Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

O mundo automotivo está em transição e a Volvo atravessa esse período com a hibridização de sua gama, chegando mesmo à proposta esportiva, o XC60 Polestar Engineered.


O SUV, que é o carro mais emplacado do fabricante nórdico, tem na versão Plug-In Hybrid T8 o suprassumo da eletrificação na gama global e vem para unir dois mundos.

Empregando o motor Drive-E 2.0 junto com um elétrico, o XC60 Polestar tem 407 cavalos combinados, mas isso é o que a Volvo diz, pois ele tem um pouco mais: 415 cavalos.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Apesar da pequena diferença, o ajuste da conterrânea Polestar transforma um XC60 T8 comum num carro bem diferente de dirigir, muito mais arisco e ágil, quando você quer.

Custando R$ 416.950, o XC60 Polestar Engineered reúne alguns diferenciais em relação às demais versões, lembrando que a Volvo tem seu portfólio nacional 100% híbrido.

Por fora…

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

O Volvo XC60 Polestar Engineered não é um carro chamativo, sendo até bastante discreto para sua proposta.

Se não fosse pelas belas rodas esportivas aro 22 polegadas, com pneus 265/35 R22 e dotadas de pinças de freio amarelo-ouro da Akebono, o SUV nórdico passaria despercebido.

Aliás, a Volvo oferece mais duas opções de rodas aro 22 polegadas, cada modelo custando a bagatela de R$ 38.200. O mais estranho é que a roda mais radical visualmente é exatamente a que vem de série no carro.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Ele vem ainda com grades, molduras das janelas, barras longitudinais no teto, retrovisores e para-choque traseiro com duas bocas de escape, tudo em preto.

Na frente, o logotipo da Polestar marca a proposta do SUV esportivo, que apresenta também teto solar panorâmico, antena barbatana e os faróis full LED com o “Martelo de Thor”.

Por dentro…

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Diferente de outras propostas esportivas, a da Volvo não foca muito no visual para diferenciar seus produtos, sendo que o interior segue a mesma linha do exterior.

Por dentro, todo o acabamento é preto e não há outra opção, mas os cintos em amarelo-ouro são um diferencial e tanto para o XC60 Polestar Engineered.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Os bancos possuem desenho esportivo, inclusive o traseiro, com encostos individuais nas laterais. Na frente, são elétricos e totalmente ajustáveis por botões ou pela multimídia.

Eles têm inclusive extensão de assento e memória, mas não se deixe levar, visto que a coluna de direção infelizmente é ajustável manualmente, uma das peculiaridades da Volvo.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

O volante é o mesmo das demais versões, mas com apliques em preto. Minimalista, ele traz também paddle shifts em alumínio, permitindo trocas manuais.

No painel, acabamento metalizado e couro, assim como nos assentos, volante, portas e manopla do câmbio. Ali, botão cromado dos modos de condução e de partida. Há também um vistoso HUD colorido multifuncional.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Já o cluster não tem nada de especial se você já viu um XC60 híbrido de versões mais comuns. Econômetro, medidor de nível e autonomia da bateria, conta-giros nos modos esportivos, etc.

Não há nada especial como em outros esportivos, mantendo ele as quatro opções de grafismos comuns, mas com a instrumentação modificada conforme o modo escolhido.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Ainda assim, um visual esportivo em cor vermelha pode ser usado mesmo com o modo Polestar, o mais forte desse XC60 T8. A multimídia Sensus já está com os dias contados.

Sua tela de 9 polegadas, semelhante em aspecto e usabilidade a um tablet, logo terá um sistema operacional Android e trará um mapa 3D em tela cheia, que não existe no atual.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Com 1.001 utilidades, a Sensus reúne tanta informação que em alguns casos, é melhor parar o carro e buscar o que deseja. Tem projeção de Android à CarPlay, mais câmera de ré, etc.

Tendo um bom espaço interno, o Volvo XC60 Polestar Engineered vem com assento infantil integrado com elevação nas laterais do banco traseiro, item importantíssimo desde 1977.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Já o porta-malas tem tampa de abertura e fechamento elétricos, com sensor de aproximação com o pé, quando as mãos estão ocupadas. O bagageiro tem 468 litros e pode ser ampliado.

Por ruas e estradas…

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Ao volante, o Volvo XC60 Polestar Engineered é um carro bem interessante de guiar, especialmente por ir da água ao vinho num apertar de botão, ou melhor, deslizar de dedo.

Seu motor é o Drive-E 2.0 já conhecido, todo feito em alumínio, com turbocompressor e injeção direta de combustível, sendo abastecido apenas por gasolina.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Com 1.969 cm3 de deslocamento, o B4204T35 entrega 320 cavalos a 5.700 rpm e 40,8 kgfm a 2.200 rpm. Se fosse há outros tempos, sem eletrificação, certamente seria um 2.0 tri-turbo de 454 cavalos!

Mas, com o Drive-E da realidade (a Volvo realmente fez o motor citado, mas nunca o usou), o XC60 Polestar tem ainda um motor elétrico de 87 cavalos e 24,5 kgfm, no eixo traseiro.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Ele vem com uma transmissão automática de oito marchas da Aisin, além de bateria de lítio de 10,4 kWh, entre os bancos dianteiros e sob o túnel central.

Com esse conjunto, ele oficialmente vai de 0 a 100 km/h em 5,3 segundos, mas limita-se a 230 km/h. Num pacote compartilhado, a Polestar entra nos detalhes.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Indo para a cereja desse bolo, o modo Polestar é de fato o esportivo, deixando a direção mais direta e a suspensão com amortecimento (da Öhlins e também em amarelo-ouro) mais rígida.

A programação dos dois motores mais o câmbio também é alterada, mas além da comunicação, indicando a mesma no painel, nada além da sensação do motorista se apresenta.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Com conta-giros no lugar do econômetro, o Volvo XC60 Polestar tem uma arrancada muito forte, exibindo excelente controle de tração para não girar em falso.

O conjunto de 407 cavalos e 65,3 kgfm confere ao SUV escandinavo (produzido na China, mas não parece…) saídas explosivas, mas sem um ronco avassalador.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Devemos lembrar que na frente há um 2.0 e o conjunto elétrico traseiro não emite nada, ainda assim, a sensação de colar no banco envolvente é ótima.

Há tanta força que é possível perceber o carro buscando dominar a energia imediata do conjunto híbrido. Nas retomadas, o tempo é muito curto e a resposta imediata.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Com os paddle shifts, pode-se explorar um pouco mais, deixando subir mais o giro e buscando a energia que vem do eixo traseiro, que não é pouca, embora sejam 87 cavalos.

Nesse modo, esqueça de economia, pois tudo e um pouco a mais é direcionado para as rodas. Se estiver numa estrada sinuosa, o prazer ao volante é ainda maior.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Com excelente dinâmica de condução, o XC60 Polestar contorna as curvas mais apertadas com agilidade de um carro pequeno, tendo para isso o retardamento da freada com Akebono.

Enquanto isso, os Öhlins deixam o conjunto bem grudado ao chão, ainda mais com imensas rodas aro 22 polegadas com seus pneus 265/35 R22.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Mesmo com tendência de sair de traseira, o SUV fica à mão sempre e se torna divertido em buscar trazê-lo de volta. O equilíbrio entre as duas forças motoras é exemplar.

Para lembrarmos, o XC60 não tem suspensão pneumática e no eixo traseiro nem há molas helicoidais, mas um feixe elastômero que liga as duas rodas, algo impressionante e engenhoso.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Com giros batendo na casa dos 6.000 rpm, o XC60 Polestar Engineered é diversão garantida para quem quer acelerar, entretanto, ele também serve para momentos mais tranquilos.

No modo Hybrid, ele se torna o mais eficiente possível, tendo um bom desempenho também e usando mais o motor elétrico. Rodando na cidade, ele consegue boa marca de 21,4 km/l.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Já na rodovia, fica em torno de 19,9 km/l. No Hybrid há opção de usar a frenagem regenerativa para ampliar a economia de combustível e recuperar mais rapidamente a carga da bateria.

Nesse caso, basta tirar o pé para que o freio-motor atue, aproveitando a energia do uso dos freios. Por fim, há o modo Pure, onde os 45 km de autonomia do XC60 Polestar se apresentam.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Bom, apenas se a bateria estiver 100%. Em uma estação de recarga elétrica, após duas horas, conseguimos 28 km de autonomia ou ¾ do total indicado no painel.

No porta-malas há uma bolsa com um plugue extra para instalações sobre o plugue original de recarga. Não vimos serventia para isso e o ideal seria um cabo completo para 220V aterrado.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Andando no Pure, o XC60 tem um desempenho surpreendente para apenas 87 cavalos e 24,5 kgfm, empurrando bem o SUV europeu. No XC40 Hybrid são 82 cavalos e 16,3 kgfm.

Mas não é somente isso. O Volvo XC60 T8 Polestar tem o modo Constant AWD, que mantém a força nas quatro rodas, como se fosse um 4WD permanente, bom para asfalto molhado e liso.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Já o modo Off-Road atua melhor na areia, lama e relva, sendo ativado apenas com o carro parado e modulando bem a força nas quatro rodas.

No dia a dia urbano, o XC60 é excelente, assim como na estrada, onde ronca suave a 1.800 rpm quando rodando em cruzeiro. Em qualquer dos modos, exceto AWD e Polestar, o motor entra em ação quando precisa.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Há uma função de recarga da bateria, com o motor girando alto durante a condução ou mesmo parado. Outra é a de proteção de carga, que segura a energia para uso posterior.

Por você…

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Sóbrio, o Volvo XC60 Polestar Engineered surpreende nos detalhes pouco aparentes e na boa dinâmica de condução. O desempenho é incontestável, mesmo com um 2.0…

Com Auto Pilot, que permite controle parcial de direção, além de aceleração e freios até 130 km/h, o XC60 T8 é excelente para viagem ou mesmo para o trânsito carregado das cidades.

Avaliação: Volvo XC60 Polestar é esportividade eletrificada

Os faróis adaptativos à noite dão um show e o teto panorâmico é um convite para respirar fundo e sentir o vento invadindo o habitáculo, apesar dos tempos atuais…

Com preço razoável na proposta, o XC60 Polestar é um brinde para quem quer mais que apenas um SUV esportivo, um carro para a família e uma visão do futuro, que logo será 100% elétrico.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Volvo XC60 Plug-In Hybrid T8 Polestar Engineered 2021

Motor/Transmissão

Número de cilindros – 4 em linha, turbo

Cilindrada – 1.969 cm³

Potência – 320 cv a 5.700 rpm (gasolina)

Torque – 40,8 kgfm a 2.200 rpm (gasolina)

Potência elétrico – 87 cv a 0 rpm

Torque elétrico – 24,5 kfgm a 0 rpm

Potência combinada – 407 cv

Torque combinado – 65,3 kgfm

Transmissão – Automática de oito marchas com trocas manuais na alavanca e volante

Desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h – 5,3 segundos

Velocidade máxima – 230 km/h

Rotação a 110 km/h – 1.800 rpm

Consumo urbano – 21,4 km/litro

Consumo rodoviário – 19,9 km/litro

Suspensão/Direção

Dianteira – McPherson/Traseira – Multilink

Elétrica

Freios

Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus

Liga leve aro 22 com pneus 265/35 R22

Dimensões/Pesos/Capacidades

Comprimento – 4.688 mm

Largura – 1.902 mm (sem retrovisores)

Altura – 1.658 mm

Entre-eixos – 2.865 mm

Peso em ordem de marcha – 2.174 kg

Tanque – 70 litros

Porta-malas – 468 litros

Preço: R$ 416.950 (versão avaliada)

Volvo XC60 Polestar Engineered 2021 – Galeria de fotos

Ricardo de Oliveira
Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

Deixe um comentário