Mercado Tecnologia

Bancos ventilados: como funciona a tecnologia que traz conforto

Bancos ventilados: como funciona a tecnologia que traz conforto

O ar condicionado hoje em dia se tornou mais do que conforto, realmente uma necessidade em um país tropical como o nosso. Mas, além dele, outro recurso interessante tem chegado ao consumidor brasileiro a bordo de alguns modelos de luxo importados, o assento ventilado.


Essa tecnologia não é exatamente nova, mas por conta do custo, geralmente é oferecida somente em carros mais caros, especialmente do segmento premium. Antes, os bancos eram apenas aquecidos, mas passaram a contar também com ventilação.

De acordo com um estudo feito em 2006 pelo Departamento de Energia dos EUA, os bancos ventilados reduzem em 7,5% o uso do ar condicionado, contribuindo não só para o conforto a bordo, mas também em relação ao consumo e performance. Ele pode ser usado tanto para resfriar quanto para aquecer.

Bancos ventilados: como funciona a tecnologia que traz conforto


Em um estudo feito pelo CEA – Centro de Engenharia Automotiva da Escola Politécnica da USP – os testes realizados em laboratório apontaram variação térmica de 3°C entre passageiros e assento ventilado, gerando assim uma grande melhora na percepção de conforto térmico do ocupante do veículo.

A ventilação também pode ser usada em conjunto com o aquecimento, mas recomenda-se não utiliza-la com temperatura interna abaixo de 5°C, por conta do arrefecimento demasiado do corpo do ocupante.

No entanto, além do conforto do passageiro e motorista, o banco ventilado pode ser usado em outra finalidade. A humidade presente no estofamento do veículo também pode ser eliminada com o uso da ventilação do assento.

Bancos ventilados: como funciona a tecnologia que traz conforto

Essa tecnologia, chamada Peltier, geralmente apresenta níveis de potência para ventilação, geralmente três níveis, ajustados pelo condutor de acordo com sua comodidade. Dois ventiladores (um no assento e outro no encosto) captam o ar exterior e o aquecem ou esfriando, distribuindo-o através de canaletas que terminam em canais porosos, que atravessam o estofamento.

Nos EUA, a oferta de modelos com bancos ventilados é grande, visto que ainda é o maior mercado premium do mundo, tais como Kia Forte, Kia Soul, Kia Optima, Ford Mustang, Chrysler 200, Hyundai Sonata, Ford Fusion, Dodge Charger, Jeep Cherokee, entre outros.

No Brasil, as opções existem em menor número, geralmente relacionadas com modelos topo de linha, especialmente das marcas de luxo. Alguns modelos perderam o item na mudança de geração, entre eles o Volkswagen Passat, que agora não dispõe mais do item. Da mesma forma, o mais barato com esse recurso é o Ford Fusion Titanium, que parte de R$ 123.400.

Audi A8, Bentley Continental GT e Flying Spur, BMW Série 7, Mercedes-Benz Classe S, Ford Fusion, Kia Quoris, Jaguar XJ, Lexus LS 460, Lexus ES 350, Lexus NX, Volvo XC90, Rolls-Royce Ghost e a gama Porsche, são alguns dos carros disponíveis no Brasil com esse recurso.

Bancos ventilados: como funciona a tecnologia que traz conforto
Este texto lhe foi útil??

52 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

  • Sempre fiquei tentando imaginar como funcionava, bom post. Acho um item mais necessário até que o aquecimento, principalmente no Brasil. Pena tão poucos carros oferecerem, embora não seja um item tão importante.

    • Em um panorama geral, sua afirmação faz sentido. Mas aqui no sul aquecimento de bancos e volante é um baita diferencial. Quem pega o volante de um carro às 6 e meia da manhã no frio de zero grau vai me entender. Hehehe
      Por outro lado, nossa amplitude térmica é muito grande. Essas últimas semanas estamos passando por temperaturas de até 36 graus, onde a ventilaçao vem muito bem.

      • Brasil é grande demais para um padrão unico. No Sul é até melhor o banco com aquecimento e no Norte e Nordeste é melhor o banco que esfria.

        Isso é igual ao Carro Flex. Já me falaram que tem regiões do Sul que o Alcool compensa no Preço e não usam pq não liga nem com tanquinho de partida a frio.

        • Errado, tendo gasolina no reservatório o carro liga normalmente. Meu pai tem uma Parati 85 a etanol e no inverno basta puxar o afogador, pisar uma vez no acelerador até o fundo, girar a chave e deixar injetar gasolina por uns 10 segundos. Desliga e tenta novamente, 2 a 3 tentativas e o carro pega.

    • Ia comentar exatamente isso, já tive 2 carros com aquecimento, num país como Brasil onde o calor predomina a maior parte do ano é realmente estranho a oferta ser tão baixa .

      • Moro há 200km de Curitiba, e no ultimo inverno não usei nenhuma vez o aquecimento. Nos outros invernos não tinha o carro com isso rss
        E tem um detalhe, dizem que o aquecimento não é recomendado para quem tem problemas de circulação!!!

        • Moro em Porto Alegre e uso direto o aquecimento no inverno. Prefiro dirigir com aquecimento ligado e de manga de camisa, a dirigir com um casaco grande que atrapalha os movimentos. Sempre tive carro com aquecimento e já deixei de comprar carro que não tinha.

    • poderia ter até uma versão de baixo custo, somente com o ventilador, sem peltier. Não adianta ligar o AC no talo se suas costas, pernas e traseiro continuam suados.

      • Demora até o carro esfriar totalmente.

        Uma coisa que eu acho legal e ja vi funcionar é partida a distancia do carro. Vc liga e ele ja liga o ar, aqueles 100 metros q vc vai se aproximando, ele ja tira aquele bafo quente do carro e qndo vc entra ja está “menos pior”.

        • Aí que o teto solar tem sua utilidade revelada! O ar mais quente geralmente fica no alto , em carros com teto só abrir todos os vidros e o teto antes de entrar que o calor sai bem rápido, então liga o ar no máximo e em menos de 30seg tá ótimo.

  • Redação, prestão atenção.. Peltier é a “placa” que pode aquecer ou resfriar. Ela é utilizada em alguns desumidificadores e até em alguns aparelhos de frigobar baratos (mas refrigeram MUITO pouco se comparado a um compressor comum).

  • opa tem algo errado ai. Foi questionado por um moderador, salvo engano de nome Edson o porque não constava no material de publicação do novo Passat que o mesmo possui bancos climatizados.

    • Na verdade, o Airwave da Peugeot é equivalente ao Airscarf da Mercedes e de vários outros conversíveis.

      É uma saída de ar que joga ar quente na nuca do motorista e passageiro para permitir andar com o teto aberto mesmo em dias frios.

  • Tenho um Passat que possui tal função, e posso afirmar que o sistema é muito bom e muito usado. Meu carro fica estacionado no sol, então da para imaginar a temperatura que o couro fica. Em questão de 30 segundos o banco já não está mais fervendo. E como o próprio texto diz, reduz o uso do ar condicionado, pois há sensação de refrescância.

    • Depois que coloquei película nunca mais tive problema de bancos fervendo no sol… mas é um item que gostaria no meu carro, pena que só tem aquecimento (que NUNCA usei)

      • Eu tenho G20 nos lados, mas na frente não tenho pq acho que prejudica muito a visibilidade. Para piorar o teto solar panorâmico possui uma tela para proteger o ambiente, e não um tecido blackout.

    • Oi Marcos. Que ano é seu Passat? Será que esta função tem em qualquer ano? Pergunto pois quero um carro com esta tecnologia e creio que um passat é mais fácil para se desfazer no futuro por ser Volks e as peças não devem ser tão caras. Pois fazendo uma comparação com Fusion, etc… acho que o passat tem um preço melhor.

      • Meu carro é 2014 Premium. Não sei se é opcional ou é de série o banco ventilado. O meu carro é pouca coisa mais equipado que o Fusion AWD, o FWD é inferior ao Passat (ACC, muito útil, tanto na cidade quanto na estrada).
        Quanto ao futuro, eu imagino que o Fusion seja muito mais facil de passar para frente e manter as peças, afinal o Fusion vende 300-400 por mes, enquanto o Passat não vendia 20 e esta fora de linha.
        O que me fez optar pelo Passat ao invés do Fusion foi uma oportunidade de negócio (15mil de desconto + Fipe no antigo), uma esposa e uma filha que adoram levar roupas e mais roupas quando viajamos e principalmente minha paixão por peruas.
        Acredito que a escolha racional é o Fusion AWD se você troca de carro a cada 2 anos, como pretendo ficar 4/5 anos, não me ative muito a revenda e sim ao prazer de ter um carro que eu sempre sonhei, pois esse nível de carro perde muito dinheiro de qq jeito.

        • neste momento a questão preço é a mais importante. Penso em pegar um com menos ano para ser mais em conta. Também penso em ficar um tempo com ele. Não sou de vender rápido se o carro é bom. Só já pensava trocar por um com esta tecnologia pois é importante. O Fusion. Sabe a partir de que ano tem isso? O Passat também sabe a partir de que ano? A sua é linda. Também gosto de camionete… Na reportagem cita diversos carros que nem imaginava ter, Kia Soul, Fiesta, etc… mas achei incompleta no que diz respeito ao ano que tem isso.

          • O Passat se não me engano veio a partir da reestilização, porém estou começando a achar que é disponível apenas na versão premium, que tem os bancos com ajustes elétricos/memória/aquecimento-ventilação. O Fusion vem desde a ultima reestilização.

  • “Peltier” não é o nome da tecnologia, mas sim do “efeito Peltier”, descoberto pelo físico francês Jean Charles Athanase Peltier. Trata-se da característica da placa ou circuito integrado a esse sistema que serve para resfriar o ar que circula no interior do banco. É, basicamente, uma placa que diminui a temperatura graças a um efeito termoelétrico, aplicada até em refrigeradores. Nada de novidade nisso…

  • Queria mto um carro com essa tecnologia e no BR a maioria dos carros tem aquecimento. SP no verão fica insuportável, ainda mais para quem estaciona o carro a ceu aberto. O banco do carro quente demais, tem abrir p ficar ventilando, ligar o ar ou vc fica suando igual a um cavalo. Ninguém merece!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email