*Destaque BMW Motos Preços

BMW G 310 R será oferecida no Brasil por R$ 21,9 mil

bmw-g310r-4 BMW G 310 R será oferecida no Brasil por R$ 21,9 mil

Depois de muita espera, a BMW Motorrad, enfim, divulgou o preço da inédita G 310 R para o mercado brasileiro. A naked, que marca a estreia da fabricante alemã no segmento de motocicletas abaixo de 500 cilindradas, será oferecida por aqui a partir do segundo semestre deste ano com preço de R$ 21,9 mil. Com este preço, o modelo vai se posicionar acima da Kawasaki Z300 (R$ 18.890) e da Yamaha MT-03 (R$ 19.190).



Ao contrário dos modelos japoneses, a nova BMW G 310 R é dotada de um motor monocilíndrico (as rivais usam um propulsor bicilíndrico), neste caso de 313 cm³, refrigerado a água, com comando duplo de válvulas e injeção eletrônica de combustível. Ele desenvolve 34 cavalos de potência, a 9.200 rpm, e 2,85 kgfm de torque, a 7.500 rpm, e está acoplado a um câmbio de seis marchas.

Entre os equipamentos, a G 310 R vai dispor de freios ABS (antitravamento) de série, painel de instrumentos com tela LCD, suspensão dianteira invertida, entre outros.

bmw-g310r-4 BMW G 310 R será oferecida no Brasil por R$ 21,9 mil

“Estamos bastante entusiasmados em ver, em breve, a nova BMW G 310 R desfilando pelas ruas do Brasil, atraindo os olhares de quem se empolga com a vida sobre duas rodas. E mais que marcar o início de uma nova história da BMW Motorrad no Brasil, a nova BMW G 310 R reflete, em muito, o espírito da marca de inovar e quebrar paradigmas”, afirma Federico Alvarez, diretor da BMW Motorrad Brasil. “Desenvolvida na Alemanha e produzida no Brasil, teremos um foco total na qualidade deste novo produto, que passa pela fabricação até a atenção especial ao pós-vendas”, complementa o executivo.

A BMW G 310 R será a primeira motocicleta da marca alemã abaixo de 500 cilindradas.

Galeria de fotos da BMW G 310 R

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

COMPARTILHAR:

44 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

  • Não andei na moto, não a conheço, mas pelo que li, acredito que seja tenha a pior relação custo X benefício. Não estou dizendo que a moto seja ruim, mas que as concorrentes oferecem mais por menos (MT-03, Duke 390, Z300…).

    • É, nessa faixa de preço (Ou menos), para quem curte naked, Yamaha e KTM ainda são melhores custo x benefício. Se eu gostasse desse estilo, ainda iria de Duke 390, por todo o pacote de equipamentos. A KTM só precisa melhorar aqueles bancos. Mas é aquela história, o público dessa motocicleta será aquele cara que QUER muito ter uma BMW e para ele agora vai caber no bolso, independente de custo x benefício ou se é melhor ou pior, ele quer uma BMW, então, comprará.

      • O pior não foi isso, o pior é que irão substituir a GS650 pelo GS310, e cara, já sabe né, oferecer gato por lebre é sacanagem. Sou fascinado pelas motos da BMW, só acho que erraram a faixa de preço pra uma moto dessas, por ser monocilíndrica deveria, ao menos, ter 400cc…

        • Mas a 650 GS não fui substituída pela 700 GS? Mas sobre faixa de preço, HD e BMW são as motos do momento, a galera paga o preço e não quer saber. As BMW são muito boas, mas os preços e planos de manutenção são bastante proibitivos.

          • De fato ela foi @disqus_ZpjDa8QAfX:disqus , no entanto a GS310 surgiu para ficar como versão de entrada, ou seja, acabou substituindo também a GS650 (a diferença de potência é de 50cv, é muita coisa! Entre a GS310 e a GS800). Por isso, mais uma vez, acho que a BMW errou a mão, estão cobrando uma fortuna por uma moto que não consegue competir em benefício com MT-03 e Z300…

            • Então, mas foi o papo que circulou uma vez, ela quer abocanhar o cara que quer ter uma BMW, mas não tem bala para pegar uma de grande cilindrada. Talvez seja uma bola fora sim, mas talvez não. Exemplo disso foi a Honda, ela meteu os preços da NC750 e SH300 lá no alto, não deu venda, baixou R$5k, R$6k no preço. Enfim, só o tempo dirá.

              • De fato só o tempo dirá, mas como disse, mesmo sendo um fã da marca, caso eu tivesse a grana que estão pedindo, não pensaria duas vezes e iria adquirir uma MT-03 ou Z300 (Ou uma CB500N, pagando um pouco mais), porque com esses números de valor e potência X torque, não iria de BMW.
                Meu sonho de motocicleta ainda é a GS650, esse modelo que deixaram de fabricar, acho perfeita, ainda mais branca com aquele banco com detalhe vermelho, quem sabe um dia…. haha

                • Cara, eu acho essa branca maneira também. Um amigo meu teve uma moto dessas, mas ele queria preta. Não comprou uma enquanto não vinha a da cor que ele queria. Eu enchi o saco dele para pegar a branca, mas segundo ele, a preta era “apimentada”. E de fato era bonita mesmo. Até fiz um vídeo simples na época, a moto é maneira: https://www.youtube.com/watch?v=84FU1F4jXC0

                  Pega uma seminova, aproveite que as negociações são boas neste modelo.

                  • Acho maneiro esse ronco hein, mas a preta não faz o meu tipo não, eu achei muito comum. Meu tio tinha uma 800R branca, depois que ele adquiriu essa moto eu não quis mais saber de BMW em outra cor haha, com exceção das GS1200 amarelas, que acho um charme!

                • As usadas da GS650 estão num preço legal, só não esquece de conferir se foi feito o recall do motor. Estou cortando potência pra não quebrar.
                  ou espera sair a versão Trail 310 da BMW, vai ser uma moto interessante, e está dentro do preço do segmento, não está fora não.

            • Na vdd ta na incubadora uma trail que vai partir dessa naked da BMW. Competir com as Versys 300, Tenere 250 e uma outra que esqueci o nome. Veremos…

    • Não necessariamente, depende muito do motor, monte em uma Duke 390, Yamaha / Honda (equivalentes) ou Dafra de 250cc (Next ou Horizon 250) e depois monte em uma HD, BMW 650 GS ou uma XT660 e você conhecerá vibração. Mas a XT660 ainda vibra menos… hahaha. Não quer ter vibração? Compre uma 3 ou 4 cilindros moderna.

      • Mas cara, vai por mim, monte em uma moto monocilíndrica e acelere. Quem curte, não troca. Para o meu “paladar”, eu fico com as mono e bi-cilíndricas. Gosto de torque.

        • Também pensava dessa forma, tanto que ja tive 2 XT por causa disso. Comprei uma 4cc, GSX750F e a falta de torque em baixa realmente incomodava, andava muito em alta, prorém, em baixa rotação era sofrivel……ate que um dia andei em uma Bandit 1250N, mudei meu conceito, tanto que comprei uma, é outra história, 11,01 kgfm a 3.700 rpm. Tem o torque em baixa das bicilindricas e a patada em alta das 4cc.

    • O público que compra uma BMW, compra justamente por ser uma BMW, no entanto concordo plenamente que entre uma G310R e uma CB500 N, eu ficaria com a Honda (mas já achei um conteúdo na internet informando que este motor das 500 da Honda é um motor de concepção antiga e que foi “esguelado” ao máximo para oferecer os número informados, não sei se essa informação é 100% correta, mas foi de algum fórum lá de Portugal que li).

      • E você sabe a história do motor da NC750? É o motor do Honda Fit cortado ao meio. O pessoal “mete a malha” nesse motor por não ter final e não ter “pimenta”, mas quando andei nela eu curti bastante.

        • Sim @disqus_ZpjDa8QAfX:disqus, fiquei sabendo dessa história, mas pelo menos é interessante, até porque o motor do Fit é um puta de um motor (na minha opinião). Eu não andei numa NC750, mas acho uma baita opção, principalmente depois que aumentaram um pouco o propulsor (para atual 750), e inseriram faróis em LED.

          • Olha Gustavo, andei conversando com alguns donos e esse motor da Honda impressiona bastante, acho que não tem uma concepção antiga pois consegue dados de consumo invejáveis, sendo mais econômica que uma 250 por ex. Enfim, o dia que a Honda normalizar os estoques, eu compro a minha, caso contrário, vou de MT-03

        • Essa linha 500 e 750 não foi feita para ter final, são motos que possuem um bom torque, batem na casa dos 200, o que na minha opinião, já ta bom, acredito que pra mais que isso, é um outro tipo de público, que compra uma 4 cilindros

          • Eu sou suspeito pra falar, curti d+. O bom é que eu não tenho bandeira, independente de marca, o produto é bom, então curti. Não tem jeito, tem que andar e sentir, não tem como dar opinião sem nunca ter andado.

        • Já tive uma NC700X (das primeiras) e conforme foram lançando as novas foram corrigindo defeitos pontuais.
          Hoje iria de NC750X sem dúvidas, é a moto mais racional do segmento (agora que ajustaram o preço) na linha 2018.
          Estou só esperando as 2017 ficaram com preço interessante.

  • A BMW abandonou os polêmicos mas estilosos faróis Cerveró (que eu achava o máximo) e agora usa esses faróis com carinha de Honda.

    Assim perde personalidade. Olhando rápido, parece uma nova integrante da linha CB. Não é uma moto cativante.

    Até fico bem feliz pela chegada desse modelo, pois mostra a BMW apostando no Brasil. Mas uma marca que possui tantos produtos fantásticos precisa dedicar um tempo para evoluir essa pequena. Se posicionar acima dos concorrentes puramente por ser BMW não é um bom começo.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email