*Destaque BMW Hatches

BMW Série 1 2019 parte de R$ 139.950

BMW Série 1 2019 parte de R$ 139.950

Ele está de volta. O BMW Série 1 voltou em sua gama completa e com direito à pré-venda na linha 2019. O hatch premium de tração traseira tinha somente o M140i como representante ultimamente, mas agora ele volta a atuar nas demais versões, agora importadas de Regensburg ou Leipzig, ambas na Alemanha, com preços a partir de R$ 139.950.


Disponível nas versões 120i Sport, 120i Sport GP e 125i M Sport, o BMW Série 1 2019 mantém o foco na esportividade e traz no visual faróis de LED, faróis de neblina atualizados e lanternas traseiras em LED. As rodas de liga leve aros 17 e 18 polegadas são novas, sendo as maiores na versão 125i M Sport, que também traz elementos estéticos externos BMW Individual em High-gloss Shadow Line.

BMW Série 1 2019 parte de R$ 139.950

Por dentro, o ambiente sofreu alterações, recebendo novas linhas de estilo e guarnição em alumínio escovado, porta-copos com cobertura retrátil, novos comandos de navegação e climatização, cluster atualizado e difusores de ar redesenhados. O 120i Sport já apresenta um bom pacote de equipamentos, entre eles piloto automático, bancos e volante esportivos, acabamento BMW Individual em tecido Anthracite, sensor de estacionamento, escape duplo, rodas de liga leve aro 17 e conexão com internet SIM Card para serviços remotos, como revisão.


No 120i Sport GP, acrescenta-se câmera de ré, ar-condicionado dual zone, cluster com display digital ampliado, sistema de navegação Business, Apple Car Play e paddle shifts no volante. Por fim, o 125i M Sport vem com soleiras M Sport, volante esportivo revestido em couro, rodas de liga leve aro 18 polegadas M Sport, bancos elétricos esportivos em couro e com memória, além de sistema de som Harman Kardon.

BMW Série 1 2019 parte de R$ 139.950

Nina Dragone, Diretora de Marketing e Produto da BMW do Brasil, diz: “A estreia da linha 2019 do BMW Série 1 no mercado brasileiro amplia a oferta de automóveis BMW no segmento premium compacto. Repleto de novidades, por dentro e por fora, e que ressaltam ainda mais sua índole esportiva e a impressão de alto refinamento, o novo BMW Série 1 possui todas as qualidades para consolidar sua posição de destaque no mercado de hatches premium nacional. E grande parte de seu sucesso se deve às tecnologias e inovações embarcadas e que acabaram de receber novos aprimoramentos”.

O BMW Série 1 2019 chega com motor 2.0 TwinPower Turbo de 184 cavalos e 27,5 kgfm a partir de 1.350 rpm. O câmbio é automático de oito marchas, que permite ao modelo ir de 0 a 100 km/h em 7,1 segundos com máxima de 225 km/h. Já a 125i M Sport tem o mesmo motor, mas com outra calibração, entregando 224 cavalos e 31,6 kgfm a partir de 1.400 rpm. Nesse caso, ele alcança 243 km/h e tem aceleração de 0 a 100 km/h em 6,1 segundos. Há cinco opções de cores, sendo três para os 120i Sport e 120i Sport GP (Branco Alpino, Preto II e Cinza Mineral), além de Preto Safira e Azul Estoril no 125i M Sport.

BMW Série 1 2019 – Preços pré-venda

  • 120i Sport – R$ 139.950
  • 120i Sport GP – R$ 149.950
  • 125i M Sport – R$ 194.950
  • M140i – R$ 294.950

 

BMW Série 1 2019 parte de R$ 139.950
Nota média 5 de 1 votos

  • Vinícius

    Tá barato. Em um país onde hatch compacto é vendido por R$ 70 mil, hatches médios chegam a R$ 120 mil, isso aí é um preço bem justo por uma BMW.

    • Fanjos

      Ainda lembro da propaganda da BMW 320 por 99.999,00

      • V12 for life

        Ainda me lembro quando a BMW chegou cobrando absurdos R$80.000,00 pelo 325i E36.

        • Andre Studart

          mas ai a realidade era outra.. salario minimo bem inferior etc etc, com o valor atualizado, provavelmente iria dar bem caro

          • V12 for life

            Assim como na época do 320i a cem mil, mercado aquecido, classe C em ascensão, inflação enganosamente controlada, não da para comparar com o momento atual.
            Aliás equivalia a cerca de quatrocentos mil reais, a dois anos quando o 335i era oferecido por duzentos e setenta mil, segundo uma matéria que li.

            • Edson Fernandes

              Po mas o 320i por R$100000 era um achado. Só em comparação o Fusion custava nessa epoca R$94000 FWD V6 e R$107000 o AWD com teto. (ok que era bem mais completo alias)

              Mas…. nessa epoca o C180 custava incriveis R$131900. O proprio 320i na opção Sport (na epoca não era Sport GP e sim apenas Sport) que aí trazia um conteudo louvavel ficava em R$115000. Preço de A4 desatualizado de epoca. Eram preços considerando o periodo bem atrativos da BMW.

            • Andre Studart

              Posso estar errado, mas acredito que na na epoca da 320 a 100k foi nao muito distante, digo 5 anos atrás mais ou menos, então provavelmente mesmo com o preço atualizado seria relativamente baixo para o modelo..

              Os preços subiram muito ultimamente, e nao foi só imposto ou baixa produção, mas por que continuamos pagando, infelizmente.

              De qualquer forma, a realidade é que nosso mercado automobilístico empurra goela abaixo os preços e as pessoas aceitam, era hora de mudar isso.. Teve até uma época que tive esperança, que foi quando o S60 T6, de 304cv, custava 130mil, porém tudo aumento drasticamente desde então..

              Torcer por dias melhores

              • V12 for life

                Concordo que os preços abusivos são culpa nossa e dedsa cultura de que ter carro é status, e não bem de consumo necessário.
                A diferença daquela 320i de 100 mil para essa é que aquela foi uma versão depenada para vender mais, agora é uma”redução” (as aspas é para frisar que esse era o preço já praticado) na versão de entrada.

      • André

        E Golf 1.4 TSI a 64.990

        • Edson Fernandes

          Na verdade era R$67990.

      • Gran RS 78

        Eu tbm, e me lembro da Série 1 116i por 89.900,00. Naquela época pensei comigo mesmo: Agora sim teremos preços bons em nossos carros. Pura inocência minha, infelizmente.

        • Kenedy

          Quando eu mudei para vitória.
          Na concessionária de vitória tinha um outdoor imenso escrito exatamente isso, adquira sua 1º Bmw por 89,900.00.

    • Luciano RC

      O problema, é que se subir demais ele entra no preço da 320. E a 320 ainda é mais negócio porque é Flex.

      • Charlis

        Mas a Serie 1 era flex aqui tbm.
        Essa deve continuar, não?

        Edit:
        Essa ai vem da Alemanha … acho que pode não ser flex …

        • Luciano RC

          Essa não é mais… vem importada. Estranho não torna-la Flex.

        • pedro

          É estranho não ser flex, pois os motores são todos feitos na Alemanha, mesmo nos veículos montados aqui.

      • Antonio

        Quem coloca etanol em uma BMW? KKKKKKKK

        • Luciano RC

          Em SP… isso é mais comum do que imagina.

          • Antonio

            Aham, sou de São Paulo e me recomendaram na própria concessionária da BMW a não colocar.

            • Luciano RC

              Puxa… qual foi?

              • Antonio

                Osten… também não é difícil a gente pensar que os carros da BMW não foram projetados para serem flex… afinal o start stop, por ex., não funciona com etanol…

                • Luciano RC

                  Quem dera o Tracker não funcionasse com Etanol. Andaria só nele.

                  • Antonio

                    Como assim? Não entendi…

                    • Luciano RC

                      O start/stop do Tracker funciona com Etanol. Se ficasse desativado, eu só abasteceria com Etanol.

                    • Antonio

                      KKKK também acho um porre esse negócio de start/stop. É tão incômodo que tá longe de valer a economia de gasolina/etanol que ele proporciona…

                    • Luciano RC

                      Hoje eu usei e a economia é válida… o problema é que nesse caso, melhor abrir os vidros e desligar o ar condicionado.
                      Hoje coloquei o ar para o parabrisa e dessa forma ele não desligou. Porém, fica embaçando o vidro.

                    • Cesar Recomini

                      Kkkk, tenho uma 120i -2015 e só abasteço com Etanol. Uma das razões é justamente desabilitar o Start Stop.

        • Charlis

          Eu nunca coloquei na minha por um bom motivo… a BMW quem diz quando você vai fazer revisão.
          Dizem nos foruns, que com Etanol, a data chegará bem mais rápido!
          E fazer revisão na BMW, não é uma experiência legal, rs.

          []s

          • Antonio

            Não é mesmo KKKK

            • Edson Fernandes

              Antonio eu acho que na realidade o problema não é o flex para colocar alcool, mas sim para suportar essa nossa gasolina que pode mudar sua formulação para proteger os interesses politicos. Curiosamente eu cogitava alguns produtos não-flex, hoje fico com medo de ter um motor problematico no futuro.

              E apesar de não falar de um BMW, estava cogitando a opção de um Fiesta Ecoboost.

              • Antonio

                Sim, eu tenho receio disso também… teoricamente as montadoras testaram os carros com a nossa gasolina e garantem que o motor pode suportar… mas como a gente pode colocar a mão no fogo? Ainda mais com o fato de a gasolina mudar de posto em posto… nesse sentido realmente o motor flex traz uma segurança maior

                • Edson Fernandes

                  Meu medo é da aprovação de um aumento de alcool na gasolina. Se isso acontecer, vai ser o fim para carros monocombustiveis principalmente maius antigos.

                  Mas seráuma afronta, já que praticamente pagaremos alcool com gasolina.

          • Davi Millan

            Basta colocar álcool nela que verás o tempo/km para a próxima revisão cair drasticamente…
            Aliás, o preço de uma revisão da BMW é dolorido…

  • Baetatrip

    …. faltou falar sobre motorizacao da M140i……!

    • oloko

      Se for o mesmo da 2018 é o 3.0 6 caneco de 340 cv e 51 de torque com 0 a 100 em 4.6 s

    • Antonio

      Ué, é a mesma de sempre. A matéria é sobre a volta da importação dos BMW 120i Sport/Sport GP e 125i, portanto nem faz sentido falar sobre a M140i, que nunca saiu do mercado…

  • Cléber_V

    Esse carro não era produzido aqui em SC?
    Mais uma vítima da onda do SUVs… :/

    • Fanjos

      É um Hatch de o que? 4.4 metros? Então é um hatch médio (compacto EUA), esse sim premium de verdade.
      Bacana ver empresas ainda trazendo para cá

    • Marcelo Poppe

      Era montado aqui sim

    • Cesar Recomini

      Tb não entendi isso. A minha 120i – 2015 foi montada aqui.

  • Charlis

    Muita gente não gosta (ou diz não gostar), mas eu sempre amarei esse Hatch!
    Pode ser o último hatch RWD no mercado, infelizmente!

    • th!nk.t4nk

      Carrinho muito bom, divertido pra áreas com bastante subidas e curvas pela traçao traseira. Mas é também um carro duro em todos os aspectos, prioriza claramente a esportividade. Boa escolha pra solteiros, e nem tanto pra família. Creio que o novo modelo será mais espaçoso (pela perda do enorme túnel central) e econômico, mas vai perder um bocado de seu apelo (apesar do sucesso do 2-Tourer FWD, só que é outro segmento, vamos ver no que isso vai dar!).

      • Charlis

        Eu nunca dirigi, não posso opinar…
        Mas a Série 3 me surpreendeu no conforto, mesmo sendo mais esportiva que seus concorrentes.
        Ela é mais macias que muitos sedans de tiozão.

        Mas perder a tração traseira, é perder a alma desse carro.
        Tudo bem que um grande percentual nem saberá, ou perceberá a diferença… mas, com orgulho, eu estou nessa pequena fatia que sentirá a falta!

        []s

      • Cesar Recomini

        Pelo que eu saiba essa ainda é tração traseira.

  • Vitor Santos

    Agora sim ficou bonito! Antigamente a traseira dele que era feia demais.. mas pagar quase 200 mil num hatch, mesmo com esse motor, seria um pouco salgado… acho que uns 160mil lhe caberia.

    • oloko

      É esse preço por causa da a250 que custa 200k tbm e até da pra dizer o golf GTI por causa do desempenho similar e tbm pq o gti completo chega a quase 180k, então esses carros ai não tem jeito mesmo vai ser esse preço.

      • Edson Fernandes

        só que o Golf GTI mesmo com o pacote premium se encontra em negociação na pratica de R$159000. Podendo ser até mais barato. Ele só não disputa diretamente pelo perfil de compradores dos dois citados antes dele.

  • Lucas086

    Agora não podem dizer que a serie 1 tem a traseira do polo… kkkkkk

    • Guilherme Batista

      Pô mas ja tem uns 3 anos que a traseira ja tinha mudado pra essa dai

      • Lucas086

        Eu sei kkkk foi na linha 2016, mas ainda hoje comparam

  • Alexandre

    Viu o marketshare perder espaço porque aquele preco abusivo da M140 era de cai o c* da bund*… Ai, baixou os preços. Ohhhh, como é bom o “livre mercado”.

  • Rodrigo

    Outro que está voltando a importação é o A3 Sportback. Com motor 1.4 TFSI “amansado” (122cv / 200 NM) e câmbio DSG7.
    God save the hatches!

    • Rodrigo

      Complementando, bem que a BMW poderia trazer o série 1 com motor 1.5 do Mini. Seria uma interessante opção de acesso para a marca pra quem não quer aquele desempenho, mas luxo e economia.

    • leandro

      Put$ mas entao mete o motor do up mais potente com 200nm tb ai da ganha desconto de 1.0.

    • oloko

      Mas o a3 sportback sempre foi esse motor não? Porque ele sempre foi importado, ao contrário do sedan que tem o 1.4 150 cv porque é fabricado aqui

      • Rodrigo

        Exatamente. Mas saiu uma notícia aqui no N.A. no ano passado que a versão mais simples do A3 Sportback havia sido deixada de ser importada (talvez por excesso de estoque).

    • Antonio

      Nossa, motor fraco em…? Independente disso, o A3 que está em nosso mercado atualmente é o do 1.4 TFSI Ambiente… não é dele que você está falando…?

      • Rodrigo

        Não me lembro agora se é Ambiente ou Atraction. Mas tem o RS3 disponível também.

        • Antonio

          Sim, estou falando das versões mais “compráveis” mesmo, rs.

      • th!nk.t4nk

        Fraco nada. Apesar de ter só 122 cv, esse A3 de entrada faz 0-100 km/h em 9,3 s. Pra um hatch compacto numa versao de entrada, tá bom pra caramba. E note que o consumo desse carrinho é excelente (média cidade/estrada de 19 km/l na Europa, nao sei no BR, mas é uns 10% mais econômico que a versao de 150 cv e não anda tanto a menos assim no dia-a-dia).

        • Antonio

          BMW 120i, modelo de entrada, tem um motor 2.0 turbo de 190 cv e faz de 0 à 100 em 7 segundos. E não tem o turbolag absurdo do motor 1.4 da VW/Audi. Mesmo o Mercedes A200, marca que sempre adota uma motorização mais fraca em suas versões de entrada, anda mais rápido. Desculpa mas para mim isso não “tá bom pra caramba”…

          • th!nk.t4nk

            Acho que estamos pensando com cabeças diferentes Antonio. Pra mim essas versoes de entrada visam um público que busca economia antes de potência. Isso aqui na Alemanha. No Brasil o que ocorre é que as pessoas vêm todos esses carros citados como modelos de alto luxo e esportividade, e daí só levam as versoes mais fortes geralmente. Exemplo, aqui o BMW Série 1 tem somente 109 cv em sua versao de entrada. E tá bom demais pra quem roda só na cidade, tem seu público (exemplo: a autoescola aqui perto de casa tem um monte desses). Honestamente eu nao entendo por que os brasileiros são tão tarados por grande cavalaria, sendo que nem sequer têm estrada pra usar todo o potencial do carro (fora a limitaçao de velocidade). Acaba sendo um desperdício enorme. O A3 é um compacto normal, nao é carro de luxo e nem esportivo, está excelente se sua versao de entrada faz 0-100 em 9,3 s. Pra mim as outras montadoras é que estao perdendo ao deixarem de oferecer versoes voltadas pra economia de combustível, pois o cliente deveria ter todas as opçoes possíveis. Eu mesmo me interessaria num hatch econômico como segundo carro pro dia-a-dia na cidade, pois já tenho um sedã com motorzão pra viajar.

            • Antonio

              Sim, na Alemanha existem versões desses modelos com motores mais fracos, entretanto eles custam infinitamente menos do que aqui no Brasil. Você que é um brasileiro morando na Alemanha deveria saber disso. Portanto se os dois concorrentes diretos do A3 tem motor forte, ele também tem que ter. É posicionamento de mercado. E se você entende mesmo de desempenho, deveria saber também que o fato de ter um “motorzão” não é só para alcançar 200 km/h na Autobahn, mas o seu torque e a rápida mudança de marchas permite que você faça ultrapassagens tranquilamente, enquanto carros com um motor inferior acabam te “prendendo”. Já tive um carro com basicamente o mesmo desempenho desse 1.4, já tive um Golf, depois um 120i e agora um A4 e para mim a mudança dinâmica deles é claramente sentida mesmo no trânsito de São Paulo. E não é porque o A3 é um carro muito mais popular em um país rico e que é justamente o de origem dessas marcas que ele não é um carro de luxo. Novamente, me espanta você que mora na Alemanha não perceber nada disso…

              • th!nk.t4nk

                Sim, concordo com muitos pontos, mas o A3 é um pouco mais barato que eles, nao? Claro que nao podem cobrar o mesmo, oferecendo motorizaçao mais fraca. Mas se custar uns 10 mil a menos creio que justifique. Sobre essa discussao de ser carro de luxo ou nao, claro que é um premium e se diferencia. Mas ser premium nao significa precisar necessariamente ser muito potente ou muito recheado de série, e sim ter maior capricho no projeto automotivo como um todo (exemplo: o A3 se diferencia do Golf em dezenas de componentes mecânicos, embora muita gente imagine que nao). Enfim, como engenheiro automotivo conheço bem as diferenças na dinâmica de todos os carros citados, mas insisto que mais de 50% do que faz um “premium” merecer o esse título vem de andar a velocidades superiores a 120 km/h. Isso pra mim é claríssimo. Abaixo disso lógico que também há boas diferenças, mas ainda está só arranhando a superfície do potencial de carros desse segmento. É aí que um premium que faça 0-100 km/ em 9,3 deveria ser mais valorizado em países como Brasil, Índia, Rússia, etc, e por algum estranho motivo é o contrário.

              • Marcio

                Discordo, um série 1 ou a3 de entrada com 0 a 100 nesta faixa de 9s a 10s poderia custar o mesmo que um hatch médio top, até menos do que um golf highline mais completo, e seria um carro de nível superior, e diga-se que o desempenho seria igual ou melhor do que focus e golf, um pouco pior do que o cruze.
                Acho que seria uma opção interessante se não fosse excessivamente depenado, também não adiante comprar um hatch premium de entrada totalmente pelado.

                • Antonio

                  Ah claro, um BMW custando menos que um Golf highline só por ele ter um motor pior… você entende alguma coisa de posicionamento de mercado amigão? Desiste desse sonho de ver um Audi/BMW/Mercedes custando o mesmo que um Golf porque isso nunca vai acontecer. É o mesmo que imaginar um Rolex custando mais barato que um Tissot.

                  • Marcio

                    E tu acha que entende alguma coisa…
                    Atualmente um golf hightline completo já bate no preço deste série 1 e certamente o a3 sportback não foge muito deste valor, um cruze top já está 120k, um corolla altis deve estar beirando isso também, um civic tourer já chega perto de 130k, então sim, bastaria um motor um pouco menor no série 1 para que ele custasse o mesmo que estes outros carros.

                    • Antonio

                      Certo, vamos aos preços oficiais de acordo com a AutoEsporte deste mês: Volkswagen Golf Highline com motor 1.4 turbo: 101.960 (manual) e 109.730 (DSG) e o GTI: 134.870. Chevrolet Cruze Sport6: 95.890 (LT) e 110.190 (LTZ). Corolla Altis e Civic Tourer não merecem ser comentados porque não são do mesmo mercado. BMW 120i, como mostrado na matéria: 139.950 (Sport) e 149.950 (Sport GP). Eu que “acho que entendo alguma coisa” ou você que não tem a capacidade de pesquisar o preço dos carros antes de formar e dar a sua opinião? Um carro da BMW, Mercedes, Audi e qualquer marca de luxo não custa mais caro por causa do motor: custa mais caro porque é um carro de luxo. Não a toa, o GTI é bem mais rápido que o 120i e mesmo assim custa menos ou então o A3 Sportback Ambiente, versão super simples e com 122cv, custa mais de 20.000 a mais que o Golf Highline 1.4 com DSG. Claramente é você que não entende nada de mercado de luxo… muito fora da sua realidade..?

                    • Marcio

                      Tu não passa de um idiota arrogante que faz qualquer coisa para provar o própria opinião, tu está comparando as versões básicas destes carros, as versões completas chegam próximas e no caso do golf até passa do preço deste série 1, e novamente, o a3 é mais barato do que o série 1,, e um série 1 116i que anda tanto quanto o golf ficaria até mais barato do que um golf completo,
                      Aprenda a discutir assuntos e não apenas atacar os outros para tentar invalidar a sua opinião, este tipo de educação se aprende em casa.

                    • Antonio

                      Uiui, ficou todo nervosinho só porque foi humilhado no meu comentário! Eu só fiquei em dúvida sobre uma coisa: você é cego, não sabe ler, ou está se fazendo de tapado? Porque no meu comentário está bem claro que eu estou comparando as versões mais completas dos carros de marcas populares x as versões mais básicas de marcas de luxo. Se você não sabe o Golf topo de linha é o GTI (2.0) e HIGHLINE -entende tanto de carro que nem sabe digitar certo a versão- (1.4), o Cruze topo de linha é LTZ e por aí vai. Tá mais do que óbvio que esse seu raciocínio ridiculamente ignorante e irreal tá errado. Então, falando em casa, por que não deixa pra chorar no seu quarto, ao invés de ficar descontando isso nos comentários? Comportamento de criança…
                      Também aproveita a ler e pesquisar um pouquinho antes de sair por aí dando a sua opinião, mal que sofre a maior parte dos brasileiros: hoje em dia todo mundo quer expressar o que acha, mesmo que não saiba nada sobre determinado assunto, graças a “liberdade de expressão” (que se tornou a “liberdade da ignorância”)…

  • Eduardo – KaS

    Oq mata sao as revisoes. Tenho uma 2016, comprei 0 km; a cada 6 meses sao 3 mil reais p BM… estou resistindo, ainda.. hehe

    • Antonio

      Também tive uma… carro show… mas pergunta que não quer calar: já acabou a garantia da sua? Se não, vai manter ela quando acabar?

      • Eduardo – KaS

        Kkkkk acaba por agora.. ficou quanto tempo com a sua?
        Se eu vou vender o carro qdo a garantia acabar?!

        • Antonio

          Sim, se vai vender quando acabar! Eu fiquei com a minha por 1 ano e meio… a garantia tava para acabar e tinha dado uma merd* no carro, tiveram que trocar uma ventoinha que custava 30.000 reais, aí eu fiquei inseguro de manter ele fora da garantia e em um eventual dia pagar 30 conto para trocar essa mesma peça. No fim até hoje me pergunto se fiz a escolha certa… e vc mano? Vai manter o seu fora da garantia?

          • Eduardo – KaS

            Nao pretendo vender nos proximos 12 meses… A sua era 120 ou 125?! Qual carro comprou?!
            Tive um golf 1.4 tsi antes, no fim da garantia de um pau no cambio e teve de ser trocado (20 mil a conta), vendi logo em seguida e comprei a bmw..

            • Antonio

              Era a 120i sport GP. Aí eu vendi 3 meses antes de acabar a garantia e comprei o novo A4. Então mano… fiquei com medo de pagar uma grana alta em alguma peça (tipo a treta aí do seu câmbio), aí me vi obrigado a trocar para não correr esse risco… gastei 30.000 por um carro que vale mais, porém a BMW, apesar de menos luxuosa e menor, era muito mais gostosa de dirigir. Os motores turbo da Audi/VW tem um turbolag absurdo, muito piores que os da BMW… saudades da minha 120 😭
              PS: como vc vai fazer quando acabar a garantia da sua? Vai continuar fazendo revisão na BMW? Se der mer**, tem algum mecânico de confiança?

    • Charlis

      Realmente é o maior problema dela, e dos demais desse nível.
      A BMW é ainda pior, pois ela que lhe diz quando quer fazer revisão.
      A cada partida, você olha pro painel central e reza.

      Kkkk…

    • Marcelo Poppe

      Eduardo… estão te metendo a faca… aqui no RJ não passa R$ 1.200,00 a 1º e 2º revisões… ( básica )

      • Eduardo – KaS

        A minha é a 125; nao sei se por isso estariam “mais caras” as revisoes..

    • Gabriel Araujo

      Qual o modelo da tua? Tenho uma 116i 14/14, e as revisões da minha na BMW na concessionária variam entre 900 e 1.200 reais, dependendo do que o carro peça pra fazer. A minha saiu da garantia, e eu passo na BMW, mando fazer a leitura da chave, levo a lista e faço a revisão na High Torque. Coloco óleo Motul (bem superior ao Castrol da BMW) e filtros originais de marcas alemãs OEM… O valor das revisões da minha não passam de 600 reais. Ter BMW realmente é caro, mas se souber procurar direitinho, dá pra reduzir o custo pra metade (revisões) ou até mesmo 1/3 (peças e mão de obra) do que a concessionária pede, SEM PERDER A QUALIDADE DA MANUTENÇÃO.

      • Eduardo – KaS

        A minha é uma 125; para piorar um pouco mudei para o interior, nao tem cs bmw..
        É um p# carro; so deveria ser “menos duro” e as revisoes seguirem uma certa logica de quilometragem..

  • Mauro Banqueiro

    Etanol aí não entra

  • Marcus Vinicius

    O seu preço inicial está próximo do Golf GTI !

  • Renan _

    faltou um freio de mao eletronico aí. Me dói ver uma bmw 2019 vir com freio de mao convencional.

    • Guedes

      cavalinho de pau agradece kk

      • Renan _

        O carro é tração traseira, aposto que jogar de lado em uma curva é mais divertido que cavalinho de pau.

        • Guedes

          eu quis dizer drift. feii eletronico não deve ajudar. mas de fato, o eletrônico deixa o cockpit mto mais clean. meu carro tem e eu não consigo o nem lhar pra carro que não tem hehe

    • Eduardo – KaS

      concordo

  • Eduardo Aguiar

    Prefiro um Mini JCW :)

  • Para mim sempre será o hatch mais bonito que existe, desde a primeira versão que existiu (que é linda até hoje).
    Aliás, gostaria de saber qual das versões possui teto solar.

    • Marcelo Poppe

      a 125i e a 140 com certeza

  • Jeancarlo Ribas

    painel anos 90… com os botões das estações de rádio… 1, 2, 3… pqp… 140 conto

    • Marcelo Poppe

      Esses botões são teclas de atalho para qualquer função do iDrive… não é memória de radio não…

    • Gabriel Araujo

      Esses botões não são especificamente de rádio. Vc pode configurá-los como atalhos de qualquer função do iDrive. Ex: 1 para FM xxx.xx, 2 para Bluetooth, 3 para manual do veículo, 4 para computador de viagem, 5 para diagnóstico do veículo, etc.

    • Eduardo – KaS

      Esses botoes nao funcionam dessa forma que imagina rs
      É uma mescla de retro com moderno, gosto… painel dos anos 90 sao outros carros que temos por ai que brasileiro adora…
      Esse voltande dessa da foto eu acho horrivel, nao sei se regrediram, mas minha 125 tem um volante top!

    • Cesar Recomini

      A inveja é uma M

  • Eduardo – KaS

    Pretendo continuar fazendo revisao na BMW; medo de fazer fora e dar “pau”; apesar de q fazer na BMW tb n seja garantia de funcionamento eterno.. Ajuda bem tb na hora da revenda (acredito eu), apesar do custo altissimo.. E seu A4? Revisoes sao mais em conta?! Vai ficar qto tempo com ele?

    • Antonio

      Acho que manteria fazendo também com a minha… então cara, ainda não fiz nenhuma revisão do A4: quando fui comprar ele na Eurobike do Itaim Bibi já estava na hora de fazer a revisão, aí eu mandei os caras fazerem antes de venderem para mim né… então tenho algum tempinho pra ter que refazê-la. Nessa parte de pós-venda tem duas coisas positivas para a Audi: primeiro que não é aquele pesadelo de revisão dinâmica igual da BMW, que me obrigava a fazer 2 por ano, e depois que dá para estender a garantia (a do A4 ia vencer em outubro desse ano e eu já estendi por mais 2 anos, paguei em torno de 5.000). Isso significa que tou bem tranquilo para ficar 3 anos com ela, aí depois eu vejo se mantenho ou troco.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email