Avaliação: Volvo XC40 Recharge é bom, mas falta infra

volvo xc40 pure electric avaliacao na 2

O Volvo XC40 trocou os motores a combustão pelo elétrico como alternativa viável para sua atuação no mercado brasileiro e é um dos players do segmento premium nesse caso.


Apostando na energia, o SUV da marca sueca pode ir longe, especialmente porque há opção mais em conta na Europa, mas no momento, ele vem com toda a energia que dispõe.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 16

Com desempenho de esportivo, o XC40 elétrico surpreende pelo arranque, mas o alto nível de conexão remota ainda enfrenta desafios e o nórdico não escapa disso.

Aliás, ele também sofreu com a falta de infraestrutura num das regiões mais densas do Estado de São Paulo que, em tese, deveria ter boa cobertura de recarga realmente funcional.

Custando R$ 399.950, o Volvo XC40 Recharge Pure Electric P8 2022 traz consciência ambiental com baixo custo de operação.

Por fora…

volvo xc40 pure electric avaliacao na 9

O Volvo XC40 Recharge Pure Electric P8 adiciona uma frente sem grade, que chama atenção logo de cara, com a cobertura na cor do carro.

Já os faróis full LED ainda são os antigos – o modelo mais recente ficou igual ao C40 – com o famoso “Martelo de Thor”. São adaptativos é isso é uma vantagem.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 5

Nas laterais, não parece, mas os pneus traseiros são mais largos, tendo 255/40 R20 de medida, enquanto os dianteiros têm 235/45 R20. As rodas de liga leve têm belo desenho.

Teto solar panorâmico e antena barbatana estão presentes, assim como lanternas em LED e a tampa do bocal do “tanque”, que confundiu frentistas num posto…

Por dentro…

volvo xc40 pure electric avaliacao na 22

No interior, o Volvo XC40 Recharge não se distingue tanto das versões que eram abastecidas com gasolina. O desenho geral é o mesmo e com tudo desligado, nota-se apenas uma coisa.

O botão de partida foi tampado por um aplique circular de plástico. No XC40 elétrico, basta pisar no freio e engatar D ou R para ligar. Há opção de desligar na multimídia, mas não é necessário.

Como as opções a gasolina e híbrida, que já não existem mais, traz bom acabamento em tom escuro, bancos confortáveis e envolventes, com ajustes elétricos na frente e memória.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 15

Atrás, o espaço é bom e há difusores de ar para aumentar o conforto, assim como o teto solar panorâmico, que nos primeiros dias da avaliação não funcionava corretamente.

Com uma atualização, voltou a responder em seu comando touchscreen junto das luzes de LED no teto. Basta deslizar o dedo ou pressionar para persiana e vidro cumprirem suas funções.

Falando em não funcionar, o Bluetooth parou depois disso e o rádio foi junto… Sem mídias, restou “ouvir o silêncio” do XC40 elétrico.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 19

O carregador indutivo para smarphones funcionou bem, assim como o sistema de som premium Harman Kardon.

Simplificado em relação ao modelo anterior, o XC40 elétrico agora tem plataforma Android tão minimalista que a Sensus dá saudade. O cluster não oferece muito, nem mesmo autonomia.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 33

Contudo, o mapa do Google Maps ao centro é uma benção, tirando o olhar do infotainment. Só há mais uma opção de visualização da instrumentação e mais nada.

No display da multimídia Android, tudo bem simplificado com Google Maps, Spotify e pode-se adicionar alguns apps do Google. Só o Maps ajuda muito, ainda que o ideal fosse o Waze.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 36

Ele opera com ou sem o login do usuário e indica o nível de carga ao chegar ao destino. Caso fique no vermelho, ele aponta os eletropostos da Volvo.

Tem monitoramento em 360 graus, telefonia e status do veículo, onde a ausência de informações cruciais aumentou aquela sensação ruim que o carro elétrico geralmente impõe.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 44

No mais, o ambiente é agradável, o volante tem boa empunhadura, o porta-luvas não é tão espaçoso e o porta-malas serve bem com seus 414 litros, com tampa de abertura automática.

Há também um espaço para bolsas e mochilas na frente, sob o capô, tendo ainda ali o kit de reparo e calibragem dos pneus.

Por ruas e estradas…

volvo xc40 pure electric avaliacao na 49

Imediato, o Volvo XC40 Recharge Pure Electric não economiza energia na hora de responder ao pedal. Forte, ele simplesmente decola sem cerimônia, grudando o corpo no banco.

É tudo muito rápido e em dose única, pisou, arrancou. Com dois motores elétricos, um em cada eixo, o XC40 tem 408 cavalos e 67,3 kgfm instantâneos, que aparecem sem delongas.

Como todo carro elétrico, o XC40 pula na frente dos carros a combustão com facilidade impressionante e isso dá uma ideia de como será o futuro no trânsito.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 36

Ainda assim, não é preciso se assustar com o pedal, bastante conduzir normalmente que ele atenderá sem surpreender tanto.

Sem marchas, apenas um indicador de potência mostra o quanto você está aplicando de energia enquanto o desempenho cresce. Do contrário, há um econômetro também.

Nesse caso, frenagens longas são agradecidas pelo XC40, assim como longos trechos “velejando” após uma aceleração, reduzindo assim o consumo de energia.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 26

Pode-se optar pelo único modo adicional existente nesse XC40 100% elétrico, o One Pedal Drive, que usa o freio motor até fazer o carro parar literalmente.

É bem chato de usar no dia a dia, mas poupa os freios. Além disso, não verificamos benefício energético em seu uso. Não alterou em nada a economia de energia, em alguns casos, piorou.

Falando nisso, o XC40 – com seus excessivos 2.180 kg – registrou consumo de 24 kWh/100 km na estrada e 26 kWh/100 km na cidade, algo como 4,17/3,85 kWh/km, respectivamente.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 48

Nas contas feitas, um percurso de 94 km com trecho de serra (subida da Imigrantes) e com 54% de bateria, indicou chegada ao destino em São Paulo com apenas 18% da carga.

Teoricamente sobraram 75 km que, somado aos 94 km, dão 169 km, menos que os 225 km que representariam 54% da carga. Contudo, é importante considerar a topografia.

Trechos muito irregulares ou subidas bastante longas impactarão diretamente na autonomia. O trânsito pesado não é de fato um problema, diferente de carros a gasolina ou flex.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 6

Na descida de serra, pouca regeneração, apenas 3% de recuperação, não usando o freio motor, que obrigaria a manter a aceleração para evitar uma parada.

Em todo caso, há o Pilot Assist para manter a velocidade, porém, não percebemos ganhos nisso. Deixar ele rolar, controlando com os freios pareceu mais adequado.

Com direção bem responsiva, o XC40 Pure Electric agrada ao volante e com freios ótimos, ainda que os sensores assustem um pouco, especialmente em manobras apertadas.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 7

Ele simplesmente tranca o freio se entende que o carro irá bater. Isso é igualmente comum em ruas estreitas com carros estacionados aleatoriamente, obrigando desvios de direção.

O Pilot Assist está mais exigente em detectar a mão do motorista no volante, não bastando apenas um toque. Tem que segurar de fato e por algum tempo.

Já a suspensão sofre com ruas de pavimento ruim, como bloquetes, paralelepípedos e asfalto defeituosos. As rodas aro 20 têm pneus de medidas diferentes (mais largos atrás) e perfil baixo.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 34

Pode-se ouvir o trabalho dos braços em condições de via irregular, não sendo agradável, apesar de se entender que as vias nacionais são realmente bem ruins quando querem.

Com força de sobra para retomadas de esportivos e ultrapassagens sem esforço algum, o XC40 anda muito bem e isso é um ponto muito positivo para ele.

Já a recarga é muito diferente disso. Sem adaptador para uso em tomadas domésticas, assim como os híbridos da marca, o XC40 tem um cabo pouco usual no Brasil e fica a depender da rede.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 40

Nesse caso, os dois únicos eletropostos acessíveis em Guarujá-SP – sendo inclusive da Volvo – não ofereceram a carga necessária para uma autonomia proveitosa do veículo.

Em 8h30m, 26% de carga num equipamento da Volvo, levou o percentual de 31% para 57%. Num período de uma hora, apenas 3% foram carregados (de 45% para 48%).

Para alcançar 100% da bateria, o cluster indicava o horário de término às 12:48h do dia seguinte, às 19:30h.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 50

Ao verificarmos a baixa carga, entramos em contato com o concierge da Volvo, através do supermercado e On Call, que ficou de verificar os dois aparelhos.

Não encontramos os pontos de recarga do complexo Anchieta-Imigrantes na pesquisa a bordo ou pelo app Plugshare.

A Volvo teria firmado um acordo com o SAI para ter pontos de 11 kW até fevereiro de 2022. Estes seriam nas bases de apoio das duas rodovias.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 38

Observando ainda no referido aplicativo, vimos que ainda existem muitas áreas no escuro não só na capital paulista, mas em todo o Estado de São Paulo, que dirá todo o Sudeste.

Não se trata apenas da Volvo, mas na totalidade, os carros elétricos continuam limitados aos principais centros urbanos e eles precisam provar que podem ir e vir livremente.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 25

Sem isso, o carro elétrico continuará limitado e bons carros como o XC40, ficarão fadados a rodar somente  em certas regiões.

No caso do sueco é imprescindível dispor do Wallbox, especialmente um adicional para casa de campo ou praia. Infelizmente não dá para confiar na rede existente, ainda longe do ideal.

Com tais pontos de apoio nos lugares devidos, o XC40 Pure Electric (e os demais elétricos) só tem a oferecer uma viagem prazerosa, com ou sem silêncio.

Por você…

volvo xc40 pure electric avaliacao na 3

O Volvo XC40 é uma proposta interessante, ainda que a atualização do software deveu em oferecer a autonomia, assim como corrigir problemas como do Bluetooth, rádio e o teto.

Neste último, deu certo, apesar do temor de travamento diante de chuva durante gravação de vídeo para o TikTok. A persiana ficou parcialmente aberta, mas o vidro manteve-se fechado.

A complexidade das atualizações OTA não deveria ser materializada no não funcionamento de operações do carro, ainda que não sejam vitais nesses casos.

volvo xc40 pure electric avaliacao na 4

Do outro lado, a plataforma Android beneficia pelo bom navegador do Maps, que evita a confusão de acessos e poluição visual do Waze.

Apesar dos detalhes apontados, corrigíveis com uma boa atualização, exceto pela rede de recarga, o Volvo XC40 Pure Electric mostra que pode ser possível viver com um elétrico, com algumas ressalvas.

No entanto, isso só acontecerá se a infraestrutura doméstica e pública atender aos requisitos dos consumidores, que querem ir e vir com liberdade, sem o temor de ficar pelo caminho.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Volvo XC40 Recharge Pure Electric P8 2022

Motor/Transmissão

Dois elétricos (um em cada eixo)

Potência – 408 cv a 0 rpm

Torque – 67,3 kgfm a 0 rpm

Transmissão – Automática de 1 marcha

Desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h – 4,9 segundos

Velocidade máxima – 180 km/h

Autonomia – 418 km (100% de bateria)

Consumo urbano – 3,85 kWh/km

Consumo rodoviário – 4,17 kWh/km

Suspensão/Direção

Dianteira – McPherson/Traseira – Multilink

Elétrica

Freios

Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus

Liga leve aro 20 com pneus 235/45 R20 (dianteiros) 255/40 R20 (traseiros)

Dimensões/Pesos/Capacidades

Comprimento – 4.425 mm

Largura – 1.863 mm (sem retrovisores)

Altura – 1.647 mm

Entre eixos – 2.702 mm

Peso em ordem de marcha – 2.180 kg

Bateria – 78 kWh

Porta-malas – 414 litros

Preço: R$ 399.950

Volvo XC40 Recharge Pure Electric P8 2022 – Galeria de fotos

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.