Ecologia Europa Hatches Tecnologia

Bosch testa nova tecnologia em motor diesel e promete redução drástica de emissão

bosch-diesel-b-1024x683

A Bosch anunciou o desenvolvimento de uma tecnologia que promete reduzir drasticamente as emissões de NOx me motores diesel. O anúncio foi feito na Europa e visa garantir a sobrevivência do motor movido pelo óleo combustível por mais algum tempo. A novidade é baseada no gerenciamento atualizado do EGR que é o sistema de recirculação de gases de escape para redução das emissões de poluentes.


Além disso, a Bosch diz que turbocompressor otimizado também garante uma drástica redução em óxido de nitrogênio, o vilão dos motores diesel. Para termos uma ideia, atualmente é permitido aos carros diesel na Europa emitir no máximo 168 mg/km de NOx. Em 2020, o limite cairá para 120 mg/km em condições reais de uso (teste WLTP) ou 80 mg/km em laboratório (NEDC). Note que nos próximos dois anos, o limite cairá pela metade e provavelmente todos os fabricantes de veículos diesel colocarão seus carros para andar no WLTP, pois o limite será maior.

bosch-diesel-a-1024x576

Mas, a tecnologia da Bosch promete ir muito além. O sistemista alemão promete emissão de apenas 13 mg/km de NOx! Isso mesmo, um nível seis vezes mais baixo que o limite máximo do NEDC. A empresa não dá muitos detalhes sobre o que desenvolveu, mas ao apresentar um Golf TDI modificado para a imprensa automotiva europeia, os níveis de óxido de azoto durante a condução em trânsito urbano pesado foi de 40 mg/km.


Segundo a Bosch, a emissão de 13 mg/km de NOx é conseguida em um circuito de condução misto, ou seja, cidade e estrada. Mesmo com os jornalistas europeus fazendo três vezes mais que isso num Golf modificado, o nível de emissão ficou pela metade em relação ao limite de 2020. Mas, apesar de usar o hatch da VW, a empresa diz que o carro na verdade se converteu em um “demonstrador de tecnologia”.

bosch-diesel-1024x682

“Nós reformamos completamente este motor porque queríamos ter um propulsor que não estivesse ligado a uma marca. Este não é um motor VW, este é um motor genérico”, diz Rolf Bulander, chefe de motores da Bosch. A empresa teria feito tantas modificações no motor original da Volkswagen, que ele acabou se transformando em outro produto. A empresa diz que as modificações na recirculação de gases e no turbocompressor garantem eficiência mesmo com o motor frio ou em condução urbana, onde os níveis de emissões são mais elevados. A resposta do sistema ao acelerador é imediata, garante a companhia.

Agora resta saber quanto isso vai custar e quando estará disponível para os fabricantes europeus, especialmente os alemães, pois para estes é urgente uma solução para tentar salvar o diesel neste fim de década. O Dr Volkmar Denner, diretor executivo da Bosch, diz: “Há um futuro para o diesel. Hoje, queremos pôr fim, de uma vez por todas, ao debate sobre o fim da tecnologia diesel”. Segundo o chefe, a empresa estaria “empurrando as fronteiras do que é tecnicamente viável ”.

[Fonte: Auto Express]

COMPARTILHAR:
  • Leandro

    Vai ter que provar muitas vezes para o mundo que isso é real, depois de toda a palhaçada que fizeram.

    • Rodrigo

      Eletrificação é um caminho sem volta.

      • Rafaelprado

        Toda tecnologia é bem vinda, ela não precisa ser necessariamente aplicada em automóveis/caminhões. Um exemplo é aplicação em geradores de energia.

      • Nicolas_RS

        Até que o carros elétricos fiquem de igual para igual aos carros de combustão… vai demorar e MUITO!

        • Kang Otro ✓

          Se 20 anos pra você é MUITO, então é verdade.

      • Henrique

        A única dúvida dos carros elétricos é o passivo ambiental que as baterias irão gerar. Ou seja, estão se esquecendo que as baterias dos carros elétricos poluem muito.

        • Vinicius Lima Santos

          Nao tenho nenhum conhecimento técnico na área, mas imagino que a poluição por emissão de gases, é constante.
          A bateria de carro, quando for descartada, poderá ser feita de forma limpa – assim como é hoje para as baterias de celulares, etc. E com uma periodicidade muito menor (no atual Prius, senao me engano a bateria dura algo em torno de 10 anos)

          • Henrique

            A questão é exatamente o que acontece após o cliente devolver a bateria para descarte, e se haverá uma fiscalização. Pois hoje, desconheço se há uma fiscalização para o descarte das atuais baterias automotivas.

            • Vinicius Lima Santos

              Nao sei quanto a fiscalização, mas a burocracia e regulamentação no Brasil para descarte de baterias é bem rigorosa. Na minha empresa há uns tempos estavam cogitando produzir localmente ou aumentar a importação de pilhas, e para isso, tinhamos que implantar um grande sistema de instruções e pontos de coleta e descarte para conseguir essa autorização do governo.
              Imagino que no sistema automotivo deva seguir a mesma linha.

              • Henrique

                Não sabia.
                Muito obrigado pela informação.
                Desejo-lhe uma excelente semana.

    • Lareiro

      Mas quem está desenvolvendo isso é a Bosch, não a Volkswagen.

      • Kang Otro ✓

        Ele diz de todas as grandes fabricantes, que inclui as fabricantes de peças.

  • Samuel Jesus de Sousa

    Espero que dê certo. Diesel em diversos casos é mais útil que a gasolina.

    • th!nk.t4nk

      Vindo da Bosch, eu nao duvido. Os caras já revolucionaram o mercado inúmeras vezes!

      • MarcioMaster

        Vamos dar tempo ao tempo, entendo a grandeza da Bosch, mas a queimada de filme no dieselgate foi enorme. Para mim vão ter que mostrar muito para recuperar o prestigio.

        • th!nk.t4nk

          Cara, essa percepção de filme queimado é mais no Brasil. Na Europa o diesel continua vendendo bem pra caramba (40% do mercado). Encolheu sim (como já vinha encolhendo alguns anos antes do escândalo de emissoes), mas nao foi esse apocalipse que costumo ouvir dos brasileiros imaginando a situação do diesel. Até mesmo nos EUA as vendas de diesel continuam firmes (até aumentaram em alguns segmentos!). Concordo que nao tem futuro a longo prazo, mas a curto/médio prazo tem um bom mercado ainda.

  • NYC_Man

    Top !!
    Diesel é top

    • Daytona

      Lembrei do Bush falando isso kkkkkk

  • Pedro Henrique

    mais uma tecnologia pra enganar os testes, daqui uns anos vão aparecer testes que desfazem o conto de fadas e aí aparece uma nova tecnologia inovadora burladora de testes…
    o ciclo é assim, pode parecer que estou falando desse caso da bosh, mas isso acontece em diversos setores da economia, do mel ao aço

    • Daytona

      Inclusive nos esportes…
      Lance Armstrong, que financiava campanhas anti doping, era um deus na Europa, escreveu livros e mais livros, legião de fãs, estava dopado todos os anos que ganhou…

      Como descobriram?
      Guardaram amostras de sangue dele congelado por anos e até que os exames evoluíssem o suficiente…

      • RIP Brazil

        Tudo hoje é usado para testes de novas drogas: até na 2.ª Guerra Mundial os alemães usavam efedrina para aumento de força muscular e reflexos.
        Chama-me a atenção a conveniência de certos esportistas realizarem algumas “pausas” em suas carreiras, vide Michael Phelps.

    • Nicolas_RS

      E dai? Acalmando esses paranoicos do “mundo sem CO2”, quem se importa?

      • Pedro Henrique

        é mais um troço no seu carro com um nome super english green alguma baboseira que com toda certeza vão te cobrar por isso pra n servir pra #$%@ nenhuma, além de só dar algum defeito ou recall

    • ADJR

      Pensei o mesmo. Vem aí o Dieselgate fase II.

  • Maycon Farias

    Respeito a marca e quem está desenvolvendo isso, mas isso é trabalhar com o impraticável. Logo o limite máximo vai cair para 80, depois 40, depois 10 e então próximo de 0. Então pra que trabalhar com algo que vai ser limitado de um jeito ou de outro?. Eu sou do tipo que vê uma tempestade em um copo de água, acho que depois de 2030 os limites e regulamentações irão ser extremamente mínimos e rígidos para emissões. O que estão planejando com isso não vai ficar pronto hoje, e quando ficar já vai estar próximo do período de proibições de muitos países a circulação de veículos combustíveis.
    No máximo essa tecnologia vai servir apenas países subdesenvolvidos e emergentes como o Brasil.

    • Nicolas_RS

      Acho engraçado essa neurose de querer limitar o CO², a ponto de ser 0, sendo que os principais inimigos para a saúde são agrotóxicos, substancias liberadas no mar/rio, certos tipos de alimentos e produtos como o plástico.

      • Rafaelprado

        Só quem conhece os grandes centros urbanos(SP, NY, LA, Paris, China, HK e por ai vai) sabe da real necessidade. Zerar acho exagero e praticamente impossivel só quando chegar a 100% de elétricos.

        • Nicolas_RS

          O maior responsável por isso é a indústria!

          • RIP Brazil

            Calma, Nicolas_RS.
            Vamos deixar todo mundo pensar que a poluição é causada pela boiada, rsrsrs

      • ObservadorCWB

        Penso como você. Quero ver quando zerarem a flatulência animal….kkkkk Toda evolução é bem vinda. Em todas as áreas.

        • Marcelo Nascimento

          Como diz a Globo, agro é tech, alguém já deve estar desenvolvendo um filtro para adaptar nas vacas… rs

          • Edvaldo Rocha de Sousa

            rs rs..

      • Lareiro

        Essas causas que vc citou são danosos à saúde, o que os limites brigam é contra o aquecimento.

        • Nicolas_RS

          Aquele que não existe?

          • Lareiro

            que seja, essa não é a questão.

      • Luis Burro

        Este co2 liberado simplesmente não é reabsorvido como deveria,então acaba aumentando o volume do gás na atmosfera e o efeito estufa,e em muitas outras consequências q afetam diretamente a vida.

        • Nicolas_RS

          Não existe efeito estuda…

          • Luis Burro

            Sim,por isto q quase não existe mais inverno no Sul né?Deus quer assim.

            • Nicolas_RS

              Em 2013 tivemos um dos invernos mais rigorosos! Em alguns pontos caiu tanta neve que fechou estradas e desabou galpões!
              https://www.youtube.com/watch?v=OhSIaeGQNdc

              • Luis Burro

                Sim,sim,mas e depois disto?A cada ano q passa a área de estiagem no Rio Grande do Sul é maior.

                • Nicolas_RS

                  E ai? Não tem época de calor? A terra passa por ciclos! Por um tempo esquenta e depois diminui, esse ciclo demora pode demorar até 30 anos.

                  • Luis Burro

                    Mas estranhamente a cada ciclo parece estar ficando mais quente.Q coincidência não!

                    • Nicolas_RS

                      Você tem quantos anos? Se pegar idosos com 80 anos por exemplo, ele vai relatar coisas que só aconteciam na infância dele e voltaram depois de 50 anos. Tudo no Universo se meche, no planeta terra idem! Não vai ser o clima que vai ser uma ciência exata, com as mesmas temperaturas todos os anos.

                    • Luis Burro

                      Sim,mas msmo com os ciclos as temperaturas médias registradas tem sido mais altas.

                  • Edvaldo Rocha de Sousa

                    …sim, a vida como um todo têm ciclos… os ciclos econômicos, das marés etc etc a vida como um todo é dinâmico… o planeta Terra que também tem vida, é dinâmico e, portanto, tem sim seus ciclos… o “x” da questão é: onde estará o equilíbrio nesse ciclo dinâmico???…
                    … nem ouso opinar sobre as hipotéticas respostas… rs rs…
                    Vlw…

              • Luis Burro

                E a duração ridícula,na minha cidade não fica frio mais q um dia já e só nos períodos sem sol ou qndo vem chuva.

              • Luis Burro

                Só não enxerga qm não quer!Desde q começaram a registrar o clima nunca esteve tão quente.E olhe q já li q a terra já está numa era glacial.

                • Nicolas_RS

                  É mesmo? Quem disse isso? IPCC? Ah me poupe!

      • Maycon Farias

        Mas ninguém está dizendo que isso vai salvar o planeta, nem mesmo os cientistas. Reduzir a poluição gerada por combustíveis fosseis vai eliminar 1 grande problema e vai cooperar com as outras medidas e tratados que já existem e estão sendo planejados e executados. A sensação que temos visitando sites automotivos é que somente o mercado automobilístico está mudando para atender as normas ambientais, mas isso não é a realidade, em todo o planeta esforços são feitos frequentemente para a redução de poluentes em fábricas, meios produtivos alem das normas de proteção ambiental visando também o ar, água e terra.
        *Em 1972 o Estocolmo-72, realizada na capital sueca. Nessa conferência foi elaborada a Declaração de Estocolmo, que estipulou ações para que os países equilibrassem a relação entre desenvolvimento econômico e preservação ambiental.
        *No Rio de Janeiro em 1992 a Conferência das Nações Unidas (Rio-92). No evento, duas convenções foram elaboradas: uma sobre biodiversidade e outra sobre mudanças climáticas. A Convenção sobre Mudanças Climáticas entrou em vigor em 1994 estabelecendo medidas para a diminuição da emissão de gases poluentes por indústrias, automóveis, entre outras fontes poluidoras, visando frear a intensificação do efeito estufa e suas consequências.
        *O Protocolo de Quioto determinou taxas de redução para os países industrializados desenvolvidos, com porcentagens diferenciadas de acordo com as emissões de cada país.
        Por fim o mais recente em 2015, na Conferência do Clima (COP-21) realizada em Paris, foi assinado um novo acordo visando frear as emissões. Foi o primeiro consenso global acerca do tema, determinando aos 195 países signatários o controle do aumento da temperatura média do planeta, buscando limitá-lo a 1,5ºC.
        O o Congresso Nacional do Brasil concluiu, em 12 de setembro de 2016, o processo de ratificação do Acordo de Paris. Nesse processo se tornou um dos primeiros 55 países com compromissos oficiais em relação a redução de poluentes e emissões. Dessa forma comprometeu-se a reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 37% abaixo dos níveis de 2005, em 2025, com uma contribuição indicativa subsequente de reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 43% abaixo dos níveis de 2005, em 2030.
        Resumindo tudo que você disse é realmente perigoso para a saúde, mas tenha certeza que esforços estão sendo feito em todas as áreas para frear isso mais cedo ou mais tarde.

        • Nicolas_RS

          Vamos lá….Primeiro de tudo não existe Efeito Estufa! O ser humano apenas afeta o clima local, como cidades grandes de SP e RJ, se for para o interior pode chegar até 7 Graus de diferença, mas o ser humano não afeta o clima do mundo!

          Isso não passa de “modos” de arrancar dinheiro, por exemplo carro a combustão poluem? Sim, mas para extrair o Lítio da bateria é igualmente danoso ao meio ambiente.

          • Unknown

            Desta vez tenho que concordar com você!

          • Maycon Farias

            O Trump também concorda com você. Mas eu fico com os cientistas formados e empenhados que levaram anos ou décadas para chegar a essa conclusão.

            • Nicolas_RS

              KKKKKKKKKK Coitadinho, mal sabe que quando saiu o relatório N4 do IPCC, em um ano mais de 600 cientistas pediram para retirar seus nomes pq não refletia com o que era estudado! Tu sabe o que acontece com um cientista que nega o aquecimento global no Brasil?

              • Maycon Farias

                Money, money, money
                Must be funny
                In the rich man’s world
                Money, money, money
                Always sunny
                In the rich man’s world
                Aha-ahaa…
                Claro que sei, é exatamente o que o partido da ex presidente fez escondendo a verdade por dinheiro, quando o outro lado foi ver a bola de neve estava rolando a tempo. Mas enfim, o aquecimento global é uma farsa para você e para os 600 que citou, mas eu ainda continuo com os outros cientistas que mantem a afirmação e os 195 países dos quais seu próprio país tomou parte dos fatos verídicos e participa da meta.

                • Nicolas_RS

                  Quem mais lucra é a indústria da eletricidade, pois tem sempre uma taxa a pagar para “proteger o meio ambiente”, a Shell por exemplo comprou um rede de recargas na Europa…
                  E foi 600 em um ano… Vai ficar com os cientistas que recebem dinheiro para defender uma asneira dessas e os que são forcados! Aqui no Brasil quem nega, tem o salario cortado, benefícios retirados, fundos para pesquisas são congelados, isso se não for demitido.

                  • Edvaldo Rocha de Sousa

                    … agradeço por compartilhar essa informação conosco …
                    Vlw …

    • Pedrov

      Fora que as montadoras já estão num estágio bem avançado em direção à eletrificação da frota. Tanto é que a partir de agora, a tendência é de que os híbridos ganhem espaço até mesmo no Brasil.

  • RIP Brazil

    “Agora seus problemas ao viajar acabaram-se. Housedog, a casinha do seu Chihuahua para viagens”
    :D

    • th!nk.t4nk

      Melhor comentário! Cabe até 2 Chihuahua ali se arrumar direitinho!!

      • RIP Brazil

        E veja que tem até um transformador de energia de 15KVa para 220/110V atachado ao carro.
        Coisa de primeira o que esse alemães constroem!
        :D

    • Airplane

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK …

  • octavio cesar godoy

    quero ver nego ir na minha fazenda e fazer aqueles bois pararem de peidar, isso que é contribuiçao

    • Fanjos

      – Crie os bois em uma imensa redoma
      – Colete os peidos e armazene em cilindros
      – Gás metano para sustentar a energia da fazenda
      – Fique rico (mais rico,pois já deve ser)

      • octavio cesar godoy

        Fanjos, bom dia. Boi tem o que farta é a riqueza, kkkkkkk

        • Fanjos

          Ainda é humilde, vou positivar esse bom senhor.

        • Edvaldo Rocha de Sousa

          rs rs

      • Unknown

        Under the dome? Kkkkkkk

  • Lareiro

    Viva os motores a Diesel!

    • Edvaldo Rocha de Sousa

      Viva!!!!!…
      Bravo!!!!
      Brevíssimo!!!
      rs rs rs…

  • AlemãoMoreira

    #salveodiesel

    • Edvaldo Rocha de Sousa

      Salve !!!!!!….

  • Saulo Gomes

    Bosch desesperada, em carro elétrico, quase, não vai nada do que produzem.

    • Unknown

      A atuação da Bosh não se resume ao ramo automotivo.

      • Saulo Gomes

        Mas é a atividade principal. Tem eletrodomésticos, sem grande destaque. Tem ferramentas, já foi a melhor, mas a Makita hoje domina. Sem a parte de automóveis Bosch já era.

        • Edvaldo Rocha de Sousa

          … rs rs será mesmo, Digníssimo???
          O $$$ e o Lucro são ” animais predadores “, já estavam aqui antes de nós e permanecerão depois de nós também….
          rs rs Seja como Bosh, Basf ou qq termos similares… só se transformam tal qual nos ensina a famosa Lei de Lavoisier .. rs rs
          Vlw.
          Agradecimentos pela oportunidade…

          • Saulo Gomes

            Não necessariamente, Google não tem práticas selvagens para obter lucro, por exemplo, e igual a eles existem várias boas empresas.

        • Unknown

          Tem muitos outros ramos de atuação, pode ter certeza! Ex.: Perfilados de alumínio para o ramo industrial.

  • Luis Burro

    Bom,mas é melhor ficar de olho pq a indústria é baseada na propaganda.

  • Luis Burro

    Isto tbm é bom pra fazer híbridos a diesel,já imaginou a diminuição de consumo?

  • Mario

    kkkkk..piada pronta!!! Esse ‘novo sistema’, foi usado pela VW já, não!!! As emissões eram bem menores…kkkkk

    • RIP Brazil

      Deixe de ser pé atrás, Mario.
      Eles vão empregar outro engenheiro da computação ainda melhor em relação ao anterior, que sabia pouco programar em “linguagem assembly”
      :D

  • CanalhaRS

    Alguém tem que perguntar a Bosch se a emissão cai drasticamente no mundo real ou apenas no chip trapaceiro deles…hahahaha

  • KOWALSKI

    Lembrando que não é só automóveis que utilizam Diesel. Mesmo com uma possível eletrificação total o diesel não vai deixar de ser usado. São máquinas da construção civil, mineração, agricultura, transporte ferroviário e geração de energia(grupos geradores). Tudo isso não vai deixar de existir, por isso é que toda evolução para o ciclo diesel é válida.

    • Unknown

      Exato! Pensamento mais abrangente! Parabéns!

    • Edvaldo Rocha de Sousa

      Vero…

  • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

    Depois que vi esse vídeo aqui, fiquei meio ressabiado com motor Diesel.

    https://www.youtube.com/watch?v=Cqb7l-_P_nE

    • Edvaldo Rocha de Sousa

      É um risco sim …
      Mas na sequência tem em especialista no assunto explicando as prováveis causas do problema, formas corretas de prevenção e em último caso ensina também algumas dicas de possível solução em casos desse natureza…
      Tô muito tranquilo depois do vídeo do especialista….fica aí a Dica, Humildemente…
      Vlw.

    • Saulo Gomes

      Relaxa, depois de uns minutos já trava e para o barulho.

  • Edvaldo Rocha de Sousa

    rs rs… tem que curtir a viagem rs rs … ” quem entra na chuva é pra se molhar “, rs rs … que seja então…

    • Lareiro

      hahaha pior que curtimos sim, a comida estava ótima. Mas depois bateu na gente aquela sensação de “o mundo está meio errado”.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email