BMW M8: detalhes do modelo mais caro da BMW

O BMW M8 é um esportivo feito exclusivamente pela divisão M da marca alemã e não tem correspondentes na linha premium da marca. Disponível em três carrocerias, o bólido é equivalente em proposta ao AMG GT da Mercedes-Benz.


Com apenas uma opção de motor, o BMW M8 surgiu de uma linhagem que remonta ao icônico Série 8 e M8 dos anos 90, passando pela Série 6 e finalmente o BMW i8. Feito em Dingolfing, na região da Bavária.

Diferente dos carros comuns da marca, todos são produzidos como carros esportivos em uma linha exclusiva.

Geração F9X, o M8 tem três identificações diferentes, sendo elas F91 para o conversível, F92 para o cupê e o F93 para o sedã de estilo cupê.

Com visual agressivo, o trio de esportivos da BMW é um dos mais emblemáticos do mercado premium.

BMW M8 – variantes

Com linhas musculosas, o BMW M8 tem grandes faróis Laserlight, grade duplo rim grande e com acabamento em preto brilhante, para-choque com grandes entradas de ar e lanternas OLED.

Tendo rodas aros 20 polegadas, o M8 tem medidas diferentes na frente e atrás, com medidas 275/35 ZR20 e 285/35 ZR20 atrás. O para-choque traseiro sempre tem quatro bocas de escape e difusor de ar.

Por dentro, o ambiente era bem luxuoso e tem a digitalização como parte da proposta com cluster digital e multimídia com tela grande.

Ricamente decorado, o espaço interno tem cinco lugares no M8 Gran Coupé, ainda que seja feito para levar quatro, a capacidade dos M8 Coupé e M8 Cabriolet.

No cupê os vidros traseiros rebatem eletricamente e no conversível, a capota de tecido que pode ter cores diferentes.

Sob o capô, um poderoso V8 4.4 TwinPower Turbo S63, desenvolvido pela própria divisão M e exclusivo de seus esportivos mais potentes.

O propulsor S63B44 entrega 625 cavalos e 76,5 kgfm, tendo câmbio automático de oito marchas e tração sempre nas quatro rodas (xDrive).

Com esse conjunto motriz, o BMW M8 vai de 0 a 100 km/h em 3,3 segundos e com máxima de 305 km/h, tendo um nível de consumo elevado, o que natural na proposta desse tipo de veículo.

O BMW M8 tem três variantes de carroceria, sendo elas o M8 Coupé, o M8 Cabriolet e o M8 Gran Coupé. Com estruturas diferentes, englobando três segmentos de carros esportivos, ainda que não englobe todas as variantes topo de linha.

A BMW decidiu encerrar a Série 6 que também abrigava as mesmas variantes, com cupê, conversível e sedã com estilo cupê. Como se trata de uma categoria com alto preço, a BMW decidiu entregá-la completamente à divisão M para se manter nesse mercado.

As séries F91 (Cabriolet), F92 (Coupé) e F93 (Gran Coupé) representam boa tarde dos segmentos de alto luxo esportivo, com nível de sofisticação avançada. Assim, abaixo temos as variantes de carroceria do BMW M8.

M8 Cabriolet

O F91 é o BMW M8 Cabriolet ou conversível, tendo carroceria de aço de alta resistência e alumínio, sendo reforçada em relação ao cupê, justamente para aumentar a rigidez torcional por ausência das colunas B, C e o arco de teto.

Tendo somente as colunas A, o BMW M8 Cabriolet emprega uma armação de alumínio e articulada para acionamento da capota de tecido reforçada, sendo essa acionada eletricamente e com engates automáticos no arco do para-brisa.

Além disso, a capota é retraída sob uma cobertura de material leve, articulada. O BMW M8 Cabriolet tem um sistema de circulação de ar quente para se poder andar com a capota aberta no inverno com saídas de ar nos bancos. Outro destaque do BMW M8 é o sistema anticapotamento com barras automáticas.

O sistema de som também é diferenciado para prover áudio de qualidade mesmo com a capota aberta, assim como seu sistema de ar condicionado é potente o suficiente para gelar o interior em meio ao calor externo com capota fechada.

Com espaço para quatro pessoas, quem vai atrás tem apoios de cabeça individuais e ajustáveis, com bancos unificados em desenho, mas com encosto bipartido, de forma a ampliar o diminuto porta-malas.

Este, com a capota levantada, abriga 350 litros, mas esse volume é reduzido com o rebatimento da capota, que ocupa boa parte do bagageiro. Nele, há um sistema que impede a mesma de baixar caso haja malas e objetos, graças a uma rede especial.

Tendo vidros elétricos no banco de trás, o BMW M8 Cabriolet tem um bom espaço para um conversível, com bancos dianteiros reclináveis e com efeito memória. Sendo um dos conversíveis mais caros e desejáveis do mercado de luxo mundial.

M8 Coupé

Outra variante do esportivo, o BMW M8 Coupé é o modelo mais clássico do produto, um verdadeiro grã-turismo. O cupê F92 tem linhas bem fluidas e foi o primeiro dos modelos a surgir. Dotado de retrovisores de arco duplo, o bólido tem teto bem curvado.

Ele apresenta um rebaixo na parte central para ampliar o fluxo de ar, tendo ainda colunas B ocultas atrás dos vidros laterais traseiros fixos. As portas não possuem batentes dos vidros, que ficam soltos.

O teto curvado se torna retilíneo e vai em direção ao porta-malas, com vigia traseira ampla. A tampa do bagageiro, assim como do conversível, possui um formato com vincos em sentido oposto ao das linhas da carroceria, criando assim um defletor de ar natural.

Por dentro, o BMW M8 Coupé tem um interior igual ao do M8 Cabrio, tendo espaço traseiro mais fechado, não tendo abertura das janelas e nem o rebatimento delas. Os apoios de cabeça são menores e integrados ao encosto, para permitir melhor visibilidade traseira.

Com rigidez torcional bem distribuída, o BMW M8 Coupé oferece muito conforto com bancos dianteiros reclináveis para facilitar o acesso ao banco traseiro, tendo assim efeito memória.

Já que seu teto é bem curvado, ele não tem vidro panorâmico ou teto solar elétrico. Com um conjunto bem definido em estilo e aerodinâmico, o BMW M8 Coupé é o mais individualista de todas as variantes do esportivo alemão.

M8 Gran Coupé

Por fim, o BMW M8 Gran Coupé é o sedã de quatro portas com estrilo cupê do grupo e recebe o código F93. Rival também do Porsche Panamera, o bólido bávaro tem como maior diferencial, um tamanho maior, assim como entre eixos mais longo.

Com esse espaço adicional, ele oferece mais conforto para quem vai atrás, ainda que a carroceria seja bem esguia. O teto não é muito curvado, mas assim como o M8 Coupé, também dispõe de um rebaixo na parte central, para melhor fluxo de ar.

Na versão Competition, a oferecida no Brasil, esse teto é de fibra de carbono. O arco do teto suavemente desliza sobre a traseira, curvando-se mais na altura das colunas C. Logo depois, a tampa traseira flexionada se apresenta.

A vigia traseira não é grande, mas ainda assim, sua visibilidade é reduzida. Por dentro, o BMW M8 Gran Coupé tem um ambiente diferente, não só por causa do tamanho, mas pela proposta também.

O console central, por exemplo, que nos outros dois possui tampa dupla de abertura lateral, acrescenta a esta um display em preto brilhante com comandos digitais de climatização que não existem no conversível ou no cupê.

Além disso, os apoios de cabeça traseiros são fixos, mas possuem elementos vazados com design envolvente dos encostos, reproduzindo o desenho dos bancos dianteiros. Há também um apoio de braço central com porta-copos e objetos.

Ele dá acesso ao porta-malas, que tem 440 litros. Ele é 20 litros maior que o do BMW M8 Coupé, que assim dispõe de 420 litros. Já as portas traseiras são grandes e possuem grande abertura para facilitar o embarque. Na frente, as portas têm bom tamanho.

BMW M8 – detalhes gerais

O BMW M8 tem frente com faróis duplos Laserlight com alcance de 600 m e projetores envolventes por luzes diurnas em LED. Ao centro da frente, a grade de duplo rim tem acabamento em preto brilhante, com o logotipo da BMW na parte superior do capô.

O para-choque do M8 tem grade ampla e dividida em três partes, com spoiler integrados e apliques em preto brilhante. Na grelha fica o radar do controle de cruzeiro adaptativo. Já rodas esportivas aro 20 polegadas M Star Spoke.

Calçadas com pneus de alta performance, o M8 tem medidas de 275/35 ZR20 na frente e 285/35 ZR20. Já as pinças de freio são azuis no M8 padrão e douradas no M8 Competition. Saídas de ar laterais em forma de pássaro em preto brilhante estão na dianteira.

No M8 Gran Coupé as maçanetas são embutidas, enquanto nos M8 Cabrio e Coupé, são pronunciadas. Atrás, as lanternas são OLED com visual fluido e cortadas pela tampa do bagageiro, com acionamento elétrico para abrir e fechar.

O para-choque traseiro tem saídas de ar laterais, além de moldura inferior em preto brilhante com quatro saídas de escape e difusor de ar centralizado. Há defletor de ar preto brilhante sobre a tampa do porta-malas.

Na versão Competition, o teto dos modelos M8 Coupé e Gran Coupé é de fibra de carbono, assim como a base dos retrovisores. Por dentro, o ambiente do BMW M8 é bem luxuoso, com materiais soft e corturados com couro sintético ou mais exclusivos.

O M8 Competition, por exemplo, tem teto todo forrado em Alcantara, assim como os bancos em couro Merino de sete cores, reveste também as portas e consoles centrais, enquanto a parte inferior do painel e outras guarnições mais próximas do assoalho são de mesmo tom.

Nessa versão, além do alumínio presente nas portas, há também couro costurado e sistema de som Bowers & Wilkins de 1.400 watts com 16 alto-falantes, 2 subwoofers, speekers em fibra de aço aramida Fibonacci e sistema Nautilus com efeito tridimensional.

Os bancos esportivos possuem ajustes elétricos na frente, com ventilação, memória e aquecimento. A iluminação geral é em LED personalizável e o ar condicionado é de 4 zonas, com comandos traseiros no Gran Coupé.

No Cabrio, há um sistema de aquecimento por difusor de ar nos encostos dianteiros. Já o cluster tem 12,3 polegadas e é totalmente configurável, inclusive com visor noturno, enquanto a multimídia BMW iDrive traz navegação profesional, monitoramento em 360 graus e Apple CarPlay.

Os difusores de ar abaixo possuem displays do ar condicionado entre eles, tendo abaixo comandos físicos de mídia e um porta-objetos com carregamento indutivo de smartphones. A tampa dele e o console central são em fibra de carbono no BMW M8 Competition.

O túnel tem alavanca de câmbio estilo joystick com botão de partida vermelho e botão de navegação. Já o apoio de braço central é bipartido e o porta-luvas iluminado e refrigerado. Já o volante em couro tem trÊs raios e aço escovado, com grandes paddle shifts.

BMW M8 – preço, versões e equipamentos

Caro, o BMW M8 Gran Coupé custa R$ 1.320.950 no Brasil, sendo a única variante do M8 oferecida por aqui. Sem opcionais, permite até sete cores do acabamento interno, assim como sete cores externos e apenas um jogo de rodas.

Nos EUA, os M8 Coupé e Gran Coupé custam US$ 130.000, enquanto o M8 Cabriolet sai por US$ 139.500.

BMW M8 – Motor V8 4.4 de 600 cavalos e câmbio M Steptronic de 8 marchas, mais tração integral, além de faróis Laserlight, lanternas OLED, luzes diurnas e demais em LED, rodas aro 20 polegadas, pneus 275/35 e 285/35 ZR20, escape com quatro saídas, difusor de ar e spoilers, porta-malas com acionamento elétrico, capota elétrica, bancos em couro Merino, bancos com ajustes elétricos e memória, bancos com aquecimento e ventilação, detalhes em alumínio e aço escovado, guarnição em couro, volante em couro com paddle shifts, cluster digital, multimídia iDrive, monitoramento em 360 graus, pacote ADAS+, visor noturno, condução semiautonôma, controles dinâmicos de chassi, suspensão pneumática adaptativa, modos de condução, diferencial M com deslizamento limitado, função drift, sistema de som com 1.400 watts, entre outros.

BMW M8 Competition – Itens acima, motor com 625 cavalos, mais capa do motor em fibra de carbono, discos de cerâmica-carbono, pinças douradas M Sport, teto em fibra de carbono (Coupé e Gran Coupé), detalhes internos em fibra de carbono e teto e volante em Alcantara.

BMW M8 – motor, desempenho e consumo

O motor do BMW M8 é o S63B44 V8 4.4 TwinPower Turbo com 600 ou 625 cavalos (Competition), ambos a 6.000 rpm. Esse propulsor é recoberto por capa de fibra de carbono na versão Competition. Já o torque é de 76,5 kgfm a partir de 1.800 rpm.

O câmbio é o ZF M Steptronic de oito velocidades com tração integral M xDrive com modos de condução e performance, como controle de largada e função drift, com 100% da tração no eixo traseiro.

Medindo 4,867 m de comprimento (5,098 m no Gran Coupé), o BMW M8 tem 2,822/3,023 m, respectivamente, em entre-eixos. Na largura, Coupé e Cabriolet possuem 1,90 m contra 1,94 m do Gran Coupé.

Mais largo que os demais, o M8 Gran Coupé Competition pesa pouco mais de 2 toneladas (1,8 tonelada cupê e conversível) e vai de 0 a 100 km em 3,3 segundos com final de 305 km/h.

O consumo médio é de 6,6 km/l na cidade e 8,7 km/l na estrada, tendo tanque de combustível de apenas 68 litros, o que lhe dá autonomia de 592 km em rodovia.

BMW M8 – ficha técnica

Motorização4.4
CombustívelGasolina
Potência (cv)625
Torque (kgf.m)76,5
Velocidade Máxima (km/h)305
Tempo 0-100 (s)3,3
Consumo cidade (km/l)N/D
Consumo estrada (km/l)N/D
Câmbioautomático de 8 marchas
Tração4×4
Direçãoelétrica
Suspensão dianteiraSuspensão tipo braços triangulares e dianteira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal.
Suspensão traseiraSuspensão tipo multibraço e traseira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal.
Altura (mm)1.420
Largura (mm)2.137
Comprimento (mm)5.098
Peso (Kg)2.055
Tanque (L)68
Entre-eixos (mm)3.027
Porta-Malas (L)460
Ocupantes5

BMW M8 – fotos

 

Autor:

Deixe um comentário