BMW X3 pode ser produzido no México para atender EUA

bmw x3 phev 6

A BMW tem uma relação antiga de produção com o México, mas na maior parte, envolvendo investidores locais. Contudo, há pouco tempo, ela iniciou uma planta em San Luis de Potosi, norte do país.


Nela a BMW faz os modelos das Séries 2 e 3, sendo que o primeiro é até exportado para o Brasil.

No entanto, a BMW está de olho no potencial produtivo do complexo, cuja área total possui 750 acres e apenas um 1/4 disso está ocupado pela fábrica.

Para a BMW, San Luis de Potosi tem capacidade para complementar a produção americana de SUVs.

Em 2021, a BMW vendeu 204,6 mil unidades dos modelos X, incluindo X3, X4, X5, X6 e X7 e isso é um resultado muito bom, já que é 55% maior considerando os últimos cinco anos.

bmw x3 phev 5

Com a planta de Spartanburg, Carolina do Sul, que também exporta ao Brasil, a BMW trabalhou em 2021 com 96% da capacidade.

Isso é muito e preocupa a marca, que tem o X3 como líder de vendas com mais de 75,8 mil vendidos ou 22,5% de participação.

Assim, o México surge como alternativa para atender a demanda crescente por SUVs de luxo.

Oliver Zipse, CEO da BMW na América do Norte disse: “O México desempenhará um papel importante em nossa configuração completa”.

Zipse continuou: “Em algum momento, você verá modelos X porque a demanda do mercado é muito alta. É tudo o que posso dizer agora”.

bmw x3 phev 4

A BMW não fala abertamente que o X3 será feito lá, mas rumores apontam que sim e que a planta mexicana tem espaço suficiente para receber toda a produção do SUV.

Tendo recebido US$ 1 bilhão, a fábrica de San Luis de Potosi operou com 42% da capacidade no ano passado, fazendo 175.000 carros.

Pelo tamanho da instalação, especialistas dizem que a BMW precisará de pouco investimento e se toda a área do complexo for usada para produção futura, ela pode igualar-se aos states.

Em Spartanburg, a operação da BMW tem capacidade para 450.000 carros por ano, volume que San Luis de Potosi poderia alcançar.

Como X1 e X2 são feitos em outras regiões, a BMW pode valer do espaço e ociosidade no México.

[Fonte: Auto News]

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.