BMW EUA Lançamentos Motos

BMW R18 surge como uma cruiser com motor boxer de 1800 cc

BMW R18 surge como uma cruiser com motor boxer de 1800 cc

A BMW Motorrad revelou nos EUA uma nova motocicleta, a cruiser R18 2020. O modelo é totalmente inspirado numa clássica alemã da década de 30, a BMW R5. Ela chega ao mercado americano com preços a partir de US$ 18.190, custando US$ 2.150 a mais na edição de lançamento.


Toda preta e com frisos brancos, a BMW R18 2020 é um produto que surgiu a partir dos conceitos Concept R18 e R18/2, que eram baseadas no imenso propulsor Big Boxer, um motor de dois cilindros opostos e refrigeração ar, mas com imponente radiador de óleo.

BMW R18 surge como uma cruiser com motor boxer de 1800 cc

Coração da cruiser alemã, o Big Boxer tem 1.802 cm3, sendo o maior boxer feita pelo fabricante bávaro em sua história. Com 90 cavalos a 4.750 rpm e 15,3 kgfm entre 2.000 e 4.000 rpm, o motor da R18 tem uma faixa muito plana de força e certamente vai conquistar aqueles que gostam de manter os giros baixos e o ronco do escape do modo certo.

Para isso também, a BMW R18 2020 vem com dois volumosos e estilizados escapes cromados, ligados diretamente aos cilindros expostos com tampas de válvulas reluzentes em cromo, assim como os coletores de admissão e a frente do bloco.

BMW R18 surge como uma cruiser com motor boxer de 1800 cc

Contudo, se isso pareceu muito chamativo, para os mais discretos, a BMW R18 2020 vem numa versão sem filetes brancos e com todas as partes (exceto os escapes) em acabamento metalizado. Nesta versão “dark”, a cruiser germânica ainda tem manoplas, retrovisores e comutadores em preto fosco, enquanto a outra vem com tudo no cromo.

A BMW R18 tem quadro em duplo berço, rodas devidamente raiadas, discos duplos na frente e único atrás com sistema ABS e controle de tração, assistente de partida em rampa, controle de estabilidade, assistente de ré (força), modos de condução (Rain, Roll e Rock) e iluminação completa em LED.

BMW R18 surge como uma cruiser com motor boxer de 1800 cc

Para ser ainda mais purista, a BMW R18 2020 traz um eixo cardã exposto (sem tudo de torque, como na clássica R5), selim rebaixado e suspensão dianteira invertida com bengalas de 1,9 polegadas. Atrás, o layout é semelhante ao da R5 com os arcos do quadro visíveis, mas um há sistema oculto de amortecimento.

De acordo com a BMW Motorrad, a R18 pode ser customizada com peças como freios, cabos, embreagem e outros componentes podem ser removidos facilmente e trocados por itens ao gosto do cliente. Todas as partes metálicas ou cromadas citadas também podem ser trocadas, sem prejuízo de vazamento de óleo.

BMW R18 2020 – Galeria de fotos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Eduardo 1981

    2 “panelas” de 900cm3 a baterem contrapostas (boxer). Duvido não vibrar muito. As 1200 já vibram.

    • Luiz camurça neto

      exatamente… deve ser um espetaculo

      • Eduardo 1981

        Isso porque tu nunca fez uma viagem longa. Só vai na padaria mesmo.

        • Leonardo Silvano

          Rapaz, nego viaja pra todo canto de CG150, Biz, XRE300. Sim, deve ser um espetáculo e deve ser uma delícia de viajar longas distâncias, assim como viajar numa softail ou touring da Harley. Eu, na contramão, viajo distâncias razoáveis de sportster 1200, que vibra e é uma delícia. Acho que você é que só vai até a padaria. Desculpe, não podia perder a oportunidade.

          • Eduardo 1981

            Rodo 18 mil km por ano em média. Ou seja, em 5 anos são 90 mil km. Foi o que rodei na Transalp. Agora de VStrom tá com 40mil km em 2 anos e meio. A viajem ao Atacama ajudou, claro. Dentre muitas outras, principalmente ao Uruguai.

            Na boa, mas ficar competindo distância… sinceramente ñ é pra mim, que rodo todo final de semana e faço longas viagens nas férias, que o chapéu da padaria vai servir.

            Quanto a viajar de CG150 e Biz, te digo que sei muito bem. Já fui bem pobre e viajava bastante até de Sundown Max 125. Depois Twister e Comet 250.

            Se tu andasse o que acha que anda DUVIDO continuar com uma sportster, seja 883 seja 1200. Moto dura de suspensão, sem refrigeração, sem marcador de combustível… tô pra ver fazer 600km em um dia … mais 600km noutro… e assim vai. É por isso que quase não se vê HD nas estradas, quando vê é ultra ou a fat boy.

            • Leonardo Silvano

              Parabéns pelas viagens. Posso não ter tempo (e dinheiro) disponível para viajar 18 mil km ao ano todo ano, mas não foi nem uma nem duas vezes que eu fiz mais de 600 km num dia de sportster e no outro também. Moto boa é a nossa, é a que a gente gosta. Já tive v strom, mas eu acho ela tão horrorosa que eu olhava pra ela na minha garagem e só pensava em vender e voltar pra harley. Já tive road king e street glide também e viajei bastante nelas. Já vi nego ir para o ushuaia de V Rod. É só ter o perfil.

              • Eduardo 1981

                Dinheiro tu tens. HD ñ é barato. E pela quantidade aqui postada tu estás longe de ser pobre. Ñ precisa se hospedar em hotel de luxo, vai em moto econômico. Hotel simples, restaurante simples. Nada de passar trabalho mas nada de luxos tb. Eu era paupérrimo e conseguia viajar (barraca) ora ora.

  • Cromo

    Incrível como este motor gira baixo, potência máxima a somente 4750 rpm. A maioria dos carros têm potência máxima lá pelos 6000 rpm. Isso explica sua baixa potência também, somente 90 cv, potência de carro de 1200 cm3.

    • Tom Costa

      Não dá pra comparar com carro, a concepção dos motores de moto é bem diferente de um carro. E uma Custom sempre tem como prioridade o torque. Outro adendo é que é um motor arrefecido a ar, não tem como atender especificações térmicas extraindo potência em alto giro. São 15kg de torque para menos de 300kg, é capacidade de sobra, não se sente falta de potência.

      No extremo oposto temos uma superesportiva 1000cc extraindo 230cv em motor aspirado, você vai comparar com um motor 1.0 de 80cv aspirado? Não faz sentido.

  • Cromo

    Tenho vontade de andar de moto, mas tenho medo. As consequências de um tombo de moto podem ser tão terríveis, tão trágicas, que, …não, não valem a pena o risco.

    • Tom Costa

      Eu tinha esse medo, criei coragem e perdi. Sofri um acidente na estrada, por distração, ficou uma leve e quase imperceptível limitação de giro no braço esquerdo. Meu arrependimento? Nenhum. E comecei nas 600cc, tive duas nakeds e percebi com o acidente que minha praia não é velocidade, é longa distância em big trail e crossover. Na última que tive por 3 anos, zero acidente, a experiência é um presente que poucos aproveitam. Assim que as condições permitirem, terei outra.
      Até minha mulher que odiava, com a crossover se apaixonou.

    • Leonardo Silvano

      Melhor que ficar no sofá perdendo a vida e pensando o tanto que poderia estar aproveitando, pode ter certeza.

      • Cromo

        Eu aproveito a vida de carro.

      • Tom Costa

        Cara, por motivos financeiros tive que ficar sem moto. Sempre tive Kawasaki, entre 650 e 750cc. O que mais via era senhor de meia idade com o olhar perdido e triste no sinal, dentro dos seus Corollas, claramente com o arrependimento de nunca ter realizado o sonho da moto, com medo, mesmo tendo capacidade financeira. Triste.

  • Diego Honorato

    Eis que quando a gente ja imaginava o segmentto custom morrendo, a BMW nos presenteia com essa belissima maquina. Nunca será para meu bolso, mas alegra os olhos de ver

  • Celso Iron Head

    Muito legal, na contra mão da HD q está com os modelos modernosos, refrigeração liquida e paineis digitais que foge totalmente da identidade da marca… Daí a BMW nos surpreende com esta clássica de verdade, linhas limpas com detalhes que remetem as BMW dos anos 40 e 50…Motorzão e torque de sobra, uma pena tão cara..

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email