Avaliações Chevrolet Pickups

Avaliação NA – Nova S10 (4) – Comportamento e consumo na estrada

Avaliação NA - Nova S10 (4) - Comportamento e consumo na estrada

Pegamos uma chuva bem forte ao fazer nossa avaliação da Nova S10 na estrada, mas conseguimos fazer nossos testes e vídeos normalmente. Acelerando de 0-100 e depois vendo como a pickup se comporta apenas com o motorista na cabine, percebemos que o desempenho não é ruim em percurso rodoviário não.


São em torno de 11 a 12 segundos para chegar a 100 km/h, o que não é tão ruim para uma pickup com mais de 1.800 quilos. Mas, como citamos na matéria da cidade, com mais carga a situação muda. Tudo varia em relação a quanto peso você colocou em cima da S10.

Por exemplo, ao fazermos nossos testes com ela carregada, tivemos de pegar um trecho de estrada até chegar em pistas de terra, onde faríamos um vídeo. Nesta situação, com quase 1.000 quilos na caçamba, acima de 60 km/h a Nova S10 fica bem instável. E isso você poderá conferir nos próximos dias.

Mas de uma maneira geral o desempenho do modelo está dentro do que esperávamos mesmo, pois uma pickup a gasolina e com tração 4×2 tem mesmo um rendimento inferior. A visibilidade interna é boa, apesar de a coluna A ser um pouco grossa.


A coluna de direção tem regulagem de altura mas não de distância, dificultando um pouco encontrar a posição ideal. O espaço para as pernas é razoável, parecido com o que teríamos em um sedã médio. Isso na dianteira, pois na traseira o espaço é bem amplo, vão três pessoas com certo conforto.

Andando entre 100, 110 e 120 km/h, notamos uma certa deficiência na Nova S10 em relação ao nível de ruído. Em retomadas, o ruído do motor invade a cabine com força. E as portas não tem uma boa vedação, o ruído aerodinâmico que entra pelas frestas é alto.

E como a Nova S10 é pesada, sua quinta marcha não é tão longa, pois ela precisa de força mesmo em cruzeiro. A 100 km/h temos 2.600 rotações e a 120 km/h são um pouco mais de 3.000 rotações. Isso nos leva a um consumo mais alto, na casa dos 7,5 km/l com álcool a 110 km/h com ar-condicionado ligado. Com gasolina essa média passou para 9,5 km/l.

Quem pensa em comprar uma S10 Flex para viajar com a família nota que este consumo pode indicar que a compra de um sedã grande seria mais vantajosa, com consumo semelhante e muito mais conforto. Os principais pontos negativos que citaríamos no ambiente rodoviário seriam o consumo alto e também o desempenho fraco.

Além do baixo nível de equipamentos para seu preço, é claro. Analisei que a versão LTZ Flex da S10 poderia ser mais bem equipada, mesmo que isso resultasse em um preço final 1.000 ou 2.000 reais maior. Quem compra este tipo de pickup não se importaria tanto com esse preço mais salgado, mas em troca receber mais equipamentos de série. Afinal, já está pagando mais de 84.000 reais por um Chevrolet.

Na S10 faltam sistemas automáticos dos faróis e também dos limpadores de parabrisa. Não existe espelho no parasol do motorista e na área da segurança são só dois airbags.

Avaliação NA – Nova S10 (4) – Comportamento e consumo na estrada
Nota média 4 de 1 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email