BMW Europa Híbridos Sedãs

BMW 745e é a versão híbrida plug-in com autonomia de até 58 km

BMW 745e é a versão híbrida plug-in com autonomia de até 58 km

O BMW 745e é a nova opção híbrida plug-in da marca alemã para o mercado europeu e possivelmente para os EUA. O sedã de luxo surge como alternativa para reduzir as emissões e ainda com capacidade para rodar alguns quilômetros sem lançar CO2 na atmosfera. Disponível nas duas carrocerias, padrão e longa, o modelo ainda não teve os preços revelados.


Já atualizado, o BMW Série 7 2019 agora conta com a 745e, que tem motor seis em linha 3.0 TwinPower Turbo com 286 cavalos e um motor elétrico de 113 cavalos, entregando assim de forma combinada, 394 cavalos de potência. O interessante é que este último é montado dentro da caixa de transmissão automática de 8 marchas.

BMW 745e é a versão híbrida plug-in com autonomia de até 58 km

Assim, o BMW 745e mantém a tração traseira sem alterações. Entretanto, na versão 745Le xDrive, o sedã topo de linha vem com sistema de tração nas quatro rodas com caixa de transferência e diferencial dianteiro. Há também a versão 745Le apenas com tração nas rodas traseiras.


Em todas as variantes, o BMW 745e vem com baterias de lítio de 12 kWh. De acordo com a BMW, a autonomia no modo elétrico varia de 54 a 58 km na carroceria padrão, enquanto o 745Le fica entre 52 e 55 km. O 745Le xDrive percorre de 50 a 54 km sem emissão de poluentes. Os resultados foram obtidos já no ciclo WLTP, mais realista que o antigo NEDC.

BMW 745e é a versão híbrida plug-in com autonomia de até 58 km

Com isso, o BMWE 745e supera o antigo 740e iPerformance, que não passava de 40 km de alcance no modo NEDC. Visualmente, com exceção da tampa para os conectores de recarga e logotipos exclusivos, o sedã híbrido plug-in não tem diferenças em relação às versões a gasolina e diesel.

Por dentro, a mudança fica na multimídia BMW ConnectedDrive e no cluster digital, que apresentam informações e animações relacionadas com o sistema de propulsão híbrido. A BMW não divulgou o tempo de recarga da bateria.

BMW 745e 2019 – Galeria de fotos

BMW 745e é a versão híbrida plug-in com autonomia de até 58 km
Este texto lhe foi útil??

  • CanalhaRS

    Até marcas de luxo adotando rodas pretas, feio demais.

    • 1 Raul

      Pelas fotos, trata-se da variante M

    • Luis Burro

      Sério,acho muito mais sóbrio q aqueles cromados brilhantemente bregas e chamativos!

    • th!nk.t4nk

      Tem 15 rodas disponíveis pra esse carro, no configurador. A preta é só uma delas.

    • Cristiano

      Quem lançou a moda foi justamente a BMW, com a M5 com rodas escurecidas, e isso foi lá pro começo do século.

  • Domenico Monteleone

    Esses bancos estilo bota texana não ficaram legais não

    • th!nk.t4nk

      Verdade, mas tem 15 cores de couro pra escolher, além de 7 cores/materiais de painel/acabamentos (ou seja, 105 combinaçoes possíveis de interior). Vai ser bem raro ver esses mais exóticos nas ruas, mas eles oferecem porque no oriente médio o povo curte essas forraçoes doidas.

      • CanalhaRS

        “Vai ser bem raro ver esses mais exóticos nas ruas…”
        Nunca duvide do mau gosto dos clientes chineses e russos…hahahaha…

  • Luis Burro

    Eu ñ entendo pq nas versoes puramente eletricas a quilometragem é 6 vzs maior q no híbrido,o tamanho da bateria é muito maior ou é outro fator?

    • th!nk.t4nk

      É o tamanho da bateria. Em híbrido simplesmente não tem espaço pra tantas células de bateria. E se mesmo assim desse um jeito de colocar, o resultado final seria ruim, por conta do peso (motor ICE + motores elétricos + um pack gigante de baterias).

  • Luis Burro

    Q matemática estranha esta 286+113=394!…????

    • Matheus

      As curvas de potência não são iguais…

  • Luis Burro

    Ñ me conformo q estes modelos tenham um aproveitamento de entreeixos muito mal feito,pra q aquele espaço enorme entre a roda e a parede corta fogo?
    Ñ é a toa q é um trambolho com 5m e q o espaço seja quase o msmo do série 5!

    • th!nk.t4nk

      O Série 7 é projetado pra acomodar um motor V12 6.6 biturbo, na versao M760Li xDrive. É um monstro mesmo.

      • Luis Burro

        Ah,mas tem carros com motores semelhantes e q conseguem ser menores…mas como eles são carros de luxo aqui a prioridade ñ é economia!

  • HENRY ME

    Será têm algum motivo esse tamanho de grade símbolo da BMW ?

    • th!nk.t4nk

      Sim, eles declararam que esse novo Série 7 foi feito priorizando o mercado chinês, e lá em consulta com os clientes eles pediram que a grade fosse maior. É o maior mercado automotivo do mundo, fazer o quê. Mas penso que a BMW poderia ter feito uma versão mais elegante pro ocidente, quem sabe (o duro é que iriam diferenciar bem onde não deve né).

  • Marcio Souza

    Medíocre essa autonomia no modo elétrico.

  • Gabriel

    Até agora não consigo entender o porque de terem colocado essa frente de SUV na serie7

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email