China Elétricos Montadoras/Fábricas Salões do Automóvel

Benteler 2.0: austríaca revela plataforma para elétricos na China

Benteler 2.0: austríaca revela plataforma para elétricos na China

O mercado de carros elétricos na China vai exigir mudanças dos fabricantes locais. O governo de Pequim já anunciou que as marcas terão que investir mais em qualidade de produto e chegou a sentenciar que a maioria das mais de 480 montadoras do país, sumirá do mapa por conta disso.


Assim, se faz necessário absorver tecnologia mais consistente para sobreviver ao expurgo estatal promovido pelo governo. Em Xangai, além de carros elétricos de todo o tipo, apresentados por duas dúzias de marcas e startups focadas apenas neles, a austríaca Benteler até tem um estande discreto, mas seu produto merece os holofotes da China.

Benteler 2.0: austríaca revela plataforma para elétricos na China

A Benteler International é um sistemista automotivo de Salzburgo (com presença no Brasil), que apresenta na mostra chinesa a plataforma modular elétrica 2.0. Essa base da empresa, mostra como a tecnologia pode estar acessível aos fabricantes sem tradição ou experiência em engenharia automotiva.


Batizada de Benteler Electric Drive System 2.0, a base é modular e escalável, consistindo de um chassi com baterias de lítio integradas ao assoalho. Esta estrutura pode receber uma carroceria através da chamada “união a frio”. Outro ponto interessante é que o conjunto de suspensão agrega também o motor elétrico, sendo montados em separados e encaixados diretamente no chassi.

Benteler 2.0: austríaca revela plataforma para elétricos na China

Existem duas opções: suspensão com molas ou câmaras pneumáticas. As baterias também podem ser retiradas do conjunto central. Na frente, o sistema de refrigeração das baterias fica no lugar do radiador em um carro comum, enquanto no subchassi dianteiro, uma placa de indução permite a recarga via wireless.

Benteler 2.0: austríaca revela plataforma para elétricos na China

Para carros dos segmentos B e C (compactos e médios), a suspensão traseira é por eixo de torção com barras watts e até diferencial para tração traseira. Do segmento C ao E (grande), os conjuntos são pneumáticos e integrados com os motores elétricos. O sistema elétrico pode ser conectado a estações de 100 kW para recarga rápida. A Benteler não divulgou os números e nem alcance das baterias.

Benteler 2.0: austríaca revela plataforma para elétricos na China
Nota média 3 de 2 votos

  • Washington Silva

    Esta plataforma capaz de receber diversas bolhas diferentes me lembrou a utilização do chassi de fusca na maioria dos foras de série nas décadas de 70 e 80 e ainda hoje nos buggys e gaiolas. É uma solução interessante para este segmento e até pra que tem pretensões de construir um projeto próprio, como se fazia nas décadas citadas. Mas, mudando um pouco de assunto, fico pensando como fica a questão do campo magnético nestes veículos elétricos. Se a discussão acerca da influência do campo magnético dos celulares na saúde humana já aduz gravidade, como ficará com este veículos, com sistemas amplamente mais potentes?

    • th!nk.t4nk

      Cabos e tudo mais recebem uma boa blindagem eletromagnética. Isso obviamente encarece o projeto, mas não tem outro jeito.

  • Natán Barreto

    Isso vai se tornar moda com a VW fazendo isso com a plataforma elétrica dela.
    Quem não quiser ou não tiver bala na agulha poderá de juntar a terceiros que tenham a tecnologia.

  • Domenico Monteleone

    Muito boa solução.

  • Seria como o segmento de ônibus: existem os fabricantes de chassis (os mesmos que produzem caminhões) e existem os encarroçadores. A Benteler seria a fornecedora dos “chassis”.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email