_Featured Avaliações Ford Hatches Vídeos

Avaliação: Novo Ka 1.0 surpreende pelo bom conjunto

novo-ford-ka-avaliacao-NA-46-700x466 Avaliação: Novo Ka 1.0 surpreende pelo bom conjunto

De projeto global e nascido em Camaçari/BA, o Novo Ford Ka chega para completar a gama de produtos da Ford no Brasil, que agora está totalmente de acordo com o panorama visto no exterior. O compacto baiano tem estilo igualmente internacional e foi pensado para ser prático, mas com menor impressão de baixo custo.



Não podemos dizer que ele é barato, porque isso no Brasil não existe. O Novo Ka parte de R$ 35.390 na versão SE e na top de linha SEL com motor 1.0, testada pelo NA, o preço é de R$ 39.990. Existem as versões 1.5, mas estas estavam indisponíveis para a imprensa durante o lançamento e alguns consumidores já podem estar fazendo sua própria avaliação do modelo.

Mas atentando-nos ao 1.0, o Novo Ka SEL surpreendeu positivamente pelo bom conjunto, apesar de que ainda faltam algumas coisas para que o hatch da Ford fique mais atraente. Claro, não podemos deixar de lembrar do SYNC, do Assistente de Emergência e do Advance Trac (ESP, TCS e HLA), novidades que foram bem recebidas no segmento.

Outro ponto importante é a opção por um novo motor, menor e mais moderno, que além de mais potente, mostra-se mais econômico e limpo que o anterior Zetec Rocam. O 1.0 3C é herdeiro do famoso 1.0 EcoBoost, que na Europa chega a entregar até 140 cv. Aqui, o pequenino do Novo Ka já faz muito ao oferecer 85 cv com etanol, quando a maioria dos concorrentes está na casa dos 80 cv. E o resto? Vamos ver.

novo-ford-ka-avaliacao-NA-21-700x466 Avaliação: Novo Ka 1.0 surpreende pelo bom conjunto

Por fora…

Com inspiração em certo fabricante de carros esportivos de uma microscópica cidade inglesa chamada Gaydon, o Novo Ford Ka tem um bom visual e a impressão é que seguiu a mesma escola dos rivais Novo Gol e Onix. Não são iguais, mas seus corpos seguem a mesma tendência.

O Novo Ka difere em alguns pontos do Novo Ka+ – o sedã – em sua estética, facilmente perceptíveis. A grade do hatch apresenta elementos hexagonais e tem acabamento preto com friso externo cromado, enquanto o três volumes possui frisos horizontais e cromados. As lentes dos faróis são pretas no Ka e claras no Ka+.

O conjunto ótico é vistoso e a grade elevada ajuda a levantar a frente do Novo Ka, que parece meio achatada com um capô com vincos proeminentes. O para-choque tem aspecto bastante simples e conta com dois faróis de neblina circulares. Deve ser alvo de mudanças em um futuro facelift, o que é natural.

novo-ford-ka-avaliacao-NA-22-700x466 Avaliação: Novo Ka 1.0 surpreende pelo bom conjunto

O corpo é alto e dotado de linhas com certa robustez, criando uma boa impressão de segurança e solidez. Os retrovisores são grandes, mas infelizmente não possuem ajuste elétrico e nem repetidores de direção.

As maçanetas das portas do Novo Ka são grandes e apoiadas em um dos dois vincos bem pronunciados nas laterais. As rodas de liga leve aro 15 com pneus 195/55 R15 apresentam desenho elegante. No teto, apenas antena.

Na traseira, defletor de ar com brake light sobre a tampa e lanternas compactas de formato dinâmico criam um visual limpo e sensato. Não há firulas, o que é bom. O para-choque envolvente porta a placa e ajuda na leveza do conjunto. A vigia tem tamanho razoável e o limpador é um pouco pequeno.

novo-ford-ka-avaliacao-NA-24-700x466 Avaliação: Novo Ka 1.0 surpreende pelo bom conjunto

Por dentro…

O consumidor brasileiro já está exigindo mais na hora de comprar um carro popular. Ele não quer pagar muito, mas também não deseja que outras pessoas achem que está em um carro “pelado” e desprovido de qualquer conforto em prol do preço. A Ford certamente pensou nisso quando desenvolveu o Novo Ka.

Por isso, a primeira impressão – se é exatamente a que fica – do interior do Novo Ka é boa para a proposta do carro. Parece que o interior do New Fiesta foi clonado no irmão menor, mas apenas o estilo segue a mesma direção. O ambiente tem um visual que muita gente gostaria de ver em um carro barato.

A fórmula é impressionar de modo geral, mesmo que por baixo haja uma boa redução de custos. Há plásticos duros e pouca forração em tecido nas portas, por exemplo. Afinal, não existe mágica e nem almoço grátis. O acabamento não apresenta rebarbas visíveis ou partes mal encaixadas. Apenas a tampa do porta-luvas parece não querer encaixar no revestimento.

novo-ford-ka-avaliacao-NA-36-700x466 Avaliação: Novo Ka 1.0 surpreende pelo bom conjunto

Mas há mais por falar nesse sentido. Algo que chamou a atenção foi o acionamento do vidro da porta do motorista. Quando acionado o botão, o revestimento da porta simplesmente se projeta para fora do conjunto. Talvez seja necessário um ajuste do suporte do motor do vidro para evitar isso.

Falando dos detalhes, o volante tem boa empunhadura e os comandos de mídia e telefonia (com acionamento do comando de voz do SYNC) estão bem localizados. O acabamento prateado agrada, mas o ajuste de altura é apenas razoável. O quadro de instrumentos é bastante compacto, mas cumpre bem sua função, dispondo de um display multifuncional com várias funções, especialmente consumo instantâneo e médio, auxiliando para uma condução mais econômica.

novo-ford-ka-avaliacao-NA-37-700x466 Avaliação: Novo Ka 1.0 surpreende pelo bom conjunto

E a tal luz de mudança de marchas?

Aliás, falando em economia, recentemente um assunto acabou gerando uma acalorada discussão no NA. Afinal, existe a luz indicadora de mudança de marchas? Ela não só existe como funciona apenas quando a função “Econo” é ativada no computador de bordo, ajudando assim o condutor a dirigir de forma mais eficiente. O vídeo de detalhes do Novo Ka+ mostra ela sendo acionada. Esclarecido esse ponto, vamos ao SYNC.

O dispositivo multimídia da Ford feito em parceria com a Microsoft é mais um item para dar a impressão – verdadeira – de algo melhor no segmento, que ficou conhecido pela pobreza de acabamento e equipamentos. O comando de voz reconhece bem o que se pede, apesar de não pronunciar corretamente alguns nomes.

O SYNC tem um display digital com grafismos em tonalidade Ice Blue e é fácil de usar, tendo ainda acesso à desativação do controle de tração, embora o de estabilidade continue funcionando. Não agradou o botão central de ajuste das funções, presente logo abaixo da tela. Com CD/MP3/USB/Aux/Bluetooth, o dispositivo cumpre bem seu papel e não deixa a desejar em um carro dessa categoria.

O acabamento no entorno é prateado e logo abaixo ficam os comandos do ar condicionado, que se mostrou eficiente. Mais abaixo, uma base emborrachada foi criada para colocar um smartphone. As entradas USB e Auxiliar ficam ao lado da fonte 12V e à frente da alavanca de transmissão, cujo pomo também tem acabamento cinza. Há uma rede porta-objeto junto das pernas do passageiro direito, já que o porta-luvas não conta com muito espaço.

novo-ford-ka-avaliacao-NA-28-700x466 Avaliação: Novo Ka 1.0 surpreende pelo bom conjunto

Mais espaço para copos e menos para bagagem

Talvez o consumidor americano jamais veja o Novo Ka circulando pelas estradas americanas, mas certamente ele deixou sua impressão no compacto brasileiro. Existem pelo menos oito porta-copos/garrafas no interior e com direito a mais dois de menor tamanho. Quatro ficam entre os bancos dianteiros e os demais nas portas dianteiras. Beber e dirigir algo que não seja alcoólico, nesse sentido, não é problema.

Com um desenho interno harmônico, o Novo Ka sente falta de ajuste elétrico dos espelhos externos, banco traseiro bipartido, cintos de segurança de três pontos para o quinto passageiro (o Uno 2015 agora tem isso) e igualmente um apoio de cabeça nessa posição. Os bancos apresentam tecido de boa textura e espuma firme. O visual é agradável e o conforto é bom para a dia a dia. O assento do motorista tem ajuste de altura.

A ergonomia para o condutor só é prejudicada pelos controles manuais dos retrovisores. Como o Novo Ford Ka será o único carro de muitas famílias, onde boa parte terá mais de uma pessoa usando o veículo, ter ajuste elétrico não é luxo, mas uma necessidade nesse caso.

novo-ford-ka-avaliacao-NA-31-700x466 Avaliação: Novo Ka 1.0 surpreende pelo bom conjunto

As hastes na coluna de direção e os comandos de faróis, faróis de neblina e abertura do porta-malas agradaram. As portas apresentam pouco revestimento em tecido e contam com frisos prateados nas entradas dianteiras. No teto, espelhos nos para-sóis sem iluminação e luzes de leitura.

Por fim, o espaço. O Novo Ka tem bom espaço para quem vai na frente e surpreende na parte traseira. A distância entre os bancos dianteiros e o traseiro é boa e permite que uma pessoa de 1,90 m mantenha os joelhos apenas próximos dos bancos da frente, que apresentam encosto feito para se encaixar as pernas. A altura interna também corresponde ao desejado.

O quinto passageiro vai ficar apertado. Já o porta-malas é o menor entre os principais da categoria (257 litros), mas dá para o dia a dia de uma família pequena. O Novo Ka+ também se ressente de um bagageiro maior. Se o encosto fosse bipartido, o volume para bagagens aumentaria consideravelmente.

A tampa do bagageiro tem acionamento interno ou pela chave, mas é preciso atenção ao fechar, pois por várias vezes a luz de porta aberta ficou acesa no painel, obrigando-nos a sair do carro e bater novamente. Atenção também na hora de abri-la internamente, evitando que a entrada do condutor feche, pois será preciso repetir a ação para acessar o bagageiro.

novo-ford-ka-avaliacao-NA-3-700x466 Avaliação: Novo Ka 1.0 surpreende pelo bom conjunto

Por ruas e estradas…

O motor 1.0 3C do Novo Ford Ka entrega bons 80/85 cv a 6.500 rpm e 10,2/10,7 kgfm a 3.500 rpm, respectivamente com gasolina e etanol. O propulsor não vibra tanto como outros de três cilindros, apresentando funcionamento suave. O nível de ruído é moderado e as respostas ao acelerador são condizentes com um propulsor de seu tamanho.

Uma característica interessante é a sensação de aumento de performance acima de 2.500 rpm, quando nota-se que ele acorda de repente. Isso é a atuação do duplo comando de válvulas variável, que garante assim melhor rendimento do pequeno propulsor. O torque em baixas rotações é bom para sua categoria e o DVVT tem parte nisso.

O câmbio de cinco marchas tem bom escalonamento de marchas, apresentando engates suaves e precisos. A posição da alavanca garante conforto e as relações não apresentam buracos. Rodando a 110 km/h, o Novo Ka 1.0 SEL marca 3.300 rpm. O consumo rodoviário foi de 10,5 km/litro e o urbano chegou a 9,1 km/litro, ambos obtidos com etanol, o combustível com o qual o veículo foi cedido, mostrando assim maior aptidão para o uso na cidade.

novo-ford-ka-avaliacao-NA-6-700x466 Avaliação: Novo Ka 1.0 surpreende pelo bom conjunto

A suspensão tem um bom ajuste e absorve razoavelmente bem as imperfeições de ruas e estradas. O conjunto garante boa estabilidade sem ser duro, sendo ainda reforçado pelos controles de estabilidade e tração.

Mesmo não sendo um esportivo ou tendo alto desempenho, o Advance Trac é um pacote que ajuda muito em situações de emergência. O HLA – Assistente de Partida em Rampa – é o mais uso, especialmente em cidades com bairros altos e baixos.

A direção elétrica é um conforto a mais, garantindo muito leveza nas manobras, mas apresenta firmeza excessiva na estrada, obrigando a ir acostumando com o tempo. Depois nem nota-se essa característica do modelo. Os freios cumprem bem o seu papel. A posição de dirigir é agradável e o condutor “veste” o cockpit. O desempenho geral agradou.

novo-ford-ka-avaliacao-NA-20-700x466 Avaliação: Novo Ka 1.0 surpreende pelo bom conjunto

Por você…

O Novo Ka SEL 1.0 é a opção mais completa com o pequeno motor de três cilindros. O preço de R$ 39.990 é alto sim, especialmente porque faltam banco traseiro bipartido, terceiro apoio de cabeça, cinto de três pontos central e retrovisores elétricos.

Ainda assim, surge como uma opção a ser considerada se o cliente deseja contar com itens segurança tecnológicos e multimídia moderna, não desprezando também acabamento, conforto e economia. Com custo de revisões de R$ 1.664 nos primeiros 30.000 km, o Novo Ka ainda não chega perto de Etios e HB20 nesse quesito, mas está de bom tamanho se a comparação for feita com modelos mais tradicionais do mercado.

Ar condicionado, direção elétrica, vidros e travas elétricas, chave canivete, rodas de liga leve aro 15, faróis de neblina, multimídia SYNC com comando de voz/USB/CD/Aux, Bluetooth, Assistente de Emergência, Advance Trac, entre outros, compõem o pacote apresentado pelo Novo Ford Ka SEL 1.0. Dá para levar para casa? A resposta é sim.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Ford Ka SEL 1.0

Motor/Transmissão
Número de cilindros – 3 em linha, 12V flex
Cilindrada – 997 cm³
Potência – 80/85 cv a 6.500 rpm (gasolina/etanol)
Torque – 10,2/10,7 kgfm a 3.500 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão – Manual com cinco marchas

Desempenho
Aceleração de 0 a 100 km/h – 13,9 segundos (etanol)
Velocidade máxima – 166 km/h (etanol)
Rotação a 110 km/h – 3.300 rpm
Consumo estrada – 10,5 km/litro (etanol)
Consumo urbano – 9,1 km/litro (etanol)

Suspensão/Direção
Dianteira – McPherson/Traseira – Barra de torção
Elétrica

Freios
Discos dianteiros e tambores traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus
Liga leve aro 15 com pneus 195/55 R15

Dimensões/Pesos/Capacidades
Comprimento – 3.886 mm
Largura – 1.695 mm (sem retrovisores)
Altura – 1.525 mm
Entre-eixos – 2.491 mm
Peso em ordem de marcha – 1.026 kg
Tanque – 51 litros
Compartimento de carga – 257 litros

Galeria de fotos do Novo Ford Ka SEL 1.0:

5.0

  • FerSaccon

    A Ford está precisando de umas aulas com a VW sobre como organizar o cofre do motor. Impressão minha ou o acabamento em tecido na porta traseira esquerda está saindo? No mais, viva a concorrência.

    • Tosca16

      só esteticamente por que mecanicamente eu sou mais o Ford kkkkkkkkkkkkkkkkk

      • Eduardo CWB

        Motor Duratec HE 2.0 manda abraços … não incomoda em nada … só revisar e andar de boa !

    • Antonio Pacheco

      Realmente o cofre não é dos mais organizados. Mas ter aula com a VW? Basta ver o motor da amarok:

      • FerSaccon

        Comparei dois motores 1.0 3 cilindros. ;)

      • Tosca16

        sério, até os chineses capricharam mais que neste modelo…

        • Eduardo CWB

          Prefiro um motor bagunçado a ter um XING LING ” bonitinho ” …

          • Tosca16

            os motores chineses não tem sido ruins não, até são mais modernos que muitos teco-teco da Fiat e GM em especial; o que não é elogio mas se tivesse peças de reposição como as tradicionais tem não veria mal algum nestes motores … a questão é acabamento, suspensão, segurança e outros mais ; motor nem tanto .

      • Minerius Valioso

        Vish, aí até a velharia do Família I do Corsa é mais organizada…

      • Hiboria

        Cara, pode ser minha impressão, mas mesmo dessa Amarok os cabos são em sua maioria rígidos e fixados com anés e bracadeiras, enquanto que do Ka está um monte de cabo com fita e soltos pelo motor. Na minha visão o Ka tem que melhorar muito para chegar nessa Amarok, mesmo ela estando uma bagunça!

      • Tiago

        Realmente fica feio, mas dessa forma fica mais exposto e fácil de consertar alguma coisa. Afinal, quem fica olhando pro motor? Hahaha

        • Márcio Sousa Rocha

          é verdade, mais pelo costume que já temos em ver um motor mais organizado causou certa estranheza o motorzinho da ford.
          Mas no que importa, até agora, parece estar se dando bem.

      • edbil

        Puts!

    • Angelo Lucca

      Concordo, parece bem bonito e organizado, mas pra pessoas que como eu gostam de fazer manutenções básicas, como troca de filtros, velas e cabos, verificação de bateria e etc. Essas carenagens só atrapalham… Sei lá, opnião minha…

      • Tosca16

        eu concordo contigo, por isso que eu gostava dos motores boxer da VW; tudo à mostra e fácil de mexer nos carburadores e tal … é que hoje infelizmente os motoristas não tem um conhecimento sequer básico de mecânica, até olhar o nível do óleo fazem num posto de combustível ou oficina. Esteticamente para quem curte um bonito motor esse da VW dá de 10, mas olhando os dados e publicações o motor da Ford ainda é superior… meu receio, no caso da Ford é de mandar lavar esse modelo, com toda a fiação exposta assim e alguém sem conhecimento quiser lavar o motor; coisa que não gosto que façam nos carros que já tive .

        • CorsarioViajante

          LAvar motor de carro moderno é loucura.

          • Tosca16

            mas há quem goste de fazer isso ainda, infelizmente não são poucos…

      • FerSaccon

        Também gosto de dar manutenção básica e até prefiro as carenagens, pois posso mantê-las limpas e dar um aspecto de motor bem cuidado. Mas veja o motor Ford, tem inclusive uma fita Hellerman prendendo uma das mangueiras! No meu (ex) Focus as presilhas ressecaram/quebraram e as mangueiras ficaram soltas. Um trabalhão para encontrá-las e deixar o cofre em dia.

    • Guest

      Até o QQ 1.0 3 cilindros está melhorzinho que o Ford KA neste aspecto …

      • Tosca16

        eu não sei por que comento as coisas e aparece nas minhas fotos esse tal de Guest , alguém sabe como corrigir esses erros ?

    • Guest

      Até o QQ 1.0 3 cilindros está melhorzinho que o KA…

    • Hiboria

      Foi a primeira coisa que me chamou a atenção, me deu arrepios quando vi a bagunça de cabos soltos sobre o bloco, com o tempo com certeza dará muitos problemas.

    • FocusMan

      Concordo também, estou até comprando uma capa de motor para o meu Novo Focus, porque ele não vêm e odeio ver aqueles fios enrolados com fita isolante aparecendo dando um aspecto de carro barato.

      • Eduardo CWB

        Realmente .. alguns focus que tem motor duratec he .. não vem a tampa … o meu tem a tampa e fica realmente bonito … tudo tampado e organizado.

    • Davi Reis

      Pessoalmente é ainda pior, especialmente na versão 1.5. Também acho que poderiam ter caprichado um pouco mais nessa área.

    • Thiago K. Galiza

      realmente, parece que o motor do KA foi todo embolado e colocado la dentro, como diria minha mãe ” um balaio de gato “

    • Bikudin

      Realmente a Ford não caprichou no visual do motor, essas fitas isolantes, ficou bem gambiarrento, tenho q tirar o chapeu para o Up

      • Gustavo73

        O cofre do Up é muito pequeno (quem não viu vá em uma css). Se a VW não organizasse as coisas. Não daria nem para puxar a vareta de óleo.

    • Thiago K. Galiza

      O Kappa 3 Cilindros do HB20 (kia picanto) também é mais organizado

    • Sam86

      Que bunitinho!

    • SDS SP

      Pois é, mas não há almoço grátis. A Ford economizou em um projeto de tampa para o motor. Parece besteira, mas uma tampa dessas pode consumir muita grana no desenvolvimento (ferramental, pessoas e por ai vai). É o famoso “tira de um e coloca em outro”. No mais, a Ford está de parabéns pelo conjunto da obra.

      • FerSaccon

        Mas não disse que deveria ser colocada uma tampa. Só citei a desorganização do conjunto. Sei que eles devem ter pensado nisso, mas ao projetar o motor deve ser prevista a passagem dos fios e condutores, colocando encaixes e guias. Por exemplo: a tampa de válvulas poderia ter os encaixes embutidos nela e o fio da segunda sonda lambda ficaria oculto ou ao menos embutido. Do jeito que está, parece que se lembraram aos 45 do segundo tempo que deveria passar um fio por ali e colocaram um encaixe para segurar ele. Seria apenas uma peça diferente do que é hoje e o custo de desenvolvimento, praticamente o mesmo. Idem para os cabos elétricos do atuador (ou sensor) do comando de válvulas variável: a capa da correia está ali do lado. Pessoal da fábrica tinha que ser mais adepto de ‘wire tuck’.

        • SDS SP

          Concordo. Embora a Ford tenha sido descuidada nesse aspecto, ela caprichou em outros. Afinal de contas, o carro não é perfeito.

          • Independente de ter placa cobrindo, de ser “bonito” de se ver, o que importa é que esse motor está econômico e tem potência considerável!

    • Thiagusss

      Se a ford tivesse colocado uma “tampa” no motor ninguém reclamaria da bagunça. Ficaria escondido e não haveria reclamação…rss

    • Eduardo CWB

      Prefiro que funcione e não fique fazendo TEC TEC TEC …

    • Realmente FerSaccon, fui conhecer o Novo Ka em uma css aqui em BH-MG e todos o quatro carros expostos no showroom estavam com o acabamento de tecido das portas saindo e quando abri o capô até assustei com a “bagunça” no cofre do motor.

  • Tosca16

    Gostei muito do modelo, apesar de algumas mancadas bobas como o cofre do motor descoberto com fiação à mostra, sem ajuste elétrico dos retrovisores e especialmente esse painel simplista demais ao meu ver; apesar que não é feio combinou até mas que poderia ter especialmente nas versões mais cara algo mais que os simples relógios .

    • EddieVanHalenIsGod

      Também gostei… de longe! Depois de ver de perto (New Fiesta e New Focus, inclusive), fiquei apavorado com a PÉSSIMA qualidade de montagem das carrocerias. Semana retrasada, examinei um NF Titanium recém adquirido… e todo desalinhado! Se o que dá prá ver, de cara, já assusta… imagina o que não dá prá ver? Lamentável.

  • RafaelVerdelli

    é um carrinho bem interessante, só espero que não custe uns 44.000 daqui alguns meses..

  • gustavo

    1.0 litros? fraco para subidas e serras, so fazio !!!! esse torque 10.02/10.07 muito fraco.

    • Minerius Valioso

      É muito bom para um motor 1 litro aspirado. Mas medíocre para um carro de mais de uma tonelada.

      • th!nk.t4nk

        Mas não faz feio na cidade não. O Up com motor semelhante encara subidas fortes sem dar sinal de fraqueza, apenas não é um foguete. É beeeem diferente por exemplo do Gol 1.0, esse sim apanha muito em ladeiras, chega a passar raiva por ter que andar com o giro lá em cima.

        • CorsarioViajante

          Nem adianta, vai começar a discussão dos que querem comprar um carro 1.0 para lotar de gente, muamba, puxar carreta e subir serra.

          • Marcos Poa

            Coisas da nossa terra brasilis. Infelizmente não podemos ter na garagem um SUV, um sedan e um compacto como o americanos. Resta-nos transformar um 1.0 num misto disso tudo. E seja o que Deus quiser!

      • EddieVanHalenIsGod

        Exato, Minerius…
        E 40k por um carro minúsculo e 1.0? Ridículo!
        Uma conhecida acabou de pegar um Palio Essence 1.6, um carro maior (e com o nível similar de equip. e quinquilharias), por 42k.
        Uma escolha razoável?

        • Gustavo73

          Entre o Palio e o Ka ficaria com o segundo. Mas por 42 olharia outros. Como o Hb20 ou o uma promoção do 208.

          • EddieVanHalenIsGod

            Pode ser… por isso perguntei. Mas, nessa faixa de preço (40-42k), o HB20 não é 1.6, certo? Esse é o ponto… De resto, HB20 e 208 são carros mais legais, sem dúvida.

            • Gustavo73

              Realmente eu não sei os preços dp Hb20. Realmente é provável que o 1.6 esteja acima deste valor. Mas para não sair da Fiat olharia o Punto. Mesmo o 1.4 com menos motor, mas mais carro.

              • EddieVanHalenIsGod

                Acho que ela escolheu o Palio Essence pq era 1.6… o que me pareceu razoável. Acabei de verificar no site da Fiat que o “Grand Siena Attractive 1.4 EVO Flex 2015”, com AC, DH, VE. TE, etc. está por 41-42k. Não conheço esse carro, mas acho q tem muito mais espaço que o claustrofóbico Ka… e é 1.4 (1.0 no Ka). Arrisco dizer que a liderança da Fiat pode ser atribuída, em boa parte, à política de preços mais flexível e agressiva do que a das concorrentes. Enfim, 40k por um Ka1.0 é um pouquinho demais, mesmo para os padrões do mercado brasileiro.

                • Gustavo73

                  O Ka de 40 k eu não levaria. Apesar do esp é muito caro. E como destacado na matéria, faltam outros equipamentos bem mais simples. O Ka novo é maior que o antigo. Mas aí a questão de espaço vai da necessidade de cada um. Sim à Fiat assim como a VW tem preços mais atraentes na css que na tabela.

          • CorsarioViajante

            POr 42 eu pensaria tbm no Fiesta, que parte de 43.

            • Marcos Poa

              Para vc ter uma idéia faz um ano que peguei um HB20 style AT por R$45k com desconto, e estou bem satisfeito! E me parece que se consegue o 1.6 mecânico por R$43k.

              • CorsarioViajante

                Hm mas por uns 43 eu preferia o Fiesta.

  • Pedro Henrique

    a primeira impressão é a que fica, e eu sai da css graças ao mal atendimento que recebi, foi a primeira impressão…
    e outra, nessa mesma css o Ká 1.5 SEL tava por 45.800, enquanto o New Fiesta SE 1.5 por 45.600, eu vi os dois detalhadamente, e com toda certeza compensa mil vezes mais o New Fiesta, tem alguns equipamentos a menos mas o conforto o estilo o acabamento é muito melhor, além do espaço que no ká apesar de parecer grande, não é tão grande. Sem falar que o NF desvaloriza menos, pra quem pensa em revenda…

    • dogmarley

      comparando o
      Ka SEL 1.5 com o
      Fiesta S 1.5
      vou de Ka

      • th!nk.t4nk

        O Ka 1.5 SEL tem controle de estabilidade de série? Se tiver, também iria nele, caso contrário iria de Fiesta (ele disse 1.5 SE, não o S, mas de fato somente o 1.6 SE tem controle de estabilidade e ar digital).

        • Gustavo73

          O SEL tem de série o esp independente da motorização.

        • dogmarley

          somente a SEL tem as babás eletrônicas e o Comp. de Bordo.
          as outras vem completas, mas sem tais mimos,

  • Gilcimar China

    Nobres Amigos, me tirem uma dúvida: é possível empresas diferentes adotarem um sistema diferente de controle de estabilidade?

    É possível em um carro ter um controle menos eficiente que em outros?

    E, por fim, é possivel esse sistema funcionar de forma precária, tornando-se um produto mais barato?

    • Thales Sobral

      1) Sim
      2) Sim
      3) Sim

      Veja que nos esportivos há vários estágios de ABS, TCS e ESP a depender do modo selecionado (comfort, sport, etc etc…)

      De forma similar, há nos carros de passeio uma calibração nesses sistemas (no caso, é uma calibração única, não temos os vários estágios dos carros mais caros), e que se for mal feita, pode resultar em uma eficiência abaixo do melhor possível para eles. Veja por exemplo o ABS, que até a oitava geração ainda tinha alguns problemas para frear em solo acidentado (melhorou na 9ª geração).

      Porém, pelo menos nos grandes fabricantes, acredito que já tenham know-how suficiente para não deixar um produto sair com características inaceitáveis, principalmente em sistemas desse tipo.

      • Gilcimar China

        Então, a meu ver, deveria-se fazer uma avaliação bem minuciosa sobre o comportamento do controle de estabilidade do Novo Ka, já que é uma “novidade” no seguimento de entreda no Brasil. Vai que, de repente, não tem serventia alguma, hein.

        Thales Sobral, valeu, MESMO!!! por esclarer minhas perguntas.

        • Thales Sobral

          Rapaz, considerando que quem faz esse sistema é o mesmo que faz o sistema do Fusion, Edge, Taurus, eu não ficaria muito preocupado.

          • Gustavo73

            Fora que para ter o esp, o carro precisa ter o abs acima do 8.alguma coisa.

        • Gustavo73

          Um pode agir um pouco antes de outro, set mais ou menos intrusivo. Levando em consideração a categoria a que pertence r filosofia dos fabricantes. Mas sempre será melhor ter um que nenhum.

        • th!nk.t4nk

          Tem serventia pra caramba. O controle de estabilidade foi uma segunda revolução em segurança nos carros, depois de ABS+AB. Tem muita matéria nos sites gringos sobre isso, dá uma olhada. E o sistema do Ka é o mesmo dos modelos tops da marca.

    • Comentarista

      Acho que não. O que há é calibracao diferente, mas acho que todos atuam nos freios e corte de motor. Uns corrigem mais tarde e outros mais cedo.

    • Rodrigo

      Acho que o que muda é a calibração. O ESP vai atuar de maneira diferente, conforme o veículo.

      Cito como exemplo um Cruze e um 500. O Cruze apresentou corte da potência do motor numa faixa de velocidade muito acima do que a do 500, isso falando na mesma curva fechada em que fiz os testes nos dois. Por exemplo, onde o 500 começou a apresentar a luz do ESP aos 70 km/h, o Cruze chegou a pouco mais de 100 km/h.
      Da mesma forma, já testei um New Fiesta (com ESP) e um Sonic (sem ESP): O Sonic fez a curva quase saindo já há pouco mais de 100 km/h, enquanto o NF não passou de 95 km/h, pois o ESP interveio.

      Acho que o arranjo da suspensão (mais macia – conforto – ou mais dura – estabilidade) tem uma maior influência nessa calibração.

    • Rafael

      Fazer testes seria bom sim… Porem temos que lembrar que diferentemente de carros esportivos e de luxos, onde estes sistemas podem a alterar a forma de condução dos veículos, como o próprio Thales disse (Comfort, sport, etc), os carros de passeio possuem uma configuração única, voltada a ajudar os motoristas em situação de riscos, como é o caso do ABS, ele so funciona caso você precise parar o carro rapidamente em uma situação de emergência…. No dia a dia, poucas vezes você sente ele sendo acionado, a não se que você ande quem nem louco por ai, em situações do cotidiano ele trabalha como um freio comum…

      O Controle de Estabilidade vem sendo aplicado da mesma forma, sabe aquela situação em que você sente a carroceria puxando em uma curva, a ponto de fazer o carro perder sua trajetória, e que se não bem corrigida vc pode perder o controle do carro? É ai que o controle de estabilidade entra em ação, ele evita essas pequenas escapadas, evitando que vc tenha que corrigir a direção do carro em uma curva, e que se feita de forma errada pode resultar em um acidente…

      Como o ABS ele so sera acionado em situações criticas, e pouco diferença será sentida no dia a dia…. Porem essa pouca diferença pode salvar vidas… Em um acidente você coloca a sua vida em risco e a vida dos demais pessoas que estão no transito…..

  • Rodrigo

    Cluster by Dafra®

    • Sam86

      Bwahahahaha!

  • Minerius Valioso

    “Não podemos dizer que ele é barato, porque isso no Brasil não existe.”

    Nunca vi uma mídia escrever algo tão honesto ao mesmo tempo, tão real.

  • Minerius Valioso

    “Quando acionado o botão, o revestimento da porta simplesmente se projeta
    para fora do conjunto. Talvez seja necessário um ajuste do suporte do
    motor do vidro para evitar isso.”

    A Ford precisa rever isso aí, nunca vi revestimento sair pra fora por causa de botão de vidro elétrico. Coisa de maluco.

    • th!nk.t4nk

      Coisa das primeiras unidades. Quem pegou no lançamento vai acabar arrumando essas coisas na primeira revisão, mas é ridículo mesmo.

  • Minerius Valioso

    “Rodando a 110 km/h, o Novo Ka 1.0 SEL marca 3.300 rpm. O consumo rodoviário foi de 10,5 km/litro e o urbano chegou a 9,1 km/litro, ambos obtidos com etanol, o combustível com o qual o veículo foi cedido, mostrando assim maior aptidão para o uso na cidade.”

    O consumo urbano com o lixonol está muito bom! Talvez melhor até que o Mille, que é um carro muito mais leve! Mas afinal, por que essa diferença tão pequena entre o consumo urbano e rodoviário?

  • Claudecir Mees

    Comprei o KA SE segunda da semana passada, fiz 13,6km/l na gasolina, no primeiro tanque, no atual fiz 205km com 1/4 do tanque, acho que vai para casa dos 16km/l nesse tanque eu tinha um palio fire 1.0 8v 66cv fazia entre 14 e 15km/l no mesmo trajeto, estou muito feliz com o carro o desempenho me surpreendeu por ser um 1.0.

    • CharlesAle

      Nada como a opinião de quem realmente tem o carro!!!!!!!!!

    • Anderson Lemos

      Oi Claudecir, o meu SE 1.0 também está no segundo tanque. O primeiro deu 8,2 km/l no etanol na cidade 90% do tempo com ar ligado. Eu tinha um fiesta 1.6 class 12/13 e fiquei com medo de pegar um 1.0, mas este carro está me surpreendendo no desempenho, as vezes parece até pegadinha da Ford. O meu apareceu um grilo na saída do ar condicionado do lado do motorista estou tentando eliminá-lo. O seu tem algum grilo? Esta questão do porta malas é verdade, se não bater com jeito fica aberto. Eu ando no HB20 1.0 do meu pai e estou comparando os dois; O Ka anda muito mais e gasta muito menos, o HB20 no álcool na cidade gasta o mesmo que meu fiesta 1.6!! O Ka de entrada deveria vir com regulagem do banco do motorista e computador de bordo, são duas coisas que o fiesta rocam tinha e a Ford vacilou… No mais, eu só estou tendo um problema: Comprei o Ka para economizar combustível e to gastando o dobro do fiesta 1.6, pois o carro é tão gostoso de guiar que eu não fico parado em casa…

      • Claudecir Mees

        UHUAHuaha eu também nunca gastei um tanque de combustível em uma
        semana e fiz isso com o ka na primeira semana, que carro gostoso de guiar todo mundo que dirigiu amou. Todo mundo na minha família deram uma voltinha.

        Agora que você falou do grilo acho que já escutei com bastante
        vibração, vou na concessionaria sábado para instalar o alarme e o sensor de ré,
        vou perguntar sobre o grilo.

        Você sabe se tem protetor de carter para o novo ka?

        • Anderson Lemos

          Tem sim, inclusive foi meu brinde !!

      • Claudecir Mees

        Quanto ao porta malas o meu é perfeito esse problema seu é regulagem da distancia da trava leva na concessionaria 5 min resolve.

      • th alex

        rapaz eu também tenho um Fiesta Rocam 1.6 class e estou procurando um carro menos gastão porém não muito manco.

        Quais foram as principais diferenças que você notou de um carro para outro!

        Valeu!

        • Claudecir Mees

          Procurei na internet e vi que o 0-100 desse seu fiesta é em torno de 12s o do novo KA oficial é 13,9s, as principais revistas usando alcool meriram 13,5s.

          Ou seja nesse parametro o Ka é um pouco mais lento, só que no consumo o KA deve dar um banho.

          Andeis com 4 pessoas dentro ka por duas vezes com o ar ligado diria que o desempenho é muito bom para um 1.0, não no nivel de um 1.6, mas, é muito bom ganha velocidade rapido.

        • Anderson Lemos

          As arrancadas do fiesta rocam 1.6 são muito boas, mas as retomadas do Ka são iguais ou melhores! Acima de 3 mil giros o comportamento do ka é melhor! Estou comparando ka (álcool) Fiesta (gasolina) pois o Fiesta no álcool é outro carro!! O espaço interno dos dois são iguais, mas o ka tem mais porta trecos e mimos. O Fiesta fazia 6,8 – 7 km/l no álcool na cidade com ar. O Ka fez 8,2 no mesmo trajeto e condições no primeiro tanque, acredito que depois de “amaciado” fará 9/10 neste trajeto nas mesmas condições. Cara para mim foi uma troca “feliz” pois o Ka tem a mesma boa dirigibilidade do rocam sendo mais econômico e não devendo em motor!!

          • th alex

            Me incomoda muito a relação de marchas do Rocam, muito longas. Dentro da cidade prefiro câmbios como o do Celta ou o do Fit 1.35, que deixam o motor sempre “cheio”. Só trabalhando acima dos 4000rpm para o Fiesta se comportar assim, mas aí o consumo vai lá para as alturas.

            No meu caso, como ando 90% do tempo sozinho e dentro da cidade, creio que um Ka desses vá me atender…

            Vou alugar um Ka (acho q só a Localiza tem dele por enquanto, confere?) e fazer uma degustação de um ou dois dias. Quem sabe depois disso animo a trocar?

            Valeu!

        • Jackson

          Eu tenho um Fiesta 1.6 Rocam e troquei por um Up. Andei no novo Ka e gostei mas a montagem da carroceria deixava muito a desejar. Muito mal acabada, muitas folgas. Capô junto ao para-lama numa distância e quando chegava próximo ao farol o dobro da distância. Olha que olhei mais de um Ka e todos tinham algum detalhe de má montagem. Quem sabe a Ford quis apressar no lançamento e descuidou da qualidade. Bom se a Ford voltasse ao anos 80/90 e tomasse como exemplo a montagem do Escort, Del Rey, Corcel e até mesmo os primeiros Fiestas (similares ao europeu e não aquele montado na Bahia). Acho que daqui a 1 ano a qualidade na montagem esteja melhor. Na dirigibilidade o Up achei melhor, motor mais vivo pois o câmbio é mais curto. Achei o Ka mais confortável e com desenho interno melhor que o Up. Acabamento interno do Up melhor, mas muito simplista. Gostei dos diversos porta trecos do Ka, desenho do painel, bancos, portas internas e tecido dos bancos. O do Ka é bem mais elaborado nos detalhes. Gostaria que o Ka tivesse uma versão duas portas, pois o Up que comprei é duas portas.

  • FocusMan

    Muito boa a análise, adorei a maneira que foi abordada!

    O novo Ka tem tudo para vender toda a produção e dar dor de cabeça para o pessoal de planejamento!

  • Nessa faixa de preço, não vejo produto melhor que o ka.

    • Gustavo73

      Com preços na faixa do Hb20. Não sei se é tão melhor assim. E o coreano ainda é maior.

      • Lucas Souza

        mas não tem hill houlder, controle de tração e estabilidade. A mas tem multimídia. então dane-se o resto.

        • Gustavo73

          Para ter isso ele custa 40 mil reais.
          Estou falando desde a versão de entrada. Os preços são parecidos. Nunca pagaria 40 mil em um 1.0. Há não ser que tivesse múltiplos Airbags e mais umas coisinhas. Segurança, fora o esp que só existe nesta versão de 40 mil, faltam otras coisinhas. O Hb20 por exemplo terá isofix. Coisa que a plataforma do Ka permite mas a Ford omitiu, não tem nem encosto central. O Hb20 é maior, tem mais porta-malas e custa na mesma faixa. O Ka se for testado provavelmente terá 4 estrelas, segundo a própria Ford. O Hb20 já tem essas estrelas. E em que momento você me viu citar uma CMM?

          • Claudecir Mees

            O espaço para o passageiro traseiro é maior no Ka sem falar da batida a seco da suspensão traseira do HB20 ou do consumo do HB20, queria um HB20 quando li sobre o consumo no blog dele desisti.

            • th!nk.t4nk

              Andou no HB20? Suspensão parece inexistente em ruas esburacadas. É cada pancada que dá pena do carro, é pior que o Gol nesse aspecto. Se o Ka se sair melhor nisso, pra mim já leva uma bela vantagem.

          • CorsarioViajante

            E… O acabamento do HB20 é muito bom. E tem um belo conta-giros!! rs

      • Anderson Lemos

        Não é… Bebe mais, anda menos, tem uma suspensão pavorosa, não tem Lane change, Follow me light e nem a metade de porta objetos… Fica uma semana com cada um e depois poste um comentário ai para nós!!
        OBS: Ando nos dois toda semana… O HB20 é ótimo, mas a Hyundai vai ter que mexer na suspensão e no motor para acompanhar a Ford. Em acabamento o HB20 é superior!!

        • CorsarioViajante

          Que ano é o HB20? Pergunto pois vi muita gente reclamando disso mas outros dizem que após determinado ano melhoraram esta questão da suspensão.
          E se não for pedir demais, e o consumo? É muito alto?
          Obrigado!

          • Anderson Lemos

            Ele é 2013 1.0 comfort plus. Se for o consumo do HB20 é muito alto no álcool e muito baixo na gasolina, mas na gasolina o HB20 é muito fraco por isso só ando no álcool. Já o Ka se mostrou econômico fazendo 8,2 (primeiro tanque) no álcool nas mesmas condições que o HB20 (11k km) faz 7,5. Quando o Ka estiver com o mesmo km do HB20 creio que fará 10 fácil… Quem anda nos dois nota que o acabamento, luzes, cluster e qualidade dos materiais do HB20 são superiores, mas no geral fico com o Ka por seu motor, suspensão e design.

            • CorsarioViajante

              Então pelo jeito melhora mesmo na suspensão só com o futuro facelift…
              Então pelo jeito o consumo não é o forte do HB20, já concordo com o que vc falou, a cabine do HB20 é sedutora mesmo. Mas na dinâmica não encanta, embora o motor tenha um som adorável – talvez Up e Ka tbm por serem todos três cilindros. Obrigado!

        • Anderson SP®

          Verdade, ando no HB20 do meu irmão e quando pega um buraco ele dá uma batida seca, que chega até dar dó do carro, o acabamento do HB20 é muito bom, achei superior ao do Ka que não é ruim.

  • Davi Reis

    Andei no KA SE 1.0 e como o carrinho ficou interessante! A direção beira a perfeição, ótimo comando de câmbio, ótimo espaço interno e motor muito bem disposto. Porém, ao contrário do carro da reportagem, os veículos da loja (no salão e para teste) ainda tinham alguns erros de montagem e acabamento. Nada gritante como acontece no EcoSport e Fiesta, mas eles ainda estavam lá. Algo que reparei no carro que testei e não sei se era uma característica isolada, foi que o motor parece ter sido configurado como se fosse muito mais fraco do que realmente é: quando se pisa na embreagem pra troca de marcha, o motor não cai de giro como se espera, como se fosse um carro 1.0 mais fraco (quando as fábricas deixam sutilmente acelerado pra enganar o consumidor mais desatento). Gostaria mesmo de saber precisamente como andam as vendas dele, mas no ranking o Ka e Ka+ são somados, o que é uma pena.

    • Andrew B.

      Também testei o 1.0.
      A direção nem se fala,é muito boa.
      A porta do motorista é que não fecha de primeira.

      • Davi Reis

        Cada pessoa acaba encontrando algo de errado nos modelos. Nos da concessionária que eu fui, em um a trava do capô estava emperrada e em outro, o dock pra celular estava travado. Você, problemas com a porta do motorista. A reportagem, comandos dos vidros elétricos saltando pra fora. Acho que a Ford podia muito bem corrigir esses defeitos tolos.

        • Claudecir Mees

          Parece até uma realidade alternativa quando escuto o que vocês estão falando.
          O meu tirando o acabamento da porta ali relatado que é insignificante, não veio com nada torto ou com problema.
          Unica coisa que vi foi que os carros que acabaram de chegar estavam com as travas e borrachas do porta malas e capo desreguladas.

          • Davi Reis

            É praticamente um sorteio de problemas dentro da Ford. Alguns saem sem problemas, outros com poucos e outros com muitos.

            • Claudecir Mees

              Na boa pessoal, na amostra da loja? Não soa estranho? E quase sureal para mim pensar que eles deixem desse jeito o carro na amostra, tinha dois na amostra do Ford Dimas aqui de SC, os carros estavam certinho, não tinha nada, portas com espaçamento correto porta celular funcionando e tudo mais. Não é uma revenda nova da Ford?

              • Davi Reis

                Não, inclusive é uma das mais antigas da cidade. Em relação a montagem da carroceria, as unidades expostas não eram exemplo de montagem, mas estavam dentro do normal da Ford, sendo que até o Fusion dá alguns deslizes em relação a isso.

        • Anderson Lemos

          Houve muitas reclamações do controle de qualidade nos NF e Ecosport, acho que o Ka ta levando má fama por isso. Meu carro saiu da fábrica praticamente perfeito em alinhamento e tudo mais…

          • Davi Reis

            Não é nem má fama, algumas unidades ainda têm problemas. Melhoraram bastante em relação a New Fiesta e EcoSport, mas ainda estão lá.

        • Andrew B.

          Correto,defeitos que influenciam nas vendas.

    • CharlesAle

      Como somados se o Ka+ nem está a venda ainda???

      • Anderson SP®

        Não sei o porque nessa insistência de alguns, o carro nem existe pra vender em lugar nenhum, mas tem gente que teima em dizer que está somada a vendas de ambos.

  • Sics César

    Carro aparentemente bom, mas motor de 3 cilindros não convence.

    • Claudecir Mees

      O Focos na europa é vendido com o 3 cilindros com injeção direta e turbo, tem 120cv e torque de carro maior.

    • Gustavo73

      Bom o número de cilindros para mim não é problema. Desde que ele seja um motor eficiente para a categoria. No caso desses 3 cilindros novos eles são melhores que os 4 cilindro 1.0.

      • Sics César

        Veremos isso no futuro, agora pode até parecer bom mas o certo mesmo era produzir motores com mais cilindros mesmo sendo 1000cm³, pois há maior estabilidade no trabalho do motor, um pistão compensa o outro girando o virabrequim.

        • th!nk.t4nk

          Que nada cara. Eu pensava como você, mas a realidade é que esses novos tricilíndricos trabalham de forma bem suave. Mas o principal é que andam mais e bebem menos. É viciante. Na Europa s 3 cilindros são um sucesso há algum tempo já. São bem agradáveis e robustos. A única diferença que percebo é na arrancada, onde passa um pouquinho de vibração nos pedais. Fora isso, até o ronco é melhor!

    • dogmarley

      é tendência de mercado……..o motor é mais eficiente que um de 4 cilindros.

      • Sics César

        Tendência é mais tenho duvidas quanto a durabilidade e a vibração destes propulsores, quanto menor o número de cilindros menor a estabilidade do motor.

        • Anderson Lemos

          Vibração em motores 3c a Ford praticamente solucionou!! meu Ka vibra tanto quanto um 4c zero, ou seja, nada!! Quanto a durabilidade já temos 3c há muito tempo (Picanto 2011) provando q veio pra ficar…

    • Anderson SP®

      Deveria falar isso pra BMW que deixou de usar o THP 4 cilindros em prol dos BMW B38
      1.5L 3-cylinder TwinPower, vai saber se os caras não estão errados e você certo ?

  • Tadeu Carnevalli

    Consumo estrada – 10,5 km/litro (etanol)

    Está certo esse consumo? Tem vários carros maiores 1.6/1.8 com consumo muito melhor.

    • Claudecir Mees

      Parece estranho, no INMETRO fez 13,1km/l e outras revistas falaram que é algo em torno de 12,3km/l. Sera que não andaram com o ar condicionado ligado?
      No meu aqui notei que se deixar a saida de ar no para brisas ele liga o ar condicionado automaticamnete, se o marcador de temperatura estiver no inicio, mal se nota, mas, pesa no motor.

    • SDS SP

      Também achei estranho. Acredito que pode-se atingir uma média muito melhor.

    • CorsarioViajante

      Depende tbm da estrada, se estava livre, se conseguiu manter velocidade o use teve que fazer várias retomadas… Para mim é um valor absurdamente alto para estrada, mas talvez ele rode em outras estradas…

  • Comentarista

    Esse consumo no álcool é muito alto na estrada. Meu Punto 1.4 faço até 12 com álcool e nunca deu menos de 10,5.

    • Raphael

      pow….então seu punto é exceção….minha palio 1.4 fire nunca consegui mais que 11 na estrada…mas uma coisa que voce falou eu concordo, o consumo dele não está muito bom não, pq em todos os testes desses motores 1.0 3 cilindros são sempre mais animadores…

      • Lucas Souza

        sempre tem uns críticos aqui no NA que possuem carros anormais. O motor 1.4 da fiat, ainda mais do punto. Faz 13km/l NO MÁXIMO com gasolina na estrada. Como o dele faz 12 com álcool? Na gasolina faz quanto? 18? peraí

        • Tiago

          Concordo, mas é que a velocidade e o jeito de dirigir influenciam muito. Consegui fazer 15.3 km/l na gasolina em um novo fusion 2.5 numa viagem de SC para RS de 250 km toda duplicada andando a 110 km/h. Jamais imaginaria isso.

        • Raphael

          eh verdade, ou ele não sabe marcar o consumo, ou esta delirando…….rsrs….eu sempre preferi rodar na gasolina, pq no alcool o carro parece um opalão 6 canecos……rssrsrsrrsrsrs

  • Fabio Marquez

    Ontem vi um destes pessoalmente, o carro é feio demais, reforçado pela cor bege ficou ainda pior. Juro que esperava algo melhor que nas fotos.

    • Claudecir Mees

      Cara esse bege deixa qualquer carro feio.

    • João Martini

      Achei ele bem estreito ao vivo. Ele não é tão encorpado quanto um Onix, por ex. Achei que faltou um pouco de harmonia.

  • Rafael Brandt

    será que tem central multimídia como opcional nas concessionárias?

  • CharlesAle

    A tampa creio foi dispensada pois o isolamento acústico ficou muito bom,pelo menos é o que as avaliações dizem…

    • Gustavo73

      Mas poderia ter ficado mais organizado, mesmo sem ela. Não é algo fundamental. Mas poderia.

  • Lucas Souza

    Cara, dá vontade de mandar todo mundo que comenta nesse NA se f***.
    Nas avaliações de outros carros os caras falam: Por 38mil? Sem Controle de tração e estabilidade? Carro sem segurança nenhuma? Isso é um absurdo.
    Daí no do Ka os mesmos caras falam: Por 40mil? Só pq tem Controle de Tração, Estabilidade, Hill Houlder? Isso é um absurdo. Prefiro pagar 38mil no HB20, Palio, que ainda tem uma multimídia legal e são mais espaçosos.

    • Sics César

      Não deixa de ser diferenciais interessantes acho que muita gente trocaria uma multimídia por um ESP, HILL HOULDER e ainda ficou bem interessante o interior do novo Ka.

    • Claudecir Mees

      Multimídia se coloca a qualquer momento controle de estabilidade não.

    • bedotRJ

      A sua crítica faria todo sentido se vc apontasse exatamente as pessoas que cometem tal incoerência. Porém, ao jogar todos os comentaristas no mesmo saco, como se a incoerência fosse algo generalizado, vc apenas afetou arrogância.

    • CorsarioViajante

      O gostoso é reclamar!

      • Gustavo73

        O melhor é ver o pessoal que falava que ter 5 estrelas em um carro de menos de 30 mil não era nada de mais.

  • Thiago

    “A ergonomia para o condutor só é prejudicada pelos controles manuais dos retrovisores.”
    Não dá pra entender como um carro de 40K não coloca um básico ajuste elétrico dos retrovisores…. até meu New New Fit tem….

  • Guilherme

    Não sei se ainda acho caro depois de ver os preços do Onix…

  • Adriano Lius II

    Sozinho andando a 100.. 110 meu vectra gtx 2011 faz 10.5 no etanol e na cidade 7,5 , sem ar. Nesses motores moderníssimos 1.0 deveria fazer uns 15 na cidade e uns 20 na pista com etanol, perante o motor de monza melhorado do meu vectra.

    • Clayton Martins

      Meu Maverick faz 15km/l na cidade, com condicionador de ar ligado. Sem o uso do condicionador, chega fácil aos 18km/l.

      • Anderson SP®

        Kkkkkkk.

  • Apesar de 95% das pessoas não abrirem o capô nem pra pôr água no reservatório do lavador de pára-brisas, creio que a “bagunça” do motor será mesmo um fator relevante na hora de escolha da compra, independente da boa performance…

    • Clayton Martins

      Será um fator relevante para 0,09% dos compradores.

  • CorsarioViajante

    O Ka é legal, mas a traseira para mim é muito feia. Já vi alguns ao vivo, e fiquei surpreso, acho feia a ponto de impedir uma compra. E no quesito acabamento para mim o HB20 ainda é referência, inclusive por oferecer um conta-giro ótimo.

    • Gustavo73

      Não achei o Ka feio. Mas também não é barato. Antes o carro tinha que custar 30 completo. Agora partindo de 35 tem gente achando bom…

      • CorsarioViajante

        Eu achei de frente bonito, de lado incoerente e de traseira eu realmente achei horrível.

  • Adriano Marques

    Depois de muito pesquisar comprei o meu ontem 10/10/14, ia esperar virar o ano pra pegar um carro 15/15 mas não achei melhor não esperar pois vai que aumentam o preço né rsrsrsrs, sobre o modelo 1.0 SEL ou 1.5 SEL simplesmente não existe em Cuiabá, nem fazendo pedido, todas as conceionárias usam o mesmo discurso, “não tem previsão”… comprei o 1.0 SE mesmo.

  • Marcos Poa

    Acho que a Ford dessa vez acertou a mão no desenho, mas tenho dúvidas com a qualidade do acabamento. Mas tudo em nome do menor custo, que é o calo do brasileiro. Vai vender bem, mas por R$40 mil compro um HB20.

  • Adriano Marques

    Aqui em Cuiabá a versão 1.0 SEL não tem nem via pedido ou aguardando, todas as CC dizem a mesma coisa, sem previsão e tentam empurrar o New Fista de entrada. Fechei um 1.0 SE PLUS mesmo.

  • Braddock

    Eu fico chateado com essas merdas de matérias que mostram consumo só com etanol. Tem muita gente que não abastece com etanol, ou porque não quer, ou pq não pode, na minha cidade não existe etanol pra vender, em todas as matérias só vejo o consumo nessa porcaria, fica complicado.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend