Avaliações Cupês Esportivos Peugeot

Avaliação: Peugeot RCZ bem que merecia um câmbio manual

peugeot-rcz-avaliação-NA-10-700x467 Avaliação: Peugeot RCZ bem que merecia um câmbio manual

O Peugeot RCZ surgiu em 2009 e é fabricado unicamente em Graz, Áustria, onde é feito pela Magna Steyr. O cupê esportivo se apresenta com visual renovado há pouco tempo, ficando mais de acordo com o estilo global da empresa.



Contando com um belo visual, o Peugeot RCZ agrada aos olhos e oferece também uma boa performance que, no entanto, poderia ser mais explorada. O preço é salgado, custando R$ 155.090. Já seus irmãos com motor THP custam bem menos que isso.

Mas, para quem curte ter um esportivo exclusivo e com estilo inconfundível, o modelo se torna uma opção interessante. Em 2014, apenas 64 foram vendidos, deixando-o apenas em 12º em sua categoria e também como um modelo bem exclusivo. Perto dele há o MINI Coupé, que é divertido, mas sem um sucessor.

Ele vem com motor 1.6 THP de 165 cv, mas peca por só ter câmbio automático. Uma caixa manual faria muito bem à proposta do Peugeot RCZ. Como todo bom cupê com foco na exclusividade, o austro-francês tem espaço primordialmente reservado para dois, apesar de poder levar mais dois com grande aperto na parte traseira.

peugeot-rcz-avaliação-NA-9-700x467 Avaliação: Peugeot RCZ bem que merecia um câmbio manual

Por fora…

O Peugeot RCZ é baseado na plataforma mutante que dá corpo aos modelos 308, 408 e 3008, por exemplo. Com exceção da frente, o restante do cupê esportivo em nada parece com seus irmãos. O destaque fica para o teto côncavo com vigia traseira incorporando o mesmo formato, bem como teto preto brilhante.

Se já não bastasse esse formato exclusivo, o Peugeot RCZ ainda reforça sua identidade com grossos arcos prateados que vão das colunas A até as C. Sob essa estrutura, o modelo apresenta um corpo largo e robusto, destacando-se os faróis de xênon direcionais com máscara negra.

A grade tem frisos prateados e acabamento preto brilhante, igualmente ao visto no para-choque dotado de LEDs diurnos e spoilers integrados. O nome Peugeot e o logotipo do leão ficam em evidência neste layout, que ainda conta com sensores de estacionamento camuflados. O capô incorpora parte dos para-lamas e possui amortecimento.

peugeot-rcz-avaliação-NA-20-700x467 Avaliação: Peugeot RCZ bem que merecia um câmbio manual

Nas laterais, retrovisores proeminentes com rebatimento elétrico e repetidores de direção em LED nas bases. Apesar de sua posição, ele não tem função para iluminar o piso, sendo este feito por uma lanterna sob a porta do motorista e também do passageiro. Com visual limpo, as laterais não apresentam vincos proeminentes, mas as saias laterais possuem uma curvatura para fora do corpo, criando um ar mais elegante.

Apesar de ser divulgado como tendo rodas de liga leve aro 18 com pneus 235/45 R18, a unidade testada veio com belíssimas rodas aro 19 montadas com pneus 235/40 R19. Detalhe: O estepe presente no porta-malas é também de liga leve, mas não de mesmo diâmetro e desenho. Ele é o de aro 18 e acabamento geral prateado. Já as de aro 19 apresentam visual interno em preto brilhante e diamantado no exterior.

peugeot-rcz-avaliação-NA-23-700x467 Avaliação: Peugeot RCZ bem que merecia um câmbio manual

Duas vigias laterais ficam em posição elevada em relação às janelas das portas, mas não possuem abertura. Na traseira, o Peugeot RCZ apresenta lanternas de LED com formato bem aerodinâmico, assim como tampa do porta-malas com defletor de ar escamoteável, que é acionado por um botão entre os assentos.

Ele altera sua geometria de acordo com a velocidade, dando não só um visual ainda mais esportivo ao veículo, como também ajudando a manter a traseira mais no chão em altas velocidades. Há luz auxiliar de freio em LED e sensores de estacionamento. O escape tem duas saídas cromadas. Por fim, o bocal do tanque sobre o corpo traseiro faz referência aos bólidos de competição.

peugeot-rcz-avaliação-NA-48-700x467 Avaliação: Peugeot RCZ bem que merecia um câmbio manual

Por dentro…

No interior, o Peugeot RCZ não esconde seu grau de parentesco com modelos bem mais baratos. É nítida a referência aos irmãos 308, 408 e 3008. O painel é projetado em direção ao para-brisa e neste esportivo, parece ainda mais distante, por causa da posição de dirigir mais esportiva. Sem dúvida, a ergonomia não é o ponto forte do modelo. É necessário deixar o encosto do banco para alcançar os comandos mais básicos no console central.

Mas quem se importa com isso? No RCZ a proposta é dirigir colado ao assento e com as pernas bem projetadas. A regulagem de profundidade do volante é primordial e o condutor só precisa pilotar. A visibilidade é limitada, especialmente em relação ao capô, mas é adequada para o perfil de condução.

O painel apresenta acabamento em couro com costura contrastante, que inclusive reveste a parte superior das portas e o console. Este, por sua vez, é pintado de preto brilhante junto aos comandos, onde estão sistema de áudio com CD/Bluetooth, porta-objetos, ar condicionado dual zone e comandos de ESP, desligamento de sensores de estacionamento e alarme, bem como travamento das portas.

peugeot-rcz-avaliação-NA-51-700x1050 Avaliação: Peugeot RCZ bem que merecia um câmbio manual

A alavanca de transmissão automática tem acabamento cromado, assim como sua base. De volta ao topo, display multimídia com navegador GPS, informações de tráfego, áudio, telefonia, aproximação de objetos (estacionamento), entre outros. Uma câmera de ré ajudaria bastante em manobras. A tela é retrátil e pode ser ocultada de forma manual.

Os difusores de ar são circulares, mas no lugar do quinto central fica um relógio analógico, que dá um ar mais sofisticado ao ambiente. O volante é semelhante aos dos demais Peugeot 30X, incrivelmente não dispondo de comandos em pleno ano 2015.

O quadro de instrumentos tem iluminação vermelha com mostradores analógicos principais de fundo cinza e acabamento cromado, nível de combustível, temperatura da água e computador de bordo. A visualização das informações é muito boa.

O acabamento é em couro e há apliques prateados nos polegares. Na coluna, comandos satélites de áudio/telefonia, piloto automático/limitador e os de limpadores e faróis. Faz falta um conjunto de paddle shifts, que tonaria a condução mais prazerosa em modo manual.

peugeot-rcz-avaliação-NA-61-700x467 Avaliação: Peugeot RCZ bem que merecia um câmbio manual

Entre os bancos, porta-copos sem tampa, apoio de braço central com regulagem em distância e altura, bem como entradas USB e auxiliar no porta-objeto interno. Há também fonte 12V e o botão de acionamento do aerofólio traseiro adaptativo. A base da alavanca ainda oferece modos de condução Sport e inverno.

As portas do Peugeot RCZ apresentam também acabamento em couro acolchoado na parte central, onde também ficam os comandos dos vidros e dos retrovisores. Os alto-falantes (seis no total com Hi-Fi e amplificador da JBL) ficam embutidos. Outros dois ficam na parte traseira. As maçanetas são cromadas e as alças prateadas.

Os bancos são esportivos e revestidos em couro, tendo apoios de cabeça integrados e regulagem lombar manual. Os dois assentos apresentam ajustes elétricos e aquecimento, sendo o do condutor com duas memórias. O porta-luvas é pequeno e bem rebaixado. Os pedais e apoio de pé são esportivos.

peugeot-rcz-avaliação-NA-57-700x467 Avaliação: Peugeot RCZ bem que merecia um câmbio manual

Na parte traseira, o espaço é muito limitado, servindo mais para duas crianças pequenas do que propriamente para adultos. Tem acabamento em couro e dois cintos de segurança de três pontos retráteis. Como já mencionamos, o Peugeot RCZ é feito para duas pessoas, apesar dos lugares extras.

No teto, todo em acabamento preto, apenas luzes de leitura, sensores de alarme, para-sóis com espelhos iluminados e retrovisor eletrocrômico. As colunas também apresentam a mesma tonalidade, enquanto o porta-malas oferece “bons” 321 litros. O “bom” é devido a ser um cupê sem qualquer foco familiar. O volume está de acordo e o acesso é bom. Logo abaixo, estepe de liga leve aro 18. A abertura pode ser feita pela chave.

peugeot-rcz-avaliação-NA-1-700x466 Avaliação: Peugeot RCZ bem que merecia um câmbio manual

Por ruas e estradas…

O Peugeot RCZ não fica devendo em performance, apesar do câmbio automático. O propulsor 1.6 THP de 165 cv a 6.000 rpm e 24,5 kgfm a 1.400 rpm sempre está disponível para arrancadas mais fortes e respostas rápidas, oferecendo retomadas adequadas com uma condução esportiva.

A transmissão automática de seis marchas tenta acompanhar o THP, mas fica evidente que poderia haver uma opção melhor. Há o modo Sport que deixa as coisas um pouco mais animadas e o modo manual oferece uma condição melhor para explorar o motor, mas faltam paddle shifts para manter as mãos no volante e oferecer uma condução mais prazerosa.

Com um câmbio manual de seis marchas, o condutor poderia extrair mais do esportivo, garantindo mais emoção ao dirigir. E o RCZ bem que poderia ter uma performance maior do que a de um Peugeot 308 THP, que custa praticamente a metade de seu preço.

peugeot-rcz-avaliação-NA-13-700x467 Avaliação: Peugeot RCZ bem que merecia um câmbio manual

Rodando a 110 km/h, o Peugeot RCZ se comporta em 2.300 rpm. O consumo na estrada ficou em 12,8 km/litro e na cidade 7,9 km/litro. O nível de ruído interno é bom e ouvir o motor, nesse caso, é um prazer.

Com posição de dirigir bem esportiva, apesar da ergonomia prejudicada naturalmente por essa condição e ampliada pelo painel inclinado, o Peugeot RCZ apresenta excelente estabilidade, ainda mais na versão testada, que veio com rodas aro 19 e pneus de perfil 40.

Apesar dos pneus mais baixos, o ajuste firme da suspensão não é de todo ruim. Própria de esportivos, mas com boa calibragem. Não há muito conforto nesse aspecto, mas não dá para reclamar. Os freios não apresentam pinças pintadas, mas dão conta do recado. Já a direção esqueceu a assistência elétrica em algum lugar, pois é pesada em manobras, embora com boa resposta em alta velocidade.

peugeot-rcz-avaliação-NA-3-700x466 Avaliação: Peugeot RCZ bem que merecia um câmbio manual

Por você…

O Peugeot RCZ é um belo carro e apesar do tempo de mercado ainda chama atenção nas ruas. O estilo próprio com teto côncavo, perfil baixo, um bom motor 1.6 THP de 165 cv e um acabamento condizente, fazem do esportivo um esportivo para se divertir ou simplesmente desfilar por aí.

Pena que faltem um motor mais forte, paddle shifts no caso do câmbio automático e uma opção manual, onde o controle está nas mãos e nos pés do condutor. O preço de R$ 155.090 está longe dos R$ 132.990 da época do lançamento do Peugeot RCZ, em 2012, mas não há como imaginar algo diferente em um mercado como o nosso, ainda mais com a nossa moeda se desvalorizando cada vez mais.

Já em relação à Peugeot, a marca francesa está tentando mudar seu perfil no mercado nacional e como imagem, o RCZ ajuda bastante nisso. Considerando sua proposta, o esportivo pode ser uma boa para quem quer exclusividade.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Peugeot RCZ 2015

Motor/Transmissão
Nome – 1.6 THP (Turbo High Pressure)
Número de cilindros – 4 em linha, turbo compressor e injeção direta
Cilindrada – 1587 cm3
Potência – 165 cv a 6.000 rpm (gasolina)
Torque – 24,5 kgfm a 1.400 rpm
Transmissão – Automática de seis marchas com funções Sport e Winter, mudanças manuais sequenciais

Desempenho
Aceleração de 0 a 100 km/h – 8,4 segundos
Velocidade máxima – 213 km/h
Rotação a 110 km/h – 2.300 rpm
Consumo urbano – 7,9 km/litro
Consumo rodoviário – 12,8 km/litro

Suspensão/Direção
Dianteira – McPherson/Traseira – Barra de torção
Eletro-hidráulica variável

Freios
Discos nas quatro rodas com ABS e EDB

Rodas/Pneus
Liga leve aro 19 com pneus 235/40 R19

Dimensões/Pesos/Capacidades
Comprimento – 4.287 mm
Largura – 1.845 mm
Altura – 1.359 mm
Entre eixos – 2.612 mm
Peso em ordem de marcha – 1.363 kg
Tanque – 55 litros
Porta-malas – 321 litros
Preço: R$ 155.090

Galeria de fotos do Peugeot RCZ 2015:

5.0

  • Rafael_Rec

    Esperando alguém reclamar do volante do carro.

    • Navaman

      O volante não é multifuncional. : )
      Esse carro ainda é muito bonito.

      • e_angel

        O que achei estranho foi a alavanca do freio de mão.

        • Thales Sobral

          O Civic tinha uma parecida até 2013, se não me engano.

      • Cassio

        Ele é sim, mas com os comandos do tipo satélite, que ficam em abas atrás do volante.

    • MaCaRyS

      Eu até prefiro, os botões multifuncionais são atrás do volante, nada de frescutis pra atrapalhar.

    • RicardoP

      Dá para reclamar de várias outras coisas também.

      • Boris

        Deu dó da forração dos bancos traseiros

        • Frederico Chaves

          Não se esqueçam da alavanca do Freio de mão, que coisa esquista é aquela?!

          • GPE

            Não vi problemas. Lembra a da geração anterior do Civic. Creio que foi feita dessa forma pra se ganhar espaço

            • Piupiupiu

              verdade, mas por esse preço… bem que poderia vir com um eletronico, não?

              • GPE

                Claro

            • Cristiano_RJ

              Tive um 307 2007. Se não me engano, é a mesma peça utilizada pelo velho hatch franco-argentino.

        • Minerius Valioso

          O que há de errado nelas?

          • Boris

            O forro tá tudo detonado……… parece carro velho

            • Bruno Wendel Marcolino

              pode ser o cuidado do dono nesse caso, não acho que um 0km seja assim.

              • Antonio

                Obviamente né.. tem que acreditar muito na teoria da conspiração para achar que uma montadora vende carros 0km com a forração ferrada. E eu posso estar cego mas não vi nada de errado nos bancos traseiros…

    • Gustavobrtt

      Acho este carro lindo, porém nunca me desceu esse painel de Sandero nele…
      Quanto ao volante, sou indiferente, porém poderia ser mais bonito.

      • Bruno Wendel Marcolino

        putz, painel de Sandero, quem dera o Sandero ter um desses kkkkk

    • GPE

      Não só do volante mas sim de todo o interior genérico. Pra custar esse preço todo o carro merecia um interior diferenciado

      • Diego Nameko

        Na boa!!
        Tem modelos de 120k para cima com interior pior.
        O carro não está devendo nada pelo preço e proposta.

        • GPE

          O diferencial desse carro é apenas o design exterior. Interior, equipamentos e trem de força não tem nada de relevante em relação a outros carros “diferenciados” que tem preço parecido. Por isso cada detalhe é importante. O próprio fusca (que não deixa de ser um concorrente) custa bem menos e anda mais. O Paceman é diferente e anda mais tbm, apenas pra ficar nesses 2 exemplos

          • Diego Nameko

            São 2 carros que não tem nada a ver com o RCZ.
            Com certeza não trocaria um Fusca por um RCZ.

            • GPE

              Podem até ter não serem parecidos mas ambos são “esportivos” 2+2 com motor diferenciado e motor forte

          • Bosley Noya

            Fusca massacra esse carro. Até o Golf 1.4 massacra esse carro.

            • Antonio

              Se controla que você já está falando asneira amigão.

              • Bosley Noya

                Asneiras vc que tá falando.
                Olha os testes do Golf 1.4 TSI com câmbio DSG7.
                0-100 = 8,4 segundos

                Mesmo tempo do peugeot.
                Agora olha as retomadas…vantagem do Golf pelo melhor câmbio.

                Aceita que dói menos kkkkkkjk

                • Antonio

                  Nossa, então os carros no 0 a 100 entram em empate técnico e mesmo assim o Golf massacra o RCZ? Acho que não da pra ser mais contraditório que isso. Além disso está óbvio que o RCZ tem uma vocação mais esportiva que o VW, seja pelo desenho coupé (ao contrário do Gol mais requintado), pelos “flippers”, posição de dirigir, altura com relação ao solo, além de possuir um acabamento com melhores materiais que o alemão e ser um carro muito mais diferenciado, o que é um dos pontos de grande importância em um carro premium. Mas convenhamos que quem escolhe um carro como o Golf ou não sabe muito bem o que premium significa, ou não tem dinheiro pra comprar um carro desses e fica querendo impor um hatch médio da “marca do povo” com recalque desses carros elitizados.
                  Ah, aceita que dói menos viu? Kkkkkkk

                  • Bosley Noya

                    Carro elitizado um peugeot? Serio?
                    Nesse valor de 160 mil se compra uma BMW 125i (0-100 em 6,2 segundos), uma mercedes A250 (0-100 em 7,0 segundos), ou um Audi 1.8 por 125 mil (0-100 em 7,2 segundos).
                    Todos esses são marcas premium de verdade, e massacram esse peugeot pelado e lerdo para o preço cobrado.
                    Alem é claro do aclamado Golf GTI, que estupra essas francesinho.

                    Acostuma…kkkkkkkkkkkj

                    • alixgracus

                      O GTi pode vencer o RCZ na configuração que vem para o Brasil. Mas não na top dele, vendida na Europa, a RCZ R, de 270 cv, que inclusive supera o Megane RS em aceleração e que fecha o quilômetro em 25,4s, coisa que o GTi não faz.

                    • Bosley Noya

                      RCZ R perde pro Golf R DSG, com 300 cavalos, 38,8 kgfm de torque, câmbio DSG6, tração integral QUATTRO, etc.
                      O Golf R faz 0-100 em 4,9 segundos ( 1 segundo mais rápido que o Peugeot)

                    • alixgracus

                      Pode ser, agora, em termos de estilo e exclusividade, o RCZ sobra diante do Golf !

                    • douglas

                      com certeza velho
                      nao sei q q esse povo do brasil ve emmmm golllllfff kkkkkkkkkk
                      preço de carrão e entrega uma merda de carrinho disfarçado pela sigla GTI kkkkkk

                    • alixgracus

                      Puxa, aí já vou ter que defender o Golf. No segmento de hatches esportivos, ele é o que mais vence comparativos! Os prêmios que conseguiu por todo o mundo falam pela qualidade do produto! A minha defesa do RCZ diz respeito à exclusividade e beleza dele diante do Golf, que não entrega isso, mas não deixa de ser um “senhor” carro: muito bem construído e o casamento do motor com câmbio é exemplar! O fato de a gente ver um em toda esquina e às vezes poder confundi-lo com outro VW, e isso não ocorrer com o RCZ, não anula as qualidades já reconhecidas do carro!

                    • douglas

                      não desmerecendo o golf…. o problema é que no brasil todo carro é caro dmais…. e o golf é muito caro e tem aparência de carro barato….. sinto muito mais é a realidade que temos aki… posso citar pra vc que os carros no msm valor do golf tem mais presença que ele (não to dizendo motor)… ex: focus titanium, cruze ltz e i30, são mais valorizados pelo design….. mesmo assim são muito caros…….

                    • alixgracus

                      Ele pode ser confundido com outros VW mais baratos, sim. Mas internamente, nunca. O acabamento é de primeira e supera todos os outros carros que vc mencionou. Mais o alemão do que o mexicano, frise-se. Quanto a ser caro, lá fora o Golf também é caro, dê uma pesquisada.

                    • Gyraia

                      daora é o Cruze SPORT6, super esportivo

                    • douglas

                      de motor pode até ser que não…. mais de conforto e itens de serie…. sim ele é imbatível….

                    • Gyraia

                      claro, to indo comprar 1 agora mesmo

                    • douglas

                      duvido kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk….
                      vc deve ser aqueles noia q fica riscando carro dos outros na rua com inveja……. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

                    • Gyraia

                      claro que fico, esse computador que to escrevendo eu roubei de uns troxa por aí

                    • douglas

                      kkkk
                      foi malss…. tava brincando….
                      mas é bom debater de vez em quando…… vlw

                    • Leonardo Berbel

                      Vcs estão jogando supertrunfo?

                    • Antonio

                      Acostuma você a parar de falar merda. Apesar de ter excluído o Golf 1.4, que era o absurdo maior, nesses carros faltam as mesmas coisas que eu disse no comentário anterior, com excessão do quesito “premium”. São todos modelos que foram apenas modificados para terem algum sinal de esportividade, não representando tal categoria em sua essência. Não é porque eu coloco um para-choque diferente e um motor turbo em uma Kombi que ela se torna um esportivo. Então para de comparar sedãs e hatches médios achando que é o dono da razão, porque isso só mostra o quão ignorante você é.

            • Marcio Andriani

              O golf 1.4 foi espancado na sua versão manual pelo 308 THP, vide os meninos lá de Mato Grosso e não essas revistas compradas que não ajudam a Véio W e seu secto de idólatras a vender mais….Além disso ter um carro desses não é como ter esses carros ridículos da VW, cujo o único representante dessa categoria é o Scirocco…. E para terminar o RCZ R já espancou todos os modelos de GOLF VII que existem em todos os circuítos conhecidos na europa….Quem sabe quando lançar a versão de 400 cv que esse câmbio de 6 marchas nem aguenta a pontência kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

              • Bosley Noya

                Ok, agora conta a do papagaio! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

                Só fala asneiras. Golf 1.4 TSI humilhou o Peugeot 308 THP em todos os testes possíveis, assim como o GTI espanca e estupra esse RCZ e qualquer outro lixo da peugeot no mundo.

                Ah, nem vou falar do Golf R.

                Aceita que dói menos!

                Kkkkkkkkkkkkkkkkkk

                • Marcio Andriani

                  Fastestlaps.com se você conseguir ler é claro, né, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Aliás já cansei de dar pau nestes golf tsi 1.4, chega…..

                  • douglas

                    os thp da peugeot da pau em golf se dó não sei onde esse kra tá lendo isso kkkkk

                    • Marcio Andriani

                      Faz assim primeiro compra um golf tsi 1.4 depois mande uma mensagem que te mostro ao vivo…kkkkkkkkkkkkkkkkkkk ou se não compra um fox pepino e seja feliz

                • Marcio Andriani

                  Cara se você conseguir leia fastestlaps.com, or not, e já cansei de espancar golf 1.4 tsi….chega….

                  • Bosley Noya

                    Espancou no PlayStation né? Agora conta a do papagaio…
                    Aceita que dói menos kkkkkkkkkkkkkkkkkk

                    • Marcio Andriani

                      Verdade no Forza motorsport 4 e 5 que tem o 308 THP aliás, mas e o santana 2.0 tsi, cade ele no jogo??? Puxa até nisso a VW tá out, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

                    • Bosley Noya

                      Forza motosport? O que é isso?
                      É um jogo onde você coloca esse peugeot pra disputar com seu rival veloster?

                • douglas

                  quanto a vw tá te pagando pra vc falar umas merdas dessas …… kkkkkkk

              • Colorado

                “O golf 1.4 foi espancado na sua versão manual pelo 308 THP, vide os meninos lá de Mato Grosso” onde isso?

                • Marcio Andriani

                  Canal top speed avaliação 308 thp….e lógico meu 408 Thp que surrou golf 1.4 ……

                • Marcio Andriani

                  Canal top speed

            • Thiago Fernandes

              Vo nem zuar… vai que é doente … rrrsrss

        • Matheus L.

          Está devendo muita coisa! A única coisa que ele não fica devendo é em design, fora isso fica devendo em praticamente tudo, principalmente em desempenho.

        • Bosley Noya

          Ele é muito lerdo pro preço.
          Custa 155.000 reais e apanha de Golf 1.4 TSI de 80 mil…

          • Caue

            Apanha de Golf TSI? Ta de brincadeira comigo em amigo!

            • Bosley Noya

              To não cara. Ambos fazem 0-100 em 8,4 segundos, mas o Golf 1.4 TSI DSG ganha com folga nas retomadas graças ao câmbio muito mais rápido.

            • Matheus L.

              Não apanha, mas andam juntos. Praticamente empate técnico. Só que custando metade do preço! O RCZ merecia um motor bem mais forte, isso é fato!

          • Diego Nameko

            Bosley, na análise técnica, tem que ser questionado de potencia ideal para cada determinado carro e não de qual é mais potente.
            Sendo assim é melhor apostar em DS3, Golf GTi, Cooper S, Jetta TSi, Fusca, 308 THP, Bravo T-Jet, Fluence GT, A3, entre outros. Sendo que alguns possuem potência em exagero, um deles é o Golf GTi que passa dos 250cv.
            Pela proposta do que entrega e pelo estilo acho muito coerente. O preço não tem como discutir, estamos no Brasil.
            Não sei se já andou no RCZ, pois muitos falam que é lerdo julgando só pela potência. Francamente!! desanima debater aqui.

            • Bosley Noya

              Só acho que o GTI é infinitamente mais rápido, com torque animal (36kgfm a 1500 rpm), câmbio rapidissimo (DSG6) e desempenho fantástico (0-100 em 6,4 segundos, velocidade máxima de 250 km/h, retomadas espetaculares, etc).
              E outra, o Golf vem com o cacife de ser um carro aclamado e superpremiado, tendo ganho milhares de compararivos internacionais e sendo o Carro Mundial do Ano, Carro do Ano na Europa, Carro do ano nos EUA (único volks junto com o New bettle em 99), The Best Of THE Bests nos EUA, Carro do Ano na Alemanha, Carro do Ano na França, Carro do Ano no Japão (1 importado a ganhar o prêmio), Carro do Ano no Brasil. Enfim, essa 7 geração do Golf é O BICHO.
              E tirou Top Safety Pick Plus + no IIHS, aprovado com nota máxima no Temido Small Overlap (algo que Audi A4, Bmw serie 3, classe C, etc não conseguiram).
              Fora as 5+5 estrelas em EuroNcap, LatiNcap, etc.
              Abraço.

              • Diego Nameko

                Comparar com o Golf GTi é covardia, é um carro animal!!
                kkkkkkkkkkkkkkk
                Ficaria mais coerente comparar com o Fusca ou Cooper S, como havia dito o GPE, o Paceman eu retiro por ser grande e força G alto, mas ainda são carros diferentes, um carro que daria para colocar ao lado do RCZ, é o novo Civic Si que é um 2+2 coupé de teto baixo e curto.
                Daí são 204cv aspirado contra 165cv Turbo, e poderíamos colocar também o Fusca com seus 211cv.

                • Bosley Noya

                  Concordo. Só uma correção, o Civic Si tem 204 cavalos (vc colocou 240), mas tem torque menor do que o Peugeot.

                  • Diego Nameko

                    Valeu! Erro de digitação, rsr
                    Mas o Si gira alto, pode tomar vantagem em determinadas situações.

    • Luis_Zo

      Merecia muito mais um volante decente do que um cambio manual… :)

      • Antonio

        Decente? Então me diga o que faltou de decência em um volante elétrico revestido em couro com comandos nas hastes.

        • Luis_Zo

          Primeiro, o que seria um volante elétrico? Não esta confundindo com a assistência da direção?

          Segundo, revestimento em couro tem até em Uno.

          Terceiro: Decência -> Que possui o necessário; que tem o esperado; satisfatório.

          Pra um veiculo com apelo esportivo e com esse preço, esta faltando muita coisa, como as citadas no texto.

          • Antonio

            Nossa, porque eu dizer elétrico em vez de assistência elétrica dá uma confusão né? Eu quero saber o que falta nesse volante para ser decente, o que você não disse até agora… vai apelar para os itens de série só porque não tem o que criticar na direção? Se você quer defender um ponto de vista ao menos tente segui-lo até o fim.

            • Luis_Zo

              Não deu confusão não, tanto que eu perguntei se era isso mesmo que você queria dizer. Se sim, uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa (volante e assistência). Logo, esse ponto fica fora.

              Meu ponto de vista do que falta no volante esta de acordo com o escrito no texto (é a segunda vez que falo isso). Você leu o texto?

              Se estiver afim de discutir ok, leia o texto e me responda. Mas se só quer entrar em “briguinha” pra tentar impor o seu ponto de vista como melhor que o meu, passar bem Antonio.

              PS.: teu carro é um Pegeout?

              • Antonio

                Primeiro: é óbvio que eu estava falando da assistência elétrica. Segundo: se eu estivesse impondo o meu ponto de vista não estaria te perguntando o que você acha que falta nesse volante. Terceiro: a única coisa que o texto critica nesse volante é a ausência de comandos que eu já disse que estão presentes nas astes do veículo, então não tem o menor sentido dizer que o volante não é decente. Provavelmente esse avaliador nunca dirigiu um Peugeot dos mais atuais. E por último no momento estou com um Citroën DS4, mas já tive um Peugeot 408.

                • Luis_Zo

                  Antonio, não, não estava obvio que você se referia a assistência quando escreveu “volante elétrico”. Mesmo com esforço, até porque a assistência do veiculo é eletro-hidráulica. Ficou obvio da segunda vez que você respondeu.

                  Comandos nas astes não são comandos no volante. Assim como comando no radio não são comandos no volante. Troca de marcha sequencial na alavanca não é troca com padle-shifts. A peugeout não teve a decência de colocar um volante condizente com a proposta do carro. Nem mesmo no seu antigo 408… Diria que é o mesmo que comprar um apartamento alto padrão, pagando caro, e receber cerâmica de baixa qualidade…

                  Ainda temos a questão do design, se tu acha o volante bonito, talvez tu seja uma minoria. Mas esse ponto é mais controverso. Assim como a “estrategia” dela de não lancar o o 2008 THP AT ou então colocar um AT4 nas versões aspiradas… mas isso é outra historia.

                  • Antonio

                    Todos os volantes com assistência elétrica são hidráulicos, e substituir comandos no volante pelas astes não é um retrocesso. Se você sabe o mínimo de Peugeot, deveria saber que esse é o padrão deles e não uma “falta de atenção”. Da mesma forma que a Mercedes-Benz hoje constroi a maioria dos seus carros automáticos sem a alavanca de câmbio, usando também uma aste para a troca de posição. E eu acho muito bom esse conceito da Peugeot, isso porque quando se tem os botões fica difícil usá-los quando a posição do volante está invertida ou coisa parecida, sendo obrigado a praticamente decorar qual a função de cada um para não apertar o errado. Sobre os paddle shift: concordo com você, acho que isso realmente falta. Mas dizer que o volante não está condizente com a categoria é um exagero bem grande. Mesma coisa que dizer que o Mercedes-Benz A200 não pode ser chamado de hatch premium porque não tem sensor de estacionamento.
                    Sobre o 2008 também acho que a Peugeot marcou bobeira, mas essa questão de câmbio é sempre um erro deles.

                    • Luis_Zo

                      Antonio. A maioria das direções com assistência elétrica (e não volantes) são puramente elétricos, e não hibrido elétrico-hidráulico como o RCZ. Esse é o fato que fez o jornalista reclamar que a direção é pesada (pois não é puramente elétrica). Se é um padrão deles, não é retrocesso não, é só um padrão “atrasado”.

                      Sobre a comparação com a MB, preste atenção. O volante está literalmente nas mãos do proprietário. É um ponto focal, assim como o painel. Um sensor de estacionamento não é algo com esse nivel de interação com o motorista. Logo, não entendo como a Peugeot demorou tanto pra prestar atenção e fazer volantes decentes.

                      Quando o volante esta em posição “invertida” significa que você esta provavelmente fazendo uma manobra, logo não usara botões nem no volante, nem nas astes. Pra grande maioria do tempo, sua posição de dirigir é com volante em posição normal, e não tirar as mãos dele pra trocar a radio, ou aumentar o som, ou ligar o piloto automático é mais seguro e confortável. E quando se paga 70, 150k num carro, ta ai duas coisas que você quer que venha embutidas. Fora a questão do status mesmo, paga-se 150k num RCZ com volante de 207.

                      EDIT: só pra deixar claro, não considero que o fato do volante não ser condizente com a proposta do carro invalide a qualidade do mesmo, nem da marca…

                    • Antonio

                      Ah claro, porque agora você não pode querer aumentar o volume do carro ou mudar de estação quando está fazendo uma curva. Você está dizendo coisas completamente irreais só para comprovar sua opinião. Esse padrão da Peugeot não é atrasado, visto que ela é a única montadora que coloca os comandos no volante. Se você prefere ou não a escolha é sua mas chamar isso de atraso já é uma mentira descarada. E pelo o que eu me lembre do 207 ele não tem hastes em suas laterais, muito menos é revestido em couro e se quer reclamar sobre volantes eu devo te lembrar que muitas montadoras o padronizam… veja o volante do VW Gol e o do Passat, por exemplo.

                    • Luis_Zo

                      Antonio, minha opinião não precisa de aprovação de ninguém, nem sua, nem do presidente nem do papa.
                      Chamar os fatos de atraso não é mentira, também é minha opinião. E se você quer aumentar o volume do carro fazendo uma curva, ok, o faça, eu não tenho nada a ver com isso… só acho muito improvável que o fará…

                      Sim, concordo que os volantes são padronizados. E no caso da Peugeot, padronizaram por um volante não decente. No caso da VW é menos mal, ao menos o do Gol pode ser multifuncional. Assim como o do Uno. Ja a Peugeot… é essa coisa ai, do 206 ao RCZ, com salvas exceções.

                      E não estou reclamando do volante, porque não é o carro que eu dirijo, logo não tenho nada a reclamar. Estou só expondo a falta de decência que esse volante do RCZ é. Assim como vários outros da Peugeout.

                      Até agora não entendo por que tu não consegue viver com isso (opiniões diferentes) e insiste em querer “ganhar” a discussão.

                    • Antonio

                      Primeiro que eu nunca disse que precisa da minha aprovação para algo ser correto então não venha tirar palavras da minha boca. Segundo que quem está querendo aprovar a minha opinião é você, dizendo que algo é provável ou improvável sem nem conhecer o meu estilo de condução. Já tivesse esse problema várias vezes com meu DS4.
                      Segundo: um volante ter botão ou não não tem diferença nenhuma sobre a sua padronização. E não estou tentando ganhar a discussão, só estou dizendo algo básico: que ao contrário do que você pensa, não é NENHUM regresso os comandos serem pelas hastes em vez de botões. O seu gosto não é sinônimo de progresso, sabia?

                    • Luis_Zo

                      “Segundo que quem está querendo aprovar a minha opinião é você” – tem certeza que é isso mesmo que tu quis dizer? Eu querendo aprovar a tua opinião????

                      Na minha opinião é sim um regresso comandos por hastes. Ao contrario da tua frase que não é NENHUM regresso. É tão difícil assim pra ti tolerar a minha opinião, contrária a sua???

                      E você fala que eu não conheço seu estilo de condução do DS4, mas ao final sua frase “O seu gosto não é sinônimo de progresso,” da a entender que você conhece o meu “gosto”. Vejo prepotência aqui. É de propósito ou só um ato falho?

                    • Antonio

                      Luis, tenho certeza do que disse. Não é uma questão de serem opiniões diferentes, e sim que a sua opinião está contrária ao próprio sentido da palavra. Como pode ser uma regressão comandos nas hastes se a Peugeot/Citroën foram as únicas das montadoras que fizeram isso? Quando você diz que algo é uma regressão, pressupoem-se que as demais montadoras passaram por essa fase para adotar outra. Porém, na realidade, elas nunca adotaram tal técnica. E segundo VOCÊ mesmo, você prefere botões no volante. Agora repetir o que você disse é prepotência?

                    • Luis_Zo

                      De fato você apresentou um ponto de vista interessante agora, e bem colocado, quanto a questão da Regressão. Acabo por concordar contigo, não é uma regressão, conforme tu mesmo acabou de explicar.

                      A prepotencia foi questionada em relação a sua afirmação de eu não conhecer seu modo de dirigir X você parecer afirmar conhecer meu gosto…

                    • Antonio

                      A minha intenção foi apenas falar o que você mesmo havia dito, afinal eu não te conheço para afirmar coisas que você goste ou não. Mas se pareceu prepotência, peço desculpas.

                    • Luis_Zo

                      Sem estresse Antonio :)

  • Tosca16

    Uma opção manual daria a esportividade que o carro necessita; poderia ter um motor mais potente perto dos 200cv mas o desempenho já é bem satisfatório pelo que vejo . Esses bancos traseiros são bem fictícios, poderiam nem vir e ficaria mais bonito o modelo por dentro . Preço é o que luta contra toda linha Peugeot hoje em dia .
    Ah, que alavanca de freio horrível … ficou muito evidenciada no carro .

    • Redpeak77

      Muito feia mesmo essa alavanca… parece um ganso saindo do meio do console.

      • fschulz84

        Qualquer semelhança…

        • RicardoP

          kkkk

        • Minerius Valioso

          Já temos o Etios Filizola, agora temos o pato de mão.

        • GPE

          kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Rafael

      A desculpa que usam para não oferecer a opção do thp 200 é a de que nosso combustível é de baixa qualidade, e isso comprometeria a durabilidade do motor. se eu acredito? NÃO.

      • Gustavo73

        Não é essa a desculpa. Senão os Mini com o mesmo motor não teriam 211cv. A questão é o thp 200 cv com o at da Pug.

    • Diego Nameko

      Tosca, tudo depende de uma relação pesoxpotencia e proposta de carro. Em minha análise, para quem sonha com um TT mas não pode com um e sim com o RCZ, este Peugeot é uma boa proposta, achei muito interessante a proposta de motor em relação ao peso e tipo de carro, deve ser bem divertido de guiá-lo justamente também por ser um motor turbo diferente de um 165cv aspirado, e concordo que deveria vir com câmbio manual.

  • Pelo preço, sou mais o Civic Si. Mas se fosse ficar na Peugeot, iria de 308cc.

    • Matheus L.

      Não sei se ficaria com o Si, pensaria com carinhos em outros carros, inclusive o GTI, mas se for para ficar dentro da própria marca a proposta do 308CC justifica mais o valor do carro.

    • Louis

      Eu nunca vi SI novo rodando…deve vender pouquíssimo também. Mas achei o desenho do Civic bem esquisito, eu iria de Peugeot.

  • Senhor feudal

    Poucos irão trocar uma Z4, SLK ou Camaro semi novos por este carro.

    • Louis

      Eu compraria um RCZ ao invés de um Camaro. O desenho é o ponto forte do RCZ. E é mais exclusivo. Não sei se você já viu um ao vivo, é bem mais bonito que nas fotos, é baixo, encorpado, a traseira lembra a linha Porsche.

      • RicardoP

        Como ele disse, poucos. Sempre tem um sem noção que trocaria.

        • Chega_de_Ignorância

          Esperto é quem compra resto de rico
          E sem noção é quem compra carro zero

          Entendi bem???
          Hahaha

    • Chega_de_Ignorância

      Eu nunca compraria um desses usado
      Só se eu conhece o carro ou fosse amigo do dono da loja, alguma situação assim.

      Eu conheço um gurizão que capotou uma Z4 com menos de 200 km rodados
      Saiu da concessionária em Balneário Camboriú e se perdeu na 101
      Detalhe: havia deixado na loja sua Z4 antiga

      Camaro então… quase tudo detonado
      A galera que compra esses carrões MUITAS VEZES (ou seja, nem sempre) é um tipo de gente que não costuma cuidar… É engraçado. Pode ver que colocam na areia da praia, carregam um monte de gente dentro… Em Jurerê é comum ver carrão conversível com mulher sentada em cima da capota, bebendo dentro do carro.
      Se estragar eles vão lá e compram outro e deu. São carros de passeio, de exibicionismo… Raramente explorada toda a performance.
      E quando tentam explorar… Param no primeiro poste.

      • Matheus L.

        Tirando o Camaro (que eu não compraria), tanto SLK, Z4, TT e alguns outros do mesmo nível que entrariam na lista, são bem melhores do que esse RCZ. O que você falou, não representa o que acontece com a maioria dos carros. No mercado de seminovos, existem carros em excelente estado que nunca bateram ou passaram por alguma coisa que você falou. Prefiro um carro desses com 2-3 anos de uso do que um RCZ 0km, sem sombra de dúvidas.

        • Chega_de_Ignorância

          Mas e quando eu disse que o RCZ é melhor do que Z4, TT?
          Apenas um exemplo: a maioria dos TT são “chipados”… E aí o câmbio DSG vai pro saco rapidinho.
          Carro usado é complicado… Entrar em loja sem conhecer o dono, comprar sem conhecer o carro, etc é pedir pra ser feito de otário.
          Eu conheço um vendedor de carro usado que vende carros de qualidade… Se vc também conhecer um e confiar nele, pode comprar que não vai se arrepender.
          Mas entrar naquelas lojas lindas, cheias de máquinas maravilhosas, como um amador/mirim/novato, sem conhecer os caras que trabalham ali ou, principalmente, o dono da loja… Vc vira presa

          • Matheus L.

            Maioria? Não é bem assim, alguns são sim, mas isso não afeta o câmbio DSG ou algum outro tipo de câmbio, principalmente se for feito somente o básico de escape, filtro e chip. Outros tipos de modificações são mais complicados mesmo, mas tudo depende de quem fez e da qualidade dos materiais.
            Mas isso é o mínimo que uma pessoa deve fazer, conhecer o carro, andar com ele, e caso não entenda de mecânica, leva alguém de confiança para ver o carro, ou até mesmo leva na ccs para passar um scanner. Eu cresci no mundo dos carros, então entendo dos mesmos sem precisar de alguém para confiar, fora o conhecimento que adquiri por vontade própria.
            Em qualquer outro lugar em que você não tenha conhecimento sobre o que está querendo comprar você corre esse risco, inclusive com carros 0km. Infelizmente sempre vai ter alguém querendo tirar vantagem. A maioria desses carros citados estão em muito bom estado.

            • Chega_de_Ignorância

              Vixe Maria, como dizem os paulistas, mas tem muito mito no seu comentário.
              Mas tudo bem, estamos todos aqui para aprender juntos.
              1)Veja bem, esse negócio de chip, vc sabe o que é, né? Eles aumentam a pressão do turbo… Aí o motor despeja mais potência. O câmbio é feito pra trabalhar com uma certa potência. Se houvesse potência “escondida” no motor, certamente no TT ela seria desvelada. A Audi nunca iria deixar uma potência ali camuflada para o preparador desvendar, a bem dos interessados.
              Isso justifica o porquê de carros turbinados de fábrica ganharem tanta potência com esses remapeamentos milagrosos… Mais pressão, mais ar e mais gasolina. A receita básica.
              O cidadão que faz isso não o faz para não testar a potência extra… E o câmbio/motor certamente sofrem mais que o powertrain de um carro original. Principalmente as ditas embreagens…
              2)Vc acredita MESMO, de verdade assim, que toda concessionária Audi está de portas abertas para interessados em comprar TT usados em multimarcas por aí, dispostos a fazer uma verificação completa no carro, passar scanner, etc, a qualquer hora e a um preço módico??
              3)Mecânico de confiança. Tudo bem, aí eu concordo totalmente. A questão é: muita gente vai na loja, pega o carro, vai COM O VENDEDOR NA OFICINA e pede pro mecânico olhar. Na boa… O vendedor é amigo do mecânico, eles fazem churrasco juntos, fazem trilha juntos, etc.
              Se a pessoa pegar o mecânico, PAGAR SEUS HONORÁRIOS e levá-lo num sábado de manhã olhar vários carros em lojas diferentes, aí é outra história…
              Na minha cidade natal (interior de SC) é muito comum isso. Muita gente lá gosta de picape a diesel… Como são caras, pegam um mecânico experiente/amigo e levam até a capital ou cidades maiores achar uma. A luta é braba… Mas os mecânicos especializados têm olho clínico. Aí o negócio é certo, não tem erro.
              Mas isso não é um serviço de 50 pila, é uma porcentagem do valor do carro.

              • Matheus L.

                Vamos sim, “professor”!
                1) Já que você é bastante entendido, me diga a diferença, por exemplo, do motor do Audi TT para o TTS? Você sabe né? Sabe a diferença do câmbio também? Só para informar, são os mesmos. Tanto motor, quanto câmbio, o que muda é somente a reprogramação. Então uma reprogramação bem feita não vai afetar esse absurdo que você fala. Mesmo que sofram um pouco a mais, a diferença é muito pouca, nada que mude muito os custos normais de manutenção do carro. Tive carro com o famoso kit padaria (chip, filtro e escape) e meus custos de manutenção foram normais, durando muitos km sem nenhum problema, só manutenção básica. Hoje o carro está com outra pessoa da família que já rodou mais uma boa quilometragem sem apresentar nenhum desgaste prematuro de peça. Tudo é questão de fazer o serviço com qualidade.
                2) Não falei que seria um serviço gratuito, claro que vai ter um custo. E a CCS não tem que estar de portas abertas não, afinal a pessoa pagaria pelo serviço, não iriam realizar um favor. Se é barato ou não ai já é outra história.
                3) Mas aí é pura falta de conhecimento do comprador. Confie em alguém que possa ser confiável e não em qualquer pessoa que fale que o carro está perfeito. Ou então procura informação por conta própria e não precisaria depender de ninguém. Pelo seu pensamento ninguém deveria comprar carro seminovo, porque ou o carro sempre vai estar detonado, ou vai ter algum vendedor querendo tirar vantagem. Tudo é questão de conhecimento e vontade para se informar, tendo isso, não tem erro na hora de comprar nenhum carro.

        • Louis

          Sim, os carros citados são sim superiores ao RCZ. Mas compare os preços 0km com 0km, usado com usado. Pra quem não precisa de potência sobrando, o RCZ atende perfeitamente. E a maioria não usa a potência de um Camaro nas ruas.
          Se vai comparar usados, um RCZ usado sai pela metade do preço de um SLK usado.

          • Matheus L.

            A maioria não utiliza a potência de um 2.0, quanto mais. Fora que não vejo nada demais no Camaro, muita potência no motor, mas o desempenho dele não é nada de encher os olhos. Fica devendo em muitas coisas.
            De certa forma é inevitável a comparação, e o que fiz foi responder a quem comparou.
            Mesmo comparando com 0km, não ficaria com o RCZ, tem esportivos melhores do que ele pelo mesmo preço ou até mais baratos. E caso queira ficar dentro da própria marca, prefiro o 308 CC, pelo menos é conversível.

      • Marcio Andriani

        Acho que se tá enganado Lipe….esse tipo de gente compra Audi A3, Golf GTI e um monte de Santana 2.0 tsi, e antes eles usavam gol e voyage turbo….Acho que compraria de olho fechado esse RCZ no Brasil, a maioria deve ser muito bem cuidado, não compraria de JEITO NENHUM um Véio W 2.0 tsi todos detonados, vide os coitados dos Audi A3 tanto 1.8 T, quanto o 2.0 tsi

    • Netovski

      Usado com 0km é complicado.

      Mas mantendo 0km com 0km, não trocaria um A3 Cabrio por esse 308 coupé.

      Falando em usado, esse aí em 2 anos deve valer 90k.

  • Pedro Fontes

    Lindo o carro….

  • _William

    Os dois pontos que mais jogam contra é o interior simples demais no desenho, e a potência baixa para o que o carro propõe. Deve até dar uma broxada ver esse carro por fora e quando entrar ver aquele painel de 308.

  • Hen_Par

    Esse desempenho, com esse interior, por esse preço, só pra alguém com muita vontade de aparecer.

  • Redpeak77

    Que carro bonito… mas esse teto, parece que caiu um poste bem no meio e amassou heheheh

  • Resendemaster

    Era para esse carro custar 110 mil no máximo..

    • Hadson Nobre

      Era o que custava, quando foi lançado por aqui alguns anos atrás.

  • Rodolpho Lopes

    Carro muito bonito e de nicho, porém faltam muitos mimos e um desempenho mais condizente com seu design e proposta.
    Arrisco dizer que é o mesmo perfil de um dono de veloster aspirado, porém com mais grana no bolso.

  • LoganVB

    Esperando alguém reclamar da alavanca do freio de mão.

    • Andre Studart

      mas convenhamos, ela é feia mesmo, e pra caralho, rs

  • Matheus Ulisses P.

    Nesse tom de vermelho ficou belíssimo! Só não gostei muito das rodas, mas mesmo assim, belo!

  • Magnus Lincoln

    Um leve trabalho na ECU com um aumento de pressão na turbina e ele fica realmente divertido . . . .

  • Charlis

    Muito preço e muito visual, pra pouco carro.

  • truco

    nao tem logica nenhuma esse preço.
    O 408 tem tudo que este ai tem, motor THP inclusive.

    Acho que estao forcando muito a barra em cobrar mais de 100 mil.

    • Matheus L.

      Paga-se pelo design e pela posição de dirigir, e só. Se o motor ainda fosse condizente com a proposta do carro até que poderia explicar o preço. Se for para ficar dentro da Peugeot, prefiro o 308CC, pelo menos tem a desculpa de que é conversível.

  • Daniel Freitas

    se viesse com o motor de 200cv, por 135 mil faria frente ao Golf GTI

  • Chega_de_Ignorância

    Carro belíssimo.
    Um Pejo que eu gostaria de ter… Aliás, gostaria muito

  • Vattt

    Prefilo ele assim mesmo, AT!!! Mais um dos belos Peugeot.

  • pedro rt

    muito bonito e exclusivo esse carro oq mata ele e o pos venda da marca e o volante sem botoes

  • shdn2010

    Gosto não se discute, o carro em si acho lindo, mas por este preço tem coisas melhores no mercado, não com a mesma aparência, mas com certeza produtos melhores com mais motor.

  • Netovski

    Carro de 30 mil euros no velho continente, a Peugeot provavelmente traz ele na sua cota sem super IPI, não há a mínima razão ou justificativa senão um prazer intenso em queimar dinheiro pra pagar o equivalente a 50 mil euros aqui. Isso é um 308 ffs.

  • GPE

    O carro mais bonito e com visual mais diferenciado até 180mil reais! Só peca esse interior genérico

  • Piupiupiu

    Ou a troca desse automático por um automatizado de dupla embreagem. Acho que ja daria um gás no carro… E pelo preço, aquela alavanca de freio de mão poderia ser trocada por um freio de mão eletrônico. Esse carro não tem nada demais a oferecer pelo preço que é cobrado.

    Acho que o civic si seria muito mais negocio. (minha opinião)

  • Victor Barrera

    A roda reserva tem formato e cor diferente mesmo? O.o

  • Bosley Noya

    Ridiculo esse carro. Tem visual mas não tem desempenho, tanto que leva pau de Golf 1.4 TSI (ambos têm 0-100 em 8,4 segundos, mas o Golf massacra nas retomadas graças ao câmbio DSG7.

    • Bosley Noya

      Pagar 156 mil reais nesse carro é um despropósito.
      Com 140 mil você compra um Golf GTI Premium com teto panorâmico, Park assist 2.0; central multimídia 3D de 8 polegadas com DVD – GPS – 60gb de HD, sensor de aproximação, som Dynaudio com 10 alto falantes e 400W de potência, etc; bancos em couro elétricos com aquecimento; piloto automático adaptativo ACC; Front Assist; farois bixenon com curva dinâmica e assistente de farol alto DLA; Lane Assist Assistente de mudança de faixa; detector de fadiga; chave presencial e keyless; Seletor dos modos de condução; câmbio DSG com paddle-shifters; 7 airbags; controles de estabilidade e tração; bloqueio do diferencial eletronico; sensores de estacionamento dianteiros e traseiros; ar Dualzone com saidas para o banco de trás…entre muitas outras coisas.
      E outra, o GTI faz 0-100 em 6,4 segundos, ou seja, aniquila esse peugeot.
      O Golf GTI tem o motor 2.0 TSI de 220 cv e 36kgfm de torque combinado com o câmbio DSG.

      Trocar o Golf GTI The Very Best, por esse francesinho que anda menos que o Golf 1.4 e não tem nem controles no volante é brincadeira. Esse ai finge que é esportivo.

      • Caue

        Ótima comparação, mas o RCZ é bonito e chama a atenção, o Golf só chama atenção de Homem..

        • renanfelipe

          É claro que é absurdo, mas esses dias uma amiga perguntou quanto um outro tinha pago no gol dele. Detalhe: ele tinha comprado um Golf.

          • Guest

            Pelo visto você é proprietário de um carro com forro do teto de papelão molenga acolá, e não gosta do Golf.
            OBs. Não vou dizer qual é o carro.

            • renanfelipe

              Sou proprietário (satisfeito) de um 207, mas quem confundiu foi uma amiga – leiga no assunto carro. E sim, gosto do Golf e certamente é um ótimo produto (talvez o melhor) racionalmente falando. Mas o visual desse RCZ é arrebatador.

      • denismrscheli

        140k NUM GOLF? EU PREFIRO MIL VEZES MAIS UMA BMW 125i M SPORT LINE !! PS: É A MINHA OPNIAO.

        • Bosley Noya

          A 125i é rival do GTI mesmo, mas é vendida por 165 mil reais (a geração antiga), sendo que a nova geração já está sendo vendida no exterior e deve chegar em breve.
          Outra coisa, em termos de equipamentos o GTI dá um banho na BMW, apesar de terem desempenho similar.

        • douglas

          com certeza preço de bmw e mercedes,,,,,

  • CorsarioViajante

    Carro legal, até bonito, bacana e tudo mais. Mas sempre custou muito caro para o que oferece.
    O câmbio automático e o motor já mostram que seu objetivo é mais ser bonito e exclusivo do que esportivo. Mas mesmo assim, fica um pacote pouco atrativo.

  • Bruno Wendel Marcolino

    Que nave…

    Difícil ter avaliação desse tipo de carro, muito bom.

    Vi apenas um ao vivo, esse tempos inclusive, um show, muita presença e imponente, claro que nesse estilo de carro, um motor maior e cambio manual seria mais bacana, mas certamente é um carro sensacional. Estilo único, muita personalidade e caro, hehe

    • Bosley Noya

      Muita personalidade, preço altíssimo e pouco desempenho e equipamentos que justifiquem o preço.
      O Golf GTI tem muito mais desempenho, muito mais tecnologia, muito mais segurança e muito mais conforto por menos preço.

  • Wagner Lopes

    Se o 407 já transforma curvas em retas, imagino este carro como seria…tem alguns detalhes pra serem resolvidos como potência superior a 200CV e preço menor mas o carro não deixa de ser um show. Se pagam 80/90K em lentoster…

  • Edflu

    Na boa, qualquer carro com desenho mais arrojado já e considerado esportivo, desempenho e preço ridículo. Se quiser um carro de imagem por esse preço só esperar o Mini JCW e seus prováveis 230 e poucos Cv…

  • Diego Belisario

    Belo carro, porém só compraria se ou o motor fosse o THP de 200CV ou se baixasse 30 mil no preço. Comprar esse carro tendo um A3 completo ou um Golf GTI como opção é insanidade ao meu ver, não tem exclusividade que justifique isso.

  • Offline_Mode

    Faltou o GT86 vir pro Brasil pra competir com ele =/

  • Filipe El Kadri Lafuente

    É um carro que me agrada. Mas certamente merecia um volante igual ao do 208, até pelo apelo esportivo.

  • Amante Latino

    O carro possui curvas maravilhosas, porém o interior é bem mequetrefe.

  • !Marcelo Surf!

    Pra mim este carro bem que merecia um motor 2.0 turbo, com transmissão de dupla embreagem de 7 marcas com troca no volante acompanhado de um ronco digno de um esportivo, pois do jeito que é atualmente, não passa de um Veloster melhoradinho.

  • Roger Rosato

    Não consigo levar à sério um carro que se diz esportivo, porém tem como opção única câmbio automático convencional. Na moral.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend