*Destaque *Featured Avaliações Lançamentos Sedãs Volkswagen

Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

Depois do retorno do Polo, sua versão sedã chega ao mercado, mas a situação agora é outra. O nome foi embora e surgiu Virtus, uma nova denominação para um modelo que é um pouco mais do que simplesmente o três volumes do famoso hatch.



Com linhas elegantes e funcionais, o Virtus aparece no momento em que a marca quer virar a página e assumir uma postura mais agressiva, algo que não é de costume da empresa. Para aproveitar a ocasião, a Volkswagen decidiu que não seria apenas um Polo com porta-malas saliente, mas um produto melhor que isso.

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

Assim, o Volkswagen Virtus aparece como um sedã compacto “grande” com 4,48 m de comprimento e, para corresponder ao acréscimo de tamanho, um entre-eixos mais longo: 2,65 m. Isso deu ao novo carro mais espaço no banco traseiro e um porta-malas de respeitáveis 521 litros.



Tudo isso com a mesma arquitetura do Polo 2018, seja em conteúdo, sofisticação, segurança e performance. Nesse caso, compartilha com o clássico alemão os motores 1.6 MSI e 1.0 TSI. Neste último caso, o usado na Avaliação NA é a versão Highline quase completa, que custa R$ 84.790 (sem incluir a pintura), mas que pode chegar a R$ 87.040 com tudo dentro. E como é no dia a dia?

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

Por fora….

Com frente de Polo 2018, o Volkswagen Virtus 2018 é uma reprodução do hatch da parte frontal até as colunas B. O design é esportivo e a frente é curta, com balanço igualmente pequeno. Os faróis duplos são agressivos e os LEDs diurnos com os faróis de neblina dão um toque a mais no conjunto.

As rodas de liga leve são exclusivas, embora pareçam muito com as do Polo 2018. Tem um desenho fluído e aro 17 polegadas na versão avaliada, sendo opcionais, é claro. Os pneus são mais largos, uma das poucas diferenças em relação ao hatch.

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

O material rodante parece grande demais para o sedã e passa a impressão de que o Volkswagen Virtus é menor do que realmente é. Os retrovisores com luzes de direção são pequenos e semelhantes aos do Audi A3 Sedan. O aplique lateral nos para-lamas com a inscrição da versão parece agora padrão nos novos VW, pois também está no Novo Jetta, agora um irmão maior do Volkswagen Virtus.

A silhueta da carroceria, com leve queda sobre a tampa é atraente, assim como o conjunto traseiro com lanternas duplas e escurecidas, bem como os faróis. Elas também lembram o pequeno sedã luxuoso do grupo alemão. O para-choque com detalhes cromados realça o conjunto do Virtus.

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

Por dentro….

Mesmo não tendo mais aquele acabamento premium do antigo Polo Sedan, o Volkswagen Virtus Highline 2018 não é de todo ruim nesse aspecto. A nova realidade não emprega materiais nobres ou sofisticados, mas aposta numa impressão visual melhor e em conteúdo high tech para compensar essa redução de custos.

Então, vale adicionar um cluster digital com tela de 10,25 polegadas e mais de 100 configurações possíveis no display, que tem basicamente três padrões de visual, incluindo uma vistosa (apenas no navegador, diga-se de passagem) tela inteira, que chama atenção de qualquer um. Dá um status a mais ao sedã, sendo um item que só existe em modelos mais caros da marca, e também, claro, no irmão Polo. Com alguns toques, muda-se rapidamente o estilo do painel, mas é preciso tempo para decorar tudo…

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

A multimídia Discover Media já é conhecida, mas aqui no Volkswagen Virtus Highline 2018 ela tem sensor de aproximação e integração com o Active Info Display, trocando dados com a instrumentação digital.

O sistema Think Blue chama mais atenção pelo visual do que pela funcionalidade, o mapa nativo é muito objetivo, embora o motorista possa usar ainda Google Maps e Waze. Não será por falta de mapa que alguém vai se perder com o Virtus… O pareamento com smartphones é imediato e sem firulas. A câmera de ré tem visualização boa.

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

No porta-luvas, CD e duas entradas SD, fora iluminação e refrigeração, o que é bom. O ar-condicionado automático também cumpre bem sua tarefa, assim como as três entradas USB. O apoio de braço ajustável no meio é outro ponto positivo. O volante “do Golf” tem boa empunhadura e ajustes completos, algo que faltou no MSI.

Atrás, o espaço é “para chinês ver”, visto que são eles que andam mandando no alongamento de sedãs ultimamente e o Virtus parece um candidato fortíssimo à cidadania chinesa. É bem amplo mesmo para uma pessoa alta, tendo ainda boa altura e largura suficiente.

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

As saídas de ar condicionado traseiras do Virtus dão mais conforto, enquanto as luzes de leitura proporcionam mais comodidade. Já o porta-malas é “para brasileiro ver” com seus 521 litros, mais separador de bagagem, rede, banco bipartido e banco do passageiro rebatível para caber tudo o que for possível dentro, de sacolas de compras do dia a dia ao caiaque do fim de semana.

Com o preço cobrado e a boa impressão que temos do Volkswagen Virtus Highline 2018, alguns itens que faltam poderiam muito bem fazer parte do pacote, tais como rebatimento elétrico dos espelhos, teto solar elétrico, apoio de braço no banco traseiro e ar dual zone, por exemplo, mas infelizmente sabemos que isso colocaria o sedã em rota de colisão com o Jetta antigo e também com o próximo, que deverá ser bem caro.

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

Por ruas e estradas….

Era uma vez um up! TSI que mudou a história toda… Pois bem, o que era bom ficou melhor no Golf e posteriormente no Polo 2018, sendo repetido agora a bordo do Volkswagen Virtus Highline 2018. Afinal, depois de três hatches, agora temos um sedã “mil”.

Com seus 4,48 m de comprimento e 1.192 kg, o Volkswagen Virtus 2018 se sente à vontade com o pequeno três cilindros dotado de turbocompressor, intercooler e injeção direta flex. Ou seja, modesto no volume, mas completo no pacote. São 116 cv na gasolina e 128 cv no etanol, além dos ótimos 20,4 kgfm a partir de 2.000 rpm, mas sentidos já aos 1.500 rpm.

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

Mesmo apenas com gasolina, o EA211 R3 esbanja desempenho e até dispensa o uso de etanol para fazer algo que surpreenda o condutor. Ele já cumpre muito bem sua missão com o derivado de petróleo, claro, onde exatamente ocorre o ponto de união entre os dois mundos: performance e economia.

Mas, para quem não está acostumado com três pistões subindo e descendo, o 1.0 TSI não esconde sua vibração natural logo que se tira o pé do freio. Não é macio, mas a sensação passa na mesma rapidez com que o ronco grave, misturado com a batida descompassada desse tipo de motor, aparece. Com ela também vem a força e o ganho em velocidade, que empolgam qualquer um. Ainda mais quando se sabe que há um humilde 1.0 sob o capô. O vigor do pequenino contagia.

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

O giro sobe rápido, mas as marchas também não demoram e logo já se está rodando a 110 km/h em sexta, com o ponteiro marcando 2.100 rpm no cluster digital. O propulsor casou bem com o câmbio Tiptronic e ambos criam possibilidades que vão da frugalidade ao desempenho com direito a corte de giro.

Não chega a ser necessário intervir nas trocas usando a alavanca ou mesmo os paddle shifts no volante, mas quem quiser ir aos limites do Volkswagen Virtus Highline 2018, os recursos são ótimos, assim como o modo Sport, que faz o ponteiro virtual manter-se sempre no alto. Ao mesmo tempo em que o sedã se torna gostoso de acelerar, ele também confere conforto ao dirigir sem pressa.

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

O bom torque em baixa ajuda o motor não ficar gritando em busca de força nas trocas, ele nem mesmo necessita que o condutor afunde o pé para ultrapassagens ou saídas de semáforo, exceto se quiser mesmo deixar muita gente para trás. O tempo de 9,9 segundos de 0 a 100 km/h está bom para as pretensões familiares do Virtus.

Falando em consumo, quer saber quanto ele faz? Bons 11,9 km/l na cidade e ótimos 16,5 km/l na estrada, melhor que o Polo Highline que avaliamos anteriormente. Esse é o melhor de um dos mundos do Virtus, que anda mais do que muito sedã com motor bem maior.

Com o bom conjunto motor/câmbio, o Virtus Highline 2018 tem ainda uma direção elétrica bem confortável e precisa, além de muito progressiva. Os freios atendem bem o conjunto, tendo ainda discos nas rodas traseiras e os assistentes eletrônicos. Como já falamos, a estabilidade em curvas e desvios de direção é um dos pontos de destaque do sedã. Os pneus largos de medida 205/50 R17 ajudam muito nisso.

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

Já a suspensão tem uma calibragem boa e filtra bem certas irregularidades e alguns tipos de asfalto, mas diante de buracos e depressões grandes, mostra-se um pouco arredia, pulando com certa frequência. No geral o conjunto agrada, mesmo rodando em bloquetes e paralelepípedos. Asfaltos ruins também não são páreos, apenas fica a dica diante dos famosos e terríveis buracos.

Carregado com lotação máxima e algumas bagagens, o Volkswagen Virtus Highline TSI se comporta bem e não fica pedindo marcha para poder deslocar o peso extra. O 1.0 TSI sobra mesmo nessa situação, enquanto a condução se mantém firme e agradável. No geral, agradou muito.

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

Por você….

O Volkswagen Virtus 2018 é uma alternativa não apenas boa, mas atraente para quem busca um sedã compacto com espaço de médio e mais, também com o melhor de dois mundos, proporcionado pelo motor 1.0 TSI e agora com o câmbio Tiptronic, que mesmo não sendo um DSG, cumpre bem sua tarefa.

Nessa versão Highline, o Virtus é tentador com o conjunto completo, mesmo sem os bancos em couro. O Active Info Display, bem-casado com a Discover Media, forma um casal que o condutor e passageiros vão admirar por um bom tempo.

Pena que muitos itens que deveriam ser de série em um carro de R$ 80.000 são opcionais. Não dá para deixar de pensar que até mesmo os sensores de estacionamento, chuva e faróis não vêm de série. Como assim? Mas o pior mesmo é a falta de um indicador de pressão dos pneus, um item que se tornou de fábrica na concorrência, que ainda tem Start&Stop, embora o Virtus TSI não exija tanto tal recurso para ser econômico.

volkswagen-virtus-highline-2018-avaliação-NA-23 Avaliação: Volkswagen Virtus Highline TSI chama atenção pela dirigibilidade e economia

Porém, o preço que pode chegar a R$ 87.040 completo, acaba se tornando um empecilho se o comprador visualizar o segmento médio, que naturalmente tem mais recursos. A diferença é pequena e ele já fica mais caro que algumas opções de segmento superior.

De todo modo, cada um sabe o que é melhor para si e escolher o Volkswagen Virtus Highline 2018, desde que completo, não será nada ruim. Afinal, tem itens exclusivos, anda bem, bebe pouco e ainda por cima oferece o espaço que muitos desejam.

Medidas e números….

Ficha Técnica do Volkswagen Virtus Highline 200 TSI 2018

Motor/Transmissão

Número de cilindros – 3 em linha, turbo, flex

Cilindrada –999 cm³

Potência – 116/128 cv a 5.500 rpm (gasolina/etanol)

Torque – 20,4 kgfm a 2.000 rpm (gasolina/etanol)

Transmissão – Automática com seis marchas e mudanças manuais na alavanca e paddle shifts

Desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h – 9,9 segundos (etanol)

Velocidade máxima – 194 km/h (etanol)

Rotação a 110 km/h – 2.100 rpm

Consumo urbano – 11,1 km/litro (gasolina)

Consumo rodoviário – 16,5 km/litro (gasolina)

Suspensão/Direção

Dianteira – McPherson/Traseira – Eixo de torção

Elétrica

Freios

Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus

Liga Leve aro 17 com pneus 205/50 R17

Dimensões/Pesos/Capacidades

Comprimento – 4.482 mm

Largura – 1.751 mm (sem retrovisores)

Altura – 1.472 mm

Entre eixos – 2.651 mm

Peso em ordem de marcha – 1.192 kg

Tanque – 52 litros

Porta-malas – 521 litros

Preço: R$ 79.990 – Versão avaliada: R$ 84.790

Volkswagen Virtus Highline TSI 2018 – Galeria de fotos

5.0

COMPARTILHAR:
  • Lex

    Eu sou saudosista demais ou voces tambem sentem falta de AO MENOS as rotacoes serem em um ponteiro ‘normal’?

    • Eduardo Canedo

      pra mim o como é o painel de instrumentos, é o de menos …o que me preocupa, é essa fascinação do brasileiro pelo cambio automático,.
      O que eu sinto falta, é do cambio manual.

      • Ricardo

        Com certeza! Isso é uma das provas que brasileiro não curte carros como diz a lenda!

        • FocusMan

          Cambio automatico virou simbolo de status. De vez em quando escuto: como você comprou um Focus manual?

          • Racer

            Mas pra quem ainda quer um carro MT…tá difícil. Só os básicos… O único que tem MT (e só MT) na versão top é o 2008, se não me engano.

            • MauroRF

              Sabe um carro que guiei MT e gostei? O Civic Sport 2.0. Ele com MT parece outro motor em relação ao CVT e até mesmo ao AT5 da geração anterior. Tente experimentar um, se possível. Claro, não é aquele canhão igual a um turbo, mas proporciona bastante diversão por praticamente o mesmo preço desse Virtus. O Lounge também é outro que gostei de guiar, apesar de ser AT, o desempenho dele é muito bom, e também custa o mesmo que o Virtus.

              • Cristiano_RJ

                Tenho muita vontade de guiar um Civic 2.0 M/T. Infelizmente locadoras não disponibilizam esse tipo de carro.

              • ViniciusVS

                Qualquer Honda com câmbio Manual de fato é mais divertido, isso vale até para o Fit… Tenho o Civic 2.0 com esse AT5 e ele de fato patina bastante e não trabalha no giro ideal, o MT 1.8 conseguia ser mais forte que o 2.0 AT5 mesmo com a diferença de 15cv e 2kgfm

              • Sedici

                Tem que gostar muito de telas coloridas ou do fator “novidade” pra preferir um Virtus a Civic Sport ou um Lounge, sendo ambos equivalentes em preço.

            • Leandro

              E só tem manhal porque o auto nao cabe no cofre do motor…

              • Rafael Lima

                Por pouco tempo, pois a Aisin tem um novo AT6 bem compacto que vai equipar o C4 Cactus 1.6 THP aqui e mais tarde o facelift do 2008

          • Ricardo

            Gente que tem preguiça de dirigir também!

            • mariostefa

              experimente o transito de São Paulo capital, na hora do rush, vc vai adorar ter um câmbio automatico

              • Ricardo

                Sim, daí pego uma rodovia simples e fico me fodendo para ultrapassar!

                • mariostefa

                  Me desculpe, com meu C4 Lounge THP não tenho esse problema

                  • Edson Fernandes

                    Nem eu com meu Fluence tenho essa dificuldade….

                • Neto

                  Pelo contrário, meus automáticos, aspirado e turbo sempre me deram maior segurança do que os manuais que tive!

                • Cristiano_RJ

                  Mais um preconceito seu. Quem disse isso para você? Estou no meu 4º carro automático e nunca passei perrengue para ultrapassar. O que vai ser determinante nesse aspecto é a motorização do carro que você escolher. Compre um carro com motor adequado e o fato de ele ser automático não irá prejudicar em nada as suas ultrapassagens.

                  • Ricardo

                    Andei de carona num Civic automático, que é relativamente potente, e sofria nas ultrapassagens!

                    • Christian Balzano

                      Muita gente não sabe usar câmbio automático, não sabe pra que serve o D1, D2, D3, S, L, Overdrive… cada um funciona perfeitamente para qualquer condição que o carro precise. No caso da ultrapassagem no Civic usava D3, a rotação subia a 4000 rpm onde está toda a potência do motor, a ultrapassagem acontece tranquilamente.

                    • Edson Fernandes

                      Pera… em DRIVE também pode! Use o kick down! Senão quiser, apenas pise mais!

                      O problema que eu vejo nas pessoas é o fato de achar que cambio automatico tem que se comportar como é um carro de cambio manual. Eu concordo que eu achei o Civic 2.0 estranho: Ele tem muito bom torque em baixa e qdo se aumenta o giro, não parece que ele tem toda aquela força que se esperaria, mas sem duvida está longe de ser ruim.

                • ViniciusVS

                  Ricardo, você provavelmente usou câmbio AT antigo, carros AT mudaram bastante.

                • Djalma

                  Nada disso, os automáticos, com raras excessões, retomam mais rápido que os manuais.

                  • Ricardo

                    Só se for DSG!

                • D136O

                  Fora subir descer serras onde vc tem que moer as pastilhas de feio antes das curvas pra não entrar com o carro solto.

                  • Edson Fernandes

                    Nunca tive dificuldade com meu Fluence que é CVT! Ele faz o freio-motor sozinho, mas se quiser ainda posso usar o sequencial.

              • Neto

                Quando eu tinha carros manuais achava o máximo, depois que tive meu primeiro automático nunca mais quis ter um manual! Sim eu moro na capital Paulista!

                • Djalma

                  Pessoas que conheço dizem a mesma coisa.

            • Cristiano_RJ

              Essa sua frase, além de não representar a realidade, demonstra um preconceito extremo. Para quem dirige nas grandes metrópoles, especialmente as do 3º mundo, tem no câmbio automático um alívio ao sofrimento diário de passar horas no trânsito pesado.

          • Cristiano_RJ

            Discordo. Carro automático era símbolo de status quando estes estavam restritos a carros de luxo e importados. Mesmo entre os sedans médios e SUV’s, o câmbio automático era um opcional caro e só disponível nas versões mais caras. Naquela época sim, eles eram símbolo de status. Hoje em dia é uma tecnologia largamente disseminada e acessível. Praticamente todos os carros populares já dispõem de pelo menos uma versão com câmbio automático ou automatizado. Longe de ser símbolo de status, hoje trata-se apenas de um item de conforto. Nada mais que isso.

            • FocusMan

              Você n entendeu meu comentário.

            • Edson Fernandes

              Chegava a custar na diferença de preço 1/3 do carro em epoca.

              Teve carros como Omega, que ele custa 30% do carro!

          • Djalma

            Não vejo como status e sim evolução.

        • ViniciusVS

          O mundo inteiro abandonando câmbio manual e o problema é o Brasileiro?

          Ricardo, gostar de carro vai muito além de ficar passando marcha no trânsito.

          • Ricardo

            Tem razão! Gostar de carro é uma coisa, prazer em dirigir é outra e prazer em pilotar é outra.

            • CharlesAle

              Eu tenho um amigo admirador de câmbios AT, mas como todo dia pega trânsito, ele tem um carro automático. Mas nos finais de semana, tem um “velho” GTS 91 inteirasso. Fica o final de semana inteiro curtindo o cÂmbio excelente do GTS..

              • ViniciusVS

                É o que eu faço, quando quero curtir um MT, estou em paz em outra energia ai eu pego o Santana, quando estou no meio da semana e preocupado em resolver outras coisas e com a cabeça cheia, pego o CVT que uso no cotidiano. Gosto dos dois carros, vai do momento.

                • CharlesAle

                  Sim.Ele tem esse gol a muitos anos..Foi tirado zero por um parente dele que trabalhava na VW à época… Mora em SBC mas trabalha na capital. É meu amigo desde a adolescência..

            • Edson Fernandes

              Nenhum prazer do mundo faz vc dirigir num transito travado todos os dias.

              Você pode ser o maior gearhead da Terra… se isso acontecer somente no transito, vc verá que o automatico não é ruim. Você diz isso porque por onde anda vc tem possibilidade de andar tranquilo e qdo quiser, pode tocar mais forte e escolher as marchas.

              Isso não é uma realidade tão grande para muita gente, eu incluso.

              • Ricardo

                Gosto muito de Track Days e pegar rodovias e queira ou não queira câmbios automáticos limitam muito o desempenho dos carros, com exceção do DSG, comparado com manuais, basta ver e confirmar em testes no youtube.

                • Edson Fernandes

                  Tá… aí vc joga qtos % do seu tempo vc está em uma pista de track day e rodovias para justificar que o prazer da condução é totalmente compensador em detrimento do uso no dia a dia.

                  Eu uso meu carro e 90% do tempo em cidade com transito travado. Os 10% pra mim, não compensa ter então um carro que me traga diversão apenas nesses 10%. Entretanto, sempre cito que meu caso eu iria preferir preparar meu carro (na verdade um segundo) para então ter esse carro de diversão. Seria subutilizado, mas teria potencial para preparação justamente por esse motivo.

                  • Ricardo

                    DSG contemplaria tudo isso!

                    • Edson Fernandes

                      Bem… se a VW tivesse peito de manter o DSG 7 no golf ou ao menos colocassem o DSG 6 nele… eu concordaria contigo. Mas hoje… é Golf tiptronic por exemplo.

          • Dario Lemos

            ViniciusVS, eu gosto de um carro com um conjunto motor/câmbio manual bem acertado mas você tem razão, ficar trocando marchas nesse trânsito infernal do dia a dia nas cidades é uma tortura e sabe-se lá por quanto tempo levaríamos para chegar ao destino; por exemplo, quando estive em São Paulo, escolhi mal a hora de sair e acabei levando mais de 1h 30min indo da Bela Vista ao Brooklin à bordo de um Golzinho manual.

          • Eduardo Canedo

            ViniciusVS , mundo inteiro abandonando carro manual ?..onde isso ?….eu assisto alguns videos europeus onde eles testam carros novos ( assim como faz os youtubers brasileiros) são raros os carros com cambio automático. Se vc está comparando com EUA, sinto em lhe dizer, mas EUA não é o mundo todo.
            E tem mais ….uma vez eu assistindo um youtuber brasileiro que vive no EUA, e ele comentou que os carros sai por padrão com cambio automático, mas se vc quiser um modelo com cambio manual, a concessionaria faz o pedido na fabrica. Diferente do Brasil, caso se eu quiser um carro completo topo de linha com cambio manual, nao tenho essa opção.

            • Rafael Lima

              Até na Europa houve um aumento no numero de carros com câmbio automático, aqui houve aumento de 40%, pq vc acha que até os segmentos mais baixos tem nem que seja um automatizado?

        • Alessandro

          nao é so brasileiro é tendencia mundial, agora que estamos chegando no nivel do resto do mundo de aceitaçao do automatico, nem mesmo esportivos estao sendo vendidos manuais infelizmente.

          • Ricardo

            Nos EUA esportivos são manuais!

            • Alessandro

              So os americanos mesmo tipo corvete e viper por que os europeus vendidos la sao em maioria automaticos, tanto é que existe uma versao da huracan que manual e custa mais caro.

              • Rafael Lima

                O Corvette tem opção de câmbio automático vendeu mais que o Viper e ele morreu pq só tinha câmbio manual

                • Alessandro

                  Exatamente os fabricantes vendem o que o mercado quer nao o q meia duzia que nao compram os carros querem comprar.

            • Cristiano_RJ

              Cada vez mais as marcas estão adotando câmbios automáticos ou de dupla embreagem nos esportivos e gradativamente abandonando os manuais. Até Porsche e Ferrari estão aderindo. E falando em carros esportivos americanos, o próprio Camaro SS, ícone americano, possui câmbio automático. Só um exemplo, há muitos outros.

              • SDS SP

                Até o Challenger SRT tem transmissão automática.
                Quem quiser uma dose de emoção, os paddles shifts estão aí para serem usados.

                • Cristiano_RJ

                  Cara, os paddle shifts conseguem mudar consideravelmente as sensações ao volante. Outro recurso interessante disponíveis em alguns carros são os modos de condução. Para quem veio do Jetta 2.0 TSI a 320i é até meio, digamos, pacata, mas quando a gente anda no modo Sport, o comportamento muda bruscamente. Ok, o consumo vai pro beleléu, mas o carro fica bastante arisco e divertido.

                • Djalma

                  Golf GTi também.

                  • SDS SP

                    Mas à discussão é sobre esportivos estadunidenses.

              • Ricardo

                Ferrari, infelizmente, já abandonou o opcional de manuais há tempos, mas todos os esportivos americanos e alguns Porsches e Audis têm a opção de manual!

            • Rafael Lima

              Camaro tem opção de cambio AT de 10 marchas assim como o Mustang em toda linha, a SVT Raptor só AT10, a linha Hellcat todos tem opção AT8, Corvette também tem opção AT, a maior reclamação do Viper advinha? Só tinha opção de câmbio manual, Cadillac CTS V e ATS V usam apenas o AT8, Dodge Demon apenas câmbio AT

              • Ricardo

                Mas todos têm a opção de manual, inclusive alguns europeus como Porsche também! Agora impor automático é de foder!

                • Rafael Lima

                  Advinha qual vendia mais, pq a Porsche vendia só com o PDK? Pq eles vendiam mais que as versões mecânicas, as outras marcas a mesma coisa, pouquíssimos compram carros caros e esportivos com câmbio manual, as vezes não vale nem a pena produzir pq não vai se pagar na linha de montagem. Quem compra é o filho rico do empresário que ganha uma Ferrari nova aos 18 anos, o músico, o ator… gente que não se liga em carros mas quer ter um esportivo pq ele pode ter, mas que não vai nem pra pista, usa como símbolo de poder e status, câmbio manual vai morrer nessa categoria, assim como aqui morreu nos sedãs médios, só resta a Honda desligar os aparelhos do Civic MT que não chega nem 5% das vendas

                  • Ricardo

                    Acho que não interessa se tem pouca demanda, essa demanda deve ser respeitada. E tem razão, principalmente aqui no Brasil, quem compra uma Ferrari, 99% são só para ostentar, se quer botam elas num Track Day, nunca vi uma Ferrari num Track Day aqui em Curitiba que têm várias Ferraris, por exemplo. Eu, se comprasse uma Ferrari seria porque eu curto e nunca a usaria na cidade, só em Rodovias e Track Days!

                  • D136O

                    Acho que vc esta misturando varias coisas,
                    Primeiro câmbios em super esportivos automatizados de dupla embreagem e troca ultra rápida são uma solução para necessidade e desempenho destes modelos, e que promoveram uma revolução nesse setor instigando os automáticos a correr atrás surgindo ai caixas AT de 8-10 marchas.
                    Segunda coisa é a preferencia pelo conforto em sedãs grandes que tem publico especifico que prima por esse quesito, acrescentaria fatores culturais com mercados, leia-se EUA, onde automáticos são prediletos.
                    Nesses casos é quase indiscutível a supremacia…
                    Porem por aqui no Brasil até pouco tempo vendia-se velhos AT de 4 marchas, vende-se ainda automatizados problemáticos sem conforto e de manutenção cara em populares, o que faz boa parte dos consumidores correr desses modelos.
                    Alem disso o cambio manual proporciona um recurso a mais de controle do carro e uma resposta muitas vezes mais rápida fazendo com que puristas e entusiastas prefiram o manual, por este motivo geralmente Hot hatches são exclusivamente manuais ou no minimo tem essa opção.
                    Essa discussão de que um é melhor que outro é muito relativa, porem não oferecer uma das opções no nosso mercado é no minimo estranho visto que há demanda de ambas.

                    • Rafael Lima

                      Eu não falei que o AT é melhor, apenas falei que quem compra carros como super esportivos não quer saber de passar marcha, quem compra mesmo, não meia duzia de purista sem dinheiro, diferente dos que comentam em fórum. E não tem mais demanda pra carros MT no Brasil em determinados seguimentos e faixa de preços, você tem que levar em consideração que Médios e SUV compactos vendem mais automáticos que mecânicos, mesma coisa compactos acima dos 60 mil reais.

                    • D136O

                      Bem o que eu quis dizer é que em super esportivos é quase uma necessidade, alem do desempenho um motorista sem preparo teria serias dificuldades para guiar o carro então dizer que quem compra não quer saber de passar marchas não é muito embasado, visto que até F1 é semiautomático por necessidade, e nos ditos vc pode optar pela troca sequencial.
                      Acredito que o que elevou mesmo o numero de vedas de AT no Brasil foi que devido a crise o publico com poder de compra se concentra nas classes mais altas comprando veículos que oferecem boas opções de automáticos e estão dispostos a pagar por ele. Mesmo assim ainda se vende mais MT no Brasil.

            • Ernesto

              Liste os esportivos nos EUA que são exclusivamente manuais.

              • Ricardo

                Para que ser exclusivamente manual!? Só ter como opcional!

        • Cristiano_RJ

          Então estenda isso também para europeus, asiáticos, etc. Americanos nem se fala, porque lá eles até já nem sabem mais guiar carros manuais. O fato é que trata-se de uma tendência mundial e não uma preferência do brasileiro.

        • Paulo Ricardo De Carvalho Sara

          Cambio automático pra quem encara transito e engarrafamento todo dia é um grande adianto. Pq num engarrafamento não tem ccomo passar marchas no tempo… O bom seria ter os dois né

          • Ricardo

            Um DSG compensa o prazer do manual!

        • Djalma

          Lenda mesmo porque até os carros de alto luxo e super potentes hoje em dia são automáticos.

      • Rodrigo Pasini

        Isso não é coisa de brasileiro, é nível mundial.

      • Edu

        O 1.6MSI vem com câmbio manual. Não acho o brasileiro fascinado por câmbio automático, apenas visam o conforto ou até mesmo a necessidade.

        • Eduardo Canedo

          Eu digo que o brasileiro é fascinado pelo cambio automático pelos comentários que vejo, e tbm pelo que os jornalistas dizem. O cambio manual está sendo como carros de 4 portas da década de 80, era totalmente discriminado, era chamado de “carro de taxista”. E hj pelo que vejo é, um carro manual é discriminado, ou algo inferior. Na década de 90 eu ouvia muito dizer em que carro automático era “carro de aleijado”. Uma coisa que sempre achei legal naquela época, carros de 4 portas e carros com cambio automático.
          Eu penso da seguinte forma. A pessoa compra aquilo que deseja. Se a pessoa quer comprar um carro com cambio automático, seja por qual motivo for, ótimo, tem inúmeras opções de modelos e acabamentos e pra quem quer um carro de cambio manual, ótimo tbm, tem que ter inúmeras opões e acabamentos.
          O meu questionamento é, pq a imprensa não diz, por exemplo, do Virtus da seguinte forma : “o Virtus 1.0 TSI carece de um cambio manual”. Não, o que eu vejo é : ” O Virtus MSI não tem cambio automático”, como que se caso o carro não tem cambio automático está faltando alguma coisa.

          • Rafael Lima

            Pq acima dos 65 mil é dificil justificar a compra de um carro manual, vendem pouco

          • Edu

            Entendi. Na verdade tenho dois MT mas pretendo trocar um deles por AT, minha esposa dirigiu um e ficou “fascinada”. rsrs

          • Guedes

            Cara, eu não sei que mundo você vive.

            Seu comentário é totalmente descolado da realidade.
            Primeiro porque é fato sabido que brasileiro não tem fascínio por atumático, muito pelo contrário. A maioria das pessoas ainda pesam igual a você, que câmbio bom mesmo é manual, pra sentir o carro.
            Esses são os motoristas de “potentes” carros 1.0 (1.0 clássico, no sentido pejorativo mesmo), os carros mais baratos, que vendem mais.
            Agora, a categoria de sedãs e SUVs é sabidamente dominada por automático simplesmente pelo preço. Q uem paga caro não quer trocar de marcha. Se você analisar o mercado nos EUA então, vai ter um ataque do coração. Lá automático é o padrão
            Aqui, o C4 lounge vai encerrar produção de versões manuas. Automático deve dominar o mercado, mas ainda tá longe disso, por fatores como ignorância e preço.

            • Eduardo Canedo

              ok coleguinha ( Guedes), vamos lá.
              Bom eu vivo no planeta terra, e vc ?
              Me mostre onde eu digo que cambio manual é melhor que automático.
              Vc tem algum problema com motoristas de carros “pontentes 1.0” ?
              Por acaso vc saiu na rua entrevistando as pessoas pra saber se quem “paga caro” por um carro quer de fato um carro com cambio automático ?
              eu sei que no EUA é por padrão carro automático. Só que lá se vc quiser um carro manual vc tem opção, só é necessário aguardar o pedido na fábrica.
              Se o cambio automático vai dominar o mercado ou não, pra mim isso não interessa. O que eu quero é ter opção de escolha, se eu quero um carro topo de linha com cambio manual, quero essa opção. Vc quer com cambio automático, ótimo pegue seu carro automático e seja feliz.
              Agora falar que opção de escolha é ignorância, desculpe, mas o ignorante é quem acha que não se deve ter opções de escolha.

              • ViniciusVS

                Não existe opção manual em carros mais caros simplesmente porque o consumidor não comprava…

                É o caso do Golf Variant, todo mundo ama o carro mas ninguém coloca na garagem, o cara prefere um Hrv ou Compass… Ai quando a Volkswagen descontinuar o carro vão chorar que foi injusto, savethewagon, savemanuals e outros mimimi’s…

                Montadora não é instituição de caridade, ela oferta o que tem saída.

              • Guedes

                Você não disse melhor, de fato,apenas disse que “brasilieiro tem fascínio”. Quem tem fascínio por coisa que não entende ser melhor? Brasileiro teria então fascínio pelo automático, mas acharia o manual melhor, é isso?

                Eu tenho problema com pessoas que nunca tiveram um carro automático na vida e acham que manual é superior. Já tive essa ignorânica, até eu alugar um Audi A3 e ver que automático é um caminho sem volta, assim como direção hidráulica foi: depois que vc tem, vc não volta a não ter.

                Converse com seus amigos, que tenham automático.

                Eu não entrevistei ninguém, mas eu acompanho o mercado e os números não metem.

                Infelizmente, a gente vive no Brasil. Nós não temos um mercado maduro ainda para ter várias opções de versões, aqui ninguém encomenda carro, a gente compra o que tem no pátio.

                • Eduardo Canedo

                  kkkkk..Coleguinha …pelamor de Jó …..eu nao disse que carro manual é superior a automático. A fascinação do brasileiro por carros automático, e achar q um carro automático é melhor que o manual, e querer q isso vire regra. Vou tentar ser mais explicito ( ou vou ter que desenhar ? )
                  Coleguinha ….vc quer ter seu carro com cambio automático, por qualquer motivo ( até achar melhor ). Ótimo, compre um carro com cambio automático e SEJA FELIZ.
                  Eu já dirigi VÁRIOS ( EU DISSE VÁRIOS) carros com cambio automáticos. É confortalecível ?. Sim claro. Compraria um carro com cambio automático ? Não. O pq ?. Simplesmente pelo gosto. Eu gosto da tocada de pisar na embreagem e trocar de marcha. Então quer dizer que meu gosto pela tocada do carro manual, me torna ignorante ?
                  Mais uma vez, NÃO disse q carro manual é superior ao automático, E o “fascínio” é esse …..dizer q um carro com cambio automático é superior ao manual, quando não é. É apenas uma questão de gosto.
                  Se vc não entender o que eu disse. Desculpe, não posso fazer nada por vc.

                • Eduardo Canedo

                  kkkkk..Coleguinha …pelamor de Jó …..eu nao disse que carro manual é superior a automático. A fascinação do brasileiro por carros automático, e achar q um carro automático é melhor que o manual, e querer q isso vire regra. Vou tentar ser mais explicito ( ou vou ter que desenhar ? )
                  Coleguinha ….vc quer ter seu carro com cambio automático, por qualquer motivo ( até achar melhor ). Ótimo, compre um carro com cambio automático e SEJA FELIZ.
                  Eu já dirigi VÁRIOS ( EU DISSE VÁRIOS) carros com cambio automáticos. É confortavel ?. Sim claro. Compraria um carro com cambio automático ? Não. O pq ?. Simplesmente pelo gosto. Eu gosto da tocada de pisar na embreagem e trocar de marcha. Então quer dizer que meu gosto pela tocada do carro manual, me torna ignorante ?
                  Mais uma vez, NÃO disse q carro manual é superior ao automático, E o “fascínio” é esse …..dizer q um carro com cambio automático é superior ao manual, quando não é. É apenas uma questão de gosto.
                  Se vc não entender o que eu disse. Desculpe, não posso fazer nada por vc.

                  • Guedes

                    Beleza, coleguinha. Mas, repito, eu entendo que brasileiro não tem fascínio por automático, como eu já comentei acima, muito pelo contrário. Tem fascínio é pelo manual.
                    Basta ver a quantidade de pessoas que vem comentar quando lança uma versão só automática “nossa, deveria ter manual”. O Golf TSI 1.0 foi a mesma ladainha, bem como o Fiesta Ecoboost. “nossa, tinha que ser manual”.

          • Ernesto

            Eduardo Canedo, o que manda é o mercado, simples assim.

      • Cristiano_RJ

        Tenho uma má notícia pra te dar: essa não é uma fascinação do brasileiro. É uma tendência mundial. E o câmbio automático é só um aspecto superficial do que se transformará a condução de automóveis nas próximas décadas. No futuro, e acredito que antes que nós dois tenhamos partido desta para melhor, o que teremos nas ruas serão carros 100% elétricos e 100% autônomos circulando por aí. Parking Assist, Line Assist, Break Assist e outros dispositivos de condução semi autônoma são só a ponta do iceberg. Quem assistiu a “Eu Robô” com Will Smith sabe do que estou falando.

      • Ducar Carros

        O Cronos terá uma versão Precision manual. Vai ser uma opção mais equipada que o Virtus MSI.

        • Djalma

          Mais equipada e mais cara para variar.

          • Edson Fernandes

            E aí…. se custar o mesmo que o Virtus, volta a perder qualquer vantagem de mercado.

    • Thales Sobral

      Você é saudosista… rsrs
      Carro de competição tá tudo migrando pras luzinhas, quanto mais carro de rua, e com câmbio automático então…

    • Speed Racer

      Eu prefiro painéis analógicos, são mais agradáveis e fáceis de reparar em caso de problemas, sem contar que na minha opinião também são mais elegantes, vide relógios de pulso.

    • Ricardo

      Acho muito estranho, ao menos em fotos, essas telas digitais no lugar do painel com ponteiros.

      • Edu

        Vi um cluster digital num Audi A4 e achei muito bonito, esse do Virtus é bem parecido. A possibilidade de colocar o navegador bem defronte ao motorista e trocar as telas pelo volante devem dar mais conforto e segurança se comparados ao navegador no console central.

        • Ricardo

          Esse esquema do navegador é massa!

    • Edu

      Pelas fotos dá prá perceber que tem uma tela no cluster que simula instrumentos analógicos. Gostei do painel digital.

    • Cristiano_RJ

      Brother, esse painel digital é um opcional. Basta não optar por ele e pronto, você terá o seu conta giros analógico. Simples assim. E ainda vais economizar uma grana.

    • Guedes

      Poxa, pra isso tem o highline sem o cluster digital.

    • Matheus Leite Cavalcante

      Cara, eu sinto falta disso também, dos bancos aveludados como os do meu Monza SL/E 86/87, os forros de porta com um belo acabamento e do câmbio manual, são coisas que pra quem realmente gosta de carro não podem faltar.

  • jairooo

    Na verdade, a versão com configuração máxima de R$ 87.040 deveria custar R$79.990,00! e olhe lá!

    • Cláudio Modesto

      Tinha que ser 69 mil. Os caras perderam a vergonha.

      • Ricardo

        Todos perderam a vergonha!

    • Feliphe Santos

      Exatamente, se o polo com todos os opcionais bate em 75 mil, o Virtus deveria bater no maximo em 80 mil.

    • Kadu

      Rapaz…. vendo esses preços, fico impressionado o quanto brasileiro é rico por pagar e eu sou pobre, pois não tenho coragem e dinheiro para comprar um carro destes!
      Até gostei no geral, mas esse preço é frooooids!

    • MauroRF

      Pior que ele é 10k mais caro que o Polo, vai entender.

    • Leonel

      Concordo plenamente com você, mas com City EXL na versão atual (nem veio a reestilizada) custando R$81 mil, é meio que sonhar. Apesar que o Polo hoje totalmente equipado chega a custar R$5 mil a menos que o Fit…

    • Neto

      Por 87mil coloco mais 3mil e vou de Cruze Sedan Turbo, esse sim um médio de verdade, mais completo e anda muito! Só fans da VW compram por esse valor!

      • Danillo Santos

        Em todos os segmentos os carros em suas versões mais caras encostam ou até ultrapassam o valor de carros de um segmento superior

      • Djalma

        O Cruze LT tem motor melhor que o Virtus mas é menos equipado e tem acabamento à la Cobalt.E o Virtus não custa 87 mil, curta 79.990,00, 14 mil a menos que o Cruze. Espaço interno é praticamente os mesmo e o porta malas do Virtus é maior.

        • Neto

          Onde o Cruze Turbo LT é menos equipado que o Virtus? E acabamento “à la Cobalt”, você realmente conhece o carro? Espaço interno é praticamente o mesmo? Me desculpa, possuo um Cruze Sport6 Turbo LT e é totalmente diferente desse Cruze que você comentou!

          • Djalma

            Acho que o acabamento do Cruze LT é um pouco superior na qualidade dos materiais e o motor é mais potente o que compensa em parte os 120 kilos a mais. As diferenças das dimensões internas não são grandes, estou pra dizer que o Virtus tem espaço interno melhor aproveitado, o longitudinal atrás parece ser maior que o do Cruze. Porta malas do Cruze 440 litros contra 521 do Virtus. Essa lista a seguir é o que o Virtus tem e o Cruze LT não. Cruze LT não tem sensor dianteiro, sensor de chuva e luminosidade, retrovisor interno eletrocrômico, partida sem chave, acesso ao veículo sem uso da chave, detector de fadiga, post colision brake, bloqueio eletrônico do diferencial, limpeza e secagem do disco de freio, farol com função coming leaving & home e ajuste automático de intensidade, luz de condução diurna em LED, porta luvas refrigerado, ar com saídas de ar para banco traseiro, farol de neblina com luz de conversão estática, retrovisor direito com tilt down; carrega a Central Mylink do Onix de 7, inferior a do Polo/Virtus¨de 8″, e não tem Active Info Display de 10″.

            • Neto

              Cada um tem uma visão e necessidades diferentes, eu não compro um Virtus por esse valor, novamente prefiro comprar um carro médio de verdade nesse preço, mas cada um é livre para comprar o carro que prefere.

    • Rafael Lima

      Por 79 mil o cliente ja ta pensando em um SUV compacto, já ta na área do WR-V que é um “SUV” e Honda, tem o Kicks SV brigando com a versão highline com alguns opcionais, ou seja tudo pra dar certo essa precificação

      • Guedes

        a VW t[a comendo uma mosca absurda não lançando logo um SUV.
        Quais são as vendas de sedâs compactos atualmente? O grand siena tá saindo de linha.

      • Djalma

        Não inventa, WR-V é um Fit enfeitado, não tem nada de SUV. Nem o consumidor caiu nessa, tanto que o carro não vende quase nada.

        • Rafael Lima

          Aspas serve pra ironia sabia?

          • Djalma

            Vi tão rápido que não notei, me desculpe.

  • Verdades sobre o mercado

    Diferente do Polo as versões TSI ficaram com preço um pouco “salgado”, provavelmente tomaram por base o City(que é um bom carro, mas inferior ao Virtus) mas a VW esqueceu que este já está consolidado e o Virtus é novidade. Deveriam ter adotado a mesma estratégia do Onix/Prisma, sendo agressivos no preço e depois que o carro pegar aí sim poderiam cobrar mais.

    • Mario

      Por que o City é inferior ao mini-jetta?

      • kravmaga

        Ele falou justamente o inverso.

        • Alessandro

          ele falou que o city é inferior ao virtus ue.

      • Ricardo

        Por váaaaaarios motivos!

      • FocusMan

        Motorização principalmente. Também acho que o City tem um body pior.

        • MauroRF

          Tive um City 1.5. O motor era apenas suficiente, precisa ter pelo menos um motor mais potente e mais alguns mimos/equipamentos.

          Focus, falando da Eco 2.0 que peguei, show de bola!

          • FocusMan

            Que bom que gostou Mauro! Muito “sangue e suor” nesse carro pra ele ficar bom! Boa sorte!

        • Djalma

          Sempre achei um carro legal, até pensei em trocar o meu por um, isso até conhecer um mais a fundo. Fiquei bem decepcionado, não tem nada demais mesmo.

      • Cristiano_RJ

        Porque…

        1. não é um projeto tão moderno quanto;
        2. porque utiliza plataforma de Fit ao invés da plataforma MQB modificada;
        3. porque utiliza um motor 1.5 aspirado com injeção multiponto e de apenas 116 cv e 15,3 kgfm de torque a elevados 4.800 rpm ao invés de um moderno motor tricilóndrico que, apesar da baixa cilindrada, por possuir injeção direta de combustível e ser turbo alimentado, desenvolve até 128 cv e 20,4 kgfm de torque a apenas 2.000 rpm;
        4. porque não é 5 estrelas no Latin Ncap segundo os novos critérios de teste, que além do impacto frontal leva também em consideração o impacto lateral;
        5. porque o nível de tecnologia embarcada é bem inferior. Só para citar dois exemplos, o virtual cockpit e a CMM do Virtus deixam o painel do City e sua atrasada CMM uns 10 anos pra trás…

        Bem, acho que já citei motivos suficientes.

        • FocusMan

          Faço somente ressalva ao ponto “plataforma MQB”.

          • Cristiano_RJ

            Qual ressalva?

            • FocusMan

              A ressalva de que plataforma não é acessório. Ela não traz nenhuma vantagem ao consumidor, somente ao fabricante, mas a VW como não conseguia aprovação da diretoria para gastar a fortuna necessária para remodelar os processos fabrís, convenceu a todos que vender a isso. E funcionou, pois tem muitos copiando hoje.

      • Verdades sobre o mercado

        Mecânica, tecnologia e segurança.

      • Djalma

        E é mesmo,compara item por item! Começa pelo motor.

  • Rafael Prado

    O preço é todo o problema, pois com acabamento pobre e nada empolgante, qualquer um vai comprar a concorrência, pode ser grande, mas isso não justifica. Os GM são muito, muito mais barato, e com aparência muito melhor. E depois tem a manutenção desse 1.0, nada barata também. Meu ponto de vista é que o Prisma e o Onix são as melhores opções e a GM que inaugure o 4° turno. Por esse preço será a ultima opção.

    • André A

      Com base em que você afirma que a manutenção do 1.0 TSI não é barata? Bom, pra quem chega aos limites da ignorância em comparar Onix e Prisma com Polo e Virtus, falar uma besteira dessa é só a ponta do iceberg…

      • Rafael Prado

        Com certeza se falarmos de projeto ou segurança, mas aqui é o prisma sendo LTZ completo e com Mylink e automático sendo mais barato que esse carro ai de cima básico. Não tem que compre! só os Fã de VW que serão bobos. Pois o correto de comparar é com o Honda City, mas como não tem os led diurnos que os brasileiros piram, não vende tanto, pois isso que o prisma é o carro a ser batido, mesmo não estando na mesma categoria. A diferença é gigantesca, muito maior que as melhorias colocadas no virtus.

        • André A

          Meu Deus…

          • Peerre

            Pelo que já li, a manutenção desse motor TSI é quase a mesma coisa do motor MPI de 3 cilindros. A diferença de preço é mínima, isso falando de manutenção de rotina.
            Agora, se for falar de mandar fazer esse motor todo, incluindo retifica, aí sim, deve ser caro por ser um motor diferenciado do 3 cilindros normal da VW.
            Vejo muita gente insistindo em afirmar que esse motor é frágil e caríssimo de manter, mas na maioria das vezes esses comentários são baseados em problemas ocorridos com motores antigos, e também por falta de informação e até preconceito mesmo.

            • Rafael Prado

              Até pela matéria vinculada aqui, a VW fica mais de R$2000,00 a mais, e assim como outros motores, mesmo das experientes, como a AUDI, a parte baixa fica prejudicada, isso é inerente a motor turbo.

            • Djalma

              Quem comprou Up em 2015 e roda muito, já deve estar beirando aí seus 120 mil km.

          • Alexandre Soares

            Meu deus …^3

            Boa mesmo é aquela suspensão de gelatina do prisma …

        • Djalma

          Diferença não é gigantesca; em relação ao Confortline, que já é superior ao Prisma , é só de 3 mil reais.

    • Feliphe Santos

      Desculpa, mas pro Prisma ser comparado ao Virtus, tem que melhorar MUITO, talvez nascer de novo.

      • FocusMan

        Porque? Tirando o motor , o que o Jettinha tem demais?

        • Tochio

          5 Estrelas !

        • Cristiano_RJ

          Para! Véi, logo você perguntando isso?

          • SDS SP

            Chega a ser covardia comparar o humilde Prisma com o Virtus. O VW pode ter algumas escorregadas, mas tecnicamente (nem vou entrar nos aspectos subjetivos) é muito superior. O Virtus na versão top nem é concorrente do Prisma, mas sim das versões mais básicas dos sedans médios.

            • Cristiano_RJ

              Pois é. Tem gente por aí discutindo Cronos x Virtus, City x Virtus… ok, vá lá. Mas Prisma?! PRISMA????!!!!!

            • Ducar Carros

              Mesmo na versão MSI, o Virtus compete com o Cobalt LT, e não com o Prisma.

              Na Comfort, o Virtus vai tirar as vendas do Cobalt Elite (a surreais R$ 71.490!).

          • Ernesto

            Ford x VW.

        • Leandro

          5 estrelas no ltin ncap…

      • Leonel

        Talvez, não, ele tem a obrigação de nascer de novo. Até porque Prisma concorre com Voyage. O concorrente do Virtus é o Cobalt.

        • Matthew

          E o Cobalt nada mais é do que um Prisma espichado até o talo. A mecânica monzatech trabalhada ao máximo é basicamente a mesma. A meu ver a covardia na comparação permanece.

    • Robert Dniro

      Se eu não estiver errado as 3 primeiras revisões da versão top são gratuitas, se muitos se decepcionaram com o antigo 1.0 turbo por certo não é o caso desse motor, a VW esta de parabéns.
      Se o 1.0 aspirado já é agradável de se usar fico imaginando esse Tsi.

    • Ricardo

      Qual é a concorrência? Acho que só o City! Os outros são muiiito inferiores! O Fiesta sedam ainda existe?

      • MauroRF

        O Yaris vem por aí também.

        • Cristiano_RJ

          E o Cronos também. Esses aí acho que ficarão um patamar acima do resto do segmento: Virtus, City, Cronos e Yaris. Ah, e tem chances de a Kia trazer também o Rio…

    • Djalma

      Meu sobrinho tem um LTZ 16/17, o mais TOP. Tempos atrás andou no Polo 2011 do meu filho, e falou com todas as letras que o Polo era mais silencioso, não tinha barulhos de plástico e que o Prisma parecia carro barato, de baixo custo.
      Se o dono de um falou isso, quem sou eu para dizer o contrário.

      • Rafael Prado

        Se o Golf não é assim, um simples polo vai ser!!! kkkkk. Talvez seja a conservação de veículos! Mas de toda forma, quem sabe a VW aprenda a fazer carros melhores com a GM,

        • Djalma

          Aprender a fazer carro igual a GM, não fala m….? Carro igual a Onix e Prisma, que abre o piso e porta em teste de impacto, e tira zero estrelas? Precisou levar um puxão de orelhas do Latin NCAP para criar vergonha na cara e melhorar um pouco o carro, mesmo assim só teve 3 estrelas raso!. Os carros novos da VW são todos 5 estrelas.

  • SDS SP

    O carro é bem equilibrado. Mas o preço da versão avaliada não deveria passar dos 80k, além das versões básicas terem ás mesmas escorregadas encontradas no Polo.
    À precificação desses novos sedãs “compactos” mostra claramente que está cada vez mais difícil comprar um carro decentemente equipado por menos de 100k.

  • Feliphe Santos

    Apesar de ser bem tecnológico e moderno, é caro demais. Deveria ser 79 mil ja com todos os opcionais e ter um MSI AT por 64 mil. Muitos vão preferir ir de City, que tem design mais “premium”, acabamento com melhor aparência e a rede autorizada Honda atende melhor.

  • André A

    Eu acho que a VW não justificou a diferença de preço entre Polo e Virtus nas versões semelhantes, a precificação do Virtus ficou pior que a do Polo, sem dúvida alguma. Agora, comparando com os concorrentes diretos, ainda nesse preço, o Virtus continua como a melhor opção, de longe.

    O City, como todo Honda, é menos equipado, menos potente, com menos torque, com porta-malas menor e projeto bem mais antigo. O Cobalt é jurássico, menos equipado e muito mais inseguro. O Cronos é um frankenstein feito para mercados emergentes.

    O Virtus, na versão Highline com pacote, será um pouco mais barato que as versões de entrada de Civic, Corolla e Cruze, sendo bem mais equipados que todos (nas versões de entrada, repita-se).

    E eu canso de ler que o acabamento do Polo/Virtus é isso e aquilo, que é todo de plástico, que faltou soft touch aqui, mais couro/tecido nas portas…porém, desconheço carros da categoria dele que possuam soft-touch, que possuam ampla aplicação de couro/tecido em portas…então é uma crítica que cabe a todos os rivais, ao mesmo tempo que não cabe a nenhum, pois nenhum da categoria tem. Pelo menos, a construção e os encaixes são bons, diferentemente do que anda fazendo a Ford ou a GM em modelos abaixo de R$ 90.000,00, por exemplo.

    Fui dono de um New Fiesta mexicano por 5 anos e comprei um Polo Highline recentemente. Sinto um pouco de falta do soft touch do painel e das abas generosas dos bancos do NF, mas de resto o Polo tem se mostrado superior.

    • Speed Racer

      Mas qualidade dos plásticos do Polo me parece bem inferior ao do Ônix, sério!

      • FocusMan

        É inferior sim com certeza.

        Sinceramente o plástico do Kwid é tão pobre quanto.

        • Djalma

          Cara, conheci os dois e não concordo com você. Não existe nada aqui no mercado tão ruim quanto o do Kwid.

      • Djalma

        É nada, o Onix além de ser plastico rígido igual, tem pior acabamento e tem rebarbas, que não são encontradas no Polo.

  • Racer

    Não duvidava que na mecânica este carro seria muito bom, só o interior que não me agrada….Ainda vou ver um pra ter uma opinião real…ao vivo. Agora, se lançassem uma Polo Variant, mesmo com este interior, eu comprava.

    • FocusMan

      Vais ver que é ainda pior. Esse carro foi minha decepção do ano.

      • Racer

        O que é uma pena. E este interior é o mesmo do Europeu (em design), então nem dá pra reclamar que fizeram isto só aqui.

        • Luis Fernando Pozas

          Lembro de ter lido, logo que o Polo foi lançado, que o acabamento do topo de linha lá fora, era melhor do que aqui, tendo inclusive soft-touch… E a motorização incluía o 1.4tsi…

          Se alguém morando fora puder confirmar…

        • FocusMan

          Na Europa ele é um carro de uma categoria inferior a vendida por aqui.

          • Racer

            Inferior ou não, sempre foi igual. E mesmo lá, o acabamento costuma ser melhor do que o seu “irmão” daqui.

      • MauroRF

        O interior dele dever igual ao do Polo Highline, que já vi ao vivo. Eu diria que é um interior “suficiente”, mas poderia ser melhor pelo preço. Como o Virtus custa 10k a mais, aí eu já diria que é “meio suficiente”. As versões MPI e MSI de Polo e Virtus têm um acabamento que lembra Gol G4, nisso me decepcionaram.

      • Luis Fernando Pozas

        Minha tb

  • Lucas086

    Que é bom carro que nem o Polo, só que com mais espaço e porta malas está na cara… o negocio que ficou caro, com esse acabamento todo cinza, sei lá, podiam pelo menos melhoram o acabamento dele e distanciar do Polo, já que os preços estão distantes… enfim, vamos aguardar.

  • Ricardo

    Nas vendas globais será incluído junto com o Polo ou não!!??

  • Ricardo

    Sedam perfeito, mas prefiro o Polo pelo simples motivo que prefiro Hatch!!

  • Mario

    Por fora, bela viola…por dentro, pão bolorento!!! 87k..87k..87k…hoje terei pesadelos!!! Acabei de achar, que os 120k do Compass são até pouco.

    • Ricardo

      Pegue um Corolla básico e ultrapassado então!!

      • FocusMan

        Melhor que o Jetinha ele é viu.

        • Ricardo

          Repito, infelizmente, vc e 90% dos consumidores pensam e continuarão pensando assim!

        • MauroRF

          Claro, só pelo fato de ser médio. Virtus, apesar de grande, é compacto.

          • Djalma

            Pelo entre eixos e largura, se enquadra como médio pelo INMETRO. Jetta tem 2,65 e é médio; Corolla tinha 2,60 até pouco tempo e era médio; Civic idem; agora mudou a regra?

        • Cristiano_RJ

          Entre o Corolla GLi e o Virtus Highline completo, ainda fico com o Virtus, com certeza.

      • Mario

        Não amigo, eu falei ‘Compass’ pelo preço. Mas já que comentou, o Corolla nem se compara com o mini-jetta. Os fãs da vw acham, que por todos os carros serem iguais na aparência, do voyage ao santana, todos eles são maravilhosos. Não são. Acho, que valha mais a pena gastar mais e comprar um Corolla.

        • Ricardo

          Como já disse, vc e 90% dos consumidores, infelizmente, pensam e continuarão pensando assim!

        • MauroRF

          Como eu disse acima, o Corolla é médio, uma categoria acima, não dá para comparar. Que se compare o Virtus com City e depois Yaris.

        • Djalma

          Claro, é só 15 mil de diferença.

      • ViniciusVS

        Entre Virtus e Corolla eu fico fácil com o Corolla, mesmo ultrapassado.

        • Ricardo

          Vc e 90% dos consumidores, infelizmente, pensam e continuarão pensando assim!

          • ViniciusVS

            Enquanto o Corolla for melhor que o Virtus vou mesmo pensar assim…

            No caso a situação mudaria se o cenário fosse Jetta x Corolla, agora Virtus?? lamento mas não trocaria mesmo.

            • Djalma

              Entre um Corolla 1.8 GLi por 94 mil e um Virtus a 80 mil eu iria tranquilamente de Virtus. Mas mesmo que esse Corolla custasse 85 mil eu ainda iria de Virtus.

              • ViniciusVS

                Tem gosto pra tudo, tem gente que entre um Corolla 1.8 e um City ficava com o City…

                Questão de gosto mesmo.

            • Bruno Bayern

              onde o corolla é melhor que o virtus?

        • MauroRF

          Claro, o Corolla pode ser o que for, mas tem uma diferença “basiquinha” aí: ele é médio, rs.

        • Alessandro

          nem é tao ultrapassado, cambio cvt, design atualizado com o resto do mundo, o motor 2.0 nao é tecnologico mas é muito robusto e economico, precisa colocar uma central multimidia melhor.

        • Fabio Perineto

          Eu também

        • Cristiano_RJ

          Já eu não. Entre o Corolla GLi e o Virtus Highline completo, ainda fico com o Virtus.

          • SDS SP

            Se eu puder dar aquela “esticadinha”, iria de Cruze LT.

            À Toyota em breve vai jogar o preço do Corolla ainda mais nas alturas (quando chegar a nova geração então…), para encaixar o Yaris, que se for mesmo o que andei vendo na imprensa, só terá algum apelo por conta da marca Toyota, pois não vi nada que chamasse à atenção.

            • Cristiano_RJ

              Sem dúvida que a Toyota vai querer abri espaço no portfolio para o Yaris. Talvez até mesmo extinguindo a versão Gli, para forçar a migração para o Yaris top. Quanto o Cruze LT, a primeira vista me parece a escolha mais sensata, mas tenho que analisar com mais calma o conteúdo de cada um.

            • Djalma

              Corola 94 mil, Jetta 95 mil, Cruze 96 mil e Civic Sport 96,4 mil.
              Povo deve estar tudo cheia da grana. Dizem “se for para pegar um Virtus, prefiro um Corolla, prefiro um Cruze; quer dizer, falam de 15 mil como se fosse dinheiro de cachaça.

      • MauroRF

        Corolla tem uma diferença “básica”: é médio.

        • Ricardo

          Só tamanho não é tudo num carro!

          • Gil de Piento

            Não é só tamanho que diferencia os médios dos compactos, mas também a qualidade construtiva e principalmente de acabamento, além da motorização. O Corolla tem 7 airbags por exemplo, e acabamento bem superior ao observado no Polo (que deve ser igual ao Virtus neste ponto).

      • Calibra vermelho 95

        Não precisa. Tem o Cruze LT 1.4 Turbo, mais barato que o Corolla e quase o mesmo preço do Virtus. Aliás, consegue-se o próprio Jetta 1.4 TSI por quase o mesmo preço! E pode ter certeza que prefiro muito mais os 2!

        • Djalma

          Corolla custa 94 mil e praticamente não tem descontos, só pagam um pouquinho melhor no seu usado. Jetta versão antiga tá 95,6 mil e também não tem mais tantos descontos, já que são modelos 17/18 e o novo só chega no segundo semestre.

    • Speed Racer

      O Virtus é um bom carro, por fora realmente parece um carro de alta qualidade mas quem entra nele passa a duvidar disso, o interior é horrível, pobre demais. Isso não teria problema se custasse menos.

      • Ernesto

        As versões básicas eu concordo, mas a Highline eu achei bem melhor. Não tive oportunidade de ver como é na Comfortline.

    • Cristiano_RJ

      “Por fora, bela viola…por dentro, pão bolorento”

      Bem… ainda prefiro ler isso do que ser cego.

      • Ernesto

        Esse Mario eu já reparei que só fala mal dos carros da VW. Aí já viu, né?

    • Alexandre Soares

      Pega teu Fiat Premio e seja feliz ….

      • Ernesto

        Rsrsrs. Acho que ele tem é um Oggi!

    • Djalma

      Ué, aumentou o preço por sua conta. O carro custa 79.990,00. Uma mentira repetida mil vezes nem sempre se torna verdade.

  • Ricardo

    Já que a VW queria distanciá-lo do Polo, inclusive dando outro nome ao invés de Polo sedam, Virtus, poderia ter dado uma diferenciada na frente, isso enganaria mais ainda os consumidores “trouxas” brasileiros, pois daria ao carro mais status ainda, que é o que brasileiro quer, competiria com sedans maiores e ainda venderia mais!

    • Alessandro

      nesse preço ai a VW fez a mesma cagada que a fiat fez com o linea.

      • Ricardo

        Mas Linea na verdade era um Siena!

        • Alessandro

          O linea era um punto sedã, falar que é siena é o mesmo que chamar o polo de voyage.

          • Ricardo

            Linea usava o chassis do Siena, que eu saiba!

            • Alessandro

              Não usava, inclusive o eixo traseiro dele era diferente do punto com uma bitola mais larga para aumentar o espaço traseiro e era bem longo, tive um por um bom tempo pela empresa e era um bom carro, interior completo de punto mas na parte de tras tinha um espaço muito bom.

        • MauroRF

          Negativo, o colega abaixo está certo: era um Punto sedã. Siena você deve comparar com Voyage.

          • Ricardo

            Linea usava a base do Siena!

            • Emilio

              Não mesmo. A plataforma é do Punto.

              • Ricardo

                Não foi isso que eu ouvi.

  • Mario

    Eu não entendo, o por que do motor 1.0tsi subir o preço do carro desta forma. Eu tomo a liberdade, de dar uma sugestão ao NA e refazer o teste, com a capacidade de carga total, com os passageiros e bagagens, e ver a reação do motorzinho.

    • André A

      Não é apenas o 1.0 TSI que sobe o preço, há bem mais equipamentos na versão Highline e respectivos pacotes com relação às demais versões.

      E te garanto que esse 1.0 TSI faz a maioria dos 1.8 e 2.0 aspirados do mercado passarem vergonha.

      • Alessandro

        o problema nao é esse, todas as versões do virtus tem exatamente mesmos equipamentos que o polo so que a diferença de preço vai subindo conforme versao.

        a 1.6 diferença 5 mil
        tsi confortline 8mil
        highline 10 mil

        a VW foi olho grande no virtus e colocou o preço nas alturas, nada justifica 10 mil de diferença de um hatch para o sedã.

        • MauroRF

          Eu acho que em breve ela subirá os preços do Polo e eles ficarão mais próximos, espere e verá.
          Não deve passar da primeira semana de fevereiro, eu acho.

          • Alessandro

            tambem fiquei com essa sensação que o preço do virtus já mostra os novos preços que o polo receberá em breve.

            • Matthew

              Concordo que tamanha diferença não se justifica, mas não deixa de ser prática do mercado. O Onix Joy custa R$ 42.990,00, enquanto o Prisma da mesma versão vai a R$ 47.490,00, o que dá uma diferença de de 10,7% a mais pelo sedã. Se aplicarmos a mesma taxa ao Polo/Virtus não fica muito fora disso. Pra mim é pura e simplesmente uma questão de posicionamento de mercado, sem nenhuma justificativa técnica. Nos EUA por exemplo o sedã é quase sempre mais barato que o hatchback, pois estes são posicionados com proposta mais esportiva.

              • Alessandro

                o problema nao é esse vc definir uma diferença entre o hatch e o seda e seguir eu concordo plenamente, porem vc segue esse valor conforme sobe pq nao fica mais caro colocar mais equipamentos em um seda do que no hatch o custo é o mesmo.

            • Djalma

              Tsi vai subir uns 2 mil até Abril.

      • Mario

        Ok André. Mas por que tem que ser muito mais caro? Porque então, não disponibilizar o tsi num ‘pe-de-boi’? Os equipamentos sobem o preço, mas o motor, neste caso, está pesando mais. Sei que tem tecnologia moderna, 3 cilindros, etc, mas não justifica.

    • Speed Racer

      Ele vai se sair bem, o que manda é o torque.

    • Bruno Costa

      Com carga total ele facilmente humilharia um Corolla ou um Civic 2.0. O torque é a força do motor e ele tem o mesmo que o Corolla e mais do que o Civic. Só que ele é mais leve, então, melhor não pros japoneses não pagarem mico.

      • FocusMan

        Rapaz o Civic e o Corolla andam muito bem cheio de gente.

        • MauroRF

          Anda sim, eu tive um Civic 2.0, o 9, e andava bem carregado sim.

      • Edu

        Não digo que humilharia mas a relações peso/torque de 58 kg/kgfm (Virtus), 64 kg/kgfm (Corolla) e 66 kg/kgfm (Civic) favorecem o sedã VW.

      • MauroRF

        Você se esquece da potência maior do Corolla, por exemplo. Em altos giros, eles vão andar mais.

      • Ernesto

        Tenho um Corolla 2.0 e nunca passei sufoco com ele, mesmo carregado. Ele atende muito bem a mim e à minha família. Esse papo de humilhar é para a molecada que usa carro se achando piloto de F1.

        • Bruno Costa

          Conte me mais sobre isso, por favor. Estou muito interessado na sua vida. É uma comparação e só, já que o rapaz colocou em dúvida o poder dos motores turbo só por conta da litragem. Não precisa chorar, titio.

          • Ernesto

            KKKKKKKKKK!!!! A criança não gostou de eu ter falado que esse papo é de molecada! Vai buscar seu tetê! KKKKKKKKKK!!!!

            • Bruno Costa

              Acabei de almoçar, não estou com fome, titio. E não se preocupa, com a idade vem os problemas mentais, é normal sua interpretação de texto e capacidade de raciocínio já estarem bem abaixo da média. Só cuidado com o reajuste do convênio, eim.

    • Guedes

      Não vejo muito o que possa piorar. Tem torque e potência suficientes. O problema desse carro não é o motor, é o preço e o acabamento

  • Vitor Santos

    É .. o brasileiro esta fadado a morrer mesmo…. um carro destes as uns 5, 6 anos atrás não custaria mais que 65 mil. Mesmo com algumas tecnologias, o preço de quase 90 mil não justifica em nada. Acho que daqui a uns 8 anos, vamos estar comprando carros de entrada por esse mesmo valor.. Sem dúvidas! Estamos voltando a época que quem tinha qualquer carro novo, tinha que ser rico!

    • FPC

      daqui a 8 anos é escolher, compro um apartamento ou um seda medio ou até de entrada?

    • Djalma

      Quem custa 90 mil? Se estiver falando de Virtus, ele custa na versão mais cara 79.990,00.

      • Ernesto

        Djalma, com todos os opcionais ele chega a R$87.040,00. Verifiquei isso no site da VW.

        • Djalma

          Isso eu sei, mas ninguém é obrigado a levar opcionais! E outra, o Virtus Highline já vem de série bem completo e com todos os itens de segurança, o que é mais importante.

          • Ernesto

            O ideal, Djalma, seria o Virtus Highline não ter opcionais, ser completo por uns R$80.000,00 ~ R$83.000,00. Até mesmo a pintura não deveria ser cobrada, como Toyota faz. Aí numa revenda não tem essa de perder $$, Idem para as demais versões, básicas e Comfortline.

    • Gil de Piento

      Mas era o que alguns queriam, voltar aos anos 1990. E conseguiram.

  • Evaldo Porto

    Se VW tinha acertado a mão no Polo, no Virtus acabou se complicando… Bastava colocar mais 5K nos valores do Polo para vender muito. Neste preço irá competir não só com os sedans médios, mas também com os SUVs compactos, que agora são os queridinhos do mercado. Como o público que tem 90K para gastar normalmente é bastante conservador, não acredito que a versão top de linha faça tanto sucesso quanto o Polo Highline.

    • Speed Racer

      Verdade, ótimo carro mas precisa de um realinhamento, está muito fora da realidade.

    • Ernesto

      A versão top com todos os opcionais realmente ficou muito cara. E concordo com você que bastava colocar 5K em relação ao Polo.
      Se fosse para escolher um Virtus, seria a versão Comfortline. Com pintura metálica + todos os opcionais ele fica em 78K.

  • Speed Racer

    Faltam os airbags de cortina. O preço também está injustificável, ficou caro demais, tem Honda Civic manual por esse preço.

    • Alessandro

      tem cruze lt por esse preço.

      • Speed Racer

        Verdade!

      • MauroRF

        Isso mesmo, chega na GM e negocia, leva por 89k fácil. Pelo menos em SP.

        • Alessandro

          em bh cheguei a ver por 86 agora na virada do ano os 17/18, eu nao pensaria duas vezes em levar o cruze no lugar do virtus.

          • Neto

            Melhor custo x benefício! Carro excelente e anda muito! E é um médio de verdade!

            • Djalma

              O que é médio de verdade para você?

        • Djalma

          Ainda são 10 mil a mais.

      • Djalma

        Por 79.990,00? Onde?

        • Alessandro

          o cruze ta sendo vendido em bh por 86 mil na versão LT.

          O Virtus highline se incluir os opcionais bate em 87.

          • Djalma

            Custa na tabela 96.000, então tá com 10 mil de desconto.
            Me informa qual a concessionária pois meu sobrinho mora em BH e está doido para trocar o usado dele por um Cruze.

  • Fernando Marques

    Se pegar os concorrentes diretos, o Virtus é muito melhor mesmo custando mais caro.
    Quanto ao preço dele em relação ao polo, ele é bem maior o que já não deixaria ele custar pouco a mais que o hatch. Compraria um facilmente.

    • Alessandro

      nada nele justifica uma diferença de 10 mil reais para o hatch e a prova perfeita disso é que a versao 1.6 a diferença é 5 mil nas mais caras vai para 10 mil sem nenhum item de série a mais, é escrachado que a VW abusou no preço.

  • Felipe Alves

    87 mil nesse Voyage que nem teto solar tem???? fala sério D. Volkswagen!

    • Djalma

      R$79.990,00

    • Luis Fernando Pozas

      Voyajão pointer poderiam chamar

  • Bruno Costa

    A VW estava acertando em quase tudo, aí foi lá e precificou a Highline completona alto demais. Se tivesse vindo por 80k (1000 a menos que o City EXL) ia esmagar a concorrência e não duvido nada que ia encostar no top 5. Mas 87k é muita grana. Nem eu que curto a VW pagarei isso, principalmente se o Jetta vier a 100k, o Virtus Highline fica incoerente.

    • MauroRF

      Jetta é outro patamar. Vale a pena investir a diferença sem dúvida.

    • Djalma

      Cara , se informa antes de falar, o carro custa R$ 79.990,00.

      • Bruno Costa

        Eu não vou nem perder meu tempo com você. Olha o preço da Highline com todos os opcionais e se informa antes de falar.

        • Djalma

          E quem te falou que eu quero opcionais? Se eu quero pagar 79.990,00 mais a pintura branca que custa 450,00 vou levar o carro por 80.440,00. E outra, ninguém é obrigado a levar opcionais, que aliás, todos os carros tem.

  • Jorge Castro

    O povo que fica falando q este carro e o melhor por ser 5 estrelas , por ter motor mais moderno deveria sentar no motor e despachar o resto deixando so a estrutura carro no e so motor e teste e impressão de olhar pro interior e nao achar q tas num carro de 30 contos e admirar suas linhas coisa q so fan boy vai fazer carro todo sem sal

    • Ernesto

      Tentei ler, mas como não tem pontuação, vírgula, não perderei meu tempo. E acho que muita gente fez o mesmo, mesmo os haters, porque ninguém curtiu o seu comentário. Rsrsrsrs.

  • F30FLORIPA

    Não entendo como um carro de que tem IPI de popular (1.0 paga apenas 7% de IPI) pode custar quase 90 mil.

    • Xtodos

      A dona ganância te explica nos mínimos detalhes.

    • Djalma

      Não custa quase 90 mil, custa 79.990,00!

      • F30FLORIPA

        Com opcionais chega a 88 mil.

        • Djalma

          Só ele tem opcional?
          E outra, eu quero um branco e não quero opcionais; pago 80.440,00! Quem quiser todos os opcionais que pague.
          Um Cruze com praticamente a mesma configuração , mas com motor mais forte, custa 96.540,00.
          Cruze é mais carro, até acredito que seja; só que se o cara tem 96 mil, nem vai pensar no Virtus e duvido que vá pensar num Cruze LT também; já vai crescer o olho e pensar num Compass que custa 107 mil, ou num Sentra 2.0 SL que custa 104 mil e é até mais equipado que o Cruze, inclusive com som Bose.

          • F30FLORIPA

            Concordo que alguem com 96 mil para dar no Cruze não vai pensar no Virtus. Mas discordo que esse mesmo alguém vai pensar em investir mais e pegar um Compass, pois além de ser mais caro, tem proposta diferente.
            Pela sua lógica, quem tem 88 mil para dar no Virtus, tem que gastar um pouco mais e pegar um Cruze ou Corolla, ou Civic, etc..

            • Djalma

              Eu faria isso, pegaria um Cruze ou até um Civic Sport AT se a diferença fosse até uns 5 mil, com certeza.
              Como eu te falei, para mim o Virtus interessa até na faixa que citei, não ligo para Display Virtual nem roda 17, nem banco de napa por 800,00, quero um carro bonito, moderno, espaçoso, confortável, bem equipado, com porta malas grande, com ótimo nível de segurança, não encontrado em carros nessa faixa de preço, mas que seja com um valor que esteja dentro do meu orçamento no momento.

    • Gil de Piento

      Três dias após seu comentário, não apareceu ninguém botando a culpa nos impostos ainda. Incrível!

  • R1 o comentário no1

    Mais um motivo que explica a venda cada vez maior dos SUVs compactos.

  • George

    Nossa.. essa traseira ganha muito em relação ao Polo Sedan antigo rsrs

  • Ubiratã Muniz Silva

    uma versão 1.6 MSI com câmbio AT e depenada de perfumarias, de venda exclusiva para frotistas, faria MUITO sucesso entre os taxistas, até mesmo porque teria custo de produção menor e com a isenção de impostos sairia ainda bem mais barata. Seria o carro que finalmente ocuparia no coração desses profissionais o espaço outrora ocupado pelo Santana.

    Prevejo muitos Virtus “amarelinhos” no Rio e brancos em SP.

    • Luis Fernando Pozas

      Eu tb… Bastante espaço atrás, saída de ar condicionado… depenado já vem de fábrica com pRástico pra todo lado… acho que terá muito táxi virtus

  • Jefferson Ferreira

    que preço ridículo… é um bom carro mas por esse preço tá fora de mão!

  • Ricardo

    O Virtus é mais moderno, mais bonito, mais econômico, anda mais e se bobear é mais espaçoso e tem manutenção menor que um Corolla, mas consumidores que buscam status e a lendária confiabilidade, ainda comprarão um Corolla.

  • Razzo

    “Falando em consumo, quer saber quanto ele faz? Bons 11,9 km/l na cidade e ótimos 16,5 km/l na estrada, ”
    — Creio que seja gasolina, mas ainda sim excelente !

  • CanalhaRS

    Ficou a sensação de que a VW poderia ter equipado mais o carro por esses valores ou poderia ter baixado pelo menos uns R$ 5 mil em cada versão.

  • Leonel

    Excelente carro e tranquilamente o melhor de sua categoria, dado toda tecnologia embarcada e nível de segurança. Decepciona em dois aspectos: acabamento interno e preço. Totalmente equipado chega a ultrapassar R$87 mil, ultrapassando os R$10 mil de diferença para o Polo 100% equipado. É “comum” as versões topo de linha “invadirem” a faixa de um segmento superior, mas este carro poderia custar, tranquilamente, R$5 mil a menos, principalmente nas versões Highline…

    Só para finalizar, a crítica do preço com certeza vai se estender aos outros, como Cronos, City e cia. O City, na versão atual, já ultrapassa os R$81 mil, por exemplo…

    • Djalma

      O Cronos com todos os opcionais vai chegar a 84 mil e ainda vai estar menos equipado que o Virtus Highline.

  • Wellington Myph13

    VW pesou a mão na Highline e ainda assim “aposto” que vai vender bem porque é a versão mais acertada em termos de itens de série sem precisar adicionar opcionais, só achei a versão Highline devia adicionar os sensores dianteiros de série, no Polo também, e só.
    Certamente fez isso pra “compensar” o menor preço na 1.6 de entrada e na futura 1.6 AT6…

    Olhando pra concorrência, o Cobalt Elite custa 73.890,00, mesmo preço do Comfortline e não oferece saída de ar traseira, cinto 3 pontos e apoio de cabeça pro 3o ocupante, não tem airbag lateral e nem tem ESP. Acabamento do Cobalt da um show no Virtus, mas o desenho e motor do Virtus dão um show no Cobalt, “chumbo trocado não dói”…
    City EX 75,7mil também é comparável com o Comfortline, mas custa 2mil a mais e usa 1.5 vs 1.0T… (Sem esquecer que o City ainda não tem ESP, mas vamos considerar a 2018 que deve adicionar, só vamos aguardar se não sobe mais ainda o preço)
    Versa é um bom carro e da pra comparar em tamanho, mas em itens de série e itens de conveniência e conforto ele é bem simples… Além da beleza…

    Apesar da VW ter pesado 3mil acima dos 5mil de diferença do Polo Comfortline pro Virtus Comfortline, essa é a versão de melhor CxB e vem bem equipadinha, só faltando ai um Piloto automático pra dizer que não precisava de mais nada.

    • Ducar Carros

      Sou mais o Virtus Comfortline com o opcional Tech I, que adiciona R$ 2,2 mil aos R$ 73.490. A diferença de R$ 6.500 entre as versões está muito alta. Essa deve ser a versão mais vendida, a Highline já se aproxima muito dos preços dos sedãs médios.

      A Honda ainda pode dar o troco, adicionando o ESP e um motor 1.8 ao City, e mantendo o preço.

      • Wellington Myph13

        Honda adicionar motor 1.8 e não aumentar o preço? São coisas que não encaixam na mesma frase.
        Eu preferia que esse Tech I fosse mais barato e só acrescentasse: Rodas 16″, Piloto automático, Sensores dianteiros, Sistema Kessy e Volante com Paddle-Shift.

    • Djalma

      Cara, esse carro vai surpreender em vendas. Ele tem tamanho de médio, é mais equipado com os médios de entrada, mais econômico que os beberrões 1.8 e 2.0; bem mais equipado que os SUVs de entrada e mais tecnológico. Esse tal de Virtual Display é um imã, atrai muito comprador. Talvez por isso a VW tenha puxado tanto o preço dessa versão mais cara, pois sabe que vai vender.

    • Ernesto

      O Virtus Comfortline completo seria a minha escolha. Realmente a Highline com todos os opcionais ficou muito caro.

  • Victor Hugo

    O carro é excelente, ninguém duvida. Porém, esse preço está um absurdo. O Jetta na versão 2.0 TSI, quando foi lançado tinha esse preço, bem como o Fusca Turbo. Sinceramente, o Polo é um carro caro, como todos outros, mas este Virtus ultrapassou o limite!

    • Fabio Perineto

      Caro e boqueta 🤣 serei censurado 😂

    • Djalma

      KKKK, prá você não existe inflação, alta do dólar? O Jetta 2.0 TSI foi lançado a mais de 4 anos!

      • Gil de Piento

        A VW aumentou o preço de seus produtos bem acima da inflação e da alta do dólar – e não diminuiu quando este caiu. O caso mais óbvio foi o do Golf.

      • Victor Hugo

        Existe sim! Mas mesmo com a inflação que tivemos no período os carros no Brasil tiveram seus preços muito mais inflados, além de perder conteúdo. Não é apenas o Dólar e a inflação que faz os preços nos carros subirem no Brasil. Ok?

        • Djalma

          Com certeza não, mas houve sim uma variação que até justificaria os aumentos.
          Se pegar de 2014 para cá dá uma variação aproximada de 45% no dólar; mas a questão nem é essa. A questão é que o dólar chegou a 4,00 , o pessoal reajustou os preços de Golf e Jetta que eram importados, e depois quando o dólar caiu para 3,20 como tá hoje, os preços não caíram.

    • Elias Silva

      O Jetta, ou o em breve novo Jetta vai “subir” de categoria pra concorrer com fusion por exemplo. Informação que eu tive da VW é que ele vá custar na faixa de 130.000 quando vier. O Polo/Virtus vieram pra ficar no lugar do antigo Jetta quando o preço estava mais baixo.

  • Pipo pipo

    Sei que nosso mercado é assim mas continuo achando que nenhum carro vale o que se cobra no Brasil.

    • Fabio Perineto

      Boqueta e caríssimo

    • Djalma

      Nisso você está certo.

  • Vinícius

    Uma pessoa que paga mais de 80 mil nesse veiculo, com esse interior simples, bancos horríveis e conteúdo discutível, deveria ganhar uma vaga de emprego na VW Brasil, pq realmente ama a marca.

    • Djalma

      Você conhece o carro, ou é mais um piloto de teclado, que só fica repetindo os que os outros falam, que nem papagaio?

      • Gil de Piento

        E você, conhece o carro? Porque todos que conheceram o Polo, eu inclusive, percebem que o acabamento é bastante simples, parecendo carro de acesso, muito inferior ao que a faixa de preços costuma ofertar.

        • Djalma

          Eu conheço! A versão mais cara tem acabamento no nível da concorrência, bem acabado, com arremates precisos. Plástico rígido todos tem;o do Argo é puro plástico rígido, apenas passa uma impressão um pouco melhor por causa das texturas, mas já ouvi opiniões de quem entende, que o painel do Polo apresenta plástico rígido de qualidade superior ao do próprio Argo.

          • Elias Silva

            Os bancos em couro do Polo Highline, são sintéticos em cinza/preto mas todos bem costurados, e os acabamentos em plástico também sem rebarbas. Achei bom, nada de mais nem de menos.

  • marc west

    Talvez quem esperar mais uns meses vai conseguir comprar um Virtus mais caro, mas também com melhorias em acabamento e equipamentos. As críticas são tão generalizadas que duvido que a VW não vá fazer algo, nem que seja só para dar um “agrado”.

    Off-topic: Moro na Europa e acaba de passar um anúncio do Compass na TV. A partir de 21.900 euros, com 4 anos de garantia. Isso dá menos de 79 mil temers. Muita sacanagem os preços (de tudo) no Brasil.

    • Djalma

      Não vai fazer nada; encheram de críticas o Polo também e o carro vai chegar a quase 7 mil vendas em Janeiro, que é um mês tradicionalmente de vendas fracas. E se você acha que o Compass é barato aí, vai nos EUA então que é mais barato ainda.

  • Igor Vighi Viscardi

    POR ESSE PREÇO DO HIGHLINE COMPRO UM CIVIC SPORT MUITO MAIS CARRO

    • Djalma

      Você compra qualquer coisa desde que tenha a grana, mas para comprar um Civic Sport, vai pagar hoje 96.400,00, exatamente 16.410,00 a mais que o Virtus, que custa 79.990,00.

      • igor vighi viscardi

        A versão avaliada custa 84.790 e um Civic Sport MT 89.900 acho pouca diferença de preço para muita diferença de carro

        • Djalma

          Isso eu, sei, mas se existisse a TSi sem AT , o preço de tabela sem opcionais, seria em torno de 74.990,00. Foi o que falei para um colega aí, se fosse comprar um Virtus por 88 mil e tivesse um Cruze LT, ou Civic AT até uns 5 mil mais caro eu também descartaria a opção do Virtus. O Virtus só me interessa na Confortline completa ou Highline basica, e ainda na cor branca, que foi a que gostei mais.

  • Miguel

    Agora me responde uma coisa:

    Não tinha um pessoal aqui que reclamava dessa saída central do ar condicionado posicionada muito embaixo, tida como “gela mão?”
    Se não me engano era num Fiat, talvez Palio, não lembro…

    • Calibra vermelho 95

      Tinha rsrs. Mas é VW né?

  • Fernandao_R1

    “Acabamento Premium do antigo Polo?” Acho muita grana para um carro com aspecto de Voyage top, o carro tem seu mérito porém não vale tudo isso, sinto falta de um acabamento em soft touch uns bancos mais bem acabados seja em couro, parcialmente couro ou tecido entre outros detalhes, afinal cobram alto p entregar pouco…

    continuo a comprar carros usados, tem maluco pra tudo, você compra um belo carro de um primeiro dono

    • Ernesto

      Sempre fui da seguinte opinião: o dono do dinheiro faz o que bem entender. Ele pode tanto comprar um seminovo como um usado. Quem somos nós para criticarmos? Tem gente que prefere Cruze 2013 com motor 1.8 defasado, fazer o que?

      • Fernandao_R1

        Foi o que eu disse, tem maluco pra tudo, que no caso pode ter sido eu ter comprado um cruze ltz 2013, único dono abaixo do valor de mercado e da tabela FIPE, periciado na terceira visão e baixa quilometragem, ou o maluco pode ser aquele que paga caro nesse polo e várias outras loucuras como 60k em picanto, Hb20 e tantos outros.. Na minha condição financeira essa é uma maneira “crazy” de se gastar dinheiro entretanto independente do poder aquisitivo não tira o mérito de que seja uma compra ruim. Comprei meu carro em uma oportunidade, não tive pressa em trocar para mostrar a ninguém, esperei o melhor momento consequentemente farei uma boa revenda, inclusive está anuncia, se o motor é defazado ou não, me serviu muito bem em ultrapassagens seguras e um consumo razoável de combustível, é um carro seguro que entrega de série controle de estabilidade, enfim, a satisfação fica ainda melhor quando fazemos uma boa compra!

  • Renato Salgado

    Vai ser top 5 de vendas. Vai tirar venda do Corolla, me arrisco a dizer.
    Finalmente a Volks acertou.
    Carro ficou Top!

  • Felipe Gonçalves

    Gostei muito desse Virtus. Parece ter tudo o que considero necessário num veículo (considerando-o com todos os opcionais). Infelizmente, assim como qualquer outro aqui no Brasil, o preço que é complicado :/

  • Leandro

    Se eu comprasse um desse faria igual ao dono do Up que fez o relato aqui no NA, trocaria os bancos pelos do jetta ou do golf. Estes virtus são horríveis.

  • Adriano Lius II

    Vejo o povo discutindo pq um gosta de cambio manual e o outro não. Pelo amor de Deus, evoluam!! Tem gente que tem carro para se locomover, e gosta de automático, quanto menos exigir da capacidade humana melhor, já tem outras pessoas, que curtem sentir o carro em sua mão e gostam do cambio manual, que é o meu caso. Respeitem, não comparem. Discutam sobre algo que possa ajudar, algo como por exemplo denunciar postos que estão fraudando a quantidade de gasolina que sai da bomba, etanol com 50% de aguá, isso é legal, discutir cambio? Loira é melhor que a morena? Não.. é gosto… gosto cada um tem um, mas aqui, sempre alguém quer sobressair. Lamentável. abraços.

  • mjprio

    Caramba 87 mil da pra levar um Sentra intermediário ou um Cruze LT em promoções!

    • Djalma

      Não sabia que a Nissan e a GM estavam dando 9 mil de desconto.

      • mjprio

        Aqui em Manaus eles estavam vendendo o Cruze LT a 85 mil e o sentra SV a 92, mas com choro da pra buscar uns 88 mil

        • Ernesto

          Eu acho que o maior problema dessa versão SV do Sentra é ele ter somente air bags frontais, ou seja, air bag duplo. Para um carro dessa categoria, deveria ser no mínimo 4 air bags.

          • mjprio

            Concordo inteiramente contigo

  • Djalma

    Sensor traseiro é de série sim, o que é opcional é o dianteiro.

  • MARCELO

    Motor e câmbio volks são bons, mas não valem esse preço todo que pedem!!!!!! Surreal!!!!!

  • Abel Neto

    90 mil num Virtus…

  • Elias Silva

    Uma coisa que dá pra perceber por aqui é que todo mundo reclama do preço, mas antes do lançamento quando só tinham a informação que tirou 5 estrelas na latin NCAP, todo mundo veio falar que realmente é um carro ótimo que o conceito de segurança está valendo mais para os brasileiros. Mas então a VW estaria cobrando mais caro no mesmo segmento pq esse é o diferencial da segurança. Mas aí novamente todo mundo vem meter o pau que o carro tá muito caro, ou seja, se a VW fizesse ele pelado sem segurança alguma e consequentemente mais barato então estaria resolvido pra essa turma que reclama de tudo?

  • Ricardo

    Se o interior tão criticado do Polo e Virtus fosse preto, melhoraria um monte!

  • Edson Fernandes

    Sim… mantem o DSG6.

  • Marcio Robson de Freitas

    Pena que é feito na Argentina, então para revender perde-se uma baita grana.

    • Lennes

      E nem banco de couro tem kkkkkk

  • Lennes

    Dou risada quando vejo o preço desses carros kkkkk Deveria ser no máximo 40 mil e olhe lá !
    Com 84 mil na versão TOP, sou mais pagar em um Corola 2.0 XEI 2017 com no máximo 30 mil km rodados.

  • Ivan Gomes

    Este modelo creio que veio pra bater de frente com o GM Cruze que custa mais de 100 mil..

  • Speed Racer

    Faltam os air-bags de cortina e um preço mais baixo nas versões do topo.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email