Avaliações Ford Pickups Vídeos

Avaliação NA: Nova Ranger

nova-ranger-fotos-avaliacao-na-11-620x412 Avaliação NA: Nova Ranger

A Ford não ficou para trás na briga das pickups médias. Novidades como Amarok e Nova S10 logo ganharam a companhia da Nova Ranger, modelo que tem sido aclamado como o melhor da categoria em alguns aspectos. A Ford diz que sua Ranger é global, e que ela é inteiramente nova. Será que ficou melhor?



Avaliamos por uma semana uma Ford Ranger XLT movida a diesel e equipada com câmbio manual, o que é interessante para nossas avaliações, pois as outras pickups e também utilitários diesel que testamos sempre eram das versões topo de linha e tinham câmbio automático.

Esta é a versão intermediária do modelo, que também tem as versões XLS e Limited. O preço é de 117.400 reais por essa exata configuração, excluindo-se a pintura perolizada azul, que adiciona 1.800 reais ao preço de tabela. Começando pelo visual da Nova Ranger, vemos que ela ficou mais esportiva, sem dúvida.

nova-ranger-fotos-avaliacao-na-18-620x412 Avaliação NA: Nova Ranger

Na frente, ao mesmo tempo que seu design é bem amigável, é também robusto e moderno. E a traseira é bem imponente. Para acompanhar essa modernidade toda, motores também novos. Temos um 2.5 Flex e um 3.2 turbodiesel de 200 cavalos e ótimos 47,9 kgfm de torque. Este motor conta com cinco cilindros, e se provocado dá alguns coices bem fortes.

Nova Ranger – Impressões do interior e qualidade de acabamento

nova-ranger-fotos-avaliacao-na-2-620x412 Avaliação NA: Nova Ranger

O interior da Nova Ranger é totalmente diferente do interior da sua geração anterior. Os detalhes ficaram mais modernos e o interior como um todo se assemelha muito ao que temos em um carro de passeio. Podemos até mesmo afirmar que neste sentido a Nova Ranger está um passo à frente de suas concorrentes.

Apesar de não exibir nenhum requinte adicional em comparação com o interior das pickups que competem com ela, a Nova Ranger tem um painel com visual amigável, volante com boa empunhadora e controles do sistema de som/controlador de velocidade, quadro de instrumentos com uma bonita iluminação azul e uma tela de LCD no centro.

nova-ranger-fotos-avaliacao-na-6-620x495 Avaliação NA: Nova Ranger

A versão XLT não tem aquela tela de 5 polegadas que mostra imagens da câmera traseira de estacionamento, ao invés disso tem um visor de 4,2 polegadas que fica desproporcionalmente pequeno no local que lhe foi designado. Achamos que o sistema de som poderia ter uma qualidade sonora melhor, e os controles dele são um pouco confusos – até mesmo para sintonizar manualmente uma rádio FM requer um pouco de prática para quem nunca mexeu naqueles botões.

Achamos que o acabamento está na média de pickups que residem na faixa de preço de pouco mais de 100.000 reais. As portas tem belas (porém não muito práticas) maçanetas prateadas, um detalhe cinza que acompanha o puxador e a área de descansa-braço. Ali, o acabamento é legal, com um material macio. Os botões dos vidros elétricos que ficam neste local poderiam ser colocados um pouco mais para a frente pois fica um pouco ruim para acioná-los.

nova-ranger-fotos-avaliacao-na-5-620x933 Avaliação NA: Nova Ranger

Vários porta-objetos fazem com que fique um pouco mais fácil a vida de quem anda em uma Ranger todos os dias. As portas também são grandes e fornecem um bom espaço para o entra e sai do dia-a-dia.

Assim como a versão XLT não tem a tela maior no painel, com câmera de ré, ela também não tem bancos forrados em couro e regulagens elétricas do banco do motorista. Isso é reservado para a versão Limited. Mas pessoalmente vejo algumas vantagens em carro com bancos em tecido, parece que eles ficam um pouco mais confortáveis e aconchegantes assim.

nova-ranger-fotos-avaliacao-na-7-620x411 Avaliação NA: Nova Ranger

O banco traseiro tem encosto com uma certa inclinação, dando conforto aos ocupantes. Com o banco do motorista ajustado para uso de uma pessoa de 1,80 metro de altura, atrás cabe uma pessoa do mesmo tamanho tranquilamente, até mesmo com um pouco de folga. É possível levar três pessoas sem muito aperto.

nova-ranger-fotos-avaliacao-na-4-620x411 Avaliação NA: Nova Ranger

Nova Ranger – Vídeo de detalhes

Nova Ranger – Comportamento e consumo na cidade

Se a Nova Ford Ranger é a pickup mais potente de seu segmento, é lógico esperar dela um ótimo desempenho na cidade, fazendo arrancadas, retomadas, etc. Isso foi comprovado em nossa avaliação de uma semana, ainda mais pelo fato de a pickup da Ford que nos foi cedida tinha câmbio manual de seis marchas.

O câmbio manual dá um pouco mais de fôlego a uma pickup diesel em algumas situações, e também temos um melhor controle do veículo. Acredito que o desempenho da Ford Ranger ficou mais ou menos no mesmo nível daquele apresentado pela Nissan Frontier e seus cavalos (não pôneis), com seu motor turbodiesel empurrando com força a pickup em quase todos os locais em que andamos.

Comparando a Nova Ranger com duas de suas principais concorrentes, que são Nova S10 e Amarok, dá pra dizer com certeza que o desempenho dela é superior. Ela parece ter mais disposição, e isso é claramente demonstrado nos números de potência e torque, além de ter o motor com maior deslocamento.

Apenas na faixa de até 1.500 rotações é que a Ranger se mostra um pouco apagada, isso pode ser visto em nosso vídeo do modelo na cidade, quando fazemos aquela arrancada inicial logo no começo do vídeo. Parece que no início o motorista não está pisando fundo, mas ele está.

O que apenas não imaginávamos é que a Ranger teria um comportamento mais arisco da suspensão, assim como notamos na Frontier. Sua suspensão é mais firme, e balança bastante quando passamos em buracos e imperfeições do asfalto. A Nova S10 se mostrou ser um pouco mais civilizada neste quesito.

O câmbio manual de seis marchas da Nova Ford Ranger não é muito preciso. Ele parece ter uma alavanca um pouco longa demais, e os engates não são muito precisos. Leva algum tempo para se acostumar. O engate da sexta marcha é particularmente complicado, você acaba engatando a quarta sem perceber.

O desempenho superior trouxe junto um consumo maior do que de outras pickups que batem de frente com a Ranger. Conseguimos 6,5 km/l, o que é quase o mesmo consumo da Frontier com câmbio automático (6,4 km/l). É um consumo pior do que S10 e Hilux SW4, que conseguiram 7,5 km/l. Todas com ar-condicionado ligado o tempo todo.

Nova Ranger – Comportamento e consumo na estrada

Uma pickup diesel com tanta potência quanto a Nova Ranger e ainda com um câmbio manual. Este pacote acaba apresentando algumas vantagens interessantes nas estradas, como baixo nível de rotação e também uma condução bem prazerosa.

Andando a 100 km/h a Nova Ranger consegue manter apenas 1.800 rotações. O ruído do motor passa longe da cabine e o motorista vai desfilando sem preocupações. O desempenho é muito bom, apenas se torna necessário para quem não está acostumado a andar em carros diesel calcular bem que marcha colocar em uma ultrapassagem, pois não é pelo fato de o veículo ter abundância de torque que basta reduzir de sexta para quinta, não é bem assim.

Apesar de o câmbio manual não te entregar todas as comodidades possíveis de uma pickup diesel com câmbio automático, o controlador de velocidade presente na Ranger fez com que as viagens feitas por nós com ela fossem bem tranquilas.

Em pequenas subidas vemos que este controlador de velocidade é bem esperto. Ele reajusta a aceleração do motor ao menor nível de redução de velocidade, diferente de alguns carros de passeio a gasolina que deixam a velocidade cair bastante até pensar em acelerar mais. Aí já é tarde demais.

O que nos surpreendeu positivamente na Nova Ranger em estradas foi a ótima estabilidade que ela tem. Mostra ser bem superior a outras concorrentes. Fizemos curvas a 120 km/h com tranquilidade, sem muita inclinação da carroceria e sem quaisquer indícios de encostar no limite de aderência dos pneus. Mesmo com rodas menores do que a Frontier SL que testamos, e com pneus de perfil bem mais alto.

Aí vemos que o balançar excessivo do modelo na cidade se transforma em uma boa qualidade nas estradas. Fica apenas necessário o prospectivo comprador encontrar o que é mais importante para si, e decidir se dá para conviver com a desvantagem urbana para conseguir a vantagem em rodovias.

O consumo da Ranger nas estradas foi de 10,1 km/l, andando a 110 km/h e com ar-condicionado ligado. Foi o consumo mais alto dentre as pickups diesel já avaliadas pelo NA, com a Toyota Hilux SW4 ficando em primeiro lugar, com 11,6 km/l.


(Fotos ilustrativas – versão Limited é mostrada em algumas)

Nova Ranger – Ficha técnica

Motor 3.2: Diesel, dianteiro, longitudinal, 3.198 cm³, cinco cilindros em linha, turbo, quatro válvulas por cilindro e sistema de abertura variável de válvulas. Injeção direta e acelerador eletrônico.

Motor 2.5: A gasolina e etanol, dianteiro, longitudinal, 2.488 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro e sistema de abertura variável de válvulas. Injeção eletrônica multiponto e acelerador eletrônico.

Motor 2.2: Diesel, dianteiro, longitudinal, 2.184 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, turbo e injeção direta. Acelerador eletrônico.

Transmissão: Câmbio manual ou automático com seis marchas à frente e uma a ré. Tração traseira, integral por acionamento eletrônico e reduzida. Oferece controle de tração. (Câmbio manual de cinco marchas à frente e uma a ré. Tração traseira. Sem controle de tração nas versões com motor a gasolina e etanol.)

Potência máxima: 200 cv a 3 mil rpm (Motor 2.5: 168 cv com gasolina e 173 cv com etanol a 5.500 rpm. Motor 2.2: 125 cv a 3.700 rpm).

Torque máximo: 47,9 kgfm a entre 1.750 e 2.500 rpm (Motor 2.5: 24 kgfm com gasolina e 24,7 kgfm com etanol a 4.250 rpm. Motor 2.2: 32,0 kgfm entre 1.500 e 2.500 rpm.).

Diâmetro e curso: 89,9 mm X 100,7 mm. Taxa de compressão: 15,5:1 (Motor 2.5: 89,0 mm X 100,0 mm. Taxa de compressão: 9,7:1).

Suspensão: Dianteira independente com molas helicoidais e amortecedores a gás. Traseira com eixo rígido, feixes de molas e amortecedores a gás. Barras estabilizadoras na frente e atrás. Oferece controle eletrônico de estabilidade.

Pneus: 265/65 R17.

Freios: Discos ventilados na frente e tambores atrás. ABS, EBD, assistente de frenagem de emergência e controle de frenagem em curvas.

Carroceria: Picape com carroceria sobre chassi, com quatro portas e cinco lugares. Com 5,35 metros de comprimento, 1,85 m de largura, 1,84 m de altura e 3,22 m de distância entre-eixos. Airbags frontais, laterais, para os joelhos dos ocupantes dianteiros e do tipo cortina.

Peso: 2.198 kg.

Capacidade da caçamba: 1.180 litros.

Tanque de combustível: 80 litros.

Produção: General Pacheco, Argentina.

Lançamento mundial: 2012.

Itens de série da Nova Ford Ranger 2013:

XL: Ar-condicionado, direção hidráulica, vidros, travas e retrovisores elétricos, computador de bordo, freios ABS, rodas de aço de 16 polegadas;

XLS: adiciona para-choques e retrovisores na cor do carro, rodas de liga-leve de 16 polegadas, som com CD/MP3/USB/iPod com tela LCD de 4,2 polegadas (adiciona airbags frontais apenas com motor diesel)..

XLT: adiciona à XLS rodas de liga-leve 17 polegadas, volante multifuncional, ESP com Hill Holder e controle de descida, ar-condicionado automático de duas zonas, controlador de velocidade de cruzeiro, vidros elétricos com acionamento por um toque, grade dianteira, capas dos retrovisores e estribos cromados;

Limited: adiciona à XLT rádio/CD/MP3/USb/iPod/Bluetooth com tela de 5 polegadas, GPS, bancos dianteiros com ajustes elétricos, airbags laterais e de cabeça, sensores de estacionamento, sensor de chuva e crepuscular, santantônio esportivo e câmera de ré.

5.0

  • Saudades da serie F. Comparando com os atuais preços bizonhos, a serie F hoje pareceria caridade.

    • CharlesAle

      Jamais,cada uma no seu tempo,é e sempre foram caras essas picapes ,e se bobear,as do passado ainda conseguiam ser mais caras do que as de hoje….

      • CleSilva

        é kra uma no seu tempo + a F 1000 F 250 F 4000 pra mim marcaram a historia! meu tio tinha uma F 4000 e era sem igual essa caminhonete!

        • Eu estava me referindo as versões top. Picapes sempre foram caras, mas não tao bizonhas com as versoes top atuais. Até um tempo atras tinha Dodge com preços nessa versão intermediaria da Ranger. Inclusive as picapes atuais estão com preços tão altos, que já estão chegando no preço de lançamento do Camaro. Sim sim, categorias nada haver, apenas estou citando a inflação (lucro) descontrolado das picapes. A Dodge Ram 2500 subiu 20mil reais, e depois mais 20mil denovo. Ou seja, em menos de 1 ano, saiu de 149mil para 169mil e depois 189mil. Apenas porque estava vendendo muito e passando as cotas de importação do mexico.

          • experientdriver

            argumento contraditório, ora tenta justificar o aumento devido a alíquota de tributos, ora tenta tenta pela margem de lucro

            • reuelrp

              Ele não falou nada de alíquota cara…. Falou de cotas… Demanda maior que a oferta e consequente aumento da margem de lucro pra frear a demanda.

          • joaopaulomoc2008

            Correção Ram 2500 e não Dodge Ram mais. O grupo chrysler-fiat separou da Dodge da Ram

            • msbiel13

              * separou da dodge a RAM

      • DaniloFGomes

        Sempre pautamos o preço de uma boa camionete (lembro de uma D-20 Turbo com abs e outra F1000 de meu pai) a diesel em +- 60 cabeças de boi gordo.. que hj está por volta de R$ 95.000,00.

        Não sei se as camionetas estão mais caras ou se o gado q está com o preço tão baixo… (com o monopólio da JBS acredito q é a segunda).

        De toda forma acredito q, por toda tecnologia e todos os sistemas embarcados nas camionetas, o preço continua razoável.

  • Lucas

    Nuh, eu assustei com esse caminhão passando ai!! Imagina vc hein? haha

    • PabloBahia

      Em qual dos vídeos e em quantos minutos?

  • rcm88

    Se no Brasil o preço de carro fosse justo, eu compraria uma ranger sem pensar duas vezes…

  • Tosca16

    Eu gosto mais do estilo antiguado da Frontier , sei lá os quadradões me agradam mais . Eu sou daqueles que sempre achou a Ranger melhor que a S10, agora digo que certamente é a melhor do mercado, cabe a Ford promover mais e emplacar mais vendas.

    • Leosena

      Eu também sempre apreciei o estilo mais quadradão da Frontier, tanto que comprei uma Attack em janeiro último. Minha picape, que ainda está amaciando (acabou de completar 3.000km), melhora o consumo a cada abastecimento e no último tanque fez 9,3km/l em trecho urbano com ar ligado 50% do tempo. Ela tem câmbio mecânico e motor de 190cv com 45,9kg de torque. Não é a mais moderna da categoria, mas tem de longe o melhor custo benefício e um dos seguros mais baratos entre as picapes médias.

  • CharlesAle

    UM post bem feito,bem detalhado,e mostrando que a nova ranger tem qualidades para ser a melhor do mercado,é a que tem mais desenho esportivo,enquanto que S10 e Hilux tem desenho mais clássico…

  • fip_mengo

    Essa cor azul da Ranger é maravilhosa! Éber, já tentou solicitar uma amarok pra VW? Eles são difíceis pra ceder uma pra um teste?

    • Logo vamos avaliar ela sim!

    • eokn

      Em termos de consumo, posso garantir que ela é bem mais econômica que todas as outras testadas até então.
      Alem disto, nao tem este problema de pouca força em baixas rotações, devido ao bi-turbo.
      Agora, fora-de-estrada todas estas pick-ups modernas são muito duras, parecendo cavalos bravos.
      Neste ponto, a velha S10 é bem melhor.

  • Beto Asaber (Arg)

    El motor flex 2.5 duratec tambien debe andar muy bien, quedaria hacer una "Avaliação NA" de ese motor ya que en el Brasil es el que mas va a vender…

  • coresplendor

    Pelas acelerações, me pareceu um pouco mais lenta que a a Frontier, alguém mais teve essa impressão?

    • No começo das rotações, é até um pouco mais lenta sim, mas logo depois eu acredito que acelere junto.

  • CleSilva

    muito boa a picape + essas caminhonetes no Brasil decepcionam muito no consumo! esperava +!

    • fredggp

      É mesmo! Minha antiga Ranger 3.0 (já eletrônica) fazia 8.5 km/l na cidade e 13 km/l na estrada..

      • epicentro01

        Pois é. Também já ouvi muitas pessoas comentando que as (nem tão) antigas Ranger e S10 tinham um consumo muito melhor. Com o preço do Diesel lá nas alturas como está e o valor que se paga a mais em um veículo por ser diesel a vantagem foi por água abaixo. As pessoas ainda comentam que pickup à gasolina tem péssimo valor de revenda, mas eu estou começando a pensar que logo isso vai mudar devido ao alto consumo e alto preço dos modelos diesel.

      • Acelerando

        E as eletrônicas já eram mais gastonas que as bombeadas.

    • Sias

      Também achei bem gastona.

    • Leosena

      Minha Frontier (190cv) está amaciando e já faz mais de 9km/l no consumo urbano com ar ligado 50% do tempo, isso com uma condução amigável. Acredito que o alto consumo dos novos motores diesel se dá mais pela alta potência que eles têm hoje, a maioria acima dos 180cv. O problema com essas picapes hoje é conter o ímpeto em afundar o pé no acelerador, o torque abundante garante acelerações vigorosas e se a brincadeira for repetida a cada arrancada aí o consumo sobe mesmo!

  • guifb99

    queria ver S10 x Ranger x Frontier x Amarok x L200 Triton x Hilux x Actyon Sports

    • Adriano_Silva

      Actyon Sports é fantástica.

  • Tiago_Beneditto

    Parabéns Eber, você não está precisando de um ajudante no NA? Eu me candidato para trabalhar no melhor site do Brasil.

  • saulo

    cade o video da estrada de terra ?

    • Não fizemos, Saulo. A julgar pelos comentários dos leitores com relação a este tipo de vídeo, sempre tem alguém que chega dizendo que "anda naquela mesma estrada com um Uno Mille".

      Como não temos acesso a locais extremamente off-road por aqui, é melhor nem fazer do que fazer e só ouvir reclamações.

      • JPaulo10

        Não concordo.
        Achei interessante ambos os testes que o NA fez na terra: com carga na caçamba (ÚNICO entre todos os sites/revistas) e na estradinha de terra (S10 diesel e Frontier).
        Certo que hoje existe a concepção de transformar uma picape em veículo de passeio, mas – para mim – ela é o que sempre foi: caminhonete.
        Não acho que seja justo o NA não fazer testes off-road simplesmente porque fulano ignorante do assunto reclama do desempenho.
        Outro fator preponderante: você falou do acerto da suspensão, dura, pouco confortável. Isso é sinal de que ela foi ajustada para carregar peso, como toda caminhonete. Por que então não testá-la nessas condições?
        Talvez o NA possa até inovar, mudando a metodologia de teste das picapes. Fazer algo diferente do que faz com veículos de passeio. Só um exemplo disso: se você calibrar os pneus traseiros com duas libras a menos do que recomenda o manual, o pula-pula diminui muito.

        • GuiBashop

          Éber, também senti falta do teste em estrada de terra. Se aparecer outra caminhonete faça. Ignore os Milleteiros. Sem duvida sempre foi um diferencial aqui no NA.

      • Acelerando

        Vídeo na estrada de terra é difícil de ter parâmetros de comparação nos diversos testes, mas carregada com meia carga ( uns 600 kg ) seria legal.
        Tenho pick up há alguns anos para uso trabalho / lazer, daí ela tem que ser multiuso ( cabine dupla, confortável e eventualmente carregar cargas ), e para viagens mais longas é pouco provável que se faça com carga máxima.

        • JPaulo10

          Mas que foi interessante encher a caçamba da S10 com areia, isso foi.
          É um extremo, eu sei, porém nós pudemos avaliar com exatidão até onde uma picape dessas pode ir.

      • Adriano_Silva

        Ignore esse tipo de comentário, fez falta sim o vídeo dela na terra é uma ótima maneira de observar o comportamento da suspensão/torção, força e etc, adoraria o retorno do teste com a caçamba lotada de areia.

  • marcio233

    Estou procurando mais informações sobre a Ranger 2.2 diesel, pois em outros países as informações sobre este motor são muito boas também. E aqui já encontramos a XL diesel CD, que já vem 4×4, com ar, dh, air bag duplo, abs e outros detalhes por 90 K para pessoa física e 86 K para jurídica. Isso com um torque de 32 Kgfm, o que não é nada mal para uma caminhonete e traz também um consumo mais comedido do que a 3.2.
    As antigas Ranger XL eram bem rústicas, mas esta do modelo novo fui ver de perto em uma loja. Gostei do que eu vi, pois o acabamento interno é legal e não parece aquele "carro de frota". Precisa de se instalar os vidros elétricos, pois ainda não são oferecidos nesta versão (questão de tempo, segundo o vendedor). Só o externo que você pode colocar umas rodas de liga (as originais são de ferro e bem simples), pintar os pára-choques (são sem pintar de fábrica) e colocar estribos (pois a altura do solo é elevada), deixando ela mais civil. Fora isso, o belo desenho da Ranger atual está lá, em uma versão mais econômica e barata.

    • mjprio

      realmente já vi esse carro e tem bom custo benefício, mas eles vendem pra PF? pelo que sei essa versão seria só pra fortistas e produtores ruruais( uma babaquice na minha opinião)

      • marcio233

        Aqui na cidade uma concessionária oferece e inclusive tinha em estoque para PF nas cores branco e prata. A prata estava inclusive com para-choques pintados e com estribos e santo antônio. Saiu até anúncio nos jornais por 89.990,00.

        Quando é assim, eles na certa fizeram um lote grande para vendas diretas e não foram todas vendidas para PJ ou estado. Então, abrem para PF na intenção de não estocar. Aconteceu isso em 2010 com a antiga ranger xl, que foi oferecida aqui por 67.900,00 com ar, dh, 4×4, diesel e branca (eram desistência do estado). Era um bom negócio para se comprar uma caminhonete diesel, mas a antiga até o carpete era de plástico e o feltro isolador da cabine era menos espesso, o que transmitia mais ruído para a cabine.

  • macaense

    Barbeiragem do Mille aos 4:40 no vídeo da cidade

  • ToNemAi_

    Por esse preço prefiro uma Edge.

  • vitimsl

    Gosto muito do interior dessa nova Ranger, pra mim o melhor da categoria. Já o motor, sei lá, acho que poderia oferecer mais na relação desempenho x consumo. É maior, oferece mais desempenho mas peca no consumo, mesmo na versão manual. Pela avaliação, anda praticamente como a Frontier automática e bebe mais, mesmo possuindo 700cc a mais, o que é muita coisa! A S10 2.8 oferece o mesmo torque… É uma bela pick-up, acho que compraria ela, mas esperava mais desse motor.

  • thales_sr

    "Fizemos curvas a 120 km/h com tranquilidade, sem muita inclinação da carroceria e sem quaisquer indícios de encostar no limite de aderência dos pneus. Mesmo com rodas menores do que a Frontier SL que testamos, e com pneus de perfil bem mais alto."

    Esse texto só reforça o que eu (e muitos) digo há tempos: Não é tamanho de roda nem perfil de pneu que determina aderência do carro.
    (Só lembrando, Formula 1 usa pneu de perfil alto e roda aro 13).

    • Gearhead

      Concordo plenamente, Thales……….

      Dirigir com pneus de perfil muito baixo dão a sensaçao de respostas mais rápidas, pois o pneu se dobra menos. Não quer dizer que se tem mais atrito por conta disso.

      E andar com perfis muitos baixos no nosso maravilhoso asfalto brasileiro é extremamente desconfortável e pode custar algumas trincas às rodas!

    • riccorreasp

      Sim, é verdade. Mas faz-se necessário dizer que os F1 têm centro de gravidade baixíssimo.

      • thales_sr

        Na verdade, isso não importa para este ponto. O grip dos pneus é devido somente à largura da sua banda de rodagem, se pegar um F1 e trocar as rodas por aro 18, a aderência deles será a mesma.

        • riccorreasp

          O que eu quis dizer é que a estabilidade se deve ao centro de gravidade baixíssimo. Pois o piloto está posicionado na altura dos pneus, quase no "chão". Já em carros de passeio, por mais baixo que seja o centro de gravidade, jamais será tão favorável quanto o de um F1.

          • thales_sr

            Calma, estabilidade é uma coisa, aderência é outra. O posicionamento do peso do carro auxilia na distribuição de peso na hora das curvas, mas este não é o ponto. O grip que o pneu oferece independe de onde está o centro de gravidade.

            • riccorreasp

              Sim, eu sei. Creio que desde o início nos estivéssemos falando de coisas diferentes.

              Você de aderência e eu de estabilidade.

  • fse

    Provavelmente sera meu proximo carro, tenho uma Ranger 2011 e penso no final do ano trocar por uma do modelo com combio AT. Por enquanto ainda esta dificil, pq as ccs ainda estam aprendendo sobre o carro. Muitas estam paradas por falta de peças. Faltam peças basicas, como filtro de combustivel; item de revisão. O Ford ainda tem que melhorar e muito no pós-venda.

    • JPaulo10

      Motor novo e pouco conhecido pelas ccs. Peças, somente nas autorizadas. Os proprietários de Amarok reclamam a mesma coisa.
      Sua Ranger tem motor MWM que todo mecânico de diesel conhece. Será que não é vantagem continuar com ela, pelo menos durante o processo de acomodamento da nova picape no mercado?

      • fse

        Então, então penso justamente isso. Ficar com o carro mais um tempo. O motor da minha esta otimo, manutenção só revisão mesmo. Comprei zero, esta com 80000km. O problema é o carro em si, é agora as viagens aumentaram e a Ranger antiga é horrivel com quem vai atrás. Preciso de uma picape, e das novas a que mais me agradou foi a Ranger. Estava de olho na Amarok, mas ai vai de encontro aquilo que vc falou. Vou esperar até dezembro pra ver como vai estar a situação.

      • Gabriel

        A ranger não tem motor mwm

        • JPaulo10

          Falo da Ranger antiga. O motor MWM equipava as versões antigas de Ranger, S-10 e Frontier. Hoje equipa a S-10, além de outros uttilitários (Sprinter, etc.).

          • MarceloAmorim

            É International,do mesmo grupo,mas nao é o msm Sprint MWM.

          • mjprio

            A Sprinter só usou MWM na primeira geração. Hoje usa motor da própria MB

          • Beto Asaber (Arg)

            La s10 tiene motor VMmotori, la Sprinter tiene motor Mercedes

  • Julio

    A S-10, Amarok e a Ranger agora são uma espécie de cópia da Hilux. A traseira de tão parecida é capaz de terem as lanternas intercambiáveis. As laterais também são muito semelhantes. A frente da S-10 é diferente, mas a da Ranger e da Hilux também são bem parecidas. A Amarok tem um afrente imponente e tem porte maior. Enfim, todas seguiram a Hilux, que de fato revolucionou o segmento. Agora há quem diga que a Hlux ficou ultrapassada. Acho engraçado, pois a rigor todas são inspiração (pra não dizer cópia) da nipônica. As que correm por fora são a Frontier, com vendas ínfimas e a L200. Antes S-10 e Ranger cvoncoirriam em design com a Mahindra, agora concorrem com a Hilux.

  • maycu7

    qual comprar
    S 10 LT FLEX X RANGER XLS FLEX?

    • Jrgoiano

      A Ranger flex leva vantagem na suspensão com melhor acerto, estabilidade e potência. Porém bebe mais que o Adriano, Zeca Pagodinho, Sócrates, Mussun e Kimi Raikkonen juntos! A S10 tem a vantagem de beber menos, menor desvalorização (já que é líder de mercado), ter à pronta entrega.
      Carro por carro, a Ranger é melhor, mas eu compraria a S10, acho uma compra mais racional. Também estou interessado em uma das duas, só estou esperando ter o dinheiro na mão. Se fosse pra comprar a Ranger, só compraria da XLT pra cima, porque vem com controle de tração e estabilidade, aí talvez , TALVEZ, valesse à pena gastar mais pra andar de Ranger. Mas entre Ranger XLS e S10 LT , ficaria com a S10 sem dúvidas!

      • mjprio

        "Porém bebe mais que o Adriano, Zeca Pagodinho, Sócrates, Mussun e Kimi Raikkonen juntos" Essa foi boa!!!! Mas é mesmo, eu vi a XLT flex a 89 mil na css e fiquei até empolgado, mas quando vi o teste na 4rodas decepção. mal faz 6 na gasolina, no alcool melhor nem pensar, sem bem que meu Fiesta Rocam 1.6 faz 5 no alccol e 8 na gasolina , na cidade pisando pouco.

  • Guhxtls

    No video da cidade achei que ia ter um acidente em 4:44 kkk

  • Edson Roberto

    O que eu achei estranho nessa avaliação é ter misturado pouquissimas fotos de avaliações que nao parecem do NA, com fotos da versão de topo e depois da XLT.

    Antes ao menos as avaliações consideravam as fotos tiradas pelo proprio Eber que conseguiam inclusive dar uma ideia geral do produto e seus detalhes. Era bem legal esse aspecto. Sei que o video também demonstra, mas é bem bacana mostrar em fotos também.

    Imagino que seja uma boa picape. Alguém pode até me xingar, mas pelo que foi dito, é uma picape diesel feita para rodar em estradas boas? Vejamos… na estrada de terra ela dá solavancos e a carroceria balança…. é um tanto beberrona na cidade, mas leva bem na estrada (ainda bebendo mais). Particularmente eu iria mais pelos atributos de segurança dessa picape do que exatametne o que ela entrega por exemplo. Mas, isso é de uma pessoa leiga em picapes e claro, melhor deixar para quem conhece os verdadeiros atributos necessarios para o modelo.

    • Edson, agora publicamos apenas fotos profissionais feitas por fotógrafos contratados pelo NA. Já fizemos fotos com Bruno Guerreiro, Fabio Aro, Leo Sposito, gente muito profissional que inclusive faz fotos para revistas automotivas. No caso da Ranger, o fotógrafo não conseguiu fazer as fotos para nós a tempo, então decidimos usar fotos oficiais e não retornar em fotos mais amadoras como as que fazíamos antes. Mas daqui pra frente vamos planejar melhor as fotos com os fotógrafos para que esses imprevistos não aconteçam.

      • Antonio De Julio

        Eber, se vocês investirem em um bom curso e equipamento, acho que já conseguem fazer as fotos por conta própria. Digo mais pela mobilidade em si Abs!!!

        • Olá Antonio… preferimos ficar na nossa área de especialidade, que é avaliar carros, não tirar fotos. Veja as fotos da nossa avaliação do Peugeot 308 THP e então notará do que é capaz um fotógrafo profissional. É outro nível.

  • JPaulo10

    Ficou uma dúvida: o esterço.
    Já vimos que o esterço (diâmetro de giro) da Frontier é ruim (o melhor é o da Mitsubishi, segundo outra publicação), mas ninguém ainda comparou a Ranger com as outras.
    Ou seja: é difícil manobrar a Ranger?

    • Ela é melhor de manobra que a Frontier, com certeza.

  • Moy

    Bela avaliação! Belo carro!
    Mas apesar da fotos insinuarem o habitat natural dela, a grandona só vai ser vista nos estacionamentos de shopping e nas ruas da cidade. Na faixa da esquerda.

    • Antonio De Julio

      Com as nossas ruas, acho que a estrada de terra é mais segura para qualquer carro…

  • Diego Barbosa

    Estranho. Possuo uma XLT automática e meu consumo na cidade, e moro em cidade pequena, é de 7,5km/l. Na estrada, mantendo 100km/h com ar ligado e no piloto automático, consigo 11,5km/l. É um ótimo carro.
    Um comentário estranho que li nessa matéria do NA é a respeito do sistema de som, pois eu o considero excelente. E olha que sou bem exigente com qualidade sonora.

    Muito obrigado.

    • Olá Diego,

      É que estamos testando um carro diferente a cada semana, já vimos de tudo. Então para nós fica mais fácil afirmar que o som dela é ruim para o preço. Tem carro por aí de 70.000 reais com som melhor.

  • Silas Coul

    Eber, estou com uma grande dúvida entre comprar uma Amarok trendline auto e a ranger xlt aut. O uso será 99% na cidade. Qual seria a mais confortável na cidade? Grato

    • Olá Silas… ainda não avaliamos a Amarok, então fica difícil afirmar alguma coisa. Mas logo vamos avaliar ela.

  • Marco Aurellio

    Eber, acho que voces deveriam fazer mais avaliaçoes com os veiculos Ford Ex.:New Edge, Fiesta RoCam, Focus etc..

    • Marco, não é por falta de tentativas. Antes da Sueli estar no NA a Ford simplesmente ignorava nossos pedidos de carro para avaliar. Agora, pedimos EcoSport e eles vieram com uma Ranger… ou seja, mesmo com a recém contratada jornalista, que é do relacionamento deles a 15 anos, estão dificultando.

      • João Vitor Couto

        Puxa vida, que difíceis essas montadoras, incluindo a Fiat que eu vi pouquíssimos modelos e ainda emprestados de amigos, não é?
        Continue perseverando pois a EcoSport é um bom carro, e tentem o Fusion e os modelos FIat! Fica a sugestão aí!
        Abs

  • MateusPicapeiro

    Obrigado pela avaliação Eber, tava faltando ela!

  • MateusPicapeiro

    A minha tem a mesma configuração XLT DIESEL MANUAL
    faz 11,7 na estrada e na cidade faz 7,3.
    já tem 10.000 km

  • eninho

    ainda estou aprendendo a dirigir, mas esse caminhão quase passou relando a ranger, até eu me assustaria.

  • pumagtb

    Parabens ao NA pela materia ,hoje a melhor pick up é da Ford sem duvida nenhuma só acho que o consumo deveria ser melhor. Eber faltou os testes no barro como da materia da frontier e outra não liga para os comentarios sobre os uno Adventure, sempre irão existir esses tipos de comentarios, acho que a maioria dos leitores como a qualidade do site não pode pagar por causa de meia duzia de leitores. Valeu! fica a dica!!!

  • Filipe_GTS

    Pisando forte vai fazer 9 km/l na estrada. Nao vale a pena o diesel pensando em economia…
    Vale apenas pelo motorzão de 200cv

  • Augusto Torres

    Eber gostaria de ver um comparativo entre as picapes médias flex. S10 FLEX X RANGER FLEX ! estou na duvida de qual comprar.. Aguardo anciosamente sua pronúncia

  • Gustavo

    Parabéns pelo comparativo, sempre os melhores!! Aproveitando, gostaríamos de ver a avaliação da Nova Ranger Flex 2.5, da mesma forma que vocês fizeram com a S10 Flex 2.4, na estrada de chão inclusive com passageiros e caçamba carregada!! Seria bem interessante!! Obrigado!!

  • Paullo_Oliveira

    Éber, as avaliações estão show de bola, mas peço encaricidamente, que volte a fazer a galeria de fotos como antes. Mostrando em alta qualidade todos os detalhes externos e internos, era show de bola.

  • diegoandrade1

    a bichinha aguenta pressão viu! completíssima. parabéns pela avaliação. no aguardo da Amarok para o ultimato.

  • sabbathbh

    Acho que têm um erro no texto: a XLT têm bancos de couro sim…

    • mjprio

      As que eu vi na css tinham realmente. E olha que estavam sendo entregues duas do modelo flex no mesmo dia em que fui fazer a revisão do meu Fiesta

  • Acelerando

    E essas alavancas do pisca e do acionamento dos limpadores do para brisas, iguais ou muito parecidas às da Frontier!!

  • CanalhaRS

    Um belo produto da Ford, mas esses preços….

  • Magnão

    Prefiro a Amarok sem dúvidas . . . . a Ranger é linda sim . . . bom na verdade não prefiro nenhuma pois este tipo de veículo não faz a minha mente . . . .

  • O_BOZO

    Gostei da avaliação, as não podemos comprar um motor de 200 cv e 5 cilindros com motores de potência inferior e um cilindro a menos, claro que o consumo das concorrentes vai ser melhor.

  • Amauri

    tem dois erros na reportagem, agora todos os modelos vem com Air-Bag de série, e a XL não vem com vidros elétricos, além do que a XL não vem com os mesmos pneus aro 16" da XLS 255/70R16, vem com pneus mais estreitos 205R16…….

  • Diego

    Muito boa a matéria! Show de bola :)
    Só dando sugestão que acho que melhoraria, deixar o veiculo desligado ou fechar a porta no video dos detalhes, no caso ai da ranger por ser a diesel e ficar numa garagem, faz um eco que fica complicado ouvir a voz do Eber

  • baetatrip

    Pois e….!
    Tenho o meu carro a diesel a bomba injetora mecanica….. Nao troco por novos motores eletronicos….
    Pois o meu e raro no mercado nacional que e: Suzuki Grand Vitara 2.0TD Mazda RF 2001 (Um dos primeiros a chegar no mercado…. Lembrado que o GV = TK(Tracker))…. So tem 87 cv e oferece bons 22kg de torque… (Bem melhor que a maioria dos carros ciclo otto….)
    Novos carro a diesel sao bons…. E limitado ainda por: Diesel S10…. Que e ainda comecando a explorar pelo nosso Brasil… No interior so dispoe 1800 ou 500ppm…. Aos poucos vao de abolindo pelo S10… Se novos carros a diesel… Nao aceita nem diesel antigo… Colocou…. Vai tirar o filtros… Acabam na oficina dar limpeza nos bicos!
    Como viajo muito no meu GVTD… Ele e tao economico que chega bons 800km ou mais por tanque (66L)….
    Carro a diesel se fazer manutencao direito…. E para vida toda…. Vai beber pouco e economia no bolso…
    Apesar que o governo meteu a mao nos custos dos postos…. Beirando acima de 2,30 reais o litro… Acaba perdendo a " economia" do bolso…!

  • zemarreta

    A evolucao do espaco no banco traseiro eh absolutamente impressionante. Mudou da agua pro vinho!

    • Adriano_Silva

      Verdade, pior do que a antiga Ranger só a L200 quadradinha, uma grande evolução mesmo.

  • braZuca

    Caraca como ela bebe e é cara… por esse valor daria muito bem pra colocar uma central de multimídia com GPS e tela sensível aí né Ford !!!

    (mas cá entre nós, é muito bonita e esse motor é fera)

  • Lincoln

    Eber dá vontade de trocar o Azera pela nova Ranger?

  • Adriano_Silva

    Que mudou para melhor isso é fato mas ainda acho que a Ford poderia ter tornado o "pacote" mais atraente, estão jogando todas as fichas na mecânica/beleza do carro, mas só o tempo comprovara se essa estrategia esta correta.

  • max

    a ranger xl não tem vidro elétrico

  • Diogo

    Eber, você sabe informar se esta unidade avaliada foi produzida exclusivamente para testes da impressa? Essa é a primeira Ranger XLT com ajuste elétrico dos faróis que vejo, pois nas concessionárias aqui em Goiânia todas XLT que eu vi não tem o ajuste elètrico dos faròis e perguntando ao pessoal da concessionárias eles sempre me informaram que este item só é disponível na versão top de linha "LIMITED".

  • Cleriston

    Quando teremos uma avaliação da AMAROK?

  • eduardo

    opa! seria bom uma avaliacao da nova ranger flex

  • Railson G,L

    A melhor pick-up da categoria e a nova Ranger ele e muito linda e com maior potencia

  • edu

    Opa, so ficou faltando uma avaliacao video da nova ranger flex!

  • Everton Morais

    Faltando Avaliação Nova Ranger Flex XLT, estou muito querendo comprar. Muito complicado encontrar alguma nas lojas todas estão dando prazo de 60 a 90 dias.

  • Everton

    Como vou escutar as músicas que estão no pen drive ? Faltou colocarem no sistema de som uma entrada USB !!

  • Deyvison

    Seria legal se pudessem avaliar a Hilux 3.0 SRV (não a SW4, pois essa é outra coisa) e a Amarok. Abs.

  • Janner

    Pelo relato que tenho visto na internet tem donos de 2.5 flex fazendo 10 a 12 por litro na estrada e 7 a 8 na cidade será mesmo?
    Se for assim faz mais que meu carro que a pau e corda na cidade faz 7.5 e na estrada faz 10…
    Se puder responder agradeço,abraço..

    • joester brondani

      Janner, tenho uma flex cabina dupla e fiz varios testes, todos num trexo normal de estrada, poucas curvas e algumas pucas subidas e descidas leves.

      80km/h, piloto automatico, ar desligado, 38/38 libras : 11km/l (gasolina)
      90km/h, piloto automatico, ar desligado, 38/38 libras : 10km/l (gasolina)
      80km/h, piloto automatico, ar ligado, 38/38 libras : 9.5km/l (gasolina)
      90km/h, piloto automatico, ar ligado, 38/38 libras : 9.3km/l (gasolina)

      Cidade: poucos semáforos, varios km em perimetrais e avenidas com um bom fluxo.

      Ar ligado: 7.0km/l (gasolina shell v-power)
      Ar ligado: 6.5km/l (gasolina ipiranga comum)
      Ar desligado: 7,6km/l (gasolina shell v-power)

      Estrada, trecho de 120KM, moto de 105kg + tralhas de motocross na caçamba, ar condicionado ligado, velocidade variando de 110km/h a 130km/h e bastante ultrapassagens: 6,8km/l.

      Um abraço!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend