Avaliações Honda Sedãs

Avaliação NA – Novo Civic 2012 (3) – Comportamento e consumo na cidade

novo-civic-avaliacao-cidade Avaliação NA - Novo Civic 2012 (3) - Comportamento e consumo na cidade

O sistema ECON que equipa o Novo Civic 2012 deve sem dúvida ser um assunto de destaque em avaliações do modelo tanto na cidade quanto na estrada. Segundo a Honda, ele altera vários parâmetros do funcionamento do motor e do câmbio, fazendo com que o sedã japonês fique mais econômico. Mas será que funciona mesmo?



Vamos falar mais sobre isso nesta matéria. Bem, o Civic 2012 está em uma nova geração do modelo, alinhada com o que é vendido lá fora, nos EUA e em outros mercados afora. Sem dúvida é um carro bem moderno e uma das melhores escolhas dentre os sedãs médios hoje em dia, mas não é por isso que ele não tem defeitos.

Começando nosso teste na cidade, pegamos algumas ruas com piso bem ruim e já percebemos que a suspensão do modelo continua firme, apesar de estar um pouco mais macia do que na geração anterior. Continua se tratando de um sedã para quem quer características mais esportivas bem como um visual invocado, apesar de sua traseira estar agora mais sóbria.

Mesmo com pneus mais finos e mais altos que no Cruze, por exemplo, ou seja, de medidas 205/55 R16, o Civic é um tanto duro, quase tanto quanto o modelo da Chevrolet. Um detalhe que não gostei a respeito dos pneus do Novo Civic 2012 é que eles transmitem muito os ruídos do asfalto, detalhe que será mais facilmente percebido em nosso vídeo com o Civic na estrada.

Os bancos do modelo são mais largos que os do Cruze, sem apertar tanto o corpo nas laterais, mas a suspensão é quase tão firme quanto no Cruze, agradando mesmo a quem quer uma pegada mais esportiva.

Chegamos a uma subida inclinada, desligamos o ECON e aceleramos fundo. A resposta inicial é bem lenta, como seria em um carro 1.5 ou 1.6, somente depois de uns 3.000 giros é que percebemos o potencial do motor do Civic 2012 acelerando forte e se transformando completamente. Mas para isso acontecer levou um tempo.

Desempenho com ECON e sem ECON: Sem este botão acionado no painel, eu diria que a performance do Civic é boa, na média dos outros sedãs médios com motor 1.8 que temos à disposição. Não é muito agradável para quem gosta de motores de oito válvulas, que já entregam mais torque em baixas rotações, mas também não é ruim.

Já com o ECON ligado, parece que nosso Civic foi equipado com um motor 1.5. Explico: as respostas do acelerador ficam mais lentas, as acelerações são mais fracas, o câmbio automático só reduz marchas depois de um certo tempo de acelerador pressionado até o final e logo depois sobe de marcha novamente, fazendo com que você perca velocidade no meio de uma subida, por exemplo.

Acaba sendo uma condução irritante, onde você quer acelerar mas o carro não quer te deixar, afinal, o compromisso final é apenas com o consumo. Mas e o consumo, como fica? Surpreendentemente, o ECON não ajuda muito, e em certos momentos até atrapalha.

Dentro da cidade, tivemos uma média ruim de consumo tanto com gasolina quanto com álcool. Foram 6,3 km/l no álcool com ECON ligado e 5,3 km/l com ele desligado. Ar-condicionado ligado 80% do tempo e percurso de muitas subidas e descidas, trechos curtos, travados, como sempre acontece em uma pequena cidade do interior.

Com gasolina, o consumo foi ainda pior, ficou na casa de 7,0 km/l, mostrando que o Civic 2012 gosta de beber uma gasolina. Temos uma grande discrepância entre estes números de consumo que medimos aqui no NA em comparação com o que vários sites, jornais ou revistas conseguem por aí.

Mas neste aspecto, temos de lembrar que estes outros meios de comunicação estão instalados em grandes capitais, onde suas avenidas com velocidades máximas de 80 km/h ou às vezes até mais faz com que consumo urbano ali seja na verdade um mix entre urbano e rodoviário.

Devido ao fato de que a soma da população das capitais do país dê algo em torno de 50 milhões de habitantes, uma grande parte da população de nosso país vive em cidades relativamente pequenas. Por isso, acreditamos que estes nossos números de consumo serão bem parecidos com o que muitos de nossos leitores terão com seus respectivos carros.

E veja que o consumo foi ruim tanto com o ECON ligado quanto com ele desligado. Ou seja, a briga entre o pé do motorista com a teimosia do ECON em manter rotações super baixas e marchas altas acabou fazendo com que este acessório fosse inútil.

Eu, pessoalmente, andaria o tempo todo com o ECON desligado, se tivesse um Civic 2012. Quando o desligamos, parece que o carro ganhou uns 30 cavalos de potência, é até satisfatório apertar aquele botãozinho e o desligar.

Fora isso, gostaria de comentar também que o câmbio automático de cinco marchas do Civic 2012 acaba berrando demais em certas ocasiões, uma calibragem melhor poderia ter sido feita neste sentido. O espaço interno do modelo é adequado para percursos curtos na cidade, e o interior do Civic 2012 dá um show, como já comentamos anteriormente.

O sistema de GPS do modelo é bem preciso, e indica corretamente as rotas e as ruas da região onde se está. Na próxima matéria falaremos sobre como o Civic 2012 se comporta na estrada.

4.0

COMPARTILHAR:
  • filipe_melo

    Nossa! Esse Civic ai gosta de tomar uma, hen? Que isso dona Honda!

    • thezum

      prefiro o new civic antigo

    • zemarreta

      Tecnologia FREX…
      Prefiro a gasolina puro.

      • DCald

        O problema não é ser flex… é ser um Honda-flex! hahaha

        E tinha gente achando ruim o consumo da S10 CD de 1800Kg… hahaha

        • zemarreta

          Será que é SOMENTE o flex da Honda que é mais beberrão que o monofuel?
          Quanto ao consumo da S10, eu acho ruim mesmo. Com motor mais moderno com turbo e injeção direta, certamente ela seria mais econômica.

          • DCald

            Cara, a GM mostrou que sabe fazer motor flex… a toyota e a fiat tbm…

            • zemarreta

              Bom, pois eu ainda prefiro um bom monofuel, como os que a própria Honda faz, como a unidade que equipa a CRV e que é bem econômica.
              PS: esse motor beberrão e sem potência da S10 que vc chama de bom? Ou é o motor beberrão da Zafira?

              • DCald

                Se considerar a tecnologia do motor (ferro fundido e 8v) vai ver que não existe nenhum motor mais economico que os GM flex com gasolina… Claro, se vc quiser comparar com turbo, injeção direta, start&stop, etc… é claro que não vai ter comparação..

                Mas, vc tem Vectra (Astrao) 2.0 de 140cv fazendo 14-15km/l na estrada com gasolina… os antigo Civic 1.7 gasolina faziam 17km/l… sim, mas estamos falando de motor de 115cv e 15kgfm de torque puxando um carro de 1165Kg contra um de 133cv e 18,9Kgfm (pra ficar na gasolina) puxando um carro de 1268Kg (sem contar a maior area frontal, pneus mais largos, etc)

                A Zafira, um conhecido meu teve duas, uma monocombustivel de 116cv e outra flex 133/140cv… enquanto ele fazia 11-12 com a mono, fazia 13-14 com a flex na estrada… ambas automaticas!

                Pra ter uma ideia, qdo morei na Italia, fiquei com uma Scenic 1.6 16V gasolina que fazia 11-12km/l na estrada… ou seja, monocombustivel e com a superior benzina italiana… o desempenho? bem pior que uma Zafira flex…

                Claro que se vc for olhar as opções de hoje na europa, com motores turbo, injeção direta, etc vai ver que estamos muito atras. Mas, a tecnologia flex não faz gastar mais (e não tem pq, afinal, ou a taxa de compressao foi mantida, ou aumentada – o que favorece um melhor consumo!)…

                Se os carros hoje bebem mais é pq estão mais pesados, mais equipados, com rodas mais largas e usando combustivel cada vez mais batizado em um transito cada vez pior (mesmo nas estradas!)

                • zemarreta

                  Camarada, não estou nem comparando um flex desses a um 1.6THP não. Estou comparando é flex com monofuel no mesmo bloco. A própria Honda é um EXEMPLO claro de que houve grande perda em termos de consumo. O próprio New Civic era bem mais econômico, com o mesmo R18 atual, mas quando era gasolina puro.
                  Quanto à Zafira, não cheguei a medir, mas aluguei uma (aliás gostei muito do brilho do design interno do carro, embora tenha ficado triste com o fato de ela ter parado no tempo), há um tempo atrás e me assustei com a voracidade com que o ponteiro do combustível desceu no trânsito urbano. Acho que rodei pouca coisa mais do que 100km e ele já estava pela metade!! Não considero nem de longe uma boa marca!!

                  • DCald

                    Cara, como disse, a HONDA não sabe fazer flex… assim como o 1.0 flex da Ford tbm ficou uma porcaria…

                    Qto a Zafira… me desculpe, mas, carro alugado não serve muito de parametro… qual a porcaria de combustivel que colocaram no tanque antes? Esses dias, conversando com um amigo meu, ele disse que um colega dele disse (se gabando) que já encheu tanque de carro alugado com agua na hora de devolver (afinal, eles só olham o ponteiro, e não o que esta dentro do tanque!)

                    Mesmo assim, uma Zafira automatica vai ser beberrona sim em uso urbano, mesmo com motor moderno e não flex (tanto é que a zafira não-flex era mais beberrona! e estamo falando do mesmo carro, com mesmo equipamentos e peso – só mudou largura dos pneus)

                    • zemarreta

                      Bom, não era automática, era manual mesmo. E estava cheirando a nova (mas concordo que não garante que não tivesse urina de cavalo no tanque). Sempre alugo carros na mesma locadora, mas a Zafira foi realmente a única me chamou a atenção por causa do consumo.
                      De qualquer maneira, como tenho interesse em um carro de 7 lugares, andei pesquisando sobre as opções disponíveis, e os testes que li são unânimes em afirmar que um dos maiores problemas da Zafira é o consumo excessivo.

                    • DCald

                      Me diga qual minivan media com 7 lugares tem consumo melhor que o da Zafira… (sem recorrer a turbos, injeção direta, etc)

                    • jpmocellin

                      Me metendo aí na conversa, será que a Kia Carens é mais econômica que a Zafira? Realmente não sei, por isso a dúvida.

                    • DCald

                      Da Carens eu realmente não posso precisar o consumo…
                      Mas, a Grand livina (que é minivan compacta esticada) bebe tanto como a zafira, mesmo sendo mais leve e com motor "moderno" e menos potente… Conheço um cara que tinha zafira, trocou pela grand livina qdo lançou… agora adivinhem que carro ele comprou? Velha Zafira, dessa vez uma Elite…
                      A C4 Grand Picasso bebe mais que a Zafira (sendo monocombustivel!) – o que mata ali é o maior peso com o "fantastico" cambio 4m da psa…

                    • Stark

                      DCALD, antigamente, ou até pouco tempo atrás, sem sombra de dúvidas o 1.7 do Civic e 1.8 do Corolla eram infinitamente superiores aos GM 2.0 8V de 110cv da época.

                      Mas hoje aconteceu que os Japoneses pioraram no Consumo e se igualaram aos Jurássicos 8V de Ferro, e a GM conseguiu manter o mesmo e até melhor consumo depois que todos viraram Flex, pois se você pegar um Astra 2001~2003 com o Motor 2.0 de 110cv, verá que é mais beberrão que os mais novos Astras 2010~2011. Você pega um Astra/Vectra 2.0 de 140cv e simplesmente não faz menos de 6.3 km/l na Cidade com Etanol (cidade no interior, morros…) e na estrada com Etanol é sempre uns 9~9.5km/l. As vezes 10 km/l se manter 110 km/h sem ultrapassar….

                      Enfim, é isso que aconteceu, os GM 8V melhoraram pouca coisa (ou quase nada) no consumo e os Japoneses estão passando à beber mais do que antigamente.

                      Um outro caso parecido é do Cruze, simplesmente o Motor 1.8 16V Ecotec está bebendo a mesma coisa que o Jurássico 2.0 8V de 140cv, ou seja, mesmo sendo 16V, Comando Variável, 6 Marchas, está consumindo o mesmo.

                      Podem pensar o que quiserem mas no meu caso levo em conta consumo e manutenção (diferente da maioria).

                    • DCald

                      Repare que os os GM melhoraram um pouco o consumo mas tambem ganhou em potencia e os carros tambem ficaram mais pesados/pneus mais largos com o passar do tempo… isso influencia no consumo…
                      Como disse, o Cruze eu desconfio do peso exagerado dele… mas, ainda nao tive um contato mais profundo com o carro pra avaliar bem desempenho x consumo…

                      Se for olhar, o Ecotec do Cruze nada mais é do que o familia I 1.8 evoluido, com bloco de aluminio, 16V, comando variavel, blablabal…
                      Eu tenho um (na verdade 2, 1 no carro capotado) desses familia I 1.8 8v flex de 114cv aqui em casa pra empurrar a meriva… note que a Meriva tem seus 12xx Kg E com etanol faz 7,5-8 na cidade e 10 na estrada… com gasolina faz 10 cidade 13-14estrada…

                      com a evolução, o motor saltou para 144cv (ganho de 30cv) e passou a puxar um carro de qse 200Kg a mais… a tecnologia a mais deveria ajudar no consumo… mas, parece que a prioridade foi o desempenho…

                    • Edson Roberto

                      Bem Daniel, a pergunta que faço é…. se houver dois modelos distintos, com a mesma proposta e condições de competir igualmente, mas a segunda é mais moderna, porém bebe mais, mas oferece melhor conteudo de mimos e segurança, vc abre mão por conta de consumo?

                      Pois eu acho que ai, qdo falamos desse tipo de carro, acho que o consumo não deve ser o item que deve ser privilegiado. Mas enfim, não vou me meter nesse assunto…rs

                    • DCald

                      Acho que tudo tem que ser levado em conta…
                      um consumo exagerado acho que corta da lista sim… assim como falta de itens de segurança…

                      E tem que levar em conta qto esse consumo a mais vai influenciar… para uma diferença de 1km/l para quem roda pouco (1000-1500/mes) pode não significar muita coisa… mas, para quem roda 4mil km/mes a historia pode ser bem diferente!

                      A mesma coisa itens de conforto e segurança… se o cara roda 100% na cidade, acho que não precisa descartar um modelo por não ter ESP, por exemplo… em termos de conforto, em alguns lugares, até o AC pode ser dispensado, em outros, é item de sobrevivencia…

                    • zemarreta

                      Camarada, quis responder ainda ontem, mas não deu. Acho que vai ficar muita coisa pra trás, mas tem algo que acho importante registrar.
                      Acho que entendi seu ponto. Para vc, os motores GM seriam melhores porque aumentaram a taxa de compressão.
                      Lembro de cabeça a taxa do 1.0 da GM (me corrija esse valor se estiver enganado): 11:1. Pelo lado do álcool, é evidentemente menos do que ele precisa para ter o rendimento perfeito (lembro também de cabeça que na década de 80, os motores a álcool já rodavam com coisa de 12:1). Conclusão 1: o flex da GM não é bom com álcool.
                      Mesmo na gasolina não acho que seja vantagem esses 11:1. A menos que o cidadão vá colocar Podium essa taxa é muita para a gasolina normal. Veja que nos R18 e R20 da Honda, que são muito econômicos quando rodam só a gasolina, a taxa é de 10 ou 10:5:1. Minha conclusão 2, é que é provável que haja muita perda por detonação com essa taxa elevada demais, o que gera consumo elevado também na gasolina.
                      Lembro inclusive que uma vez citei aqui na lista que o Corolla era muito bom de consumo, e rapidamente cairam de pau em cima de mim dizendo que isso foi ANTES do flex, pois agora ele estaria beberrão. Confesso que não sei os números dele de cabeça, mas achei curioso que um monte de gente tenha dito rapidamente a mesma coisa.
                      Por fim, acho que o flex só vai ser realmente bom com os dois combustíveis com a dupla turbo+injeção direta. Digo isso, porque hipoteticamente (não li nada nesse sentido, é apenas minha hipótese) vc poderia usar o turbo para regular a taxa de compressão em função do combustível que está sendo enviado para o pistão. Se fosse álcool o turbo trabalharia mais cheio, colocaria mais ar e mais pressão, e teoricamente, seria o equivalente a uma taxa de compressão maior. No caso da gasolina, o turbo trabalharia menos cheio. Fora disso, vc vai sempre ter uma taxa que é excessiva para a gasolina e muito pouca para o etanol.

                    • DCald

                      Mas, vc esta esganado meu amigo!

                      Os motores 1.0 GM flex tem taxa de 12,6:1! A mesma do antigo motor 1.0 alcool!

                      Os primeiro VHC gasolina já tinham essa taxa e eram mono… a potencia pulou de 60cv para 71cv. O pessoal reclamava muito das "batidas de pino"… mas a batida de pino acontecia com combustivel ruim (o que não é raro, infelizmente)… qdo mudaram para flex, a reclamação cessou (melhoraram o controle de pre ignição)… e o consumo se manteve o mesmo dos motores a alcool, mas com mais potencia (que passou de 64cv e foi para 72, mantendo a taxa de compressão).
                      Na epoca em que tive um Celta VHCflex o alcool era muito mais vantajoso… e eu fazia 12,5km/l andando a 130-150km/h… uma vez meu pai pegou o carro e fez uma viagem "mais sossegado"… fez 13,2km/l com alcool!
                      Nessa mesma epoca, um conhecido tinha um classic alcool, tambem fazia cerca de 12,5km/l na estrada…

                      Eu só voltei a usar gasolina nessa ultima disparada do preço do alcool… e me surpreendi com as medias, tanto do 1.4 econo.flex (16,5km/l no corsa) como no 1.8 flexpower (13-14km/l na meriva)

                      as taxas de compressao dos flex atuais é o limite para a gasolina, o que já permite rodar com alcool… quem tem melhor controle de pre-ignição, coloca taxa maior, tendo melhor rendimento com alcool…

                      Agora, perder rendimento com a gasolina? Só se os engenheiros deles forem muito burros! hahaha

                    • Castle_Bravo

                      Desculpa me intrometer, mas o Celta VHC 2002/2003 somente a gasolina, que dirigi uns tempos atrás tinha compressão de 12,6:1, e era raríssima ele "grilar", quando acontecia era somente na marcha ré, graças ao sensor de detonação avançado e avanço de ponto.

                      Hoje o Econo.Flex 1.4 do Corsa / Agile / Meriva tem compressão de 12,4:1, ou seja menor que a do 1.0 mono antes de ser flexibilizado.

                      Não há como um motor "andar detonando" por muito tempo, sem que prejudique-o, ele pode grilar eventualmente, mas não constantemente, e se ele grilar ao ponto de comprometer o desempenho, acredite a situação está muito ruim.

                • Castle_Bravo

                  Até 2015 metade de todos os carros americanos serão flexíveis, e até 2018 este número deve subir para 80%.

                  Mas os EUA são "mágicos", lá a flexibilização dos motores não aumenta o consumo, na verdade nem sequer comentam sobre isto, e veem com bons olhos estarem livres da dependência de um único combustível.

                  Aqui no Brasil, o flex é "espantalho", qualquer porcaria de tecnologia ruim vendida aqui, o culpado é o flex.

                  • DCald

                    Pois eh… a unica coisa que mudou, em varios motores foi apenas a parte eletronica que, regula a mistura para o etanol ou para a gasolina (o que os proprios monofuel já faziam, mas com certa limitação de parametros)…

                    Agora, os motores com aumento de taxa de compressão, melhoraram o consumo!

                    • Castle_Bravo

                      O triste é que tem quem ache o contrário, que o aumento de compressão piora o desempenho do carro, porque existiria uma "compressão ideal" ou "máxima" para se trabalhar com gasolina.

            • fredggp

              Rapaz, fazendo uma crítica construtiva ao NA com relação ao teste é que, na minha opinião, ao se apertar a tecla "econ" o comportamento do motorista deveria ser o mesmo ao invés de brigar com o acelerador tentando alcançar uma eficiência dinâmica igual a do carro sem este botão acionado. Acho que andando na maciota com este botão acionado consegue-se médias melhores. O teste quis tentar ver como seria o comportamento e respostas do carro com o botão acionado, eu sei. Só que parece que o comportamento "inadequado" (já que estava atento ao comportamento com o botão acionado e forçando) parece ter influído no consumo final. Ou não?

              • igorcerino

                Também não vejo muita lógica na comparação.
                No modo econ deve-se tb mudar o modo de condução. De que adianta ficar com o pé pesado num modo econômico…

            • paganeli

              Só desaprendeu no Cruze……. bebe mais que o Mano Menezes.

              • DCald

                Ainda acho que o maior problema do Cruze seja o peso… é um carro que precisa de um regiminho… haha
                Quero ver o que esse 1.8 Ecotec vai fazer com o Sonic!

            • AlexandreCE

              Realmente…. deve ter mostrado mesmo. Meu Classic fazia nessa casa aí aqui em Fortaleza. GM e Flex é uma união irracional… o 1.4 do Agile também é um acinte. Dos carros que já testei, VW com o Fox e Fiat com o Palio são os menos beberrões.

              Tenho um New Fit 1.4 e, aqui em Fortaleza, com engarrafamento, a média fica melhor do que essa aí do Civic… algo em torno de 15%… talvez pelo fato de o meu ser mecânico.

              Não tem segredo para o flex… todos bebem… motor 16v e flex, sem turbo para ajudar a ter torque em baixa rotação, sempre vai beber.

  • Alec_T

    Motor 1.8 com desempenho de 0,8 e com consumo de V8.

    • afonso200

      pois é o camaro SS faz 11 na estrada e 7 na cidade, mas claro desliga 4 cil…mas mesmo assim são 4cc de 3.1 litros, hehe me expliquem isso, sera que sobrou a pior tecnologia p/ nos tupiniquins ??? que duvida. esse motor é o resto do resto do mundo

  • raphaelchadias

    Po, pensava que com uma marcha mais, eles tinha melhorado essa questão dos altos giros..

    • benelaux

      Ele sempre teve 5 marchas, desde o civic anterior.

      Por isso prefiro o Elantra, com suas 6 marchas e motor monofuel que é bem mais eficiente.

    • afonso200

      corolla automatico 1.8 faz quase 12, me explique como o civic faz isso

  • mmcinza

    Alguns pontos eu discordo, em especial com o fato de dizer "que a maioria da população está fora das capitais".
    A análise não é tão simples assim, a frota de carros na capitais tende a ser maior que nas cidades menores e também, para esse perfil de carro a maioria dos consumidores estão nas capitais.

    • thales_sr

      Concordo, além do que, mesmo nas grandes capitais, muita gente anda com o carro em vias de velocidade mais baixa e/ou em congestionamentos, então essa medição urbana se aplica perfeitamente a grandes capitais também.

      • Sobre os congestionamentos, depende do horário do dia em que a pessoa anda. Nas marginais de SP, vc anda a 80 km/h, velocidade que não é atingida em nenhum local de cidades pequenas e médias.

        • Edson Roberto

          Bem…. se anda talvfez de final de semana Eber… porque na semana a velocidade média é de 32km/h. Ou seja…. vai ter esse consumo.

          • osmar_jose

            32km/h é uma média de velocidade urbana excelente. Na minha cidade, que é de porte médio, jamais consegui média de velocidade maior que 27 km/h, marcado no computador de bordo. Parece pouco, mas precisa andar beeem mais ligeiro para aumentar estes 5 km/h.

            • Edson Roberto

              Osmar, acredite, eu sei bem essa diferença. Quando eu rodava pelas Av. Rebouças, Faria Lima…. a média era de 25km/h. É o suficiente para se perder basicamente 40 minutos a mais por essa pequena velocidade!

        • thales_sr

          O Edson já respondeu por mim… Sim, existem trechos que você anda rápido, mas também existe muito trecho que se anda lento, ou fica preso em engarrafamento.
          Mas claro, que tem sempre o "do contra"… rsrs

    • Bem, mudei de maioria para grande parte, mesmo sendo apenas um quarto da população do país que está nas grandes capitais. Um quarto é bem menos que três quartos, mas enfim.

      Em cidades bem pequenas a frota de carros é pequena mesmo, mas em cidades médias, com mais ou menos 200.000 habitantes, a frota de carros é bem grande, especialmente em cidades onde o nível de vida é bom, muitas pessoas tem dois ou três carros na garagem.

      • mmcinza

        Em cidades médias, podem haver grupos ou bairros de classe média, mas ainda assim não é tão relevante e não chega em um fator como SP, que tem mais de 1 veiculo para 2 habitantes.
        Outra análise. Pode-se levar em conta a quantidade e localização de concessionárias pelo País, especialmente no caso da Honda e da Toyota, que por enquanto só vendem carro acima de R$50k….

  • feliippe

    Particularmente achei o carro um espetáculo, mais o consumo dele principalmente rodando na gasolina é broxante…

    • c_eduardo

      Cara, o manual faz 9,4 km na gasolina.

    • simoloko

      O Cruze foi mais econômico nos testes do N.A! :S

      Mas Civic é assim mesmo. O meu bebia todas.

  • Bem, embora fabricados em serie, nenhum carro é igualzinho ao outro.
    Muito elogiam a confiabilidade mecanica do Corolla e Civic, mas também há alguns que não tiveram sorte e compram unidades problemáticas.
    O melhor é esperar para ver se o consumo rodoviário é próximo ao obtido por outros sites/revistas. Se não for, então pode ser que essa unidade esteja com consumindo mais que os outros.

  • jrfrari

    Continua bebendo praticamente a mesma coisa que o new civic anterior!!

  • Vinicastro

    Jesuiz que consumo absurdo…. pode isso Arnaldo? Consumo de carro V6 em um 1.8 com cambio AT de 5 marchas? Bebe mais que o C4 Picasso que o Eber testou a pouco e se comparar com um Corola então esse Civic bebe mais que o Tavares. Isso só para ficar nos AT de 4 marchas… Espetacnologico só nas telinhas LCD eim dona Honda, porque em materia de ECOlogia tá mais para brucutú.

    • afonso200

      acho que quando aperta o ACON ele abre 2 carburadores, uahsuahsuahsaush como o passat TS antigo, meu coroa teve um 0km. ele disse que chegou a 180km/h na epoca contra um Opala SS do primo dele, quando eles pararam os carros, estava tudo fedendo a oleo e borracha queimada, esquentou os motores

    • afonso200

      *ECON

  • rogeriulima

    Epic fail esse econ, a Honda poderia ter feito algo mais simples como colocar mais airbags.
    Bom, melhor arriscar e tentar do que ficar parado no tempo.

    • KTA2010

      Esse ECON é feito para se usar em estrada ou quiçá em cidades planas. Na avaliação do CARPLACE o ECON após acionado aumentava em 2km/l o consumo do carro. O computador de bordo chegou a marcar 17 km/l, sendo que a média final ficou em 14 km/l.
      http://carplace.virgula.uol.com.br/garagem-carpla

      • rogeriulima

        HEHE, Ainda prefiro uns 2 airbags laterais no lugar desse econ.

  • Felix_S

    Pelo visto acho que posso cortar o Civic da minha lista, pois o único motivo que eu aceitaria um carro menos equipado é se ele compensasse na economia. Quanto o Cruze fez nas mesmas condições?

    • zemarreta

      O 1.6THP da BMW/PUG é bem econômico e com ótimo desempenho para esse desempenho. Dá uma olhada no 408, eu tenho um 3008 e tenho feito perto de 10 na cidade.

      • Edson Roberto

        Ze, segundo alguns foruns da Peugeot, os donos do 408 THP (que ainda são bem poucos) tem dito médias de 11 a 12km/l na cidade. Achei otima média.

        • zemarreta

          Realmente excelente!

          • Alec_T

            Otima hora pra Pjô entregar um 408 THP pro Eber testar.

      • zemarreta

        Quis dizer ótimo desempenho para esse CONSUMO!

    • paganeli

      menos que o Civic. O Cruze é certamente o carro mais "gastão" do segmento.

      • vitimsl

        Vc leu a avaliação NA?

    • AlexandreCE

      Se quer algo com economia, procure 16v + flex + turbo. Não adianta querer esgoelar um 16v que só vai mostrar torque com 2500 RPM ou mais… sempre vai beber desse jeito.

  • HenriqueHJ

    com econ acionado ele parece um 1.5. to vendo que um dia a honda pra economizar mais vai botar o SUPERECON. vai desligar logo 2 cilindros. adotado no 6 cilindros do Accord

    PO honda, coloca logo entao o motor 1.5 do city/fit

    cacildis esse modelo não disseram que ia ficar mais economico? mas pelo que eu to vendo continua bebendo muito.
    melhor a honda para com o flex que não tá funcionando direito. e acabando com o flex ele pode trazer o CVT (para o fit e city), já que a honda fala que o flex não casa com o CVT dele.

    • zemarreta

      Perfeito, mataram o CVT para inventar esse pato manco do FREX. Melhor ficar com um bom a gasolina, com CVT e ótimo consumo.

      • DCald

        Cara… mataram o CVT pq a Honda quis cortar custos… CVT e flex são totalmente compativeis… tai o Sentra que nao deixa mentir…

        • KTA2010

          E agora o Fluence…

        • HenriqueHJ

          tem que ser muito fanatico pra achar que o CVT não casa com a tecnologia Flex.

          eu falei em tom de brincadeira, já que a honda fala que não casa com flex, então acaba com o flex e traz de volta o CVT que tinha no FIT.

  • Romulo_Max

    Ainda continuo achando esse painel torto e meio antiquado. E qnd vi pessoalmente achei pior ainda…
    Qnt a esse ECON me parece mais marketing do que algo realmente funcional. Só para motoristas bem pacientes e pelo visto não parece compensar.

  • jeep12

    OK, mas quem se deu ao trabalho de apertar o botaozinho do ECON nao está a fim de esticar o motor em aceleracoes como a simulada no teste. Acho muito bom poder escolher estilo de conducao adequada ao que o motorista se propoe. Tentar economia com cambio em S ou desempenho com tecla ECON nao me parece razoavel. Eu particularmente acho otimo poder, quando se quer tranquilidade e economia, retardar as reduzidas do cambio do Civic – sempre as achei exageradas. So lamento que isso nao o torne economico de fato…

    • zemarreta

      Verdade, pensei a mesma coisa. Imagino que se a Honda botou um botãozinho (ou seja, só é ligado se quiser), é porque ele deve funcionar bem só com alguns modos de condução.
      Queria ver como que ele ficaria com pessoas como um tio meu que tem o pé ultraleve e sempre "chama" as marchas antes.

    • Edson Roberto

      Bem… mas se o estilo de condução diminui mais o desempenho do que o consumo do que adianta?

      Legal, vai me dizer que há diminuição de ruido e a condução se torna mais tranquila, mas até que ponto? Se é uma coisa que é ruim para qualquer pessoa, é ter desempenho de menos sem mudanças de consumo. E a diferença com o ECON ativo, me diz que apesar de tudo não vale a pena usa-la. Pior ainda, é que esse item para quem o mantém ligado, será usado no esquecimento, fazendo com que a pessoa ande o tempo todo e piorando em determinadas situações a forma de rodar com o modelo.

      Bem, minha opinião, é que se fosse um desempenho contido com uma real economia, valeria a pena, mas pelo pouco que ocorreu, prefiro mesmo que ele fique desligado o tempo todo.

  • Diego Casagrande

    Vai beber assim na PQP. É muito combustível para um 1.6, malditos motores Flex, maldita Petrobrás e sua gasolina podre. Vou continuar com o meu mono que consome menos que o dobro do que estes carros Flex.

    • zemarreta

      Pois é… difícil é achar mono. A cada dia que passa esse FREX avança como praga.

      • andre_0102

        Isso me preocupa, meu fit 1.5mono faz 16km/l na estrada, mas não perde muito na cidade, agora me diz: quem vai substituir o fitão?

    • Edson Roberto

      O problema não está na Petrobrás e sim no caminho que sai dela até o posto…..

      Sobre o motor do Civic…. ele é 1.8, Diego.

      Mas realmente, um pessimo consumo. E depois reclamam de motores como o 2.4 que equipou o Vectra…

      • Diego Casagrande

        Valeu pela correção, Edson.
        Sim, do mesmo jeito é uma média horrível para um carro 2012 e um motor atualizado, eu não sei como conseguem fazer carros TÃO beberrões somente aqui no Brasil.

      • Stark

        PQP pior que é verdade…
        Ele tinha (tem) Motor 2.4 16V 150cv e 24kgfm de Torque, Câmbio de 4 Marchas, e fazia as mesmas médias do Civic, 5.5 km/l com etanol e uns 7.0 km/l com Gasolina….

  • Felix_S

    O ECON não dá pra usar o tempo todo, o motor fica bem amarrado

  • LuBruMe

    As medições de consumo das revistas (e cho q até das fábricas) são feitas em circuito fechado e controlado, onde são adotados uns procedimentos padrões ( um para "estrada" e outro para "cidade") de "acelera / freia/ acelara /para /acelera/ para …" . No final mede-se o que foi consumido no teste e calcula-se a "media" que será divulgada.

  • vitimsl

    Se o Cruze é beberrão, o Civic é o q? Consumo de S10 2.4… Esse carro não me agrada…

    • paganeli

      O Cruze consegue beber mais, pode apostar. E ainda anda menos.

      • MM_

        Mesmo que meu Cruze faça 9 na cidade, ainda trocaria esses 2 itens pelos equipamentos a mais que vem nele.

      • vitimsl

        É, não foi o que li na avaliação NA, que acho a mais confiável no momento… E a diferença do desempenho deve ser absurda né… Prefiro um Cruze… Mais bonito, mais equipado, mais barato, com mais itens de segurança e com menor consumo, pelo menos por enquanto…

    • Diego Casagrande

      Eu estava gostando deste Civic até a matéria anterior, vi esta matéria me decepcionou e muito. =/

  • andrebritoleite

    No vídeo do Civic eu fiz um comentário que repito aqui:

    DECEPÇÃO com esse carro!

  • Acelerando

    Eber, me surgiu uma dúvida que acho que li em algum post seu anterior e não achei.
    A posição original do ECON é ligado né? Toda vez que se liga o Civic o ECON estará ligado e o botão seria para desligá-lo, ao contrário de alguns comentários acima?

    • Hubert

      Não há posição original. O botão ECON estará sempre na última posição em que você deixou quando desligou o carro. Tenho um Honda Civic 2013 e ando com o ECON quase sempre desligado.

  • Acport

    Vou copiar um parágrafo do teste da S10 flex aqui no NA, antes de tecer meu comentário:
    "E o consumo? Um aspecto negativo da geração anterior da S10, sem dúvida. Ele melhorou, mas continua alto, como seria normal vindo de um motor 2.4 Flex em um carro pesado. Na cidade, com ar-condicionado ligado, tivemos média de 5,3 km/l de álcool e entre 7,0 e 7,5 km/l de gasolina."
    Uma picape com motor 2.4 jurássico flex, mais de 1800kg, teve exatamente o mesmo consumo do novo Civic 2012. Quem é o beberrão na história?

    • Alec_T

      Nessas horas pergunto qual benefício de um motor desse dito "moderno"?

  • YoOdEx

    Então Éber o consumo da S-10 foi digamos, melhor?

  • rjuniorce

    Tive numa concessionaria Honda esta semana e fui dar uma olhada no Novo Civic…. A principio quando vi o carro pelas projeções achei que a Honda estava a beira de estragar um projeto tão bem sucedido como foi a versão anterior. Quando vi o carro pessoalmente fiquei bem surpreso e confesso que gostei bastante do carro. O desenho ficou bonito e harmônico mantendo um toque de esportividade. O interior achei muito de bom gosto e o painel te da uma impressão de 3D com os gráficos da temperatura e combustível. Ainda acho que este sedã terá toda chance de voltar ao topo das vendas ultrapassando o concorrente Corola que apesar de bom carro ja está cansado e com preços muito salgados. Aqui no Ceará é onde a Toyota deita e rola cobrando os preços mais altos do Brasil e vendendo muito……. A população aqui entende que ter carro Toyota é ter status na sociedade é ser aceito socialmente…

  • Edson Roberto

    Bem…. se antes tanto o Corolla e o novo Civic já não me agradavam, agora com esse consumo ele sepulta de vez qualquer vontade que tinha do modelo. Sim, gostei do interior, apesar do interior não ser o melhor que privilegia espaço interno, mas esse consumo considerando que talvez tenha sido somente com o Eber é preocupante! Com gasolina então? Desesperador!!!

    Esse é o tipo de veiculo que mesmo que o alcool aumente consideravelmente seu valor, será o carro que só valerá a pena abastecer com esse tipo de combustivel.

    E é o que eu falo, o Fluence e seu CVT tem médias de 7 a 8km/l de alcool segundo os donos na cidade. Ou seja, algo otimo para um 2.0 e mais justo. O Cruze também tem bom consumo e o Jetta fica no "Meio" entre esses no uso real.

    • freemontomaisvendido

      Na AE o Civic fez 8,2 na cidade e 12,3 na estrada, contra 6,7 na cidade e 10,5 na estrada com o Fluence.

      • Corvo

        Dou muita mais credibilidade a NA que a AE. As revistas atualmente não são nenhum parâmetro de confiabilidade

      • Edson Roberto

        Freemont, assim como o Corvo disse, minha credibilidade é muito maior no NA. O Eber fez um teste real, de consumidor.

        Não ficou simulando rodagem. E esse que tem peso, cambio, melhores que o C4 Picasso, teria OBRIGAÇÃO de entregar um melhor compromisso de consumo. E não vale dizer que é novo, pois tanto oCivic como o C4 Picasso eram novos.

        • freemontomaisvendido

          Mas a AE não fica simulando rodagem, usam o carro na cidade mesmo, se você ler todo mês a AE você vai conhece-la melhor e vai ver que esse negócio de "comprado", "manipulado" é a maior barbada. Muitas pessoa sequer já leram uma Autoesporte e já falam que é isso e aquilo, eu tenho assinatura a 3 anos, e sempre meus dados chegam muito perto deles, por isso eu confio plenamente no trabalho deles, assim como tbm confio no NA. A última prova viva, é que apesar da Fiat propaganda na capa traseira da revista, o Grand Siena perdeu para o Versa no comparativo. Assim como o Civic tbm perdeu para Fluence e Elantra.

          • Edson Roberto

            Freemont, não acho que é manipulado, mas que existe uma parcialdade enorme o que me faz repensar sobre o AE.

            O Eber perdeu muito das preferencias para ser neutro. O que ele tem preferencias nitidamente, é para carros macios. Tanto que quanto mais macio melhor. Ele pode criticar a estabilidade, mas prefere carros macios.

            Sobre o NA, acho que a explicação de como rodou, faz a diferença. Na AE, isso é meio obscuro. Vale mais a pena qdo se trata dos testes de 100 dias que ai sim, cada pessoa roda do seu jeito e no final formam uma média. Acho bem interessante.

    • paganeli

      Desculpe, mas falar que Cruze é econômico é piada. De um colega ele não consegue 350km de autonomia, na estrada e com gasolina! Na ccs falaram que é assim mesmo, que a média dele nessa condição é em torno de 7,5km/l, que todos que eles verificam faz esta mesma média.

      • Edson Roberto

        Legal, só que eu tenho conhecido que possui que faz bem mais que isso. Mas esse tipo de carro, principalmente automatico, mostra que é um carro que gosta de demonstrar potencia e seus donos também gostam de acelerar. Muitos não tem pé leve e por isso consumo maior.

        Mas felizmente, como conheço "tios de direção", ou seja, peso pena no acelerador, consegue fazer boas médias. Caso de fazer 11km/l de alcool na estrada a 100km/h.

        • MM_

          O meu faz 9 de média em SP. É só colocar gasolina boa que vai bem.

      • MM_

        Seu comentário não tem coerência alguma. Pelos seus cálculos, o carro do seu colega faz 5,83km/l com gasolina na estrada. E na verificação ele faz média de 7,5km/l. Qual é o valor "correto" inventado? 5,8 ou 7,5?

        Sabemos que nem o Civic é tão ruim assim de consumo.

        • paganeli

          Favor ler novamente meu comentário, que entenderá. do meu colega é uma coisa, do que a css fala é outra coisa. E do meu colega faz uns 6,5, pois ninguém em sã consciência roda até acabar.

  • granrs78

    O Painel desse novo Civic piorou na minha opinião em relação ao antigo Civic, pois o antigo tinha a parte superior do velocimetro em material suave ao toque, e o novo perdeu varios porta trecos com tampas, além de terem tirado a parte emborrachada dos porta trecos para não fazerem barulho. Na minha opinião o painel do antigo é muito mais bonito que o do novo.

  • Alan_Brito

    1 palavra: decepcionante.

  • Castle_Bravo

    A Honda pode fazer qualquer porcaria, até por um botão que "castra" o desempenho do motor, que mesmo assim venderá como coco na praia.

    Os "culpados" serão o combustível, os motoristas, a flexibilidade do motor, as estradas, o ar brasileiro, a maresia, etc…

    Mas nunca os japoneses por estarem vendendo um produto inferior ou mal feito por um preço várias vezes maior do que ele vale.

    • frerdy

      Esse mês parece que o Civic está em terceiro, perdendo pra Cruze em vendas.

      • rogeriulima

        Parece que a tabela vai ficar assim mesmo, com o Corolla na ponta, Cruze em segundo e Civic em terceiro.
        Se o Civic não passou o Cruze tendo o fator novidade ao seu lado dificilmente vai fazer isso depois.

  • c_eduardo

    Amigos… Dos comentarios aqui acho que não tem ninguem que realmente tenha comprado o carro. Estou muito satisfeito, comprei um mecanico e faz em torno de 9,4 km com o econ ligado. Tem uns 1400 km rodados. O consumo para mim não tá fora do normal, é um carro para quem não precisa botar gás na mala para andar. Agora, tô vendo uma porção de gente falando do Cruze. Pra táxi eu acho que a chevrolet serve bem, como o Astra que passou um tempão sem trocar uma lanterna. É lógico que carro flex bebe mais. Andei no Jetta, achei muito inferior, um sério canditato a Santana. O Corolla seria minha outra opção, mas eu achei o Civic mais bonito e mais moderno. Aquele olho de gato que a Toyota colocou abaixo da lanterna traseira ficou feio, parece uma emenda. O que colocaram no Civic não ficou ruim, na minha opinião.

    • freemontomaisvendido

      Esse é o melhor teste que existe, o do proprietário. E segundo vc, o consumo está excelente. Para efeito de comparação, meu Sandero Stepway com gasolina, faz 8.3 na cidade, no álcool fica em torno de 7.0.

      • MM_

        Meu Cruze faz 9km/l de média em SP. E é automático.

        Concluo que o Civic gasta mais.

        • Vinicastro

          MM, como vc compara o Cruze com seu antigo C4 em termos de consumo e conforto (suspenção e isolamento acustisco) ?

          • MM_

            Vamos lá:

            – Consumo: O C4 fazia média de 8-8,5 km/l na cidade. O Cruze está fazendo 9km/l. Ambos com gasolina. Pesava a favor do C4 hatch ser mais leve. Em contra partida o cambio era de 4 marchas. Para o transito de SP acho adequado. De qqr maneira, essas médias alteram muito. Um dia de transito absurdo, derruba essa média pra 7. Um dia de transito bom, eleva para 10.

            – Suspensão: O C4 era bem duro e batia bastante em buracos. O Cruze é duro para quem está acostumado com alguns Sedans, principalmente com o Corolla, mas absorve melhor os buracos, talvez pelos pneus maiores. Detalhe que eu não esperava é que o Cruze é mais equilibrado em curvas. Em alta velocidade emretas, preferia o C4, que tem a direção mais dura.

            – Isolamento acustico: achei os 2 muito parecidos e são medianos. O C4 era mais silencioso que o Cruze em baixa velocidade e marcha lenta. Por outro lado, na estrada o Cruze é bem mais silencioso que o C4. Pesa contra o C4 um problema crônico de isolamento acústico nas portas. O carro "entrava vento" pela porta do passageiro e mesmo com a substituição das borrachas, esse problema persistiu por todo o tempo que fiquei com o carro.

        • vitimsl

          Lembrando que seu Cruze é mais pesado e utiliza pneus 225, nada mais nada menos que 2 cm a mais que os pneus do Honda… Isso aumenta bem o consumo…

        • freemontomaisvendido

          Como chega a essa conclusão, você tem um Civic? O cara acima mesmo disse que o dele faz 9,4 contra 9,0 do seu. Portanto concluo tbm que o Cruze bebe mais que o Civic.

          • MM_

            Conta simples. O dele é manual faz 9,4. O meu é automático e faz 9,0.

    • rjuniorce

      O que eu acho com relação a consumo é que quem compra um carro de mais de R$ 70.000,00 não ta tãaaoo preocupado assim se o carro faz mais 1 km/l ou menos que um outro carro concorrente. A pessoa vai comprar o carro em que o conjunto da obra melhor lhe agrada. Para falar a verdade eu acho que o conceito de carro econômico e gastador ja mudou depois do lançamento dos carros flex… Hoje em dia o automóvel bebe muito mais que antigamente e são vários os fatores sendo o pior o fato de o transito nas grandes cidade terem piorado bastante, os motoristas estão mais impacientes e para tentar driblar o engarrafamento faz muitas acelerações bruscas e freia, o fato do motor flex ser mais beberrões, as rodas dos carros mais novos são mais largas e de aro maior etc… Isto é fato!!!

  • ClausKinsk

    Falem mal agora do consumo dos motores GM cabeças de bagre…
    A S10 pesa 1.800 quilos, o motor é 2.4, e faz 7,5 km o litro de gasolina na cidade com ar ligado.. pra mim o consumo da S10 é excelente, pelo tanto q ela pesa, pelo fato de ser uma pickup (o arrasto aerodinâmico é muito maior), e o por ser um motor 2.4…
    Já estou cansado desta "muquiranisse" do pessoal achar q todo carro bebe horrores, poxa tem q ver oq o carro oferece, e quanto q ele bebe com o seu estilo de pilotagem… tenho um carro q a maioria das pessoas deve achar q bebe horrores… porém tenho maior segurança nele, com abs, air bags, controle de tração,etc, oq é mais importante, segurança, ou ter um básico com um consumo melhor? pra mim ter um motor mais forte, tb faz parte de segurança… fora q falam q todo carro vendido aqui n presta, isso enche, até pq quando bmw, audi, mercedes, etc lançam carros com "motorzinhos" e interiores ridículos todo mundo elogia, só pq é de "marca"…

    desculpe o desabafo, n tenho saco pra comentar, mas hj n aguentei rs

    • YoOdEx

      Na verdade o arrasto aerodinâmico só começa a fazer efeito considererável acima de 100km/h.. Portanto na cidade nem influência tanto.. Mas concordo com você! Pelo fato de ser pick-up, tração traseira (são mais engrenagens, mais equipamentos para se dissipar energia), pesada, com ar ligado fazer 7,5km ta excelente! Eu mal mal uso ar, acho que daria um consumo de uns 8,5km/l andando com pé leve, o que é elogiável!

      • DCald

        Acima de 80km/h é que o efeito é bastante consideravel… já aos 60km/h ele é perceptivel, mas não tanto…

    • freemontomaisvendido

      "fora q falam q todo carro vendido aqui n presta, isso enche". Vc simplismente resumiu o que eu penso. O povo só sabe criticar, eu creio que até por isso, algumas montadoras não dão atenção a esse comentários. Aqui é assim: VW = caro, acabamento ruim; Fiat = carro frágil, só sabe fazer popular; Chevrolet = design horrível, faz de um carro tbm ruim, incrível isso; Toyota e Honda = carros super faturados, péssimo acabamento; Nissan = símbolo do custo/benefício, a melhor marca do Brasil; Affs.

    • Stark

      Belo comentário! Gostei…

  • Gabriel_Nint

    Pelo que li na matéria, ele continua praticamente igual ao New Civic, pneus "barulhentos", gastão (até mais que o New Civic) e com um motor que berra demais em algumas situações.

    Mais um motivo que mostra que o carro regrediu em relação ao anterior.

  • djowl

    Meu pai comprou um civic 2012 e dirigi o carro por uns 500 km.

    Pessoalmente tenho uma opinião um pouco diferente da matéria. O modo econ tem-se mostrado útil na cidade e o carro tem respondido bem. Na estrada ele se torna lento nas atitudes do cambio, então realmente o modo econ desligado torna o carro mais agradavel.

    O desempenho na estrada tem sido bom, com as mudanças de marcha no volante facilitando a vida e permitindo que vc opere junto com o cambio quando vc quer uma atitude diferente e em alguns segundos adiante ele assume o controle de novo.

    O carro é firme, mas longe de ser duro ou desconfortável além da ausência de vibrações.

    Na estrada tem feito 10,5 km/l de alcool(110-120km/h) e na cidade em curtos percursos tem somado a media de 6 km/l mais ou menos.

    O ruído os pneus entram na cabine somente em asfalto aspero acontecendo o mesmo com meu focus e com um corolla.

    É um carro bem feito, poucos detalhes a desejar, e passa a sensação de boa construção.

    Apenas o preço poderia ser melhor.

  • RMN14

    Mas outros sites que fizeram testes na cidade, conseguiram consumo de 10 km/l e na estrada 13 ~ 14 km/l….

    Eu digo sempre e repito. É IMPOSSÍVEL comparar consumo de carros fazendos apenas o mesmo percurso. Muita coisa muda, como trânsito, clima, qtde de sinais vermelhos…até o motorista pode influenciar….pra mim, pra comparar o consumo, teria que pegar os carros X e Y e 2 motoristas e sair em comboio…..depois faz rodizio dos motoristas e tira uma média….aí sim pode-se comparar consumo….
    Porém sei que conseguir os carros para teste junto é praticamente impossível, sem falar nos motoristas necessários.

    • Stark

      Amigo, o seguinte:

      IMPOSSÍVEL comparar consumo de um carro em um percurso, com de outro carro num outro percurso, e ainda mais por outra pessoa.

      Mas o que o Éber tá fazendo (imagino eu), é andando com os carros que ele avalia nos mesmos percursos. E DENTRO dos carros que ele avaliou, pode TOTALMENTE, e POSSIVELMENTE comparar entre ELES (carros avaliados pelo NA). Outro exemplo é que o NA busca testar o consumo em rodovia, rodando com ele em velocidade média de 120km/h, e se fizer o mesmo em todos carros que for testar, podemos pegar os dados do NA e comparar entre ELES.

      Portanto, somente compare consumo de um carro com o outro se eles foram testados no mesmo percurso e nas mesmas condições. Mesmo se um Civic desse 3km/l e a S10 2.4 8V tivesse dado 4km/l. Lógico que não ia ser esse consumo à todos, mas comparando o teste exemplificado, o Civic foi mais gastão que a S10 usando o mesmo percurso, exemplo.

      Lógico que não posso levar esses dados do NA de base em todo carro que eu for comprar/testar pois o consumo do NA é diferente do meu consumo pessoal…

      • RMN14

        Engano seu amigo. Mesmo eu fazendo exatamente o mesmo percurso, o consumo pode ser bem diferente….

        Ex.: se o percurso fosse do começo da Av. Paulista até o fim dela às 10 da manhã….se os testes forem feitos em dias diferentes, muita coisa pode mudar:
        Carro X pode ter pego apenas 1 sinal vermelho e todo o resto foi de boa, sem congestionamento.
        Carro Y faz o mesmo percurso, mas pegou 10 sinais vermelhos e um trânsito por causa de acidente.
        Nesse caso, o carro Y terá um consumo muito prejudicado, o que torna a comparação IMPOSSÍVEL, mesmo fazendo exatamente o mesmo percurso com o mesmo motorista.
        Na estrada tb…vou sempre de Campinas pra SP….NUNCA consegui manter 120km/h em todo percurso…sempre tem gente a 90, 100 km/h na esquerda….se nos testes o carro X pegar menos "lerdos" pelo caminho, será beneficiado.
        Por isso seria necessário sair com os dois carros juntos, fazer uns 2 testes com o mesmo motorista, depois inverter os motoristas e tirar uma média….aí sim dá pra ter uma boa noção para comparar ambos…
        Valeu!

  • Michelly2012

    Um amigo meu tem um civic exs branco e ele me falou que o dele ta fazendo 10,8 na cidade e 13 na estrada com gasolina, ele esta adorando…. alem de ser lindo! Ele nem ta acreditando, ele é so alegria com o dele. Compraria de olho fechado

    • MM_

      10,8 na cidade? Aposto que ele não mora em SP, Rio ou outra grande capital.

  • fse

    Esse Honda gosta de uma gasosa. O ultimo carro que tive antes da moda flex vou um Toyota Fielder, achava na epoca que o carro gastava muito, fazia 10 km/l na cidade. Depois tive carros flex com motores menores e nenhum fazia nem perto disso todos fazia de 7 pra baixo. Hoje tenho carro a diesel ai não sinto tanto.

  • freemontomaisvendido

    Sei lá. O consumo realmente PARECE ser ruim. Porém não podemos chamar um carro de beberrão por apenas um teste de consumo. Varia e muito os fatores que levam um carro a consumir, motorista, velocidade. Nesse ponto, sem desmerecer o NA, eu ainda prefiro as revistas, pois fazem o mesmo percurso, com os mesmos condutores. No álcool na AE o Civic marcou 8,2km/l na cidade e 12,3km/l na estrada, mais econômico que todos os seus concorrentes, perdendo apenas para o Elantra (10,0km/l na cidade e 15,9km/l na estrada, lembrando que é a gasolina, portanto possui o consumo melhor).

    • LS7

      Alguns testes de algumas revistas são muito tendenciosos.
      Quando o new Civic foi lançado em 2006, o consumo, nos testes da 4R e da AE, era excepcional. E o desempenho também era notório, com acelerações de 0-100 Km/h na casa dos 9,6 segundos. Quando o carro passou a ser testado na prática, o consumo que era excepcional ficou mediano, e o desempenho de esportivo nunca apareceu. Ou seja, ou carro cedido para os testes era diferente, ou o carro depois dos testes é que ficou diferente, para pior.

      • paganeli

        Engraçado, tenho um 2008 flex, e faz fácil 10 na estrada com alcool. E anda pra caramba

    • PauloPGomes

      Tu não tinha dito que ele era O Melhor da Categoria? Com um consumo desse? Faz-me Rir!

      • freemontomaisvendido

        Que consumo? Segundo o AE ele é mais econômico que todos os concorrentes, só perde para o Elantra. E qual é melhor? 408 bebe mais, Fluence bebe mais, Focus bebe mais, Cruze nem se fala, os que ficam bem colados com o Civic é o Jetta e o Corolla no consumo. E outra, o Civic para mim é o melhor sim do segmento, e espero que tenha compreendito que não disse que é melhor compra, pois esse cargo vai para o Elantra.

        • Stark

          O Jetta Comfortline dá um tapa na cara dos 16V em termos de consumo, simplesmente se você rodar na rodovia à 120 km/h com um Jetta Comfortline TipTronic, ele faz média de 10 a 10.5 km/l no ETANOL!!!! É nessas horas que pergunto se realmente vale a pena toda a tecnologia (16v, comando variável, bloco em alumínio, manutenção maior).. Pra quem não importa com potência (afinal onde podemos desenvolver 200 km/h com segurança?) não acho bom negócio ficar grudado num motor só porquê tem mais cavalos.

          Enfim, torço para a VW emprestar um Jetta Comfortline pro NA fazer nos mesmos percursos e tirar a prova!

        • PauloPGomes

          kkkkkkkkkk. E eu confio muito na credibilidade da AE, essas revistas compradas! kkk

  • _Ernesto_

    O carro é muito novo? tá com quantos km rodados?
    Percursos curtos não tem jeito mesmo.

  • lucianofurtado

    A Dona Honda com ideia pra vender mas emm! só que vc esqueceu dona Honda que existe site com Avaliaçao. e com essa historia de ECON nao foi dessa vez. Cruze nele!

  • Romis_gtr

    Porra, ei épocas áureas de vti 1.6 16v b16a2 heim! Carrinho leve, 160cv, com 15kgfm…..xD isso era lindo! Mas a merda do consumidor ainda acha vantagem no flex……a única tristeza é que não quase mais existem carros mono…triste :S

  • YoOdEx

    O Civic (New old.. rs) que tem aqui em casa, costuma fazer 12km/l na estrada com gasolina, com 4 pessoas, ar e bagagem. Acho até razoável.

    Muito estranho esse consumo desse Civic, será que poderia ser um problema atípico dessa unidade? Vamos aguardar o consumo na estrada!

    • Marcos_Astra

      é verdade o o VELHO NOVO aqui em casa é super econômico … FEio de bunda , feio de painel e péssimo de consumo …. Não presta… Zero

  • diegogerman

    Avaliação excelente, totalmente imparcial! A critica a suspensão é pertinente, e é uma coisa a se prestar atenção: Sentra, Jetta, Cruze e Civic, possuem amortecimento mais "duro", uma tendência de mercado? Pessoalmente falando acho MUITO superior a suspensão do Voyage do meu pai, do que a do meu Sentra. Será que todo mundo prefere carro duro?

    • Corvo

      Cara…eu não ligo muito para suspensão dura, desde que não passe alguns barulhos irritantes de plásticos internos, mas mesmo assim prefiro uma suspensão confortável, ou seja, que o motorista não sinta muito o que está acontecendo lá fora. Já aluguei um Gol g5 por 1 semana, com suspensão similar a Voyage, e realmente nesse quesito gostei muito. Não achei muito duro como muitos falam aqui, ao contrário, você passava por uma rua de paralelepípedo e o carro não sentia nada

      • diegogerman

        Exatamente Corvo, tem um certo molejo que não vejo em alguns carros, como o meu Sentra. O conjunto dianteiro é o mesmo do Polo, uma EXCELENTE suspensão para um carro de uma categoria relativamente popular

  • simoaac

    Pra quem pensava que o Cruze tava bebendo…..

    Teste bom é assim. Na verdade este é a condição ideal de teste pq o transito brasileiro é caótico. Nas revistas não dá pra confiar.

    Resumo: Painel (console) feio, AC "feim" tb,consumo…… aí podemos imaginar pq esse mês as vendas do civic já caíram e o cruze segue sua escala p se aproximar do tiozão corolla.

    Obs. Não defendo carro até pq o meu é um focus, mas infelizmente o civic deixa a desejar.
    Agora é só esperar o lançamento do cruze hatch e acomodação dos preços e colocar na garagem.

    Derrepente alguém pode mencionar que os motoristas do NA não detém conhecimento técnico (li isso em algum lugar), mas quem precisa de técnicos?

    NA, parabéns pelo teste imparcial.

  • andreHHX

    Só pra comparação com o Civic, vou falar a real do consumo do Fluence CVT, pois já tô com um a 10.000 km (primeira revisão a ser feita semana que vem).

    Melhor média na estrada pista dupla com gasolina é 13 km/l, isso numa viagem de 400 km, procurando manter 120 km/h (não anotei a v.média nesse dia) e esticando um pouco mais que isso algumas vezes quando possível (uma pessoa e ar desligado maior parte do tempo). No alcool rende um pouco mais que os 70% do rendimento da gasolina, sendo meu recorde 9,6 km/l a 90 km/h de média no mesmo trajeto em que consigo o recorde de 13 km/l com gasolina. Fazendo média de 100,7 km/h (significa procurar manter 130 ou pouco mais o tempo todo, além é claro de transito livre) consegui 12,6 km/l na gasolina nos mesmos 400 km desse trajeto. Na estrada pra baixar de 12 km/l tem que pisar consideravelmente ou, sei lá, pegar engarrafamento.

    Na cidade, isolando a média de fim de semana ou períodos de feriado em que todos vão pra paria e a cidade fica mais vazia, consigo facilmente chegar nos 10,5 km/l na gasolina. No alcool nessa condições fico com 7 km/l. Meu recorde na cidade com gasolina é 8,7 km/l, em janeiro deste ano, quando rodei incríveis 464 km com um tanque. Já o recorde com alcool com um tanque na cidade é de 6,1 km/l. Na cidade geralmente uso gasolina e chego ao final de um tanque com 8,3 ou 8,4 km/l. Se pisar e pegar engarrafamento pesado todos os dias, aí neste caso é bem provável que com gasolina fique abaixo dos 8km/l. O mesmo vale pro alcool, pois se pisar e pegar engarrafamento direto chega nos 5,5 km/l fácil.

    • AlexandreCE

      Ou seja. Você anda como um carro que não é 8v exige que o condutor dirija.

      Não dá para ficar com o pé atolado num flex 16v porque o consumo vai lá para as alturas mesmo. Mas a galera aqui quer que o flex 16v tenha desempenho e consumo de 8v. Tocada de 16v sem turbo é comedida na cidade. Na estrada, exige trocas, dependendo da potência do motor.

  • lagoense

    Parabéns, excelente avaliação. Perfeito… Tenho um civic 2012 e concordo com o que foi escrito. Só o consumo do meu que está melhor, e o botão e-con tem ajudado, mas realmente diminui em muito o desempenho do carro. Testei Cruze, Fluence, 408, Jetta, e não achei nenhum carro que realmente me agradasse. E o Civic foi o que mais se aproximou do que eu buscava. Não estou 100% contente (acho o carro um pouco duro demais pras nossas ruas esburacadas e com falta de um melhor isolamento acústico), mas tenho gostado do consumo, da beleza e da dirigibilidade. Infelizmente no Brasil cada vez mais vendem carros mais pelados que as versões do exterior e a preços cada vez mais altos, sem falar que vendem carros de entrada como se fossem carros de luxo. E quem não tem dinheiro pra comprar um verdadeiro carro de luxo tem de optar por alternativas que não satisfazem a contento.

  • djowl

    Se vc ficar com um uno 1.0 parado na marginal ao lado de um Landau a alcool 82 parado ao lado tb ligado, ao fim de uma hora o consumo dos dois foi o mesmo. 0 km/l, embora o landau tenha gasto mais combustível. O que quero dizer, é que comparar situaçoes diferentes não adinta. Algumas revistas seguem um padrão para medir o consumo, mesmo que em outras situações ocorra diferente, na situação testada é possível comparar. Agora, medir consumo de lugares diferentes em situações diferentes é apenas uma ilusão.

    Quando a gente troca de carro, a gente acaba mantendo um padrao entao é possivel comparar com o modelo anterior.

  • Felix_S

    Esse novo Civic causa polêmica mesmo. Como a Honda foi muito conservadora na mudança do carro, creio que quando a Toyota renovar o Corolla aí o Civic vai dançar feio! Mas tirando o exagero da paixão de nossas opiniões pessoais, é claro que o Civic é muito bom, apenas não tem nada de muito especial frente aos concorrentes. Mas que carro é assim tão perfeito nessa faixa de preço? Mesmo o Jetta Santanaline não é tão ruim como se costuma dizer. O principal defeito do Civic continua ser o preço salgado e que chega a ser proibitivo no EXS (só tem $$$ pra rasgar)

  • shdn2010

    Sério… Não da para entender.. compramos um carro com motor 1.8, e o fabricante manda uma merda de botão que transforma o carro em 1.5??? Sério… querem economia,, comprem um carro 1.0, Motores bebem o que andam, mas esse remendo de bi combustivel realmente estraga os motores do brasil que poderiam ter muito mais tecnologia e economia.

  • Stark

    Também copiando alguns parágrafos:

    S10
    "E o consumo? Um aspecto negativo da geração anterior da S10, sem dúvida. Ele melhorou, mas continua ALTO(certeza?), como seria normal vindo de um motor 2.4 Flex em um carro pesado. Na cidade, com ar-condicionado ligado, tivemos média de 5,3 km/l de álcool e entre 7,0 e 7,5 km/l de gasolina."

    CIVIC (resumido)
    Dentro da cidade, tivemos uma média de 6,3 km/l no álcool com ECON ligado e 5,3 km/l com ele desligado. Ar-condicionado ligado 80% do tempo e percurso de muitas subidas e descidas, trechos curtos, travados. Com gasolina ficou na casa de 7,0 km/l.

    S10, 1700kg, Motor 2.4 8V 140cv, Bloco de Ferro, Sem nenhuma Tecnologia Atual
    Civic, 1350kg, Motor 1.8 16V 140cv, Bloco de Alumínio, Comando Variável, Tecnologia Atual

    Na época passada com certeza os japoneses eram os melhores motores, em termos de consumo, potência. Porém hoje em dia vemos que os Japoneses "regrediram" em consumo, e estão alinhados com os "Jurássicos". Aí é que pergunto (já perguntaram acima): Qual a verdadeira vantagem de uma fabricante colocar um Motor todo moderno num carro, mas que não traz um Consumo melhor que os "Jurássicos" que já estão no mercado há muito tempo? Só pra trazer manutenção e peças mais caras?

    Se pelo menos fosse um Consumo digno de um moderno, SEM SOMBRA ALGUMA DE DÚVIDAS não teriam comentários aqui pra cima elogiando o 2.4 8V.

  • 430scuderia

    F0d@ é você trocar o "antigo" new civic por esse com praticamente a mesma dirigibilidade, mesmo consumo, mesmo motor, mesmo tudo, só com umas coisas a mais e um design um pouco diferente… nao vale a pena.

    Fora que eu acho o antigo bem mais bonito.

    E quanto o cambio? ta bem escalonado? Porque o "antigo" new civic o automatico, dava 180 de terceira marcha, até ai tudo bem andava bem em estrada e tudo, mas engatava a quarta marcha, o carro morria, em quinta então nem se fale.

  • AlexandreCE

    O povo aqui parece que quer milagre. Motor 16v, sem turbo, com torque em baixa? Motor 16v, flex, pisando até o talo com consumo baixo?

    Como se opera esse milagre?

    O Corolla não é muito diferente disso aí não. A cidade do Éber também não serve tanto como parâmetro. Talvez ela sirva para simular os engarrafamentos… ou seja, no lugar dos engarrafamentos, temos subidas.

  • Filippeyke

    Olha o consumo dessa porra… depois falam dos 1.8 powetrain.

    Eu moro em Sorocaba e tinha um Stilo Sporting…
    Sorocaba é só sobe e desce, é terrível… e eu tinha que me esforçar muito pra fazer menos de 7 km/l no alcool.

    Hoje eu tenho um i30, com motor 2.0, câmbio automatico de 4 marchas… e também preciso me esforçar pra fazer menos que 8.0 km/l (sempre na cidade)

    Aí vem um Civic com motor 1.8 de alumínio, comando de válvulva etc, etc e faz 7 na gasolina?

    Por isso eu odeio motor FREX

  • Felipe00Reis

    Quem prefere o Lancer GT 2.0 dá joinha!!!!!!!!

  • Hector_SP

    Tenho um New Civic 2007 e pretendo trocá-lo pelo 2012. Por isso, fiz test-drive no Civic e em modelos concorrentes e tenho lido várias reportagens sobre o carro. Fiquei surpreso (negativamente) com o consumo relatado pelo NA, realmente muito diferente de todas as demais avaliações. Qual foi o trecho (e distância), horário e temperatura externa no dia da avaliação? Sobre a justificativa apontada por vocês, ela, na minha opinião, é bem relativa. Em SP, por exemplo, existem várias avenidas que a velocidade permitida é de 70Km/h, 80Km/h, 90Km/h, mas é extremamente difícil conseguir andar nessas velocidades durante os dias úteis, a não ser de madrugada…até em final de semana, dependendo da região, tem trânsito "pesado". E me parece que os testes geralmente são feitos durante o dia e em dias úteis. A diferença é muito grande…7Km/L a gasolina, é obsceno para um motor que foi remodelado justamente para proporcionar maior eficiência (menor poluição e consumo). Lembrando que o Civic nos EUA recebeu a classificação PZEV,o que, teoricamente, indica que ele é muito eficiente e portanto deveria ser mais econômico. Sugiro que vocês detalhem um pouco mais o consumo do Civic 2012 na cidade. Essa informação, para quem usa o carro no dia a dia e 80% na cidade como eu, é importantíssima.A propósito, gostei muito do vídeo da avaliação do acabamento. Abraços

  • fabioalisson

    Tenho um New Civic 2011 com câmbio manual. Muitos dizem que o Civic é beberrão, porém pelo porte e pela potência do carro, eu acho econômico. Já rodei 9800 km (mais de 90% na cidade) e TODAS as médias registradas em software específico e sempre usando gasolina, utilizando ar condicionado uns 75% do tempo. Vamos aos números:
    – Pior média: 10,42 km/l (ainda estava novo)
    – Melhor média: 12,92 km/l
    – Média geral: 11,78 km/l

    Sinceramente não acho que um sedan médio com 140 cv que faz mais de 12 km/l na cidade gaste muito, inclusive até já tive 1.0 que consumia mais que isso. Tenho 3 amigos que tem Civic e as médias são parecidas.

    Quanto ao ruído dos pneus também é uma característica do 2011, em velocidades acima de 120, 130 fica bem perceptível o ruído dos pneus no solo.

  • 288VM

    Essa media de 7km/l na gasolina foi medida com quantos tanques após abastecido com álcool?
    Para ter uma media precisa (real) na gasolina tem que ser feita do 3° tanque em diante para a sonda e a central reconhecer 100% o novo combustível

  • Diego_Suzarte

    Eu não pago 85 mil nesse Civic EXS.Prefiro o Chevrolet Cruze LTZ que muito melhor o Citroen C4 Pallas Exclusive.

  • Diego_Suzarte

    Eu não pagaria 85 mil reais em Civic EXS.Prefiro pagar 78 mil do Cruze LTZ ou 75 mil no C4 Pallas Exclusive que são mais bonitos.O novo Civic achei que mudou pouca coisa na lista de equipamentos.Acho que por esse preço , tem carros muito melhores como por exemplo o Fusion 2.5, o Jetta TSI, o Azera que ambos apresentam o ar-condicionado de duas zonas teto solar como opcional.A Honda poderia ter mudado o motor 1.8 de 140cv no álcool e 138cv na gasolina, poderia ser um 2.0 como o do Corolla.O consumo poderia ser melhor. Ele gasta a mesma coisa ou até pior que um Fusion 2.5.

  • Diego_Suzarte

    Eu não pagaria 85 mil reais em Civic EXS.Prefiro pagar 78 mil do Cruze LTZ ou 75 mil no C4 Pallas Exclusive que são mais bonitos.O novo Civic achei que mudou pouca coisa na lista de equipamentos.Acho que por esse preço , tem carros muito melhores como por exemplo o Fusion 2.5, o Jetta TSI, o Azera que ambos apresentam o ar-condicionado de duas zonas teto solar como opcional.A Honda poderia ter mudado o motor 1.8 de 140cv no álcool e 138cv na gasolina, poderia ser um 2.0 como o do Corolla.O consumo poderia ser melhor. Ele gasta a mesma coisa ou até pior que um Fusion 2.5.

  • JOILDODIAS

    É dona Honda, acabou a fara, diminui o preço do Civic, coloca um motor 2.0 mais econômico, mais itens de serie, pois mesmo sendo novidade não decolou, imagine quando passar o efeito novidade, lebrando que o new de 2007 vendia na casa de 5.000 unidades mês, valeu…..

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email