Avaliações Crossovers Renault

Avaliação NA: Renault Duster

renault-duster-avaliacao-na-14-620x412 Avaliação NA: Renault Duster

O Renault Duster é aquele tipo de crossover/jipinho que é de baixo custo mas que no Brasil acaba sendo comprado por quem quer um carro diferenciado, afinal, quase todo carro vendido por aqui é de baixo custo, pelo menos até uma certa faixa de preço.



Junte a isso o fato de que na época de seu lançamento o EcoSport estava bem desatualizado e está pronta a receita para sucesso nas vendas. Hoje a situação já está um pouco mais complicada para o modelo, mas ele ainda tem boas qualidades. Falemos um pouco delas.

O visual do Renault Duster ajuda nas vendas. Ele é um veículo relativamente grande, largo, com pneus parrudos, que passa aquela sensação de robustez. São linhas simples, mas a Dacia conseguiu fazer do Duster um carro de bom porte, condizente com sua proposta. Ainda mais no Brasil, onde pessoas que nunca irão colocar seu carro no barro querem um veículo robusto para andar dentro da cidade.

renault-duster-avaliacao-na-17-620x412 Avaliação NA: Renault Duster

Avaliamos uma unidade Dynamique 1.6, a versão regular com a melhor aparência disponível para esta motorização (também existe a versão Tech Road). Ela custa 56.150 reais (até algumas semanas atrás, quando fizemos nossos vídeos, estava em 55.790).

É um valor alto, mas sem dúvida alinhado com o que existe de similar no nosso mercado. O Novo EcoSport começa em 54.800 reais, também em versão de entrada com motor 1.6 e alguns equipamentos a menos que versões mais caras.

A grande dúvida que tínhamos é se um carro grande como esse, e não tão leve (1.258 quilos nesta versão Dynamique 1.6) se comportaria bem com um motor subdimensionado, com até 115 cavalos e no máximo 15,5 kgfm de torque. A resposta a essa pergunta você verá logo abaixo.

renault-duster-avaliacao-na-16-620x412 Avaliação NA: Renault Duster

Renault Duster – Impressões do interior e qualidade de acabamento

renault-duster-avaliacao-na-1-620x412 Avaliação NA: Renault Duster

O interior do Renault Duster pode ser classificado como um de seus pontos mais fracos. Não é um interior feio, e também não é um interior mal montado, mas ele é simples demais para a faixa de preço do Duster, contando com excesso de plásticos. Além disso ele apresenta alguns problemas de ergonomia.

Nós temos dificuldade em acionar os botões dos vidros elétricos, que ficam muito distantes do motorista. Eles também não são “um toque” e não tem iluminação, ou seja, à noite você tem que tatear onde está o bendito botão. A alavanca de câmbio não está na melhor posição, e o volante não tem muitos ajustes. Aliás, tem um só, com curso pequeno demais.

renault-duster-avaliacao-na-25-620x930 Avaliação NA: Renault Duster

Outros problemas de ergonomia sã vistos nos botões do ar-condicionado e no botão de regulagem elétrica dos espelhos laterais. O botão dos espelhos fica embaixo da alavanca do freio de estacionamento, fazendo com que seja impossível regular os espelhos com essa alavanca abaixada.

E os botões do sistema de ar-condicionado estão na frente da alavanca de câmbio: isso faz com que seja difícil manuseá-lo quando a terceira marcha está engrenada. Mas o quadro de instrumentos é de bom gosto e o sistema de rádio é fácil de manusear, com uma qualidade sonora aceitável.

renault-duster-avaliacao-na-3-620x412 Avaliação NA: Renault Duster

Os bancos são muito bons, eles tem um assento bem largo, confortável. E o espaço interno é bom, tanto na frente quanto atrás.

Renault Duster – Vídeo de detalhes

Renault Duster – Comportamento e consumo na cidade

Imaginei que o Duster com motor 1.6 seria daqueles carros que se arrastam pelas ruas, como por exemplo o C3 Picasso. Mas até que não foi bem assim. Auxiliado por um câmbio de relações um pouco mais curtas (2.500 rotações em quarta marcha e 65 km/h), o Duster acelera bem em ambiente urbano.

Precisamos sempre pisar fundo e usar bem o câmbio, mas fazendo isso a diferença de desempenho entre o Duster 1.6 e o Duster 2.0 acaba não sendo tão grande. Com quatro pessoas a bordo e ar-condicionado ligado é necessário um pouco mais de paciência nas subidas, mas nada muito grave.

A suspensão do Duster é um ponto positivo. Ela tem um ajuste médio, entre conforto e dureza, mas o que chama a atenção é o quão robusta ela é, ou seja, você passa com tranquilidade em lombadas, valetas, buracos e afins sem sentir qualquer desconforto. Nisso o Duster tem uma boa diferença perante carros pequenos.

Já um ponto ruim da suspensão é que ela inclina de forma considerável em curvas um pouco mais fechadas. Outro ponto ruim do modelo foi o consumo, já que um carro grande e pesado como o Duster, com motor um pouco subdimensionado, só pode resultar nisso.

Aferimos 6,3 km/l com álcool e 8,1 km/l com gasolina, sempre rodando com o ar-condicionado ligado. Isso mostra que talvez seja mais interessante pegar de uma vez um Duster 2.0. Se é para ter consumo alto, que o desempenho seja mais interessante.

Renault Duster – Comportamento e consumo na estrada

A arrancada de 0-100 km/h do Duster no início do vídeo da estrada foi muito boa. O câmbio de relações curtas ajuda a conseguirmos um bom desempenho neste aspecto. Se na cidade o desempenho dele é razoável em todas as ocasiões, na estrada a situação foi um pouco diferente.

As acelerações são aceitáveis para um carro desse tamanho com motor 1.6, mas na estrada temos um pouco mais de pontos negativos. Por exemplo, a partir de 100 km/h, o ruído aerodinâmico é considerável. A vedação acústica é deficiente, o que é óbvio devido ao projeto bem simples do Duster.

Se nessa velocidade já temos um ruído notável, quem costuma andar a 130 ou 140 km/h em estradas terá uma condução cansativa. Outro ponto negativo é o ruído do motor dentro da cabine, que também é alto. Ele invade a cabine e isso atrapalha em conversas com os outros ocupantes.

Se o câmbio curto ajuda nas acelerações, quando tentamos manter uma velocidade de cruzeiro o motor fica berrando bastante. Em 110 km/h já temos 3.500 giros, e chegando a 120 km/h temos quase 4.000 giros, aparece aquele problema que também existe em carros populares. Não tem milagre com motor mais fraco, ou você tem uma boa aceleração ou tem um baixo nível de rotações em cruzeiro.

Em subidas, precisamos pisar fundo no acelerador e também se torna necessário fazer reduções de marcha. Nas curvas, o Duster inclina bastante, quase o mesmo que inclina uma pickup média, por exemplo. Mas apesar do modelo inclinar bastante, isso não atrapalha na estabilidade, já que os pneus largos seguram o carro em seu caminho.

O consumo também foi um pouco alto, mas pouca coisa, não tanto quanto na cidade. Usando álcool, ficamos em 9,6 km/l andando a 110 km/h com ar-condicionado ligado. Com gasolina conseguimos 11,9 km/l.

Renault Duster – Ficha técnica

Motor: A gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 1.598 cm³, com quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro e comando simples no cabeçote. Acelerador eletrônico e injeção eletrônica multiponto sequencial.

Transmissão: Câmbio manual de cinco marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira. Não oferece controle eletrônico de tração.

Potência máxima: 110 cv e 115 cv com gasolina e etanol a 5.750 rpm.

Aceleração: 0-100 km/h: 12,3 s e 11,9 segundos com gasolina e etanol.

Velocidade máxima: 165 km/h e 163 km/h com gasolina e etanol.

Torque máximo: 15,1 kgfm e 15,5 kgfm com gasolina e etanol a 3.750 rpm.

Diâmetro e curso: 79,5 mm X 80,5 mm. Taxa de compressão: 9,8:1.

Suspensão: Dianteira do tipo McPherson com amortecedores hidráulicos telescópicos, triângulos inferiores e molas helicoidais. Traseira semi-independente com barra estabilizadora, molas helicoidais e amortecedores hidráulicos telescópicos verticais. Não possui controle eletrônico de estabilidade.

Pneus: 215/65 R16.

Freios: Discos ventilados na frente e tambores atrás. Oferece ABS de série na versão Dynamique.

Carroceria: SUV em monobloco com quatro portas e cinco lugares. Com 4,31 metros de comprimento, 1,82 m de largura, 1,69 m de altura e 2,67 m de entre-eixos. Oferece airbag duplo frontal a partir da versão Expression.

Peso: 1.202 kg (1.6 16V), 1.258 (Expression e Dynamique) com 497 kg de carga útil.

Capacidade do porta-malas: 475 litros.

Tanque de combustível: 50 litros.

Produção: São José dos Pinhais, Paraná.

Lançamento mundial: 2010.

Lançamento no Brasil: 2011.

Fotos Fábio Aro

4.0

  • CleSilva

    nao sei como esse carro conseguiu ser o lider por tando tempo… nao tantos atributos pra isso! espero que o GM trax chegue logo pra abalar esse seguimento!

    • Tem ainda o Honda Urban, Peugeot 2008, Volks Taigun, Renault Captur, Lifan X60, Haima S7, e Jac S3. Eu espero que a Jac traga por preços de 45mil, pois se o J5 que é sedan medio custa 49mil, logo 45mil pro S3 é bem possivel. Curiosamente o J4 deve chegar por uns 39900,00.

      • armroots

        Estes carros que tu citou são SUV, mas de outra categoria, todos eles bem acima de Ecosport e Duster.

      • Pedrosa

        A concorrência vai ser grande, mas ainda paga-se caro para ter um SUV-compacto. O Duster 2.0 está longe de oferecer a qualidade e os 6 airbags do Fluence. Os dois custam 60 mil.

        Como também não trocaria um New Fiesta 1.6 Titanium com o câmbio PowerShift, 7 airbags, ESP, bancos em couro pelo Ecosport 1.6 S que quase nada tem. Ambos custam a mesma coisa, 55 mil reais.

        • O_Corsario

          Quando penso nisso, fico doente. O mesmo preço, mas quanta diferença!!!

      • tjbuenf_

        Trax e Captur não virão a preços de Ecosport e Duster 1.6, certamente concorrerão com o conceito Urban em um segmento acima. Lembrando que a Honda já reposicionou o CR-V em uma faixa de preços superior para dar espaço a este novo carro lá pela faixa dos R$ 70mil. O Taigun, dispensa comentários, ele é 5cm maior que o Up!, ou seja, ainda menor que um Fox. Certamente não busca a mesma clientela de quem quer um carro um pouco maior. O 2008 tem que parar de ser comparado a SUV, ele é a perua do 208, esticado e com 1,56m de altura.
        Quanto ao Lifan X60, J S3 e Haima S7, não os vejo tão promissores assim.

      • Antonio De Julio

        Todos esses citados vão ter o mesmo problema: porta malas pequeno

    • fschulz84

      O grande problema da Trax é que falam que irá custar algo similar a Captiva… É esperar pra ver.

      Boto mais fé no 2008.

      • Leandro1978

        2008 é francês, esquece…rs… (brincadeira fanboys). Acho que a Tracker (terá este nome no país) deve chegar mais em conta, certamente a versão top custará tanto quanto a Captiva de entrada, mas isso não é exclusividade GM. O problema é que tenho lido que a Tracker chega no lugar da Captiva…

    • James_Tiberius

      Não sei se o GM vai abalar o segmento mas, com certeza, vc conseguiu abalar a gramática! 'Seguimento' é de matar!

      • CleSilva

        Foi mau grande professor! Vou me flagelar agora por esse erro grotesco! me perdoe…

        • James_Tiberius

          Dê duas voltas na quadra com um Celta como penitência e estará perdoado!:p

          • CleSilva

            :'(

    • Mel_Thorme

      É que pararam de fabricar o EcoSport antigo em junho de 2012, e a nova versão só entrou no mercado em setembro de 2012. Praticamente 3 meses sem entrar EcoSport no mercado. Então…

  • Galvão_Johnny

    Não vejo graça neste carro, pra mim, não passa de Um Sanderão, com muito plástico em tudo…
    Prefiro o novo Ecosport que além de ser mais bonito, deve ser mais seguro(Não foi feito um Crash test ainda para o Duster), com direito até a assistente de subida em rampas, Ford Power, SYNC, 6 Airbags, Contole de Estabilidade, Controle de Tração…
    Tudo bem que o Ecosport cobra o preço, mas, já que é pra comprar um Pseudo-Aventureiro, compre um que tenha pelo menos segurança e um pouco mais de conforto, se bem que o Duster chaga aos R$67.000 Na Versão TOP Automática.

    • fip_mengo

      Eu lembro que foi feito na Europa, e ganhou 3 estrelas, se não me engano !

      • fkas

        Mas tem um probleminha aqui: Por baixo da aparência de "jipinho" existe o monobloco do Sandero, e aqui no Latin NCAP este só conseguiu UMA misera estrela e apresentou sérias falhas estruturais. Absolutamente NADA faz supor que o "nosso" Duster também não seja inferior ao europeu, que já não foi nada bem.

        • Pereira_

          1 estrela sem airbag, como os demais (gol, e uma fila imensa….) com airbag deve ganhar as mesmas 3 estrelas dos demais carros fabricados aqui…. não que seja bom, mas é um fato a ser considerado

    • emerson_ss

      Realmente… não dá pra engolir esse carro. Muita pobreza por muito dinheiro. Não fazem meu tipo, mas se tiver que escolher entre ele e o Eco, vou de Eco.

    • Geanmatheus
    • ICSN

      Tô contigo!
      Meu pai está teimando em pegar um Duster para minha mâe, visto que ele tem Renault desde 2004. Mas sempre bato na mesma tecla: Vá de Ecosport, esse Duster tem o mesmo interior de um Sandero, o Ecosport vem com vários itens tecnológicos e de segurança que deixa esse duster no chinelo.

    • tasatanazio

      o negocio eh o pouco espaço da eco, que nao tem milagre tb, espaço apertado sempre vai ser menos confortavel que um carro amplo
      outro eh o porte, a nova eco ficou com aparencia mais para um cross fox que para um SUV

      • ACSII

        Concordo plenamente. Acabei de comprar o Duster TechRoad 2.0 Automático depois de vários test-drives com o Eco (incrível o Eco não tinha o PowerShift em nenhuma concessionária de Salvador) e o Duster. O que me fez desistir do Eco, além da diferença de preço que estava disposto a pagar, foi o espaço interno e o porta mala. Quando dirigi o Eco me senti exatamente dentro do meu atual carro um Agile de tão pequeno que era, já quando olha pelo retrovisor do Duster parecia que estava em um ônibus, hehehe. Sem dúvida o Eco é um carro com mais tecnologia que o Duster e o Duster mais espaçoso, mas também pesou o preço, já que comprei como PJ consegui um desconto de 9% no Duster saiu por 58.089,61 enquanto o Eco Automático estava por R$ 65.109,30 (este não dava desconto para PJ) .

  • VeioRanzinza

    Eu não sou fordeiro, mas o Duster eh muito inferior ao novo Eco. Tinha que ser mais barato.

    • Tosca16

      eu acho que as revistas especializadas forçaram muito a barra pro Tiggo da Chery mesmo chinês não ter saído bem superior a este Duster …Comparação com o novo Ecosport não se dá, apesar que eu também não curto o Ford.

      • xmac

        Não sei em que país um chinês vai ser melhor que um Dacia… esse Tiggo é campeão de Reclamacões, no facebook da chery dá ate pena.

        • Tosca16

          Pelo menos onde moro e os donos que conheço só tem elogios . Não é primoroso mas vc compra por R$ 44.000,00 0KM (abaixo da tabela).

  • PUG308

    Eu acho esse carro uma aberração…

    • Mascarado

      Eu tbm acho, e o Ecosport é feio mas é sem sombra de duvidas melhor que essa coisa romena.

  • Tiago_Beneditto

    O problema da Ecosport é o preço mais de 70 mil na versão Titanium com câmbio automático, a versão pelada da Eco Automática custa 65 mil e
    com roda de aço isso é o Brasil, quanto ao Duster acho que é uma bela compra na versão 2.0 Automática.

    • PortoWF

      e o fator espaço tb conta. a Ecosport é muito menor por dentro que o Duster.

    • fkas

      Mas o Duster Dynamique 2.0 automático custa a "bagatela" de R$ 63.590 (pintura sólida), e mesmo "completo" continua pelado… Na boa, não vale… O Dacia Duster deveria custar uns R$ 15 mil a MENOS para ser competitivo.

  • AndredeAzambuja

    O Duster é vergonhoso, mesmo considerando que estamos no Brasil, e isso é muito grave. Carro de 55k com interior, acabamento e conforto de 25k. Eu acho que é uma das piores compras do mercado nacional.

    • Peuooo

      É por isso que eu acho q a renault perdeu a chance de lançar uma nova categoria de "SUV popular", ele vindo um pouco mais caro que o Sandeiro e o Captur para brigar com o EcoSport… mas vai entender… tamanho não é documento e muito menos entrega melhor qualidade….

  • souzabsb

    A vantagem do Duster em relação a Eco é o espaço interno e o tamanho do porta malas. Pra quem tem família, o porta malas da Eco é insuficiente.

    • ctnmartins

      Depende do que a família carrega, pois tenho um hatch médio com um porta-malas de 330l e isso nunca me faltou espaço. Viajo constantemente com mais 3 adultos e nunca precisei de mais que espaço que o da mala.
      Talvez quem tem criança pequena, necessitando de transportar carrinho e outros cacarecos, mais a bagagem de adultos sinta essa necessidade.

      • Eduardo

        Pra quem gosta de viajar e tem dois filhos como eu, um porta-malas com menos de 400L é pequeno, a saída seria um sedã, mas eu acho feio sedã e muito baixo para nossas ruas estradas e entradas de garagens…

    • Antonio De Julio

      ESSE é o problema. Porta malas decente, só o Duster tem.

    • Duda

      Não, a vantagem é que não chacoalha e bate tudo num simples asfalto não tão liso, no Duster não se sente o chão, isso é fundamental! Fora que achei o motor melhor (comprei um 2.0 manual de 6 marchas). Nem penso mais na eco e tenho pena de quem comprou, isso que paguei mais caro que a eco que ia levar (freestyle 1.6).

  • Dragoniten

    "Em 110 km/h já temos 3.500 giros, e chegando a 120 km/h temos quase 4.000 giros, aparece aquele problema que também existe em carros populares."

    Discordo. Considero uma quinta muito curta uma falha de projeto, não um defeito de carros populares. A quinta marcha deve (ou pelo menos deveria) ser uma marcha econômica, justamente pra rodar na estrada e manter uma velocidade de 100~110km/h sem grandes dificuldades, ainda mais com motores 8v, que no geral tem mais torque em baixa.
    Se o cara precisar acelerar de forma mais ligeira, pode muito bem reduzir de quinta para quarta marcha, todo carro tem sua rotação de corte pré-estabelecida pela fábrica, portanto não há problema em esticar até a rotação que for necessária pra realizar a ultrapassagem, o motor não vai explodir como muitos pensam.

    Meu Ka 1.6 2009 tem escrito no próprio manual: "A 5ª é a marcha econômica ou 'overdrive'.". A 120km/h estou a 3250rpm. O Ka Sport que possui a mesma mecânica fica a 3180rpm a 120km/h, que é uma ótima rotação, na qual mal ouvimos o motor, apesar de ter um incômodo ruído aerodinâmico.

  • yuri calmon

    Ele é bem mais espaçoso que o rival Ecosport !!!B)

    • ctnmartins

      A Kombi tem bem mais espaço que os dois e custa menos…

      • yuri calmon

        é verdade!!! mas é outro segmento!!

  • Tosca16

    Sei lá mas acho que o "novo" Tiggo FL e o X60 da Lifan juntamente com o SUV da Haima vão deslanchar geral esse Dacia …

    • ACSII

      O Lifan é lindo!!! Bem equipado!!! A versão que testei tinha um interior de carro de luxo: banco de couro todo bege, assim como o forro das portas, o painel bege e preto, pelo ao menos pra mim que nunca andei em um carro de luxo, hehehe. Mas fiquei com a desconfiança da marca. Quando ganhar confiança, rede de concessionárias e reposição de peças e se manter a atual politica de preços eu compro um. Optei pelo Duster TechRoad Automático 2.0.

  • marciors01

    Está longe de ser um sanderão, a plataforma é a mesma mas muito reforçada, a rigidez torcional é enorme, além disso na euroncap a proteção para os passageiros foi 4 estrelas, maior do que no sandero e logan, a suspensão também não tem nada a ver com a do sandero, é muito superior.
    O único concorrente direto é o eco, que realmente é um carro mais refinado mas que não serve para a família, o porta malas é pequeno e o espaço interno também não é grande coisa.P
    Para sair de férias em um eco somente comprando aqueles bagageiros que teto que são fixados no rack, do contrário não tem condições.

    • fkas

      A suspensão do Duster só é superior na versão 4×4. Na 4×2 é igual. E no EuroNCAP a deformação exagerada da coluna A, indício de que a estrutura não aguenta mais carga, é mais do que evidente.

      • marciors01

        fkas, esta tua resposta me faz acreditar que nunca dirigiste o duster, porque do contrário concordarias comigo, o comportamento da suspensão é totamente diferente do que se vê no sandero, o comportamento é superior, é confortável mas o rodar é sólido, diferente de logan e sandero.
        O projeto básico da suspensão deve ser o mesmo, é o mesmo em quase todos os carros, mas certamente existem diferenças para melhor.

        • fkas

          Engano seu, pois já dirigi ambos. O Duster tem diferenças na calibragem da suspensão, nos pneus, e na própria distribuição de massas. Ou seja, a suspensão é a mesma só mudando carga de molas, amortecedores e barras estabilizadoras. Isso faz uma boa diferença na "sensação" de rodar.
          Só que tudo isso está montado na mesma base (ou estrutura) do Sandero, e nem pode ser diferente porque modificar uma plataforma para apenas um modelo é proibitivamente caro (ainda mais um que não vende "tanto" assim…). A única diferença são nos componentes específicos da versão 4×4, mas que mesmo assim já foram previstos para encaixar na plataforma sem alterações de vulto.
          Quanto ao comportamento do Duster, e isso está bem "fresco" na minha memória porque andei (mais uma vez) em um ainda ontem, minha impressão é de um carro duro, que transmite as imperfeições de um modo mais "intenso" que eu estou acostumado, que inclina mais do que eu gostaria em curvas (todo carro alto faz isso, mas eu não diria que ele é bom nisso), não tem muita estabilidade (altura, pneus e pouco refinamento da suspensão), mas parece tão sólido quando o Sandero ou o Logan (a diferença de sensação eu atribuo mais aos pneus).
          Se você estivesse me falando do 4×4, com sua suspensão traseira diferente eu até não arriscaria, já que nunca andei nele e tenho somente a referência de um amigo que tem um 4×2 e andou no 4×4 e pasosu as diferenças. Mas o 4×2 eu conheço bem.
          É de outra categoria (e uns 12 mil mais caro que um Duster automático), mas experimente andar em um Suzuki Vitara atual e me diga o que você acha do Duster… O Duster é um projeto BARATO, feito para vender SUV para os europeus "pobres" e os emergentes. Não procure sofisticação nem refinamento nele porque ele não tem e nunca vai ter. Simplesmente não é a proposta.

  • JPaulo10

    Eu pensei que o Duster fosse ideal para um sitiante que morasse em SP e tivesse sua propriedade rural longe dali, nas Minas Gerais.
    Um carro que fosse espaçoso para os passageiros (inclusive os de trás), com porta-malas suficiente para levar e trazer bagagens acrescidas de caixas com frutas e a geladeira de isopor cheia de queijo feito na fazenda.
    Que aguentasse velocidade constante de 110 km/h nas rodovias Bandeirantes-Anhanguera-BR050, com autonomia de 450 km. para reabastecimento em local logisticamente correto.
    E que tivesse um acabamento sem luxos, porque o carro enfrentaria estradas de terra com uma poeira que daria muita manutenção em equipamentos mais sofisticados,
    Ou seja, um autêntico pé-de-boi, com atributos acima que faltam ao ecosport, principalmente indo a lugares onde o ford não iria sem sofrer danos nos equipamentos frágeis que possui.
    Mas o motor mostrou-se insatisfatório. Não dá para viajar 8 horas com um motor a 4000 rpm. e que não suporta peso.
    Talbvez um Duster 2.0 seja mais aceitável. Esse 1.6, certamente não.

  • JPaulo10

    Eu pensei que o Duster fosse ideal para um sitiante que morasse em SP e tivesse sua propriedade rural longe dali, nas Minas Gerais.
    Um carro que fosse espaçoso para os passageiros (inclusive os de trás), com porta-malas suficiente para levar e trazer bagagens acrescidas de caixas com frutas e a geladeira de isopor cheia de queijo feito na fazenda.
    Que aguentasse velocidade constante de 110 km/h nas rodovias Bandeirantes-Anhanguera-BR050, com autonomia de 450 km. para reabastecimento em local logisticamente correto.
    E que tivesse um acabamento sem luxos, porque o carro enfrentaria estradas de terra com uma poeira que daria muita manutenção em equipamentos mais sofisticados,
    Ou seja, um autêntico pé-de-boi, com atributos acima que faltam ao ecosport, principalmente indo a lugares onde o ford não iria sem sofrer danos nos equipamentos frágeis e caros que possui.
    Mas o motor mostrou-se insatisfatório. Não dá para viajar 8 horas com um motor a 4000 rpm. e que não suporta peso.
    Talbvez um Duster 2.0 seja mais aceitável. Esse 1.6, certamente não.

  • duhehe

    Pelos dados da rotação do motor, as relações de marcha são iguais do meu Clio 1.0 !

    Eu acho a Duster a maior falta de vergonha na cara do mercado.

  • Paulo

    Gostaria a avaliação do Clio ou do Sandero 1.0. São carros excelentes.

  • Leo_Galo

    Esse povo fica cheio de preconceito com o Duster. Mas acho sim um carro bonito, e que passa uma sensação de grande porte. Porém, não vale o preço cobrado, e também, Ecosport, que eu acho mais feio e com cara de menor, também não vale.

    • marciors01

      LEO, na verdade nenhum suv/crossower vale o preço cobrado, todos custam demais e nisso não é exclusivo do duster.
      Não vejo ninguém aqui caindo de pau em um crv que na versão básica, pelada, custa o mesmo que um fusion ecoboost 4×2, com o preço do top compra-se um 508, compra-se vários modelos de carros da mercedes, audi e bmw.
      Pensando rápido, os suv's/crossowers os únicos com custo benefício razoável são o 3008 da peugeot e o xc60d a volvo, os outros todos oferecem menos do que carros de mesmo preço, e no final das contas o uso será o mesmo.

  • bedotRJ

    É um carro de bons atributos, que, hoje, está mal precificado. A versão pé-de-boi, aquela com para-choques pretos e rodas de aço, deveria deixar o catálogo ou ter seu preço reduzido para um valor similar ao do Sandero Stepway. A versão Expression, já com ar, direção, trio ABS e airbag, deveria cair para uns R$ 48mil e a versão Dynamique até poderia manter o preço, mas trazendo motor 2.0 de série. Assim o carro combateria o EcoSport em faixas de preço mais baixas. E quando houvesse coincidência de preços, seria top contra básico, o que daria vantagens ao Duster além das que ele já tem (porte, espaço interno, volume de carga etc.).

    A Renault vai dar umas mexidas nesse carro sim. Se não for agora, pela concorrência do EcoSport, será quando chegarem concorrentes como o 2008 e o Trax. Aí a Renault vai atacar de Captur, deixando o Duster para segmentos mais adequados à sua simplicidade.

  • macaense

    Não passa de um Sandero que tomou Whey Protein, no interior é o mesmíssimo carro, talvez com exceção dos controles de ar condicionado. E cobrar o valor que cobra por um acabamento tão ruim é absurdo. Bebe muito e é ruim pra estrada.

    • E depois tomou um pouco de Creatina também.

      • mgbalbo

        Se estivesse retendo líquido seria bem mais econômico ;)

        • marciors01

          Detlahe, a suspensão tem comportamento bem superior ao sandero, a versão 2.0 é mais silenciosa do que sandero e duster, espaço interno é superior e a estrutura foi reforçada, a carroceria não torce como em carros comuns, é um primo do sandero mas não é igual.

  • Felix_S

    Certo que algumas pessoas precisam da distância do solo de carros como o Duster, mas a impressão de qualidade é completamente destoante de seu preço!

  • Vadauco

    Já tive o desprazer de entrar num desses, não passa de um Sandero com anabolizantes — e como todo anabolizante, o deixou grande, molenga e sem vigor. Consegue ser pior do que o EcoPobre… :x

    • thales_sr

      Também não gostei do Duster. Entrei em um e achei tudo muito pobrinho, mas parabéns à Renault do Brasil, que ainda consegue vender esse carro por mais de 60 mil.

      • Sias

        Quando lançaram eu fui na ccs olhar….não fiquei 5min olhando. Muito simples mesmo.

    • Omar Rodrigues

      Sou proprietário de uma Duster Tech Road 1.6 a 5 meses e já rodei 5.400 km com ela. Fui usuário de GM por mais de 15 anos e só tenho elogios para esse carro: – É espaçoso, confortabilíssimo, econômico (média 12.8 km na estrada com ar) excelente dirigibilidade, sistema de som e navegador espetacular, espaço interno bastante generoso tanto para quem viaja atrás quanto para bagagens, enfim um carro com custo/benefício muito bom, claro que deixa a desejar em acabamento e luxo, mas quem quer isso compre uma X-35 ou uma Sportage, não vai ter do que reclamar… se tiver grana para isso… eu não tenho ! n Abraço

  • luizcrjr

    Duster = poeira do lixo.

  • msouza91

    Éber, o carro é de algum conhecido seu ou a Renault voltou atrás e voltou a ceder carros?

    • A Renault tá cedendo agora. Aliás, todas as montadoras estão cedendo, graças à profissionalização do site e a contratação da Sueli. Menos a Fiat, que continua com uma política interna de não ceder carro pra blogs, de uma maneira geral.

      • PortoWF

        Será porque a Fiat tem um relacionamento profundo com a Autoesporte???
        Nem responda! kkkk

        • marciors01

          O relacionamento profundo da fiat é com o vrum.

          • PortoWF

            Verdade, confundi o nome do programa de TV!!!!
            o Autoesporte puxava sardinha pra Hyundai, mas tem tanto tempo q não assisto aquele troço que nem sei mais.

            • zeuslinux

              O Autoesporte puxa a sardinha para qualquer um que pagar, e puxa descaradamente. Dá nojo de ver aquele programinha.

              • fabio_augusto

                A Autoesporte programa de televisão realmente puxa o saco da Hyundai descaradamente. Mas a revista é diferente devido aquele episódio do Hyundai ix-35 vs Kia Sportage e a mentiraiada da CAOA com o i30 que pôs a credibilidade da revista em jogo.

          • CharlesAle

            Vrum e Fiat é a mineirice levada ao extremo,bairrismo total,mas é inegável a força da Fiat na mídia Mineira,aliás,em MG como um todo;Fiat manda em Minas…

      • Caio Augusto

        Será que não teríamos como fazer algum movimento ou petição para a Fiat disponibilizar os carros para o NA? Pelo menos um email do departamento responsável pra gente cobrar eles… Abraços

      • CharlesAle

        Deixa as vendas caírem para ver se rapidinho eles não mudam essa politica,burra ao extremo……….

  • expresso222

    Rodo em um Duster Dynamique 2.0 aut 2012 já com 55k rodados. A sensação é de que o carro vai se quebrar todo, pois só tem plástico rígido. Bate tudo, vibra muito a direção quando se esterça parado (chega a tremer o carro todo), consumo alto, barulho em suspensão, não tem muita ergonomia para o motorista, tecido dos bancos de péssima qualidade e alguns outros defeitos. Os paralamas abaulados são um tormento para pessoas que não tem muita prática de direção, ralando o carro em portões e garagens apertadas. Minha esposa e meus sobrinhos são donos disto (o carro tá todo ralado). As únicas vantagens são o espaço interno (que é generoso), o conforto ao rodar (roda macio), o desempenho do 2.0, o câmbio é bom mas sem ser nenhuma maravilha e, especialmente para minha esposa, o tamanho externo (parece um SUV de verdade).

  • Andrex2501

    Acridto que o Duster atenda bem qm compra um carro dessa categoria deseja. Mas comparando elas por elas, acho q ele deveria custar bem menos do q custa pra fazer uma boa sombra na Eco, visto q em qlqr otro mercado do mundo, ele tem um valor mto baixo, visto Inglaterra q se n me engano, é vendido por 8.990 euros na versão d entrada!

  • kkduu

    Oh carro ruim. Bebe muito e é bem pobre por dentro. A única vantagem dele é ser grande em relação ao Ecosport, mas de resto..

  • PortoWF

    Tem razão.
    A Renault vendeu bem o Duster durante algum tempo simplesmente por não ter concorrentes mas agora com a nova Ecosport e seus atributos estéticos/tecnológicos, está na hora de rever esse preço!

  • Mak06

    Vamos esperar o Honda Urban e ver o preço do bicho e ver como reage as vendas do Ecosport,Duster.

  • Rafael_rec

    Parece que o hit do momento é o tal do hill holder. Ao meu ver, o povo está desaprendendo a utilizar a embreagem para segurar o carro na hora de sair em uma rampa. Pra mim esse dispositivo é totalmente desnecessário.

    • thales_sr

      Usar a embreagem, puxar o freio de mão… Tem tanto jeito de segurar carro em subida… Hill Holder é um brinquedinho legal mas passa loonge de ser algo que eu procure numa ficha técnica.

      • Sias

        Hoje em dia motorista de verdade são poucos. Eu só usei freio de mão em carro que estava com o motor falhando….no normal não é necessário.

    • Leandro1978

      O povo nunca soube utilizar a embreagem ou o freio de mão para isso. O que vejo de gente deixar o carro ir para trás nestas condições, não está escrito. Até deixo uma distância razoável já prevendo isso. Ah! e já vi gente ter a manha de conseguir deixar o carro ir para trás mesmo com o hill holder (um 500 em uma rampa de um shopping de SP)…rs…

      • kkduu

        putz… auehauhea

      • Edson Roberto

        Pai do ceu…. com hill holder? é de rir mesmo…rs

        E pensar que eu HOMEM uso freio de mão…. (e não "regulo" não). Pois tem alguns que tem complexo de inferioridade e acha que "puxar freio de mão" é coisa de boiola. E acredite eu já ouvi coisas assim. (ainda mais por ter um C3).

        • Leandro1978

          Pois é, o cara teve a manha (era um homem dirigindo). Dei risada mesmo.

          kkk… Eu também uso, não tenho problemas em admitir. Não vou ficar queimando a embreagem por causa disso.

    • kikofar

      Nissso sabe que eu concordo e muito contigo? Pra mim, sendo muito sincero, esse Hill Holder é como uma buzina num Boeing. rsrsrsrs

    • anderson_sp

      Então tu deve achar que ficar "queimando" embreagem deva ser algo natural e necessário ? tá de brinks né champz, pra que ar condicionado se posso andar de vidro aberto ? ……..cada uma.

  • leosilvano

    O problema é que o Ka pesa no máximo uns 900kg. No caso do Duster e outros carros 1.6 mais pesados, a 5ª overdrive poderia levar o carro a perder potência muito fácil.

    • Dragoniten

      Então, sempre é bom se informar. A maioria das pessoas tem como base o Ka da primeira geração em termos de espaço, tamanho, peso. O Ka 1.6 (2009, meu caso) pesa 955kg. Apenas 23kg a menos que o Gol G5 1.6. E tem gente que acha que o VW anda menos porque é pelo menos uns 80~100kg mais pesado.

      Acho que só perderia potência se o carro estivesse numa subida. Neste caso o motorista pode muito bem reduzir uma marcha, enquanto a quinta longa ajudaria a fazer cut-off em descidas, sem perder muita velocidade e conseguiria sem sombra de dúvidas manter o carro a 110~120km/h em uma reta.
      O problema da maioria das pessoas que conheço que tem carros com motores "grandes" e reclama de motores pequenos, é que eles tem preguiça de trocar marcha. A Duster é um bom exemplo. Só que eu prefiro ter que reduzir uma hora ou outra a ter que ficar com um zunido de motor na cabeça durante a viagem inteira.

      • Edson Roberto

        Perfeito. Alias, até hoje não entnedo porque não temos cambios manuais de 6 marchas. Isso seria uma solução e tanto para os carros 1.0. Eles poderiam suprir essa falta, pois os atuais cambios em quinta marcha já são "reduzidos" e ter a sexta marcha seria o overdrive.

        Tanto que vc me falou isso e eu me lembrei do Celta do meu pai que em uma viagem para Poços de Caldas, eu não aguentei rodar a 100~110km/h e acabei por diminuir para 80~90km/h para justamente reduzir o ruido na cabine.

        Confesso, foi insuportavel.

        • Dragoniten

          Imagino. O que mais sofro com o Ka é o ruído aerodinâmico que começa de verdade a partir de 100km/h.

          Meu irmão sempre falava isso do Fiestinha 1.0 dele, que andava bem, mas faltava uma sexta marcha pra pegar a estrada.
          Eu achava que o Cerato iria ditar a nova regra pra câmbios no nosso mercado, pois mesmo com um motor 1.6, tem um câmbio manual de 6 marchas. Infelizmente me enganei, rs.

          Acho atualmente um absurdo um carro com motorização 2.0 ter hoje em dia um câmbio de 5 marchas (Focus por exemplo).

  • kikofar

    Um vizinho meu, inclusive de vaga de garagem, tem um, automático, completinho (versão Dynamique 2.0 4×2 AT). O visual parrudo é um atrativo para muitos. Pra mim não. Mas o pior mesmo é o nível de acabamento pra quem gastou quase 60 mil no carro. O tecido dos bancos é muito pobre e a espuma de preenchimento é fraca, sem falar nos plásticos herdados do Logan/Sandero (num carro de 40 mil reais, já é absurdo termos plásticos em excesso, imaginem num carro de 60 mil!). Acho bacana é o bom espaço e o comportamento do carro que é satisfatório, sem inclinar demais a carroceria.

    Por outro lado, a Renault está preparando a vinda de um 'jipinho' urbano (acho que é Captur o nome aventado até agora) e assim sendo, certamente o Duster será 'rebaixado' (chuto entre 48 e 58 mil, talvez com diminuição do número de versões) e o Captur, um Renault de verdade, portanto, mais bem acabado, projeto moderno, começando em 58 mil.

  • LUIZ SOUZA

    Esse Duster é um carro lamentável. Mal acabado, caro e inseguro (vide testes do Sandero no Latin Cap que usa a mesma plataforma que ele). E o pior é ver gente defendendo essa coisa que custa mais de 60 mil reais. Brasil, um país de tolos!!!

    • armroots

      Pior é falar que porque tem a mesma plataforma, o teste de um carro tem de ser igual de outro. Plataforma compartilhada não quer dizer nada colega, a não ser que utilizam algumas peças iguis, mas em geral, o projeto é totalmente diferente, o que torna o projeto todo diferente.

    • marciors01

      Na Europa sandero tem 3 estrelas COM AIRBAG e o duster na proteção para passageiros recebeu 4 estrelas, perdeu pontos porque não possui esp de série em todas as versões e na proteção para pedestres, do contrário seria quatro estrelas.

    • Magnão

      Perdeu a oportunidade de ficar quieto . . . .

  • HumbertoRR

    O que mata este carro é o acabamento simplório e a câmbio automático de 4marchas. Neste caso, fico com o Ecosport mesmo sendo um pouco mais caro.

    • FabianoBR

      Tirando o cambio moderno do Ecasport, pagar mais caro por um carro que tem tanto plastico vagabundo, menos espaço e porta malas quanto a Duster é ainda pior.

    • marciors01

      O eco tecnologicamente é mais interessante, mas tem pouco espaço e porta malas mirrado, outro ponto é que apesar do bom design interno os plásticos são tão vagabundos quanto.

  • ctnmartins

    Concordo com você Dragoniten. O problema é que brasileiro adora ver tempo baixo no teste de 0 a 100km/h e nunca pensa quecâmbio curto demais fará falta quando precisar acima dos 90km/h.

    • Dragoniten

      Pois é. Até mesmo o Toyota 86 que é um carro puramente esportivo tem uma sexta longa pra viagens. Se você der uma olhada em vídeos de acelerações do carro vai reparar que até a quinta as marchas são perfeitamente escalonadas, mas quando chega na sexta existe um gap bem grande de rotação, pois mesmo sendo um carro esportivo, ele precisa de uma marcha econômica, até mesmo por causa das regras e impostos de emissão e tal.

  • Louis

    Interior de carro popular. E quando se bate a porta, só barulho de lata! Não vale R$ 40 mil…

    • dudupruvinelli

      Não vale mesmo! Assim como a ecosport não vale os quase 80k cobrados na versão top! Grrr!

  • thales_sr

    Plástico em si até não incomoda… Civic é lotado de plástico, o próprio Fluence é cheio de plástico, mas passam uma impressão melhor. Já os do Ecosport só ficam bonitos na foto, e os do Duster ficam feios de qualquer jeito.

  • O Duster claramente tem 5a marcha curta para os donos não acharem que seu carro é fraco. E isso é exatamente o que é feito nas marchas de carros populares. Seu Ka é 1.6, eu falei de populares 1.0.

    É melhor, em termos de marketing e satisfação de proprietários brasileiros, manter uma rotação exagerada a 120 km/h do que ter todo mundo falando que aquele modelo não anda direito.

    A 5a deveria ser econômica mesmo, mas com essa mentalidade do brasileiro, fica difícil. Tem também a topografia do nosso país, com muita subida, onde um Duster com 5a longa seria impraticável. O carro já é pesado, se estiver com 5 pessoas mais bagagem então….

    • Dragoniten

      Pois é! Essa mentalidade mata os carros. Eu achei que o "populares" tinha sido generalizado, rs, por isso comentei sobre o Ka. O problema, como falei acima para outro colega, é que grande parte das pessoas tem preguiça de reduzir marcha. Diz que o carro não anda mas nunca reduz marcha pra nada, acha que a única redução que tem que fazer na vida é pra segunda quando está fazendo uma conversão.

      Marketing é tudo neste país, rs. Melhor ainda seria se tivéssemos uma imprensa realmente especializada pra falar sobre o assunto ao invés de uns programinhas de domingo aí que chamam o ronco de liquidificador do Veloster de esportivo.

      Eu acredito que não seja o único, mas prefiro mil vezes fazer reduções de 5 pra 4 aqui ou ali durante a viagem do que ouvir durante ela inteira o ruído do motor invadindo a cabine.

      • Edson Roberto

        É isso que chamam o C3 de carro manco. Ninguem gosta de usar o cambio e ele tem relações longas. Foi como um dos que comentam aqui disse: "Enquanto estou de terceira com meu Celta, eu estou em segunda com o Peugeot 207". Primeiro porque realmente a relação é mais longa mesmo, segundo porque justamente ter o motor maior evitar trocas de marcha desnecessária.

        Eu com o Celta do meu pai vivia trocando de marchas para não ficar esticando sem necessidade (e gerando ruidos incomodos). Tanto que querendo ou não, é muito ruim sair do C3 para usar o Celta. Respeito quem o tenha, mas me incomodo com o ruido. Já o Xsara ele é ruidoso sim… mas felizmente o motor tem um ronco muito empolgante :)

        • Dragoniten

          Eu acho engraçado (ou horrível) o Fit 1.5 lá de casa. A primeira vai até 60km/h, a segunda até 95km/h, a terceira eu já nem lembro, mas quando vce troca da quarta pra quinta, quase não sente diferença. A quinta do Fit é extremamente curta, o que me leva a pensar que é o mesmo câmbio do motor 1.33, que incomoda MUITO em viagens, pois a 120km/h estamos a quase 4k rpm desnecessariamente, pois a partir de 3k rpm o motor já tem torque de sobra pra empurrar muito bem o Fit.
          A quarta do Ka tem a mesma relação da quinta do Fit, rs.

    • Sias

      Mas assim como se andava com carro de 4 marchas, eles poderiam fazer a 5ª como uma over drive de verdade. Na cidade só até a 4ª.

  • Salazar1966

    Na faixa de preço e segmento é o melhor (pelo tamanho robustez e para o que foi destinado o projeto, utilitário).
    Pena que o preço é muito caro pelo que é e oferece no conjunto da obra.
    Na europa ele é barato, condizente com o que oferece, um carro simples.
    Como todos comparam, eu já acho o ECO, que não é Suv, um carro de passeio ratch pequeno, que deixou de ser de entrada devido aos pneus grandes, suspensão elevada e bastantes mimos sem necessidade. Um carrinho bonitinho, bonitinho internamente (O Duster é muito pobre dentro), altinho e pequeno, e fundamentalmente, muito caro também.

    • Jorge_Nobrega

      Tanto Duster como Eco não são SUV's. Demonstre um pouco de conhecimento e seja coerente, o Duster é tão "SUV" quanto o Ford, pois utiliza plataforma de Sandero, portas de Sandero, bancos curtos de Sandero, não tem reduzida ou mesmo um motor decente e adequado. É um veículo realmente ruim, barulhento e beberrão, digo isso porque um amigo meu comprou esse veículo, para andar na cidade, obviamente, e já se arrependeu(o veículo está com apenas uns 12 mil km). A única vantagem do Duster é o espaço interno, mas se for só pelo espaço interno existem opções mais racionais. Um Duster nada mais é do que um Sandero de salto alto, assim como um Ecosport não passa de um Fiesta de salto alto. Quem precisar de espaço e não se preocupar tanto com consumo, tecnologia embarcada, conforto e ruído interno, opte pelo Sanderão, quem precisar apenas de um bom espaço interno, mas se preocupar com consumo, tecnologia, conforto e ruído interno, vá de Fiestão. Não é a toa que o Duster é mais barato que o Fiesta na Europa. Quem conhecer o Eco por dentro verá que ele tem muito mais espaço que o Fiesta, pois com cerca de 1,83m não tive problemas no interior do veículo, inclusive no banco traseiro, ao contrário do que acontece quando entro em um Fiesta, que falta espaço para a cabeça e para as pernas.

    • CharlesAle

      Duster SUV???melhor projeto??discordo radicalmente,e tão enganador quanto outros do mercado,assim como o eco,mas pelo menos o eco é bem moderno,ao passo que o duster não esconde seu jeitão de carro popular no acabamento….

    • Salazar1966

      Na verdade, amigos, conceito de SUV é um negócio meio esquisito… No pé da letra, um utilitário esportivo, onde convenhamos, utilitário, qual dos dois é pelo tamanho? E esportivo? nenhum deles.
      O que pega um pouquinho do conceito de SUV, é o Duster, pelo tamanho podemos considerar utilitário e por contar com a versão 4×4 um "semi esportivo"…
      Sabemos que nenhum dos dois é um verdadeiro SUV, mas, é o que temos.
      E continuo achando muito caros pelo que oferecem. O ECO, mais cheio de mimos e o Duster maior.
      O Duster na versão 4 x 4 completona deveria custar 30% menos, 50K.

  • dudupruvinelli

    Do mesmo jeito que o fiesta, carro pupular, é vendido com carcaça de ecosport, o Sandero é vendido como duster. Sinceramente… se tivesse que escolher entre eco e duster, ficaria com a eco.

  • Leandro1978

    Aí vc está querendo um Bandeirante, não? Onde já se viu, colocar estes "suvs-urbanos" para trabalhar…rs…

    • JPaulo10

      Talvez por isso o Tucson antigo ainda esteja sendo vendido.
      O Duster tem que ser 2.0. Como o Eber disse, "manter uma rotação exagerada a 120 km/h do que ter todo mundo falando que aquele modelo não anda direito" não é válido para minhas necessidades. O 1.6 está descartado.

      • marciors01

        O duster é forte, bem mais forte do que um eco que principalmente agora é um carro totalmente urbano, o duster suporta até trilhas razoáveis na versão 4×4.
        O uso de um duster pode ser exatamente este citado pelo JPAULO10.

      • JPaulo10

        No Forum 4×4 falam bem do Tucson. Consegue-se consumo em estrada em torno de 11-12 km/l com o câmbio automático de 4 marchas, o que não é lá muito ruim dado o peso e propósito do carro. Com o motor V6, 10,5 km/l. (Requere-se para ambos gasolina aditivada). E o desempenho não é sofrível como se costuma ouvir.
        E o Duster 4×4 tem seu tópico: um carro "honesto" que enfrenta certas trilhas e que tem as reclamações de sempre (acabamento e pós-venda da Renault, entre outras).

        Eu fiquei curioso com uma informação. Um dos proprietários de Tucson disse que, ao parar em semáforos, deve-se colocar o câmbio automático em posição "N" – Neutral. Isso melhora o consumo de combustível. Segundo ele, tal procedimento é comprovado através de scanner que ele possui. Verdade?

        • Edson Roberto

          Olha, faz sentido deixa-lo em N e obter menor consumo. Voce evita que o cambio fique trabalhando e com isso evita o continuo consumo de combustivel para manter o conversor atuando. Com ele em Neutro, o uso do conversor obviamente não é usado economizando. No meu carro automatico, eu tenho que colocar em Parking pois é a forma de lubrificar o cambio quando parado, se deixar em N ele simplesmente parar de lubrificar (é do funcionamento do cambio e pensando em um transito pesado, acaba aquecendo e a lubrificação fica deficiente).

          • JPaulo10

            Edson, eu gostaria de aproveitar o gancho e pedir opinião sua, já que você, como moderador, lê todos os comentários postados e certamente sabe que existem pessoas aqui que entendem do riscado e que tem boa vontade em partilhar conhecimento.

            Será que o NA não poderia abrir um espaço para um "ABC do automovel"? Uma categoria de posts com um campo de links (tal qual em <avaliações>) para dirimir pequenas dúvidas como essa da melhor aplicação de um câmbio automático? Ou uma orientação ao leitor sobre as medidas de pneus, as categorias de lubrificante, etc.?

            Foi dito noutro blog que a ford trocou o lubrificante do novo fiesta para "5W20" e garante que vai melhorar o consumo, mas a discussão perdeu-se diante do fanatismo do Pil/Sul.

            Aprendi há muitos anos a classificação do óleo, o significado das letras e números (viscosidade), mas me esqueci. Gostaria de aprender mais aqui.

          • JPaulo10

            Edson, eu gostaria de aproveitar o gancho e pedir opinião sua, já que você, como moderador, lê todos os comentários postados e certamente sabe que existem pessoas aqui que entendem do riscado e que tem boa vontade em partilhar conhecimento.

            Será que o NA não poderia abrir um espaço para um "ABC do automovel"? Uma categoria de posts com um campo de links (tal qual em &lt;avaliações&gt;) para dirimir pequenas dúvidas como essa da melhor aplicação de um câmbio automático? Ou uma orientação ao leitor sobre as medidas de pneus, as categorias de lubrificante, etc.?

            Foi dito noutro blog que a ford trocou o lubrificante do novo fiesta para "5W20" e garante que vai melhorar o consumo, mas a discussão perdeu-se em outros asuntos.

            Aprendi há muitos anos a classificação do óleo, o significado das letras e números (viscosidade), mas me esqueci. Gostaria de aprender mais aqui.

          • JPaulo10

            Edson, eu gostaria de aproveitar o gancho e pedir opinião sua, já que você, como moderador, lê todos os comentários postados e certamente sabe que existem pessoas aqui que entendem do riscado e que tem boa vontade em partilhar conhecimento.

            Será que o NA não poderia abrir um espaço para um "ABC do automovel"? Uma categoria de posts com um campo de links (tal qual em &lt;avaliações&gt;) para dirimir pequenas dúvidas como essa da melhor aplicação de um câmbio automático? Ou uma orientação ao leitor sobre as medidas de pneus, as categorias de lubrificante, etc.?

            Foi dito noutro blog que a ford trocou o lubrificante do novo fiesta para "5W20" e garante que vai melhorar o consumo, mas a discussão perdeu-se em outros assuntos.

            Aprendi há muitos anos a classificação do óleo, o significado das letras e números (viscosidade), mas me esqueci. Gostaria de aprender mais aqui.

  • Leandro1978

    Só um adendo em relação à de entrada, também torcia o nariz para ela, até ver uma azul-marinho com as rodas semelhantes às deste testado pelo NA, não que o conjunto final ficou bom? Mas estou me referindo somente ao desenho.

    • bedotRJ

      Eu até curto o aspecto rústico da versão de entrada, casa bem com a essência do carro. Já gostava quando tive EcoSport, que foi justamente da versão básica, com parachoque preto. A diferença é que os Eco básicos sempre tiveram calotas de desenho bonito, o que melhora bastante o visual. Já no Duster, a Renault resolveu meter uma roda de aço particularmente feia, que torna o visual quase intragável. Aqui no meu prédio, um cara comprou um Duster básico preto e fez exatamente isso que vc falou: meteu as rodas do Dynamique. Ficou ótimo. Eu me candidataria fácil a um Duster básico com ar, direção, vidros e travas, ABS, airbag e as rodas do Dynamique por uns R$ 45mil.

  • Leandro1978

    Tem hora que penso em trocar a minha Escort S.W. por um Duster ou um Eco, mas sempre escuto uma voz interior dizendo: "Não faz besteira rapaz!!!"…rs…

    • BBMP_

      Se for a Escort SW 1.8 16V, a voz sou eu! Nao faz besteira rapaz! kkk. Meu pai tinha uma SW com o zetec 1.8 16v e andava muuuito e nao bebia tanto. Carro q deixou saudades. Completinha ate com teto solar. Se encontrasse uma inteira, eu comprava.

      • Leandro1978

        Exatamente com este motor. É bem econômico e tem bom torque mesmo em baixas rotações. Já está com 208 mil km e nunca me deixou na mão (faço a manutenção preventiva). A minha é uma GL, cinza (meio pro azul) não tão completa, mas com ar e direção.

        • Pedro_Rocha

          Já fez um texto sobre esse Escort para o NA?

          • Leandro1978

            Ainda não, estou devendo…rs…

      • Edson Roberto

        Escort SW com teto solar???

        Eu nunca vi essa versão no Brasil… seria no Brasil que seu pai teve?

        • CharlesAle

          Existe sim,inclusive raríssimas com teto elétrico,no clube do escort tem uma lá…

      • Claudio

        Tive duas SW ,uma 1.6 8v e outra 1.8 16v…excelentes carros!O unico defeito era a suspensão frágil demais.

    • CharlesAle

      A perua escort simplesmente foi uma das melhores peruas já vendidas no Brasil,e a prova que uma perua bem feita é bem melhor que esses pseudo SUVs….

  • O_Corsario

    A linha da Renault para mim ficou muito velha com os novos lançamentos. Sandero e Logan tem que receber rápido aquela reestilização lá de fora (por fora e por dentro). O Duster ficou meio sem atrativos perante a Eco, a versão TechRoad deve estar ajudando a manter o fôlego.

  • junoba

    em segurança nos carros da renault e duvidoso depois que o sandero tirou 1 estrela no crash test que a latin ncap divulgou eu não acho que o duster seja seguro

    • armroots

      Veja que o teste foi feito sem airbag colega, e ficou com as mesmas notas dos concorrentes sem o equipamento. Quando for testado um com airbag, certamente a nota vai ficar a mesma ou até melhor que muitos dos concorrentes.

  • pumagtb

    Pontos fortes: Espaço, posição de dirigir, altura (em relação ao solo). Pontos fracos: Motor fraco, acabamento, gasta muito, visual, ergonomia.

    Acho que deveria ter mais materiais de qualidade empregados na construção do veiculo, exemplo: plasticos, borrachas, tecidos, espumas, metais, etc. Talvez o unico Duster que escapa é o 4×4.

  • Lexus GS300

    Minha irmã tem uma exatamente o do teste publicado pelo Eber inclusive a cor.

    Tenho que concordar com apontamentos dado pelo Eber quanto ao consumo e comandos dos retrovisores.
    Tais comandos tenham sido posicionados ali para evitar "acidentes" de ajuste. No caso de outros modelos como o Gol, o ajuste se localiza próximo a trava de abertura das portas. É fácil tirar um retrovisor de ajuste do lugar quando você bate no controle, dgo em relação ao Gol. O da Duster o ajuste ali foi colocado, acredito, para motivar o motorista a ajustar apenas uma vez.
    O consumo é realmente alto. O da minha irmã que conta com 1800 km rodados apenas registra no PC de bordo consumo aproximado de 6,2 km/l na gasolina. Ela só roda na cidade.
    Quanto ao sistema de som, acho muito bom os níveis de graves e agudos providos do aparelho que também tem uma boa recepção do bluetooth que facilmente identifica celulares de várias marcas.
    Ele realmente inclina nas curvas mas não chega a ser perigoso.
    Como é um projeto de baixo custo, no brasil acaba sendo um carro de luxo por conta do preço cobrado. Na Inglaterra ele custa apenas 8995 libras. É um projeto Dacia e por isso é um modelo barato "exceto banânia".

    Quanto a Ecosport, apesar de ser mais bela, fica devendo o espaço interno da Duster.

  • wndjunior

    Mas o quadro de instrumentos é de bom gosto ????

  • Felipe C.

    Duster = Sandero gigante

  • BrennoF

    Eu queria entender o porque do Eber (pelo menos passa a impressão) de que trocar de marcha do carro durante uma viagem, (por exemplo pegou uma subida tem que reduzir uma marcha para o carro manter o patamar de quando estava plano) é uma martírio. Toda avaliação que vejo, ele fala isso!

    • PortoWF

      ???

  • Diegorji

    Esse carro custa 8900 Euros na Europa, aqui um bando de alienados pagam a partir de 49,900 para ter essa carroça super-faturada na garagem. Olha esse interior que nojo, pqp… tem que ser muito louco para comprar esse carro e não ficar irritado de ter pago 50 mil por essse produto. Vc olha o interior e nota que é de pessima qualidade, o pior é que tem pessoas que compram, acho que caberia um estudo para demonstrar o que acontece no mercado automotivo brasileiro.

  • W_Costa

    As avaliações do NA continuam excelentes, Eber continua de parabéns pela imparcialidade, mas acho que a escolha pelo Duster 1.6 não foi muito feliz (seria como testar um Punto 1.4 e dizer que as demais versões são semelhantes, sendo que existem outras com melhor acabamento/motor), o ideal seria mesmo o 4×4 2.0, Duster 1.6 e Ecosport 1.6 seriam os modelos de entrada/acessíveis dessa categoria, menos potentes e com menos equipamentos, o mais comum seria testar a versão top e quem não puder $encarar$ que fosse de 1.6, porém saberíamos do "potencial" da versão top ao invés das limitações da de entrada. Porém fica a observação que (exceto pelo porte e porta-malas e sem mudar de marca) o Sandero Stepway (que hoje tem opção de 8v) seria mais interessante que essa versão do Duster.

  • W_Costa

    Vacilo da Ford, ainda tentaram colocar bancos no porta-malas pra oferecer 7 lugares…

  • Francisco

    Tenho um Duster Tech Road 2.0 16V 4×2 mecânico 2012/2013. Paguei por ele R$ 59.990,00. Estou plenamente satisfeito com o carro. Vamos fazer uma rápida comparação entre ele e a Eco 2.0? Preço. A Eco custava na época da compra (agosto/2012) algo em torno de R$ 69.000,00. Será que pagar a diferença aproximada de R$ 9.000,00 valeria a pena? Meu Duster veio com ABS, Air bags, roda liga leve, computador de bordo, AR, direção hidráulica, vidros elétricos e… GPS integrado ao painel (lindo). A Eco não vem com GPS. Pneus do Duster: 215/65 R16; da Eco, 205/60. Largura: Duster 1.822 mm; Eco, 1.765 mm. Comprimento: Duster 4.315 mm; já a Eco, 4.241 mm. Altura em relação ao solo: Duster 210 mm; Eco, 200 mm. Distância entre eixos : Duster 2.673 mm; a Eco, 2.521 mm. Porta malas: Duster 475 litros; Eco (brincadeira, não?), 362 litros. Eu entrei numa Eco. Fui pensando nas fotos, mas, na verdade, é um carrinho de brinquedo, apertado. Cara de mau só nas fotos, pessoalmente é um gatinho. E aquele estepe do lado de fora? Meu Duster faz cerca de 9 a 10km/l na cidade , com gasolina. O desempenho é ótimo. Sejamos racional: o Duster é superior.

  • marciors01

    BDOTRJ, praticamente todos os suv's/crossowers do mercado estão mal precificados, são todos caros demais para o que oferecem porque estão na moda, as pessoas não precisam de um carro alto mas compram por gosto pessoal.
    Analise um crv, um ix35 ou sportage, compra-se carros muito superiores por preço semelhante, por vezes até custando menos, então não é exclusividade do duster ou eco, é regra.

  • Antonio De Julio

    É verdade que a Renault vai mudar um pouco o Duster pra 2014? Ouvi dizer que motor vai ficar econômico para atender as exigências de lei, e torcer pra melhorarem o interior.

    Eu preciso de um carro alto, trabalho em sitio, e estou com uma filha e encaminhando a segunda. O porta malas da Eco é ridículo demais, para um carro alto e tão caro.

    • Adriano

      Também quero saber se vai mudar pra 2014? Trabalho na cidade, mas tenho que ir ao sítio nos finais de semana. Concordo, o Eco é apertado até para quem vai na frente, sem falar no porta malas que é menor e tem que tirar a tampa de cima pra aumentar o espaço quando se está c/ 4 pessoas no carro. Ele é mais baixo que o Duster.

  • agenor souza

    Não vale o preço…já repararam nas medidas de economia de custos de construção (além do interior de plástico duro e bancos de lona de caminhão) ? Por exemplo, os retrovisores estão fixados diretamente na chapa da porta, sem o acabamento de plástico; não há a chamada "grelha", que é a peça de plástico base para os limpadores de parabrisa. É um buraco de chapa descoberta entre o parabrisa e o cofre do motor. Outra. as janelas laterais tem curvatura mínima, para redução de custos…

  • Gutto

    Eu trabalho com vendas de carros a mais de 7 anos, temos uma Duster 2.0 em casa e é um absurdo a quantidade de bobagens que tenho que ler aqui de gente que nunca sequer andou com o carro por 1 metro se achando os donos da razão. Bom mesmo é a Ecosport 9 mil reais mais cara, com porta-malas de Fiesta e aquele pneu pendurado atraz, fora aquela carinha de carro de dondoca pra levar os filhos na escola. O povo brasileiro realmente não conhece, nem entende nada de carros por isso que nosso mercado é o que é….

    • Alexandre

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
      Já andei, achei barulhento e mal acabado e simples msm, um SUV popular. Nos anos 90 seria um bom carro.
      Vai ter de rebolar para vender essa Jabiraca, nem a Renault aceita de volta…
      Comprei uma Eco, já ouviu falar em ESP? Em Hill Holder? Em sistema Sync? Em faróis de led? Em Ergonomia? Em economia de combustível?
      Em ver cinto de segurança de 3 pontos para passageiro? Não né, comprador de Duster não conhece nada disso, KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.
      Quem compra Duster compra carro por m2, deve ser para compensar alguma coisa…

    • agenor souza

      Não o comparo com o Eco, que também acho um engôdo. Somente acho o Duster um lixo.

  • furtica

    Eu sou mais um Grand Vitara… Pois é um jipe mesmo e não um projeto de jipe.

  • mottervictor

    o Duster nada mais é que um SANDERO anabolizado , tanto que as portas , motor , painel ,bancos são os mesmos ! um colega meu que participou do programa de testes do duster aqui em são jose dos pinhais .. disse que a renault pretendia lança-lo com motor 1.2 turbo . mas o publico não curtiu a ideia e vieram os velhos conhecidos 4km e F4R ( 1.6 e 2.0)

  • zeuslinux

    Se o Duster manual nessa configuração custasse entre 40 e 45 mil reais seria uma excelente escolha, bem melhor do que o próprio Sandero.

    Mas o preço da versão 2.0 já começa a encostar numa faixa de preços onde começam a aparecer sedãs e hatches médios com bom espaço interno e de mala também e motorização e acabamento melhores. Aí só vai optar pelo Duster quem realmente precisar de um carro mais alto ou que prefere isso.

  • RodWH

    Concordo. Não existe nada pior do que andar na estrada com o carro berrando e o acelerador lá no fundo, parece que cansa 5x mais. Todo mundo critida o cambio de 4 marchas do Corolla, mas o que a gente tem aqui (modelo 2000 hein) anda a 120 com 2700 giros, e só passa dos 3000 lá pelos 130, 135. Outro dia dei 160km/hr numa decida e o conta giros não estava nem perto dos 4000 rpm, muito agradável esse aspecto.

    • Dragoniten

      O câmbio é bem escalonado, apesar de ter apenas 4 marchas. Meu pai tem um, sei bem como é :)

  • Sias

    Esta característica da 5ª marcha economica foi esquecida…..infelizmente.

    • Dragoniten

      Infelizmente… :/

  • WorthWRT

    Botão de regulagem dos retrovisores….não tenho a menor dificuldade para acessar o botão….alias, acho até melhor quando o freio de mão está embaixo porque apoio minha mão por cima dele e meus dedos fazem o resto….péssimo é para o passageiro detrás acionar os vidros traseiro….

  • vikey

    Moço, tem um pouco de carro nessa foto de plástico aí

  • fabio_augusto

    Pra mim o problema do Duster não é o acabamento fraco, nem as falhas de ergonomia e projeto. Pra mim o problema desse carro é o preço, que é muito alto. Deveria partir de uns 43k considerando a simplicidade dele.

  • iponte

    tenho um 4×4 e o carro é muito bom. Sobe as dunas aqui do Ceará brincando. Pra areia fofa de dunas não tem melhor. Agora essas outras versões aí, tou fora.

  • GuiBashop

    Agora eu sei o motivo dos motoristas do Duster não usarem pisca.
    O barulhinho irritante.
    Do Fluence também. Hehehehe…

  • Carlos Tavares

    Isso pra mim é a volta da Lada! Não existe um carro mais feio e mail acabado do que esse Duster!

    • CharlesAle

      Bem lembrado,não há um carro com um jeitão Lada que esse duster……(feia pra caramba)

    • zeuslinux

      Mas os jipeiros adoram o Niva por ser rústico e robusto. Acredito que o Duster 4×4 tambem seja um carro razoável para fazer trilhas leves. Mas tem que ter um preço mais baixo.

  • CanalhaRS

    Tem que ser muito desinformado para pagar o que pedem por essa carroça.

  • Antonio De Julio

    Finalmente um depoimento de quem tem o carro. Quantos kms o seu está?

    • Alex

      Tem outro depoimento de dono em cima que não fala muito bem do carro (expresso222). Confira.
      Este aqui, me desculpe, mas parece de uma pessoa que está tentando justificar sua escolha. Para alguns um GPS no painel é mais importante que a tecnologia embarcada e maior segurança que a Eco oferece. Aliás, é quase unanimidade que o painel do Duster (com ou sem GPS) é simples ao extremo e o acabamento digno de popular.
      Na minha opinião a escolha pela Duster só se justifica para quem precisa de maior espaço interno.

      • Francisco

        De certa forma, vc está certo Alex. Os dados do Duster a que me referi foram a razão e eu ter escolhido o SUV da Renault. Mais: viajei cerca de 1.000 kim, o carro é muito seguro. Confesso que me surpreendi com sua estabilidade. Não esperava tanto.

    • Francisco

      7.000 km.

  • anderson_sp

    A versão básica é tão feia que chega a dar calafrio, se vejo um na rua deserta eu saio correndo.

  • Antônio Sérgio

    Eber, qual câmera você usa nas gravações dos vídeos?

  • Cassianoccm

    Eber, na unidade testada você notou o volante vibrar enquanto manobrava? Esse era um problema relatado pelos proprietários das primeiras unidades. Ah, e parabéns pelos 200 vídeos no canal =)

  • VictorMarcel13

    Que luz é aquela que vai acendendo no painel do carro durante os videos?
    Bom, em relação a posição do botão de regulagem do retrovisor elétrico podemos interpretar de uma outra maneira, como ela "obriga" ao motorista a puxar a alavanca de freio de meio é uma segurança de que a pessoa vai ajustar somente parado e sem atrapalhar o transito ou provocar um acidente, e em sua posição vc também não tem que se curvar para frente.

  • Magnão

    Eu aprendi a gostar deste carrinho , principalmente por não ter o maldito estepe pendurado do lado de fora . . . . . gostei ainda mais quando vi um aqui na minha cidade rebaixado e com aro 20'' . . . . .ficou lindo!!!!

  • andre luiz

    Não tem como não olhar para as portas e ver que não passa de um super sandero.Não compraria de forma alguma.

  • Mauro

    Eu comprei um logo que saiu, 1.6, realmente e meio espartano como dizia os comentarios kkk A vantagem que vejo no Duster realmente e andar em uma posicao mais elevada com melhor visibilidade e passar nos buracos com maior facilidade, nem acho confortavel, mas, nao fica raspando protetor de carter, outra vantagem e o espaco interno, dai fora e como outro carro qualquer. O que eu nao gostei do Duster – 1- A buzina de fusca kkk. 2- O espaco para por a mao pra tirar e por a chave da ignicao e muito pequeno e logo fica enroscando no painel. 3- Pneus dianteiros jogam muita sujeira na lateral do carro, talvez colocando aqueles para-barro ajude. Nao sinto diferenca na direcao, mas, a embreagem trepida ao sair quando esta frio e na subida. Agora ele esta com 30mil/km, nenhum problema ate agora, as revisoes na agencia considero de bom preco. Nota de 1 a 10 – 8,5

  • apzeiro2013

    Belo carro principalmente na versão Duster Tech Road 2.0.

    O preço? Nada muito diferente da concorrência, ou seja uma boa opção!

  • Adriano_Silva

    Dizer que o preço é incompatível com o que o carro oferece nem vale a pena dizer, afinal no Brasil nenhum carro tem preço condizente com o que entrega, se é feio ou não é questa de gosto, não é nada tão absurdo "Cobalt, Agile", a suspensão merece destaque pela robustez, espaço interno muito bom e um bom porta malas, se eu fosse um dos adeptos deste estilo de carro, certamente levaria o francês em detrimento do americano "Ford" que em nada me agrada.

  • Fabrício

    Pelo preço e comentários gerais,se você precisa de um 2.0 grande e completo não vai achar nada mais em conta que o Duster.
    Um sedã:Cobalt 1.8 LT.
    Um Pseudo SUV:Duster.
    Um Hatch: Ônix.
    Um esportivo:Puno T-Jet.
    Um Hatch superior:Cruze.
    Um sedã top:Civic.

  • alfredoluz

    Eber, você poderia fazer um teste com a Duster 4×4 colocando ela também na trilha do fora de estrada que você fez com a S10. O que acha? Um carro de R$ 60 mil 4×4 vale muito mais a pena que um S10 Flex 4×2 a R$ 70mil.

  • Caio

    O Duster não é feio! Ao vivo ele é parrudo, tem cara de quem aguenta o tranco e se for o 2.0 melhor ainda. Seu desenho tem personalidade própria, dura mais com o tempo, apesar de ser um projeto mais antigo.
    O Ecosport faz o gênero ´bonitinho´´, parece mais carro de boy, mais moderno e só! Prefiro o Duster apesar dos defeitos do interior mas compensa pela proposta q a Renault fez sobre ele.
    O Duster é mais carro de família q precisa de espaço e robustez mas sem deixar de ter presença. Ele pode ser feio para muitos, mas vende porque ele é muito comentado e tem poucas qualidades que fazem a diferença como a parrudez agressiva e espaço! O Eco é mais pra tirar onda, quem não tem família grande, e quer aparecer apesar dos atributos tecnológicos.

  • Augusto Steffen

    Duster um bom carro com um grande defeito, trepida muito na reducão em terceira marcha, na
    Renault, falaram que isso é normal, mas não consigo aceitar. Alguem pode falar alguma coisa sobre isso?

  • sergio

    Comprei uma 2.0 manual e estou feliz, as criticas acima de que é isso ou aquilo, é pra quem tem uma pau velho na garagem e não pode comprar um.

    Valeu

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend