Avaliações Híbridos Hatches Toyota

Avaliação NA – Toyota Prius 1 – Fotos e detalhes do modelo

toyota-prius-fotos-externas-avaliacao-na Avaliação NA - Toyota Prius 1 - Fotos e detalhes do modelo

Este é o Toyota Prius. Um veículo que hoje é – até mesmo para quem não entende muito de carros – sinônimo de híbrido, sinônimo de ecologia, e também de economia de combustível. Disponível em alguns mercados ao redor do mundo desde o final dos anos 90, ele já está em sua terceira geração, e neste momento chegamos a um marco importante: recebemos nosso primeiro híbrido para uma avaliação completa aqui no NA.



O Prius cedido pela Toyota ficou em nossas mãos por uma semana sem qualquer tipo de ressalva em relação ao seu uso, ou seja, poderíamos fazer o que desejassemos com o híbrido. Por isso, aproveitamos bem o tempo e rodamos com ele na cidade e na estrada simulando vários tipos de usos, para ver quanto seria o consumo do modelo qualquer que fosse a pessoa que o estivesse dirigindo.

Neste ano de 2012 a Toyota está com algumas unidades do Prius servindo à divulgação para a imprensa. Por isso mesmo sempre recebemos “flagras” do modelo, até hoje. Só que não se tratam mais de flagras e sim de um aviso de que o início das vendas do Toyota Prius estão chegando perto, aqui no Brasil. Mesmo com preço estimado pela imprensa em mais de 100.000 reais, se trata de um passo importante na “popularização” dos híbridos no Brasil, que começou com o Ford Fusion Hybrid algum tempo atrás.

toyota-prius-fotos-externas-avaliacao-na-10 Avaliação NA - Toyota Prius 1 - Fotos e detalhes do modelo

O Toyota Prius é um híbrido de proporções médias, eleito nos EUA como um dos carros menos poluentes à venda por lá. E a cada dia ele se torna mais popular. Atingiu um milhão de unidades em 2008 e em 2010 já chegou a 2 milhões de unidades vendidas mundialmente. Essa terceira geração existente hoje é a principal responsável por vendas tão boas. Somente ela já vendeu mais de um milhão de unidades, desde seu lançamento em 2009.

Pessoalmente, o Toyota Prius mais recente, denominado internamente de XW30, impressiona bastante. Andando pelas ruas, acredito que a bordo do Prius vi pela primeira vez um carro chamar atenção também das mulheres: sim, acredite, nem mesmo a BMW X5 Sport chamava tanto a atenção delas. Os homens olhavam bastante, pois sabiam que ali estava um utilitário caríssimo, mas o Prius também chama a atenção das mulheres. E também, não é por menos, vários detalhes nele deixam claro que se trata de um carro moderno e à frente de seu tempo, diferente do comum.

A cor azul da unidade que a Toyota nos cedeu é bem chamativa. As inscrições na lateral, mostrando que se trata de um carro híbrido, também. E o conjunto de faróis de xenon e lanternas traseiras de LEDs pedem que todos olhem para eles em todos os lugares que passam. Um detalhe a se destacar são as maçanetas externas que ficam um pouco inseridas para dentro, com o objetivo de produzir o menor arrasto aerodinâmico. Não é à toa que o Prius é um dos carros com melhor coeficiente aerodinâmico do mundo.

toyota-prius-fotos-externas-avaliacao-na-3 Avaliação NA - Toyota Prius 1 - Fotos e detalhes do modelo

O Prius é grande, apesar de suas medidas em números não o deixarem muito maior do que outros hatches médios. Estamos falando de 4,46 metros de comprimento, 1,74 de largura, 1,48 de altura e peso de 1.379 quilos. Ou seja, peso-pena ele não é. Mas acredito que o fator novidade pese bastante ao fazer com que os pescoços se virem para ele: aqui em minha cidade duvido que outro Prius tenha desfilado pelas ruas anteriormente.

A motorização do Toyota Prius inclui um motor 1.8 de ciclo Atkinson que entrega apenas 99 cavalos, justamente por ser um tipo de motor diferente do que estamos acostumados. Ele tem 14,5 kgfm de torque, e é acompanhado de um motor elétrico que faz com que sua potência total fique na casa dos 136 cavalos.

Trocando em termos mais simples, ao acelerar, parece que o Prius é um hatch médio equipado com um motor 1.8, de 130 ou 140 cavalos. O motor do Prius é o primeiro motor de produção sem correia de acessórios, o que ajuda na economia de combustível.

Na área dos equipamentos de série, o Prius é bem dotado, como seria de se esperar em um modelo vendido globalmente. Ele conta com os equipamentos usuais, com destaque para acabamento em couro de qualidade e também sete airbags.

Ah sim, lembre bem de um detalhe: o Prius não é um híbrido plug-in, daqueles que você pluga na tomada, embora ele já conte com uma versão diferenciada deste tipo. Nesta avaliação, mostraremos todos os detalhes do Toyota Prius, mas focaremos no consumo de combustível, que é o detalhe que todos tem mais interesse em saber quando se trata de um carro híbrido.

Veja agora a ficha técnica do Toyota Prius. Se quiser ver um folheto completo, acesse esta página do site americano da Toyota: http://www.toyota.com/prius-hybrid/ebrochure.html

toyota-prius-ficha-tecnica-1 Avaliação NA - Toyota Prius 1 - Fotos e detalhes do modelo

toyota-prius-ficha-tecnica-2 Avaliação NA - Toyota Prius 1 - Fotos e detalhes do modelo

toyota-prius-ficha-tecnica-3 Avaliação NA - Toyota Prius 1 - Fotos e detalhes do modelo

toyota-prius-ficha-tecnica-4 Avaliação NA - Toyota Prius 1 - Fotos e detalhes do modelo

toyota-prius-ficha-tecnica-5 Avaliação NA - Toyota Prius 1 - Fotos e detalhes do modelo

  • Antonio_Brust

    Uma pena que o Governo não estimule esse tipo de veículo no Brasil…

    • JPaulo10

      Olha, não querendo estimular nenhum grande debate, entendo que o governo deveria rever suas estratégias sobre combustível.
      O álcool combustível nos motores flex (verdadeira maravilha para os defensores do governo anterior) ocupa uma área plantada que poderia muito bem ser melhor aproveitada na expansão das commodities (que é o que gera a riqueza do país).
      Motores elétricos acho muito difícil ser implantado aqui, porque o Brasil não tem capacidade energética suficiente para um consumo em larga escala (lembram-se dos apagões em 2000?)
      Na minha opinião, esse motorzinho seria o ideal para nós, por usar com racionalidade a gasolina através do uso compartilhado com a eletricidade. Hoje a tecnologia é cara, mas talvez nossos filhos a usem a preço de popular.
      De qualquer forma, invejo o Eber ter dirigido um brinquedo desses. Queria estar em seu lugar …

      • obomevelhomax

        Na verdade a questão energética não é um problema tão grande, tendo em vista que boa parte da energia do país é gerada em hidrelétricas. Por isso, no período noturno por exemplo, quando a demanda diminui, há ociosidade na geração, pois as usinas não podem ser desligadas, e a energia deixa de ser produzida. Logo, haveria sim disponibilidade para reabastecer os veículos nesses períodos.

      • ruback

        Apagões já ocorreram no mundo inteiro (inclusive EUA) e não são exclusividade daqui, isso não é desculpa, ainda mais a frota seria infima e faria pouca diferença.

      • Diego Casagrande

        Este negócio de produção de energia elétrica e ecologia é uma piada mundial.
        Existem várias alternativas para ajudar na produção elétrica e também na produção sitiada de energia e nenhum governo do planeta não desenvolve ou o torna barato estes usos alternativos seria muito simples.
        Se os interesseiros e os donos do planeta se dessem conta em reduzir os preços e produzir em larga escala várias alternativas que existe hoje ninguém estaria pagando caro pela luz e afetando a natureza de forma drástica. E se os principais governos mundiais se importassem mesmo em suas vidas e do resto do planeta eles forçariam de qualquer jeito mudanças imediatas para redução de poluentes, e o que eles fazem? Usam o termo ECOLOGIA para ganhar uma fortuna trilionária e o consumidor achando que está fazendo uma coisa importante para o planeta… Ahhh, faz-me o favor!!… Isso é apenas ESTRATÉGIA DE MARKETING, ninguém vai se safar sendo ecológico hoje, os poucos milionários já tem suas tocas se algo drástico acontecer no planeta.
        Desviei muito do assunto da matéria… Sobre o Prius é um excelente carro, eu gostaria de ter um, principalmente pela economia, não para salvar o planeta e sim para salvar o meu bolso, o complicado que será bem caro um modelo deste provavelmente.

        • duhehe

          é exatamente esse o ponto !

          vender energia é negocio, e dos mais lucrativos
          ser ''verde'' é negocio

          quem deveria estar preocupado com isso, esta pouco se lixando !

          Afinal, vender uma ''solução'' para população quando o ''pau estiver comendo'' vai ser um negocio melhor ainda !

        • Daniel

          Está errado meu caro amigo, Alemanha, China, Estados Unidos, estre outros países incentivam muito o uso, por exemplo, da energia solar. Lá, o painel solar para você colocar na sua casa é muito mais barato do que aqui em nosso país, quase todas as casas tem painel solar. Também nos Estados Unidos, o mesmo possui a maior quantidade de parques eólicos do mundo, e está aumentando. Continuando na terra do Tio Sam, o Prius, apesar de ainda ser mais caro do que os carros normais, ele é muito mais barato em relação ao Brasil, lá, carros híbridos recebem incentivos do governo. Se você não sabe, a estimativa, segundo a OMC, é de que 50% dos carros no mundo até 2025 sejam híbridos ou elétricos, enquanto no Brasil, vai ficar na margem dos 10% se continuar do jeito que está. O problema não é no mundo, mas sim no Brasil, que apesar de tudo, possuí uma boa matriz energética, a água, que causa muitos danos ao meio ambiente, porém não poluí quase nada. E antes que você fale de energia eólica, o Brasil possui apenas dois lugares que podem receber parques, um no Nordeste e outro no Sul, sendo que no Sul, já possuí um.
          Qualquer dúvida, é só perguntar.

      • Antonio_Brust

        Rapaz, na minha opinião, o país é um dos melhores locais do mundo onde a implantação de carros elétricos teriam garantia de sucesso. Temos muito território, muitas matrizes energéticas, podemos produzir eletricidade através da biomassa, energia eólica, painéis solares, movimento das marés e até mesmo das hidrelétricas.

        Até mesmo a França, país com território pequeno, seco e que sua eletricidade provém de termonucleares, possuem um dos maiores incentivos e demanda de carros elétricos no mundo. Quanto ao Japão, nem preciso comentar, né?

        Já produzimos carros elétricos nacionais. Lembra do Gurgel com motor elétrico? Pois é, nem vingou.

        Brasil tem dinheiro (nossos impostos), território e mercado consumidor. Falta o que? Investimentos? Vontade? Os cientistas brasileiros incentivarem o uso de carros elétricos? Ops, esqueci que nossos cientistas vão estudar no exterior e produzir tecnologia lá, pra depois os países nos vender pelo triplo do preço.

      • duhehe

        Concordo plenamente !

        Sem falar na degradação do solo … pois daqui 20 , 30 anos teremos milhares de km2 de terras improdutivas, sem falar que grande parte dessas terras estão no meio do estado mais rico do pais.

        Com base nos preços praticados aqui no Brasil, se o governo isentasse todo tipo de imposto na importação ou produção desses carros, os preços já chegariam no mercado no patamar dos de combustão.

        Pedir para o governo dar bonus na compra desses carros é irreal aqui na terra brasilis, mas isentar os impostos não é nada tão dificil.

      • Solleon

        Tenho que discordar do seu ponto de vista amigo. Seria um excelente negócio para o país incentivar uma indústria que se tornará o futuro.

    • Euzi0

      Olha, posso até estar falando bobagem, mas o governo não possui grande parte da Petrobras que é a fornecedora de petróleo (Gasolina, Diesel etc.) ?

      Se diminuir o consumo de combustível, mesmo que em pequena escala, diminuiria a receita do governo (alem do imposto da Gasolina claro.).

      Acredito que seja por isso não haver um incentivo do governo para este tipo de carro.

    • tonyecs

      E esse nosso governo estimula algum outro tipo de veículo no Brasil? Ou só estimula a alta lucratividade das maiores fabricantes aqui no Brasil?

    • Cil

      Eu acredito que o governo só vai estimular os elétricos quando ele definir uma forma de cobrar mais impostos na conta de energia para o abastecimento. Como está hoje, o governo perderia os impostos da Petrobras e não poderia cobrar mais na conta de luz, pois penalizaria todo mundo e a chiadeira seria muuuuito maior do que já é, considerando o roubo na cobrança de impostos que já temos hoje. Teoria da conspiração, eu sei, mas em se tratando de BR… alguém dúvida.

  • GusRamirez1

    A proposta do carro é muito boa!!! Vamos aguardar os valores…

  • Luiz FMS

    Estou louco pra ver os vídeos dele!

  • F_F_

    Eu achava que esses motores de ciclo Atkinson fossem mais fracos… 99 cavalos e 14,5 kgf de torque é melhor que muitos motores brasileiros 1.0 ciclo Otto.

    Pq não fazem carros compactos com esse motor ciclo Atkinson pra substituir os 1.0? Nem precisaria ser hibrido…

    Será que não dá pra "desligar" o motor elétrico pra sentir o carro apenas no motor ciclo Atkinson?? Seria um bom teste…

    • eduardo82

      Ainda assim é fraco, visto que é um motor 1.8.

      • F_F_

        são ciclos diferentes, não dá pra comparar assim.
        Mesmo sendo 1.8 ele gasta menos combustível que um 1.0 Otto.

        É que nem dizer que o motor do Mazda RX8 é 1.3 e esquecer que ele é um Wankel com mais de 230 cavalos

        • thiagolamim

          Falam muito bem do Wankel, só falam mal mesmo do consumo dele, dizem que chega a ser absurdo.
          Mas nunca vi , nem dirigi um.
          Tenho muita vontade.

        • BlueGopher

          Os atuais motores com ciclo de Atkinson são, basicamente, um motor Otto com tempo de abertura de válvulas diferenciados, visando economia.
          O projeto mecânico do Atkinson original, muito complicado, na verdade, nunca foi usado.
          Já o Wankel é totalmente diferente, é um motor rotativo que consegue uma grande potência por revolução, mas tem problemas específicos, como consumo alto, durabilidade de vedadores e altos níveis de poluição.
          A Mazda o está abandonando, infelizmente.

          • F_F_

            não são os motores do ciclo Miller que são Otto com tempo de abertura diferenciado? eu sempre achei que os Atkinson fossem completamente diferentes…

            • BlueGopher

              F_F_, na verdade todos estes diferentes ciclos hoje são muito parecidos.
              Um cientista muda ligeiramente o ciclo termodinâmico (tempos de abertura de válvulas diferenciados) do processo de um motor 4 tempos comum e dá o seu nome à nova "invenção".
              O Atkinson teórico original era realmente para ser um motor completamente diferente, em que os 4 tempos aconteciam em apenas 1 revolução do virabrequim, mas nunca entrou em produção devido sua complexidade.
              O que hoje eles chamam de Atkinson é um motor que mecânicamente é idêntico a um motor Otto, como o Fusion ou mesmo o Prius híbrido.
              abs.

        • eduardo82br

          Eu disse que ele era fraco comparado a um motor 1.8 de ciclo Otto. Não disse que ele não era econômico. :D

      • ahsoliveira

        não dá para comparar mesmo! procure sobre as diferenças entre cilo Otto e Atkinson e vc entenderá!

      • Mg2009M

        lembre-se que o 1.8 do Cobalt agora tem 108 cv . . .

  • silasrana

    É uma proposta bem diferente do que estamos acostumados. Trazer economia de combustível aliado a potência de carro médio.
    É esperar pra ver, na prática, como se comporta com o nosso excelente combustível.
    .
    Cá entre nós, que rodas feias. Parece de 12 polegadas. Este desenho não ficou interessante…

  • fhf74

    Nem bonito, nem feio. Interessante

    • KzR

      Se a laterna traseira não fosse tão exagerada, até que o visual ficaria mais bonito.

  • meyerbro

    Teto amassado?

    • F_F_

      não é amassado, é curvado pra dentro mesmo. é uma estratégia pra ganhar mais rigidez em chapas finas de metal… vide nissan march com os seus bumerangues.

      • meyerbro

        De qualquer jeito, feio demais!

      • Valter_Jr

        (Ironic mode on) Estratégia pra ganhar mais rigidez? No March? Acho que o pessoal do crash-test não sabia dessa, por conta dos resultados obtidos.

        • F_F_

          não estou falando de rigidez estrutural, estou falando em rigidez na chapa.
          No march eles fabricaram o teto com chapas mais finas do que o convencional, e para recuperar a rigidez perdida com o uso de chapas finas, eles fizeram os bumerangues. Em momento algum eu disse que o March era mais resistente que outros carros…

          Provavelmente no Prius deve ser a mesma coisa.

  • Felix_S

    Esse azul é bonito mesmo. O Prius já chama a atenção, e ainda com essa faixa escrita "tecnologia híbrida"! Uma coisa que me chamou a atenção no modelo anterior é a suavidade, mesmo considerando que existem 2 motores que nem sempre estão funcionando juntos. Imagino que nesse novo deve ser melhor ainda.

  • Cristiano_JVL

    Sempre achei muito interessante esse tipo de tecnologia. Diferente dos puramente elétricos, esse é um tipo de carro que consideraria comprar.

  • Vmario85

    O carro é bonito mesmo, espero que seu consumo com nossa gasosa seja satisfatório e que o governo dê algum incentivo (IPI) a este tipo de carro.

  • Dmuf

    precisa do estímulo do governo, acho que a Dilma o fará.. por por preço de 100 mil ta muito caro meu amigo, as pessoas irão optar pelo o fusion.

    • cavevolution

      O Fusion Hybrid está custando na casa dos R$150mil.

      • Tcalmon

        Fusion Hybrid tá custando R$ 99k aqui no RJ. Sai no Jornal todo fim de semana.

    • GreatU2

      Quem realmente entende a proposta do Prius, nunca irá optar pelo Fusion.
      Um é um carro híbrido, ecológico, econômico, moderno, futurista.
      O outro é uma banheira com bateria

      • KzR

        São projetos bem deiferentes mesmo. Um já foi projetado para ser mais econômico. Outro é apenas uma adaptação conveniente.

  • Rud

    Não vamos forçar a barra, o carro pode ser ótimo, ecológicamente correto, econômico, não emite muitos poulentes, mas daí chama-lo do bonito, é forçar de mais!!!

    • jpmocellin

      Vai muito da opinião de cada um. Eu, por exemplo, acho o Prius mais bonito que todos os outros hatches, só não gosto muito das rodas. Se comprasse um Prius, colocaria as rodas de 18'' que vem no top de linha japonês.

    • GreatU2

      O carro é muito bonito. É só vê-lo pessoalmente

  • thiagolamim

    A economia de combustivel não vai ser nada absurda eim galera.
    Podem procurar por ai outros testes desse carro e os numeros da propria montadora.

  • Arthur_r

    incentiva a fazerem ele no brasil e ser flex, dai ajudaria em todos os lados…

  • Evoguex

    Chama atençao nas ruas eber ?

    • Euzi0

      Dá uma lida no texto, acho que no 5º paragráfo ele fala sobre isso. De as pessoas olharem mais que a X5 Sport.

      Abraços

      • Evoguex

        Pessoas educadas são outro patamar !
        Obrigado, é porque to no serviço não posso ler a materia toda.

        • Euzi0

          Sem problemas amigo,

          Grande abraço

  • granrs78

    O Governo não tem interesse nenhum nesses carros hibridos ou eletricos, pois eles apostaram suas fichas nos motores flex. Uma pena, pois no mundo inteiro eles são bem vistos e inclusive contam com bonus para a troca de modelos mais poluentes e gastões. No nosso país, o governo tinha que pressionar mais as fabricas para que atualizem seus motores flex, pois são muito gastões e ultrapassados.

  • Lord Krauser

    Realidade Incompatível com o padrão brasileiro.

  • GreatU2

    PARABÉNS à equipe do N.A.
    Vocês foram presenteados com aquilo que é uma verdadeira experiência, e não apenas um carro.
    Eu já dirigi, e sei o que vocês passaram.

  • LuizMarceloPR

    Vamos supor que o Prius custasse 55 mil reais SE NÃO fosse híbrido. Por ser híbrido, ele custa 45 mil reais a mais (considerando a estimativa de 100 mil reais citada no artigo). Com este valor é possível comprar uns 16.000 litros de gasolina, o que daria para andar uns 160.000 km ou mais de 5 anos de uso, considerando uma quilometragem anual de aproximadamente 30.000 km. Concluindo, quando a vantagem da economia do híbrido começasse a valer, já estaria na hora de trocar de carro.

  • JulioCMO

    O que eu acho mais interessante nessa história toda é a Ford. Sim, a Ford. Alguém ai se lembra do Fusion Hybrid que chegou aqui no país há quase 2 anos ? Eu nunca vi um na rua, sequer nas concessionárias. Claro que tem toda a complicação da Ford ser péssima em anunciar seus carros mas… será que o híbrido vai pegar aqui ? Se deixar por conta do Governo eu duvido muito, mas acho difícil um consumidor que vá gastar cerca de 100 mil reais em um carro optar por um Prius, a não ser que ele tenha todo aquele paletó da política verde, mas ai são outros 500…

  • jeep12

    o que faz todo mundo virar e olhar o carro, mulheres inclusive, nao seriam as faixas e adesivos chamando a atencao para o fato de ser hibrido?
    particularmente, nao gosto da traseira – nem das tinhas nem das lanternas xunadas.. Mas o carro é muito interessante. Aguardo ansiosamente pelas suas impressoes. Abraço!

  • jeep12

    Sim, lembrei que tenho uma pergunta, desde que comecei a pensar em comprar um Fusion Hybrid – os feios regenerativos sao muito estranhos, ou a gente se acostuma logo com a sensacao diferente ao pedal? "Acostumar" é o mesmo que "deixar de achar estranho", ou é simplesmente "é estranho mas da pra conviver com ele"?

  • leitorNA

    Esse Prius veio da Toyota dos EUA ou do Japão?

    Nos EUA, creio, salvo engano, que os carros são obrigatoriamente adaptados ao E85, ou seja, combustível com 85% de etanol de milho e 15% de gasolina.

    Será que um Prius americano funcionaria bem no Brasil com mistura no tanque, tipo uns 40L de etanol e 10L de gasolina C brazuca (mista 80% gasolina, 20% etanol) ??

  • radiobrasilcombr

    7 opções de cores, não é pouco pro mercado gringo?

  • raphaelchadias

    Meu sonho, é que um dia, no Brasil seja liberado a venda de automóveis de passeio, com motores diesel..

  • Vitão

    Se é para pagar por volta dos R$ 100.000,00 prefiro pegar um Fusion Hybrid…..

    Q com desconto está saindo por R$ 105.000,00…..

    • GreatU2

      Você não entendeu o conceito do Prius.
      Querer um híbrido e pegar um Fusion, é como querer uma SUV e pegar um Ecosport.

  • Essa cor azul é linda d+ hein, por isso chama a atenção, o perfil deste carro por conta da aerodinâmica lembra um Coupé bem legal, pena que por aqui seja inviável.

  • Marx33

    Essa cor é linda!! Igual de muitos 206 que ainda andam por ai. Pena que não vemos cores assim no mercado nacional!

  • KzR

    Dependendo do nível de consumo atingido, do prazo de compensação do preço do carro por km rodado e do material de acabamento interno e do conforto a bordo, até cogito que seria uma opção interessante para quem planeja rodar muito ou ficar um bom tempo com ele. Se a Toyota procurasse baixar mais os preços, poderia incitar mais a procura por este tipo de modelo. Vai depender do marketing da empresa, como fez a Hyundai colocando o i30 como oferta vantajosa perante os concorrentes anos atrás.

  • Rodrigo_V_U

    parabéns pelo teste! tive a oportunidade de dirigir um Prius por 400km durante 1 semana nos EUA. Já dirigi tb o Fusion Hydrid nos EUA e aqui e o camry Hybrid nos EUA.

    dirigir um híbrido realmente é uma experiência fantástica. é uma pena vir para o Brasil na casa dos 100k.

    se fosse um valor em torno dos 70 (80, no máximo), certeza que seria meu próximo carro.

    pra quem perguntou ai sobre acelerar o carro sem o motor elétrico, é apenas dar um acelerão, forte pra drenar toda a bateria, freiar (a bateria carregará- um pouco), e deixá-lo parado com a/c ligado, que o mesmo consumirá a energia da bateria. pronto, a próxima acelerada será só com o motor a gasolina. e te digo, não é um canhão (nem é pra ser), mas não é nada enervante tb.

    nos meus 500km, ele fez média de 15km/l, misturando uns 100km de estrada plana com velocidade de 120-130 e o resto só de cidade, sempre com 3 pessoas dentro, e em algumas ocasioes, porta-malas cheio (de malas e muamba) ahahahaha

  • marcfreitaz

    Esse carro realmente é muito bom, pena que aqui o governo não incentiva tanto as novas tecnologias, um ponto interessante é o marketing, já vi esse carro em vários filmes do EUA…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend