quantidade de kms rodados, era pra entrar uns 42 litros e não apenas 28….. bom… paguei os 28 litros e parei no proximo posto onde entrou mais 16litros… como rodei 8 km até o outro posto, meu carro fez a incrivel "media" de 0,5km/l! huahuahua…
          Logico que quando sai do primeiro posto, o ponteiro foi apenas para 3/4… certamente era problema com a bomba do posto…

      • Ricardo_Alves

        Eber logo logo e que nao vai faltar por ai e verba, quem planta colhe. Sou um bisbilhoteiro assiduo do N.a e vejo como tem crescido a credibilidade de voces. Quando o assunto e carro e o cara nao conhece a NA eu nem discuto, pois e cara ja esta desatualizado. parabens a toda equipe.

  • Robson_Iecker

    Toda vez que vejo esse carro eu lembro do comercial que a nissan fez no brasil muito bom …………
    realmente parece ser um bom carro…………

  • Mineiromg

    que carro mais cara de indonesio .. credo

  • Paulo_Ricardo

    eu não entendi o que aconteceu para não conseguir completar o tanque…

    coisa estranha.

    mas seria uma boa esse carro cnsumir 1l por 24km hehehe

    • Eu também gostaria de entender como é que se roda 60 km e a bomba só consegue injetar 2,5 litros.
      #medo

  • Caetano2010

    7 kml com alcool.

  • totorocho

    Eu gostaria que as revistas especializadas falem qual é o consumo urbano dependendo a cidade, ou seja que especifiquem onde foi feita a medição, pois como voce bem falou nao é o mesmo o transito caótico de SP, que MG, RJ ou BA, etc

  • pinguimdenatal

    Gostaria de saber se a embreagem dela é dura como a do Sentra.Ja escutei a recomendação de q se fosse comprar carro da Nissan q comprasse automatico .

  • GustavoTeles

    boa materia, aguardando o comparativo!

  • Ricardo_Alves

    E simples encheu o tanque rodou um pouco, a gasolina cresceu no tanque com o aumento da temperatura. E por isso que so abasteco com o carro frio ou seja sempre pela manhazinha, pois da diferenca sim se abastecer no periodo da tarde. So para voce ter uma ideia eu tenho todas as minhas abastecidas anotados e por ter este acompanhamento minucioso toda e qualqluer diferenca e percepitivel, e logo analiso. Vou dar uma exemplo ocorrido agora comigo. Rodei 6.816k agora nas ferias para o nordeste, tenho um fox 1.0 a media sempre com ar foi de 13.5k mas fiz media de 17.6k sem ar rodando a 100k por hora de 4 marcha e 14.5 sem ar rodando a 120k por hora 5 marcha. foram 8 dias de estrada ida e volta e so abasteci em postos de uma unica bandeira. e para quem esta achando esta medias absurdas, tive medias de 15,5 com um gol pe de boi a 120k por hora tambem para o nordeste foram 4.880k e com o mesmo gol em outro viagem para o interior de minas media de 17.5 andando a 100k por hora foram 2.300k de estrada. e ja fiz com um monza 2.0 na estrada 340k , media de 14.5 ate 100k por hora de 4 marcha.

  • LevyOliveira

    Ótima matéria..


Send this to a friend