_Destaque Argentina Borgward Eventos Mercado SUVs

Borgward se aproxima da Argentina e deve chegar também ao Brasil

borgward-bx5-bx6-ts-1

A Autoclásica 2016 será um evento reunirá carros clássicos da Argentina no hipódromo de San Isidro, em Buenos Aires. Diferente de outros anos, dessa vez uma nova marca demonstra interesse velado em entrar no mercado local e regional, a Borgward.

A marca alemã foi ressuscitada recentemente em uma avant première na Europa e oficialmente pretende se estabelecer na China e na Índia, partindo posteriormente para outros mercados, especialmente os emergentes.

borgward_isabella_sedan

A escolha da Autoclásica 2016 não é por acaso. Nos anos 50, o Borgward Isabella (foto acima) foi fabricado brevemente na região de Córdoba, Argentina, e vendeu cerca de 1.050 unidades. A marca diz que tem interesse em entrar comercialmente no país e em mercados vizinhos.

Na mostra argentina, a Borgward entra como patrocinadora, o que reforça a intenção de se estabelecer futuramente, embora nada tenha sido oficialmente fechado. Com ações de marketing nas redes sociais e com time completamente europeu, a marca quer voltar a estar entre os fabricantes mundiais.

borgward-bx7-1

Renascimento

A Borgward foi uma das marcas mais populares da Alemanha no pós-guerra e foi fundada por Carl Friedrich Wilhelm Borgward, desenvolvendo produtos que logo ganharam a preferência de muitos consumidores, chegando a ser a terceira marca no país, ficando atrás somente de Volkswagen e Opel.

No início dos anos 60, a empresa estava em dificuldades financeiras, mas um processo de recuperação foi negado e a empresa fechou as portas, sendo encampada em parte pela BMW.

Agora, 55 anos depois, a Borgward retorna através do neto de Carl, Christian. A marca se associou com o fabricante chinês Foton, reconstruindo seu lineup através de instalações na Alemanha e China, onde foram desenvolvidos os primeiros produtos, focados no segmento de utilitários esportivos.

borgward-bx5-bx6-ts-2

O BX7 foi o primeiro deles, sendo um SUV de cinco ou sete lugares com 4,71 m de comprimento, 1,91 de largura, 1,69 de altura e 2,76 de entre eixos. O topo de linha da Borgward é equipado com motor 2.0 Turbo de 225 cv e transmissão de dupla embreagem com sete marchas.

Este SUV da Borgward tem também uma versão híbrida plug-in com 401 cv de potência combinada, entregando 55 km de autonomia no modo elétrico. A tração é dianteira ou integral. O modelo é derivado do Senova X65 da Foton, mas possui design e tratamento diferenciado.

O segundo modelo será o BX5, um SUV de porte médio medindo 4,48 m de comprimento, que fará uso de motor 1.5 Turbo, além de versão híbrida com 258 cv combinados. A tração será dianteira ou integral.

borgward-bx5-bx6-ts-4

Além desse, a Borgward prepara também um intermediário entre os dois, chamado BX6. Este SUV terá um estilo mais próximo de um cupê e será o terceiro elemento da marca alemã. A empresa ainda não divulgou detalhes sobre outros potenciais produtos.

Mas observando o lineup da Foton, podemos imaginar uma gama bem maior, incluindo SUV compacto, um produto que várias marcas europeias, americanas e asiáticas já estão focando suas atenções.

Aqui no Brasil, a Borgward poderia produzir futuramente em parceria com a Foton Aumark no Rio Grande do Sul, região em que a proximidade com a Argentina e também com Chile, ajudaria numa expansão rápida no cone sul.

[Fonte: Cosas de Autos]







Send this to friend