BMW 120i: saiba tudo sobre a versão e seus modelos (desde 2004)

BMW 120i: saiba tudo sobre a versão e seus modelos (desde 2004)
BMW 120i 2019

O BMW 120i é, sem dúvidas, um dos carros mais conhecidos dentro da gama da marca alemã. Ele é oferecido desde a primeira geração do Série 1 e fez a sua estreia no mercado brasileiro no início de 2005 e já foi até um modelo nacional da empresa.

A atual geração do BMW 120i estreou em 2015 como um carro nacional, fabricado em Santa Catarina. Já ganhou uma reestilização e foi até descontinuado por um ano. Porém, voltou a ser vendido em 2018 e se permanece intacto até hoje.


A terceira geração do BMW Série 1 já foi flagrada em testes lá fora e deve chegar ao mercado ainda neste ano de 2019.

O novo modelo será totalmente novo, com direito a uma mecânica totalmente revista para se integrar à nova plataforma de tração dianteira, que inclusive vai substituir a atual UKL usada pelo BMW Série 2 e também pelos novos modelos da MINI.

Sendo assim, o novo Série 1 vai utilizar, pela primeira vez, o sistema de tração dianteira e se assimilar com os demais carros da categoria. Ele será equipado com novos motores turbo de três e quatro cilindros em posição transversal.

BMW 120i: saiba tudo sobre a versão e seus modelos (desde 2004)

BMW 120i – primeira geração no Brasil

A primeira geração do BMW 120i foi anunciado aos brasileiros no Salão do Automóvel de São Paulo, no fim de 2004. Porém, sua chegada ao mercado aconteceu somente em março do ano seguinte.

O modelo chegou como a única opção do então inédito BMW Série 1 por aqui – lá fora, havia também as variantes 116i e outras duas com motor a diesel, o 118d e o 120d.

Mesmo com alguns rivais já presentes na categoria, como o Audi A3, o BMW 120i chegou com preço acima da média. Para efeito de comparação, ele era cerca de R$ 45 mil mais caro que o modelo da marca das quatro argolas em versão equivalente.

A BMW cobrava R$ 130 mil pelo 120i com câmbio manual e R$ 140 mil com transmissão automática, podendo sofrer acréscimo de R$ 13 mil em qualquer uma das configurações quando equipado com o pacote “Top”, com mais recursos e acabamento mais primoroso.

Entre os equipamentos, o BMW 120i saía de fábrica com recursos como seis airbags (dois frontais, dois laterais e dois do tipo cortina), controle dinâmico de estabilidade, controle dinâmico de tração, função Brake Force Display de alerta de frenagem de emergência, pneus run flat, ar-condicionado automático digital, computador de bordo, sistema de som HiFi com 10 alto-falantes, entre outros.

O hatch entregava também retrovisor interno antiofuscante, faróis com acendimento automático, sensor de chuva, controle de cruzeiro, volante multifuncional com ajuste de altura e profundidade, sistema de som BMW Professional com entrada auxiliar, entre outros.

BMW 120i: saiba tudo sobre a versão e seus modelos (desde 2004)

Ele podia receber, como opcional, recursos como sistema iDrive com recursos multimídia numa tela no painel do carro, sistema Bluetooth para conexão com o celular do condutor, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, chave presencial, partida do motor por botão, luzes de cortesia nas maçanetas das portas, faróis bi xênon, entre outros.

O motor do modelo é um 2.0 litros de quatro cilindros a gasolina, aspirado e com injeção eletrônica multiponto. Ele é dotado do sistema Valvetronic, que dispensa as borboletas de aceleração e usa as válvulas de admissão para controlar a mistura ar-combustível, e também o sistema Duplo Vanos de duplo comando de válvulas na admissão e escape.

Tal propulsor rende 150 cavalos de potência, a 6.200 rpm, e 20,4 kgfm de torque, a 3.500 rpm. Ele podia ser combinado a um câmbio manual ou automático com conversor de torque, ambos de seis velocidades.

O BMW 120i com câmbio automático era capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 9,2 segundos. A velocidade máxima era limitada a 213 km/h. Já a respeito do consumo, o carro podia entregar médias de 6,7 km/l na cidade e 11 km/l na estrada.

Esse motor, aliado ao sistema de tração nas quatro rodas, a suspensão com ajuste afiado e os demais componentes do conjunto mecânico, conseguiam fazer o BMW 120i se destacar quando o assunto era dinâmica de condução.

Fora isso, o BMW 120i ostenta uma perfeita distribuição de peso de 50% na frente e 50% atrás.

BMW 120i: saiba tudo sobre a versão e seus modelos (desde 2004)

O propulsor tinha fôlego suficiente para entregar uma boa força em baixas rotações, se mantendo constante até em regimes mais altos. Além disso, o câmbio manual e o câmbio automático tinham casamento ideal com a unidade 2.0 litros a gasolina.

Ele conta ainda com suspensão independente nos dois eixos, do tipo McPherson na frente e multibraço atrás.

Por outro lado, ele era considerado como um carro ideal somente para um casal. Afinal, o espaço no banco traseiro era limitado para as pernas e cabeça dos ocupantes.

Fora isso, o elevado túnel central (devido ao sistema de tração traseira) complicava a acomodação de um terceiro ocupante no meio com certo conforto.

O porta-malas apresenta capacidade para 330 litros, podendo chegar a 1.150 litros com o banco traseiro rebatido.

Em meados de 2008, o BMW 120i de primeira geração recebeu alterações pontuais para se manter atualizado no mercado.

Entre elas, adotou para-choques redesenhados, melhorias no acabamento interno, direção elétrica no lugar do sistema hidráulico e aprimoramentos no conjunto mecânico para reduzir o consumo de combustível.

BMW 120i: saiba tudo sobre a versão e seus modelos (desde 2004)

BMW 120i – segunda geração no Brasil

A segunda geração do BMW 120i começou a ser vendida no Brasil somente na configuração 118i, que se posicionava como a opção mais em conta da linha, em março de 2012.

A versão 120i ficou de fora do line-up do hatch médio premium por exatos três anos. Isso porque o BMW 118i tinha vendas expressivas demais, roubando a cena frente ao 120i, mais caro.

O BMW 120i de nova geração chegou ao mercado nacional somente em março de 2015 e substituiu o BMW 118i na linha do hatch. Ele passou a ser produzido localmente na planta da marca em Araquari, Santa Catarina, ao lado do sedã Série 3 e também do utilitário-esportivo X1.

Curiosamente, ele chegou com o visual antigo da segunda geração. Na época, o BMW Série 1 já tinha sido atualizado lá fora. Por outro lado, trouxe como benefício uma redução de preço.

Enquanto o BMW 118i GP importado custava R$ 124.950, o novo BMW 120i ActiveFlex nacional (mais potente e equipado) partia de R$ 115.950.

O BMW 120i Active Flex era equipado com um motor 2.0 litros TwinPower Turbo de quatro cilindros a gasolina, dotado de injeção direta de combustível, capaz de desenvolver 184 cavalos de potência com gasolina ou etanol, a 5.000 rpm, e 27,5 kgfm também independente do combustível, a partir de 1.250 giros.

Este propulsor é interligado ao câmbio automático de oito marchas com conversor de torque e tração traseira.

Segundo dados da BMW, o 120i Active Flex nacional podia acelerar de 0 a 100 km/h em 7,2 segundos e atingir velocidade máxima de 238 km/h.

Já o consumo médio de combustível era de 6,6 km/l na cidade e 9,3 km/l na estrada com etanol e 9,4 km/l e 13,3 km/l, respectivamente, com gasolina.

BMW 120i: saiba tudo sobre a versão e seus modelos (desde 2004)

A versão de entrada saía de fábrica com recursos como bancos esportivos, volante revestido em couro com teclas multifunções e rodas de 17 polegadas.

Já o BMW 120i Sport GP, com preço de R$ 126.950, se diferenciava por recursos como sistema de navegação GPS integrado ao painel, detalhes de acabamento interno em alumínio, detalhes visuais em high-gloss shadow line, controle de cruzeiro e ar-condicionado de duas zonas.

Entretanto, sete meses depois o BMW 120i nacional foi reestilizado. A BMW anunciou a chegada da nova linha do modelo nas versões de acabamento BMW 120i Sport ActiveFlex e BMW 120i Sport GP ActiveFlex, com preços promocionais de de, respectivamente, R$ 109.950 e R$ 119.950.

A nova linha do BMW 120i trouxe importantes alterações no visual, dando ao hatch premium uma aparência mais agradável.

Entre elas, passou a contar com faróis dianteiros com recorte mais ousado e formato mais espichado (com iluminação full LED no modelo Sport GP), grade de duplo rim estilizada e para-choques mais proeminentes.

Nas laterais, destaque para as novas rodas. A traseira, por sua vez, afora o para-choque redesenhado, passou a exibir também novas lanternas em “L” invadindo a tampa do porta-malas, com iluminação em LED, e também ponteiras duplas de escapamento.

Por dentro, o carro adotou apenas molduras cromadas nas saídas de ar, nos comandos do rádio e no painel do ar-condicionado, além de outros detalhes de acabamento em “black high-gloss”.

O motor seguiu o mesmo 2.0 litros turbo flex de até 184 cavalos de potência e 27,5 kgfm de torque, com câmbio automático de oito marchas e tração traseira.

Entre os equipamentos, ambas as versões destacam os seis airbags, controle eletrônico de estabilidade, controle de tração, pneus com tecnologia run-flat, sistema Auto Start/Stop, sistema de recuperação de energia em frenagens.

BMW 120i: saiba tudo sobre a versão e seus modelos (desde 2004)

Na época, o BMW 120i reestilizado tinha como concorrentes os modelos Audi A3 Sportback, que custava R$ 152.990 na versão Ambition com motor 1.8 de 180 cv, o Mercedes-Benz A 200 com um motor 1.6 de 156 cv por R$ 137.900 e também o Volvo V40 R-Design, mais potente (245 cv) e bem mais equipado por R$ 158.950.

Foi em março de 2017 que a BMW promoveu mudanças drásticas na família Série 1 no mercado brasileiro. O hatch deixou de ser produzido localmente nas versões 120i e M125i. Com isso, somente o modelo esportivo M140i era comercializado por aqui, com preço inicial de elevado R$ 279.950.

Na ocasião, a BMW não justificou o fim de linha dessas duas versões do Série 1 no Brasil. Os modelos com o motor 2.0 litros turbo (com 184 cv no BMW 120i e 218 cv no BMW M125i) se posicionavam como os carros mais em conta da marca alemã por aqui.

O carro que passou a ocupar o posto de BMW mais barato foi, curiosamente, o elétrico BMW i3, vendido por R$ 159.950. Havia ainda o sedã nacional 320i Active Flex, mas por a partir de R$ 164.950.

Contudo, quase um ano depois, o BMW 120i voltou a ser vendido no Brasil em abril de 2018. Ele fez a sua reestreia como um modelo importado da Alemanha e em duas versões de acabamento diferentes.

Além disso, ele trouxe algumas novidades, como faróis e lanternas de LED desde a versão mais básica, novas rodas de liga-leve de 17 polegadas, painel de instrumentos redesenhado, novos detalhes de acabamento interno e apliques em alumínio escovado no painel.

O atual BMW 120i mais em conta é o 120i Sport. Ele pode ser encontrado na rede de concessionárias pelo preço de R$ 139.950 e oferece recursos como seis airbags, controle eletrônico de estabilidade, controle de tração, faróis de LED, rodas de 17 polegadas, pacote visual Sport Line, pneus run-flat, bancos dianteiros esportivos, bancos revestidos em couro sintético, sensor de estacionamento traseiro, controle de cruzeiro, dupla ponteira de escape, entre outros.

BMW 120i: saiba tudo sobre a versão e seus modelos (desde 2004)

Já o BMW 120i Sport GP, disponível peço preço de R$ 149.950, se diferencia por recursos como ar-condicionado automático digital de duas zonas (o passageiro da frente e o motorista podem regular temperaturas diferentes), painel de instrumentos com display multifuncional maior, sistema de navegação no painel, preparação para Apple CarPlay e câmera de ré.

Em ambos os casos, o motor é o mesmo da linha anterior, o 2.0 litros TwinPower Turbo de quatro cilindros a gasolina, com injeção direta. Todavia, agora ele bebe somente gasolina e pode entregar potência de 184 cv, a 5.000 rpm, e torque de 27,5 kgfm, a 1.350 giros.

Junto a este propulsor está um câmbio automático de oito marchas e tração traseira.

A BMW informa que o novo 120i 2019 pode acelerar de 0 a 100 km/h em 7,1 segundos e atingir velocidade máxima de 225 km/h. O consumo médio de combustível é de 10,6 km/l e 12,9 km/l, na cidade e na estrada, respectivamente.

BMW 120i – ficha técnica

Motor

2.0 TwinPower Turbo

Tipo

Dianteiro, longitudinal e gasolina

Número de cilindros

4

Cilindrada em cm3

1.998

Válvulas

16

Taxa de compressão

11:1

Injeção eletrônica de combustível

Direta

Potência Máxima

184 cv a 5.000 rpm

Torque Máximo

27,5 kgfm a 1.350 rpm

Transmissão

Tipo

Automático de oito marchas

Tração

Tipo

Traseira

Freios

Tipo

Discos ventilados (dianteira) e discos ventilados (traseira)

Direção

Tipo

Elétrica

Suspensão

Dianteira

Independente, McPherson, com molas helicoidais

Traseira

Independente, multibraço, com molas helicoidais

Rodas e Pneus

Rodas

Alumínio de 17 polegadas

Pneus

205/45 R17

Dimensões

Comprimento total (mm)

4.329

Largura (mm)

1.765

Altura (mm)

1.421

Distância entre os eixos (mm)

2.690

Capacidades

Capacidade de carga (kg)

560

Tanque (litros)

52

Peso vazio em ordem de marcha (kg)

1.380

Coeficiente de arrasto (Cx)

0,31

BMW 120i – galeria de fotos

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.