*Destaque BMW EUA Lançamentos SUVs

BMW X5 2019 fica mais sofisticado em nova geração

BMW X5 2019 fica mais sofisticado em nova geração

O BMW X5 2019 chegou em sua quarta geração, maior e mais sofisticado, como era de se esperar. O modelo é o primeiro a abandonar o clássico cluster analógico, agora totalmente digital. Feito sobre a plataforma modular CLAR, o SUV que já foi topo de linha, em breve vai virar um intermediário com a chegada do X7, que terá espaço para sete pessoas, algo nunca resolvido pelo primeiro utilitário esportivo da marca alemã.


Agora, o BMW X5 2019 (G05) passa a medir 4,945 m de comprimento, 2,004 m de largura, 1,791 m de altura e 2,975 m de entre-eixos. Com essas dimensões maiores que a geração F15 (4,886 x 1,938 x 1,762 x 2,933 m), o SUV de luxo preserva o estilo conservador e robusto do anterior, agora com vigias laterais traseiras maiores e contornos menos suaves. O conjunto ótico full LED ganhou projetores hexagonais, assim como formato das lentes mais agressivo.

BMW X5 2019 fica mais sofisticado em nova geração

A grade dupla também foi atualizada, agora com formato também hexagonal em cada grelha. O para-choque ficou mais esportivo e com elementos verticalizados, chamando a atenção para a antena do radar que fica logo abaixo da placa. As linhas gerais ficaram mais expressivas e a linha de cintura se elevada suavemente em direção às colunas D, algo inédito no modelo, que desde seu lançamento em 1999, sempre teve a base reta nas janelas.


Na traseira, as lanternas foram horizontalizadas e totalmente em OLED. Perderam um pouco da personalidade, fazendo o BMW X5 2019 parecer um SUV de marca tradicional. O para-choque, no entanto, tenta resgatar o DNA BMW com duas bocas enormes de escape. As rodas de liga leve são novas. Por dentro, outra quebra de tradição. A instrumentação analógica dá lugar ao display digital configurável, porém, mais radical é o conjunto de difusores de ar com um formato geral hexagonal, mesclado com painéis brilhantes que parece agradar mais aos americanos que aos europeus.

BMW X5 2019 fica mais sofisticado em nova geração

A tela da multimídia é ampla, mas o console da transmissão automática é mais vistoso, tendo comandos físicos para os modos de condução e ajustes da suspensão pneumática, sem excluir o botão de navegação da BMW ConnectedDrive. O BMW X5 2019 perdeu 200 kg e agora tem 645 litros no porta-malas, ampliáveis até 1.860 litros.

Na mecânica, sem novidades aparentemente, terá mais adiante os motores 2.0 de quatro cilindros de 252 cavalos, 3.0 de seis em linha de 340 cavalos (X-Line) e V8 4.4 com 462 cavalos (M Sport), além dos diesel 2.0 e 3.0 (este último com versão triturbo). O BMW X5 M deve alcançar 600 cavalos em seu V8 4.4 modificado, além da transmissão de oito velocidades com tração integral xDrive. Primeiro chegam as versões X-Line e M Sport ao mercado mundial. A produção já começou nos EUA.

BMW X5 2019 – Galeria de fotos

BMW X5 2019 fica mais sofisticado em nova geração
Nota média 5 de 1 votos

30 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

    • Dianteira ficou legal, já o interior ficou lindo. Finalmente um interior com personalidade única. Não que eu ache que os interiores da BMW sejam sem personalidade, mas o painel da linha toda parecia ser o mesmo desde a Série 3 até X6. Os faróis dianteiros estão com detalhamento muito bonito também, mas a traseira não tem nada de BMW. Lembrou de tudo, Jeep Grand Cherokee, Hyundai Santa Fé, Kia Sorento, Ford Edge..

  • E lá vamos nós, mais uma sessao de comentários onde o povo só analisa o desenho e ninguém comenta sobre as melhorias técnicas, como sempre. Primeiro, o calcanhar de Aquiles do X5 sempre foi o espaço interno, muito aquém dos concorrentes (ainda mais considerando as dimensoes externas do carro), e tudo indica que finalmente isso foi resolvido. Segundo, o modo AWD agora pode ser completamente desativado, o que deve ajudar a reduzir bem o consumo de combustível em modo de cruzeiro (vira um carro 100% RWD em condiçoes ideais). Terceiro, melhoraram o sistema de controle remoto do carro (em relaçao ao apresentado no 7-Series), que agora automaticamente memoriza a saída de garagem pra geometrias bem mais complexas (pra quem tem garagem bem chata de entrar/sair isso é ridiculamente bom!).

    • E essa deve ser espaçosa! Porque essa aí ficou enorme! Praticamente 3 metros de entre-eixos! Digo que essa se bem aproveitada, poderia até caber 7 pessoas.

      Tenho curiosidade de andar em um altinho tão potente como esse.

    • Primeiro a gente gosta do carro, depois a gente analisa o que tem por dentro…rssss

      Melhorou muito, claro, principalmente em espaço, e esse V8 ainda vai ter duas versões… vamos ver como será a briga.

  • Incrível que o detalhe mais criticado do conceito X7, que foram as grades enormes, eles colocaram na X5, kkkk vai entender. Em relação a traseira só de bater o olho me lembrei da Sorento, mas todo carro hoje em dia lembra algum outro então faz parte, no geral continua um belo carro.

  • A frente ficou muito igual ao da X3… antes X3/X4 tinha um desenho e X5/X6 outro.. agora ficou tudo igual, e se fosse lindo ainda OK, mas não é o caso! A Traseira ficou muito comum e sem graça! No geral achei que ficou mais feia! Sobre as melhorias de espaço interno, painel e a diminuição de peso, show de bola!

  • Sobre beleza, acho que já falaram muito do que eu achei dele. Realmente eu acho que a BMW tem exagerado um pouco nas linhas, mas isso é minha opinião. Nem de longe desabonaria esse produto pq obviamente me agradou.

    Esse interior finalmente sem aquele painel SEM GRAÇA ambar das gerações anteriores enchem os olhos! Eu penso que a BMW é uma das marcas que sempre está em busca de tecnologia, além das melhorias em direção. Ficou bem mais interessante esse interior.

    É sobrio e moderno ao mesmo tempo. Não tem muitas cores e isso me agrada, mas a modernização que o painel deu ao carro foi um dos pontos fortes onde eu ficaria feliz de entrar no carro e ficar admirando esse interior. E está aí o ponto que citei que me agrada. Nem de longe é um carro feio, mas achei o exterior um tanto exagerado.

    BMW pelo que eu conheço, sempre foi de ter um visual musculoso, inspirando força e robustez, não precisaria exagerar na dose. Mas como eu disse, me agradou.

    • Tava precisando de uma ousadia no interior né. Curti também, ficou com um ar bem agressivo. Vejo os BMW muito mais como modelos agressivos, mais esportivos, do que “de luxo”, entao acho que casou bem! O exterior é que nao sei, tá com cara de que vai envelhecer meio rápido (mas comparando com o antigo ainda achei que melhorou um pouco).

      • Eu tbm achei que melhorou em relação ao antigo. Mas confesso que poderiam evitar o aumento da grade dianteira pq não faz sentido ser grande.

        Tirando esses detalhes, realmente o interior de todo BMW deveria receber essa modificação porque com certeza cai de encontro ao que a marca expressa.

  • O interior deu um salto imenso, já o exterior teve nova frente sem surpresas e a traseira estranha, X3 é mais resolvida de costas, as novas gerações não conseguiram barrar a primeira geração desse carro em termos de design. As melhorias técnicas são incontestáveis.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email