*Destaque *Featured Avaliações Hatches Volkswagen

Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

Reposicionado para ficar acima do Gol, o Volkswagen up! 2018 ganha uma interessante repaginada no visual e, de quebra, revisão do painel e melhoria da conectividade, embora com algumas ressalvas.



Posicionado no segundo pelotão dos 20 carros mais vendidos do país, o Volkswagen up! Continua perdendo em vendas para seu maior rival, o Fiat Mobi. Ainda assim, ajuda a marca a colocar quatro modelos nesse grupo.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

Com arquitetura moderna e projeto em sintonia com a Europa, o up! foi um ponto de virada na proposta de um carro de entrada, apresentando estrutura com 75% de aços de alta resistência e deformação geral estável, o que o levou a ganhar cinco estrelas no Latin NCAP. Além do frugal 1.0 MPI, o modelo vem também com o elogiado 1.0 TSI, que reúne o melhor de dois mundos: performance e economia.

É claro que tudo isso nunca custou o que o consumidor deseja, desde seu lançamento. Se já estava acima do peso em termos de preço, agora ficou ainda mais com as alterações que fizeram o Volkswagen up! 2018 iniciar em R$ 37.990. No renovado pacote Connect, o subcompacto alcança R$ 56.390 completo, e ainda assim nem é a opção mais cara da gama.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

 

Por fora….

As alterações no Volkswagen up! 2018 padronizaram as versões com motores 1.0 MPI e 1.0 TSI. Isso fez com que o comprimento aumentasse para 3,68 m, mas sem qualquer mudança no espaço interno e porta-malas. O conjunto ótico foi repaginado, mas se mantém simples e sem LEDs.

Para-choque e a diminuta grade foram os que mais mudaram, ganhando um spoiler no protetor e redesenho das entradas de ar com um preenchimento central todo preto, além de um acabamento em preto brilhante, que identifica as versões com motor TSI. Aliás, além disso, o logotipo pode ser visto nas colunas B e na tampa traseira. Um friso vermelho na grade também identifica o TSI.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

Estas duas últimas, mais teto e retrovisores com repetidores de direção, estão sempre na cor preto brilhante quando com o pacote Connect, que está associado ao move up!. Os faróis de neblina não possuem a função curva nessa versão. As rodas de liga leve aro 15 com pneus 185/60 tem um bom aspecto e preenchem bem o visual do Volkswagen up! 2018.

Mas não para por aí. As lanternas traseiras ganharam uma estranha moldura preta, que infelizmente não caiu bem, muitos comentam que de uma certa distância parece fita isolante. Mesmo o conjunto anterior teria ficado melhor. O para-choque traseiro lembra a solução empregada para tornar o Fox mais “premium”… Faixas decorativas Connect reforçam o apelo mais visual desta proposta limitada.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

Por dentro….

Assim como ficou diferente por fora, o Volkswagen up! 2018 também mudou por dentro. O painel agora é semelhante ao europeu, ganhando um quadro de instrumentos com conta-giros e nível de combustível maiores, assim como um novo display do computador, mais completo e com grafismo de melhor visibilidade.

Chama atenção, entre as novidades, uma luz de LED branca sob o recém-alterado acabamento do painel. O item dá um ar de mais qualidade ao ambiente, o que a VW quer realmente passar ao up! com relação ao Gol. O volante passa a ser o mesmo do Golf, exceto na versão take up!, oferecendo comandos de mídia, telefonia e computador de bordo.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

O ajuste continua apenas em altura, mas o acabamento em couro com detalhes em preto brilhante dá uma impressão bem melhor. Teto e colunas são escurecidos nesse pacote Connect, que ainda traz bancos com padronagem exclusiva e soleiras personalizadas com o nome up!. Vidros dianteiros, travas e retrovisores (com Tilt Down) são elétricos, tendo ainda ar-condicionado. Não há sensor crepuscular e nem de chuva como nos high up! e cross up!, mas pelo menos tem sensor de estacionamento.

O porta-malas não tem o separador de bagagens s.a.f.e., mas o espaço não é nada ruim para o porte do carro. O espaço interno é aceitável para o tamanho do modelo, melhor que no concorrente ítalo-brasileiro, por exemplo. Porém, o banco traseiro é inteiriço e tem cinto central de dois pontos., apesar do Isofix e do TopTether para cadeiras infantis.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

O conjunto frontal recebeu um novo formato, ganhando textura central de melhor toque e visual, mas preservando o difusor de ar fixo sobre o painel e os laterais circulares. Na parte central do painel, o rádio Composition Phone tem um aspecto muito melhor que o rádio anterior.

Integrado ao novo acabamento central em preto brilhante, que acompanha o formato modificado do painel, o dispositivo possui Bluetooth, entrada auxiliar e SD, bem como opção de mudanças de cores do display e conexão com o app Maps & More.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

No Maps & No More…

Em um aparelho intermediário da LG, por exemplo, o aplicativo instalou perfeitamente, assim como a conexão Bluetooth se estabeleceu como se deve. Porém, quando a integração entre app e rádio foi executada, falhou. Após inúmeras tentativas, simplesmente desistimos.

No evento de test drive, vimos apenas aparelhos da Apple. Isso pode ter sido feito devido a estas falhas com outros aparelhos. Para um sistema projetado para facilitar o uso do computador de bordo através do smartphone, o Maps & More com o Composition Phone falhou. O app até funcionou na parte de mídia, reproduzindo no carro os sons do aparelho móvel.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

Em consulta ao site da VW na Europa (porque não há informação aqui), apenas aparelhos topo de linha são compatíveis, tais como Moto X Force, iPhone 6 e 7, Galaxy S7, Nexus 6P, Lumia 950 e Xperia X, por exemplo.

Se o app e o sistema não funcionam, pelo menos o usuário terá um suporte de smartphone com entrada USB para dados e energia, podendo assim usar os mais eficientes Google Maps e Waze no lugar do navegador da Tom Tom, que precisa de 2 GB de espaço para rodar off-line.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

Por ruas e estradas….

As mudanças no visual, acabamento e proposta de conectividade não alteraram a parte mecânica do Volkswagen up! 2018, mas os novos pneus de baixa resistência à rolagem ajudaram a melhorar a economia, um dos destaques do up! TSI desde seu lançamento em fevereiro de 2014.

O Volkswagen move up! Connect 2018 vem com o famoso propulsor EA211 R3 1.0 TSI com 101 cv na gasolina e 105 cv no etanol, ambos a 5.000 rpm. Já o torque é de 16,8 kgfm a apenas 1.500 rpm. Com turbocompressor, injeção direta flex e intercooler no coletor de admissão, o pequeno três cilindros entrega uma performance que é só elogio.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

Trabalhando em baixa rotação, o 1.0 TSI pode ser conduzido até a 1.000 rpm em quarta marcha, dependendo do ritmo do trânsito. Entre 1.500 e 2.000 rpm, ele vive bem no meio urbano e – apesar da impressão de falta de força em regimes baixos, reforçado pelo trepidar dos três pistões, ele não fraqueja em nenhum momento e sempre está disposto para chegar até a faixa vermelha, se necessário.

Na estrada, rodando a 110 km/h, o 1.0 TSI está mansamente em 2.500 rpm, não sendo ruidoso e muito menos gastão, já que o computador de bordo chega a exagerar com incríveis 21,1 km/litro a 100 km/h. Detalhe: o tanque estava com etanol. Com engates curtos, macios e relação focada na economia, o Volkswagen up! TSI 2018 fez 11,1 km/litro na cidade e 13,7 km/litro na estrada.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

Os números estão de acordo com o esperado e sem exageros, sendo um pouco melhores que os anteriormente obtidos e também em comparação com os do Inmetro. Com gasolina, realmente o Volkswagen up! 2018 deve ficar bem mais frugal com os novos pneus.

No move up!, o conjunto mecânico cai muito bem, fazendo com que o carro desenvolva uma performance animadora em ultrapassagens e retomadas, mesmo com o foco na frugalidade. No dia a dia, o TSI é um carro gostoso de dirigir, pois não fica devendo força quando necessário, especialmente em regiões com muitos aclives, onde um 1.0 aspirado sofre enormemente.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

Seguindo o indicador de marcha, um tanque de 50 litros vai durar bastante no uso diário. Rodamos mais de 600 km, o que seria muito mais se estivesse apenas com gasolina. Além disso, o Volkswagen move up! 2018 ficou mais equilibrado com rodas aro 15 e pneus série 60, porém, sendo mais firme, ele reproduz mais as imperfeições do solo e não agrada muito em ruas de piso defeituoso.

De qualquer forma, com a performance que o 1.0 TSI oferece, o move up! Connect 2018 apresenta boa dirigibilidade em condução mais esportiva, mantendo-se mais neutro nas curvas e tendo uma resposta melhor ao volante, cuja direção é elétrica, leve e precisa. O entre eixos curto ajuda bastante na desenvoltura do up! nessas condições.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

Os freios, nessa situação, são apenas suficientes. Em saídas rápidas, o controle de tração M-ABS corta parte da força, mas não o suficiente para evitar que os pneus cantem com facilidade. A embreagem, porém, é alta. Então, em subidas íngremes ou rampas acentuadas, sempre primeira marcha e um giro mais alto para sair do lugar. Mesmo em lombadas comuns, o motor pede uma primeira.

Mesmo com o EA211 R3 em sua versão TSI mais comedida (o TSI do Golf tem um ajuste superior), o Volkswagen up! 2018 consegue ainda ser um carro bem rápido e veloz, muito mais do que seu tamanho sugere, alcançando 183 km/h e indo de 0 a 100 km/h em 9,3 segundos, ambos com etanol. Então, assim como no modelo anterior, o pequeno da VW continua oferecendo um conjunto mecânico com o melhor de dois mundos.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

Por você….

R$ 56.390. Esse é o preço que se paga pelo Volkswagen move up! TSI Connect 2018 completo. Nele, além do teto preto, todos os itens atribuídos ao pacote e mais a cor Azul Lagoon. Como já mencionamos acima, não há parte das novidades, entre elas sensores de chuva e crepuscular, faróis de neblina com função curva ou mesmo o separador s.a.v.e. no bagageiro.

O pacote de equipamentos oferecido é apenas básico, falhando em um cinto central traseiro de três pontos, por exemplo, assim como os itens acima. Vidros traseiros manuais ainda denotam um carro de baixo custo e sem aspiração premium, como a VW quer. O preço básico do move up! É de R$ 52.790, acrescido dos R$ 3.600 do pacote Connect.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-22 Avaliação: Volkswagen up! 2018 melhora em visual, preservando a boa performance

Para um carro com a performance do 1.0 TSI, mas com proposta urbana, ter controles de tração (de fato) e estabilidade, além de assistente em rampa seria importante. Se é para ficar acima do Gol e – um dia – substituir parte da faixa hoje ocupada pelo Fox, por causa do retorno do Polo, o Volkswagen up! 2018 terá de fazer um pouco mais.

Enquanto isso não acontece, seu preço já configura num segmento acima do que se espera de um hatch urbano em essência. Mesmo com custo baixo de revisões em comparação com o 1.0 MPI – reforçado pelo pacote de R$ 999 por três revisões – e seguro de R$ 1.685, seu preço ainda está acima do desejado. Sem esse detalhe – muitíssimo importante – do preço, o Volkswagen up! TSI 2018 é um carrinho que vale a pena ter na garagem.

Medidas e números….

Ficha Técnica do Volkswagen up! TSI Connect 2018

Motor/Transmissão

Número de cilindros – 3 em linha, turbo, injeção direta flex

Cilindrada – 999 cm³

Potência – 101/105 cv a 5.000 rpm (gasolina/etanol)

Torque – 16,8 kgfm a 1.500 rpm (gasolina/etanol)

Transmissão – Manual de cinco marchas

Desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h – 9,3 segundos

Velocidade máxima – 183 km/h

Rotação a 110 km/h – 2.500 rpm

Consumo urbano – 11,1 km/litro (etanol)

Consumo rodoviário – 13,7 km/litro (etanol)

Suspensão/Direção

Dianteira – McPherson/Traseira – Eixo de torção

Elétrica

Freios

Discos dianteiros e tambores traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus

Liga leve aro 15 com pneus 185/60 R15

Dimensões/Pesos/Capacidades

Comprimento – 3.689 mm

Largura – 1.645 mm (sem retrovisores)

Altura – 1.504 mm

Entre eixos – 2.421 mm

Peso em ordem de marcha – 951 kg

Tanque – 50 litros

Porta-malas – 285 litros

Preço: R$ 52.790 (move up!) R$ 56.390 (pacote Connect)

Volkswagen up! TSI Connect 2018 – Galeria de fotos

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

5.0

COMPARTILHAR:

128 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

    • 56k compra um HB20 1.6 Automático com central multimídia ( 0km), assim como vários outros concorrentes muito mais equipados que esse UP.
      O UP não é um carro ruim, ele só é caro demais por atributos que só a VW acha ser a ultima bolacha do pacote.
      Consumidor quer espaço, equipamentos e conforto, o UP não tem nada disso.

      • O Up! deveria estar na mesma faixa de preço do Mobi e não passar disso. Ai vem a VW e coloca milhares de coisas no carro como motor TSI, versão Cross e Connect e enche de perfumarias e, claro, cobra por tudo isso. Como disse acima, a VW está sacrificando o carrinho, matando ele aos poucos. Seria um excelente city car se tivesse um preço justo.

        • Sem falar no mercado de usados, as vezes fico olhando no webmotors, tem cada pechincha nessa casa entre 50 e 60k que não é brincadeira.
          Por 70k tem Audi A3 e Golf do jeito e cor que quiser, sem falar em carros de outras marcas.

        • Por racional eu entendo entregar o máximo e cobrar o minimo, em comparação com os concorrentes.
          Ao meu ver um HB20 1.6 automatico é bem mais negocio que um UP TSI.

    • E digo que tem que ser mais caro ainda, deveria ser 80k. Por que? Porque brasileiro merece pagar caro. Nada como mostrar um carro novo e caro pro vizinho e colegas do trabalho……….
      Onde tem 56k nesse carro???? aliás qual carro fabricado no Brasil vale o que é cobrado??? onix ltz a 55k!!!! cruze a partir de 89k!!!! só Deus mesmo…….

      • Não posso deixar de parabenizá-lo pela extrema lucidez do seu pensamento, pois se todos os brasileiros pensassem dessa forma, as montadoras não teriam chance com esses preços astronômicos e digo mais, é uma verdadeira extorsão o fazem para o meu querido povo brasileiro, em todos os sentidos. AMO MEU BRASIL, ACORDA MEU POVO !! Carro não é status!! Conhecimento é tudo !! Não gastem seu dinheiro ganho com trabalho duro nessas porcarias!! O usadinho que você tem, o leva para o mesmo lugar, não se importem com os outros, aproveitem essa grana toda com a família, a vida passa rápido, eu já fui vidrado carro mas hoje pra mim é só mais um acessório que tenho em casa. Felicidades a todos vocês. Carro caro desse jeito irreal, não trará felicidades, pelo contrário, a frustração algum tempo depois é certa!

    • Sei que é só um exemplo, mas, por muito tempo pensei em pegar um Focus usado. Vi uns muito baratos e com pouco tempo de uso e pouca quilometragem. Desisti quando vi o desespero do vendedor pra vender. Ou seja, o preço barato é explicado: você casa com ele, principalmente se for o hatch ou vende por muito menos do que pagou.

        • Você. O mercado não. O Focus manual desvaloriza ainda mais do que o PS. Comprar Hatch Médio já é coisa pra corajoso, comprar Hatch Médio, usado e manual é pra quem não dá valor pro dinheiro que tem.

          • Eu não esquento a cabeça muito com isso. Se o carro for bom e estiver dentro do meu orçamento, eu compro.
            Meu atual veículo, por exemplo, é um Civic LXL geração 9 manual 2012. Peguei ele em 2014 por R$ 52 mil, com apenas 20 mil km e muito bem cuidado pelo único dono anterior (ainda dentro da garantia de 3 anos).
            Um igual ao meu à época na versão AT saia por cerca de R$ 60 mil, então acho que fiz um bom negócio (até porque não faço questão alguma de câmbio automático).
            Se aparecesse um Focus MT pouco rodado, por um preço bacana e ele atendesse às minhas necessidades, compraria sem medo.

    • Mesmo “enfeitando” o carro ainda assim acho que as vendas não vão decolar. Era pra ser o carro de entrada da VW, porém o brasileiro não gostou desse estilo quadradão. Agora a matca volta atrás e tenta reposicioná-lo num nicho perigoso. A concorrência oferece coisa mais interessante pelo mesmo preço.

  • Acho q 45 mil no tsi completo ( at ,direcao r vidro ) pra mim esta “bom” , ate pq esses mil aplicados tem o fator seguranca onde ele he muito bom em cidades q Geralmente EU Ando em 60 a 80 km/h … Com certeza nao tem Onix,gol, ka certo pra mim . Ou ele ou um semi novo

  • Algumas coisas pequenas afastam alguns compradores do up!, como ajuste de altura do cinto de segurança, ou as portas com metal aparente.
    No mais, um excelente carro, mesmo com essas lanternas traseiras em fita isolante.

  • Gostei desse novo interior, apesar de usar o mesmo volante do Golf em tudo que é carro já ficou batido, VW esta uma mesmice e cansa com esse visual igual em todos os modelos ate o Arteon sofre com isso, mas tem uma leve melhor na versão R_line .. Enfim carro esta ótimo e como produto novamente a VW manteve a qualidade, porem não vale o preço cobrado, sei que todo e qualquer carro no Brasil esta caro, mas isso não é desculpa, não é de hoje que a VW extrapola em seus devaneios de preços no Brasil !!

  • Já dirigi o aspirado e achei muito bom. Imagino que o TSI seja bem legal de dirigir… mas o preço tá exagerado. Muita gente pode achar besteira, mas acho ridículo um carro custar mais de 56k na versão completa e ter vidros a manivela nas portas traseiras.

  • Por que não avaliam a versão mais xexelenta, Take?
    Se nesta versão o carro convencer, aí sim pode-se dizer que é um sucesso.
    No KA 1.0 a versão de entrada pouco se difere da top, onde se adiciona nada em relação à performance e apenas alguns adornos de conforto…
    Se no KA a versão de entrada básica já é muito boa, com certeza a top terá grandes chances de agradar mais ainda.
    Avaliar o TSI com todos os opcionais, caro pacas, não convence a galera que só tem o cascalho pro veículo de entrada.
    É apenas uma sugestão!

  • Deixa ver se eu entendi… Ele veio para substituir o Gol G4 e ser o carro de entrada. Agora recebeu umas perfumarias baratas e passou a ser premium acima do Gol G5… Acho que a VW adora enganar os brasileiros mesmo… Eu jamais confiaria nessa marca!

    • Isso não vai dar certo, vai parecer a Fiat com o Uno. Para ficar acima do Gol, é preciso oferecer mais. Não adianta só oferecer o motor melhor, e ainda ter menos espaço.

  • Fiz um test drive de uns 10km no novo Move Up! TSi, e no geral gostei do carrinho.
    Motor potente, elástico e silencioso, comandos relativamente macios, bom silencio interno, volante multifuncional em couro, luz ambiente e acabamento bom.
    Demorei a me acostumar com o câmbio de relações muito longas, quem vem de um 1.0 das antigas apanha das marchas e acaba dirigindo com rotações muito baixas.
    A 130 km/h em um trecho de estrada o Up! foi tranquilo e sem demonstrar esforço, mas, sempre devido as marchas longas, se você estiver a 80~90 km/h atrás de um caminhão, pra ultrapassar com vigor é necessário reduzir pra terceira.
    Ponto negativo foi o isolamento acústico em relação ao escapamento. Revezei o volante com um amigo durante o test drive, e quando sentei atrás me incomodou um pouco o barulho do escapamento que vinha de trás da minha cabeça em baixas velocidades e no para/anda da cidade.
    O carro que testei estava saindo por 52.000 R$, achei que não vale a pena, apesar das qualidades do carro, pois você fica achando que ta “faltando carro” pelo valor, tanto em sofisticação (lataria a vista, bancos inteiriços e com trilhos sem capas etc etc) quanto em tamanho e aparência.
    Poxa, você vai na Hyundai e por 49.830 R$ sai de HB20 1.0 Turbo Confort Plus, que já dirigi também (ou por 52.380 leva o HB20 1.6 128cv 6 marchas) e dá um banho enorme em refinamento, conforto, aparência e acabamento no Up!, compensando amplamente o desemprenho e consumo inferiores.

  • Não adianta nada ser referencia em um monte de coisas e não ter preço. Não entra na minha cabaça pagar 55 mil e m um carro pequeno, motor 1.0 (mesmo que seja turbo, não encarece tanto para uma montadora, é o preço do diferencial só). A VW poderia vender bem mais, mas não quer, decidiu partir para a tática de fazer parecer um carro premium – tipo fiat 500 – não sei se vai dar certo. O fiat Mobi apesar das criticas esta vendendo mais, alem de ser um projeto mais barato, o que melhora os lucros, o impressionante é saber que tem muita gente trocando Gol, Onix por Mobi kkkk, a crise tá ai, e tem gente querendo gastar o minimo possivel, caso em que o Up não faz mais parte.

        • Cara você está falando sério?
          Olha tirando as marcas chinesas, eu coloco a VW como a marca com os veículos mais problemáticos no nosso mercado, e falo por conhecimento de causa, tinhamos uma locadora de veículos aqui em Fortaleza com 8 GM Classic, 1 Fiat Doblo e 2 VW Voyage advinha com quais carros tive problemas? Exatamente com os 2 Voyage.
          Recentemente levei minha pickup para fazer a troca dos fluidos do cambio automático, caixa de transferência e diferenciais, pois bem para fazer esse tipo de serviço de forma bem feita levei em uma oficina especializada em câmbios aqui de Fortaleza e olha os carros que tinham lá com problema: 1 Duster (AL4), 1 C4 (AL4), 306 (AL4), 2 Up (I-motion) e 1 Golf TSI (DSG). Claro que tudo isso pode ser coincidência, mas todos esses exemplos eu vivenciei, ninguém me contou.

  • A VW pode chamar Urubu de arara azul o quanto ela quiser, interior com lata aparente, bancos baratos e sem revestimento no porta malas, não vai ser premium nunca.
    Pessoal na VW não entendeu que os anos 90 já acabou.

    • Já dirigi os dois em test drive mesmo e se eu tivesse que dar 60 mil num carro agora, com certeza levaria o Sandero R.S., espaço interno infinitamente superior, interior muito mais bem acabado, visual tão interessante quanto e pelo menos tem saída de ar central no painel.
      Vou perder aí uns 4 km/l na cidade e uns 6 na estrada, mas pelo menos vou ter um carro que não aparece lata por dentro e leva 5 pessoas de verdade.

  • Na boa bancos bem escrotos essa lata aparecendo dá até arrepio nos braços imagine no frio, e sem contar um carro tido como foguetinho por alguns com freio a tambbor na traseira é meio relaxo, bom ainda é um carro mediano e caro.

    E não se enganem nas lojas esse carro passa dos 58 mil o mais barato

  • Gostei do Up! após a reforma, mas essa lanterna traseira ficou muito feia. Também não gosto desse suporte de celular no painel, acho que passa um ar de gambiarra ao interior do carro…

  • Não sei se não administro bem meu dinheiro ou se realmente o dinheiro perdeu valor.

    Já comprei uma vez um carro zero, financiado em longos 72 meses, mas hoje em dia dando entrada, fica uma fortuna o valor da parcela para pagamento, mesmo eu ganhando três vezes mais que outrora não tenho coragem de assumir um compromisso financeiro assim. Fico com um carro usado que consigo pagar a vista e ir trocando aos poucos.

  • Quer ser Premium, mas tem um detalhe no painel que me incomoda demais: aquela alavanca de mau gosto pra contar a recirculação do ar. PQP… meu Fit EXL 2015 era assim. Frustrante.
    Mas no Up os comandos aparentam muita fragilidade no melhor estilo “Celta”
    Por fim, deveria ter 6 marchas. Quero um carro de 6 marchas.

  • Esse carro para mim ( já tive um tsi) só nao é perfeito por dois detalhes.
    1) Falta a opção pra desligar toda a assistencia eletronica sem sacrificar o ABS
    2) o cambio tinha q ser 5-7% por cento mais curto.

  • O presidente da VW do Brasil disse que o tíquete médio da marca era muito baixo e ele faria um aumento nesse valor, parece que já está cumprindo

  • O que era para ser um subcompacto de entrada da VW agora foi transformado em sub de luxo. Pagar mais que 45 k por um Up! é loucura! A Volks vai continuar não tendo números expressivos e a concorrência vai nadando de braçada. Parece que a VW faz questão de matar o Up! aos poucos.

  • Me dá agonia quando colocam o up! como rival do Mobi. O up! tem 2.42 m de entreeixos contra 2.30 m do mobi. É uma medida de entreeixos 5 cm maior que a do Uno e a mesma do Palio.

  • Já trabalhei como soldador na Audi vw, me revoltava ver a diferença de qualidade entre um produto interno é um produto exportação o qual era muito superior tanto em termos de tecnologia embarcada, nas questões de segurança quanto diferença de motor. Isso sem falar na questão do preço, o exportação top, ainda era mais barato do que a porcaria que era vendida pra nós brasileiros.

  • O principal problema dos carros vendidos no Brasil é o preço cobrado! Os carros são bons, no entanto as montadoras, sabendo que o brasileiro engole o preço, se endividando, muitas vezes deixando de viver outras experiências para pagar o bendito carro, se aproveitam para extorquir o trabalhador com essa cultura pobre de que carro é status e tal, pessoal, não se sacrifiquem por causa de um carro, vale mais um usadinho completo, pra vc rodar por aí, deixem os preços despencarem, abram a mente meus irmãos!! Felicidades!! Guardem o dinheiro, os preços vão cair!!!!

  • De um modo geral, os carros no Brasil são vendidos com 25 mil reais a mais do que a realidade por aí a fora !! Infelizmente ainda tem gente que aceita tais condições. ACORDA MEU POVO QUERIDO!!!

  • Vei, esse carro custa 56mil e tem vidro manual? É SÉRIO?!!!

    Tenho muita vontade de ter um TSI, mas por esse preço dá mais futuro pegar um HB20 turbo, mesmo o motor não possuindo a qualidade do TSI.

  • Nao. Os freios nao sao apenas suficientes. Os freios sao excelentemente bem dimensionados. Pinças ATE. Participei de 4 track days sem dó com o conjunto de discos e pastilhas original e rodei mais 10 mil KM, gastou só 40% das pastilhas.
    A coisa ruim desse carro sao os pneus vagabundos originais q tem índice de traçao B

  • Realmente o carro tem seus pontos positivos: segurança, mecânica e projeto moderno (dirigi um 1.0 3c). Porém, tem itens que são realmente impossíveis de serem aceitos. São eles: bancos padrão Chevette 1982, sem saída de AC frontal, espaço interno traseiro do Ford Ka geração 1 (só cabe realmente duas pessoas – deveria ter sido homologado para 4 pessoas) é o principal, preço absurdo pelo que oferece.

  • Temos 2 up tsi em casa. Comprados aproveitando o nível de segurança, dirigibilidade e praticidade com um custo adequado.

    A crescente subida da tabela da vw acabou inviabilizando o carro. Que é de longe um dos melhores produtos do mercado.

    O mais ridículo de tudo foi a retirada do save sem ao menos revestir o porta malas com tecido.

    Péssimo. Não vi sentido e não gostei.

  • Virou carro de nicho, não vai ter volume mermo, então ganha na unidade… pq em sã consciência, pagar isso em um up, podia ser motor de avião, mas tendo 208, new fiesta, até fox… a VW sempre surpreendendo

  • O que mais me incomoda, ainda mais que o preço, é entender o motivo pelo qual a minha integridade física não vale NADA para NINGUÈM. Quer dizer, para a minha família e meus filhos a minha vida não tem preço, ou seja, tanto faz os 40, 50 ou 60 mil gastos na compra de um carro, porém, para as fabricantes de Fox, HB20, Onix, Gol, Palio, Uno, March, Versa, 208, C3, Sandero eu não tenho valor algum pois todos estes veículos apresentaram um Crash test que protege minimamente as pessoas da frente, e se os seus filhos vão no banco de trás, meus pêsames. O fato do Up ter alçado o nível de segurança de um Corolla ocorreu tão somente por ser um projeto de origem européia, pois se esse projeto fosse original do Brasil, como é o caso do HB20 que mesmo sendo um projeto mais recente, não entregaria mais do que três estrelas no teste. Concluo, deixando de lado a estética, espaço interno, beleza, pós venda e afins, se a sua preferência como a minha for por um caro zero até uns 55mil, hoje apenas o Up iria para a minha garagem, infelizmente, não tenho mais uma única opção, afinal, nem eu, nem meu dinheiro e nem os meus sonhos tem valor para as fabricantes de carro no nosso país. Desculpem o desabafo.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email